Blog do Automóvel

Categoria: Fábrica


15:10 · 17.09.2018 / atualizado às 15:10 · 17.09.2018 por

Empresa colocará R$ 153 milhões em ampliação da produção de pneus para veículos pesados


Após anunciar o investimento de R$ 487 milhões para ampliação de sua fábrica de pneus de passeio e construção de um novo módulo para produzir pneus de carga, a Dunlop Pneus, empresa japonesa que faz parte do Grupo Sumitomo, investirá mais R$ 153 milhões em uma nova expansão do complexo instalado em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba no Paraná. O objetivo é aumentar a produção de pneus de caminhões e ônibus dos já anunciados 500 pneus por dia (previstos para março de 2019) para 1.000 pneus por dia.
O novo aporte da companhia está voltado para novos maquinários, que começarão a chegar a partir de outubro de 2019 e, gradativamente, irão possibilitar o aumento da capacidade produtiva. Espera-se que a produção dos 1.000 pneus de carga seja alcançada já em julho de 2020. Além disso, a Dunlop prevê a contratação de mais de 50 funcionários para a nova fase da fábrica no Paraná.

Por dentro da fábrica

Expansão da fábrica e tecnologia 
A Dunlop, que hoje possui aproximadamente 5,6% de market share de pneus para caminhões e ônibus no mercado de reposição, projeta um crescimento desses números a médio e longo prazos: “Nossa ambição é crescer mais que o mercado em 2018. O primeiro semestre do ano foi desafiador, mas nossas estratégias estão traçadas para sustentar esse crescimento de forma sólida e, consequentemente, gerar mais desenvolvimento e qualidade de vida à população brasileira”, resume Rodrigo Alonso, Gerente Sênior de Vendas e Marketing da Dunlop.
O primeiro pneu de carga que será produzido na unidade da Dunlop será o SP320, pneu lançado em maio, que já é um sucesso de vendas e possui a mais alta tecnologia japonesa que oferece maior vida útil ao produto e alto índice de recapabilidade. O pneu foi desenvolvido para equipar caminhões do segmento regional e rodoviário, para aplicação em todas as posições, porém otimizado para utilização em eixos direcionais.
A fábrica de pneus de carga no Brasil será a primeira da Dunlop no mundo a produzir pneus sem emenda para a categoria de veículos pesados. A empresa já possui esse sistema de produção ultramoderno para os veículos de passeio em território nacional. A fabricação de pneus Dunlop no Brasil utiliza a alta tecnologia Sun System, que permite a produção sem emendas nas partes de borracha do pneu, o que garante pneus mais redondos que proporcionam mais conforto, estabilidade, com menos consumo de combustível.

16:42 · 21.02.2018 / atualizado às 11:49 · 21.02.2018 por

A General Motors Mercosul apresentou as obras de expansão do Complexo Industrial de São Caetano do Sul (SP), que resultam dos novos investimentos de R$ 1,2 bilhão na unidade

 

 

A unidade ganha novo prédio construído com telhas translúcidas, luzes de LED com automação de dimer, ventilação natural, entre outros conceitos de construção sustentável e passa a ocupar 432.300m² de área construída. Como parte do projeto, a unidade terá todas as suas instalações internas redesenhadas e vai incorporar novas tecnologias de manufatura 4.0.
O evento contou com a presença do Governador Geraldo Alckmin, do Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima e do prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior.
Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, anunciou que a fábrica terá sua capacidade anual ampliada de 250 mil para mais de 330 mil veículos por ano.
“A GM celebra 93 anos no Brasil em um processo acelerado de crescimento e inovação. Os novos investimentos vão transformar o Complexo Industrial de São Caetano do Sul em um dos mais eficientes e avançados da indústria. As novas instalações vão permitir a Chevrolet seguir entregando produtos de alta qualidade e tecnologia para continuar liderando o mercado brasileiro”, disse Zarlenga.

Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul

O montante de R$ 1,2 bilhão que a GM está aplicando na fábrica faz parte do maior plano de investimentos da empresa em toda sua história no Brasil, com um total de R$ 13 bilhões que estão sendo aplicados no país entre 2014 e 2020.
A Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos do Governo do Estado de São Paulo, tem apoiado o projeto desde o início, principalmente na interlocução com a Secretaria da Fazenda para questões tributárias e também junto a municipalidade na infraestrutura e no sistema viário.
Manufatura 4.0
Uma das fábricas mais versáteis e flexíveis da GM, onde de uma mesma linha saem produtos diversos como o Cobalt, Onix, Spin e Montana, o Complexo de São Caetano do Sul vai receber novas tecnologias de manufatura inteligente (4.0), incluindo prensas de última geração, solda a laser, novo sistema de montagem de motor e transmissão, novas injetoras plásticas, novo processo de na funilaria e novo transportador de veículo na linha de montagem.
A transformação pela qual a fábrica está passando foi viabilizada graças à parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul, destaca Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul. “O suporte do sindicato foi fundamental na tomada de decisão sobre os novos investimentos, que vão colocar a fábrica de São Caetano do Sul em um novo patamar de competitividade”, disse Munhoz.

Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul

Complexo ainda mais sustentável
Tanto a demolição do antigo prédio como a construção da nova instalação foram pautados pela sustentabilidade e boa parte do entulho gerado na demolição foi reciclado e reutilizado na nova própria obra, reduzindo o impacto ambiental.
Além disso, a GM inaugurou no Complexo em 2017 o maior sistema de aquecimento solar da indústria automotiva. São 560 metros quadrados instalados no telhado da fábrica em São Caetano do Sul, para fornecer água quente aos chuveiros do vestiário da fábrica, o equivalente a abastecer o consumo diário de 900 casas.
O sistema conta com 280 placas solares e sistemas de bomba de calor, com capacidade para abastecer 300 chuveiros, eliminando a necessidade de uso de vapor e evitando o consumo de gás natural. Essas e outras ações no campo da sustentabilidade e o apoio a projetos sociais sempre estiveram presentes no histórico da empresa nessas últimas nove décadas, especialmente nos últimos anos e cada vez mais no futuro.
No Mercosul, a GM já conta com quatro fábricas certificadas de acordo com a ISO 50.001, a norma de gestão de energia, sendo a fábrica de São Caetano do Sul a mais recente a receber a certificação em janeiro de 2017.

Opala, um dos carros feitos na fábrica da GM

Principais carros fabricados em São Caetano do Sul (SP)
– Opala
– Monza
– Omega
– Vectra
– Corsa
– Kadett
– Astra
– Montana
– Cobalt
– Cruze
– Onix Joy
– Spin

Sedan Omega

 

Monza, um dos ícones da marca
11:59 · 10.05.2017 / atualizado às 12:01 · 10.05.2017 por

Chevrolet registrou, em maio, a produção da unidade de número 200 mil do Spin no complexo industrial da GM em São Caetano do Sul (SP). A minivan, lançada em junho de 2012 no Brasil, é atualmente exportada para os principais mercados da América do Sul, como o argentino e o uruguaio


Simbolizada pela versão Activ, o modelo de número 200 mil também marcou o início da produção do modelo 2018, que será lançado em breve.
“O Spin 2018 oferecerá conteúdo tecnológico extra para que seus usuários possam ter uma experiência ainda mais completa em relação à conectividade, hoje um dos principais diferenciais competitivos da linha Chevrolet”, adianta Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de produto da marca.


Confira as principais evoluções do Spin no mercado nacional
2012 – Opção de veículo espaçoso e acessível, Spin estreia com motor 1.8 Flex e versões de sete e cinco lugares com porta-malas de até 710 litros
2013 – Chevrolet MyLink colocou a minivan na vanguarda da conectividade do segmento; outra novidade foi a série Advantage
2014 – Spin Activ marca estreia da Chevrolet no segmento dos veículos de visual aventureiro
2015 – Modelo ganha refinamento com itens adicionais de conforto e conveniência e novo acabamento interior
2016 – Além do motor 1.8 de nova geração e da transmissão de seis marchas, Spin adotou direção elétrica e uma inédita grade ativa do radiador que a transformou no modelo de sete lugares mais econômico do mercado

 

 

14:47 · 24.10.2016 / atualizado às 14:47 · 24.10.2016 por

A primeira unidade do Land Rover Discovery Sport produzido na recém-inaugurada fábrica da Jaguar Land Rover em Itatiaia/RJ continua sua jornada pelas mais belas paisagens do Brasil. Depois de desbravar as dunas de Natal, no Nordeste do País, o veículo faz agora uma expedição pelo extremo sul brasileiro percorrendo regiões belíssimas.

discovery
A ação faz parte do projeto Filhos Deste Solo, em que as primeiras unidades do Discovery Sport e do Range Rover Evoque produzidos em Itatiaia partiram em uma jornada pelos mais belos lugares do Brasil, encontrando pessoas e conhecendo a fundo o país em que eles são produzidos.

discovery2
A expedição pelo Sul saiu de Porto Alegre rumo ao Chuí e passou por belíssimas regiões e diversos tipos de terreno, entre eles os pântanos do Parque Nacional da Lagoa dos Peixes e as areias da Praia do Cassino. Todo o trajeto foi filmado e dará origem a uma série de quatro episódios no canal Off, que serão exibidas a partir do próximo mês de novembro.
O Land Rover Discovery Sport chegou ao mercado brasileiro em março de 2015 e em poucos meses se tornou o mais vendido veículo da Land Rover no Brasil e o SUV premium mais vendido do país no primeiro semestre deste ano, com 1.830 unidades comercializadas.

discovery3
Inicialmente importado da Inglaterra, o Discovery Sport passou a ser produzido na fábrica da Jaguar Land Rover em Itatiaia junto com outro grande sucesso da marca, o Range Rover Evoque.

11:32 · 22.09.2016 / atualizado às 11:32 · 22.09.2016 por

Seguindo a demanda dos seus mais recentes modelos F-PACE e XE, a Jaguar anuncia que o sedan esportivo lançado no ano passado será agora fabricado em Castle Bromwich, marcando o retorno da produção de todos os modelos esportivos para a fábrica de Birmingham.

jaguar-xe

O Jaguar XE será gradualmente transferido de sua atual fábrica, em Solihull, demonstrando a total flexibilidade das operações de West Midlands da Jaguar Land Rover – resultado de um investimento de mais de £1 bilhão na infraestrutura de Solihull e Castle Bromwich. Esse investimento em novas linhas de produção, oficinas e salas de montagem apoia a produção de três modelos da Jaguar, construídos com a mais avançada tecnologia em arquitetura de alumínio.

11:54 · 11.02.2016 / atualizado às 11:54 · 11.02.2016 por

mercedes60Este ano é especial para a Mercedes-Benz em detrimento dos 60 anos da empresa no País. As comemorações começaram oficialmente com a instalação de um grande numeral “60” no topo do prédio central de sua fábrica de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

Esta iniciativa dá sequência a algumas ações internas já ocorridas, tendo como base o tema “60 anos de Brasil – Movendo o Futuro”, como, por exemplo, o cartão postal enviado pelo presidente aos funcionários e a inclusão do logotipo comemorativo nos e-mails dos colaboradores. Ao longo de 2016, diversas outras ações serão desenvolvidas, envolvendo, por exemplo, mídias sociais e concursos culturais.

mercedesOficialmente, 28 de setembro deste ano é o dia-chave do aniversário. Ao longo dessas seis décadas, a marca conta com unidades em São Bernardo do Campo e Campinas, no estado de São Paulo, e em Juiz de Fora, Minas Gerais. A fábrica do ABC paulista é também a maior da Daimler fora da Alemanha para produção de veículos comerciais da marca Mercedes-Benz, sendo a única da Companhia a reunir, num mesmo local, a produção de caminhões (Atego, Atron e Axor), chassis de ônibus urbanos e rodoviários e agregados (motores, câmbios, eixos e cabinas de caminhões). Os caminhões Accelo e Actros são fabricados na cidade de Juiz de Fora.

A unidade de Campinas abriga a linha de produtos remanufaturados da linha RENOV, bem como toda a estrutura de pós-venda, como Central de Peças, Central de Relacionamento com o Cliente e Treinamento, entre outras.

Em breve, a Mercedes irá inaugurar sua fábrica de automóveis Mercedes-Benz em Iracemápolis, interior de São Paulo.“Continuamos acreditando no País e temos muito a contribuir para sua recuperação”, pontua Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

21:14 · 04.10.2015 / atualizado às 10:47 · 14.10.2015 por

A Jaguar Land Rover confirma que o Range Rover Evoque se juntará ao novo Discovery Sport na linha de produção da unidade fabril que está construindo em Itatiaia, na região sul-fluminense, no Rio de Janeiro. O primeiro carro a ser produzido no País e entregue será justamente o Range Rover Evoque, no começo de 2016.

EVOQUE
A unidade da montadora inglesa em Itatiaia, com investimento de R$ 750 milhões até 2020, suplementará a atual produção internacional da empresa. A capacidade da fábrica brasileira poderá chegar a 24 mil unidades por ano, voltada ao mercado nacional. Essa será a primeira fábrica da Jaguar Land Rover totalmente própria fora do Reino Unido.

Com a chegada do Range Rover Evoque 2016, a Land Rover fortalece seu modelo mais vendido no Brasil hoje. O sofisticado SUV compacto traz novos detalhes de design e mais tecnologias para firmar-se no mercado como líder do segmento.

EVOQUE3
Terry Hill, presidente da Jaguar Land Rover América Latina, diz: “Desde seu lançamento, o Range Rover Evoque já vendeu mais de 20 mil veículos no Brasil e estamos felizes em confirmar que ele também será produzido na nossa planta de Itatiaia. O País e toda a região é muito importante para a Jaguar Land Rover e essa chegada do Range Rover Evoque a Itatiaia reforça o nosso comprometimento de longo prazo com o mercado brasileiro.”

EVOQUE2
A Jaguar Land Rover é a primeira companhia britânica de automóveis a investir numa planta de manufatura no Brasil. Na primeira fase do projeto, as instalações de aproximadamente 60 mil m² poderão empregar até 400 colaboradores. Com a construção da unidade quase finalizada, a Jaguar Land Rover começa agora a instalar novos equipamentos que apoiarão o começo da produção nos primeiros meses de 2016.

15:16 · 24.08.2015 / atualizado às 15:16 · 24.08.2015 por

A Volkswagen do Brasil acaba de superar a marca de 100 mil unidades do Novo Fox produzidas em São José dos Pinhais (PR) desde agosto de 2014, quando o modelo foi lançado. O marco foi representado pelo Novo Fox Rock in Rio, uma edição especial que oferece extensa lista de conteúdo de série e detalhes visuais exclusivos, com excelente custo-benefício. Desde a sua inauguração, em 1999, o complexo industrial paranaense já produziu mais de 2,4 milhões de veículos, dos quais mais de 1,8 milhão do modelo Fox – um dos veículos mais vendidos no País.

Linha de montagem do Fox, em São José dos Pinhais, Paraná
Linha de montagem do Fox, em São José dos Pinhais, Paraná
13:42 · 14.08.2015 / atualizado às 13:42 · 14.08.2015 por

11863399_1085120938183878_1396235132524603325_nAmanhã é dia de superesportivos no Guia Automotivo. No Autódromo do Eusébio, a linha AMG da Mercedes foi testada em alta velocidade, enquanto isso em Indaiatuba foi a vez do WRX e WRX STI da Subaru correr na pista da Fazenda Capuava. Além disso, veja ainda detalhes do esportivo Ford GT.

E para tirar o programa da rotina, embarcamos em um jatinho de mais de R$ 85 milhões e conhecemos a fábrica onde ele é produzido aqui no Brasil. Quer mais? Tem sugestão de livro que conta a história do Gurgel e os dez carros mais vendidos em julho no País. Veja tudo isso neste sábado às 10h30 na TV Diário.

11728982_912538462141302_2948685060801621576_o

18:33 · 08.08.2015 / atualizado às 18:33 · 08.08.2015 por

P90142830O BMW X3 é o mais novo produto nacional da marca. Neste mês deu início a sua produção na fábrica do BMW Group Brasil em Araquari (SC), nas versões BMW X3 xDrive20i, X3 xDrive20i X Line e X3 xDrive35i M Sport, ano modelo 2015/2016.

Enquadrado pela marca na categoria SAV (Sport Activity Vehicle), a versão de entrada é o X3 xDrive20i. Ele tem motor 2.0 litros de 4 cilindros a gasolina, com 184 hp de potência e 270 Nm de torque, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos. O modelo traz ainda tração integral e transmissão automática de oito marchas.

A lista de equipamentos inclui, além do sistema de navegação com ConnectedDrive, ar-condicionado automático digital, rodas de liga leve Double Spoke aro 18, dentre outros itens. Um destaque também é o porta-malas de 550 a 1.600 litros.

P90142827Os veículos produzidos em solo nacional chegam à rede de concessionárias ainda este mês por valor sugerido de R$ 211.450,00 (X3 xDrive20i), R$ 229.450,00 (xDrive20i X Line) e R$ 290.450,00 (xDrive35i M Sport).

Nacionais

Com uma área total de 1,5 milhão de metros quadrados, dos quais 500 mil metros quadrados de área pavimentada, essa fábrica do BMW Group é a 30ª unidade fabril da empresa no mundo, em 14 países.

Série 3 fabricada no Brasil, o mais vendido da BMW
Série 3 durante o anúncio de sua fabricação

Com o X3, já são quatro modelos produzidos na fábrica, onde já são feitos Série 3, X1 e Série 1. O próximo foi anunciado: até o fim deste ano, o MINI Countryman também ingressará na lista de produção nacional.

“O início da produção do BMW X3 em nossa fábrica é mais um importante marco de nossa trajetória no Brasil. Em menos de um ano após o início das atividades em nossa unidade já contamos com quatro modelos em linha. Estamos cada vez mais preparados para atender às necessidades dos exigentes consumidores do País”, comenta Gerald Degen, Vice-presidente sênior responsável pela fábrica Araquari.

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs