Andarilho

Categoria: Mykonos


12:58 · 30.09.2011 / atualizado às 12:58 · 30.09.2011 por

A Grécia não vive apenas de ruínas como muita gente pensa. De fato, o primeiro grande atrativo para quem aporta por aqui é a sua história milenar, mas vamos combinar: antiguidades são magníficas, intrigantes… Mas uma hora cansa, e aí os olhos se voltam para outro forte motivo para dar uma voltinha por estas bandas. Estou falando das suas ilhas cinematográficas!

Os inesgotáveis arquipélagos gregos são a pura tradução do paraíso. Pode ser o mar Egeu, Jônico ou o Mediterrâneo, a cor será sempre azul. O País abrange mais de duas mil ilhas, das quais não muito mais que 100 chegam a ser habitadas. Elas dividem-se em seis grupos: Sarônicas, Cíclades, Jônicas, Espórades, do Dodecaneso e do Nordeste do Mar Egeu.

O arquipélago das Cíclades ostenta as ilhas mais populares, de maior beleza e agito. Então, não precisa nem dizer para onde eu fui, não é?! Mykonos e Santorini foram os meus destinos por quase uma semana, depois de três dias passeando por Atenas.

Mykonos é o incrível azul do Mar Egeu Foto: Anchieta Jr.

Mas vamos começar falando de Mykonos. Com praias lindas e agitadas e uma noite para ninguém colocar defeito, esta ilha tem um carisma único e que, segundo se ouve por aqui, consegue constantemente se reinventar, deixando seus visitantes sempre encantados.

A ilha fica a apenas meia hora de avião de Atenas Foto: Anchieta Jr.

Sua capital é Chora, em grego, ou Mykonos Town, em inglês, como é popularmente chamada. Fica a cerca de quatro horas de ferry do Porto de Piraeus, em Atenas; ou apenas meia-hora de avião. É famosa pela atmosfera cosmopolita, pelas lojas de griffe, pela movimentada vida noturna e pelas casas brancas e igrejas com cúpulas azuis.

A famosa arquitetura cíclade, com o predomínio do branco Foto: Anchieta Jr.
Mykonos e sua Little Venice Foto: Anchieta Jr.
Chora reúne bares e restaurantes cheios de charme Foto: Anchieta Jr.

As praias mais disputadas são Platys Gialos, a melhor para relaxar ao sol e aproveitar um banho de mar; Paradise, pelo agito, com DJs esquentando ainda mais as suas areias da tarde ao anoitecer; e Super Paradise, eu diria mais chique e exclusiva, com preços correspondentes ao que oferece. Esta tem também área para nudismo.

A relaxante Platys Gialos Foto: Anchieta Jr.
Paradise Beach: onde o povo bonito circula Foto: Anchieta Jr.
O colorido de Paradise ganha mais força ao som de DJs ao cair da tarde Foto: Anchieta Jr.
A exclusividade de Super Paradise Foto: Anchieta Jr.

Uma vez por aqui, não deixe de curtir ainda o pôr-do-sol em Lit
tle Venice, área de Chora onde a água bate nas construções, e que, pela leve semelhança a Veneza, resolveram dar este nome fazendo uma alusão à cidade italiana.

Sentar em um dos seus inúmeros cafés ou bistrôs para um bom vinho, ou um coquetel, a olhar os famosos moinhos de vento é o que há. Ao anoitecer, deixe-se levar pelos sabores dos diversos restaurantes ao redor e não perca a pose caindo em uma das badaladas pistas de dança que pipocam pelos bares e discos em suas ruelas. Um “must have to go”!

Moinhos de vento: cartão postal de Mykonos Foto: Anchieta Jr.

Mas um lembrete! A melhor época para vir é entre os meses de junho e setembro. Com a alta estação se concentrando nos meses de julho e agosto, auge do verão europeu. Nos outros meses a ilha praticamente fecha as portas…

Para melhor aproveitar todas as possibilidades do lugar, sugiro hospedar-se próximo à cidade, de onde partem ônibus para todas as praias a cada meia-hora (as passagens saem por 1,60 euros) e onde é possível curtir a balada e voltar com segurança para o hotel. Pode-se também alugar motos, quadriciclos ou mesmo carros, com diárias a partir de dez euros.

Outra dica bacana, e que seu bolso vai agradecer, é que, no centro de Chora, para ingressar nos locais onde se dança não é preciso pagar entrada; ao contrário do que acontece, por exemplo, no renomado Cavo Paradiso, em Paradise Beach.

Outra barbada, é que uma vez nas discos da Cidade, você pode consumir no bar local ou simplesmente adquirir sua bebida nos pequenos mercados das redondezas pagando a metade do preço e retornar para dançar! Não, eles não se importam com isso, se é o que você está imaginando.

E mais, se as reservas dos hotéis forem feitas com bastante antecedência, os preços parecerão bastante convidativos.
E aí, está esperando o que para vir para cá?!

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o