Andarilho

Categoria: Santorini


15:27 · 04.10.2011 / atualizado às 15:27 · 04.10.2011 por

Acredite, você está na ilha mais bonita do planeta! Com paisagens de tirar o fôlego para onde quer que se olhe, Santorini, outra das ilhas Cíclades, como nenhuma outra no meio de um imenso azul, não vai lhe decepcionar, e se traduz no mais perfeito cartão postal das ilhas gregas.

Santorini: perfeito cartão postal das ilhas gregas Foto: Anchieta Jr.

A ilha é, na verdade, o que sobrou depois de uma erupção vulcânica há 3.600 anos, um evento ainda envolto em mitos e lendas.

Santorini fica a apenas 45 minutos de avião de Atenas, ou pode ser acessada pelo mar (ferries partem do Porto de Piraeus, também na Capital grega) em uma viagem que pode levar até oito horas, a depender do tipo da embarcação.

A paisagem é árida, mas tem inúmeras e charmosas vilas com casas com vista para a grande caldeira – enorme cratera de um vulcão ainda ativo -, quase caindo no precipício, que dão todo o charme e diferença ao lugar.

A principal cidade é Fira, ou Thira em grego, onde se concentra a maior parte da agitação, com comércio e vida noturna mais movimentada, ou seja, é nela onde está a maior parte dos bares e “discos” da ilha. É também de lá que saem ônibus para todas as praias e demais localidades de Santorini (as passagens chegam a no máximo a 2,20 euros o trecho). Se preferir, carros, motos e quadriciclos também podem ser alugados.

Fira é a principal cidade da ilha Foto: Anchieta Jr.

Merece destaque ainda Oia (se diz Ia), como o mais famoso pôr-do-sol da ilha; e Firostefani, mais calma, mas com restaurantes e pequenos hotéis super encantadores!

A bela Oia Foto: Anchieta Jr.
O mais bonito pôr-do-sol pode ser vislumbrado de Oia Foto: Anchieta Jr.
A charmosa e sofisticada vila de Firostefani Foto: Anchieta Jr.

Além das casinhas brancas de janelas azuis – pelo menos a maior parte delas – outro diferencial do lugar é suas praias de areias negras, para não dizer pedrinhas, devido a origem vulcânica. Dessa forma, curtir o sol vai pedir uma esteira ou uma toalha. É possível ainda estirar-se em confortáveis cadeiras com almofadas, mas isto pode lhe custar até sete euros…

Não espere ondas, afinal a ilha é banhada por um mar (o Egeu) e não por um oceano como as nossas praias. A água é bem fria, mas nada que depois de alguns minutos não vá lhe fazer relaxar em meio ao azul cristalino.

A Praia de Kamari é uma das mais visitadas Foto: Anchieta Jr.
A super cool orla de Kamari Foto: Anchieta Jr.
Perissa e sua areia negra Foto: Anchieta Jr.

As praias mais badaladas são Kamari (um luxo, com muitos bares e bistrôs à beira-mar), Perissa e Perívolos. Mas tem também as mais exóticas como The Red Beach (Praia Vermelha) e The White Beach (Praia Branca), que valem o passeio. Para chegar pegue um ônibus a partir de Fira (a passagem custa 1,6 euros) e caminhe da parada até a primeira. A segunda só é acessível de barco, que você toma próximo à parada de ônibus (sai por cinco euros). Gente, o visual é de babar!

Praia Branca Foto: Anchieta Jr.
O local é garantia de sossego Foto: Anchieta Jr.
Chegando à Praia Vermelha Foto: Anchieta Jr.
Exotismo e relax à beira-mar Foto: Anchieta Jr.

Outro “must to do” em Santorini é o tour até a caldeira, ou ilha do vulcão. As escunas (são lindas!) partem do porto antigo de Fira e o passeio pode ser estendido até a ilha vizinha, Palia Kameni, que tem águas termais, de cor avermelhada, onde se pode nadar.

Escunas levam até a cratera, um vulcão ainda ativo Foto: Anchieta Jr.
Ao todo são três crateras. A mais alta ainda está ativa Foto: Anchieta Jr.

Ao todo, o passeio leva três horas e vai lhe custar 20 euros. Detalhe: o barco para a cerca de 50 metros dessa ilha, o que significa que você terá que nadar até lá toda esta distância a uma profundidade de dez metros. Ufa! Eu fui… Uma aventura! Chegando lá, as águas são rasas.

Palia Kameni, que tem águas termais, de cor avermelhada, onde se pode nadar Foto: Anchieta Jr.

Uma coisa interessante é que, além de por meio de um teleférico, você desce até o porto de Fira no lombo de mulas (eu não me aventurei!) ou a pé, percorrendo 578 degraus. Para compensar o esforço, a vista faz por merecer.

Se não quiser ir à pé ou de teleférico, mulas te levam pelos 578 degraus do porto antigo até Fira Foto: Anchieta Jr.

Além das famosas iguarias gregas, que eu já citei nos posts anteriores, em Santorini, o destaque vai para o vinho. Fruto de uvas cultivadas abaixo do solo, que só existem por lá, a bebida é uma delícia. Prove o Santo! Se desejar, existe um museu do vinho que pode ser visitado e fica na metade do caminho para a praia de Kamari.

A melhor época para conhecer a ilha vai de maio a setembro, com a alta estação caindo entre julho e agosto, quando a ilha ganha lotação superior à que já recebe nos outro meses. Fora desse período esqueça! A temperatura não ajuda e hotéis e restaurantes chegam a fechar às portas até a próxima temporada.

Opções de hospedagem não faltam! Com vista para a caldeira a conta se torna bem mais salgada. Mas há hotéis e pousadas mais em conta se você dispensar esse mimo.

E é por tudo isso que Santorini é o destino mais procurado por turistas que vão à Grécia!

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o