Busca

Categoria: Ducati


04:26 · 15.09.2018 / atualizado às 15:31 · 14.09.2018 por

Fruto de um projeto inovador da Ducati, de estilo autêntico e assinatura versátil, a Supersport S é perfeita para o uso urbano, confortável para viagens e surpreendente no track day


Tem como característica principal a posição mais ergonômica e relaxada para o piloto e também para o passageiro. De visual leve e compacto, a Supersport S é dinâmica, de visual inspirado na linha Panigale e com o chassi Trellis, caracteristico de alguns modelos da marca.
A Ducati SuperSport S vem equipada com suspensão Öhlins totalmente ajustável, sistema de aumento/redução de marchas Ducati Quick Shift (DQS) e capa para o assento traseiro.
Ágil em ruas urbanas, confortável em estradas a SuperSport S é versátil. Posições relaxadas para piloto e passageiro, boa deflexão do fluxo de ar com o visor de Plexiglas com altura ajustável e a quilometragem permitida pelo tanque de combustível de 16 litros também fazem da nova Ducati SuperSport uma boa companhia para qualquer jornada.


A versão SuperSport S vem com suspensão Öhlins totalmente ajustável, sistema de aumento/redução de marchas Ducati Quick Shift (DQS) e capa para o assento traseiro.
A SuperSport S tem um motor de cilindro duplo de 937 cm3 Testastretta 11°. Ele produz 113 cv a 9.000 rpm e uma curva completa de torque linear com pico de 96,7 Nm a 6.500 rpm.
Graças aos três modos de pilotagem (Esportivo, Turismo e Urbano), o temperamento da SuperSport S pode ser adaptado para garantir o máximo de aproveitamento em qualquer condição de pilotagem. Cada modo de pilotagem pode ser customizado, permitindo que a moto seja ajustada rapidamente para atender preferências e níveis de pilotagem pessoais.


O quadro da SuperSport S é o último desenvolvimento do famoso design Trellis, que explora o motor como elemento de sustentação de carga. Compacto, leve e rígido, ele tem um papel fundamental em tornar a SuperSport ligeira, mas sem deixar de ser uma máquina instintiva que pode ser pilotada por qualquer um.
A configuração de quadro inteligente desempenhou uma função crucial em manter o peso úmido em volta de um máximo de 210 kg. Uma sensacional geometria do chassis, acime de tudo a distância de 1.478 mm entre os eixos e o pneu traseiro de 180/55, fazem da SuperSport S fácil de manusear tanto em ruas das cidades quanto em curvas montanhosas, maximizando a estabilidade nas curvas e em alta velocidade.


A Ducati SuperSport S pode ser equipada com toda uma linha de acessórios Ducati Performance (alguns estão incluídos nos pacotes Sport, Touring e Urban), que permitem aos proprietários configurar a motor de acordo suas necessidades pessoais.
A Ducati Performance criou uma série de pacotes e acessórios disponíveis individualmente para trazer à tona toda a versatilidade da moto e customizá-la de acordo com o gosto individual. Tanto a versão as versões da SuperSport podem ser aprimoradas com os pacotes Sport, Touring e Urban, que também podem ser montados juntos.

12:11 · 08.08.2017 / atualizado às 12:11 · 08.08.2017 por

A nova cor na tonalidade cinza chamada de Volcano Grey chega como nova opção de escolha para os consumidores da Ducati Multistrada S. O modelo traz detalhes na cor vermelha em destaque no chassi e maletas laterais na cor da moto.
Na cor Volcano Grey a Multistrada 1200 S tem preço sugerido ao consumidor de R$ 82.900,00


DUCATI MULTISTRADA 1200 S
A Ducati Multistrada 1200 S 2017 vem equipada com um pacote tecnológico de última geração, tornando o modelo um dos mais completos do mercado. Seu alto desempenho é incomparável, tanto em estradas quanto em pistas off-road, e em qualquer uma das quatro opções de pilotagem: sport, touring, urban e enduro.
Entre os diferenciais exclusivos está ainda o motor Ducati Testastretta DVT (Desmodromic Variable Timing), que dispõe de um sistema variável de sincronização de válvula com controle independente da entrada de admissão e do eixo de comando, que otimiza o desempenho do motor e garante a máxima potência em altas rotações.


Possui a inovadora tecnologia IMU (Unidade de Medição Inercial), desenvolvida para medir com perfeição os ângulos de inclinação, guinada e de distância entre o eixo e a marcha da motocicleta, assim como o índice de suas mudanças. Permite o ajuste instantâneo da entrega de potência e torque, além do ajuste eletrônico dos modos de suspensão, controle de tração e ABS.
Com estilo inovador, a Ducati Mustistrada se destaca ainda pelo design ergonômico o que garante mais conforto ao piloto.

15:09 · 16.12.2014 / atualizado às 15:09 · 16.12.2014 por

2014_Ducati_Monster_1200-1

A italianíssima Ducati entregou no último sábado a milionésima motocicleta a sair da linha de produção de Borgo Panigale, na Itália. O modelo, uma Monster 1200 S, recebeu uma inscrição especial com o número atingido feita a laser na mesa de direção e foi entregue ao proprietário pelo CEO da Ducati, Claudio Domenicali e executivos da Audi, atual proprietária da marca italiana.

“Entre 1946 e hoje, nós desenhamos, construímos e entregamos um milhão de sonhos que se tornaram realidade para os Ducatistas”, disse Claudio Domenicali, CEO da Ducati, durante a cerimônia de entrega da moto a Ernesto Passoni, motociclista de 47 anos que vive nos arredores de Milão. “Entregar a milionésima moto produzida diretamente nas mãos de um Ducatista apaixonado é um sentimento incrível e também um incentivo para continuarmos a trilhar nosso caminho”, finalizou o executivo.

Em Franca expansão

A Ducati continua expandindo sua participação no mercado brasileiro. Umas das lojas fica na cidade de São Paulo e duas na região Nordeste, em Recife (PE) e Natal (RN).

Na capital paulista, o Grupo Caltabiano, com 95 anos de experiência e 11 marcas em seu portfólio, a Ducati do Brasil irá comercializar seus produtos e serviços em São Paulo, incluindo as motos das famílias Monster, Multistrada, Hypermotard, Diavel, 1199 Panigale e as últimas unidades da exclusiva 1199 Panigale S Senna.

Nas cidades de Recife e Natal, a operação Ducati é realizada em parceria com o Grupo Veneza, com mais de 30 anos no mercado de veículos. As revendas Ducati no Nordeste dispõem de showroom com a linha de motos da marca italiana no país e oferecem serviços como revisões, reparos, venda de peças, acessórios e lavagem.

Atrativo

Outra vantagem oferecida para os fãs de Ducati nas novas concessionárias é a oferta do Red Pass, um programa de financiamento da marca com garantia de recompra. Basta que o comprador dê uma entrada de no mínimo 30%, financie o saldo em 23 parcelas mensais iguais com uma parcela final residual de 50% do valor da moto no 24º mês. Essa parcela final pode ser quitada integralmente, refinanciada ou, melhor ainda, o comprador terá a opção de oferecer sua moto financiada, que tem recompra garantida, como entrada para a compra de uma Ducati zero quilômetro.

11:44 · 01.09.2014 / atualizado às 11:45 · 01.09.2014 por

Jota Pompílio
Repórter

1199 Panigale, a nova “verde-amarela” do mercado
Montadora antecipa a produção do novo modelo em Manaus

Para quem gosta de motos incrementadas, de formatos rebuscados e de muita potência, aí vai a boa notícia: a Ducati tem mostrado tanto interesse no mercado brasileiro que nos últimos anos ela vem aumentando seu portfólio e nacionalizando a produção de alguns modelos. A 1199 Panigale, por exemplo, é o mais novo modelo a ser montado na fábrica em Manaus, antecipando o lançamento. Agora são quatro modelos “brasileiros”: Diavel, Monster 796, Multistrada 1200, além da 1199 Panigale.

DUCA

A fera
A 1199 Panigale tem motor superquadro de 195 cavalos refrigerado a água, controle de tração, freios Brembo ABS de última geração, painel digital colorido e diversos outros itens.
A Ducati vai produzir a moto em três versões: 1199 Panigale, 1199 Panigale S e a 1199 Panigale S Senna (edição limitada). E vai continuar importando a 1199 Panigale R.

DUCA2
Ducati no Ceará?

Há interesse da Ducati fazer o mesmo nos próximos anos? Sobre a pergunta, a companhia declarou que tem um plano de expansão para o Nordeste do Brasil, com a abertura de duas concessionárias, uma em Natal (RN) e a outra em Recife (PE) neste semestre. Por enquanto, Fortaleza terá que esperar um pouco. Talvez em 2015, diz a assessoria. “A expansão para o Nordeste é um dos pilares estratégicos para 2015”, ponderou Ricardo Susini, Diretor-Geral da Ducati no Brasil. Hoje a montadora conta com nove concessionárias: Campinas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis, Porto Alegre, Goiânia, Curitiba e Santos.
E quem é o público dos modelos da Ducati? Para a marca, o perfil do comprador é um cliente maduro e independente que reconhece os valores de marcas que focam em design, tecnologia e funcionalidade. Valorizam tanto história das marcas mas buscam produtos atualizados. “A autenticidade italiana e seu DNA esportivo são fatores de diferencial importantes”, ressalta o diretor.

Confira o preço de cada versão. Os valores estão sem frete:
1199 Panigale – R$ 72,9 mil
1199 Panigale S – R$ 87,9 mil
1199 Panigale S Senna – R$ 100 mil
1199 Panigale R – R$ 119,9 mil

11:12 · 20.04.2012 / atualizado às 11:12 · 20.04.2012 por

A AUDI AG está comprando a tradicional fabricante italiana de motos – Ducati Holding S.p.A, sediada em Bolonha, na Itália. A transação foi aprovada pelos conselhos de administração da AUDI AG e da Volkswagen AG, em reunião em Hamburgo, Alemanha.

Ducati e Audi: duas marcas premium agora andarão juntas

A Ducati é conhecida mundialmente como a marca líder na fabricação de motos do segmento premium, com vasto conhecimento no desenvolvimento de motores de alta performance e na construção leve.

Três pilares na Itália
Em adição às tradicionais marcas italianas Lamborghini e Italdesign, a Ducati agora é o terceiro pilar da Audi no norte da Itália. O presidente mundial da AUDI AG, Rupert Stadler, declarou: “A Ducati é conhecida mundialmente como uma marca premium entre os fabricantes de motocicletas e tem uma longa tradição na fabricação de motos esportivas. A empresa se destaca pela vasta experiência no desenvolvimento de motores de alta performance, assim como na construção leve, e está entre as mais rentáveis fabricantes mundiais de motocicletas. Ela combina perfeitamente com a marca Audi”.
A Ducati é uma empresa com atuação global, com centros de produção em sua sede localizada em Bolonha e em fábrica própria na Tailândia. Adicionalmente, a companhia mantém uma série de empresas importadoras instaladas em mercados estratégicos. Especialistas prevêem que o mercado de motocicletas deverá crescer significativamente nos próximos anos, principalmente na Ásia. Em 2011, a Ducati vendeu aproximadamente 42.000 motos, gerando uma receita de cerca de € 480 milhões. A empresa emprega atualmente aproximadamente 1.100 pessoas.
A companhia foi fundada por Adriano e Marcello Ducati em 1962, na Itália. Registrada originalmente como Società Scientifica Radiobrevetti Ducati, a empresa construía inicialmente peças para rádios. Em 1949, a Ducati iniciou a fabricação de motos.

Competição
Há décadas, a Ducati participa ativamente de corridas de moto por meio da “Ducati Corse”, divisão de competição da marca. Atualmente, a empresa tem uma equipe oficial na classe MotoGP do Campeonato Mundial de Motociclismo. Ela atua ainda no Campeonato Mundial de Superbike, suportando equipes privadas bem-sucedidas. Nesse último, dos 21 campeonatos já realizados, a Ducati venceu como fabricante 17 vezes. Já no campeonato de pilotos, a empresa conquistou 14 vezes o título.