Andarilho

Categoria: África do Sul


13:59 · 20.10.2015 / atualizado às 13:59 · 20.10.2015 por
A TAM está aguardando as aprovações por parte das autoridades para inaugurar a rota durante 2016 Foto: Divulgação
A TAM está aguardando as aprovações por parte das autoridades para inaugurar a rota durante 2016 Foto: Divulgação

O Brasil está para ganhar mais um voo direto para a África do Sul. Nesta semana, a TAM anunciou que pretende voar para este país em breve. Para que comece a voar, a companhia informou, no entanto, que aguarda apenas as autorizações para dar início à esta nova frequência, que ligará São Paulo (Guarulhos) à Joanesburgo.

Apesar do anúncio, a empresa não adiantou detalhes, como data prevista para início e quantidade de voos semanais, visto que aguarda posicionamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Hoje a ligação entre os dois países é feita exclusivamente pela South African Airways.

“A TAM está aguardando as aprovações por parte das autoridades para inaugurar a rota durante 2016, o que seria uma grande notícia para nossos passageiros e clientes de carga já que não existe não existe outro Grupo de companhias latino-americano que conecte a região e a África”, destacou Enrique Cueto, CEO do Grupo LATAM Airlines.

12:47 · 27.01.2015 / atualizado às 12:47 · 27.01.2015 por

Muitos bares mundo afora seguem o tradicional modelo londrino de pub, incluindo aí decoração, extensa carta de cervejas e tudo o mais que o caracteriza. Agora, que tal juntar tudo isso e usufruir do ambiente dentro de uma árvore?

O Big Baobab, como é conhecido um baobá gigante situado na África do Sul, surpreende por suas dimensões e por abrigar um bar no interior Foto: Big Baobab/Divulgação
O Big Baobab, como é conhecido um baobá gigante situado na África do Sul, surpreende por suas dimensões e por abrigar um bar no interior Foto: Big Baobab/Divulgação

Pois é… Essa é a proposta do “Big Baobab “, como é conhecido um baobá gigante situado na África do Sul, que não surpreende apenas por suas dimensões – 22 metros de altura e 47 metros de circunferência. Oco por dentro como a maioria das árvores centenárias dessa espécie, ele abriga um bar completo em seu interior, com assentos, sistema de som e, é claro, cerveja para servir aos frequentadores.

Batizado de “Baobab Tree Bar”, esse pub fica em uma fazenda de Modjadjiskloof, localidade situada a quatro horas de Pretoria. Ele é o maior da espécie no mundo, de acordo com a Sociedade Dendrológica da África do Sul. Sua idade exata é desconhecida, mas sabe-se que ele tem mais de 1.700 anos.

Entrada do bar Foto: Big Baobab/Divulgação
Entrada do bar Foto: Big Baobab/Divulgação

Árvore símbolo da África, o baobá fica oco por dentro quando cumpre centenas de anos. Em 1993, os proprietários da fazenda onde fica o “Big Baobab” removeram as massas de compostos de seu interior oco para montar o pub lá dentro.

Além do ambiente principal, o bar tem um segundo buraco com uma adega, que é resfriada por ventos naturais e mantém uma temperatura constante de 22°C, segundo o site da atração.

o Baobab Tree Bar tem assentos, sistema de som e, é claro, cerveja para servir aos frequentadores Foto: Big Baobab/Divulgação
o Baobab Tree Bar tem assentos, sistema de som e, é claro, cerveja para servir aos frequentadores Foto: Big Baobab/Divulgação

O local também é cenário para casamentos, e há uma casa na árvore que serve de suíte para casais em lua de mel.

A entrada para a fazenda de Sunland, onde fica o baobá, custa 20 rands (cerca de R$ 4,60). Quem quiser pode passar a noite lá, pois há cinco chalés com capacidade para 20 visitantes. A área também tem cachoeiras, lugares para caminhada e ciclismo.

Com informações do G1.

09:22 · 31.10.2014 / atualizado às 09:22 · 31.10.2014 por

Sabemos que no Brasil acontece o turismo na favela, onde agências de viagem fazem pacotes de visitação a alguns locais do gênero no Rio de Janeiro.

Agora, o que me parece no mínimo estranho é um hotel de luxo na África do Sul resolver construir uma favela de mentira para “mimar” hóspedes ávidos por experimentarem como é ser pobre.

A empresa Emoya Luxury Hotel and Spa oferece a experiência com o Shanty Town, com doze “barracos” que o turista pode escolher.

No sua página na internet está escrito: “Agora você pode experimentar ficar em uma favela em um ambiente seguro de uma reserva privada de caça”. Porém, vendo as fotos percebemos que o local não se aproxima nem um pouco de uma favela real.

Sabe porque? Os aposentos são relativamente confortáveis, se comprados com o que se vê nas favelas, possuem Wi-fi e aquecimento.

A favela simulada recebe até 52 hóspedes que pagam 450 rands (moeda sul-africana) cada por uma noite , ou o equivalente a US$ 41 por noite.

Vejam um vídeo de apresentação divulgado pela empresa:

YouTube Preview Image

Cômico? Trágico? O que vocês acham?

Só não sei como pode alguém querer se hospedar em um local como esse, que enaltece a pobreza como um estilo de vida, quando a gente sabe que ser pobre é uma condição social, que não tem nada de interessante e que afeta milhões de pessoas no mundo inteiro, inclusive na África, em especial.

Confiram algumas fotos:

Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Foto: Emoya Luxury Hotel and Spa/ Divulgação
Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o