Andarilho

Categoria: Bolívia


14:40 · 28.03.2016 / atualizado às 14:40 · 28.03.2016 por

Buenos Aires, Santigo do Chile, Montevidéu, Punta del Este, Machu Picchu, Cartagena de Índias certamente são destinos que vêm logo à cabeça de quem pensa em viajar pela América do Sul. Eu pelo menos já fui a vários deles, inclusive mais de uma vez, e adorei. Mas que tal inovar no roteiro e ainda assim não gastar tanto em uma viagem internacional?

Essa é a proposta de uma listinha que recebi da SealBag, empresa especializada em lacres para malas. Confira quais as opções em sete países da região.

Equador – Balanço do Fim do Mundo

Balanço do Fim do Mundo Equador Foto: Divulgação
Balanço do Fim do Mundo Equador Foto: Divulgação

Uma visita ao arquipélago de Galápagos é o sonho de diversos viajantes que desejam desbravar o local que inspirou Charles Darwin. Mas o Equador reserva um passeio inusitado no continente, em Baños, entre os Andes e a Amazônia, trata-se do impressionante “balanço do fim do mundo”, que se projeta sobre um abismo. Preso em uma casa na árvore a 2.600 metros acima do nível do mar, nele o turista avista montanhas e também um vulcão ativo.

Colômbia – Caños Cristales

Colômbia – Caños Cristales Foto: Divulgação
Caños Cristales – Colômbia Foto: Divulgação

Patrimônio Histórico da Humanidade, a cidade de Cartagena das Índias é destino certeiro no país por sua arquitetura colonial e mar caribenho. Agora, para uma experiência quase psicodélica, visite Caños Cristales, o chamado “rio mais bonito do mundo”, com águas arco-íris. O fenômeno é resultado de plantas aquáticas e ocorre entre julho e novembro. A sua localização é no Parque Nacional Natural Sierra de La Macarena.

Chile – Marble Caves

Marble Caves - Chile Foto: Divulgação
Marble Caves – Chile Foto: Divulgação

Santiago é parada obrigatória para quem visita o país, com mirantes espalhados pela capital, que mistura monumentos históricos a prédios modernos. Por outro lado, é no sul do país que se localiza Marble Caves, a impressionante “caverna de mármore”, que forma um espetáculo de formas e cores. O passeio de barco pela água azul-turquesa para a atração turística parte da cidade de Puerto Rio Tranquilo.

Peru – Deserto Ica

Deserto Ica - Peru Foto: Divulgação
Deserto Ica – Peru Foto: Divulgação

O combo Lima/Cusco/Machu Picchu é o roteiro básico no país, com o santuário histórico construído pelos incas como o cartão-postal e estrela nacional. Entre os passeios ainda desconhecidos do grande público, o deserto Ica se destaca e atrai fãs de esportes de aventura, que se divertem praticando sandboard. Nesse cenário árido, o oásis La Huacachina surge como uma miragem.

Bolívia – Copacabana

Copacabana - Bolívia Foto: Divulgação
Copacabana – Bolívia Foto: Divulgação

Expedição comum entre viajantes, o Salar Del Uyuni é um deserto de sal boliviano que encanta por suas paisagens únicas na seca ou espelhadas na cheia. Mas quem poderia imaginar que a Bolívia teria a sua Copacabana? A cidade fica às margens do lago Titicaca e tem um clima descolado, praiano e muitos jovens mochileiros pelas ruas. O passeio de barco pela Ilha do Sol é imperdível.

Argentina – Perito Moreno

 Perito Moreno - Argentina Foto: Divulgação
Perito Moreno – Argentina Foto: Divulgação

A capital Buenos Aires é destino tradicional no país vizinho, seja para comer alfajor, ver tango ou passear pelas ruas cosmopolitas. Agora, quem tem espírito aventureiro e quer estar em contato com a natureza vai até o Perito Moreno. Para visitar a geleira de 5 km de comprimento e 60 metros de altura, o mais comum é partir de excursões de El Calafate, ao sul da Argentina. Pode-se admirar o gigante gelado durante um passeio de barco, da vista panorâmica e até caminhar sobre ele.

Uruguai – Cabo Polonio

Cabo Polonio - Uruguai Foto: Divulgação
Cabo Polonio – Uruguai Foto: Divulgação

O país atrai quem quer ver mais de perto a badalada capital Punta Del Leste e o charme da bucólica cidade de Colonia Del Sacramento. Já os visitantes que querem contato com a natureza e se desligar da civilização têm se encantado com Cabo Polonio. A ex-vila de pescadores não tem eletricidade, internet, água corrente e é um refúgio de ecoturismo. Lá o objetivo é relaxar com o pé na areia, admirar o céu estrelado e curtir a vida boêmia iluminada por fogueiras.

E aí, o que você achou? Eu gostei e certamente tentarei incluí-los nas próximas viagens pelos nossos vizinhos.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o