Andarilho

Categoria: Costa Amalfitana


11:15 · 19.08.2013 / atualizado às 11:15 · 19.08.2013 por

Um país com tanta beleza não pode ficar limitado, para quem o visita, aos grandes centros. É justamente nas pequenas cidades e nos vilarejos mais escondidos onde está a verdadeira essência da Itália. Seu sabor, por exemplo, vai muito além das massas. Pratos à base de frutos do mar fazem a festa de olhos e paladares mais exigentes. E ao lado de Cinque Terre, a Costa Amalfitana é outra parte do litoral italiano que não se pode deixar de conhecer. Vá por mim!

Para começar, deixe-me situar onde fica esse pequeno paraíso sobre a terra. Também conhecida como Costa de Amalfi, trata-se de um trecho de 60 km do litoral da Campânia, ao sul do país, entre Sorrento e Salerno, servido por uma estrada costeira que é uma passarela estreitíssima, esculpida, em boa parte, no precipício.

Uma estreita estrada costeira oferece vistas de tirar o fôlego Foto: Anchieta Dantas JR.
Uma estreita estrada costeira oferece vistas de tirar o fôlego Foto: Anchieta Dantas JR.

Ao longo da estrada, entre uma vista vertiginosa e outra, encontram-se cidades históricas como Amalfi, à beira do mar Tirreno, e Ravello, no alto da montanha. Sem deixar de mencionar Positano, um vilarejo de tirar o fôlego, que escorrega pela encosta até a praia. Este era, aliás, o que mais me motivava a um dia pisar na região.

Pelo caminho, vilarejos históricos Foto: Anchieta Dantas Jr.
Pelo caminho, vilarejos históricos Foto: Anchieta Dantas Jr.

E lá fui eu. A partir de Nápoles, tomei um ônibus da companhia Sita, que leva até Amalfi, via Salerno. O trajeto também pode ser feito de carro, o que só recomendo se a habilidade do condutor for das melhores, pois as curvas são surreais. Tem horas que não passam dois veículos, aí começa a maior gritaria, bem ao estilo italiano. Mas depois tudo se resolve, um dá ré pra cá o outro sai pra lá e pronto! Todo mundo continua a viagem.

A paisagem quando a gente começa a subir e a descer a Costa Amalfitana é maravilhosa. Você não sabe se olha ou tira fotos. Outro bom motivo para não ir dirigindo. Vai ser difícil prestar atenção.

Em Amalfi, o orgulho local é a catedral mais bonita da costa, o Duomo di Sant’Andrea, do século nove, que combina  elementos romanescos, bizantinos, góticos, barrocos e árabe-normandos, com uma escadaria monumental e fachada em preto e branco. Localiza-se na Piazza del Duomo, praça muito simpática, rodeada de um comércio vibrante e original. O artesanato em cerâmica se destaca.

O centro de Amalfi reserva uma graciosa e concorrida praça Foto: Anchieta Dantas Jr.
O centro de Amalfi reserva uma graciosa e concorrida praça Foto: Anchieta Dantas Jr.

 

A catedral mais bonita da costa, o Duomo di Sant’Andrea Foto: Anchieta Dantas Jr.
A catedral mais bonita da costa, o Duomo di Sant’Andrea Foto: Anchieta Dantas Jr.

Já em Ravello, são os jardins que vão ganhar a sua atenção. São pequenas joias com vistas deslumbrantes da costa. Aliás, as melhores. Já chegando a Positano, aproveite as praias e visite a Igreja de Santa Maria Assunta, com sua cúpula colorida de cerâmica. Perder-se pelas vielas estreitas, em meio às casas, hotéis e restaurantes super charmosos também vale.

O charme de Positano Foto: Anchieta Dantas Jr.
O charme de Positano Foto: Anchieta Dantas Jr.

 

É uma delícia perder-se pelas vielas da cidade Foto: Anchieta Dantas Jr.
É uma delícia perder-se pelas vielas da cidade Foto: Anchieta Dantas Jr.

 

Igreja de Santa Maria Assunta, com sua cúpula colorida de cerâmica Foto: Anchieta Dantas Jr.
Igreja de Santa Maria Assunta, com sua cúpula colorida de cerâmica Foto: Anchieta Dantas Jr.

 

A região também surpreende pela  gastronomia Foto: Anchieta Dantas Jr.
A região também surpreende pela gastronomia Foto: Anchieta Dantas Jr.

A culinária da região é outro ponto altíssimo. Frutos do mar fresquíssimos e massas perfeitas são o que você vai encontrar. Os pés de limão siciliano são um show à parte. Perfumam e rendem umas das bebidas mais deliciosas que provei até hoje: o limoncello, uma espécie de licor, servido geladíssimo. Agora, fiquei com água na boca. Já posso voltar?

Não deixe de provar e trazer algumas garrafas de limoncello
Não deixe de provar e trazer algumas garrafas de limoncello

Texto publicado na coluna do blog na revista Siara – edição de 04.08.2013

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o