Busca

Categoria: Esportivos


12:19 · 19.09.2018 / atualizado às 12:26 · 19.09.2018 por

No próximo Salão do Automóvel de São Paulo 2018, de 08 a 18 de novembro, a marca SENNA tem tudo para ser uma das principais atrações da tradicional feira automobilística do País. Com estande montado na área Vip Dream Lounge do evento, ela mostrará pela primeira vez para o público brasileiro o novo superesportivo McLaren Senna, o modelo de rua mais radical, ousado e completo produzido, até hoje, pela fábrica inglesa


Além do exclusivo esportivo que ainda não rodou em território brasileiro, a marca SENNA vai expor também no salão o carro de corrida de Fórmula 1 MP4/5 número 27 que o piloto Ayrton Senna ganhou numa aposta com Ron Dennis após vencer o GP de Monza de 1990 (imagem abaixo).


A participação do McLaren Senna no salão do automóvel de São Paulo foi oficialmente confirmada, hoje (18/09), por Bianca Senna, CEO responsável pela marca SENNA.
“O McLaren Senna foi escolhido a dedo para representar a marca SENNA na categoria de superesportivos. Estamos muito felizes de poder trazer este carro ao Brasil para que os fanáticos por carro e fãs de Ayrton Senna possam vê-lo mais de pertinho. Durante todo este ano fizemos eventos para mostrar o carro ao redor do mundo, e o Salão do Automóvel não poderia faltar”, afirma Bianca.
Voando baixo
Criado para definir um novo padrão entre os esportivos que nascem das pistas e por ter sido completamente inspirado no comportamento diferenciado e competitivo do tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna, o novo McLaren Senna é o carro de estrada mais rápido de toda a história da McLaren: atinge velocidade máxima de 340 km/h e acelera de 0 a 200 km/h em apenas 6,8 segundos.
Com este desempenho alucinante proporcionado pelo motor V8 bi-turbo, de 4 litros, com 800 cavalos de potência máxima (a maior entre todos os modelos de rua da marca) e 800 Nm de torque, sendo 700 Nm disponíveis a apenas 7.000 rpm, o McLaren Senna é fiel às habilidades lendárias do piloto que é considerado o melhor de todos os tempos, pela sua performance, ousadia, determinação e um estilo totalmente diferenciado de pilotar, principalmente na chuva.
Quem pode resumir melhor o desempenho deste superesportivo é o piloto Bruno Senna. Além de ter participado do desenvolvimento do carro, o sobrinho de Ayrton pilotou o carro na pista, quando fez o seguinte comentário: “o McLaren Senna honra o meu tio por ser absolutamente focado no piloto e em sua conexão total com o veículo. Esse engajamento, essas pistas sensoriais às quais o motorista responde e das quais ele depende, toda a experiência imersiva, estiveram no centro do desenvolvimento”.

Corte na ignição
Para transmitir em sua pilotagem as mesmas sensações que Ayrton Senna experimentou com seus carros de corrida, o McLaren Senna traz ainda outras características inéditas, como a tecnologia Ignition Cut adotada da Fórmula 1, que provoca um corte momentâneo de centelha durante uma mudança de marchas para proporcionar trocas mais rápidas possíveis. Com este corte na ignição, tanto na troca de uma marcha para cima ou para baixo, esta tecnologia amplamente desenvolvida de transmissão e software da McLaren proporciona um aumento de desempenho verdadeiramente impressionante em linha reta. O conjunto de transmissão é completado por uma caixa de câmbio de sete marchas, com embreagem dupla e transmissão contínua, que fornece a tração do motor montado entre-eixos para as rodas traseiras.
Suspensão
Outra tecnologia avançada do superesportivo está em sua aerodinâmica de chassi proporcionada por combinar a revolucionária suspensão desenvolvida para o McLaren P1 ™ com a mais recente criação de controle denominada RaceActive Chassis Control II. Esta inovadora suspensão hidráulica traz o modo Race, que reduz significativamente a altura do esportivo em movimento, melhorando o centro de gravidade e a aerodinâmica. Assim, à medida que a velocidade aumenta, a suspensão endurece para suportar as crescentes cargas aerodinâmicas, o que garante ainda mais controle ao motorista em utilizações esportivas de pista ou de estrada.


Aerofólio traseiro como num Fórmula 1
Além da exclusiva suspensão, o McLaren Senna tem outros elementos aerodinâmicos ativos, incluindo a gigantesco aerofólio traseiro duplo controlado por um sistema hidráulico. Sua atuação lembra a asa de um carro de Fórmula 1, já que ele se reposiciona constantemente para aumentar o nível de pressão aerodinâmica, além de atuar como freio aerodinâmico em velocidades altas. Todas as tomadas de ar são funcionais, inclusive aquelas presentes abaixo dos faróis e das lanternas.

Freios
O sistema de freios é o mais moderno já instalado em um esportivo de via pública da McLaren. Utiliza tecnologia de corrida com discos de cerâmica de carbono que a, cada geração, demoram cerca de sete meses a serem criados (sete vezes mais do que um disco de cerâmica de carbono convencional). As pinças dianteiras inspiradas na Fórmula 1™ apresentam um design monobloco super-rígido e seis pistões ventilados para reduzir as temperaturas. Um servo-freio usado no McLaren P1 ™ GTR somente para pista melhora a modulação e a consistência do pedal.
O resultado entre a mistura destes componentes de freios feitos para a pista tornam o McLaren Senna um carro superseguro nas frenagens: percorre a distância de apenas 100 metros vindo à velocidade de 240 km/h e menos de 30 metros na velocidade de 100 km/h. Colaboram também os pneus especiais Pirelli P Zero Trofeo R 245/35 ZR 19 na frente e 315/30 ZR 20 na traseira, que envolvem as rodas de alumínio ultraleves com uma porca central – como em um carro de competição.
Sistema de Escape
O McLaren Senna se destaca ainda por ter o monocoque mais reforçado já construído para um veículo de rua da fábrica inglesa. Todas as partes da carroceria são feitas de fibra de carbono, contribuindo para fazer dele o automóvel mais leve da McLaren desde o mítico F1: são apenas 1.198 kg. Outro diferencial é o sistema de escape com três canos que saem pelo deck traseiro liberando ineditamente os gases pelo lado de cima da carroceria, em ângulo que favorece a aerodinâmica e melhora o resfriamento do motor, visível por fora por meio de uma cobertura leve de policarbonato.

Botões em console no teto acionam motor e abrem portas
Dentro do cockpit do McLaren Senna, a engenharia extrema é clara. O volante de três raios é semelhante ao do modelo 720 S, shift paddles e livre de botões e interruptores. Os mecanismos de abertura das portas e de acionamento das janelas foram instalados num console montado no centro do teto, onde ficam também outras funções vitais do carro, incluindo o botão do modo Race e até o comando para acionar e desligar o motor.
Praticamente todas as partes do interior têm fibra de carbono exposta, com exceção do revestimento do teto e dos bancos do tipo concha, que podem ser recobertos por couro ou Alcantara. Atrás dos assentos fica um compartimento para acomodar um par de macacões e dois capacetes ou pequenos objetos. A estrutura das portas, que se movimentam para cima e até os seus amortecedores pneumáticos ficam à mostra para diminuir algumas gramas no peso.
500 unidades já vendidas
Com todas estas inovações de construção inspiradas nas qualidades e benefícios que marcaram a carreira de Ayrton Senna nas pistas e por ser o primeiro carro de rua com o sobrenome do tricampeão mundial de Fórmula 1, o McLaren Senna foi um sucesso absoluto de vendas. As 500 unidades que estão sendo produzidas na McLaren Automotive, em Woking, na Inglaterra, foram imediatamente comercializadas. Três delas para o mercado brasileiro e por aproximadamente R$ 8 milhões cada uma. A primeira delas deve chegar no País até o final do primeiro semestre do ano que vem.

Ficha Técnica

Motor: V8 bi-turbo, de 4.0 litros

Potência: 800 cv

Torque: 800 Nm

Câmbio: 7 marchas, com embreagem dupla e transmissão contínua

Preço: R$ 8 milhões

11:10 · 20.08.2018 / atualizado às 11:10 · 20.08.2018 por

· Roadshow vai percorrer o país até fevereiro de 2019
· R8 Coupé V10 plus, RS 6 Avant performance e TT RS são alguns dos modelos disponíveis para test-drive
· Johannes Roscheck, CEO da Audi do Brasil: “Nossos clientes de todo o país poderão sentir na pele toda a potência da nossa linha de superesportivos”

Em uma ação inovadora que ocorre pelo segundo ano consecutivo, o Audi Sport Experience (ASE) vem percorrendo desde junho concessionárias da marca em pontos estratégicos do país para oferecer test-drives de sua linha de esportivos. O evento contempla no total 20 cidades brasileiras nas quais a Audi está presente.
Seis modelos estarão disponíveis para que os clientes possam ter a experiência de dirigir os carros mais potentes da marca vendidos no Brasil: R8 Coupé V10 plus, RS 6 Avant performance, TT RS, RS 3 Sedan, RS Q3 e SQ5. Outros modelos da linha Audi Sport também deverão ser incorporados ao evento conforme forem lançados no Brasil, como o RS 4 Avant.
Cada cidade sedia o evento por três dias, e os test-drives são feitos por clientes e por convidados das concessionárias de cada localidade. As avaliações são acompanhadas por uma equipe oficial da empresa, que dá suporte para toda a operação.
“Nossa experiência com o Audi Sport Experience foi bastante positiva no ano passado e temos certeza que será um sucesso novamente. Os clientes podem sentir na pele toda a potência da nossa linha de superesportivos, que reúne não apenas um desempenho espetacular, mas ainda muito luxo, conforto e tecnologia, que são marcas registradas da Audi”, afirma Johannes Roscheck, presidente e CEO da Audi do Brasil.
Neste final de semana, o Audi Sport Experience está sendo realizado na Audi Center Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O evento já passou por Alphaville e Itaim, na capital paulista, Campinas e Rio de Janeiro. A caravana seguirá então para Porto Alegre, Caxias do Sul, Blumenau, Santos, São Jose do Rio Preto, Campo Grande, Cuiabá, Goiânia, Brasília, Juiz de Fora, Salvador, Recife, João Pessoa, Fortaleza, Teresina e o encerramento será em Manaus, em fevereiro de 2019. O evento já percorreu três cidades desde junho, quando passou por São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro.

Audi R8 V10 Plus, uma das estrelas

O R8 Coupé V10 plus está entre os carros que participam da ação. O superesportivo tem desempenho de tirar o fôlego: é equipado com motor 5.2 V10 de 610 cv e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos. Já o RS 6 Avant performance tem motor 4.0 V8 TFSI com 605 cv de potência, e chega aos 100 km/h em apenas 3,7 segundos, considerado o station wagon mais rápido do mundo. Além destes modelos participam do roadshow o TT RS e o RS 3 Sedan, ambos equipados com o poderoso motor 2.5 de cinco cilindros com 400 cv, e os SUVs “apimentados” RS Q3 e SQ5 que, mesmo sendo carros familiares, entregam uma performance surpreendente.

Confira o cronograma do evento:
2018
16 a 18/8 – Ribeirão Preto
23 a 25/8 – Porto Alegre
30/8 a 1/9 – Caxias do Sul
13 a 15/9 – Blumenau
20 a 22/9 – Santos
27 a 29/9 – São José do Rio Preto
4 a 6/10 – Campo Grande
1 a 3/11 – Cuiabá
8 a 10/11 – Goiânia
14 a 17/11 – Brasília
22 a 24/11 – Juiz de Fora
29/11 a 1/12 – Salvador
2019
10 a 12/1 – Recife
17 a 19/1 – João Pessoa
24 a 26/1 – Fortaleza
31/1 a 2/2 – Teresina
21 a 23/2 – Manaus

16:22 · 29.06.2018 / atualizado às 16:22 · 29.06.2018 por

Em sua primeira colaboração, a Nissan e a Italdesign criaram um protótipo do superesportivo Nissan GT-R, o GT-R50. Baseado em um Nissan GT-R NISMO de produção em série, o carro exclusivo comemora o aniversário de 50 anos do GT-R e da Italdesign e fará sua estreia na Europa no próximo mês


A Italdesign desenvolveu, projetou e construiu o carro. Os designs exterior e interior únicos foram criados pelas equipes do estúdio de design da Nissan na Europa, baseado em Londres, e no Nissan Design America, em San Diego.
“Com que frequência você pergunta: ‘E se criássemos um GT-R sem limites’ e, então, o fabricássemos?”, disse Alfonso Albaisa, vice-presidente sênior de design global da Nissan. “Esta é uma rara janela no tempo em que dois grandes momentos se cruzam: os 50 anos da Italdesign e da Nissan gerando empolgação com o icônico GT-R. Por isso, para celebrar esta convergência, a Nissan e a Italdesign criaram este GT-R personalizado para marcar os 50 anos de liderança em engenharia.”

O design no seu melhor
Começando pela frente, o Nissan GT-R50 Italdesign apresenta um elemento dourado que se estende por quase toda a largura do veículo. O capô tem ressalto por conta da maior potência extraída do motor e os faróis de LED se estendem do arco da roda até acima das entradas de resfriamento.
Dominando a vista lateral, a linha de teto foi rebaixada em 54 milímetros e possui uma seção central mais baixa enquanto, as partes externas levemente elevadas conferem ao perfil do teto uma aparência musculosa. As saídas de resfriamento “samurai blade”, assinatura do GT-R atrás das rodas dianteiras, ganharam mais destaque com uma incrustação de ouro e se estendem da parte inferior das portas até a linha de cintura.


A parte traseira destaca-se pela largura do carro com chamas fortes e musculosas ao redor das rodas. A linha de cintura se estreita em torno da base da janela traseira e se dirige para o centro da tampa do porta-malas. De uma forma pronunciada, a linha da janela traseira desce mais do que no carro padrão. Combinado com mais toques de ouro, aparece como um elemento modular separado da estrutura traseira.
As lanternas duplas do GT-R foram reinventadas como um recurso “flutuante” separado, com anéis leves finos e centros ocos, montados de forma a se unirem à parte central da estrutura do porta-malas. Uma asa traseira grande e ajustável completa a aparência. Rodas personalizadas – 21 x 10 polegadas na frente e 21 x 10,5 polegadas na atrás – acentuam o visual ousado.
No interior, o Nissan GT-R50 Italdesign reflete seu DNA de alta performance. Dois acabamentos diferentes de fibra de carbono são amplamente utilizados em todo o console central, painel de instrumentos e revestimentos de portas, juntamente com couro italiano preto fino nos assentos. O cubo central e os raios do volante são feitos sob medida de fibra de carbono enquanto o aro apresenta acabamento Alcântara.

Puro desempenho
O Nissan GT-R50 Italdesign tem como base a experiência da marca nas corridas de GT3. A NISMO aprimorou o motor V6 VR38DETT, de 3.8 litros, montado manualmente para produzir 720 cavalos e 79,5 kgfm de torque, ambos estimados.
As mudanças no powertrain incluem turbo compressores de grande diâmetro utilizados na GT3, com alto fluxo e intercoolers maiores; virabrequim, pistões, bielas e rolamentos com perfis revistos; jatos de óleo de pistão de alto fluxo; bicos injetores com maior fluxo e sistemas de ignição, admissão e escape otimizados. Uma transmissão traseira sequencial reforçada de seis velocidades e dupla embreagem com diferenciais e eixos de transmissão mais fortes direcionam a potência para as rodas.


Uma suspensão específica foi desenvolvida com o sistema de amortecimento BILSTEIN DampTronic® continuamente ajustável. Para a frenagem, conjunto Brembo de seis pistões na dianteira e de quatro pistões na traseira com pinças vermelhas e claramente visíveis. Os pneus Michelin Pilot Super Sport, de tamanho 255/35 R21 na frente e 285/30 R21 na traseira, adicionam o nível de aderência necessário para aproveitar a potência do motor.
“Embora não seja a próxima geração do GT-R, é uma celebração empolgante de dois aniversários de forma provocativa e criativa – envolvendo uma das melhores plataformas de engenharia da Nissan e o design japonês com a construção italiana de carrocerias”, disse Albaisa.

Ficha Técnica
Nissan GT-R 50 Italdesign – Especificações
Veículo base: Nissan GT-R NISMO
Comprimento total: 4.784 mm (NISMO padrão: 4.690 mm)
Largura total: 1.992 mm (NISMO padrão: 1.895 mm)
Altura total: 1.316 mm (NISMO padrão: 1.370 mm)
Entreeixos: 2.780 mm (NISMO padrão: mesmo)
Motor: VR38DETT 3.8 litros, configurado pela NISMO
Potência; 720 cavalos (estimado) @ 7.100 rpm
Torque: 79,5 kgfm (estimado) @ 3600-5600 rpm
Transmissão: Dupla embreagem reforçada com seis velocidades sequenciais e transeixo traseiro
Suspensão: BILSTEIN DampTronic® com sistema continuamente ajustável
Freios: Brembo, com discos perfurados flutuantes de duas peças; pinça monobloco de 6 pistões na frente (390 x 32,6 mm) e pinça monobloco de 4 pistões na traseira (380 x 30 mm)
Rodas: 21 x 10J (dianteiras) 21 x 10,5J (traseiras)
Pneus: Michelin Pilot Super Sport, 255/35 R21 (frente) e 285/30 R21 (traseira)

10:19 · 19.06.2018 / atualizado às 10:19 · 19.06.2018 por

A polícia de Tochigi, no Japão, ganhou um poderoso aliado no combate ao crime: uma unidade do Nissan GT-R, um dos carros mais rápidos do mundo, foi doada à corporação por um morador. A versão comprada pelo generoso cidadão foi a Pure. Toda a conversão e preparação do veículo para a atividade policial foi feita por uma empresa local, sem a participação de engenheiros da Nissan.

11:06 · 02.05.2018 / atualizado às 11:06 · 02.05.2018 por

O ronco poderoso do motor V8 é uma das assinaturas do Mustang GT que empolga os fãs e faz o carro ser notado em qualquer lugar. O novo modelo 2018, recém-lançado no Brasil, leva esse sentido a um novo patamar com a válvula ativa de escapamento, tecnologia avançada que também se baseia em conhecimentos ancestrais


A descarga de adrenalina provocada pelo som do escape do Mustang GT clique aqui usa o mesmo princípio que nos faz pular ao ouvir um trovão. A chamada resposta autonômica remonta à pré-história, quando os humanos aprenderam a reagir rapidamente a sons altos e poderosos, como o rugido de um leão ou a queda de uma árvore. Com o tempo, essa resposta de luta ou fuga para evitar o perigo foi transmitida ao nosso DNA.
A conexão entre os sons e as nossas reações emocionais chamou a atenção de um crítico de música do século 18 chamado Friedrich Marpurg, um dos primeiros nos tempos modernos a documentar as respostas emocionais provocadas por diferentes sons. Os engenheiros de áudio hoje exploram os mesmos conceitos ao criar sons para tudo, desde filmes e música até carros, celulares e eletrodomésticos.
“Nossa conexão com o som começa no ventre da nossa mãe, muito antes de outros sentidos”, diz Steve Venezia, veterano engenheiro de produção de televisão em Los Angeles. “Mais tarde, o som continua a ser um dos sentidos mais poderosos para criar memórias duradouras, como uma música que lembra um momento feliz da nossa vida.”


Além dos aspectos básicos do som – volume, tom, estruturas harmônicas simples ou complexas –, o truque para criar experiências sonoras empolgantes, segundo Venezia, começa com um som de base autêntico, adicionando-se então camadas para intensificar suas particularidades.
Assim, aquele toque familiar do seu smartphone não é mero acaso: ele foi projetado cuidadosamente para ser agradável e alegre, conforme a teoria de Marpurg.
DNA sonoro
Na Ford, os projetistas de áudio buscam outro tipo de som para criar a sensação de potência e desempenho. “Diferentemente de outras áreas da engenharia, que trabalham com especificações baseadas em números, trabalhamos para identificar o DNA sonoro que conecta os motoristas à emoção que eles esperam de cada carro”, diz Hani Ayesh, engenheiro de desenvolvimento de escapamento da Ford.
O sistema de escapamento ativo do Mustang GT é controlado por computador e abre válvulas – como um saxofone ou órgão de tubos – para adequar o som do carro ao humor do motorista. Ele tem quatro níveis selecionados por uma tecla no console: Normal, Esportivo, Pista e Silencioso, este último conhecido também como modo “bom vizinho”.


O engenheiro explica as diferenças fazendo uma analogia simples com uma guitarra. “Toque um acorde no violão e você terá uma onda de som simples e limpa – é o estilo suave de Brahms. Ligue a guitarra a um amplificador e aumente o volume para 11 e terá o som agressivo e estridente que realmente agita sua alma. Nós chamamos isso de modo Pista”, diz. “Quando pego meus filhos na escola, eles querem ouvir o ronco do motor. Mas minha esposa e vizinhos, nem tanto, e posso usar o modo ‘bom vizinho’ para eles ficarem contentes também.”

12:53 · 05.04.2018 / atualizado às 12:53 · 05.04.2018 por

A Ford apresentou o novo Mustang para a imprensa em São Paulo, revelando todos os detalhes do esportivo que começa a ser vendido oficialmente no Brasil. O evento incluiu um test-drive nas ruas e na pista do Autódromo de Interlagos, demonstrando o desempenho e as tecnologias do ícone que, além da mística e design empolgantes, surpreende pelos padrões inéditos de dirigibilidade, refinamento e conforto. Considerado o melhor de todos os tempos, o Mustang 2018 é oferecido no Brasil na versão de topo GT Premium, com novo motor V8 5.0 de 466 cv, transmissão automática de 10 velocidades com opção de trocas no volante e pacote de performance de série, por R$299.900


“É uma grande satisfação poder lançar um produto como o Mustang, um veículo único tanto pelos seus atributos como pela sua história e tradição, que simboliza a paixão da Ford pela inovação e performance. Sobretudo, é um produto muito importante para o posicionamento da marca no Brasil”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Refinado e musculoso
O novo Mustang GT exibe um design atlético, refinado e aerodinâmico, com uma leitura contemporânea das proporções clássicas de capô longo esculpido e traseira curta. A carroceria mais baixa e mais larga cria um perfil elegante, com frente em formato de “boca de tubarão” e grade trapezoidal.


Os faróis e lanternas de nova geração LED valorizam a lendária assinatura de três barras. As rodas de 19 polegadas com acabamento preto brilhante e o aerofólio traseiro destacam a esportividade. Na traseira, o porta-malas surpreende pelo espaço e funcionalidade em um carro dessa categoria e o escapamento com quatro saídas sinaliza a força do motor V8.
O interior traz o acabamento mais sofisticado já encontrado na linha. A cabine inspirada em aviões coloca os controles à mão do motorista, com fácil leitura de todas as informações no inovador painel digital configurável de 12 polegadas.
Os bancos esportivos de couro, com aquecimento e refrigeração, proporcionam ótima retenção e conforto tanto nas pistas como para uso diário. O botão de partida que pulsa no mesmo ritmo do coração de um cavalo e a luz de aproximação nos retrovisores com a projeção do ícone do Mustang no chão são outros charmes exclusivos do “pony car”.


Desempenho empolgante
O Ford Mustang GT Premium 2018 conta com um arsenal tecnológico de respeito para refinar o desempenho e a experiência de direção. É o mais rápido e confortável da linha já lançado no mundo: acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.
“O novo Mustang GT acaba com o antigo conceito de que todo carro com potência bruta é difícil de dirigir. Ele foi desenvolvido para oferecer um desempenho forte e confortável em qualquer condição de uso”, diz Volker Heumann, engenheiro-chefe de Powertrain da Ford América do Sul.
A suspensão adaptativa MagneRide usa amortecedores com fluido viscoso eletromagnético e sensores que monitoram as condições da pista 1.000 vezes por segundo para oferecer a melhor resposta em cada situação de rodagem. Radiador com maior capacidade e diferencial com sistema de deslizamento limitado fazem parte do pacote de performance.
Os seis modos de direção permitem ajustar rapidamente o nível de esforço da direção, a resposta de aceleração e as configurações da transmissão e do controle eletrônico de estabilidade para cada condição: Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag e Neve/Molhado, além da seleção personalizada MyMode.
O Mustang GT também vem equipado com o Track Apps, ferramenta que permite registrar vários dados de performance do veículo, como aceleração, tempo de volta, frenagem e força G. O Line Lock, que bloqueia eletronicamente as rodas dianteiras para o preaquecimento dos pneus traseiros em largadas, o famoso “burnout”, é outro recurso exclusivo para as pistas.


Tecnologias avançadas
Os sistemas eletrônicos embarcados também ajudam o Mustang GT Premium a oferecer um novo padrão de segurança, conectividade e diversão ao volante. Suas tecnologias semiautônomas incluem piloto automático adaptativo, alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestres, assistente de frenagem de emergência e sistema de permanência em faixa com detecção de fadiga.
Entre os itens de segurança, traz oito airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos), freios esportivos Brembo com ABS e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), controle eletrônico de estabilidade e tração AdvanceTrac, assistente de partida em rampa, câmera de ré, farol alto automático, sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro, chave programável MyKey e sensor de monitoramento individual de pressão dos pneus.


Diversão e conectividade
O painel digital de 12 polegadas do Mustang GT é totalmente configurável e permite selecionar várias telas de acordo com cada modo de condução, incluindo 27 opções de cores. A central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas oferece o que há de mais avançado em conectividade, com comandos de voz em português e navegação. Além de acesso ao Apple CarPlay e Android Auto, possui interface AppLink para aplicativos do celular, conexão Bluetooth e duas entradas USB com “smart charge”.
O SYNC 3 do novo Mustang também traz uma versão avançada do sistema de Assistência de Emergência, que faz uma ligação automática para o SAMU em caso de acidente com acionamento dos airbags ou corte de combustível. Além da localização do veículo, ele fornece dados como velocidade, tipo de acidente e uso dos cintos de segurança e airbags para ajudar no atendimento.


Seu sistema de áudio é igualmente poderoso, o Shaker Pro Premium Sound, com 390 W de potência e 12 alto-falantes, incluindo subwoofer de 8 polegadas. O som inconfundível do motor V8 também foi aprimorado com o uso de tecnologia avançada. O sistema de válvula ativa de escapamento permite graduar e programar o ronco em quatro níveis, desde funcionamento silencioso à potência máxima, de acordo com a hora do dia.
Sucesso de vendas
Presente em 140 países, o Mustang é o cupê esportivo mais vendido do mundo desde o lançamento da sua geração global, em 2015. No Brasil, ele assumiu a liderança isolada do segmento de esportivos e esportivos premium já na fase de pré-venda, com cerca de 275 unidades vendidas – o dobro dos concorrentes somados.


Além de oferecer o melhor pacote de performance, conforto, conectividade e segurança da categoria pelo seu preço, o Mustang GT 2018 tem manutenção amigável. Conta com assistência técnica exclusiva nos mais de 350 distribuidores da Rede Ford no Brasil, sendo 36 deles especializados em reparos extensivos.


Suas revisões têm preço fixo e somam R$2.880 durante os três anos de garantia. O cliente também pode optar pelos planos de manutenção Ford Protect com quatro ou cinco revisões, que ampliam a garantia de fábrica para quatro e cinco anos, respectivamente. O Mustang oferece ainda uma linha exclusiva de acessórios originais, composta de faixas esportivas e outros itens, além de produtos licenciados da grife.

 

15:47 · 02.04.2018 / atualizado às 16:09 · 02.04.2018 por

A Ford divulgou um novo vídeo do Mustang GT 2018 (preço: R$ 299.900) com as primeiras imagens do esportivo acelerando em pistas no Brasil.

Até então visto apenas em tomadas estáticas ou “teasers”, o carro é revelado agora numa sequência completa que mostra desde detalhes da carroceria e do interior até manobras em zerinho e “drift”, liberando a força dos 466 cv do seu motor V8.

Filmada em um antigo galpão industrial na cidade de São Paulo e no campo de provas da Ford em Tatuí, no interior paulista, a produção chama a atenção pela qualidade das imagens. Nas cenas, é possível ver como funcionam alguns equipamentos do interior em estilo “cockpit”, como os comandos do volante, o painel digital de 12 polegadas, a central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, as teclas do console e o botão de partida.


O ronco inconfundível do motor V8, valorizado pelo sistema de escapamento com válvula ativa, é o componente principal da trilha sonora. A “fritura” de pneus na largada com o sistema eletrônico de preaquecimento dos pneus traseiros Line Lock é outra tecnologia que evoca os sentidos e rende belos efeitos visuais. Na pré-venda o carro custa R$ 299.900, mais de 200 unidades já vendidas no Brasil e em Fortaleza cinco felizardos já reservaram o carro e um já recebeu.


“O ingrediente principal do Mustang é a emoção. Todas as tecnologias e avanços introduzidos no novo modelo para refinar o seu desempenho têm como ponto central esse objetivo”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford. “Por isso ele é um ícone de performance e esportividade.”

11:36 · 02.03.2018 / atualizado às 11:36 · 02.03.2018 por

O Ford Mustang fechou mais um mês na liderança do segmento de carros esportivos e esportivos premium em fevereiro. Desde a abertura do programa de pré-venda, em meados de dezembro, o modelo agora passa de 200 unidades comercializadas, o equivalente a cerca do dobro da somatória de todos os concorrentes da categoria no mesmo período. Nesse grupo estão incluídos modelos como Camaro, Mercedez-Benz AMG e SLC, BMW M6, Audi TT e Porsche 911


A pré-venda do Mustang continua até o final de março, com um sistema de atendimento exclusivo feito por meio do site www.mustangford.com.br e nos distribuidores da marca. Oferecido na versão GT Premium, topo de linha, o esportivo tem preço de lançamento de R$299.900 e a reserva é feita com o pagamento de 10% desse valor. As primeiras unidades começam a ser entregues aos proprietários no Brasil no final deste mês.
Esse resultado é comemorado pela marca, que criou um processo diferenciado para a comercialização do modelo e também reservou um presente especial para os compradores do primeiro lote: um capacete de edição limitada assinado pelo piloto Dan Gurney, lenda do automobilismo.
“O Mustang tem encontrado uma grande aceitação entre os consumidores brasileiros, mostrando a força da sua marca”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford. “Mais que isso, os fãs vão se surpreender com o desempenho e conteúdo de inovação que ele traz na nova geração.”
Entre as novidades, estão o painel configurável de 12 polegadas totalmente digital, o sistema eletrônico de preaquecimento dos pneus traseiros (Line Lock) e a central multimídia SYNC 3. Ele também vem com faróis e lanternas de LED, acesso inteligente por sensor, botão de partida e tecnologias avançadas de assistência ao motorista. As rodas de 19 polegadas e o aerofólio traseiro destacam a sua esportividade.
O desempenho do Mustang GT é um capítulo à parte, com o poderoso motor V8 5.0 de 466 cv e transmissão automática de 10 velocidades com opção de trocas no volante. “O Mustang é um ícone de esportividade e liberdade, que desperta entusiasmo e emoção em todas as partes do mundo. O Brasil agora estará oficialmente integrado a esse grupo”, completa Pfeiffer.

10:19 · 21.02.2018 / atualizado às 10:46 · 21.02.2018 por

Chega ao Brasil o novo Audi TT RS Coupé, versão mais apimentada do TT Coupé. Equipado com motor 2.5 de cinco cilindros capaz de desenvolver 400 cv, o esportivo tem desempenho poderoso, dirigibilidade incrível e oferece boa estabilidade e segurança. Seu preço sugerido é de R$ 424.990

 


Graças à utilização de ligas de metais leves, diminuição dos atritos internos e ao aprimorado desdobramento de potência, o novo motor 2.5 TFSI entrega um desempenho 17% maior, apesar de não haver mudança no deslocamento volumétrico de 2.480 cm³. O cárter e bloco do motor são agora concebidos em ligas de alumínio, o que reduz seu peso em 18 kg. O propulsor 2.5l é extremamente compacto, medindo menos de 50 cm de comprimento, além de ser, no total, 26 kg mais leve que o anterior.

Com 400 cv, ele oferece um nível de potência nunca antes atingido. O torque máximo de 480 Nm é disponibilizado entre 1.700 e 5.850 rpm, o que garante uma força surpreendente, acompanhada de um som inconfundível. Devido à sequência de ignição 1-2-4-5-3, alternando entre os cilindros externos e por fim no central, impõe um ritmo de funcionamento característico e especial.
O TT RS Coupé acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos, o que corresponde aos níveis alcançados pelos superesportivos. A velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente. Apesar do aumento no desempenho, conseguiu-se reduzir o consumo de combustível.


A potência do motor 2.5 TFSI alcança o asfalto por meio do sistema de tração integral quattro acoplado à transmissão S tronic de sete velocidades, com trocas de marchas feitas em frações de segundo. A embreagem multidisco eletro-hidráulica, do sistema de tração, distribui a força de forma totalmente variável entre os dois eixos e conforme a necessidade. Isso assegura uma alta aderência ao piso aumentando ainda mais a diversão ao volante. A vetorização de torque contribui para uma condução ainda mais ágil, eficiente e segura.


Além do peso reduzido, o TT RS tem uma ótima dirigibilidade, conseguida a partir do sistema de construção de diversos materiais de seu chassi esportivo. A direção, bastante direta, proporciona um contato próximo com a estrada e transforma a condução em trechos sinuosos e desafiadores em uma experiência extremamente prazerosa. O eixo dianteiro é equipado com discos de freio de aço ventilados e perfurados, e as quatro rodas de liga leve tem um diâmetro de 19 polegadas.

Na traseira são instalados discos de aço rígidos. O veículo traz ainda a suspensão esportiva RS, desenvolvida especialmente para os modelos esportivos da marca.
A lista de equipamentos inclui Audi virtual cockpit, bancos esportivos de couro Napa Fina, acabamento interno em fibra de carbono, volante multifuncional esportivo com base aplanada revestido em couro, capas dos retrovisores na cor preto brilhante, escapamento esportivo RS, faróis Full Led, lanternas traseiras em OLED, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, além de câmera de ré, Audi drive select, sistema Keyless-Go, suspensão esportiva RS, Audi smartphone interface, sistema de som Bang & Olufsen e rádio MMI com sistema de navegação.

Ficha Técnica

Motor: 2.5 litros, cinco cilindros
Potência: 400 cv
Câmbio: Automático S tronic de sete velocidades
Aceleração 0-100 km/h: 3,7 segundos
Velocidade máxima: 250 km/h
Preço: R$ 424.990,00

15:19 · 02.01.2018 / atualizado às 15:19 · 02.01.2018 por

53 anos após seu lançamento, a Ford decidiu trazer para o Brasil o Mustang que será oferecido unicamente na versão GT Premium com motor V8 302 5,0 litros e 466cv com câmbio automático de dez marchas. Quem deseja um pouco mais, pode optar pela importação independente das demais versões como o Shelby GT 350, disponível por R$ 499 mil na Direct Imports.
O Shelby GT 350 tem motor V8 5,2 litros e 526cv associado à transmissão manual Tremec de seis marchas, suspensão com ajuste automático MagneRide, pneus Michelin Sport Cup 2 com rodas aro 19 exclusivas, suspensão traseira independente, freios Brembo redimensionados a disco ventilados nas quatro rodas, controle eletrônico de estabilidade exclusivo para a versão e sistema extra de refrigeração para o diferencial, câmbio e sistema de lubrificação. Com visual aprimorado, o Shelby tem bancos Recaro, pedais exclusivos, volante revestido em couro e Alcântara e acabamento diferenciado nas portas e painel com tecido em suede.


“A configuração da linha 2018 está disponível para configuração e atende o perfil de consumidor que busca a essência da esportividade já que o câmbio do Mustang que será vendido no Brasil nas concessionárias tem apenas transmissão automática, e sem dúvida o Shelby continuará bastante procurado, assim como já vendemos muitos Corvette no Brasil para quem quer mais do que um Camaro pode oferecer”, explica Daniel Valério, CEO da Direct Imports.
No mercado de 2004, a Direct Imports tem sede na Avenida Europa, 873 em São Paulo e estrutura própria em Miami, EUA. O Shelby GT 350 à venda por R$ 499 mil inclui todos os impostos, transporte e taxas alfandegárias com entrega em todo o Brasil com prazo médio de 45 dias.