Blog do Automóvel

Categoria: Caminhões


17:08 · 14.06.2018 / atualizado às 17:08 · 14.06.2018 por

Concessionárias Volvo de caminhões e ônibus nos estados do Ceará, Maranhão e Piauí passam para o controle do grupo que já administrava as casas da marca na região Norte do Brasil

Concessionária de Fortaleza Apavel

Com a aquisição, a Tracbel passa a ter nove concessionárias de caminhões e ônibus, além de mais 18 distribuidores de equipamentos de construção e motores industriais da marca Volvo. “Temos uma sólida relação de mais de 35 anos com o Grupo Volvo, distribuindo equipamentos da marca. Desde 2016, estamos também atuando com caminhões e ônibus nos estados do Pará, Amapá, Amazonas e Roraima. Agora damos mais um passo nessa parceria, assumindo as casas da tradicional Apavel”, afirma Luiz Gustavo Rocha de Magalhães Pereira, CEO do Grupo Tracbel.

Por dentro da concessionária

“A Tracbel tem uma experiência sólida na distribuição de máquinas e veículos. Estamos confiantes de que as casas Apavel continuarão a dar pleno suporte aos clientes Volvo em sua região, com a estrutura de um grupo premiado, que é referência em gestão no setor”, declara Adriano Merigli, diretor de desenvolvimento de concessionárias do Grupo Volvo América Latina.
As concessionárias Apavel estão estrategicamente distribuídas nas principais regiões de seus estados de atuação, com casas em Fortaleza (CE), Teresina (PI), Imperatriz e São Luiz (MA). Juntas, têm 240 funcionários e 78 boxes de atendimento. “Pela longa tradição, vamos manter o nome Apavel, uma grife Volvo na região Nordeste”, assegura Luiz Gustavo (foto abaixo).


Reconhecimento
Fundado em 1967, o Grupo Tracbel tem origem em Minas Gerais, com matriz em Contagem. De lá expandiu negócios para todo o País, com alto reconhecimento no mercado. Já foi reconhecido por seis vezes como a melhor Revenda de Máquinas e Insumos, no ranking “Maiores e Melhores Revista Exame”, um dos mais prestigiados do Brasil. Além disso, o Grupo também está na seleta lista das “100 empresas com melhor governança corporativa do Brasil”, no ranking da Revista Exame/Ibope/Merco. “Nossa trajetória é coroada de êxito, reconhecimento e crescimento.

Expandir negócios para caminhões e ônibus era um desejo antigo da Tracbel. Essa oportunidade surgiu com nosso tradicional parceiro Volvo, quando assumimos a representação da marca na região Norte do Brasil. Agora escrevemos mais um capítulo da nossa história, adquirindo as casas Apavel. Estamos muito orgulhos de estar crescendo também nesse segmento”, assegura Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, Presidente do Grupo Tracbel e um dos fundadores da empresa.
Além da aquisição da Apavel, o Grupo Tracbel mantém investimentos para expansão da rede nas regiões Norte e agora também no Nordeste do Brasil. Para os próximos meses há novas casas planejadas para as cidades de Itaituba (PA), Boa Vista (RR) e Balsas (MA).

04:12 · 24.04.2018 / atualizado às 15:13 · 23.04.2018 por

A Mercedes-Benz do Brasil encerrou o primeiro trimestre de 2018 com um resultado muito positivo nas exportações de caminhões. A marca aumentou em 37% as vendas para o mercado externo, com 2.134 unidades comercializadas entre janeiro e março, ante as 1.555 unidades exportadas no mesmo período do ano passado


A Argentina é a que mais adquiriu caminhões Mercedes-Benz em 2018. Foram embarcadas 1.372 unidades ao país vizinho nos três primeiros meses do ano, volume praticamente idêntico ao do mesmo período de 2017. As vendas para o Peru ganham importante destaque, com 482 caminhões exportados, o que significa um aumento de cerca de 570% em relação ao volume do primeiro trimestre do ano passado. Assim, o Peru é o segundo país para quem a Mercedes-Benz do Brasil mais vendeu caminhões em 2018, seguido pelo Chile, com 186 unidades, 390% a mais do que no ano passado.
“Os resultados de exportação estão superando nossas expectativas. Aliás, não é só para o mercado latino-americano que estamos vendendo caminhões. Exportamos também para países do Oriente Médio e Norte da África”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Estamos avançando bastante as nossas vendas para outros países. Para se ter uma ideia, a representação da exportação na produção da Empresa saltou de 10% em 2014 para 40% em 2017”.
A Mercedes-Benz do Brasil tem aumentado de forma significativa as exportações de caminhões nos últimos anos. Em 2017, a marca avançou 25% nas vendas desse segmento para o mercado externo, que passaram de 6.382 unidades em 2016 para 7.986 veículos no ano seguinte. “Os 37% de crescimento no primeiro trimestre de 2018 confirmam esse excelente desempenho comercial, o que nos deixa otimistas com as exportações neste ano”.


Mercedes-Benz do Brasil é a maior exportadora do setor no País
A Mercedes-Benz do Brasil, maior fabricante de veículos comerciais da América Latina, é a maior exportadora de caminhões e ônibus do País. Seus produtos chegam, hoje, a cerca de 50 países de vários continentes.
No primeiro trimestre de 2018, além dos 2.134 caminhões, a Empresa também exportou 1.239 ônibus. No total, são 3.373 veículos comerciais vendidos ao mercado externo, o que representa cerca de 12% de crescimento sobre as 3.021 unidades de 2017.

11:56 · 17.04.2018 / atualizado às 11:56 · 17.04.2018 por

É no comando de seu próprio caminhão, na grande maioria percorrendo as estradas dos Estados de São Paulo e Minas Gerais para transportar pencas de bananas – desde 2010, mais de 7.500 toneladas do fruto -, que Luciano Felipe Patekoski Braga, caminhoneiro desde 1994, atingiu a marca de 1,5 milhão de quilômetros com o motor Cummins ISB6 sob o capô.


O profissional da estrada afirma que não há segredos para a vida longa do seu equipamento, somente alguns cuidados como a realização da manutenção preventiva recomendada e conduzir o veículo sempre com o giro sugerido. “Na área verde do conta giros do painel que vai de 1.000 a 2.300 giros. Sempre estico e reduzo as marchas sem ultrapassar esta marca”, afirma Braga.
Seu caminhão, um VW 24.250 2007/2008, foi adquirido em 2010 com a marca de 282 mil quilômetros. Desde então, Braga passou a atender uma empresa localizada em Suzano (SP). Nos primeiros anos, realizava duas viagens até Janaúba, no norte do Estado de Minas Gerais, totalizando 5.300 quilômetros semanais – 2 mil entre Suzano (SP) e Janaúba (MG) – e mais 300 km até chegar em sua residência, em Eldorado, ao sul de São Paulo.
Nos últimos anos, por conta da crise, o transporte de 30 toneladas de banana semanal caiu para 15 toneladas. A cada itinerário, Braga parte com 1,5 tonelada (somente com as caixas do transporte das bananas) de Suzano e retorna de Janaúba carregado, com 15 t de banana na caçamba do ‘amarelão’, apelido dado carinhosamente ao seu caminhão cor amarelo.


A coloração do fruto maduro se harmoniza com a pintura do caminhão e foi assim que Braga rodou 90% da atual quilometragem. Além da Rodovia Fernão Dias entre bandeirada final e inicial, o motor Cummins IBS6 de 250 hp a 2.500 rpm já mostrou sua força em outras estradas do Brasil. “Já fui pro Nordeste, Mato Grosso, Rio Grande do Sul; já percorri boa parte deste País”, afirma.
Filho de proprietário de caminhão e com familiares nesta profissão, Braga conta que a marca de 1,5 milhão é um feito a ser comemorado. “Há muitos anos, quando meu pai e meus tios atingiam a marca dos 500 mil km com outros veículos, eles comemoravam, ficavam bem alegres. No meu caso, eu só vivi até hoje com este veículo e nunca precisei realizar nenhuma intervenção corretiva no motor”, comemora.
Para ele, a troca de óleo é religiosamente atendida, a cada 25 mil quilômetros, por recomendação da própria Cummins e sempre em concessionárias. No caso de Braga, na grande maioria das vezes, o atendimento foi realizado pela Maggi Caminhões, em Registro (SP), próximo a sua casa.
Semanalmente, ‘Xirú Doido’, apelido que Braga recebeu dos amigos há mais de 20 anos, uma gíria para parceiro no Rio Grande do Sul, pode ser encontrado na Rodovia Fernão Dias. Na boleia do amarelão, o caminhoneiro ainda visualiza alguns anos de estrada com seu veículo e aposta: “vai superar os 2 milhões de quilômetros com toda desenvoltura”..

12:03 · 17.04.2017 / atualizado às 12:03 · 17.04.2017 por

O extrapesado Axor 3344 6×4 da Mercedes-Benz, indicado para aplicações off-road, foi o caminhão mais vendido no País no mês de março

 

Foram emplacadas 311 unidades do modelo, que vem obtendo crescente aceitação em operações logísticas e nos setores canavieiro, madeireiro, mineração e grandes obras de infraestrutura e construção civil.
“É importante destacar que o Axor 3344, um extrapesado off-road, foi o mais vendido do País considerando todos os modelos e marcas de todos os segmentos”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Com esse desempenho comercial, nós mais do que triplicamos as vendas desse caminhão Axor, chegando a 215% de crescimento sobre as 99 unidades emplacadas em fevereiro”.
De acordo com o executivo, no acumulado do primeiro trimestre de 2017, foram emplacados 495 caminhões Axor 3344 6×4. “Isso representa cerca de 46% de todo o volume de extrapesados off-road vendidos no mercado brasileiro neste período, que foi de 1.067 unidades”, diz Leoncini. “Nossa marca vendeu 733 unidades off-road entre janeiro e março, liderando este segmento no ano com cerca de 70% de participação”.
O extrapesado Axor 3344 6×4 off-road é reconhecido no mercado pela alta produtividade, força e robustez nas operações logísticas, bem como nos setores canavieiro, madeireiro, mineração e grandes obras de infraestrutura e construção civil. Oferecido nas versões cavalo mecânico, plataforma e basculante, está dimensionado para até 123.000 kg de CMT – capacidade máxima de tração.
Como resultado do conceito ECONFORT da Mercedes-Benz – filosofia de desenvolvimento que trouxe novo padrão de economia, conforto, força e desempenho para o transporte de carga – o Axor 3344, assim como toda a linha Axor off-road, se destaca pelo alto valor agregado e excelente relação custo/ benefício. Recentemente, por exemplo, estes caminhões passaram a contar com o câmbio totalmente automatizado Mercedes PowerShift e com os bancos mais modernos e confortáveis do mercado, assegurando assim um alto padrão de conforto para o motorista.
Mercedes-Benz segue na liderança das vendas de caminhões em 2017
O excelente desempenho do Axor 3344 também traz reflexos positivos para a marca no segmento de extrapesados como um todo. Com 1.035 unidades emplacadas no primeiro trimestre, a Mercedes-Benz ocupa a segunda colocação em vendas, com 27,7% de market share, apenas 0,4% a menos em relação à primeira posição.
“Neste primeiro trimestre de 2017, a Mercedes-Benz novamente reafirmou sua liderança nas vendas de caminhões no Brasil, considerando todos os segmentos”, ressalta Leoncini. “Com 2.781 unidades emplacadas entre janeiro e março, a marca obteve 31,1% de participação (segmento acima de 6 toneladas), o que significa 6,4% a mais em relação ao segundo colocado”.

15:52 · 10.04.2017 / atualizado às 15:52 · 10.04.2017 por

A Mercedes-Benz Argentina, com o emplacamento de 410 unidades em março, alcançou o primeiro lugar em vendas de caminhões no País. Esta é uma conquista muito especial para a Empresa, que, após 18 anos, conquistou a liderança em todos os segmentos de caminhões.


Em semipesados e pesados, foram emplacados 282 caminhões da marca na Argentina em março, o que resultou na liderança com 23,6% de market share. No que se refere a caminhões leves e médios, foram emplacadas 128 unidades, o que levou à liderança com uma participação de mercado de 40,5%.
Considerando o volume acumulado do primeiro trimestre de 2017, foram emplacados 883 caminhões semipesados e pesados Mercedes-Benz, bem como 432 unidades do segmento de leves e médios. Dessa forma, a Empresa lidera o mercado total neste ano, com 1.315 caminhões vendidos.
“O mercado argentino solicita configurações de caminhões que são praticamente as mesmas do brasileiro. Isso nos ajuda a atender rapidamente os nossos clientes”, afirma Joachim Maier, presidente da Mercedes-Benz Argentina.
Mercedes-Benz do Brasil é líder nas exportações de caminhões para a Argentina
“ A Mercedes-Benz do Brasil é líder nas exportações de caminhões para a Argentina. Nós temos aumentado de forma expressiva as vendas para este mercado”, diz Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Isso foi novamente confirmado no último mês de março, com a exportação de 714 unidades, o que significa mais que o dobro de crescimento em relação ao mês de fevereiro, quando comercializamos 347 unidades”.


O volume acumulado do primeiro trimestre de 2017 também reafirma a evolução nas vendas da Mercedes-Benz do Brasil para a Argentina. “Foram 1.388 caminhões, com leve crescimento sobre as 1.375 unidades do ano anterior neste mesmo período”.
Os caminhões leves Accelo 815 e 1016 são grandes destaques nas vendas para o mercado argentino. “No primeiro trimestre deste ano, exportamos 486 unidades dessa linha de leves. Somando-se às 1.758 unidades comercializadas no ano de 2016, em que esses modelos começaram a ser vendidos na Argentina, chegamos a 2.244 caminhões”, ressalta Philipp Schiemer. “Ou seja, o sucesso do Accelo foi imediato e conquistou os clientes locais, especialmente pela versatilidade, agilidade, capacidade de carga e conforto no transporte urbano”.
Como maior exportadora de caminhões e ônibus do Brasil, a Mercedes-Benz investe permanentemente em soluções cada vez mais adequadas às exigências dos diferentes mercados. Para obter êxito nas exportações, precisamos de produtos competitivos e agilidade no atendimento às mais variadas demandas.
Mercedes-Benz Argentina também lidera as vendas de ônibus, vans e automóveis
Além da liderança de mercado em todos os segmentos de caminhões no país vizinho, a Empresa tem mais a comemorar. “Em março, também reafirmamos a nossa tradicional liderança nas vendas de ônibus, como de vans e de automóveis”, diz Joachim Maier, presidente da Mercedes-Benz Argentina.


No segmento de ônibus, a Empresa alcançou, em março, um market share de 72,4%, superando amplamente os 51,2% de 2016. No acumulado do ano, a diferença também é importante, saltando de 58,5% de participação em 2016 para 71,8% em 2017. No primeiro trimestre deste ano, foram emplacadas 957 unidades.
No segmento de vans, a Mercedes-Benz Argentina continua líder nos dois segmentos de atuação, tanto com a Sprinter, quanto com o Vito. Foram emplacadas 1.288 unidades da Sprinter no primeiro trimestre do ano, o que significa cerca de 50% sobre o resultado de 2016. Já o Vito teve 480 unidades emplacadas, com crescimento de 15% em comparação com o ano anterior.
Por sua vez, no segmento de automóveis, a Mercedes-Benz segue sendo a número um do mercado argentino. Em março, a Empresa alcançou um market share de 37,5%, frente a 21,2% de 2016. No acumulado do trimestre, são 38,3%, superior, portanto, aos 23,7% de 2016, quando a marca tinha o segundo lugar do mercado. Até março, foram emplacados 1.159 automóveis, contra 187 unidades em 2016.

12:17 · 16.02.2017 / atualizado às 12:17 · 16.02.2017 por

Num dos períodos mais difíceis do setor de transporte no Brasil, o Grupo Volvo manteve o equilíbrio de seus negócios na América Latina em 2016. A empresa compensou os efeitos da economia restritiva no país com as vendas na região hispânica da América Latina

 


Os negócios tiveram desempenho moderado, mas também com alguns resultados positivos. Em caminhões, por exemplo, a Volvo foi a marca que mais cresceu no continente. No Brasil, o FH foi líder de vendas no segmento de pesados.
“Foi um ano difícil. Mas equilibramos nossos resultados na região, crescendo na América Latina e fazendo a lição de casa no Brasil”, declara Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina.
A Volvo Bus Latin America também teve bons resultados, ganhando participação de mercado em ônibus rodoviários e urbanos no Brasil e ainda teve uma boa performance na exportação.
No segmento de ônibus rodoviários e urbanos, a Volvo conseguiu aumentar seu market share, passando de 9,3% para 9,5%, uma ligeira mas importante expansão num mercado instável. As exportações, tradicionalmente muito importantes para a Volvo Bus, alcançaram mais da metade das vendas e contribuíram para sustentar os negócios como um todo.
Braço financeiro do Grupo Volvo, a Volvo Financial Services Brasil bateu mais uma vez o recorde de vendas em consórcio, alcançando a casa de R$ 1,15 bilhão. O consórcio é um produto que vem ganhando importância, porque o transportador pode fazer a renovação de sua frota de forma planejada. Em 2016, a VFS ainda aumentou sua participação dos financiamentos de produtos da marca no País, com aproximadamente 50% do total.
A Volvo Penta também teve um bom desempenho, mantendo a liderança no segmento de motores marítimos de lazer. A empresa expandiu sua atuação em motores industriais para geração de energia, aumentando a participação nessa área, incluindo novos mercados e promovendo a nacionalização do motor de 13 litros.
“Mantivemos em 2016 nossa posição de liderança em segmentos importantes, mesmo num ambiente econômico muito difícil e de forte retração. Mantemos nossa confiança no mercado e continuamos investindo em produtos e soluções que garantam eficiência de transporte e contribuam para o sucesso dos negócios dos nossos clientes”, afirma o presidente.

10:44 · 02.02.2017 / atualizado às 11:24 · 02.02.2017 por

É a bordo dos veículos MAN TGX que a turnê da dupla Victor & Leo pega a estrada para levar a música brasileira a todos os cantos do país. Para mostrar os bastidores dessas viagens, a MAN Latin America preparou um episódio especial de Viajantes por Natureza, série desenvolvida para as redes sociais, mostrando o deslocamento desses veículos no trecho de Altamira (PA) até São Paulo, disponível na fanpage da MAN Latin America

 


Os modelos são guiados por Antônio Gervásio Arantes Neto e José Antonio Barbosa Borges, que contam sobre os desafios do caminho e a paixão pela estrada. “Virei motorista por causa da minha família, meus dois avôs já eram motoristas”, conta Arantes Neto, orgulhoso da profissão que vem de berço. Borges também fala animado sobre a vida na estrada: “O caminhão sempre foi minha paixão, desde criança”.
Os motoristas têm a missão de levar toda a estrutura da turnê, que visita em média 100 cidades por ano. Cada viagem leva nada menos do que sete toneladas: os caminhões MAN TGX escolhidos pela dupla transportam todo o cenário do show, incluindo equipamentos de som e luz.


Como os irmãos passam boa parte do tempo na estrada, os camarins dos músicos são bastante completos e também seguem a bordo dos TGX, incluindo dois guarda-roupas, tapetes, itens pessoas e de cozinha, como microondas.
E não faltam boas histórias no caminho. “Quando paramos nos postos o pessoal pergunta se o Victor e o Leo estão no baú do caminhão, também pedem CDs e camisetas”, divertem-se Arantes Neto e Borges.
“Estamos felizes com esta parceria que prima pela qualidade e singularidade das marcas MAN e Volkswagen. Optamos por ter nossos cenários transportados por caminhões MAN e sentimo-nos privilegiados de representar este conceito”, declarou o sertanejo Victor.


Para Leo, os caminhões da MAN transportarão muito mais do que material para o show. “É uma grande honra estarmos junto com uma marca que é referência mundial em transporte. Agora, além de cargas pesadas, transportam energia, emoção e música. Com a MAN, chegamos rápido e vamos longe”, celebra.
“Como nossos clientes, a dupla conhece bem os diversos cantos do país e as dificuldades das estradas brasileiras. E não à toa escolheu os nossos caminhões para levar música e entretenimento. Estamos muito satisfeitos com essa parceria, que corrobora nosso trabalho de busca de excelência em produtos e serviços”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America.

10:43 · 23.01.2017 / atualizado às 10:43 · 23.01.2017 por

As exportações da MAN Latin America cresceram 15% em 2016 na comparação com o ano anterior, num reflexo do avanço da montadora em diversos países e na retomada de negócios em alguns mercados externos. No ano passado foram vendidos cerca de 6.500 caminhões e ônibus ao exterior, enquanto em 2015 esse volume ficou na casa das 5.600 unidades

MAN Latin America, Fabrik in Resende, Planta de Resende, Produktion von Volkswagen und MAN LKW, Consorcio Modular,  Resende, RJ, Brasil, Brasilien
Planta de Resende, no Rio de Janeiro

Dentre os modelos Volkswagen de maior sucesso no mercado internacional em 2016 estão os caminhões Constellation 17.280 e o Delivery 9.160, além do chassi Volksbus 15.190 OD, todos integrantes da linha Euro 5, lançados em diversos países da América Latina no ano passado.
O VW Constellation 17.280 4×2 é um dos grandes destaques. Sucesso consolidado na Argentina, alcançou o posto máximo de vendas naquele mercado em menos de seis meses de seu lançamento. Ele é uma das provas de que os produtos desenvolvidos e pela engenharia brasileira têm futuro promissor em diversos países do mundo.
Além da Argentina, México, Chile, Peru e Colômbia figuraram como os principais destinos dos produtos feitos em Resende em 2016. Outros destaques ficam por conta da retomada de vendas na América Central, principalmente Costa Rica, Panamá e República Dominicana, e na África, com os mercados da Nigéria e de Moçambique, que também estão entre os países que voltaram a comprar caminhões e ônibus da MAN Latin America em 2016, com relação a 2015.
“Nosso ciclo de investimento de R$ 1,5 bilhão para o período 2017-2021 dá suporte ao nosso plano de internacionalização e expansão da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus. Seguiremos a estratégia de levar nossos veículos sob medida a diferentes países, com lançamentos de produtos, conquista de novos mercados ou nichos e foco no pós-vendas”, explica Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America.

 

 

 

18:24 · 17.10.2016 / atualizado às 18:24 · 17.10.2016 por

Serão oferecidas 5 mil vagas em dois novos cursos

Motoristas de caminhão e de ônibus têm mais uma oportunidade para aperfeiçoar as suas capacidades. O SEST SENAT está lançando o projeto Escola de Motoristas Profissionais com a oferta de 5.000 vagas para dois novos cursos. O período de inscrições vai de 17 a 22 de outubro. As aulas serão oferecidas em 83 unidades operacionais de todo o país a partir de novembro.

O objetivo da instituição é promover a atualização de condutores já habilitados nas categorias D ou E de maneira a aumentar a empregabilidade e a qualidade dos serviços prestados à sociedade, garantindo mais eficiência e segurança no trânsito.

caminhao volvo 6

O curso de Motorista Profissional de Transporte de Produtos Perigosos vai oferecer 3.300 vagas e tem carga horária de 62 horas/aula. O de Motorista Profissional de Transporte Coletivo de Passageiros, tem 65 horas/aula e 1.700 vagas disponíveis. Os conteúdos aliam teoria e prática e trabalham temas como visão sistêmica do setor, condução segura e econômica, transporte de pessoas com deficiência e atendimento eficaz ao cliente. Os treinamentos práticos serão realizados em veículos com tecnologia embarcada.

Para as inscrições, os interessados devem ser maiores de 21 anos, possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação), no mínimo nas categorias D (para o curso de motoristas de ônibus) e E (para o curso de condutores de caminhão), ter realizado curso obrigatório do Contran para exercer a atividade e residir no município/bairro atendido pela Unidade Operacional. Os motoristas contribuintes do SEST SENAT terão prioridade na seleção.

11:46 · 22.12.2015 / atualizado às 11:47 · 22.12.2015 por

A Mercedes-Benz do Brasil alcançará o maior volume de veículos comerciais vendidos no mercado brasileiro em 2015. A Empresa encerrará o ano com o expressivo número de 33.000 unidades emplacadas entre caminhões, ônibus e comerciais leves (linha Sprinter e Vito). Isso representa cerca de 1/3 do volume de 110 mil unidades comercializadas no mercado, considerando os três segmentos

 

mercedescomerciais
Segundo Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, mesmo diante de um mercado altamente retraído este ano, devido a crise econômica no Pais, a Empresa projeta fechar 2015 com a comercialização de cerca de 18.000 caminhões (> 6 toneladas), 8.200 mil ônibus (>8 toneladas) e 6.800 veículos das linhas Sprinter e Vito.
Esse resultado é fruto do forte trabalho da fábrica e da rede de concessionários de ir às estradas e ouvir as demandas dos clientes. “Sem isso, não teríamos obtido a preferência dos consumidores nos principais negócios realizados no País. A escolha dos transportadores pela marca Mercedes-Benz nos permitiu crescer em todos os segmentos de veículos comerciais”, destaca Schiemer.

Participação
A Empresa alcançará 27% de participação no competitivo mercado de caminhões, cerca de 1 ponto percentual (pp) a mais ante os 26% de 2014. No segmento de ônibus, o market share será de 53,4% – próximo a 5 pp sobre os 48,8% do ano passado. Em relação aos comerciais leves (linha Sprinter e Vito), o percentual chegará a 24,7% – quase 3 pontos a mais ante os 22% do ano anterior.
Schiemer destaca, ainda, que independentemente do volume de unidades a serem comercializadas no País nos próximos anos, a Empresa não abrirá mão de ser Top of Mind em caminhões, ônibus e comerciais leves no País. Em 2015, a marca foi a mais premiada em veículos comerciais no mercado brasileiro, acumulando inúmeros prêmios, com base em pesquisas realizadas junto aos clientes e formadores de opinião do setor automotivo.

Prêmio
A Mercedes-Benz foi premiada neste ano como a melhor Central de Relacionamento em caminhões pela 6ª vez consecutiva, desde que esta categoria foi criada no Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, principal iniciativa de reconhecimento à qualidade do atendimento ao consumidor no País, além de “Empresa do Ano” pela 5ª vez consecutiva nesta premiação.
“É com foco na satisfação dos consumidores que a Companhia seguirá o lema As estradas falam e a Mercedes-Benz Ouve, se aproximando cada vez mais do mercado e trazendo para dentro da Empresa as solicitações e sugestões de melhorias dos clientes, transformando suas necessidades em soluções rentáveis para o transporte de cargas e de passageiros, declara Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Venda de Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs