Andarilho

Categoria: Patrimônios mundiais


11:07 · 08.07.2015 / atualizado às 11:07 · 08.07.2015 por

A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) acaba de classificar 24 novos pontos, em quatro continentes, como patrimônios da humanidade. Uma inspiração a mais para a gente planejar aquela viagem, a fim de conhecer essas maravilhas.

Desta vez, infelizmente, nenhum local ou atração brasileira entrou para a lista, que engloba 19 países. A divulgação aconteceu no fim de semana que passou na cidade de Bonn, na Alemanha. Confira a relação:

Europa

Os vinhedos da Borgonha

Ficam ao sul de Dijon, na França. São definidos por séculos de produção de vinho.

O espumante de Champagne

Além da bebida, que tem denominação de origem, foram lembrados os vinhedos, as adegas onde a bebida é fermentada e os históricos pontos de venda da região.

Bosques Store Dyrehave, Gribskov e Jaegersborg

A cerca de 30 km a nordeste de Copenhague , capital da Dinamarca, os três bosques eram o principal lugar de caça dos reis dinamarqueses até o século XVIII.

Colônia da Igreja Luterana de Christiansfeld

Fundada em 1773 na região de Jutland, na Dinamarca, a cidade foi construída ao redor da praça de uma igreja que representaria o ideal democrático dessa denominação protestante.

Distrito de Speicherstadt

Fica em Hamburgo, maior porto da Alemanha. É composto por um complexo de construções de tijolos vermelhos erguidas entre os anos de 1883 e 1927.

A ponte de Forth

Concluída em 1890, a ponte ferroviária sobre o rio Forth ainda está em uso, fica a 14 km de Edimburgo, na Escócia.

Palermo árabe-normanda

Templos  como as catedrais Cefalú e Monreale e ao menos dois palácios datam do controle normando da ilha italiana Sicília, que remonta ao século XII e incorporou as culturas árabe e bizantina.

Distrito industrial de Rjukan-Notodden

O complexo de centrais hidráulicas, linhas elétricas, fábricas e dois núcleos urbanos na Noruega foi construído para produzir fertilizantes a partir de nitrogênio para a crescente agricultura da época. Data do século XX.  A Cidade norueguesa de Rjukan é famosa ainda pelos espelhos nas montanhas que garantem luz do sol.

Ásia

Os vestígios Tusi

Esta região arqueológica localiza-se no sudoeste da China. Ganhou o nome dos chefes tribais que a comandaram do século XIII ao XX.

O sítio arqueológico de Susa

Engloba o palácio Ardeshir e vários templos às margens do rio Shavur, no Irã.

Região de Baekje

Os oito sítios arqueológicos, que ficam no oeste da Coreia do Sul, datam do final do século V ao VII; entre os principais pontos estão a fortaleza de Gongsanseong, as sepulturas de Songsan-ri, as muralhas de Naseong e o palácio real de Wanggung-ri.

Fortaleza de Diyarbakir

Escolhida junto com os jardins Hevsel, na Turquia, que remontam aos tempos da Grécia e Roma antigas.

Vale de Maymand

Fica na região central do Irã. É habitado por povos seminômades que se mudam de pastos a cavernas nas montanhas dependendo da estação.

Montanha Burkhan Khaldun

Localiza-se Mongólia (Ásia central), na cordilheira Khentii. Segundo a tradição, é o local de nascimento e sepultamento de Genghis Khan.

Jardins botânicos de Cingapura

Criados em 1859, no centro da cidade-Estado, desde então se converteram em ponto de conservação e estudo de plantas tropicais e asiáticas, além de atração turística.

Pontos de peregrinação cristã na Jordânia

Uma teoria defende que Jesus foi batizado no país, em região que também preserva vestígios romanos e bizantinos.

Região de Hail

O sítio arqueológico na Arábia Saudita guarda pinturas rupestres pré-históricas que mostram figuras humanas e animais.

Éfeso

A região turca, onde ficava o templo de Ártemis, uma das sete maravilhas do mundo antigo, guarda vestígios os assentamentos da Grécia e Roma antigas; também abriga uma capela do século V que se tornou ponto de peregrinação.

A necrópole de Beth She’arim

Catacumbas, a sudoeste de Haifa, em Israel, construídas desde o século II a.C. e trazem inscrições em grego, aramaico e hebraico.

Ilha Gunkanjima

A ilha fortificada perto de Nagasaki foi chave para o desenvolvimento japonês no final do século XIX, sob o imperador Meiji.

Américas

Aqueduto de Padre Tembleque

Situado no centro do México, foi concebido no século XVI por um frei franciscano e combina conceitos e técnicas romanos e dos povos tradicionais mesoamericanos.

Distrito industrial de Fray Bentos

O complexo industrial uruguaio foi estabelecido no século 19, às margens do rio Uruguai e na divisa com a Argentina, para o processamento e exportação de carne.

Montanhas Blue e John Crow

Primeiro patrimônio mundial jamaicano  foi refúgio de indígenas e escravos africanos nos tempos coloniais.

Missões espanholas de San Antonio

O Álamo e outras quatro construções às margens do rio San Antonio, no Texas (EUA), são o maior conjunto arquitetônico colonial da América do Norte.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o