Andarilho

Categoria: Viajar sozinho


13:35 · 24.05.2016 / atualizado às 13:35 · 24.05.2016 por

Viajar sozinho

Eu nunca tive dúvidas sobre os benefícios. Mas o fato é que ainda há muita gente que torce o nariz quando o assunto é viajar só. E entre os prós e os contras, olha só o que constatou um estudo australiano, publicado no “International Journal of Travel and Tourism Research” (Jornal Internacional de Pesquisa sobre Viagens e Turismo, na tradução livre para o português), apontando que viajar sozinho faz bem à saúde. As informações são do site Indy100.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram 24 pessoas que decidiram viajar sozinhas nas férias. Os itinerários tinham em média a duração de nove dias. Como resultado, constatou-se que a maioria dos participantes optou por ir sem membros da família, parceiros ou amigos para tem um “tempo próprio”, bem como não ter de competir com o que os outros pretendiam fazer. “Para eles, o planejamento da viagem acaba se tornando mais fácil”, afirma o estudo.

No entanto, a coordenadora da pesquisa, Constanza Bianchi, da Queensland University of Technology, disse que a equipe descobriu que há razões maiores. “Viajar sozinho também ofereceu a alguns participantes a sensação de que eles tinham mais controle sobre suas vidas e ações, além de oferecer a possibilidade de reflexão e autodescoberta”, concluiu.

Como viajante solo de carteirinha, afirmo que é isso mesmo. É exatamente o que eu sinto a cada nova viagem. E aí, o que você acha? Deixe sua opinião aí nos comentários.

15:54 · 01.04.2016 / atualizado às 15:54 · 01.04.2016 por

Viajante

Não é a primeira vez que abordo o tema aqui no blog. Até porque sou um viajante solo de carteirinha, principalmente depois que cansei de passar as férias em casa por falta de companhia para viajar. Assim resolvi enfrentar meus medos, vencer o desafio e aqui estou eu para dividir as experiências com vocês. Se valeu à pena? Muito! E hoje me acho mais confiante e conhecedor de mim mesmo.

Leia mais sobre viagens solo

Viajando sozinho. E por que não?

Descubra como conhecer pessoas se você viaja sem companhia

Aumenta o número de brasileiros que estão viajando só

No entanto, quem embarca pelo mundo sozinho precisa redobrar os cuidados ao planejar a viagem. Estar muito bem preparado é o que faz a diferença entre ter uma experiência incrível ou simplesmente desastrosa. E acredito que esta última hipótese deva passar longe de nossas cabeças, até porque investimos tempo e dinheiro (que não é pouco) nessa empreitada.

Por isso, achei legal dividir com vocês super nove dicas que buscador de passagens aéreas Momondo preparou e enviou para a gente, a fim de que se possa curtir uma viagem solo ao máximo e fugir dos problemas. vejam só!

1. Saia da sua zona de conforto

Viajar sozinho é uma oportunidade de ter mais autonomia para fazer o que tem vontade, moldando as atividades e os horários conforme o próprio gosto e ritmo. Entretanto, para que a experiência seja realmente enriquecedora, é necessário estar aberto às novidades. Procure conversar com pessoas locais, experimente a gastronomia regional, faça passeios com grupos de viajantes que estejam na área e se permita conhecer costumes diferentes dos seus.

2. Siga o próprio instinto

Essa dica é essencial para uma viagem solo bem sucedida. Embora seja fundamental estar aberto às novidades, seguir a intuição pode lhe salvar de furadas. Achou determinado local duvidoso? Sentiu que alguma atividade pode oferecer riscos à segurança? Evite! E nunca acompanhe pessoas que pareçam suspeitas.

3. Use ao máximo os contatos locais

Sabe aquele amigo do amigo do amigo? Tem algum conhecido no lugar para onde você vai? Pois esse é o momento de ativar esses contatos. Conhecimento local nunca é demais quando se viaja sozinho. Você pode seguir as multidões, mas se conhece alguém para dar dicas e indicar as melhores atrações, certamente conseguirá aproveitar muito mais.

4. Conheça o idioma local (pelo menos o básico)

Se você vai para um país que fala uma língua diferente, é sempre bom ter uma noção do idioma. Não é preciso aprender frases complicadas, mas palavras básicas como “obrigado”, “por favor”, “com licença”, “sim”, “não” e até como se fala o nome do seu próprio país. Isso vai te ajudar bastante a ser virar por lá sozinho.

5. Converse com as pessoas

Seja no hotel, no restaurante, na loja ou no táxi, socializar é sempre recomendado. Pode parecer estranho no início, mas é uma prática que certamente valerá a pena, pois fará com que a sua viagem não fique monótona e solitária, enriquecendo-a com histórias e pessoas.

6. Aposte nos city tours

Esse tipo de passeio é uma mão na roda para quem está sozinho, pois é uma alternativa que facilita o planejamento, ajuda a poupar tempo e permite conhecer as atrações e suas curiosidades, na companhia de um expert no assunto. Mas além do guia, você estará acompanhado de outros viajantes, uma ótima oportunidade para fazer amigos durante a trip.

7. Leve algo para ler

Um bom livro sempre vai bem e, numa viagem solo, pode te ajudar a passar o tempo enquanto você estiver na estrada ou a relaxar ainda mais nas areias de uma bela praia, por exemplo. Um e-reader no smartphone ou tablet é o ideal para levar, sem ocupar espaço e pesar na mala.

8. Tenha aplicativos úteis no seu smartphone

Existem inúmeros aplicativos interessantes para usar durante uma viagem, como tradutores, números de telefones de emergência, mapas, GPS, guias de restaurantes e atrações locais, entre muitos outros. Alguns mais e outros menos imprescindíveis, mas todos facilitadores para viajar sozinho.

9. Cuidado com a mala

Por último, mas não menos importante, não exagere na hora de fazer a mala. Parece uma dica óbvia, mas é ainda mais fundamental quando se está só. Não importa se você vai ficar num mesmo lugar por semanas ou se mudar constantemente, a última coisa que você vai querer é arrastar uma mala gigante e desajeitada por aí. Concorda?

E aí, curtiu as dicas? Para lhe ajudar ainda mais, vale dar uma olhada no tutorial completo que a Momondo preparou e que agora eu compartilho com vocês.

08:56 · 25.02.2015 / atualizado às 08:56 · 25.02.2015 por

Tirem suas próprias conclusões! Mas o fato é que o “Daily Mail”, jornal britânico que tem um dos sites de notícias de maior audiência em língua inglesa no mundo, incluiu o Brasil em uma lista de países inseguros para mulheres viajarem sozinhas.

Na reportagem sobre “os lugares mais perigosos para mulheres viajantes”, a publicação listou dez países onde turistas do sexo feminino podem ser expostas a a incômodos maiores que assobios e “taxistas agressivos”, como “misoginia, assédios e, em casos extremos, perigo”.

O Brasil aparece logo depois da Índia, em uma lista que tem também Turquia, Tailândia, Egito, Colômbia, África do Sul, Marrocos, México e Quênia.

Na parte sobre o Brasil, o jornal justifica com dados do Ministério da Saúde do país que apontam que o número de estupros aumentou 157% entre 2009 e 2012, “impulsionados pela cultura machista do país”, segundo o jornal.

A reportagem também destaca roubos à mão armada e violência de gênero, e dá o exemplo da turista americana que foi vítima de estupro coletivo em uma van de transporte coletivo no Rio em 2013.

“Imagens estonteantes de mulheres com pouca roupa no famoso carnaval do Rio não mascaram o fato de que permanece o problema da violência de gangues criminosas e da polícia abusiva”, afirma o texto.

Com informações da Folha.

00:01 · 04.09.2014 / atualizado às 08:22 · 04.09.2014 por

O caderno Tur do Diário do Nordeste desta quinta-feira (4), traz a matéria Viajar sozinho, descubra este prazer. Ao contrário do que muita gente pensa, viajar sem companhia não implica necessariamente em uma jornada solitária. Quem disse? Afinal, sem alguém ao nosso lado, ficamos muito mais abertos a conhecer outros viajantes e moradores das cidades que visitamos.

E para quem acha que vai se sentir dessa forma, saiba que, normalmente, sem grandes dificuldades, entre hotéis, albergues, passeios, refeições e deslocamentos, potenciais parceiros podem surgir, inclusive desacompanhados.

Assim, para ajudar você a encontrar esse pessoal, resolvi listar algumas dicas que aprendi em todos esses anos de estrada.

Porém, antes de tudo, para quem viaja sem companhia, a melhor opção para se hospedar continua sendo os albergues – hostels como são chamados no exterior. Embora lá fora eles estejam anos luz à frente dos similares nacionais em termos de qualidade, aqui, o pessoal está começando a acordar e também está oferecendo boas opções.

Por que eu recomendo esse tipo de estabelecimento? Pela maior possibilidade de socialização que a gente encontra, diferentemente do ambiente frio das recepções de muitos hotéis. Nos hostels, além de quartos compartilhados, as áreas comuns são bem bacanas e costumam reunir muitos viajantes, também desacompanhados, para troca de experiências. Isto posto, vamos às dicas!

Anote aí

1.Antes de viajar, consulte fóruns de viajantes. O mochileiros.com , por exemplo, é uma excelente ferramenta para encontrar pessoas que estejam pretendendo viajar para os mesmos lugares que você e quem sabe até na mesma época;

2.Se sua opção de acomodação for um albergue, muitos deles planejam atividades para os hóspedes. Assim, antes de chegar, consulte na página destes estabelecimentos na internet quando elas acontecem e procure fazer parte dessa turma;

3.Se possível, opte por quartos compartilhados. Dividir um dormitório é uma chance de conhecer gente para te acompanhar em algum passeio;

4.Pergunte se existe algum tipo de tour disponível na recepção do albergue ou do hotel onde se hospedar. É a chance de passar algumas horas do dia com mais gente e até pedir que façam fotos suas. Novos amigos também podem surgir;

5.Costume levar livros para ler. Mais do que ocupar o seu tempo, estes acabam por despertar a curiosidade de outros viajantes e dão início a excelentes conversas;

6.Criar um blog para relatar a sua viagem também é legal. Seus amigos e familiares podem lhe seguir, acompanhando suas aventuras. Compartilhe também com quem você encontra pelo caminho;

7.Se avistar outro viajante sozinho puxe conversa, ajude se ele precisar. Um simples ato de cortesia e simpatia pode lhe render novas amizades;

8.Procurar saber se existem parentes, mesmo distantes, nos lugares que pretende visitar ou ainda amigos de amigos. Entre em contato e peça para que lhe mostrem a cidade, ou convide para almoçar ou jantar com você;

9.Uma vez no exterior, use algum acessório (camisetas, chaveiros, toalhas, bandeiras etc) que remetam ao Brasil. É um forte atrativo para descobrir outros brasileiros no meio da multidão e também arrumar companhia;

10.Mantenha sempre um sorriso no rosto. Precisa dizer mais?

16:43 · 07.03.2014 / atualizado às 16:43 · 07.03.2014 por

tur-02

Viajar sem a companhia de amigos ou parentes. Pra mim não é novidade. Há quase uma década já faço parte dessa estatística e me alegra muito saber que mais brasileiros estão embarcando nessa. É o que revela a nova pesquisa do Ministério do Turismo, que será divulgada com mais detalhes na próxima semana.

O estudo, feito com duas mil pessoas em sete capitais, mostra que 17,7% dos entrevistados que pretendem viajar nos próximos seis meses irão sem ninguém. Há um ano, em fevereiro de 2013, esse valor era de 13,1%.O aumento ocorreu em todas as faixas etárias, mas foi mais acentuado entre aqueles com até 35 anos de idade, grupo que registrou alta de dez pontos percentuais.

Os motivos? Bem, no meu caso, normalmente me deparo com o fato de as pessoas com as quais convivo nem sempre disporem da mesma disposição, tempo e dinheiro. No mais, quem já viveu a experiência afirma: senhor do próprio tempo, você tem a liberdade para fazer os passeios que quiser e à hora que desejar.

Medo de se sentir só? Pois saiba que, normalmente, sem grandes dificuldades, entre hotéis, albergues, passeios, refeições e deslocamentos, potenciais parceiros podem surgir, inclusive desacompanhados.

Como encontrar esse pessoal? Clique aqui e veja um post que já publiquei sobre o assunto e ponha de lado as desculpas de não viajar porque não tem com quem!

09:53 · 14.02.2012 / atualizado às 11:11 · 14.02.2012 por

No início desta semana, tanto em minha coluna na Revista Siará como aqui no blog, abordei a experiência de viajar só.

Um dos aspectos citados é que para quem acha que vai se sentir solitário, saiba que, normalmente, sem grandes dificuldades, entre hotéis, albergues, passeios, refeições e deslocamentos, potenciais parceiros podem surgir, inclusive desacompanhados.

Assim, para ajudar você a encontrar esse pessoal, resolvi listar algumas dicas que aprendi em todos esses anos de estrada.

Porém, antes de tudo, para quem viaja sem companhia, a melhor opção para se hospedar continua sendo os albergues – hostels como são chamados no exterior.

Embora lá fora eles estejam anos luz à frente dos similares nacionais em termos de qualidade, aqui, o pessoal está começando a acordar e também está oferecendo boas opções.

Por que eu recomendo esse tipo de estabelecimento? Pela maior possibilidade de socialização que a gente encontra, diferentemente do ambiente frio das recepções de muitos hotéis. Nos hostels, além de quartos compartilhados, as áreas comuns são bem bacanas e costumam reunir muitos viajantes, também desacompanhados, para troca de experiências.

Bem, isto posto, vamos às dicas!

1.Antes de viajar, consulte fóruns de viajantes. O mochileiros.com , por exemplo, é uma excelente ferramenta para encontrar pessoas que estejam pretendendo viajar para os mesmos lugares que você e quem sabe até na mesma época;

2.Se sua opção de acomodação for um albergue, muitos deles planejam atividades para os hóspedes. Assim, antes de chegar, consulte na página destes estabelecimentos na internet quando elas acontecem e procure fazer parte dessa turma;

3.Se possível, opte por quartos compartilhados. Dividir um dormitório é uma chance de conhecer gente para te acompanhar em algum passeio;

4.Pergunte se existe algum tipo de tour disponível na recepção do albergue ou até mesmo do hotel onde se hospedar. É a chance de passar algumas horas do dia com mais gente e até pedir que façam fotos suas. Novos amigos também podem surgir;

5.Costume levar livros para ler. Mais do que ocupar o seu tempo, estes acabam por despertar a curiosidade de outros viajantes e dão início a excelentes conversas;

6.Criar um blog para relatar a sua viagem também é legal. Seus amigos e familiares podem lhe seguir, acompanhando suas aventuras. Compartilhe também com quem você encontra pelo caminho;

7.Se avistar outro viajante sozinho puxe conversa, ajude se ele ou ela precisar. Um simples ato de cortesia e simpatia pode lhe render novas amizades;

8.Procurar saber se existem parentes, mesmo distantes, nos lugares que pretende visitar ou ainda amigos de amigos. Entre em contato e peça para que lhe mostrem a cidade, ou convide para almoçar ou jantar com você;

9.Uma vez no exterior, use algum acessório (camisetas, chaveiros, toalhas, bandeiras etc) que remetam ao Brasil. É um forte atrativo para descobrir outros brasileiros no meio da multidão e também arrumar companhia;

10.Mantenha sempre um sorriso no rosto. Precisa dizer mais?

Bem, acho que é isso. Se você souber de mais alguma dica, por favor, compartilhe com a gente. Deixe seu comentário aqui no blog.

15:21 · 13.02.2012 / atualizado às 15:21 · 13.02.2012 por

Há uns seis anos a ideia não me passava pela cabeça. Mas como o tempo e o dinheiro dos amigos nunca eram coincidentes com o meu, cansei de passar minhas férias em Fortaleza, sem fazer nada de novo, e comecei a considerar viajar sozinho. E quer saber? Não me arrependi da escolha.

O fato é que viajar sem companhia ainda é cercado por preconceito e incompreensão. Boa parte desse estigma está associada às desvantagens apontadas, esquecendo-se de falar também das recompensas. Sim elas, existem!

Quer descobrir como é a experiência? Pois acesse a coluna do blog na Revista Siará deste último domingo (12.02). Você vai ver que pode ser tão interessante quanto a viagem em si. Passa lá!

Para ler o texto na íntegra clique aqui.

Pesquisar

Andarilho

Viagens e estilo de vida.
Posts Recentes

01h09mDescubra 12 motivos pelos quais o seu cérebro precisa tirar férias

11h09mConfira seis cidades brasileiras para quem quer conhecer as culinárias regionais

02h09mWi-Fi: conecte-se de graça em qualquer lugar do mundo

02h08mPromoção: confira passagens aéreas para a Europa por menos de R$ 1.600

03h08mVacina contra febre amarela tem nova regra

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs
Redes Sociais
Instagram Siga o