Andarilho

Categoria: Enoturismo


11:27 · 06.06.2011 / atualizado às 11:40 · 06.06.2011 por

Além da generosidade da natureza, com tamanha diversidade de paisagens, e de uma arquitetura que mescla o antigo e o novo com extrema harmonia, outra grande atração do Chile está na bebida, notadamente, o vinho.

O país produz rótulos de prestígio internacional

Assim, incluir no roteiro uma visita a uma vinícola para conhecer o processo de fabricação e provar bons vinhos não soa nada mal, não acha? Eu, com certeza, não resisti!

Existem oito reputadas propriedades do tipo nos arredores de Santiago. Dessa forma, você poderá fazer um tour pelas adegas, participar de uma degustação, além de comprar algumas garrafas diretamente da fonte. Eleja a sua e agende um horário, pois as visitas devem ser marcadas antecipadamente.

Optei pela maior e mais famosa delas, a Concha y Toro, que fica a sudeste de Santiago, perto da Puente Alto, no desfiladeiro do Rio Maipo. Lembra-se dele? Isso mesmo, aquele que corta a Capital.

Há visitas guiadas pelo local todos os dias (exceto em feriados), das 10h às 17h, e nos idiomas inglês e espanhol. O passeio dura, em média, 45 minutos. Atualmente, custa CHL$ 7.000 (pesos chilenos) ou US$ 12, dependendo do câmbio. Para mais informações, acesse o site da Concha y Toro.

Como chegar
Utilizando o metrô, você pode chegar de duas formas: do bairro da Providência, tome a Linha 4 na estação Tobalaba até a estação Las Mercedes, uma antes da última parada (Plaza de Puente Alto). Mas se preferir, do Centro de Santiago pegue uma das linhas que vão até a estação Baquedano, onde você deve mudar para a Linha 5, seguindo até a estação Vicente Valdés. Aí você troca pela Linha 4 e parte até a estação Las Mercedes. Uma vez em Las Mercedez, desça e tome um táxi ou um ônibus de linha até a vinícola, que fica a uns cinco minutos de lá.

O tour
A visita começa pelo Portal da vinícola, onde o visitante é recebido por simpáticos guias, na língua escolhida. A partir dali, você é levado pelo belíssimo parque que ocupa a propriedade até chegar à casa da família fundadora da marca e que era a sua residência de verão.

Portal da Vinícola
Belíssimo paque que ocupa a propriedade
Casa que pertencia à família fundadora da Concha y Toro

Em seguida, passa-se pelos vinhedos, onde somos apresentados ao processo de cultivo da uva e os tipos ali encontrados. Logo após, temos a chance de provar uma taça de Casillero del Diablo (o rótulo mais famoso da Concha y Toro) do tipo carmenere, a emblemática variedade chilena.

Vinhedos
Degustação

Logo depois dessa pequena, e deliciosa, pausa, somos guiados às adegas, entre as quais se destaca a do Casillero del Diablo, onde nos é contada a lenda que fez o vinho chileno ficar conhecido mundialmente.

Adegas
Casillero del Diablo e sua famosa lenda

A visita termina no Bar do Vinho, onde podemos provar alguns rótulos “premium” acompanhados de alguns petiscos e queijos. Ao final, como não podia deixar de ser (eles não são bobos!) existe uma lojinha, onde o turista pode adquirir vinhos, livros e souvenires.

No Bar do Vinho, com uma das marcas premium

Outras vinícolas
Outras vinícolas nos arredores de Santiago são: Viña Santa Carolina, Viña Cousiño Macul, Viña Undurraga.

Há também a rota do vinho, no Vale do Colchagua, mas que requer uma viagem, pois fica a 184 quilômetros de Santiago.

Curiosidade

No fim do século 19, as vinhas do Velho Mundo foram assoladas por uma praga, então os vinhedos chilenos foram, literalmente, a “salvação da lavoura”, visto que e praga não conseguiu ultrapassar os Andes. As vinícolas francesas, por exemplo, importaram mudas chilenas para replantá-las em solo europeu, resolvendo, assim, o problema. Então, graças ao Chile, o mundo continua produzindo vinhos.

Saúde!

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o