Blog do Automóvel

Categoria: Design


14:33 · 27.12.2017 / atualizado às 14:33 · 27.12.2017 por

O Ford Mustang inspira entusiastas em todo o mundo e muitos deles querem mais do que dirigí-lo. Pensando nisso, os dinamarqueses Christian Mygh e Jonathan Kamstrup, da REC Watches, desenvolveram relógios artesanais feitos com peças recicladas de Mustangs clássicos

Com muito amor e criatividade, eles garimpam veículos sucateados e reaproveitam o material da carroceria para criar peças únicas. Com um só carro é possível produzir centenas de relógios, custando em torno de U$1.500 – veja o vídeo.
Eles também fazem relógios totalmente personalizados por encomenda com peças fornecidas pelos clientes. Um deles é o famoso piloto Vaughn Gittin Jr., que usa no pulso um relógio com fibra de carbono reciclada do seu Ford Mustang RTR de 700 hp da World Drift Series.
“Onde a maioria das pessoas só veria uma pilha de metal, o fantasma de um Mustang, nós enxergamos algo completamente diferente – a alma de um carro e uma história que precisa ser contada”, diz Mygh. “Eu não estou cortando Mustangs. Eu estou trazendo Mustangs que não podem mais ser reparados de volta à vida como um relógio.”


Para garantir que essas histórias continuem a ser contadas a REC Watches pesquisa meticulosamente o passado de cada veículo, conversando com seus antigos proprietários, além de reunir histórias e imagens da sua vida em um vídeo personalizado.
Cada relógio traz o número de identificação do veículo, o seu ano de fabricação e aspectos clássicos de design do modelo. Um mostrador redondo, parecido com um marcador de combustível, indica o nível de carga da bateria. Os ponteiros, a data e os números também são inspirados no emblemático painel de instrumentos do carro.


A equipe já encontrou grandes raridades, como um Mustang Raven Black 1966 descoberto na Suécia que serviu de base para a edição limitada P51-04, de 250 relógios.
Lançado em 1964 e batizado em homenagem ao avião de combate da Segunda Guerra Mundial, o Mustang tornou-se um clássico instantâneo com seu estilo radical e desempenho agressivo. Ele consolidou seu status de superastro ao protagonizar o filme “Bullitt” em 1968, com Steve McQueen, além de uma série de outros filmes e músicas. O Ford Mustang atual mantém viva a emoção com o desempenho do poderoso motor V8 de 466 cv.

10:03 · 07.10.2015 / atualizado às 10:03 · 07.10.2015 por

2D8A6046cgNo Salão Duas Rodas, cuja apresentação ao público começa hoje e vai até 12 de outubro, em São Paulo, a Honda apresentou O PCX 2016, que chega com nova carenagem, novo painel de instrumentos, faróis de led e nova lanterna com seta integrada, deixando o modelo mais robusto.

Outras novidades são: novo formato de banco, tomada 12V com entrada USB no porta luvas e compartimento para instalação do baú, o que permite fixar a peça sem necessidade de furar a carenagem.

Na parte mecânica o novo PCX 150 traz nova suspensão e recalibração do motor, que passou de 152,9 cc para 149,3 para atender a nova lei do Promot 4, que entra em vigor em janeiro de 2016.

A transmissão automática CVT e o sistema start-stop, que desliga o motor em paradas continuam equipando o scooter. O PCX 2016 está disponível em duas versões de acabamento e custa a partir de R$ 10,3 mil.

 

10:07 · 07.08.2015 / atualizado às 10:07 · 07.08.2015 por

Nova imagem.11

Alguns meses após a Strasse, importadora oficial da Brabus trazer para o Brasil o SUV mais potente visto por aqui – o G63 BRABUS 700 com 7000hp, a empresa agora irá trazer o primeir S63 Brabus 760. O modelo a circular no país tem entrega prevista em agosto de 2015 e parte de US$ 640 mil dólares. Sim, é isso mesmo que você leu!

Se o valor do G63 Brabus 700 começava na casa dos US$565.000 mil, o patamar do S63 Brabus 760 está um pouco mais acima. Partindo dos US$640 mil, o modelo é equipado com motor V8 biturbo 760hp e 1100Nm de torque, limitados eletronicamente – o torque real do motor passa dos 1200Nm, fazendo assim este “monstro” ir de 0 a 100km/h em 3,7 segundos. A velocidade máxima é 325Km/h, limitada eletronicamente, pois existe potência de sobra para passar dos 350km/h , diz Julico Simões, que representa a Brabus no Brasil.

Nova imagem.13
O carro vem de série com suspensão regulável, rodas 20″ ou 21” forjadas e mais resistentes, pneus mais largos, de perfil mais baixo, para melhorar a dirigibilidade, sistema de exaustão valve-controled que faz com que, ao toque de um botão, seja possível abrir ou fechar válvulas internas no duto do escapamento, deixando o ronco do motor mais esportivo ou mais discreto.

Spoiler dianteiro, entradas de ar, difusor traseiro, aerofólio, saias laterais, tudo feito com fibra de carbono, nobre e leve material são de série e fazem parte do pacote aerodinâmico conferindo belíssimo e exclusivo visual do exterior. No interior, detalhes que vão desde os pinos de porta Brabus até os pedais de alumínio, soleiras iluminadas, tapetes e paddle shifts Brabus Race completam o pacote.

Nova imagem.12
Tudo fica muito mais interessante quando se abre o capô. Imediatamente são visíveis os dutos banhados a ouro no motor, os dutos de fibra de carbono e a capa do motor toda em carbono. O ouro, que ja foi utilizado pela Mc Laren em um carro de rua do inicio da década de 90, e hoje é utilizado em linha somente pela Brabus em seus motores, não é mera extravagância. Apesar de seu altíssimo custo, nenhum outro material dissipa melhor o calor. Portanto, o uso do ouro passa a ser de extrema funcionalidade, considerando a alta potência do motor. Os dutos e outras partes de carbono, por sua vez, completam o pacote dando mais leveza ao conjunto.

O primeiro modelo a circular por aqui, com entrega prevista para agosto de 2015 é preto. Todos os componentes são manufaturados em OEM Quality, enquanto os motores têm garantia de dois anos ou 100.000 km. Clientes que já tenham um Mercedes de até 12 meses também pode levar para a Brabus fazer conversão.

09:58 · 24.04.2015 / atualizado às 09:58 · 24.04.2015 por

Mitsubishi-Lancer-2015 (6)

Para quem é fã da marca japonesa, o Lancer deve uma reestilização há certo tempo. Mas uma declaração recente revela que a Mitsubishi apresentará o sedan ainda em 2015. Em uma entrevista para o site australiano Motoring, o chefão de marketing da Mitsubishi, Tony Principe, confirma a chegada do sedan renovado.

O profissional se recusou a oferecer detalhes, mas afirma que a renovação trará mudanças significativas. Pouco se sabe sobre o que o modelo poderá oferecer, mas estima-se que a nova identidade visual da marca, apresentada no novo Outlander, deve ser integrada ao sedan.

É bom salientar que apenas que o sedan será renovado, mas não na versão esportiva Evo, que já teve até a edição de despedida apresentada pela Mitsubishi e cujas vendas começaram no Japão.

A atual geração do sedan foi revelada em 2007, durante o Salão Internacional de Detroit, chegando ao mercado pouco depois. No Brasil, o Lancer foi nacionalizado em 2014, e está sendo fabricado no Complexo Industrial de Catalão (GO). Consultada, a Mitsubishi do Brasil disse apenas que não tem nenhuma informação sobre o Lancer reestilizado.

14:52 · 26.02.2015 / atualizado às 14:52 · 26.02.2015 por

PassatCC2abre1

Que tal um sedan com ares de cupê? Assim é o CC que aportou por aqui em 2009 e já começa a sentir o peso do tempo. Isso apesar de toda atualização que recebeu em 2013. Para quem é fã do modelo, uma boa notícia está a caminho:  seu sucessor já está sendo projetado e por enquanto é só esboços. Porém, mais novidades serão apresentadas no Salão de Genebra, na Suíça, na semana  que vem.

Com o novo CC, a marca alemã deseja distanciar o modelo do sedan Passat, no qual é baseado. Ele trará estilo único, entre-eixos maior e acabamento mais refinado. Como podemos notar nos esboços, a Volkswagen aposta em um visual mais rebuscados, finos,  com as linhas dos faróis frontais sendo continuadas pela grade horizontal.

Como o modelo atual, o novo CC compartilhará diversos itens com o Passat feito na plataforma modular MQB. Isso significa que designers serão capazes de integrar novas tecnologias como motores elétricos, sistema autônomo e cluster digital. Quando o novo CC chegar (talvez ao fim de 2016), deve trazer novo câmbio automático DSG de dupla embreagem de dez marchas. Entre outras novidades, a marca diz que o carro terá um sistema de tração integral inovador, empurrado pelo motor sobrealimentado a gasolina e um par de elétricos.

abre_2_8

10:22 · 23.02.2015 / atualizado às 10:22 · 23.02.2015 por

2010-Yamaha-V-MaxVMX17d

Neste mês, a Yamaha VMax, um modelo com corpo de custom, ciclística de naked esportiva e potência quase incontrolável, faz 30 anos. Sobre o modelo, um dos maiores responsáveis pelo sucesso foi o motor V4 de 1.200 cc, herdado da touring Venture Royale. Na época, ele era capaz de gerar 143 cv de potência, nada tão absurdo, mas proporcionava aceleração impressionante ao empregar nos primeiros giros, quase a totalidade dos 8,5 kgfm de torque.

Para seu sucesso, o visual diferente, único, também contribuiu: caracterizada em todas as gerações pelas entradas laterais em formato de cornetas, a VMax mudou pouco no decorrer dos anos. Embora alguns detalhes tenham sido alterados nas reestilizações – tais quais pintura, cor das rodas e elementos mecânicos como garfo da suspensão e pistões extras inseridos nas pinças do freio dianteiro –, os traços ficaram praticamente inalterados entre 1985 e 2007, quando a VMax original deixou de existir.

Em 2005, a Yamaha apresentou no Salão de Tóquio um ousado conceito de power cruiser que, muito provavelmente, chegava para substituir a velha VMax. “Parrudo” e com linhas futuristas, que incluíam dois escapes duplos, o protótipo mantivera do projeto original apenas as tradicionais entradas de ar ao lado do tanque e o motor “V4”, porém aumentado para 1.700 cc. Após três anos de suspense, a marca japonesa enfim confirmou aquele conceito como sendo a nova geração da VMax (já sem o hífen) em 2008, lançando o modelo no ano seguinte.

A nova VMax chegou ao mercado praticamente inalterada em relação ao conceito, e trouxe novidades como o tanque abaixo do assento e com bocal escondido. O novo propulsor agora rende até 200 cv de potência (a 9.000 rpm) e 17 kgfm de torque (a 6.500 giros). Para manter o espírito de moto “crua” e arisca, controle de tração e outras assistências ficaram de fora da lista de equipamentos. Só o sistema ABS (antitravamento) nos freios foi incorporado.

Brasil no mapa

Em 2013, a Yamaha decidiu colocar o Brasil na rota da VMax e anunciou a importação de um lote com 14 unidades. Todas foram vendidas. O modelo continua na linha de produtos da montadora para o mercado brasileiro, pelo preço de R$ 99.000, e mostra que sempre há espaço para a força bruta no mundo das duas rodas.

10:16 · 11.02.2015 / atualizado às 10:16 · 11.02.2015 por

29117

A Nissan mostra mais imagens da versão conceitual do crossover Kicks, cuja versão de produção será lançada na época da abertura dos Jogos Olímpicos, em junho de 2016. Como patrocinadora da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, o carro vem pintado de branco e vermelho. Agora o mais importante é antecipado por uma fonte: o novo conceito antecipa as linhas do para-choque dianteiro do futuro SUV. Os recortes que marcam a parte de baixo da peça estarão presentes do carro de produção.

Outros itens ficam por conta da grade dianteira, das lanternas traseiras e dos detalhes das proteções emborrachadas dos para-lamas, que se prolongam pelas laterais do carro. Itens como espelhos retrovisores, rodas e faróis ainda fazem parte de um pacote exclusivo do protótipo.

18:57 · 19.05.2014 / atualizado às 18:59 · 19.05.2014 por

A Troller inicia a fase de pré-lançamento de um dos veículos mais aguardados do mercado brasileiro. O Novo Troller T4 começa a ser revelado aos poucos e, como apresentação, ganhou um site oficial que pode acessado no www.troller.com.br/novotroller.
Esta é uma das primeiras ações de lançamento do utilitário que promete empolgar o público off-road e fãs do modelo brasileiro muito querido. Ele vai chegar modernizado, com novo design e novas características técnicas.

TROLLER

Silhueta
O site mostra a silhueta de como será o Novo Troller T4, previsto para chegar ao mercado no segundo semestre deste ano. O utilitário aparece envolvido numa aura de expectativa, em seu principal ambiente: uma trilha na mata. A página do Novo Troller T4 conta com uma área onde é possível se cadastrar para receber, por email, informações antecipadas sobre o utilitário e acompanhar todas as fases do seu lançamento.
Ela será abastecida com novidades e informações que criam expectativa sobre o lançamento. O objetivo é utilizar o ambiente digital para interagir com os fãs e adeptos do off-road.
“O Novo Troller T4 é a maior evolução já feita na linha e o seu lançamento é muito esperado. Queremos dar algumas informações a este público movido pela emoção e desafios”, resume Carla Freire, supervisora de Marketing da Troller.

Confira na coluna AUTO STOP da próxima quarta, no caderno AUTO, do DIÁRIO DO NORDESTE, mais novidades sobre o T4.

11:43 · 06.11.2013 / atualizado às 11:43 · 06.11.2013 por

Para concorrer com Volkswagen CrossFox, Hyundai HB20X, Sandero Stepway e Gol Rallye, a Toyota acaba de lançar a versão aventureira do Etios. Seu nome de batismo: Etios Cross

ECROSS

 

A partir do dia 18 de novembro já estará nas concessionárias da marca. Disponível na carroceria hatchback do compacto e com itens exclusivos de aparência e equipamentos de série, a expectativa de vendas é de 300 unidades por mês. Seu preço será R$ 45.690. A base do modelo é a versão top do hatch, XLS, que custa R$ 3 mil a menos. No próximo dia 12, pela manhã, executivos da Toyota estarão na concessionária Newland, onde vão dar mais detalhes sobre o veículo.

ECROSS2
O motor é o mesmo 1.5 litros, 16V, Flex, com potência de até 96,5 cv (etanol). A transmissão é manual de cinco velocidades. O Etios Cross é equipado com direção eletroassistida progressiva, o que o torna confortável ao dirigir, com excelentes raio de giro (4,8 m) e ajuste de suspensão, proporcionando máximo conforto no uso diário.

ECROSS5
O interior do carro é “Total Black”, além de novos elementos que proporcionam visual moderno e aventureiro. Na dianteira, o Etios Cross apresenta desenho arrojado com grade em filete único, entrada de ar mais larga em relação à versão convencional do compacto e para-choque mais largo e sobressaltado à carroceria, ambos na cor preto fosco, unidos por peça em formato trapezoidal, com protetor de vincos proeminentes em prata. Completam o conjunto dianteiro, os faróis com máscara negra que se estendem até a grade frontal e as luzes de neblina acopladas ao para-choque, com molduras também na cor prata.
A moldura preta que desenha o para-choque dianteiro está presente em toda a lateral do veículo, e traz o nome da versão gravada em baixo relevo. O Etios Cross ganhou ainda luz de seta nos retrovisores externos, que são revestidos com uma capa na cor da carroceria. As rodas de liga leve com acabamento exclusivo em tom preto e prata e raios mais largos, em comparação com as rodas que equipam a versão XLS do compacto, reforçam sua robustez.
ECROSS3

O adorno em plástico de engenharia proeminente do para-choque dianteiro e da moldura lateral continua pela traseira do veículo. A base da tampa do porta-malas também recebeu os mesmos adereços estéticos, enaltecendo o caráter aventureiro do modelo, e conta ainda com a identificação da versão no plástico acoplado à carroceria. O protetor do para-choque em prata fosco transmite sensação de robustez e completa o desenho da traseira.
O Etios Cross traz também barras longitudinais no teto, em tom prata, que podem ser utilizadas para o transporte de bagagens de até 50 kg.
No interior, o Etios Cross mostra a mesma sofisticação da linha 2014, com o painel Total Black, utilizado em veículos de categoria superior, velocímetro e tacômetro com grafia Black & Blue, garantindo melhor visualização, maçanetas em prata fosco, travamento das portas e acionamento elétrico dos vidros. O modelo está equipado com sistema de áudio Double DIN com design moderno, que integra rádio AM/FM, CD player e entrada USB, traz novos botões prateados do comando do ar-condicionado, detalhes prateados nos difusores do ar-condicionado e também na manopla do câmbio. O volante esportivo de base reta, com acabamento em couro e costura diferenciada, possui o controle do sistema de áudio integrado.
O revestimento Sport Comfort nos bancos ganhou costura branca e apresenta o nome do veículo gravado em alto relevo no encosto dos assentos dianteiros.
Outra novidade do Etios Cross é o acionamento elétrico para os retrovisores externos como item de série.
ECROSS4

Consumo
Assim como os demais modelos da linha Etios, o Etios Cross apresenta excelente consumo de combustível, de 12,4 km/l na cidade, com uso de gasolina, e 8,5 km/l, a etanol. Na estrada, os dados de consumo são 13,4 km/l e 8,9 km/l, com gasolina e álcool, respectivamente. O porta-malas do Etios Cross tem capacidade de 270 litros, com acesso facilitado pela baixa altura do assoalho e à ampla abertura da tampa traseira. O Etios Cross será vendido nas cores branco, preto, cinza, azul, prata, vermelho e amarelo.

Ficha Técnica

Motor: 1.5 litros, 16v, flex
Potência: 95,6 cv
Transmissão: manual, 5 velocidades
Porta-malas: 270 litros
Preço: R$ 45.690

10:58 · 06.11.2013 / atualizado às 10:58 · 06.11.2013 por

O novo Jaguar F-TYPE cupê – veículo mais dinâmico e com mais foco em performance já produzido pela marca britânica – será apresentado pela primeira vez ao público no próximo dia 19, durante um evento exclusivo realizado na véspera do Salão do Automóvel de Los Angeles. Com estrutura completamente produzida em alumínio, o F-TYPE cupê é resultado do desenvolvimento do conceito C-X16, apresentado pela primeira vez no Salão de Frankfurt, em 2011. O modelo chega para completar a linha F-TYPE, que atualmente conta com a versão conversível, vencedora do “World Car Design of the Year”.

Jaguar_F-TYPE_Coupe
Para Ian Callum, diretor de design da Jaguar, “o sucesso gerado quando revelamos pela primeira vez o conceito C-X16 foi muito grande. A revelação da versão cupê do F-TYPE em Los Angeles se dá em um momento extremamente significante”.
“A reação positiva por parte do público com o lançamento do F-TYPE conversível nos impressionou muito. A criação de uma versão cupê do modelo tornou-se um processo natural em que, tenho certeza, complementará perfeitamente o sucesso que o modelo já possui em inúmeros países”, complementa o executivo.

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs