Busca

Autor: André Marinho


15:33 · 25.01.2017 / atualizado às 15:33 · 25.01.2017 por

O governador do Ceará, Camilo Santana, autorizou a compra de mais 140 motos para reforçar o Batalhão do Raio, da Polícia Militar, em Fortaleza e Região Metropolitana – investimento de R$ 5,3 milhões. Além dessas, outras 310 motos já foram adquiridas pelo Governo do Ceará para serem utilizadas nos batalhões do Raio em todo o Ceará, totalizando 450 veículos.

_MVS1112_web

 

RFN7613

 

15:28 · 25.01.2017 / atualizado às 15:28 · 25.01.2017 por

No próximo dia 01 de fevereiro acontece a 11ª edição do Mercedes-Benz Top Night, evento realizado desde 2007 em parceria com o renomado fotógrafo Luiz Tripolli e referência no País por unir, em noite de gala, convidados especiais, tendências, design e inovação. Na última década, a festa já foi inspirada em grandes atletas brasileiros, na beleza das pérolas negras, na paixão nacional pelo futebol e também no olhar cinematográfico de Federico Fellini.

TOPNIGHT
Nesse ano, a marca fará uma homenagem à música brasileira e sete importantes figuras desse universo foram convidadas para um ensaio inédito com os dream cars da Mercedes-Benz. Luiz Tripolli fotografou Maria Rita, Maria Gadú, Luiza Possi, Paula Lima, Marcelo D2, Dani Black e Fernanda Abreu ao lado de ícones da marca como o Mercedes-AMG SL 63 Cabriolet, Mercedes-AMG SL 63, Mercedes-AMG SLC 43 e SL 400. O resultado final será revelado durante o evento na Casa Fasano.
A festa também celebrará os 50 anos da marca AMG – divisão de alta performance da Mercedes-Benz, que desenvolve modelos com DNA das pistas de corrida – e contará com a avant-première de um importante lançamento do ano.
A trilha sonora da noite será comandada pela DJ Analú Giacomolli.

16:23 · 24.01.2017 / atualizado às 16:26 · 24.01.2017 por

A cidade de Teresina, PI, é a capital nacional do off-road. Pilotos e navegadores (e seus veículos 4×4) estão na capital do Piauí e fazem a contagem regressiva para o início da edição histórica do Enduro Rally Piocerá, que marca os 30 anos de um dos ralis de regularidade mais conhecidos do Brasil

PIOC

De acordo com a organização, uma caravana de aproximadamente 1 mil pessoas seguirá pelos Estados do Piauí e Ceará em quatro dias de disputas, atravessando diversas cidades do sertão brasileiro. A chegada será no município de Caucaia, CE, no sábado, dia 28.
E todo esse pessoal – entre competidores, imprensa, apoio de equipe e staff técnico – ajudará a movimentar a economia e impulsionar o turismo regional, sobretudo dos locais de pernoite da competição, sendo: Piripiri (PI), Viçosa (CE) e Sobral (CE). O Piocerá 2017 é composto pelas categorias bikes, carros 4×4, motos, quadriciclos e UTVs
O grid para este rali está acirrado! Ao analisar a lista de inscritos, é possível prever que o Rally Piocerá reservará muita rivalidade e disputas que serão decididas nos décimos de segundos. São equipes de diversas partes do Brasil (entre Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte e Nordeste) que brigarão pelo pódio; competidores de alto gabarito técnico que não desperdiçam uma única oportunidade para conquistar a vitória.
As duplas Roberto Bontempo/Leonardo Martins, e Miguel Sono/Rosi Vasconcelos – representantes da Araponga Rally -, trabalham nos últimos detalhes que envolvem o certame, como confirmação de inscrição, vistorias técnicas e, um dos itens mais importantes, a última revisão mecânica dos veículos. “Estes momentos que antecedem a largada são fundamentais. Precisamos estar bastante atentos a tudo o que acontece, principalmente, nas informações que os organizadores disponibilizam para nós. É hora de conter a ansiedade e manter o equilíbrio… É respirar fundo e colocar em prática tudo o que sabemos sobre o esporte”, declarou o piloto Bontempo, que buscará o segundo título do Piocerá (ele foi campeão em 2015, pela categoria Graduados – carros 4×4).
O percurso terá cerca de 1 mil quilômetros e apresentará diversos tipos de obstáculos off-road, tais como erosões, pedras, cascalhos, travessias de rios, passagens por encostas de precipício, além de variedade de terreno, entre terra batida e areia. Os tradicionais balaios e pegadinhas testarão a concentração de pilotos e navegadores e serão decisivos no resultado final.
“Temos que estar prontos para encarar as mais variadas situações que o rali de regularidade nos impõe. Diferente das provas de pista, no fora-de-estrada nós desconhecemos o trajeto pelo qual percorreremos, encarando cada quilômetro como novidade, o que exige de nós rapidez no raciocínio, nas manobras de pilotagem e uma navegação extremamente precisa. Por ser uma prova de longa duração, temos que ter força física e mental, uma vez que a concorrência e os resultados diários são agentes altamente influenciadores na nossa performance, seja para o lado bom ou não”, explicou Miguel.

PIOC4
Para abrilhantar a edição de 30 anos do Rally Piocerá, a equipe Força e Ação se apresentará hoje, 24, às 18h. O show traz manobras radicais de moto, proporcionando muita diversão ao público. A largada para o primeiro dia de prova será às 6h30, desta quarta-feira, 25, da Ponte Estaiada, em Teresina. A chegada está prevista para acontecer às 14h, na Praça da Bandeira, em Piripiri, PI.
Programação – 25º Rally Piocerá
24 de janeiro – terça-feira
Briefing e largada promocional
Teresina (PI)
25 de janeiro – quarta-feira
Primeira etapa
Teresina (PI) – Piripiri (PI) – Carros, motos, UTVs e quadriciclos
Teresina (PI) – Campo Maior (PI) – Bikes
26 de janeiro – quinta-feira
Segunda etapa
Piripiri (PI) – Viçosa (CE) – Carros, motos, UTVs e quadriciclos
Ubajara (CE) – Ipú (CE) – Bikes

27 de janeiro – sexta-feira
Terceira etapa
Viçosa (CE) – Sobral (CE) – Carros, motos, UTVs e quadriciclos
Circuito Serra de Meruoca (CE) – Bikes
28 de janeiro – sábado
Quarta etapa
Sobral (CE) – Caucaia (CE) – Carros, motos, UTVs e quadriciclos
Circuito Serra do Juá (CE) – Bikes

14:26 · 23.01.2017 / atualizado às 14:36 · 23.01.2017 por

· O Range Rover Sport SVR reforça sua credencial de super SUV com testes de aceleração de 0 a 100 km/h em pisos com diferentes níveis de aderência
· A onovadora tecnolgia Terrain Response 2 otimiza a aderência mesmo em pisis como grama, neve, areia ou pedras
· Todos os testes foram realizados com o veículo equipado com o pneu de fábrica, o Michelin 275/45 R21

 

RR
O Range Rover Sport SVR oferece um desempenho assustador. Combinando a já consagrada capacidade em todos os tipos de terreno da Land Rover com um motor V8 de 550 cv e avançados sistemas de tração, o modelo oferece uma performance única em um mundo que não se restringe apenas às pistas de competição.
Desde que foi apresentado aos clientes em meados de 2015, o Range Rover Sport SVR mostrou toda a capacidade da então recém-criada Divisão de Veículos Especiais (SVO) da Jaguar Land Rover em produzir modelos capazes de tirar o fôlego de seus clientes e amantes das marcas. Desde seu lançamento em 2006, mais de 285 mil Range Rover Sport de todas as versões foram vendidos em mais de 170 países. Veja vídeo clicando abaixo

clique aqui
No caso do Range Rover Sport SVR, muitos clientes devem ter se encantado pelo veículo por conta de sua capacidade de acelerar da imobilidade aos 100 km/h em apenas 4.7 segundos, mas isso é apenas um exemplo dentro de uma série de características marcantes que o modelo possui.
Quando aquele asfalto liso, abrasivo que oferece a tração perfeita para o modelo não está disponível, a maioria dos veículos esportivos sofre com a falta de aderência, estabilidade e desempenho. Ocorre que nenhum desses esportivos tem o vasto conhecimento de condução em todos os terrenos que a Land Rover possui.
Para demonstrar toda essa capacidade, os técnicos da Land Rover submeteram o Range Rover Sport SVR a testes der aceleração de 0 a 100 km/h em diferentes tipos de terrenos como asfalto, grama, neve e areia. Em todas as situações, o pneu usado nos testes foi o mesmo, o Michelin 275/45 R21, que é oferecido como stardard no modelo.

RR2
Durante os testes, a tecnologia Terrain Response 2 sempre era capaz de identificar automaticamente o tipo de terreno em que o modelo estava e selecionar o modo mais apropriado do sistema – Asfalto, Areia, Pedras, Grama/Neve, Lama – de forma a usar o máximo da capacidade do veículo, tudo sem a necessidade de nenhuma interferência do motorista. Caso queira, o motorista também pode acionar o modo que ele julga mais apropriado por meio de um botão.
Os temos de aceleração obtidos nos testes mostram a impressionante capacidade do veículo em oferecer alto desempenho mesmo quando os níveis de aderência variam bastante. Em uma superfície de grama úmida, situação notoriamente escorregadia, o tempo que o modelo levou para sair da imobilidade e atingir os 100 km/h foi de apenas 0.8 segundo maior do que o Range Rover Sport SVR registou em uma situação ideal, com asfalto bastante abrasivo. Já na areia, o SUV levou apenas 5.5 segundos para cumprir o teste.
Teste de performance em todos os terrenos em detalhes
O primeiro desafio do Range Rover Sport SVR foi registrar tempo no circuito mais rápido da Europa, o Rockingham Motor Speedway, em Corby no Reino Unido. Nele, o Terrain Response 2 identificou automaticamente o modo Dinâmico, em que o veículo fica mais sensível aos comandos do motorista no acelerador e configura a relação de marchas para trocas em rotações mais altas.
O sistema de suspensão pneumática também é reconfigurado automaticamente, com os amortecedores se tornando mais rígidos e o sistema de atenuação de rolagem em pleno funcionamento para total desempenho. Com todas essas características configuradas e rodando em asfalto para competição, o modelo atingiu os 100 km/h desde a imobilidade em apenas 4.7 segundos.
O segundo teste do SUV de alta performance foi feito em uma bastante superfície desafiadora: grama úmida. No modo Grama / Cascalho / Neve identificado automaticamente no Terrain Response 2, a resposta aos comandos do motorista no acelerador foram suavizadas e as marchas eram trocadas mais rapidamente. Tudo para o veículo não perder tração.
O sistema de controle de tração também passou a intervir mais cedo para evitar que os pneus derrapassem. Ao mesmo tempo, o diferencial central foi pré-carregado para otimizar o desempenho do veículo. Nessas condições, o Range Rover Sport SVR registrou um impressionante 0-100km/h em apena 5,5 segundos.
O palco do terceiro teste foi uma pedreira, que forneceu uma superfície de cascalho ideal para o desafio com o Range Rover Sport SVR. Nessa condição, no mesmo modo Grama / Cascalho / Neve o modelo saiu da imobilidade aos 100 km/h em apenas 5.3 segundos.
Para encontrar neve, o SUV foi transportado até o centro de testes de inverno da Jaguar Land Rover em Arjeplog, no norte da Suécia. Lá, deslizando sobre um piso que combinada neve e gelo, o modelo completou o teste de aceleração em 11,3 segundos.
O teste seguinte exigiu o modelo a trabalhar na opção Lama do Terrain Response 2. Nessa configuração, a suspensão pneumática é elevada e o sistema de controle de tração permite um deslizamento mais controlado dos pneus, de forma a proporcionar uma melhor tração em condições escorregadias. Em um ambiente tipicamente britânico, dentro de uma pista de testes off road da Land Rover no Reino Unido, o SUV registrou um tempo de 0 a 100km/h de 6,5 segundos
A região de Pendine Sands em Carmarthen Bay, no sul do País de Gales é uma região bastante associada à velocidade. Os primeiros registros de competições em estradas de terra datam de 1924. Por isso, a região foi escolhida pela Land Rover para os testes de aceleração em areia, penúltimo modo do Terrain Response 2.
Nessa configuração, as respostas aos comandos do motorista no acelerador são muito rápidas e o motor sempre trabalha com o máximo de torque. O modelo também trabalha nas mesmas marchas por mais tempo e bloqueia o diferencial central de forma a manter a velocidade mais constante e evitar atolamento.
Nessa situação, o Range Rover Sport SVR completou o teste de 0 a 100km/h em apenas 5,5 segundos.
O modo final do Terrain Response 2, Rock Crawl, ou Escalada em Pedras, exigiu um teste diferente dos demais. O modo foi projetado para auxiliar os motoristas em situações de transposição de terrenos rochosos de alto grau de dificuldade. Nesse modo, o motor trabalha com as marchas em modo reduzido, de forma a manter a baixa velocidade. Nessas condições, conseguir transpor uma pedra de grande porte é muito mais importante do que o tempo que se demora para tal.
Quando selecionado, o modo Escalada em Pedras torna as respostas aos comandos do motorista no acelerador mais lentas de forma a atenuar os movimentos súbitos do carro e proporcionar total controle do condutor. Ele também eleva a altura da suspenção pneumática e assim a altura do modelo em relação ao solo.
Para o piloto Darren Jones, líder de tecnologias focadas em estabilidade da Jaguar Land Rover, “O Range Rover Sport SVR é famoso por seu desempenho em estrada, mas esses testes nas mais diversas condições, mostram que a tecnologia Terrain Response 2 realmente atua de forma a facilitar a vida do condutor, mesmo na mais desafiante situação”.

11:56 · 23.01.2017 / atualizado às 10:59 · 23.01.2017 por

A Automec – Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços, que acontecerá em São Paulo, de 25 a 29 abril de 2017, reserva aos visitantes,na sua 13ª edição, uma série de atividades voltadas para a capacitação e conhecimento técnicos aos profissionais do setor e aos visitantes interessados. Organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, o maior evento de equipamentos de reposição da América Latina volta a reunir os setores da indústria de veículos pesados, leves e comerciais – as feiras eram realizadas separadamente desde 2007. Além disso, a nova edição do evento de alcance internacional acontecerá no mais moderno e renovado espaço de exposição da cidade, o São Paulo Expo Exhibition&Convention Center, localizado naRodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – Vila Água Funda-SP.

automec-2013
Estão programadas para acontecer no decorrer da feira atividades como palestras gratuitas e espaços específicos destinados aos profissionais do varejo, como a Loja-Modelo, em parceria com o Sincopeças, com demonstrações práticas e teóricas de procedimentos operacionais tendo como padrão uma loja de funcionamento com o que há de mais moderno no segmento. Outro espaço que deverá ser bastante visitado é a terceira edição da Oficina Modelo, cuja novidade é a unificação das atividades em mecânicas leves e pesadas, com as novas tendências, demostrações de produtos e as mais novas tecnologias.
O Tuning Área apresentará tecnologias de ponta, tendências e inovações para o automobilismo de competição. O 1º Congresso Automec reunirá referências do mercado para discutir os principais temas para os negócios do setor como gestão, qualidade, inovação e performance. Haverá também disponível toda uma plataforma de conteúdo tecnológico em autopeças, com apoio da Harvard Business Review. Outro destaque será a nova Arena do Conhecimento e Capacitação, com palestras em espaços abertos da feira.
Para fomentar a geração de negócios, desde a última edição a Reed organiza o Premium Club Plus, para compradores selecionados, Encontros de Negócios por setor, além das Caravanas dos Compradores.
Em relação às últimas edições, a Automec 2017 terá o dobro de eventos paralelos, atendendo às exigências de um mercado que busca novos conteúdos, experiências inovadoras, além de conhecimento e aprimoramento técnico, anticipa Bruno Pati, show manager da Automec. “O futuro está em todas as partes, por isso todos os projetos foram planejados para firmar a Automec como plataforma que dita as tendências e vislumbra o futuro do setor”, destaca.
Quanto ao novo local do evento, a Automec ocupará no São Paulo Expo Exhibition&Convention Center 90 mil m2, onde serão esperados mais de 70 mil visitantes e 1500 marcas nacionais e internacionais e 62 países presentes. Entre as marcas que já confirmaram participação na Automec 2017 estão Bosch, ZF Service, Schaeffler, Continental, Dana, Dayco, Magneti Marelli, Mann+Hummel, TEM Thomson e Valeo.
Perfil do visitante da Automec
A Reed Exhibitions Alcantara Machado busca sempre melhorar o seu serviço. Assim, são feitas pesquisas qualitativas e quantitativas sobre os visitantes dos eventos. As pesquisas são auditadas, e além de avaliar os índices de satisfação e a aprovação dos eventos, também trazem um perfil apurado de quem é o público da Automec.
A saber: 82% dos que visitam a Automec participam do processo de compra, 50% ocupam cargos de liderança, enquanto que 53% desejam encontrar parceiros de negócios. A imensa maioria dos visitantes (65%) tem como ramo de atividade as oficinas e distribuidoras. Quanto à nacionalidade, 78% dos visitantes internacionais são da América Latina, com o contigente de visitantes da Ásia ocupando a segunda colocação (7,6%).
Os índices de satisfação da feira são altíssimos, com 99% dos visitantes aprovando o evento. Há ainda um expressivo índice de lealdade: 98% afirmam que pretendem retornar à feira.
Serviço:
Automec 2017 – 13ª Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços
Data: 25 a 29 de abril de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition&Convention Center.
Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – Vila Água Funda
Mais informações: www.automecfeira.com.br

10:50 · 23.01.2017 / atualizado às 10:50 · 23.01.2017 por

A segunda geração do MINI Countryman é a maior e mais versátil em toda a gama de produtos da marca britânica. E isso também se aplica à unidade de potência do MINI John Cooper Works Countryman. Com 231 cv, é o motor mais potente que já foi montado em um MINI: combinado com o sistema de tração integral ALL4, o novo MINI John Cooper Works Countryman garante que a mais recente adição à família John Cooper Works leva a experiência MINI para um nível totalmente novo – tanto em uma pista, quanto na estrada com condução prazerosa sobre terrenos irregulares

mini
O novo MINI John Cooper Works Countryman alcança 0 a 100 km/h em 6,5 segundos com transmissão esportiva Steptronic de 8. O novo modelo é 0,8 segundos mais rápido do que o MINI Cooper S Countryman ALL4. O excelente desempenho do MINI John Cooper Works Countryman também se reflete em sua arrancada, agilidade em curva e frenagem. Essas qualidades são parte de um produto de um pacote global que foi compilado com base na excelência do John Cooper Works, incluindo não só o motor e o sistema de tração integral, mas também uma suspensão esportiva com rodas de liga leve de 18 polegadas John Cooper Works e sistema de freio Brembo, com características especiais da carroceria para aperfeiçoar as propriedades aerodinâmicas e gerenciamento de refrigeração a ar, com um cockpit personalizado com assentos esportivos John Cooper Works. O excepcional MINI John Cooper Works Countryman dentro do segmento compacto premium é sublinhado por meio de recursos exclusivos, incluindo MINI Driving Modes, Faróis LED, Comfort Access e o rádio MINI Visual Boost.
O novo MINI John Cooper Works Countryman: visão geral dos fatos e números
1. Motor turbo de 4 cilindros com 231 cv e torque de 350 Nm.
2. Sistema de tração integral com eficiência padrão ALL4.
3. Suspensão esportiva com sistema de freio Brembo e rodas de liga leve de 18 polegadas.
4. Motor, suspensão e aerodinâmica harmonizada com base na expertise esportiva do John Cooper Works.
5. 0 a 100 km/h em 6,5 segundos, 0,8 segundos mais rápido do que o MINI Cooper S Countryman ALL4. Velocidade máxima: 234 km/h.
6. Kit aerodinâmico John Cooper Works com grandes entradas de ar especialmente na frente.
7. Interior do modelo personalizado com assentos esportivos John Cooper Works.
8. Recursos exclusivos padronizados incluem faróis LED, MINI Driving Modes e Comfort Access.
9. Cinco assentos móveis e um aumento significativo no espaço interno com ampliação do tamanho e versatilidade do compartimento de bagagem, em comparação com o modelo antecessor.
10. MINI Connected como um assistente de mobilidade pessoal para uso diário e em viagens.
Mais potência, mais espaço e mais Go-Kart Feeling em todos os pisos
O novo MINI John Cooper Works Countryman é o sucessor do primeiro modelo de alto nível projetado para o segmento compacto equipado com o sistema de tração integral ALL4. O avanço do novo carro em relação ao seu antecessor se reflete não apenas em uma arrancada que foi aumentada em 13 cv e no projeto de eficiência do sistema ALL4, mas também em dimensões externas ampliadas com um aumento de espaço, versatilidade e funcionalidade. Com um acréscimo de 17 centímetros de comprimento e 3 centímetros de largura, juntamente com uma distância entre eixos ampliada em 7,5 centímetros, a disponibilidade de espaço nos cinco assentos foi significativamente aperfeiçoada. O compartimento de bagagem foi ampliado para 450 litros e 1. 390 litros com bancos rebatidos. Isso torna o novo MINI John Cooper Works Countryman um modelo esportivo com todas as qualidades para fornecer uma condução extremamente prazerosa e versatilidade excepcional, ou seja, na pista de corrida, fora de rodovias asfaltadas, em tráfego intenso ou distâncias mais longas.
Estreia mundial em Xangai, lançamento para o mercado na primavera (hemisfério norte)
O novo MINI John Cooper Works Countryman será apresentado ao público pela primeira vez em abril de 2017 no Shanghai Motor Show. O lançamento para o mercado começará na primavera (do hemisfério norte) de 2017.

10:43 · 23.01.2017 / atualizado às 10:43 · 23.01.2017 por

As exportações da MAN Latin America cresceram 15% em 2016 na comparação com o ano anterior, num reflexo do avanço da montadora em diversos países e na retomada de negócios em alguns mercados externos. No ano passado foram vendidos cerca de 6.500 caminhões e ônibus ao exterior, enquanto em 2015 esse volume ficou na casa das 5.600 unidades

MAN Latin America, Fabrik in Resende, Planta de Resende, Produktion von Volkswagen und MAN LKW, Consorcio Modular,  Resende, RJ, Brasil, Brasilien
Planta de Resende, no Rio de Janeiro

Dentre os modelos Volkswagen de maior sucesso no mercado internacional em 2016 estão os caminhões Constellation 17.280 e o Delivery 9.160, além do chassi Volksbus 15.190 OD, todos integrantes da linha Euro 5, lançados em diversos países da América Latina no ano passado.
O VW Constellation 17.280 4×2 é um dos grandes destaques. Sucesso consolidado na Argentina, alcançou o posto máximo de vendas naquele mercado em menos de seis meses de seu lançamento. Ele é uma das provas de que os produtos desenvolvidos e pela engenharia brasileira têm futuro promissor em diversos países do mundo.
Além da Argentina, México, Chile, Peru e Colômbia figuraram como os principais destinos dos produtos feitos em Resende em 2016. Outros destaques ficam por conta da retomada de vendas na América Central, principalmente Costa Rica, Panamá e República Dominicana, e na África, com os mercados da Nigéria e de Moçambique, que também estão entre os países que voltaram a comprar caminhões e ônibus da MAN Latin America em 2016, com relação a 2015.
“Nosso ciclo de investimento de R$ 1,5 bilhão para o período 2017-2021 dá suporte ao nosso plano de internacionalização e expansão da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus. Seguiremos a estratégia de levar nossos veículos sob medida a diferentes países, com lançamentos de produtos, conquista de novos mercados ou nichos e foco no pós-vendas”, explica Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America.

 

 

 

10:27 · 23.01.2017 / atualizado às 10:27 · 23.01.2017 por

A Ford vai incorporar um revolucionário acesso Wi-Fi ao seu sistema de conectividade SYNC da série 3, que permitirá a conexão simultânea de até dez dispositivos no interior do veículo. Inicialmente previsto para alguns modelos no mercado norte-americano a partir do segundo semestre deste ano, esse recurso oferecerá uma nova experiência de comunicação e entretenimento para famílias em viagens, por exemplo, e pessoas que usam o carro como escritório móvel

FordSYNC-AcessoWi-Fi-1
O sistema Wi-Fi do SYNC 3 utilizará a rede 4G LTE da operadora americana AT&T na América do Norte. Conta com uma antena externa para melhorar o sinal da conexão tanto no tráfego diário como em viagens longas e pode ser acessado num raio de até 50 metros com o veículo estacionado.
Ele será integrado ao sistema SYNC Connect e à plataforma FordPass, um amplo programa de serviços a partir do veículo, oferecido pela marca inicialmente nos Estados Unidos. Entre outras funções, o serviço permite travar, destravar e localizar o carro, programar partidas remotas e checar o nível de combustível por um aplicativo do smartphone, além de receber orientações de “concierge” pelo SYNC 3, com atendentes especializados.

FordConnect
“O SYNC Connect mantém os usuários do veículo conectados e entretidos em qualquer lugar”, diz Don Butler, diretor executivo de Veículos e Serviços Conectados da Ford. “Com o novo ponto de acesso Wi-Fi, por exemplo, as crianças podem ver filmes e escutar músicas do seu gosto. Também quem estiver trabalhando pode enviar e-mails rapidamente e acessar a web de qualquer lugar”.
Outras funcionalidades importantes são as que disponibilizarão a verificação do uso de dados e intensidade do sinal dos dispositivos conectados, além do bloqueio e alteração das configurações da tela do SYNC 3. Para este avançado sistema, a operação exigirá a assinatura de um plano de dados, com várias opções disponíveis.

14:42 · 22.01.2017 / atualizado às 14:48 · 20.01.2017 por

O Salão Moto Brasil, um dos maiores eventos do segmento no país, sempre fez questão de abrir espaço para o tema “educação” relacionado ao motociclista. Na 7ª edição – que acontece entre os dias 26 e 29 de janeiro, no Riocentro, Rio de Janeiro – não será diferente. “Acreditamos no ensino e na divulgação de informações para ajudar na formação de motociclistas conscientes. Também é o nosso papel enquanto evento que valoriza o motociclista e tudo que o envolve”, diz Gustavo Lorenzo, da organização do evento

 

imagem_release_850272_medium
As palestras são diárias, gratuitas para o público que estiver no evento, mas com vagas limitadas. Nelas serão disponibilizadas informações e conteúdos relevantes sobre várias vertentes do motociclismo, que se aplicam ao dia-a- dia.
Entre as já confirmadas, “Trânsito Seguro – Compromisso de todos”, “Pilotagem defensiva – se defender do que?”, “Superação”, “Cuidados com cerol”, “Bate papo com dicas de pilotagem”, “Direção defensiva para cidade” e “Técnicas de pilotagem off –road”.
O trânsito das grandes cidades requer decisões rápidas e muita agilidade.

A palestra “Pilotagem defensiva” será possível aprender técnicas que poderão transformar a maneira de pensar a vida sobre duas rodas. “Dependendo do perfil dos ouvintes, enfatizarei a necessidade comportamental ou técnica. Falarei sobre a importância das tecnologias contidas nas atuais motos, como freios ABS e eletrônica em geral, com vídeos de testes etc, por exemplo. Tentarei, assim, envolver o maior número possível de participantes com temas diferenciados”, diz o palestrante Carlos Amaral. “A preparação e conscientização dos pilotos são peças fundamentais para um trânsito mais seguro”, afirma o também instrutor de pilotagem pela Porto Seguro e de trânsito pelo Detran. Amaral é referência em treinamento de motociclistas e realiza cursos teóricos e práticos sobre o uso da motocicleta no dia a dia desde 1997. 

Já na palestra do piloto Leandro Mello serão abordados conhencimentos gerais sobre a motocicleta e pilotagem defensiva. “Faço um bate papo bacana. Falo sobre dicas de pilotagem e deixo aberto para perguntas simultaneamente, vou respondendo e inserindo outros assuntos. Essa interação tem funcionado muito bem”, conta.

imagem_release_850271_medium
Pré – programação das palestras*:
26 de janeiro – Quinta Feira
– DETRAN-RJ – Trânsito Seguro – Compromisso de Todos – das 15h às 16h
– INSTRUTOR CARLOS AMARAL (PORTO SEGURO) – Pilotagem defensiva – se defender do que? – das 18h às 19h30
– VALÉRIA SOLITÁRIA DO ASFALTO – Superação – das 20h às 21h
27 de janeiro – Sexta-Feira
– VALÉRIA SOLITÁRIA DO ASFALTO – Superação – das 15h30 às 16h30
– INSTRUTOR CARLOS AMARAL (PORTO SEGURO) – Pilotagem defensiva – se defender do que? – das 17h às 18h30
28 de janeiro – Sábado
– INSTRUTOR CARLOS AMARAL (PORTO SEGURO) – Pilotagem defensiva – se defender do que? – das 14h às 15h30
– JOSÉ (JOJAFER) – Cuidados com Cerol – das 16h às 16h30
– LEANDRO MELLO – ( Bate papo com dicas de pilotagem) – das 18h às 19h
– CARTILHA – Direção Defensiva para cidade – das 19h às 20h
29 de janeiro – Domingo
– PORTAL BIG TRAIL – Técnicas de Pilotagem Off-Road – das 14h às 15h
– INSTRUTOR CARLOS AMARAL – Pilotagem defensiva – se defender do que? – das 15h às 16h30
– POLÍCIA RODOVIÁRIA – ( tema e horário a confirmar)
*Sujeita a alterações sem aviso prévio. Confirme antes.

Detalhes sobre ingressos
Ingressos – Está à venda o 2° lote de ingressos e o valor é de R$ 30 por dia. Quem quiser aproveitar mais, a dica é comprar o cartão válido para todos os dias que custa R$ 90. Caso a opção seja a última, o visitante ainda ganha uma camiseta do evento.
Com ponto de venda móvel e fixos no Rio de Janeiro, pontos fixos em São Paulo e também pela internet, basta escolher a forma mais cômoda para efetuar a compra.
No Rio de Janeiro, os ingressos podem ser encontrados na All Motos (Copacabana), Candice Cigar (Barra da Tijuca), Copacabanas MC (Copacabana), Dragon´s Motos (Maracanã), Gaucho Motos (Tanque), MN Óleo Moto Express (Campo Grande), Motocenter n 1 (São Francisco Xavier), Moto Rio/ Dafra (Botafogo e Taquara), Moto Skull (Campo Grande), Rei das Motos (Taquara) e Rio Harley Davidson (Recreio dos Bandeirantes). Já em Niterói, Fazzy Custom (Santa Rosa) e Quadricenter (Itaipu). Em Nova Iguaçu, a venda é feita no R11 Motos (Centro) e, em Duque de Caxias, na Moto Ralf (25 de agosto). Uma outra opção é o ponto de venda móvel, que leva o ingresso até onde a pessoa está.
Em São Paulo, a venda é feita no PHD Pimenta (Vila Guilherme) e no Shopping Moto Aventura (Centro).
Divulgação – Salão Moto Brasil

Salão Moto Brasil – Na sua 7ª edição, o Salão Moto Brasil, já está estabelecido no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem expositores das principais montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios, além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por duas rodas. Tem como principais apoiadores AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Estado do Rio de Janeiro), DETRAN RIO, FMCRJ (Federação de Motoclubes do Estado do Rio de Janeiro), Prefeitura do Rio de Janeiro, Rio Conventions & Visitors Bureau e RioTur. O patrocínio é da Assim Saúde, Petrobrás e Porto Seguro.
Como ocorre com eventos de sucesso, a expansão é natural e em 2017 ocupará o pavilhão 4 do Riocentro, que tem mais de 23.000 m² de área coberta e climatizada. Entre as atrações – pensadas para unir toda família no passeio – estão shows, customização de motocicletas, exposição de fotos, Bikers Bar, museu temático, food trucks, palestras educativas, test ride, shows com motos da Equipe Pro Tork Alto Giro e GTM Show, tenda de serviços e a inédita Feira de Negócios.
Salão Moto Brasil 2017 – Rio de Janeiro – RJ
Dias: 26, 27, 28 e 29 de janeiro
Informações sobre os pontos de venda de ingressos: www.salaomotobrasil.com.br/ingressos
Pavilhão 4 do Riocentro – Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ
Horário de funcionamento: quinta e sexta das 14h às 22h, sábado das 12h às 22h e domingo das 12h às 20h
Saiba mais em: www.salaomotobrasil.com.br
Curta nossa página: www.facebook.com/salaomotobrasil
Estacionamento GRATUITO para motociclistas.
Carros pagam R$ 28.
Guarda-volumes – R$ 10

06:55 · 22.01.2017 / atualizado às 12:57 · 20.01.2017 por

A Audi está celebrando um marco especial. A recém-inaugurada fábrica da marca, em San José Chiapa, no México, foi palco da produção do carro de número 8 milhões com a tecnologia quattro drive, que fornece muita segurança e prazer ao dirigir, mesmo na chuva, na neve e no gelo. O número foi alcançado com o Audi Q5 2.0 TFSI quattro

 

Audi Q5 quattro Dynamic photo, Colour: Garnet red
Audi Q5 quattro
Dynamic photo, Colour: Garnet red

A tecnologia quattro estreou no mercado em 1980 e hoje está disponível em mais de 100 modelos e versões. A quattro all-wheel drive system é padrão no Audi Q7, no A4 allroad quattro, no A6 allroad quattro, no A8, no R8 e em todos os carros das linhas S e RS, além de estar disponível em outros modelos de série. Em 2015, 44% de todos os clientes da Audi no mundo escolheram veículos equipados com a tecnologia. O Audi Q5 está no topo da lista, com 262.000 unidades. Os modelos quattro geraram uma grande demanda, especialmente nos Estados Unidos, Canadá, Rússia e mercados do Oriente Médio. Na Alemanha, as vendas totalizaram 122.048 carros.
A Audi oferece a tração quattro em diferentes versões adaptadas a cada modelo. Para os compactos de série com motores montados transversalmente, uma embreagem com múltiplos discos com acionamento hidráulico, controlada eletronicamente, é montada no eixo traseiro. No carro esportivo R8 com motor central, a embreagem de múltiplos discos é localizada no eixo frontal. De acordo com a situação de condução encontrada, esses sistemas ativos distribuem o torque da transmissão variavelmente entre ambos os eixos.

Detalhes
O diferencial central autoblocante é usado em diversos modelos da Audi, com um motor frontal montado longitudinalmente – ele é um conjunto com engrenagem planetária puramente mecânico. Normalmente, ele divide o torque da transmissão enviado às rodas frontais e traseiras com uma distribuição de 40% na frente e por 60% atrás.
Há ainda o diferencial esportivo instalado no eixo traseiro dos modelos com motores mais potentes. Ele distribui, de modo ativo, o torque entre as rodas traseiras por meio de dois conjuntos de engrenagens sobrepostos, cada um com uma embreagem de discos múltiplos acionada eletro-hidraulicamente. Em casos extremos, quase todo torque é enviado a uma única roda. Na verdade, o sistema empurra o carro para dentro da curva, eliminando chances de understeer (subesterçamento).
Desenvolvimento mais recente: quattro com tecnologia ultra
A última fase de desenvolvimento da Audi é a unidade quattro com tecnologia ultra. É também projetada para modelos com motor posicionado longitudinalmente. Aqui, uma embreagem de múltiplos discos, controlada ativamente no final da transmissão, distribui variavelmente o torque entre os eixos de tração em uma operação do all-wheel drive. Um desacoplador no diferencial do eixo traseiro pode, adicionalmente, abrir a conexão às rodas traseiras. Ambas as embreagens ficam abertas durante o momento de condução quando o all-wheel drive não oferece nenhuma vantagem. Dessa forma, as peças do sistema de transmissão traseiro responsável pelo arrasto não são acionadas. A unidade de controle do sistema usa uma infinidade de dados a fim de produzir um modelo do estado do veículo, antecipando a atuação do sistema de tração integral em aproximadamente um segundo. Caso o sistema detecte, por exemplo, que a roda interna à curva está prestes a perder aderência, alterna para o all-wheel drive. Como resultado, o all-wheel drive está sempre pronto quando for necessário. Esse novo conceito aumenta consideravelmente a eficiência sem diminuir a tração ou a dinâmica de condução.
Uma história de sucesso: a tecnologia quattro
A Audi alcançou um marco na história da indústria automobilística com a tração permanente nas quatro rodas. Em 1980, nenhum outro fabricante ofereceria um veículo de alto desempenho e um all-wheel drive leve com produção em grandes quantidades. A tecnologia estreou em 1980 no Ur-quattro no Salão Internacional do Automóvel de Genebra. Em 1986, a Audi substituiu o diferencial central com bloqueio manual da primeira geração pelo diferencial Torsen (Torque sensitive; sensível a torque), que podia distribuir o torque da transmissão variavelmente entre o eixo dianteiro e o traseiro. Em seguida, em 2005, veio a unidade planetária com sua distribuição de força e torque assimétrica e dinâmica. O diferencial central autoblocante é continuamente melhorado pela Audi e é considerado um ponto de referência de dinâmicas de tração e transmissão, combinado com um peso muito leve.
A Audi também celebrou muitos triunfos no automobilismo com a tecnologia quattro. A lista até agora inclui quatro títulos no Campeonato Mundial de Rally, seis vitórias na corrida Pikes Peak Hill Climb nos Estados Unidos, uma vitória da série TransAm, também nos Estados Unidos, dois títulos DTM (Campeonato alemão de turismo), 11 campeonatos da Super Touring Car e um campeonato mundial da Touring Car. A mais recente vitória da tecnologia quattro: no final de novembro, Mattias Ekström e sua equipe de rallycross particular EKS conquistaram os títulos Driver World Champion e Team World Champion com o Audi S1 EKS RX quattro no Campeonato Mundial de Rallycross da FIA.