Busca

Tag: infancia


11:43 · 27.04.2017 / atualizado às 11:43 · 27.04.2017 por
13:40 · 27.03.2017 / atualizado às 13:47 · 27.03.2017 por
Otávio abraça a amiga Laura, após carta de reconciliação – Foto: Reprodução

Depois de bater na mão de uma coleguinha na escola, o pequeno Otávio Ramos, de 5 anos, teve uma conversa séria com sua mãe. Lucielle Prado de Moraes, 29 anos, falou sobre respeito às pessoas, e, principalmente, às mulheres. Após o diálogo, Otávio escreveu uma carta de desculpas para a amiga e a entregou junto com um pacote de doces.

O caso aconteceu em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Durante a aula, Otávio fazia sua tarefa, quando a colega, Laura, pegou seu lápis de uma vez. Ele deu um tapa na mão dela e ficou com raiva.

Lucielle afirma que se preocupou quando a professora contou sobre a briga, já que o garoto nunca havia machucado outra criança. A história repercutiu bastante, depois que a mãe publicou a carta com o pedido de desculpas nas redes sociais.

“Laura, me desculpe por ter dado um tapa na sua mão. Eu aprendi com a minha mãe que não devemos bater nos nossos coleguinhas e que um homem nunca machuca uma mulher. Nunca mais vou fazer isso. Por favor, me desculpe”, diz o texto.

*Com informações do portal G1.

11:50 · 10.03.2017 / atualizado às 19:08 · 10.03.2017 por

Se você acha que está tendo um dia agitado, é porque não viu ainda a esposa do professor Robert Kelly em ação.

O professor participava de um entrevista, via Skype, para a emissora britânica BBC, comentando sobre um assunto importante: a situação da Coréia do Sul.

Acontece que suas filhas aparecem ao fundo, para desespero da mulher, que corre para evitar a situação. O professor Robert Kelly, pedindo desculpas e visivelmente constrangido, tenta manter o tom de seriedade, enquanto o caos rola ao fundo.

Confira o momento:

10:50 · 03.03.2017 / atualizado às 10:52 · 03.03.2017 por
Para Jax, a única diferença entre ele e seu amigo Reddy era o corte de cabelo – Foto: Reprodução

Um garotinho de cinco anos, da cidade de Kentucky, nos Estados Unidos, ganhou destaque nas redes sociais ao tentar fazer uma “pegadinha” na escola. A ideia de Jax era simples: cortar o cabelo para ficar idêntico a seu amigo e confundir a professora com a semelhança entre os dois.

No Facebook, a mãe de Jax relatou o episódio. “Ele disse que mal podia esperar para ir à escola na segunda-feira com o seu novo cabelo como o de Reddy, de forma que a professora não fosse conseguir distinguir. Ele pensou que seria hilário confundir a professora com o mesmo corte de cabelo”. No olhar do garotinho, essa era a única diferença entre Jax e Reddy.

Ela ainda completou: “Aqui está uma foto de Jax e Reddy na festa de Natal. Tenho certeza que todos vocês veem a semelhança. Se isso não for prova de que ódio e preconceito são ensinados, eu não sei o que é”, afirma Lydia.

A postagem já tem mais 77 mil compartilhamentos e 143 mil curtidas.