Andarilho

Categoria: Golpes contra turistas


10:53 · 21.05.2013 / atualizado às 10:57 · 21.05.2013 por

Viajar é tempo para descansar, conhecer lugares, pessoas e culturas diferentes, baixar a guarda para as exigências do cotidiano, enfim, ficar longe de preocupações. E é exatamente por isso, que o turista acaba tornado-se um alvo fácil para os mal-intencionados.

E não é só aqui pelo Brasil. Não pense que por estar em países ditos de primeiro mundo que você vai estar livre de taxistas trapaceiros, batedores de carteira e outros golpes aos quais estamos acostumados.

Os mesmos cuidados que devemos ter nas grandes cidades brasileiras também valem para onde quer que se vá. Felizmente não vivenciei experiências desagradáveis como estas, mas já presenciei outros viajantes passando por esses e outros apuros.

Conheça alguns dos principais golpes aplicados em turistas, ficando, assim, prevenido contra situações desagradáveis e que podem estragar a sua viagem.

Ser parado por um falso policial é um deles. Geralmente, se aproximam, pedem seus documentos (os quais você pode ter roubados) e apontam irregularidades que não existem ou então lhe acusam de um crime que você não cometeu para cobrar, na hora, uma multa bastante alta. Caso isso aconteça, cheque a identificação do policial e contate a verdadeira policia se tiver dúvidas.

Gosta de tomar uma bebidinha? Pois saiba que você poderá ser alvo do golpe do bar. Sobretudo os homens. O viajante é abordado por moradoras locais que o convidam para ir a um desses estabelecimentos. Depois de alguns drinques elas vão embora o deixando com a conta para pagar.

Alguém lhe ofereceu algo dizendo que é de graça? Afaste-se. Este é só um motivo para que você aceite o “presente”. Depois, quem lhe ofereceu, se recusa a receber de volta, esperando, que você pague pelo que pegou.

E aquela trombada que você sofreu no meio da rua ou em um ônibus e metrô lotado? Acha que foi um acidente? Infelizmente não. Sinto dizer, mas acho que você teve a sua carteira roubada. Sem contar que nessa hora, o celular e outros objetos também podem ter sido furtados.

Encontrar pessoas fantasiadas pela rua oferecendo-se para tirar foto também merece cuidado. Antes de posar, pergunte quanto é. Dificilmente vai sair de graça. Então é melhor ficar esperto para não ter que depois desembolsar uma alta quantia. Para piorar, ainda pode haver um comparsa que tira a fotografia e depois não devolve a sua câmera.

Tem também o golpe da pulseira. Alguém se aproxima falando sobre as atrações turísticas e, de repente, amarra este adorno em seu braço. Se você se recusa a pagar, o golpista começa a gritar que você está roubando a pulseira.

Cuidado ainda com desconhecidos que se oferecem para lhe levar a lojas onde os preços são bons demais para ser verdade. Os produtos podem ser falsos e lá se vai seu precioso dinheiro em algo que não vale nada.

Já com relação aos taxistas. Os golpes mais comuns, além de cobrar mais pela tarifa, é dizer que o hotel, o restaurante ou bar escolhido pelo turista está fechado, mas que ele conhece outro melhor logo ali. Assim, utilize-se somente de táxis credenciados, se possível combine um valor prévio, e antes de ir a qualquer lugar certifique-se de que o mesmo está aberto.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o