Andarilho

Categoria: Comunicação


13:22 · 03.05.2016 / atualizado às 13:22 · 03.05.2016 por

Quem gosta de viajar já teve ter enfrentando problemas com comunicação em suas andanças por aí. Tudo bem que falar inglês ajuda, mas sem sempre. Só me lembro de quando estive na Rússia e não adiantou de quase nada. E eu não sabia dizer outra palavra no idioma local que não fosse “obrigado”.

Mas olha só o que eu descobri e hoje conto pra vocês. Depois de ter enfrentado um grande desafio com uma moto quebrada no Vietnã, três viajantes suíços tiveram a ideia de criar uma camiseta de ícones que tende a ser uma mão na roda para os “andarilhos” de plantão. Eles estamparam na camiseta 40 símbolos universais e de fácil compreensão em qualquer lugar no mundo, como relacionados a transporte, comida, hotel, lazer, wi-fi etc. Assim, justificam os aventureiros, “você poderia apenas apontar o que quisesse, e as pessoas iriam entender”.

Foto: Reprodução/Iconspeak World
Foto: Reprodução/Iconspeak World

 

As camisetas em modelos feminino e masculino de várias cores estão à venda por US$ 33 (cerca de R$ 117 no câmbio de hoje) e são entregues do mundo todo. Basta acessar o site iconspeak.world.

Além da camiseta, elas lançaram uma linha de ecobag, bonês, toucas e moletons com os mesmos símbolos

Muito legal, né?

08:00 · 17.06.2013 / atualizado às 22:31 · 16.06.2013 por

roaming

Alô, cheguei! São apenas duas palavras, mas que podem custar caro quando a gente telefona do exterior para dar notícias para amigos e familiares. Porém, não se desespere. Na onda dos aplicativos para tablets e smartphones há ainda aqueles voltados para a comunicação e que, embora não tenham sido feitos especificamente para turistas, fazem milagres nas viagens, sobretudo, em relação ao bolso.

Afinal, gastar todo o orçamento com telefonemas decididamente deve estar fora de cogitação, e os velhos cartões postais ou telegramas, comuns até os anos 90, hoje em dia nem passam pela cabeça de quem quer se comunicar com as pessoas, estando em outro país.

Por isso, quem viaja ao exterior, ou mesmo outras cidades do Brasil, pode aproveitar os benefícios de aplicativos que possibilitam fazer chamadas de longa distância por preços mais baixos do que os das ligações comuns ou até mesmo sem custo nenhum, usando apenas a conexão com a internet. Além das tarifas menores, uma grande vantagem desses programas é a possibilidade de o usuário não pagar taxas de deslocamento quando o celular estiver fora do DDD de origem.

Infalível no bate-papo seja por vídeo, texto ou ligação, o Skype é um deles. Disponível em várias plataformas, ele permite fazer chamadas entre dois aparelhos que possuam o programa, funcionando gratuitamente em computadores, tablets e smartphones. Para efetuar ligações para telefones fixos ou celulares que não possuem o aplicativo, é cobrada uma taxa por minuto. Os créditos podem ser adquiridos de forma pré-paga, com uma tarifa na faixa dos dez centavos, mas que pode aumentar dependendo do local de destino.

Ainda para chamadas de voz e texto existe o Viber, que funciona com iPhones,  iPads e celulares com o sistema Android. Nesse aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente pela internet, o programa reconhece quais contatos da sua lista também o possuem e os disponibiliza para ligações, sem cobrança nenhuma. Porém, é preciso estar conectado à web.

Outra solução é o WhatsApp. Gratuito no primeiro ano, ele usa os números de telefones de usuários cadastrados para envio de mensagens de texto em tempo real. O custo é apenas o de acesso à internet, o que sai de graça se estiver conectado a uma rede wi-fi.

Tem ainda o Facebook Messenger, que permite comunicação instantânea e uma base de usuários enorme, sendo, assim, bem mais fácil manter as pessoas que ficaram de fora da viagem atualizadas.

Por fim, recomendaria o Voxer, que transforma o seu celular em um rádio. Basta cadastrar um contato que usa o aplicativo, apertar o play e estabelecer um áudio. As gravações são enviadas até quando essa pessoa estiver desconectada. Com você e o outro usuário on-line, vira uma ligação telefônica. Bacana, não?

09:37 · 10.06.2013 / atualizado às 09:37 · 10.06.2013 por

smartphone 1

 

Antes um inimigo de quem saia de férias e queria sossego. Hoje, o celular pode ser um grande companheiro de viagens. E olha que ele não é útil apenas para fazer ligações. Com um smartphone, além de manter contato com os amigos e familiares pelo email e pelas redes sociais, você pode utilizá-lo como notebook, GPS, câmera fotográfica e até como guia de viagem.

Duvida? É só baixar os populares aplicativos, os chamados apps, que onde quer que você esteja vai ter na palma das mãos um mundo de informações para deixar o seu passeio bem mais tranquilo.  Gratuitos ou pagos, praticamente todos eles estão disponíveis para os sistemas mais utilizados como o IOS, para iPhone, e  Android.

Além dos já manjados apps que possibilitam fazer reservas de hotéis e passagens aéreas, existem aqueles capazes de consultar o significado das palavras em diferentes línguas, converter moedas e medidas, achar um restaurante bacana, acompanhar a situação dos voos, entre tantas outras funcionalidades úteis ao viajante. Gostou da ideia? A coluna listou algumas ferramentas que podem fazer diferença durante a sua viagem.

Para começar, que tal passar a compreender placas em chinês ou russo, por exemplo, com poucos cliques no celular? Pois pode ir baixando o Google Tradutor. Para traduzir palavras ou frases, basta você digitar, falar ou então fotografar o que deseja entender. O aplicativo, além de disponibilizar dezenas de línguas, ainda identifica o idioma. Porém, para usá-lo é preciso estar online.

Na mesma linha, há também o Voice Translator, que funciona como um tradutor simultâneo. Você fala em português e ele converte no idioma que você quiser. Pode ser ao contrário também. Outra opção é o Jourist, que pode ser utilizado mesmo quando não há rede wi-fi.

Metrôs também não têm mais segredos. O  aMetro, por exemplo, ajuda você a encontrar seu caminho nos sistemas de transporte público em cidades de mais de 50 países. Ele pode ser usado, inclusive, sem conexão a internet.

A fim de diversão? Então a pedida é baixar o Mtrip Travel, que lista os principais restaurantes, bares e atrações em vários destinos. Dúvidas quanto ao clima? Pois a solução é ter o The Weather Channel, que mostra a previsão do tempo naquele momento, por hora e até para os próximos dez dias. No dia a dia da viagem, saber se vai fazer sol ou chover pode ser de grande ajuda para programar uma ida à praia, agendar um passeio de barco ou mesmo escolher a roupa mais adequada.

Se você quer aproveitar a viagem ao exterior para fazer umas comprinhas, o Right Size pode lhe ajudar a descobrir qual numeração de roupas e sapatos correspondem às medidas brasileiras. Além disso, ter um conversor de moedas no celular também é muito útil para ter certeza do quanto está gastando e não extrapolar nos gastos. Há vários aplicativos disponíveis, o XE Currency é um deles.

Deseja conexão gratuita à internet? O Free Wi-fi guarda os endereços de estabelecimentos onde o este serviço não tem custo. E tem também os apps para consultar se o seu voo está no horário. Com o FlightAware é possível rastrear voos nos principais aeroportos do mundo, buscando por número, rota e terminal de partida e chegada. Aqui no Brasil, uma boa é o Voos Online, da Infraero.

Enfim, há uma infinidade de sugestões. Estas foram apenas algumas delas. Conhece outras? Pois conta para nós.

*Este texto foi publicado na coluna do blog na Revista Siará – edição de 09 de junho de 2013

08:54 · 09.07.2012 / atualizado às 08:54 · 09.07.2012 por

 

Achei a notícia interessante e resolvi compartilhar.A informação é do governo federal, por meio do Itamaraty.

Os brasileiros em viagem ao exterior que precisem entrar em contato com os consulados terão uma nova ferramenta que promete facilitar esse acesso. O Itamaraty lançou, na última quinta-feira, dia 5, o projeto SMS de Boas Vindas, que prevê o envio de mensagem por celular aos viajantes, com os telefones dos consulados que podem ajudar em caso de atendimento de emergência.

Segundo o Itamaraty, a ideia surgiu há pouco mais de um ano, em uma dessas situações. Turistas ficaram ilhados em Águas Calientes, no Peru, sem poder deixar a cidade porque estava alagada. Na ocasião, foi preciso enviar um servidor do órgão à localidade em busca de informações sobre os brasileiros.

“Nós não sabíamos quantos brasileiros estavam lá e nem quais eram. Os turistas estavam invisíveis para o governo brasileiro”, explicou a diretora do departamento consular e de brasileiros no exterior, ministra Maria Luiza Lopes da Silva.

A ministra disse ainda que o projeto, além de ajudar os brasileiros a obter informações, também vai facilitar para o governo a localização dos turistas pelo número dos celulares. “O sistema foi criado para reconhecer em qual país o celular foi utilizado, possibilitando uma identificação mais rápida de turistas e viajantes”, acrescentou.

SMS Boas Vindas

Em fase piloto, a iniciativa, por enquanto, vai beneficiar os brasileiros em viagem para Portugal e Espanha. Após a análise do funcionamento do sistema, a iniciativa poderá ser expandida a outros países.

Não é preciso requerer a mensagem, já que ela será enviada automaticamente, com o seguinte conteúdo:

Espanha

Brasileiro na Espanha: em caso de emergência, contate o consulado brasileiro +34659078057 ou +34677547004.

Portugal

Brasileiro em Portugal: em caso de emergência, contate o consulado brasileiro +351962520581 ou +351917531654.

O projeto SMS de Boas Vindas é uma parceria entre o Ministério das Relações Exteriores e a Anatel, com colaboração de operadoras de celular.

Fonte: Portal Planalto

 

10:43 · 02.09.2011 / atualizado às 10:43 · 02.09.2011 por
Dependendo da opção, ligar do exterior para o Brasil pode não sair tão caro

Dar notícias para casa, quando em viagem ao exterior, tem se tornado cada dia mais rápido e fácil, e pode não sair uma fortuna como muita gente imagina. Que o diga o aparecimento da internet e mesmo da telefonia móvel.

Seja de onde você estiver, é possível ligar para o Brasil pagando por lá ou a cobrar. Confira as dicas e veja que opção melhor se adequa ao seu perfil e ao seu bolso.

Pagando você mesmo

Pagando você mesmo, o custo da chamada obedecerá a tarifa do local para ligações internacionais. Neste caso, para economizar, o mais indicado é procurar um telefone público e efetuar a ligação. Isto porque, hotéis costumam cobrar uma taxa para este tipo de serviço, quando não tarifam o minuto muito acima do comumente fixado pelas operadoras. Portanto, fuja deles!

Pode parecer ultrapassado, mas uma das melhores alternativas para fazer ligações para o Brasil é usar o cartão telefônico, que lhe dá direito a vários minutos por um valor fixo. Na Europa, uma unidade pode ser adquirida por cinco euros, em média (aproximadamente R$ 12 a um câmbio de R$ 2,40).

No exterior, eles são facilmente encontrados em bancas de jornal, tabacarias, aeroportos e lojas de conveniência. Ele vem com uma senha, que você deve digitar de qualquer telefone público ou do quarto do hotel, mas mais uma vez cuidado: alguns hotéis cobram uma taxa mesmo quando a chamada é gratuita.

Uma vez a senha digitada, para fazer a chamada, tecle 55, que é o código do Brasil, + código de área da cidade brasileira + número de destino.

Outra alternativa é procurar as centrais de chamadas ou cibercafés, que possuem telefones disponíveis e chegam a cobrar o minuto a um valor bem acessível.

A cobrar

A ligação a cobrar pode ser feita de qualquer telefone público, fixo e ainda móvel. Apenas a Embratel faz chamadas com atendimento em português e debita do seu cartão de crédito ou, se preferir, o valor pode ser debitado na sua própria conta telefônica no Brasil.

Para fazer esse tipo de ligação, basta digitar o número da Embratel (veja a tabela), que varia de país para país e seguir as instruções. Você tem a opção de ligar sozinho ou contar com a ajuda de um operador, mas por meio deste último sai mais caro. Trata-se do Brasil Direto. Para você ter uma ideia, de países do Mercosul o minuto pode sair por cerca de R$ 1,21. Já dos Estados Unidos para cá cai para R$ 0,78 e da França, para dar outro exemplo, custa R$ 1,67. Para tarifas atualizadas, clique aqui.

Pelo celular


Já as operadoras brasileiras de telefonia móvel possuem planos que habilitam o uso do telefone celular no exterior, cobrindo boa parte do mundo. No entanto, o seu aparelho precisa ter a tecnologia e a freqüência adequada para o país que você pretende visitar.

O ideal é que ele seja quadband (850MHz, 900MHz, 1800MHz, 1900MHz). Consulte sua prestadora de serviço para mais detalhes sobre cobertura, valores e modalidades.

Informe-se também sobre promoções, ou seja, pacotes de minutos por um valor abaixo do normalmente cobrado. Pela Tim, por exemplo, já adquiri pacotes de 50 minutos por aproximadamente R$ 99, o que deixa o minuto abaixo dos R$ 2, enquanto o valor normal, à época, ficava próximo a R$ 8.

Internet para chamadas de voz

A internet oferece inúmeras vantagens para quem quer economizar. Você pode se comunicar pelos tradicionais Windows Live Messenger (o popular MSN) e o Skype, que saem praticamente de graça se você tiver um notebook ou aparelho celular com acesso à internet. Muitos estabelecimentos comerciais como cafeterias, hotéis, albergues e aeroportos dão acesso à tecnologia sem fios wi-fi, serviço que pode ser pago ou gratuito.

No caso do Skype, este ainda permite fazer ligações para qualquer telefone fixo ou celular com tarifas bem mais baixas, na casa dos centavos cada minuto. Para isso, basta comprar créditos com seu cartão de crédito e discar o número no programa. Clique aqui para mais informãções.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o