Busca

Autor: André Marinho


16:42 · 26.04.2016 / atualizado às 16:43 · 26.04.2016 por

Todos os olhos do mundo automotivo estão voltados para a China, onde acontece o Salão Internacional de Pequim. As portas para a imprensa abriram hoje. Um dos maiores eventos do setor abre para o público nesta sexta (29/4) e prossegue até o dia 4 de maio. Confira o que uma japonesa (Honda), uma alemã (Audi) e uma norte-americana (Ford) estão levando de atrações

 

Honda Avancier
Honda Avancier

Honda

Uma subsidiária totalmente controlada pela Honda na China, realizou hoje durante o Salão Internacional de Pequim a apresentação mundial de dois novos SUVs; o Honda Avancier e o Acura CDX. O novo Avancier será o modelo topo de linha da Honda na China enquanto o CDX, por sua vez, é o primeiro modelo da Acura produzido localmente.
Totalmente novo, o Avancier oferecerá uma espaçosa cabine e uma experiência de direção de alta qualidade. Entre os modelos vendidos na China, o Avancier é o primeiro veículo equipado com um motor 2.0 turbo. O novo utilitário esportivo também possui o Honda SENSING, um conjunto de tecnologias avançadas de segurança e assistência ao motorista, que proporcionam ao condutor uma experiência prazerosa ao volante.

Traseira do Avancier
Traseira do Avancier

“Estamos muito satisfeitos por nossas vendas na China terem alcançado a marca de um milhão de unidades em 2015. Encaramos 2016 como um ano em que poderemos dar outro salto à frente. Vamos iniciar a produção local de nosso veículo híbrido e de motores turbo e acelerar ainda mais a nacionalização de nossos negócios. A Honda continuará a assumir novos desafios na China,” explica Takahiro Hachigo, presidente, CEO e diretor da Honda Motor Co., Ltd.
Outro produto revelado globalmente no Salão é o Acura CDX, primeiro automóvel Acura produzido na China. Trata-se de um utilitário esportivo compacto, projetado prioritariamente para o mercado chinês. O SUV é uma fusão do design preciso e emocional do Acura Precision Concept, um modelo de estilo conceitual da Acura, com tecnologias inovadoras e a praticidade típica dos utilitários esportivos. O novo CDX adota um inédito, entre todos os modelos da Acura vendidos na China, motor turbo 1,5 litro e a exclusiva transmissão 8DCT (com dupla embreagem, oito velocidades e conversor de torque), um conjunto mecânico que permite uma intensa experiência de condução.

Acura CDX não virá ao Brasil
Acura CDX não virá ao Brasil

O Acura CDX será produzido na fábrica de ZengCheng da Guangqi Honda Automobile Co. (localizada na cidade de Guangzhou) e o início de suas vendas está previsto para o mês de julho. O novo Honda Avancier, por sua vez, começará a ser vendido na China até o final de 2016. Nenhum dos dois chegará ao Brasil.

Acura CDX
Acura CDX

Ford

Marca norte-americana tem obtido um expressivo crescimento no mercado chinês, o maior do mundo, e para avançar ainda mais preparou uma série de lançamentos. No Salão de Pequim 2016, que abre para o público na próxima sexta-feira, mostra a importância da marca com o lançamento da F-150 Raptor, do Ford GT e do Focus RS.
Além de apresentar esses superesportivos para diferentes segmentos, a Ford reforça seu portfólio de produtos com a família de híbridos e elétricos formada pelo Mondeo e C-Max Energi. A linha de utilitários esportivos é representada pelo Kuga, Explorer, Everest e EcoSport, além do Novo Edge, este último em breve também no Brasil.

F-150 Raptor
F-150 Raptor

A Ford apresenta ainda no mercado chinês a nova versão do seu sistema de conectividade, o SYNC 3, e a plataforma de serviços Ford Pass, que faz parte da sua transformação como empresa automobilística e de mobilidade.
Veículos de performance
A nova F-150 Raptor será lançada em 2017 na China para criar um novo segmento, com uma combinação sem igual de desempenho, agilidade e versatilidade off-road. Suas novidades incluem carroceria em liga de alumínio de nível militar, uma versão especial do motor 3.5 EcoBoost, transmissão de 10 marchas e sistema de transferência de torque sob demanda.
O novo Ford GT, supercarro de 600 cv que será produzido para um número limitado de consumidores chineses no final do ano, também tem destaque no salão e será visto nas 6 Horas de Xangai, em novembro, dentro do Campeonato Mundial de Endurance. O Focus RS, de 350 cv, é outro esportivo que chega ao mercado chinês este ano.

Focus RS
Focus RS

Elétricos e SUVs
A Ford está ampliando as opções de energias alternativas no mercado chinês. O C-Max Energi será o primeiro híbrido plug-in da marca no país, com motor a gasolina e motor elétrico a bateria. O Mondeo Híbrido – como é chamado o Fusion Hybrid na região – também será oferecido pela primeira vez localmente no final de 2016.
Com a exposição da linha completa de utilitários esportivos, a Ford mostra sua força no segmento. Outras novidades são o Taurus LTD e o Edge V6 Flagship, um SUV de alto padrão com design, materiais, construção e especificações premium.

Ford GT
Ford GT

Conectividade e serviços
A Ford também lança na China o SYNC 3, nova versão do seu sistema de conectividade. Além de desempenho mais rápido e tela de 8 polegadas com botões maiores para facilitar a operação, ele tem sistema AppLink com suporte para aplicativos chineses. Sua tela de toque funciona da mesma forma que os smartphones e reconhece caracteres chineses.
Na área de soluções de mobilidade, a novidade é o FordPass, plataforma que inclui loja virtual e assistentes de mobilidade dia e noite, recompensas de fidelidade e os FordHubs, centros de experiência e eventos exclusivos para clientes. Um dos quatro FordHubs globais será instalado em Xangai.
“A Ford mostra no Salão de Pequim a gama de inovações que estamos trazendo para a China, desde veículos de alto desempenho e energias alternativas a soluções de mobilidade com tecnologia de ponta”, diz John Lawler, presidente da Ford China. “São ferramentas que estão nos ajudando a desenvolver soluções para os desafios de transporte do futuro e tornar a vida das pessoas melhor.”

Audi

Três novos modelos de produção e um carro conceito inteligente – a Audi reforça sua posição no mercado de carros premium no Salão de Pequim 2016. A marca apresenta ao público, pela primeira vez, o TT RS Coupé e o TT RS Roadster. A mostra automotiva vai de 25 de abril a 4 de maio, em Pequim. Também estreiam no salão o A4 L e o conceito Audi connected mobility.

Audi TT RS Coupé
Audi TT RS Coupé

Desempenho impressionante: o novo TT RS
O motor de cinco cilindros do TT RS disponibiliza nada menos que 400 cv de potência. Juntamente com o sistema quattro, ele possibilita uma condução esportiva extremamente prazerosa com o máximo de tração. Um júri internacional de jornalistas especializados na área automotiva elegeu o motor 2.5 TFSI como “Motor do Ano” por seis anos consecutivos. A Audi desenvolveu ainda mais seu propulsor em todas as áreas, com medidas de construção com peso reduzido, diminuição do atrito interno e maior entrega de potência. O torque máximo do motor, de 480 Nm, está disponível entre 1.700 e 5.800 rpm.
O TT RS Coupé acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos, e o Roadster, em 3,9 segundos – desempenho equivalente ao de um supercarro. A velocidade máxima chega a 250 km/h ou, opcionalmente, a 280 km/h.

Audi TT RS Roadster
Audi TT RS Roadster

A fantástica dirigibilidade do TT RS se deve, além do seu baixo peso, ao chassi esportivo. A direção direta proporciona um contato íntimo com a estrada e torna prazerosa a condução em trechos sinuosos desafiadores. Pela primeira vez em um modelo de produção em série, a tecnologia Matrix OLED (diodos orgânicos emissores de luz), que emite uma luz extremamente homogênea de alto contraste, é oferecida como opção nas lanternas traseiras. Além disso, proporcionam aos designers possibilidades inteiramente novas ao lidar com a iluminação.

Audi TT RS Roadster, Audi TT RS Coupé
Audi TT RS Roadster, Audi TT RS Coupé

Alta tecnologia, elegância e supremo conforto: o novo A4 L
Maior espaço com menor peso é um dos importantes diferenciais do novo A4 L. Com 4,81 metros de comprimento e uma distância entre eixos aumentada para 2,91 m – 4 cm a mais que o modelo anterior –, os passageiros do sedã alongado usufruem do conforto de mais espaço interno.

Audi A4 L (oferecido apenas no mercado chinês)
Audi A4 L (oferecido apenas no mercado chinês)

Apesar de maior, seu peso líquido caiu significativamente, sendo reduzido em até 110 kg, comparado ao de seu antecessor. O formato altamente fluido da carroceria deste sedã médio, com coeficiente de arrasto de 0,23 (Cx), também contribui para sua eficiência.
O modelo traz muitas tecnologias inteligentes. Todos os dados importantes podem ser mostrados no Audi Virtual Cockpit, disponibilizado como equipamento opcional. A variedade de sistemas de assistência estabelece novos parâmetros na categoria. Pela primeira vez na história, a Audi oferece no A4 L a tecnologia Matrix LED com indicadores de direção dinâmicos. De série, o carro é equipado com unidades xenon plus para iluminação dianteira.

Audi A4 L
Audi A4 L

Dois motores TFSI são oferecidos para o novo A4 L na China. Os clientes podem optar entre duas versões do 2.0 TFSI, com 190 cv ou 252 cv.

 

Audi Q3
Audi Q3

Mobilidade inteligente para megacidades: o Audi connected mobility
O conceito Audi connected mobility, que está sendo apresentado pela primeira vez no Salão de Pequim, é baseado no novo Q3, que será lançado neste ano no mercado chinês. O carro oferece mobilidade esportiva e multifuncional para metrópoles com milhões de habitantes e foi especialmente desenvolvido para países com urbanização crescente, como a China.

Detalhe do Audi Q3 com conceito de mobilidade
Detalhe do Audi Q3 com conceito de mobilidade no patinete

Integrada ao para-choque traseiro há uma plataforma extensível que traz embutido um patinete elétrico com 1,05 m de comprimento. O sistema de informação e entretenimento do protótipo é capaz de calcular a combinação de mobilidade mais rápida disponível com base em informações de trânsito em tempo real que levam em conta o destino e o horário de chegada planejado pelo usuário. Se o patinete elétrico for o meio de transporte mais veloz para chegar ao destino, o sistema recomenda que o motorista o utilize para continuar a viagem. A bateria do patinete tem mais de 12 km de alcance, a uma velocidade máxima de 30 km/h.