Andarilho

Categoria: Custo de vida


15:05 · 12.11.2015 / atualizado às 15:05 · 12.11.2015 por
O levantamento foi feito  em 38 cidades ao redor do mundo Foto: Divulgação
O levantamento foi feito em 38 cidades ao redor do mundo Foto: Divulgação

Você sabia que Buenos Aires é a cidade com melhor custo benefício quando se trata de hospedagem em hotéis quatro estrelas que incluem café da manhã? Pois foi o que conclui um estudo de comparação de preços feito pelo site de viagens TripAdvisor.

De acordo com a pesquisa, uma noite com café da manhã em Buenos Aires custa R$ 280,92, sete vezes menos do que o preço de uma estada com café da manhã no destino mais caro, Nova York, onde a hospedagem e a refeição saem por R$ 2.076,93. No Rio de Janeiro, o valor gira em torno de R$ 515,83.

Uma noite com café da manhã em Buenos Aires custa R$ 280,92, sete vezes menos do que o preço de uma estada com café d no destino mais caro, Nova York Foto: Divulgação
Uma noite com café da manhã em Buenos Aires custa R$ 280,92, sete vezes menos do que o preço de uma estada com café d no destino mais caro, Nova York Foto: Divulgação

O levantamento, conduzido em parceria com o Instituto Ipsos, que é especializado em pesquisas, foi feito em 38 cidades ao redor do mundo, localizadas nos países mais procurados por turistas, de acordo com dados do site de viagens.

Para a pesquisa, foram selecionados os seis hotéis 4 estrelas mais bem avaliados no índice de popularidade do TripAdvisor. Os preços foram coletados por meio de ligações telefônicas e buscas online e pesquisados na moeda local entre 7 de setembro de 2015 e 1 de outubro. As taxas de conversão da moeda foram retiradas do site xe.com no dia 1º de outubro.

Istambul tem o café da manhã em hotel mais barato

Além dos valores de uma diária com café da manhã, a pesquisa também avaliou o valor do café da manhã dos hotéis isoladamente e concluiu que Istambul, na Turquia, tem o café da manhã de hotel mais barato do mundo, por uma média de R$ 24,19, enquanto o mais caro sai por R$ 116,86, em Zurique, na Suíça.

Já ao pesquisar os valores dos cafés da manhã em restaurantes locais, os de Varsóvia, na Polônia, e Sharm el Sheikh, no Egito, são os mais em conta da lista: custam, em média, R$ 18,36. Já Hong Kong, na China, registra o café da manhã em restaurante mais caro: cerca de R$ 145,08.

Primeira refeição fora do hotel é mais em conta

O ranking mostrou que, na maioria dos destinos, é melhor optar por uma hospedagem sem café da manhã e realizar a primeira refeição do dia em um restaurante da cidade.

A maior economia ao trocar o café da manhã em hotel por realizar a primeira refeição em um restaurante é registrada em Kuala Lumpur, na Malásia, onde os viajantes podem economizar cerca de R$ 103,56. Já em Sidney, na Austrália, é possível poupar R$ 84,30 ao realizar essa troca.

Rio de Janeiro é a 10º cidade mais em conta

Representando o Brasil no ranking, o Rio de Janeiro é a décima cidade mais barata do mundo para uma hospedagem com café da manhã ao cobrar um valor médio de R$ 515,83.

Na cidade, a diferença entre uma estada com e sem a primeira refeição do dia é de apenas 2%. Por outro lado, o valor da mesma refeição fora do hotel é de R$ 38,50, enquanto dentro de um hotel chega a custar R$ 47,28, uma diferença de 19%.

14:57 · 24.06.2015 / atualizado às 14:57 · 24.06.2015 por

Está pensando em viajar, mas quer ir para um lugar bacana que não faça o bolso sofrer tanto? Pesquisa anual de comparação de preços realizada pelo site de viagens TripAdvisor revelou que as cidades de Hanói (Vietnã), Varsóvia (Polônia) e Sharm el Sheik (Egito) são os destinos turísticos com melhor custo-benefício para o turista. Já no extremo oposto, Cancun (México), Zurique (Suíça) e Nova York (Estados Unidos) são apontadas como as mais caras. No total, foram analisadas 40 cidades no mundo.

Hanói, no Vietnã, é a cidade com melhor custo-benefício para viajar no mundo Foto: Divulgação
Hanói, no Vietnã, é a cidade com melhor custo-benefício para viajar no mundo Foto: Divulgação

O levantamento, batizado de TripIndex Cities, é feito com base nos custos de uma viagem de três noites entre os meses de junho, julho e agosto de 2015 para duas pessoas com hospedagem em hotel quatro estrelas. Inclui-se ainda o valor da visita a três atrações, um almoço e um jantar por dia, com preço de ida e volta de táxi a cada jantar.

Varsóvia, a capital da Polônia, ficou em segundo lugar entre os destinos mais baratos Foto: Divulgação
Varsóvia, a capital da Polônia, ficou em segundo lugar entre os destinos mais baratos Foto: Divulgação

Enquanto em Hanói o visitante desembolsa, em média, R$ 2.183 na viagem, na cidade mexicana de Cancun o custo médio sobe para R$ 6.020 – valor três vezes mais alto. Além da capital vietnamita, outras três localidades do sudeste da Ásia apareceram entre as dez cidades mais baratas: Bangkok, Kuala Lumpur e Manila.

O balneário de Sharm el Sheik, no Egito, aparece na terceira posição de melhor custo-benefício para se visitar Foto: Divulgação
O balneário de Sharm el Sheik, no Egito, aparece na terceira posição de melhor custo-benefício para se visitar Foto: Divulgação

O Rio de Janeiro, única cidade brasileira citada no índice, surge como o 12º destino mais caro do mundo. Três noites na Ccapital carioca sai, em média, por R$ 4.208, mas os custos de táxi e almoço ainda são mais vantajosos do que em outros países. Em Dubai, Zurique, Paris ou Sydney, um almoço simples pode sair o dobro do que no Rio, e uma corrida de táxi chega a custar cinco vezes mais em Zurique.

Confira o ranking das 12 cidades com melhor custo-benefício para viajar, de acordo com o TripAdvisor:

1 – Hanoi, Vietnã
2 – Varsóvia, Polônia
3 – Sharm el Sheik, no Egito
4 – Bangcoc, na Tailandia
5 – Mumbai, na Índia
6 – Lisboa, Portugal
7 – Kuala Lampur, Malásia
8 – Marrakech, Marrocos
9 – Manila, Filipinas
10 – Berlim, na Alemanha
11 – Atenas, na Grécia
12 – Moscou, Rússia

08:58 · 20.02.2015 / atualizado às 08:58 · 20.02.2015 por
Dentre os destinos mais procurados, Zurique, ao lado de Londres, é a cidade mais cara para o turista brasileiro Foto: Divulgação
Dentre os destinos mais procurados, Zurique, ao lado de Londres, é a cidade mais cara para o turista brasileiro Foto: Divulgação

Quem viaja por conta própria sabe bem a dificuldade que é calcular gastos. Afinal, passagens, hospedagens, passeios e tudo o que for necessário são comprados em sites e empresas diversas, dificultando o real dimensionamento dessa conta.

No entanto, foi pensando nisso que três amigos curitibanos lançaram, em dezembro último, o site Quanto Custa Viajar, que ajuda a fazer todas as contas básicas de uma viagem, de acordo com o destino, classificados ainda segundo o continente.

Basta escolher o perfil de viajante (mochileiro, econômico ou conforto), definir o tempo que se quer passar na cidade e pronto: o site calcula o valor das passagens aéreas, da alimentação, da hospedagem, dos ingressos para as principais atrações e do transporte. E o mais bacana: ainda dá os links para comprar tudo antecipadamente pela internet.

A ideia do site partiu da experiênciade Fabio Yamahira, Amanda Santiago e Igor Pucci. Em 2013, eles tentaram organizar uma viagem para a Europa pensando nos mínimos detalhes, como custos de ingressos em museus e atrações, e sentiram falta de informações atualizadas. Ao acompanhar o crescente interesse do brasileiro em viajar para o exterior, perceberam o nicho de mercado e lançaram o site.

Hoje, o Quanto Custa Viajar disponibiliza os preços de mais de 100 cidades do mundo, e a quantidade tende a crescer. Segundo os responsáveis, nos próximos dois meses, o número de destinos cotados vai passar dos 150.

Em São Petersburgo, um dos destinos mais baratos,  os custos diários são de apenas R$ 47 Foto: Divulgação
Em São Petersburgo, um dos destinos mais baratos, os custos diários são de apenas R$ 47 Foto: Divulgação

De acordo com o site, os destinos mais caros são Nassau, nas Bahamas, e Montego Bay, na Jamaica. Para passar cinco dias num esquema mochileiro na cidade jamaicana, será preciso desembolsar R$ 6.075, puxado pelo preço das passagens aéreas. Sem contar as passagens de ida e volta, gasta-se em torno de R$ 481 por dia em Montego Bay.

Dentre os destinos mais procurados, Londres e Zurique são as cidades mais caras para o turista brasileiro. Enquanto gasta-se R$ 218 por dia na capital da Inglaterra, em São Petersburgo, na Rússia, os custos diários caem para apenas R$ 47. Cairo (Egito) e Bogotá (Colômbia) estão entre os destinos mais baratos.

Veja quanto custa um dia de viagem em outros destinos populares, conforme a ferramenta:

Amsterdã (Holanda) – R$ 170
Bangkok (Tailândia) – R$ 91
Barcelona (Espanha) – R$ 155
Berlim (Alemanha) – R$ 158
Buenos Aires (Argentina) – R$ 107
Hong Kong (China) – R$ 172
Londres (Inglaterra) – R$ 258
Nova York (EUA) – R$ 244
Roma (Itália) – R$ 169
Tóquio (Japão) – R$ 170
Torino (Itália) – R$ 187

 
* Com informações do Blog Mochila Pride da Revista Viagem e Turismo

13:29 · 11.02.2015 / atualizado às 13:29 · 11.02.2015 por
Bloco Galo da Madrugada, na capital pernambucana Foto: Divulgação
Bloco Galo da Madrugada, na capital pernambucana Foto: Divulgação

Entre os três principais focos da folia no País, neste ano, curtir o carnaval em Recife está saindo mais barato do que no Rio e em Salvador. É o que mostra pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo site de viagens TripAdvisor.

Segundo o levantamento, o gasto médio do turista com hospedagem em hotel três ou quatro estrelas, táxi, alimentação e caipirinha fica em torno de R$ 278 por dia na capital pernambucana. Enquanto isso, em Salvador sai por R$ 389 e no Rio de Janeiro, a mais cara das três, R$ 471.

Os gastos com hotel foram pesquisados no dia 12 de janeiro, levando em consideração os quartos ainda disponíveis para o período de 13 a 17 de fevereiro. Os custos de alimentação se basearam em duas refeições por dia com prato principal e sem bebidas.

Quando considerado os ingressos para as festas no sambódromo da capital carioca e em um dos blocos de Salvador, o custo nessas cidades sobe ainda mais, enquanto no Recife se mantém o mesmo, já que lá os eventos carnavalescos são gratuitos.

Somando-se aos gastos com hospedagem, táxi, comida e bebida um ingresso para a Marquês de Sapucaí (Arquibancada 8), o custo de um dia no Rio salta para R$ 1.110. Já em Salvador o desembolso sobe para R$ 969 quando se inclui um ingresso para o bloco Nana Banana.

Gasto médio em cada cidade (por dia)

Recife

– R$ 181 (hospedagem) + R$ 63 (alimentação) + R$ 12 (caipirinha) + R$ 22 (táxi) = R$ 278 (total)

Salvador

– R$ 281 (hospedagem) + R$ 72 (alimentação) + R$ 11 (caipirinha) + R$ 25 (táxi) = R$ 389 (total)

Rio de Janeiro

– R$ 354 (hospedagem) + R$ 76 (alimentação) + R$ 16 (caipirinha) + R$ 25 (táxi) = R$ 471 (total)

08:58 · 10.12.2014 / atualizado às 09:06 · 10.12.2014 por

Quando se planeja uma viagem, a passeio ou a estudo, além do custo com passagens e hospedagem, também devem ser levados em consideração as despesas que o viajante terá com alimentação, transporte e entretenimento nas cidades que visitar, o que pode fazer a diferença no orçamento final do passeio.

Pensando nisso, vale conferir o ranking do site Expatistan, uma plataforma colaborativa que calcula o custo de vida de todas as cidades do mundo, e que coloca o Rio de Janeiro, um dos destinos nacionais mais procurados pelos brasileiros em suas viagens de férias, como a cidade mais cara do Brasil para viver e, por tabela, passear.

Na lista mundial, Zurique, na Suíça, aparece em primeiro lugar, seguida por Genebra, também na Suíça, e Londres, na Inglaterra. A capital cariocao está na 97ª posição no ranking global, vindo logo após São Paulo (108ª) e Brasília (154ª).

Rio de Janeiro Foto: Divulgação
Rio de Janeiro é a cidade brasileira mais cara, aponta o Expatistan Foto: Divulgação

A ferramenta faz o cálculo sobre o custo de vida a partir do preço de produtos básicos que são fornecidos pelos próprios internautas. De posse dos valores de itens de alimentação, moradia, vestuário, transporte, saúde e entretenimento, a plataforma faz uma média.

O site foi criado para pessoas que pretendem mudar de cidade e que querem comparar qual será a diferença de gastos entre as duas moradias, o que não deixa de ser ainda uma importante fonte de pesquisa para quem gosta de viajar.

Zurique, na Suíça Foto: Divulgação
Zurique, na Suíça é a cidade mais cara do mundo, segundo o site Foto: Divulgação

Confira a lista a seguir!

As dez cidades mais caras do mundo:
1. Zurique (Suíça)
2. Genebra (Suíça)
3. Londres (Inglaterra)
4. Hong Kong (Hong Kong)
5. Oslo (Noruega)
6. Singapora (Singapora)
7. Nova York (Estados Unidos)
8. São Francisco (Estados Unidos)
9. Lausanne (Suíça)
10.Washington D.C. (Estados Unidos)

As dez cidades mais caras do Brasil:

1. Rio de Janeiro (108ª posição no ranking global)
2. São Paulo (118ª posição no ranking global)
3. Brasília (154ª posição no ranking global)
4. Belo Horizonte (160ª posição no ranking global)
5. Campinas (161ª posição no ranking global)
6. São José dos Campos (174ª posição no ranking global)
7. Porto Alegre (177ª posição no ranking global)
8. Recife (178ª posição no ranking global)
9. Curitiba (182ª posição no ranking global)
10.Salvador (188ª posição no ranking global)

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o