Busca

13:07 · 16.09.2016 / atualizado às 13:07 · 16.09.2016 por

Férias

Gente, eu hei de concordar: se o cérebro tivesse vida própria, sem dúvidas ele estaria descansando em uma bela praia do Caribe, pegando um pouco de sol ao invés de estar preso em um escritório diante da tela de um computador. certo? Mas afinal, por que 57% dos trabalhadores brasileiros terminam o ano sem tirar suas devidas folgas ou férias? Eu simplesmente não entendo.

O fato é que embora 92% trabalhe 40h por semana ou mais, quase 40% dessas pessoas acham que não têm como justificar o tempo de folga, mesmo quando o cérebro está precisando de férias.

Pois foi pensando nisso que a Expedia desenvolveu um infográfico – e um vídeo – com alguns motivos pelos quais tirar férias é uma necessidade vital e ajuda a aumentar a produtividade, a satisfação, a saúde e até a inteligência.

Como eu achei bem legal a iniciativa, compartilho agora com vocês. Confiram!

Férias Expedia

 

11:12 · 09.09.2016 / atualizado às 11:12 · 09.09.2016 por

Todo mundo sabe que o Brasil é rico no quesito gastronomia. De Norte a Sul do País, há uma grande variedade de sabores para a gente experimentar. E foi pensando nisso que achei super legal esse levantamento que a Momondo, buscador de passagens aéreas e reservas de hotéis, fez, apontando seis cidades que, além de possuir considerável número de estabelecimentos culinários, carregam forte identidade local em seus pratos. Confira:

Salvador (Bahia)

Foto: Flickr - Ministério da Cultura
Foto: Flickr – Ministério da Cultura

Mesclando influências africanas e portuguesas, os sabores baianos são apaixonantes e inesquecíveis. A cozinha local abusa do óleo de dendê, leite de coco, frutos do mar e pimenta. E haja pimenta! Acarajé, vatapá, bobó de camarão e beiju, popularmente conhecida como tapioca, são alguns dos pratos imperdíveis e que fizeram história na região. Seja pelos restaurantes refinados ou pela comida de rua, a capital soteropolitana se destaca como uma forte representação da rica culinária nordestina.

Goiânia (Goiás)

Foto: Flickr – iurikothe
Foto: Flickr – iurikothe

Coração da região Centro-Oeste, a capital conta com uma das culinárias mais emblemáticas e originais de nosso País. Localizada em uma região de cerrado, conta com muitos frutos oriundos deste tipo de vegetação. Com pratos sempre bem servidos e ricos em sabor, a sua cozinha se destaca pelos seus ingredientes. Arroz com pequi, galinhada, angu de milho verde e a pamonha, considerada a melhor do Brasil, são algumas das iguarias espalhadas em diversos estabelecimentos da cidade e que são essenciais para os turistas que pretendem sentir o gostinho goiano no paladar.

Porto Alegre (Rio Grande do Sul)

Foto: Flickr - Wilson Hui
Foto: Flickr – Wilson Hui

Aqui é o lar dos apaixonados por carne, tchê! Principalmente influenciada pela imigração italiana e alemã, a cozinha gaúcha é saborosa e variada. Seu prato mais emblemático, o churrasco, é referência global e estrela de quase todo restaurante da região. Um de seus ingredientes mais tradicionais, o charque, aparece em uma infinidade de quitutes, como o arroz de carreteiro, que se espalhou para outras cidades brasileiras. Outra delícia é o sagu com creme, sobremesa favorita dos locais.

Belo Horizonte (Minas Gerais)

Foto: Flickr – sstrieu
Foto: Flickr – sstrieu

Pura tradição, os sabores da comida na região são realçados pelo preparo clássico no forno a lenha. É possível observar referências africanas, indígenas e europeias nos pratos fartos e perfumados. Clássicos como frango com quiabo, leitão à pururuca e tutu de feijão têm um sabor para lá de especial. Mas o astro da culinária não poderia ser outro: o queijo, produzido com maestria há séculos na região. O produto também é o principal ingrediente do queridinho pão de queijo, um dos quitutes mais representativos da culinária brasileira.

Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)

Foto: Flickr - GOVBA
Foto: Flickr – GOVBA

Cidade que mais recebe turistas no Brasil e sede da última edição do maior evento esportivo do mundo, a capital fluminense conta com uma boa variedade de estabelecimentos premiados pelo guia Michelin, mais respeitada distinção do universo culinário. Entretanto, o que alguns não sabem, é que a cozinha carioca também conta com uma assinatura bastante característica. Herança portuguesa, o bacalhau, é um dos ingredientes mais presentes em receitas, como no bolinho de bacalhau, estrela de todo boteco que se preze. Mas o prato mais simbólico é a feijoada, inspirada nas culinárias europeia e africana. E, sim, combinando com rodelas de laranja fica ainda mais apetitoso!

Manaus (Amazonas)

Flickr - Travpacker.com
Flickr – Travpacker.com

Se você gosta muito de peixe, corra para a capital amazonense. O alimento serve como verdadeira base da cozinha local, que contou com ampla influência indígena, europeia e africana. Algumas espécies como pirarucu, tambaqui e tucunaré integram os cardápios dos restaurantes mais estrelados da cidade. Um de seus ingredientes mais notáveis, o tucupi, em conjunto com o pato, forma um dos pratos-assinatura de Manaus. Uma curiosidade é o apreço local pela carne e ovos de tartaruga. Iguaria inesquecível!

14:59 · 06.09.2016 / atualizado às 11:02 · 09.09.2016 por

instabridge

Gente, vamos combinar, dá pra viajar e ficar sem acesso a internet durante uma viagem? Como compartilhar os nossos momentos felizes por esse mundo sem se conectar a Facebook, Instagram, Snapchat, dentre outras redes sociais, né?

E como o uso do nosso pacote de dados é uma fortuna no exterior, localizar uma rede Wi-Fi é uma necessidade. Nessas horas, nada melhor que um bom atalho para conseguir se conectar a uma rede de internet móvel pública disponível e gratuitamente.

Por isso , eu quero voltar a falar do Instabridge, um aplicativo por meio do qual os usuários são capazes de conseguir isso.

 

Disponível para Android e iOS, a ferramenta disponibiliza informações sobre conexões sem fio existentes nas proximidades de sua localização para acesso rápido à internet sem pagar nada.

O mais legal é que o Instabridge já tem memorizado diversas senhas de rede Wi-Fi no mundo todo e oferece a opção de conexão automática, sem que seja necessário solicitar qualquer informação no local, para redes conhecidas, públicas e de amigos.

Como isso acontece? Bem, segundo pude apurar, os pontos de Wi-Fi são identificados e cadastrados pelos próprios usuários, portanto, todo mundo pode incluir novos pontos de WiFi ao aplicativo, como cafés, bares, restaurantes etc.

Por isso, já to baixando esse aplicativo pra poder testar. Depois eu conto como é a experiência. E se você já usa, fala pra gente aí nos comentários o que acha.

Caso você também queira baixar o aplicativo pode fazer clicando aqui.

14:27 · 26.08.2016 / atualizado às 14:27 · 26.08.2016 por

bilhete-aereo-hora-de-comprar-passagem

Gente, para quem está planejando um viagem à Europa vale ficar de olho nas promoções que a KLM/Air France e a Air Europa lançaram. Em ambas é possível voar para diversos destinos europeus por menos de US$ 500 ou cerca de R$ 1.600.

Pela Air France e KLM a promoção de passagens para o Velho Mundo tem bilhetes a partir de US$ 460, excluindo taxas de embarque. Cidades como Barcelona, Madri, Londres, Berlim, Zurique estão na lista! As reservas devem ser feitas até o próximo domingo (28).

E para quem aproveitar para conhecer mais de uma cidade por lá, os passageiros têm ainda o direto a uma parada grátis em Paris (voando Air France) ou Amsterdã (voando KLM) na ida e/ou na volta por bilhete. Para saber consultar datas e demais condições acesse os sites da KLM e da Air France.

Saindo de Salvador

Já a Air Europa anuncia tarifas de até USD 500, para 17 destinos no continente europeu, em voos partindo de Salvador, na Bahia. O ticket é válido para bilhetes emitidos até o dia 08 de setembro de 2016, com embarques previstos até 31 de março de 2017.

Os roteiros incluem, entre outras cidades: Barcelona, Valência e Málaga (USD 430), Madri, Vigo e Palma de Mallorca (USD 449), Lisboa e Porto (USD 450), Frankfurt e Munique (USD 485), Roma e Milão (USD 495), Londres (USD 499), Paris, Bruxelas, Amsterdã, Zurique (USD 500).

Os preços são referentes à ida e volta e podem ser pagos em até 12 vezes sem juros. Não incluem taxas e períodos de embargo (datas especiais e feriados). Mais informações podem ser encontradas no site da empresa.

15:21 · 24.08.2016 / atualizado às 15:21 · 24.08.2016 por

Vacina Febre Amarela

Além de passaporte, passagens aéreas, reservas de hotel e dinheiro, a vacina é um item importante exigido por alguns países e muitas vezes esquecido pelo turista que está de malas prontas. Uma das mais solicitadas – a da febre amarela – acaba de passar por uma revisão da Organização Mundial da Saúde (OMS), que entrou em vigor em julho deste ano. Sua validade, que antes era de dez anos, passou a ser de tempo indeterminado.

Portanto, se você tomou essa vacina pelo menos uma vez na vida, esta única dose garante imunidade para sempre, deixando de ser necessário renovação a cada dez anos, especialmente nos casos de viagem para áreas de risco, como era o procedimento.

Segundo o médico infectologista e coordenador do Núcleo de Medicina do Viajante do Instituto de infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, Jessé Reis Alves,a mudança se deve ao fato de a própria OMS pesquisar e reconhecer que não existe a necessidade da pessoa receber uma nova dose da vacina com tanta frequência.

Assim, os agentes que trabalham nas fronteiras não podem mais impedir a entrada de viajantes portando Certificados Internacionais de Vacinação, independente da validade. Mas, atenção: quem nunca recebeu nenhuma dose contra a febre amarela precisa tomar a sua.

Não lembra se tomou a vacina contra febre amarela?

Ah, mas você não se lembra se já tomou a vacina contra febre amarela ou não tem como comprovar, não se preocupe. Saiba que não existe problema algum em ser vacinado novamente dentro de um prazo menor do que dez anos – especialmente se não está no grupo de contraindicados. No caso, crianças abaixo de seis meses, pessoas com qualquer doença que afete o sistema imunológico – como câncer e HIV – ou que estejam tomando drogas que deprimam o sistema imunológico.

Fique atento: a vacina precisa ser tomada, no mínimo, dez dias antes.

15:04 · 19.08.2016 / atualizado às 15:04 · 19.08.2016 por

 

Internet no exterior

Em tempos de uso crescente das redes sociais, inclusive quando estamos viajando, utilizar planos pré-pagos de dados é uma excelente alternativa para não deixar de estar conectado, principalmente se não há wi-fi disponível. Mas como saber onde há a facilidade com o melhor custo-benefício para o viajante utilizar?

Foi para responder a essa questão que a plataforma de descontos Rebatly analisou planos de chips pré-pagos para conexão de internet móvel nos 50 países mais visitados em todo o mundo, de acordo com ranking 2016 divulgado pela Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas.

De acordo com o estudo Índice Global de Preços de Conexão de Internet Móvel 2016, o pódio dos países com internet pré-paga mais barata vai para a Polônia, que oferece internet móvel de 3 GB por apenas R$ 8 ao mês. Este valor chega a ser quase dez vezes mais em conta do que na França – o destino mais popular para férias no mundo segundo Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas – onde o custo pela mesma quantidade de dados fica em R$ 73 ao mês. Líder mundial em tempo gasto nas redes sociais (de acordo com a Digital Future in Focus 2015 da ComScore), o Brasil aparece em nono lugar no índice, com um plano semanal.

Para chegar a essa conclusão, foram utilizados dados divulgados pelo site Wikia.com, sobre cartões SIM pré-pagos em todo o mundo. Todos os preços foram coletados em moeda local e convertidos para real usando o conversor Google Finance em 29 de julho de 2016. Foram definidos como padrão a velocidade 3G e volume de dados de 3GB, pensando no viajante que necessita de um alto uso de internet móvel.

Os mais caros do ranking

O lugar mais oneroso para utilizar a internet móvel é nos Emirados Árabes Unidos. Ao viajar para este país, os turistas chegam a pagar R$ 134 por 3 GB de dados.

Os dados mostram que, em geral, o custo é alto também na América do Norte. Canadá e Estados Unidos estão entre os países com preços mais elevados no Índice de Preços de Internet móvel, oferecendo por R$ 99,90 e R$ 98,70, respectivamente, um volume de 3GB.

Confira abaixo o ranking completo:

Índice Global de Preços de Conexão de Internet Móvel 2016

13:43 · 12.08.2016 / atualizado às 14:10 · 12.08.2016 por

Unbound Apparel

Alguém aí já imaginou usar a mesma peça de roupa por 46 dias seguidos sem lavar? O fato é que por mais estranho que isso pareça, não é que é possível! Chamada de Unbound Apparel, trata-se de uma camiseta feita de lã merino – material usado em trajes esportivos de alto desempenho-, com isso pode ser usada sem ter que passar pela máquina de lavar. É ou não é perfeita para os viajantes de plantão, hein?

A peça foi criada por um trio canadense que testou a camiseta durante uma viagem ao Sudeste Asiático. A ideia de inventar algo deste tipo surgiu para permitir que os donos da peça fossem capazes de economizar bagagem. Além de não precisar ser lavada, a camiseta não amassa ou fica malcheirosa. Pelo menos é o que garantem os criadores.

Assista à presentação (em inglês)

Não fiz o teste, mas nos experimentos que foram realizados pelos idealizadores da camiseta, ela foi usada em locais em que a temperatura chegou a 40ºC, em academias, saunas e na rotina diária de qualquer pessoa dos grandes centros urbanos.

Porém, eles recomendam que é bom deixar a peça ventilando por um tempo se ficarem suadas, para a umidade sumir e não ter proliferação de bactérias.

Além da camiseta, o trio criou também cuecas e meias que não precisam de lavagens. Até o momento só foram criadas peças masculinas.

Para produzir em maior quantidade, a Unbound Apparel criou uma campanha de crowfunding no Indiegogo. Todos que contribuírem alguma das peças – variando de acordo com valor doado.

No mínimo curioso!

15:08 · 08.08.2016 / atualizado às 15:08 · 08.08.2016 por

Uma coisa é certa: falar em Aruba, paisagens dignas de cartões postais, praias paradisíacas e águas calmas logo vêm à mente. Quando estive por lá era exatamente o que eu procurava. Antes de ir, eu até já me imaginava boiando naquele mar azul-piscina. Aliás, isso é o que se espera quando o assunto é Caribe.

No entanto, há muito mais a ser explorado na chamada “Ilha Feliz”, bordão utilizado pelo turismo local para atrair mais visitantes. E não é mentira não. O lugar é realmente feliz. Basta umas voltinhas para constatar. Também com um mar daquele como vizinho como não sorrir todos os dias, né?

Enquanto você ainda não vai resolve viajar pra lá, confira algumas particularidades da ilha, além da natureza exuberante, hotéis e resorts maravilhosos, cassinos e até campos de golfe.

1. Cactos gigantes

Cactos e o farol California Foto: Robert Fabisak
Cactos e o farol California Foto: Robert Fabisak

Com clima ameno (28º) o ano todo e fora da rota de furacões, Aruba tem um cenário distinto dos demais paraísos caribenhos por conta de seu clima tropical semiárido. Sua natureza rica em cactos inclui a espécie stenocereus griseus, que pode atingir até
nove metros.

2. Flamingos

Flamingos na Ilha Renaissance, em Aruba Foto: ATA
Flamingos na Ilha Renaissance, em Aruba Foto: ATA

Animais raros e belos como os flamingos são encontrados na paz de seu habitat natural predominantemente na ilha Renaissance. A natureza em Aruba é selvagem.

3. Iguanas

Iguana na ilha Renaissance, em Aruba Foto: ATA
Iguana na ilha Renaissance, em Aruba Foto: ATA

Estes animais e alguns lagartos são facilmente encontrados em Aruba. Mais facilmente do que você imagina. Os répteis amam o clima e o sol da ilha. Portanto, estão por toda a parte.

4. Os dois lados da ilha

Montanha Hooiberg Foto: ATA.
Montanha Hooiberg Foto: ATA.

Poucas ilhas paradisíacas e com a infraestrutura como a de Aruba são pequenas o suficiente para serem completamente conhecidas durante um período curto de férias. Em sua totalidade, a Ilha Feliz tem 181 quilômetros quadrados, tendo ainda a
possibilidade de se ver o mar dos dois lados. Para os mais aventureiros, o topo da colina Hooiberg – um dos pontos mais altos do lugar – garante vistas incríveis da costa.

5. Cerveja com água marinha

Cervejas chill feitas com água do mar em coquetel Foto: Divulgação
Cervejas chill feitas com água do mar em coquetel Foto: Divulgação

Sem fontes de água doce, a solução para matar a sede foi dessalinizar a água do mar – prática comum na região desde 1903. A água da torneira é a mesma que a engarrafada e a mesma das cervejas locais Balashi e Chill.

6. A árvore que nunca seca

Parque Nacional Arikok Foto: ATA
Parque Nacional Arikok Foto: ATA

A wayaka é uma árvore nativa da região que nunca seca, uma vez que suas raízes buscam líquido e praticamente não há necessidade de regá-la. No Parque Nacional Arikok é possível encontrar wayaka o ano inteiro, ainda que o local “sofra” com a
falta de chuvas.

Muito legal, né?

14:42 · 29.07.2016 / atualizado às 14:42 · 29.07.2016 por

Quando se fala em viajar à Europa, invariavelmente, logo vem à mente visitar cidades como Londres, Paris, Madri, Roma e Lisboa. No entanto, o Velho Mundo guarda tesouros escondidos no interior de cada país. Lugares que pouquíssima gente pensaria em pôr os pés.

Quer conhecer alguns deles? Pois olha só essa listinha que eu recebi com dez sugestões do TripAdvisor. Pelas imagens já dá vontade de arrumar as malas e partir. Confira!

Cesky Krumlov – Boêmia, República Tcheca

cesky-krumlov

Annecy – Ródano-Alpes, França

annecy-france

Polperro – Cornualha, Inglaterra

polperro-harbour

Sintra – Portugal

Sintra - Portugal

Dolceacqua – Ligúria, Itália

Dolceacqua - Ligúria, Itália

Bonifácio – Córsega, França

Bonifácio - Córsega, França

Trogir – Croácia

Trogir - Croácia

Gruyères – Suíça

Gruyères - Suíça

Valldemossa – Maiorca, Espanha

Valldemossa - Maiorca, Espanha

Hallstatt – Áustria

Hallstatt - Áustria

Dessas cidades aí, eu só conheço Sintra, que fica a 30 minutos de trem de Lisboa e vale muito à pena visitar. As demais já entraram para a minha lista.

12:26 · 26.07.2016 / atualizado às 12:26 · 26.07.2016 por

Mala inteligente

Alguém aí já se imaginou sendo carregado pela própria mala pelo aeroporto? Apesar de parecer loucura, esse tipo de bagagem já existe e está no mercado. Chamado de Modobag, o equipamento é uma mistura de mala com scooter. O objeto possui um motor de correia, controle de velocidade e baterias de lítio.

O que se pode chamar de mala inteligente foi criada por um empresa de Chicago, a Modobag LLC, e segundo os desenvolvedores pode alcançar até 12 quilômetros por hora. Além disso, 80% da bateria é carregado em apenas 15 minutos.

A Modobag possui ainda duas entradas USB, permitindo assim que os usuários carreguem qualquer dispositivo eletrônico, mesmo com a mala em movimento. Para evitar a perda do equipamento, é possível checar sua localização por meio de um aplicativo.

Assista ao vídeo:

YouTube Preview Image

Quanto custa

A ideia inovadora está à venda por um sistema de financiamento coletivo por um valor de US$ 1 mil. Apesar da novidade, ela tem um pequeno problema. Ela pesa oito quilos, o que pode acabar atrapalhando no despache da bagagem. Em alguns casos, ela pode nem ser permitida dentro da aeronave.

De qualquer forma fica a dica para quem se interessar!