Blog do Automóvel

Categoria: Concurso


16:27 · 14.06.2018 / atualizado às 16:27 · 14.06.2018 por

Programa é voltado para graduandos entre junho de 2019 a junho de 2020
A General Motors no Brasil está com inscrições abertas até o dia 22 de junho, para o seu Programa de Estágio. As oportunidades são para as áreas de vendas, marketing, pós-vendas, engenharia, comunicação, jurídico, GPSC, recursos humanos, entre outras. Com duração de até 2 anos, os estagiários serão responsáveis por projetos na área de atuação, e ainda haverá oportunidades de participar de ações desafiadoras dentro da General Motors. As inscrições devem ser feitas através do site www.careers.gm.com até o dia 22 de junho de 2018.

 

12:45 · 06.06.2018 / atualizado às 12:45 · 06.06.2018 por

A mais nova e mais avançada versão dos motores de 1,0 litro produzidos pela Volkswagen foi escolhida por um júri internacional
O motor de alta tecnologia com catalisador de quatro vias com filtro de partículas integrado atende à norma de emissão EU 6AG

O inovador 1.0 TSI do up! GTI1 foi escolhido International Engine of the Year 2018 (Motor Internacional do Ano 2018). Em outras palavras, o motor turbo de três cilindros conquistou um dos mais prestigiosos troféus no mundo da fabricação de motores. O prêmio foi concedido por um júri internacional constituído por jornalistas especializados. Para a edição deste ano, os especialistas examinaram motores divididos em 12 categorias, com o 1.0 TSI tendo que superar uma forte competição em sua categoria de cilindrada (abaixo de 1,0 litro) para vencer.
O propulsor da Volkswagen é um motor compacto, leve e de alta tecnologia. O motor de 85 kW / 115 cv movido a gasolina é o primeiro em sua categoria combinado a um catalisador de quatro vias e instalado no up!. Ele também vem com um filtro de partículas para gasolina. O tratamento posterior dos gases de escapamento aliado a itens inovadores no interior do motor permite que a fonte de força a bordo do up! GTI atenda ao novo padrão de emissões EU 6AG (Euro 6d-TEMP).
Uma visão detalhada do motor e do sistema de controle de emissões:
A versão 1.0 TSI do up! GTI, que começou a ser vendida na Europa este ano, é o mais novo membro da linha de motores EA211. O motor premiado de 999 cm³ possui um turbocompressor com válvula de alívio (wastegate), coletor de admissão com intercooler integrado e coletor de exaustão integrado ao cabeçote. A mistura de combustível é injetada diretamente nos cilindros sob uma pressão de 350 bar (muito elevada para um motor a gasolina).


Graças a esses itens, o motor leve e compacto de quatro válvulas por cilindro gera 115 cv entre 5.000 e 5.500 rpm. A partir de 2.000 rpm, o 1.0 TSI – que é equipado com dois eixos de comando de válvulas ajustáveis – transmite uma força de 200 Nm ao eixo de transmissão. O torque máximo permanece constante até 3.500 rpm.
Um objetivo-chave durante o desenvolvimento do novo TSI foi garantir o mínimo possível de emissões. Isto foi alcançado graças a inovações no interior do motor, como os novos injetores piezoelétricos de cinco orifícios, a alta pressão de injeção, um novo desenvolvimento do turbocompressor, novos pistões e um inovador sistema de pós-tratamento de emissões. A operação sustentável é assegurada dessa maneira graças às medidas adotadas no motor e no controle de emissões. Um elemento central do sistema de pós-tratamento das emissões é o novo catalisador de quatro vias com filtro de partículas de gasolina (OPF) integrado. O OPF reduz as emissões de partículas em 95%. Um segundo conversor catalítico de três vias, posicionado sob a carroceria, garante o cumprimento das exigências especificadas na norma EU 6AG – mesmo sob altas solicitações.


O padrão de emissões EU 6AG (Euro 6d-TEMP) inclui a medição de consumo de combustível de acordo com o novo Procedimento de Teste Mundial Harmonizado para Veículos Leves (WLTP) e o teste de Emissões de Condução Reais (RDE). As medidas são feitas em um dinamômetro e também em condições reais, na estrada.

11:55 · 22.02.2018 / atualizado às 11:55 · 22.02.2018 por

O Desafio InoveMob, realizado pelo WRI Brasil e Toyota Mobility Foundation, vai conectar participantes a gestores públicos e distribuir R$ 600 mil em prêmios para implementar as melhores soluções


Melhorar a mobilidade urbana, sobretudo o acesso a áreas de grande movimentação de pessoas, é um dos principais desafios das cidades contemporâneas. De acordo com dados do WRI Brasil, os brasileiros passam em média de dez a 15 dias ao ano presos no trânsito, o que além de causar estresse e redução da produtividade, colabora para o aumento das emissões de gases poluentes na atmosfera. Para estimular soluções inovadoras para esse problema, o WRI Brasil e a Toyota Mobility Foundation lançam hoje o Desafio InoveMob, que vai investir R$ 600 mil (US$ 200 mil) em subsídios para os melhores projetos de mobilidade urbana. A iniciativa visa selecionar soluções que promovam alternativas sustentáveis e inclusivas de deslocamento nas cidades. As inscrições ficam abertas até 9 de março, por meio do site www.desafioinovemob.org, onde também é possível acessar o edital do concurso.


Mas como inovações em mobilidade podem melhorar a conexão a áreas com intensa movimentação de pessoas? Voltado para empreendedores, pesquisadores e empresas de serviços em mobilidade, o Desafio InoveMob busca identificar soluções para o acesso aos chamados Centros de Atividades. Tratam-se de áreas ou edifícios de natureza e dimensão diversas que geram um número significativo de deslocamentos. Alguns exemplos são escolas, universidades, centros empresariais e esportivos, centros hospitalares e terminais de transporte coletivo.

Estudo ou trabalho

Até 80% dos deslocamentos nas cidades brasileiras são por motivo de estudo ou trabalho, segundo dados do WRI Brasil. Entre as características das propostas esperadas pelos organizadores estão o uso de tecnologias limpas, a promoção do compartilhamento de veículos, a contribuição para a acessibilidade de pessoas com deficiência, idosos e crianças e o fomento à equidade de gênero na mobilidade.
“É preciso proporcionar deslocamentos mais inteligentes, sustentáveis e de maior qualidade para as pessoas. As cidades que estiverem mais abertas a essa transformação serão mais competitivas e irão oferecer uma melhor qualidade de vida para seus habitantes agora e no futuro”, aponta Luis Antonio Lindau, Diretor do Programa de Cidades do WRI Brasil.
“Reconhecemos que o Brasil é um dos líderes na América Latina e está preparado para promover soluções de mobilidade inovadoras. As soluções mais robustas e duradouras são as que vêm dos inovadores que entendem as questões de mobilidade locais. Por isso, a Toyota Mobility Foundation e WRI Brasil firmaram uma parceria para criar esse desafio para inovadores em todo o Brasil”, diz Ryan Klem, diretor de Programas da Toyota Mobility Foundation.


Etapas do concurso
O Desafio terá 5 etapas, que serão realizadas ao longo de 2018. Após o fim das inscrições, o júri vai selecionar 12 projetos semifinalistas, cujos responsáveis participarão de oficinas de capacitação. Suas propostas serão então apresentadas aos gestores dos municípios que deverão declarar seu interesse em receber as iniciativas. Cada semifinalista deverá conquistar ao menos um “embaixador”, que pode ser um prefeito ou representante de uma secretaria diretamente relacionada ao projeto.
A partir daí, serão selecionados cinco finalistas para executarem o projeto-piloto. Cada um deles receberá um apoio financeiro de cerca de R$ 60 mil (US$ 20 mil) para a implementação do piloto, além de contar com mentorias de especialistas ao longo dessa etapa. Os projetos-piloto devem ser implantados entre agosto e novembro de 2018 e ficarão em operação por pelo menos oito semanas.
Em dezembro de 2018, o júri vai escolher o projeto vencedor, que receberá um apoio financeiro de cerca de R$ 300 mil (US$ 100 mil). O responsável vai trabalhar em conjunto com os organizadores do concurso para dar escala e implementar sua solução em outros centros de atividades e municípios brasileiros.
Outros concursos pelo mundo
Realizado pela primeira vez no Brasil, o Desafio é um dos vários concursos promovidos pela Toyota Mobility Foundation em todo o mundo. Atualmente, a organização também está à frente do Desafio de Mobilidade Ilimitada (Mobility Unlimited Challenge), que recebe inscrições de ideias inovadoras que busquem melhorar a mobilidade de pessoas com paralisia. A meta é ter um protótipo desenvolvido pelo vencedor até 2020. WRI Índia e Toyota Mobility Foundation realizam juntos um concurso na Índia chamado Station Access and Mobility Program (STAMP). O programa busca soluções de acesso à rede de metrô da cidade de Bangalore para incentivar o uso do transporte coletivo.


Sobre a Toyota Mobility Foundation
A Toyota Mobility Foundation (TMF) foi fundada em agosto de 2014 para estimular o desenvolvimento de uma cidade com mais mobilidade. A Fundação tem o objetivo de apoiar sistemas de mobilidade robustos, eliminando os desequilíbrios vistos nessa área. Com a expertise da Toyota em tecnologia, segurança e meio ambiente, a TMF trabalha em parceria com universidades, governos, organizações não-governamentais, instituições de pesquisa e outras empresas na busca de soluções para a mobilidade em todo o mundo. Os programas visam encontrar soluções para problemas de transporte urbano, ampliar o uso de mobilidade pessoal e desenvolver soluções para a mobilidade da próxima geração.
A TMF é vinculada diretamente à matriz japonesa da Toyota. Suas atividades no Brasil e o Desafio Inovemob não possuem ligação com a Toyota do Brasil ou com a Fundação Toyota do Brasil.
Sobre o WRI Brasil
O WRI Brasil é uma organização sem fins lucrativos, focada em pesquisa e aplicação de metodologias, estratégias e ferramentas voltadas às áreas de clima, florestas e cidades. Atua em estreita colaboração com as lideranças locais, para proteger o meio ambiente e criar soluções que contribuam para a prosperidade do Brasil de forma inclusiva e sustentável. O WRI Brasil faz parte do World Resources Institute (WRI), organização global de pesquisa, presente em mais de 50 países, com escritórios no Brasil, China, Estados Unidos, México, Índia, Indonésia, Europa e África.
Porta-vozes
Luis Antonio Lindau
Diretor do WRI Brasil, Luis Antonio Lindau é formado em Engenharia Civil pela UFRGS, com pós-doutorado na University College London, e é Ph.D. em Transportes pela Universidade de Southampton. É autor de mais de 200 capítulos de livros e artigos publicados em revistas científicas e atas de conferências nacionais e internacionais, e já apresentou mais de cem palestras para os setores público e privado, no Brasil e no mundo, abordando temas como transporte urbano, segurança viária e sustentabilidade do transporte. Lindau também é um dos fundadores da ANPET, Associação de Pesquisa e Ensino em Transportes, da qual foi presidente por dois mandatos seguidos (2002-2006). Em 1995, implementou o LASTRAN, o Laboratório de Sistemas de Transporte da Escola de Engenharia da UFRGS, onde, de meados da década de 1980 até 2015 ministrou aulas, coordenou projetos de pesquisa e orientou teses em Engenharia de Transportes. De 2006 a 2012, foi membro do Comitê de Transportes dos países em desenvolvimento (ABE90) do Transportation Research Board (TRB), e de 2003 a 2006 integrou o Conselho Diretor da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP).
Guillermo Petzhold
Especialista de Mobilidade Urbana, com foco em gestão de demanda de viagens, Guillermo é formado em Engenharia Civil e Mestre em Engenharia de Transportes pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Entre suas áreas de especialidade estão a análise de dados de sistemas de transporte coletivo, implementação e preparação para o início de operação de sistemas BRT e o desenvolvimento e a avaliação de projetos de mobilidade urbana sustentável.

12:04 · 31.01.2018 / atualizado às 12:04 · 31.01.2018 por

Faltando pouco mais de 130 dias para o início da Copa do Mundo FIFATM, que acontece na Rússia entre 14 de junho e 15 de julho, a Hyundai lança nesta quinta-feira (1) campanha nacional em seus canais digitais com o objetivo de incentivar ainda mais os brasileiros a participar do concurso “Be there with Hyundai” (“Esteja lá com a Hyundai”, em tradução livre), que vai escolher a frase para estampar o ônibus do Brasil no torneio


A iniciativa é promovida pela Hyundai para fãs de futebol do mundo todo desde o mundial de 2006. Para a Copa deste ano, a participação foi aberta aos torcedores das 32 seleções classificadas em 4 de dezembro do ano passado e vai até 28 de fevereiro. Em 16 de abril, três finalistas para cada país serão anunciados. Uma votação aberta ao público pela internet vai escolher os ganhadores em 14 de maio.
“Com esse concurso, damos o pontapé inicial às diversas ativações que iremos promover no Brasil antes e durante o mundial, envolvendo torcedores, clientes e potenciais compradores dos nossos produtos”, afirma Angel Martinez, diretor-executivo de Vendas, Marketing e Pós-venda da Hyundai Motor Brasil. “Além de divulgarmos esta ação exclusiva, que já se tornou uma tradição no mundo todo, reforçamos o patrocínio da Hyundai à Copa do Mundo FIFATM”, completa.
As frases selecionadas estarão presentes em cada um dos ônibus que serão utilizados durante a Copa do Mundo FIFA 2018® para transportar os jogadores das seleções participantes. Os criadores dos slogans vitoriosos ganharão uma viagem para a Rússia com direito a acompanhante e assistirão a um dos jogos da sua seleção, fazendo parte da comitiva que vai do hotel até o estádio. Aqueles que ficarem na segunda e terceira colocações receberão brindes oficiais.
A campanha acontece no site da Hyundai Motor Brasil (www.hyundai.com.br), no Facebook (www.facebook.com/hyundaibr) e no Instagram (www.instagram.com/hyundaibr).
Hyundai Motor e FIFA
Desde que assinou o contrato em 1999 para patrocinar as competições da FIFA, a Hyundai Motor tem sido a parceira oficial das Copas do Mundo da FIFA™ em 2002, 2006, 2010 e 2014, bem como de outros torneios da FIFA, com sucesso. Em 2010, a empresa ampliou seu contrato de patrocínio estratégico com a FIFA para cobrir as Copas do Mundo de 2018 e 2022.

10:06 · 03.06.2015 / atualizado às 10:06 · 03.06.2015 por

253192_502188_site_pajero_viewsAté 18 de junho você pode concorrer a uma viagem para Argentina a bordo de um Pajero. Para participar, os internautas deverão postar fotos na rede social com #PajeroViews no texto. Além disso, devem responder à pergunta: “o que você gostaria de ver da janela do seu Pajero?”. Mas, antes, o internauta deve entrar no site www.pajeroviews.com.br, preencher o formulário com seus dados.

253192_502183_insta_mitO autor da melhor foto ganhará uma viagem na Expedição Mitsubishi, e percorrerá mais de 2.000 km a bordo de um Pajero pela Cordilheira dos Andes e Desertos Argentinos. O vencedor poderá ainda levar um acompanhante na viagem.

A Expedição Mitsubishi foi criada para amantes de aventura e desbravadores de novos lugares. Ela passará por cidades incríveis, terá paradas em hotéis de alto padrão e visitará restaurantes renomados da região. O evento acontecerá entre os dias 12 e 18 de julho de 2015

A campanha foi inspirada na nova campanha da marca: “Pajero. One million views. One car”. Segundo o diretor de marketing da Mitsubishi Motors, Fernando Julianelli, a intenção é que os internautas escolham suas paisagens favoritas e contem o que mais gostam de ver quando viajam de carro. “O prêmio do concurso cultural vai encantar quem gosta de apreciar cenários únicos”, comenta.

16:40 · 14.01.2015 / atualizado às 15:41 · 14.01.2015 por

Os financiamentos de veículos no Brasil no acumulado de 2014 somaram 6.392.797 unidades, sendo 3.159.915 unidades novas e 3.232.882 usadas. O volume representa uma queda de 5,4% em relação ao ano de 2013. Considerando o mês de dezembro, as vendas financiadas totalizaram 624.567 veículos, aumento de 15,9% em relação a novembro e queda de 0,3% na comparação anual. Os números levam em consideração automóveis de passeio, motos e pesados.
O levantamento é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

10:21 · 01.09.2014 / atualizado às 10:21 · 01.09.2014 por

* Neste ano, os participantes poderão enviar seus desenhos também por correspondência
* Crianças e jovens concorrem a prêmios e viagem ao Japão

toyotaart
O Toyota Dream Car Art, concurso infantil de desenho, que pode levar vencedores para o Japão chega a sua terceira edição no Brasil neste semestre. A ação, realizada pela Toyota do Brasil, com o apoio da Fundação Toyota do Brasil, promete agitar crianças e adolescentes entre quatro e 15 anos de todo o País para desenharem o carro de seus sonhos. Os interessados poderão efetuar a inscrição pela internet, acessando o endereço: www.toyotadreamcar.com.br a partir de 1º de outubro. Neste ano, os participantes poderão entregar seus trabalhos também por correspondência no endereço descrito no site ou em qualquer concessionária Toyota no Brasil.
O concurso com o tema “O carro dos sonhos” objetiva estimular a criatividade e trabalhar a educação no trânsito junto aos jovens. O concurso irá premiar vencedores em três categorias por faixa etária: de quatro a sete anos, de oito a 11 anos e de 12 a 15 anos.
Dividido em duas etapas – nacional e internacional -, o concurso selecionará os três melhores desenhos de cada categoria. Na etapa nacional, os vencedores ganharão tablets, iPod®, vídeo games e câmeras fotográficas. Além disso, representarão o Brasil na etapa internacional, concorrendo com representantes de 84 países em que a Toyota está presente. Os vencedores dessa etapa irão ao Japão para conhecer a matriz da empresa.

 

Desenho de criança na edição passada
Desenho de criança na edição passada

As inscrições estarão abertas a partir de 1º de outubro de 2014. Mais informações e o regulamento completo do concurso estão disponíveis no site: www.toyotadreamcar.com.br.

 

Crianças colocam a criatividade em ação
Crianças colocam a criatividade em ação

Sobre o Toyota Dream Car Art Contest
O concurso cultural, realizado pela Toyota do Brasil, com o apoio da Fundação Toyota do Brasil, foi criado em 2004 pela Toyota Motor Corporation e conta com a participação de 84 países onde estão localizadas as afiliadas da empresa.
No Brasil, a primeira edição do projeto foi destinada exclusivamente, para crianças e adolescentes de seis a quinze anos, estudantes da rede pública de ensino das cidades onde a Toyota possui operações: Indaiatuba (SP), Sorocaba (SP), Guaíba (RS) e São Bernardo do Campo (SP). A partir da segunda edição, as inscrições foram abertas para todas as crianças residentes em território nacional.

toy4

 
Fundação Toyota do Brasil
Criada em abril de 2009, a Fundação Toyota do Brasil completa cinco anos de atividades, focadas na preservação ambiental e formação de cidadãos. Além das novas iniciativas surgidas com a sua criação, a Fundação Toyota do Brasil também unificou e ampliou todos os projetos de responsabilidade social já em andamento, que estavam sob a responsabilidade da montadora Toyota do Brasil.
A Fundação Toyota do Brasil agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). Essas iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.
Para saber mais informações, visite o site da Fundação Toyota do Brasil na internet www.fundacaotoyotadobrasil.org.br

16:41 · 02.05.2014 / atualizado às 16:41 · 02.05.2014 por

Com um prêmio de R$ 100 mil, seria bem pensado comprar um carro antigo folheado a ouro? Esta é a pergunta que a Consul leva, entre os dias 4 e 13 de maio, aos moradores da capital cearense. O Shopping Iguatemi Fortaleza será palco de uma ação para anunciar a promoção nacional Consul Escolha Bem Pensada. Os visitantes poderão interagir com um carro antigo customizado em dourado. Para participar da promoção e concorrer ao prêmio, os interessados devem registrar a nota fiscal de compra de qualquer produto da marca no site www.escolhabempensada.consul.com.br até o dia 16 de maio. A ação acontece das 10h às 22h. O Shopping fica na Av. Washington Soares, 85, Água Fria.

11:09 · 18.12.2013 / atualizado às 11:10 · 18.12.2013 por

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ontem (17/12) que o governo vai manter o cronograma que prevê a obrigatoriedade de fabricação de 100% dos veículos nacionais, a partir de 2014, com airbag e freios ABS como itens obrigatórios

 

airbag
O ministro esteve reunido nesta terça com montadoras e sindicatos. Também foram discutidas outras questões, como o problema de exportações para a Argentina, perspectivas para 2014, recomposição das alíquotas de IPI e preocupação com emprego nessa indústria, principalmente nas autopeças.
Primeiro, o ministro afirmou que não deve ser adiada a introdução dos itens de segurança. Em seguida, confirmou que o calendário para implantação dos itens de segurança não muda. “Não vamos modificar o calendário do Contran, 100% dos automóveis terão de ter ABS e airbag.”
Mantega disse ainda que as empresas vão se comprometer a absorver os trabalhadores que podem ser demitidos por conta da mudança. “Vão promover absorção de trabalhadores dentro da própria fábrica ou mesmo outras fábricas se comprometeram a ajudar, minimizando o problema maior, que fica nas autopeças.”

Kombi
A produção da Kombi pode ganhar uma sobrevida de até três anos. O veículo deve ser a única exceção na regra que prevê a partir de 2014 a obrigatoriedade de instalação de ABS e airbags como itens de fábrica em todos os automóveis. “É um produto que não tem concorrente e não tem como se adaptar. Este é o maior problema que identificamos porque a Kombi será extinta e é onde haverá mais demissões. Vai ser estudado, não há decisão, podemos criar uma excepcionalidade”, afirmou. Segundo Mantega, até o momento, todas as empresas concorrentes concordaram com essa exceção, mas a decisão ficará para a próxima semana.
No encontro desta terça com representantes do setor automotivo, o ministro afirmou que também se discutiu a possibilidade de se facilitar entrada de carros elétricos no País. “Mas temos ainda de estudar isso. Não há nenhuma decisão.”

Rastreabilidade x desemprego
O ministro afirmou que a questão da “rastreabilidade” de autopeças, prevista no programa Inovar-Auto, irá minimizar o problema do desemprego nesse setor. “Isso vai aumentar a produção nacional e haverá compensação pela desativação de linhas antigas”, afirmou.
Outra medida pode ser a redução de imposto de importação, temporariamente, para peças que não tenham similar nacional. Segundo o ministro, essas e outras questões serão estudadas e será apresentado um conjunto de soluções na próxima segunda-feira, 23, quando haverá nova reunião entre governo e representantes do setor.
Em relação à recomposição das alíquotas de IPI, Mantega afirmou que o governo não voltará atrás e que o imposto vai subir mesmo, pois essa não é uma solução para o setor. Também foi formado um grupo de trabalho entre governo e setor privado para discutir a questão das exportações para a Argentina e medidas para que a indústria automobilística possa manter sua competitividade no próximo ano.
“No ano em curso, tivemos bom desempenho da produção, que vai crescer sobre 2012, mas temos de assegurar que, em 2014, a produção seja maior que em 2013. Para isso, precisamos exportar. O câmbio vai estar mais favorável, mas temos de continuar aumentando competitividade da indústria brasileira.”
Fonte: AE

19:00 · 11.11.2013 / atualizado às 19:00 · 11.11.2013 por

China recupera a primeira posição em vendas de veículos em setembro
Brasil cai para a 5ª posição no mês. Mas se mantém em 4º lugar no acumulado

Flag of the People's Republic of China

A China recuperou a primeira posição no mês com crescimento significativo de 22,4%, segundo informou a JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, em seu release mensal com os dados de veículos vendidos mundialmente em setembro de 2013. No acumulado de janeiro a setembro, o gigante chinês obteve aumento de 18% se comparado ao mesmo período do ano passado. Os EUA, agora em segundo lugar, apresentaram queda nas vendas de 4,4% em relação a setembro de 2012. O Japão mantém a terceira colocação crescimento de 17% no mês, porém, queda de 4,9% no acumulado do ano.
Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.
A Grã-Bretanha subiu para a quarta posição com 446.202 unidades de carros e de comerciais leves vendidas em setembro, recorde de vendas desde a crise econômica há cinco anos. Este aumento significativo nas vendas em setembro ocorreu devido ao período de renovação das licenças dos veículos. O Brasil segue em quinto lugar com aumento de 5,9% nas vendas do mês, porém queda de 1,1% no acumulado do ano em comparação a 2012. Ainda assim, o Brasil é o 4º no acumulado.
Apresentando retração nas vendas, a Alemanha, Russia e Índia, na sexta, sétima e oitava colocações obtiveram queda de 0,8%, 4,9% e 5,3%, respectivamente. A França ficou em nono lugar com alta de 2,2% no mês em relação a setembro de 2012. Ainda entre os dez maiores mercados está o Canadá com aumento de 4,0% no mês e 3,6% no acumulado de janeiro a setembro, respectivamente.

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs