Andarilho

Categoria: Atenas


10:32 · 28.06.2013 / atualizado às 10:32 · 28.06.2013 por

Nas diversas viagens que fiz, tive a oportunidade de assistir a várias trocas da guarda. Seja pela pompa, beleza ou pela curiosidade que despertam, tem algumas que não podem ficar de fora da programação de quem visita muitas cidades mundo afora. Assim, selecionei algumas para lhe indicar.

Para começar, eu não poderia deixar de citar a troca da Guarda Real Britânica, que acontece em frente ao Palácio de Buckingham, em Londres. Ela é uma tradição militar que hoje em dia tem apenas valor simbólico e cultural, sendo realizada para os turistas e visitantes interessados em participar da tradição local.A cerimônia é um desfile muito bonito e vibrante. Os famosos soldados vestem um uniforme de túnica vermelha e um gorro alto preto de pele de urso, que são marcas registradas do desfile, sem contar a cavalaria. Tudo dura aproximadamente 30 minutos e pode ser visto de graça. Começa às 11h30 da manhã todos os dias de maio a julho e em dias alternados no resto do ano.

Troca da Guarda Real Britânica Foto: Divulgação
Troca da Guarda Real Britânica Foto: Divulgação

Outra cerimônia que merece ser vista é a troca da guarda grega. Aliás, a mais divertida e curiosa que tive a chance de ver, e que acontece diariamente, de hora em hora, em frente ao Parlamento, em Atenas, capital do País. O que mais me chamou a atenção foi a farda, ou neste caso o melhor seria dizer a “fantasia”, usada pelos guardas, que somente pode ser comparada à da Guarda do Vaticano. Eles vestem uns tamancos ornados com uns pompons na ponta, uma calça justa coberta por uma saia, além de colete e uma boina vermelha com muito estilo. Tudo isto combinado a movimentos também muito engraçados, que são feitos vagarosamente, como se estivessem em câmera lenta e com uma sincronia absurda. Surpreendente!

Troca da guarda em frente ao Parlamento grego, em Atenas Foto: Anchieta Dantas Jr.
Troca da guarda em frente ao Parlamento grego, em Atenas Foto: Anchieta Dantas Jr.

Outra bem marcante é a que ocorre no Palácio La Moneda, sede da presidência da república, em Santiago, capital do Chile. Este é um dos eventos cívicos mais particulares da cidade devido a sua elegância, formosura e ordem, e porque têm se desenvolvido sem interrupção desde suas origens em meados do século 20. A troca da guarda chilena se realiza em dias pares dos meses de janeiro, abril, maio, agosto, novembro e dezembro; e em dias ímpares dos meses de fevereiro, março, junho, julho, setembro e outubro, entre as 10h e as 10h45.

Também recomendo a que ocorre de hora em hora no Castelo de Praga, na República Tcheca. Mas é ao meio dia que ocorre a cerimônia mais pomposa, onde os soldados vestidos em trajes de gala fazem a troca da bandeira, com direito inclusive ao acompanhamento da banda do exército. Assim como ocorre em alguns outros palácios, como o de Buckingham, em Londres, os soldados devem permanecer completamente imóveis em seus postos. Fica a dica. São todas imperdíveis!

10:06 · 28.09.2011 / atualizado às 10:06 · 28.09.2011 por

Atenas, a cidade que se estende aos pés da Acrópole, que chega às águas do mar Egeu e ainda às planícies da Ática, possui locais e monumentos deslumbrantes. E é, de fato, uma metrópole, pois sua população chega aos quatro milhões, se contar os arredores.

Cercada pelas montanhas Parnitha, Pendeli e Hymettos, tem como montes mais proeminentes os da Acrópole e Lykavittos – este último o mais alto, e que são duas das principais referências na cidade e de onde se tem belas vistas da Capital grega.

Acrópole: o pirncipal cartão postal da Cidade Foto: Anchieta Dantas Jr.

Atrações

A Atenas moderna está dividida em áreas, sendo que a Praça Syntagma – com o parlamento bem em frente, é o seu epicentro, com mais quatro bairros em seu redor. Tudo o que vale a pena ser visto situa-se a poucos minutos a pé deste ponto.

As principais atrações resumem-se em oito: a Acrópole, a Ágora Antiga (espécie de mercado da época do apogeu da civilização grega), o Teatro de Dionísio, o Teatro de Heródes Árticos, a Ágora Romana (edificada mais tarde pelos romanos), a Biblioteca de Adriano, o Templo de Zeus e o Arco de Adriano.

Teatro de Dionísio, com Atenas ao fundo Foto: Anchieta Dantas Jr.

Não espere vê-las todas completamente em pé e em bom estado de conservação, já que a maioria data do século cinco antes de Cristo. Mas acredite, é impressionante estar lá! Quase um ao lado do outro, é possível conhecer todas em um mesmo dia.

Para visitá-las comece pela Acrópole, pois com o ingresso (custa 12 euros) para a mesma é possível acessar as demais sem pagar nada mais por isso. Caso contrário, você corre o risco de pagar cada uma separadamente. O ingresso é válido por três dias, o que significa que pode percorrer tudo com calma.

Templo de Zeus e a grandiosidade de suas colunas Foto: Anchieta Dantas Jr.

Museus

Mas, além dos locais históricos clássicos de renome, a cidade abunda em monumentos bizantinos, medievais, do século XIX, e possui alguns dos melhores museus do mundo – neste quesito eu citaria o novo Museu da Acrópole (com objetos descobertos no local) e o Museu Arqueológico Nacional (o mais abrangente sobre a civilização grega grega), como os “must to visit”, e ainda áreas de uma surpreendente beleza natural.

Compras e vida noturna

Entre as áreas de Atenas a visitar a melhor escolha recai sobre Plaka, um encantador bairro com construções do século XIX, que se situa logo após as duas ágoras, a sudoeste da Acrópole, e que combina a arquitetura grega e otomana, em ruas estreitas, repletas de lojinhas, cafés, bares e restaurantes. Enfim, um lugar com vida intensa para ir de dia e de noite.

Também vale a visita

Ainda na lista do que ver e fazer na Capital da Grécia, vale assistir a troca da guarda em frente ao Parlamento, que acontece a cada hora (o uniforme dos guardas são uma atração a parte) e percorrer também os Jardins Nacionais logo ao lado; assim como o estádio olímpico Panathinaiko, que fica por trás.

Troca da guarda em frente ao parlamento: o uniforme e o ritual chamam a atenção Foto: Anchieta Dantas Jr.

O que comer

Na hora da fome, não deixe de provar o gyros, espécie de sanduíche no pão pita com carne fatiada com molhos e complementos a escolher; e ainda a moussaka, tipo de lasanha grega feita com berinjela. Para beber, a Grécia lhe presenteia com boa cerveja e excelentes vinhos. Outra bebida tradicional é o ouzo, típico licor da terra. Experimente também o cremoso yogurte grego e o mel, todos uma delícia!

Onde ficar

Para se hospedar, prefira hotéis ou albergues entre a Praça Monastiraki e a Acrópole, passando por Plaka.

Como chegar à Grécia, sugiro ler meu post anterior sobre o local “Chegando a Atenas”. No mais é só relaxar e aproveitar uma terra de pessoas acolhedoras, simpáticas e onde se come muito bem e barato.

Bem-vindo a Atenas e, claro, à Grécia!

16:04 · 23.09.2011 / atualizado às 16:04 · 23.09.2011 por

Para viajar para a Grécia não existem voos diretos partindo do Brasil. Para chegar ao destino é preciso tomar um avião até alguma capital européia e de lá pegar uma ou duas conexões até a Atenas.

A partir de Fortaleza tomei um voo da TAP até Lisboa (sete horas de duração) com uma conexão para Madrid (uma hora de vôo), também pela TAP, e outra de lá até Atenas (mais três e meia de duração) pela Aegean Airlines, membro da Star Alliance. Porém, a partir deste mês, a TAP iniciou uma ligação direta até a Capital grega, tornando o trajeto mais cômodo.

O Aeroporto da Cidade é o Eleftherios Venizelos . É um equipamento super moderno, apesar de inaugurado em 2001. Ele é a interseção mais importante para os Bálcãs e o Médio oriente. O aeroporto processa cerca de 13 milhões de viajantes por ano e fica a 33 quilômetros a sudeste de Atenas.

Aeroporto de Atenas

O bacana é que você não precisa gastar os tubos com táxi ou transfers para acessar as regiões de Plaka e Monostiraki, onde ficam os principais pontos turísticos, hotéis e albergues. Isto lhe custaria cerca de 50 euros. Porém, o metrô lhe leva por apenas oito euros à Praça Syntagma, uma das principais do local, e onde você pode cambiar de linha ou se desejar pegar um táxi a um valor mais acessível para qualquer parte de Atenas.

Outra opção é tomar o ônibus X95 que também sai do terminal aeroportuário e lhe deixa na Praça Syntagma, de onde se pode pegar o metrô ou, como já adiantei, um táxi.

Uma vez na Capital grega, não deixe de conferir as estações de metrô: são um show à parte! Quando das escavações, muitas antiguidades e resquícios arqueológicos foram encontrados. Expostos, eles tornam estes locais verdadeiros museus. Abaixo seguem imagens registradas na estação Syntagma.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o