Busca

Categoria: Fenatran


12:46 · 18.10.2017 / atualizado às 12:46 · 18.10.2017 por

A Ford trouxe ao Brasil para exibição na Fenatran o F-450 Super Duty Platinum, com cabine dupla e tração 4×4, um grande sucesso norte-americano. Apresentado na feira dos transportes em São Paulo como veículo demonstrativo do potencial da Série F, o modelo é classificado como um caminhão do segmento de leves e tem uma concepção que combina as características de um veículo comercial de trabalho com o conforto e a tecnologia de última geração de uma picape de grande porte, comum nos Estados Unidos para atividades mistas de rodagem pesada, em especial como reboque


Produzido e vendido exclusivamente naquele país, o F-450 não tem ainda previsão para o Brasil, mas demonstra toda a tradição de uma linha de veículos de grande aceitação, representada no Brasil pelo F-350 e F-4000, caminhões semileve e leve, respectivamente, para uso urbano e nas estradas. O F-450 Super Duty chama a atenção tanto por ter a maior potência e capacidade de carga da categoria como pelos recursos inéditos de assistência ao motorista.


Equipado com motor V8 turbodiesel de 6.7 litros, o F-450 Super Duty tem mais de 440 cavalos e torque de 128 kgfm. O chassi feito com mais de 95% de aço de alta resistência e a carroceria de liga de alumínio de nível militar contribuem para garantir uma carga útil de 3.460 kg e capacidade de reboque de 14.741 kg. Tem nada menos que 20 tecnologias de assistência ao motorista exclusivas na categoria, aumentando a produtividade e a confiança no trabalho. Entre elas, o assistente de ré para trailer, o piloto automático adaptativo com sistema anticolisão, alerta de ponto cego e tráfego cruzado e alerta de permanência em faixa.
Traz também sete câmeras de alta resolução – duas dianteiras, duas laterais, duas traseiras e uma na caçamba, que facilitam o engate de trailer –, monitoramento de pressão dos pneus e abertura e fechamento remoto da caçamba.
A direção adaptativa é outra tecnologia nova desenvolvida pela Ford que já gerou o registro de oito patentes, além do pedido de outras 11. Ela leva a um novo patamar os recursos da direção com assistência elétrica e reduz em até um terço o esforço no volante em manobras de estacionamento com trailer. Além disso, também torna a direção mais segura e precisa em alta velocidade.


Todo o sistema – composto por um motor elétrico, um computador e um redutor – fica instalado no próprio volante. Sua vantagem é que, em vez de usar uma relação fixa, é capaz de adicionar ou reduzir a rotação no volante, dependendo dos comandos do motorista e da velocidade do veículo. Para se ter uma ideia, em baixa velocidade o giro da direção batente a batente pode ser reduzido em até uma volta.


A assistência de ré permite ver o reboque na tela da central multimídia SYNC em manobras e também monitorar o seu comportamento na estrada. O piloto automático adaptativo com assistência anticolisão usa o freio-motor para reduzir a velocidade e evitar acidentes com reboques pesados. Equipado com radar, o alerta de ponto cego e tráfego cruzado chama a atenção do motorista para obstáculos e a movimentação de veículos, principalmente em espaços apertados e estacionamentos.
O alerta de permanência na faixa funciona com uma câmera montada entre o parabrisa e o espelho retrovisor, que detecta quando o caminhão sai involuntariamente da pista.

15:17 · 09.11.2015 / atualizado às 15:17 · 09.11.2015 por

A 20ª edição da Fenatran começa nesta segunda-feira, 9 de novembro, em São Paulo, com o desafio de ditar um novo ritmo para o mercado nacional do transporte rodoviário de carga. Já na cerimônia de abertura, a ANFAVEA declarou que conseguiu junto ao Governo a reabertura da linha Finame PSI nas mesmas condições anteriores, especialmente com relação aos custos financeiros

 

fenatran-2015

Com a decisão, o PSI volta a operar normalmente, ou seja, aprovará – de acordo com a análise do BNDES – os pedidos já protocolados e receberá novos pedidos de financiamento até os prazos já determinados.
Para o presidente da ANFAVEA, Luiz Moan Yabiku Junior, a reabertura do PSI é fundamental para o desenrolar do mercado neste ano: “É de aplaudir a forma muito rápida de ação do Governo ao decidir pela reabertura do PSI, que permitirá ao mercado prosseguir com as atividades neste ano com as regras já definidas. Ao considerar a conjuntura atual do segmento e também a realização da Fenatran, tenho a certeza de que a decisão foi extremamente acertada e poderá dar uma injeção de confiança nos consumidores e investidores”.
Com 320 empresas expositoras, o evento mostra a união e a força deste mercado, que busca maior interatividade com todas as esferas do governo. A partir das 13h, as empresas mostram ao público seus lançamentos para fazer essa economia continuar em locomoção. O evento vai até sexta-feira, 13, no Anhembi, em São Paulo.
Acompanhe alguns destaques dessa segunda-feira na Fenatran:
Acompanhe a grade de hoje:
15h às 15h45: Como a adoção de práticas sustentáveis no setor de transporte, impulsiona novos negócios – Adriana Prestes, Fundadora – CO2 Neutro
16h às 16h45: Motor e Embreagens Remanufaturados – Edivaldo Portugal & Fábio Angonilha, Consultores – ANRAP
17h às 17h45: Relevância do planejamento de rotas na cadeia logística – Maximiliano Fernandes, Diretor de Marketing e Produtos – Ticket Car
18h às 18h45: Espaço TranspoData: Redes de Concessionárias e Fabricantes, como sobreviver em tempos de crise – Orlando Merluzzi, Presidente – MA 8
19h às 19h45: Como o sistema de RFID auxilia no controle dos custos com pneus de caminhões – Richard Suarez, Consultor – Tech International

12:35 · 03.11.2015 / atualizado às 14:05 · 03.11.2015 por

Outubro deu Onix na cabeça. Os números da FENABRAVE após o término de outubro indicam: pelo terceiro mês consecutivo, o carro mais vendido no Brasil foi o Chevrolet Onix. Com 11 131 unidades emplacadas, ele se aproxima cada vez mais do até agora líder no acumulado do ano, o Fiat Palio (com 8 123 emplacamentos em outubro)

Onix está com vendas aceleradas
Onix está com vendas aceleradas

 

Se a média dos últimos meses se repetir em novembro, é bem provável que o Onix ultrapasse o Palio e feche o ano com o título de mais vendido em 2015 – a diferença no acumulado nesse momento é de apenas 1 358 unidades.
O segundo colocado em outubro foi o Hyundai HB20 hatch, que estreou com sucesso seu primeiro facelift, registrando 9 748 vendas – o suficiente para fazê-lo tomar o terceiro lugar da Fiat Strada no acumulado de 2015 (veja lista abaixo). Em terceiro na contagem mensal veio o Palio, e em quarto o ressurgido VW Gol, com 6 581 unidades – um alívio após a queda abrupta de setembro, quando não apareceu entre os dez mais vendidos pela primeira vez em décadas.

Hyundai HB20 ficou em segundo em outubro
Hyundai HB20 ficou em segundo em outubro

O Chevrolet Prisma ficou em quinto lugar no ranking mensal, com 6 279 unidades (um grande salto em relação a setembro, quando registrou 4 714 exemplares), seguido pela Fiat Strada (líder entre os comerciais leves), com 6 052. Em sétimo surge o Ford Ka (5 880), e na sequência aparecem Toyota Corolla (5 632) e o cada vez mais competitivo Jeep Renegade (5 623), que novamente bate seu principal competidor, o Honda HR-V (5 448).
Confira a lista dos dez mais vendidos em outubro de 2015:
1 – Chevrolet Onix = 11 131
2 – Hyundai HB20 = 9 748
3 – Fiat Palio = 8 123
4 – VW Gol = 6 581
5 – Chevrolet Prisma = 6 279
6 – Fiat Strada = 6 052
7 – Ford Ka = 5 880
8 – VW Fox / Crossfox = 5 676
9 – Toyota Corolla = 5 632
10 – Jeep Renegade = 5 623
Agora veja a lista das vendas acumuladas em 2015:
1 – Fiat Palio = 100 215
2 – Chevrolet Onix = 98 857
3 – Hyundai HB20 = 88 620
4 – Fiat Strada = 85 509
5 – Ford Ka = 75 446
6 – VW Gol = 69 828
7 – VW Fox / Crossfox = 68 256
8 – Fiat Uno = 68 011
9 – Renault Sandero = 63 585
10 – Chevrolet Prisma = 56 115

10:15 · 05.01.2015 / atualizado às 10:05 · 06.01.2015 por

Não teve jeito. Um dia o líder cai. Depois de 27 anos de liderança, eu escrevi 27 ANOS, o Volkswagen terminou 2014 em segundo lugar. O Fiat Palio assumiu o topo com 183.744 unidades vendidas no Brasil. A diferença foi mínima, de apenas 378 carros. Líder de mercado há 13 anos, a Fiat jogou pesado para ultrapassar o Gol. A briga beneficiou ao consumidor com promoções, descontos ou facilidades de pagamento e também aos frotistas pela vantagem da venda direta com preço reduzido em relação à tabela.

Palio desbancou o Gol depois de 27 anos de liderança do carro da Volkswagen
Palio desbancou o Gol depois de 27 anos de liderança do carro da Volkswagen

Na segunda metade do ano, o Palio foi líder e conseguir manter a primeira posição, mas sempre pressionado pelo Gol. A picape Fiat Strada ficou em terceiro, com 153.113 registros, seguida pelo Chevrolet Onix com 150.842 e pelo Fiat Uno com 122.978. O Hyundai HB20 saltou da nona posição em 2013 para a sexta em 2014 com a venda de 119.789 unidades. Foi seguido pelo Ford Fiesta com 108.393, Fiat Siena com 106.974, VW Fox com 101.341 e Renault Sandero com 95.986. Dos 10 carros mais vendidos em 2014, quatro foram da Fiat, dois da Volkswagen e um Chevrolet, Ford, Hyundai e Renault.

Por uma pequena margem, Gol não conseguiu o primeiro lugar
Por uma pequena margem, Gol não conseguiu o primeiro lugar

A assessoria de imprensa da Volkswagen se posicionou sobre o assunto em nota oficial: “O Gol é um vencedor, tendo sido o preferido dos brasileiros por 27 anos consecutivos. É o carro mais produzido (mais de 7,5 milhões de unidades), vendido e exportado (mais de 1,2 milhão de unidades para 66 países) da história do Brasil. Mesmo em 2014, o modelo foi o escolhido por 183.367 clientes, uma diferença de apenas 0,2% (mesmo com a saída da versão G4) para seu concorrente (que ainda mantém duas versões de mesmo nome em sua gama: antiga e atual)”.

Confira lista completa mais abaixo.

Dez carros mais vendidos em 2014
1º – Fiat Palio – 183.744
2º – VW Gol – 183.366
3º – Fiat Strada – 153.113
4º – Chevrolet Onix – 150.842
5º – Fiat Uno – 122.978
6º – Hyundai HB20 – 119.789
7º – Ford Fiesta – 108.393
8º – Fiat Siena – 106.974
9º – VW Fox – 101.341
10 – Renault Sandero – 95.986

Fonte:Fenabrave

12:41 · 30.10.2013 / atualizado às 12:43 · 30.10.2013 por

Entregando força, capacidade e conforto em iguais e generosas medidas, a Ram 2500 se apresenta, dentro do estande da Fiat, na 19ª edição da Fenatran, o Salão Internacional do Transporte, como o braço direito daqueles que sabem como realizar, que nunca desistem do trabalho pesado da rotina diária.

Ram_2500_foto_Pedro_Bicudo (4)
Única picape do segmento grande no Brasil, a Ram 2500 impressiona não apenas pelo tamanho, mas pelo estilo de traços “musculosos”. Músculo também não falta no conjunto mecânico, onde brilha o motor turbodiesel Cummins®, de 6,7 litros e seis cilindros em linha, com 310 cv de potência e 84,6 mkgf de torque. O câmbio é automático de seis marchas e a tração, 4×4 com reduzida. Com tanta força disponível, a Ram 2500 pode rebocar mais de 5.500 kg, quando equipada com o kit de engate e reboque da Mopar® específico para este tipo de carga.

Ram_2500_foto_Pedro_Bicudo (2)
Outro destaque é o nível de equipamentos e refinamento da Ram 2500, oferecida em versão única, Laramie. Há ar-condicionado automático de dois quadrantes, bancos revestidos de couro e sistema de áudio MyGIG com tela sensível ao toque de 6,5”, nove alto-falantes, subwoofer e HD de 30 GB, entre muitos outros itens. A cabine – para seis pessoas – é muito espaçosa, especialmente no banco traseiro.
Não bastassem suas qualidades dinâmicas inerentes, como a direção e os freios de ótimas respostas, a Ram 2500 conta com mais de 20 recursos de segurança. O conjunto de air bags, por exemplo, é formado por seis bolsas, abrangendo oito pontos de proteção. Os air bags dianteiros são de múltiplos estágios, os bancos dianteiros contam com air bags laterais suplementares e ainda há os air bags do tipo cortina, que protegem tanto os ocupantes da frente como os de trás.

Ram_2500_foto_Pedro_Bicudo (1)
Também há controle eletrônico de estabilidade (ESC), freios ABS nas quatro rodas com distribuição da força de frenagem e o exclusivo sistema de freio motor integrado “Diesel-exhaust-brake”. Essa função reduz as perdas na eficiência do freio, aumentando a confiança e a segurança durante o transporte de cargas pesadas em declives acentuados.

Ram_2500_foto_Pedro_Bicudo (7)

Acessórios Mopar
A Ram 2500 tem inúmeras possibilidades de personalização com o enorme portfólio de acessórios da Mopar. Na unidade em exposição no Pavilhão de Exposições do Anhembi foram instalados três itens muito procurados pelos clientes. São eles os estribos laterais moldados, de aparência mais refinada, a capota marítima de tecido e o protetor de caçamba (de borracha e poliuretano, com alta capacidade antiderrapante).
Outro produto Mopar que estará na maior picape do mercado brasileiro é o divertido triciclo elétrico Trikke T8H 48v. Feito para o lazer ou distância curtas internas, o veículo será vendido no País em breve, dentro das 43 concessionárias do Chrysler Group do Brasil.

13:17 · 29.10.2013 / atualizado às 13:17 · 29.10.2013 por

Pela primeira vez na história da Cummins Inc, a maior fabricante independente de motores Diesel e Componentes apresentou um lançamento global no Brasil. A nova plataforma série G foi exibida ontem (28) durante a Fenatran 2013, que ocorre em São Paulo até o dia 01 de novembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).

 

da esq. para dir.: Kat Scheidt, gerente global de Produtos da Linha de Motores Pesados da Cummins Inc.; John Purcell, chefe de Engenharia da Cummins Inc.; Luis Pasquotto, presidente da Cummins para América do Sul e vice-presidente da Cummins Inc.; Alex Savelli, diretor executivo da Divisão Motores da Cummins Brasil
da esq. para dir.: Kat Scheidt, gerente global de Produtos da Linha de Motores Pesados da Cummins Inc.; John Purcell, chefe de Engenharia da Cummins Inc.; Luis Pasquotto, presidente da Cummins para América do Sul e vice-presidente da Cummins Inc.; Alex Savelli, diretor executivo da Divisão Motores da Cummins Brasil
12:50 · 28.10.2013 / atualizado às 12:53 · 28.10.2013 por

A 19ª Edição da Fenatran – Salão Internacional do Transporte – é o maior e mais importante evento do segmento do transporte rodoviário de cargas do continente Sul-americano e um dos mais representativos do mundo. Organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a feira promove a realização de negócios e a exposição dinâmica de lançamentos globais para milhares de profissionais do setor interessados em conhecer as tendências do segmento, criando um ambiente propício para a geração de novos negócios

Evento acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em SP
Evento acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em SP

Todas as principais montadoras de veículos pesados prepararam grandes novidades relacionadas às novas tecnologias, sustentabilidade, além de focarem na maior segurança, conforto e redução dos custos operacionais. Hoje, domingo,27, o evento foi aberto com exclusividade para a imprensa.

Destaques

Iveco

A empresa apresentou a nova geração Tector Economy e reforçou seu principal lançamento do ano: o extrapesado Stralis Hi-Way. Outro destaque foi o lançamento da Geração Tector Economy, que apresenta reduções de até 5% no consumo de combustível com duas novas versões do semipesado: 15 toneladas e Stradale, com motor de 300 cavalos. Além destes, foram lançados três novos caminhões: o Tector Attack 280, o off-road Trakker de entrada e o Stralis Ecoline de 9 litros com câmbio automatizado de série. Complementando, há também o leve Daily e o médio Vertis HD.

IVECOHIWAY

Segundo Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina, em médio prazo, a meta da empresa é estar entre as três maiores fabricantes de caminhões do Brasil. “Os produtos expostos em nosso estande mostram não só que trazemos o que temos de mais moderno na Europa para o mercado brasileiro, mas que também continuamos investindo em pesquisa e tecnologia para criar novos produtos com a cara dos nossos clientes”, informou o executivo. Os lançamentos da Iveco se destinam aos setores mais aquecidos em vendas do mercado de transporte de carga no Brasil. Entre janeiro e setembro de 2013, foram vendidos mais 40.000 caminhões pesados e quase 36.000 semipesados, segundo dados da Anfavea (Associação dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Hyundai

O destaque da CAOA Hyundai na feira é o HD78 4X4, uma adaptação do conhecido comercial leve HD78, equipado com motor Euro V, tração integral nas quatro rodas e tecnologias desenvolvidas exclusivamente para este veículo que alia qualidade e economia ao custo-benefício. O interior do veículo foi desenvolvido por profissionais de transporte e testado em todo tipo de estrada. Seu grande diferencial é a capacidade de carga, com o peso bruto total (PBT) de 7800 kg. A empresa exibe também o comercial leve HR, modelo ideal para as empresas que necessitam de transporte rápido para suas mercadorias, de micro até grande porte. Além da nova motorização, menos poluente e mais eficaz, a marca aperfeiçoou o conforto, a conveniência ao agregar no modelo vidros com acionamento elétrico e câmbio manual com 6 velocidades. De acordo com Luiz Sérgio, diretor de pós venda da empresa, até 2014 está prevista a abertura de mais de 4 milhões de novas pequenas empresas, o que promoverá um grande aumento e movimentação do setor. “Os clientes procuram melhor preço, capacidade, mobilidade, economia e versatilidade”, conclui.

Scania

 

Lança ao mercado um novo conceito de solução de transporte, o Streamline, em que produtos e serviços são oferecidos juntos para o cliente. O Scania Streamline está disponível para as cabines rodoviárias G, R e R Highline e proporciona grandes avanços em termos de economia

Scania R 620
Scania R 620

combustível, disponibilidade e rentabilidade. De acordo com Roberto Leoncini, o Streamline representa uma busca da melhoria contínua, um conceito Scania de evolução de produtos, suportado por quatro pilares: economia de combustível, disponibilidade, desempenho e foco no motorista. A marca aproveita o lançamento para mostrar a quarta geração de câmbio Scania Opticruise, que possui novo sistema de lubrificação e nova função de condução: Modo Econômico. A fabricante também apresentou o novo R 620 8×4, com capacidade máxima de tração de 250 toneladas, e o novo P 310 6×4. Tendo a sustentabilidade como foco em seus produtos, o motor etanol da Scania, tecnologia pioneira e ainda única para comercialização na América Latina, tem destaque especial no estande da marca. “Oferecemos ao mercado soluções de transporte 100% alinhadas com as práticas de diminuição de emissões e de C02”, comenta Celso Mendonça, gerente de pré-vendas da Scania. O motor a etanol (DC09 E02 270) reduz em até 90% a emissão de CO2, atende à legislação de emissões Proncove P7 e dispensa o ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo).

Renault

A empresa mostrou seus novos comerciais leves e anunciou mais uma venda de Kangoo Elétrico no país. Com o Novo Master e Kangoo a marca oferece ao segmento modelos com baixo custo de manutenção, robustez mecânica e motores eficientes, principais exigências dos consumidores brasileiros que utilizam os veículos como ferramenta para o trabalho. O Kangoo está disponível em duas versões de série, com e sem porta lateral, e duas opções de transformações: ambulância simples remoção com porta lateral e isotérmico sem porta lateral. Entre os destaques também está o Kangoo Z.E., furgão 100% elétrico, sucesso de vendas na Europa. O modelo, que dispensa o uso de combustível fóssil, comprova que a mobilidade elétrica deixou de ser coisa do futuro. Na coletiva, a Renault anunciou a venda de seis unidades do modelo para a FedEx, maior empresa de transportes expressos do mundo, que vai utilizar os veículos em suas operações nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a partir de janeiro de 2014. “A Renault tem forte atuação no segmento comerciais leves. Hoje para a empresa o setor de veículos elétricos não é futuro, é realidade. Aqui no país temos ampla gama para atender o segmento e oferecemos Kangoo Z.E.com zero emissão de poluentes”, declara Bruno Hohmann, diretor de marketing da Renault do Brasil.

Mercedes-Benz

Marca alemã irá investir aproximadamente R$ 1 bilhão no biênio 2014 e 2015 em suas fábricas de caminhões e ônibus no país. Este expressivo volume de recursos será destinado à pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, nacionalização da linha de caminhões extrapesados Actros, otimização de processos e modernização de áreas de produção, entre outras. Também compõem esse forte plano de investimentos projetos de cunho social e ambiental. De acordo com Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO para América Latina, esse novo investimento permite que a empresa se torne cada vez mais competitiva num mercado muito concorrido como o do Brasil atualmente. A empresa trouxe para a feira 8 caminhões e 2 modelos Sprinter. A grande novidade foi o Actros 4160 AK SLT, equipado com motor V8 de 598 cv e 2.800Nm.

Actros
Actros 4160

Com tração 8×8, esse robusto veículo tem capacidade máxima de tração de 250 toneladas. Entre eles destacam-se o caminhão leve Accelo 1016 com 3º eixo, único VUC com capacidade para transportar 13 toneladas e o primeiro do segmento de leves com ABS de série, juntamente com o Atego 2430 Econfort, primeiro semipesado a receber o câmbio totalmente automatizado Mercedes PowerShift. Na linha de extrapesados, a empresa apresentou o Axor 1933 4×2 com câmbio PowerShift com nova função EcoRoll e Power Mode; o novo Axor 3131 para severas operações da construção civil; além de diversos aprimoramentos de conforto e economia para toda a linha Axor.

MAN

A MAN Latin America, líder no mercado brasileiro de caminhões e uma das maiores exportadoras do produto do País, apresenta 14 novos produtos na Fenatran com destaque para os cavalos mecânicos produzidos pela empresa. “Em dois anos, crescemos consideravelmente nossa linha de produtos. Com o novo caminhão MAN, passaremos a oferecer produtos de 150 a 480 cavalos de potência, nosso maior leque de opções desde quando iniciamos nossas atividades, há mais de 32 anos”, diz Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America. A linha ganha mais potência, com os modelos Constellation 19.420, 25.420 e 26.420. Além do mo­tor Cummins de 420 cavalos, os veículos chegam equipados com a transmissão automatizada de série V-Tronic. Os mo­delos Volkswagen de 330 e 390 cavalos, já consagrados no mer­cado, também poderão ser equipados com a transmissão.

Man TGX 28.440
Man TGX 28.440

A versão leito teto baixo da cabine Constella­tion completa as novidades da linha. A avant première da feira fica com o cavalo mecânico TGX 29.480 6×4, com previsão de lançamento para meados de 2014. O veículo, perfeito para operações de longas distâncias, será o mais potente de toda a linha, com uma das melhores relações potência versus consumo de combustível do mercado, e oferece o que há de mais moderno e sofisticado em transporte de cargas, com níveis de conforto e segurança comparáveis aos de um automóvel de luxo.
Fiat – Empresa líder há onze anos no mercado brasileiro de comerciais leves, a Fiat Automóveis apresenta dois importantes produtos para o segmento: o Novo Uno Furgão e o Novo Fiorino, inteiramente renovado e mais moderno. Segundo Lélio Ramos, diretor comercial da montadora, outro grande destaque da marca é o recém-lançado Fiat Strada com sua inovadora e exclusiva terceira porta. O Novo Uno Furgão recebeu novas motorizações, agora com propulsores 1.0 e 1.4 EVO Flex. Trata-se de uma nova opção de transporte de volumes para pequenos empreendimentos como padarias, floriculturas, entregas rápidas e serviços de manutenções. Também está sendo apresentado no evento o Novo Fiorino, que contará com novo design a partir da versão 2014 e será lançado no final de novembro no mercado brasileiro. Entre as versões presentes no Salão, um Novo Fiorino transformado em ambulância exemplifica a versatilidade do novo veículo.

Volvo – Um dos maiores fabricantes mundiais de caminhões, a Volvo apresentou novidades em caminhões e soluções de transporte. A começar pelo FH16, o caminhão mais potente do mundo, com um motor de 16 litros e 750cv, indicado principalmente para o transporte de cargas indivisíveis. “Somos líderes mundiais quando se trata de produzir caminhões com segurança, qualidade e respeito ao meio ambiente. E temos o prazer de apresentar o caminhão mais seguro do mundo, que representa uma nova era para o transporte brasileiro”, declara Roger Alm, presidente do Grupo Volvo América Latina. A Volvo também está exibindo os seus novos caminhões VM. Além dos novos modelos 4×2, 6×2 e 6×4, agora a empresa produzirá nas configurações 8×2 e 8×4. O visual mudou completamente, a cabine tem uma aparência muito próxima à dos novos caminhões FH lançados recentemente.

Volvo FH 16 e o presidente da Volvo da América Latina, Roger Alm
Volvo FH 16 e o presidente da Volvo da América Latina, Roger Alm

A Volvo ainda está expondo o primeiro caminhão movido a GNL (Gás Natural Liquefeito) e a diesel que está sendo testado no Brasil: um FM 460cv, movido com aproximadamente 70% GNL e o restante a diesel. “Esta é uma tecnologia viável. O gás liquefeito é uma importante alternativa para os atuais combustíveis”, declara Sérgio Gomes, diretor de estratégia de caminhões do Grupo Volvo América Latina.

 

Ford

A Ford Caminhões apresentou a nova Transit 2014, antecipando a nova tendência de design da linha de vans da marca. A empresa também mostrou o lançamento do Cargo 1119, além da renovação do líder do segmento de caminhões leves, o Cargo 816. A linha de caminhões novos também conta com os extrapesados Cargo 2842 e Cargo 2042, que acabam de chegar ao mercado brasileiro. Além da exposição estática, o modelo extrapesado pode ser acelerado em um teste dinâmico inédito, em um dinamômetro. Na área externa do salão, os dois modelos também estão disponíveis para test-drive. A linha Ford Cargo 2014 na Fenatran se completa com os novos modelos para as chamadas aplicações vocacionais: o Novo Cargo 1719 para o transporte de bebidas, o Novo Cargo 1723 coletor/compactador de resíduos, o Novo Cargo 2629 betoneira e o Novo Cargo 2429 com caixa de nove marchas.

FORDTRANSIT

Outro importante anúncio reforçado por Guy Rodriguez, diretor de Operações da Ford Caminhões para a América do Sul, é a motorização de todos os seus modelos de caminhões que está apta a operar com Diesel B20, novo combustível brasileiro com a adição de 20% de biodiesel. A Ford mostrou ainda a Série F, que será relançada em 2014 com novos motores Euro 5.

DAF

Empresa apresentou o XF105 fabricado no Brasil e mostrou as futuras linhas CF e LF. Líder no mercado europeu no segmento de cavalos mecânicos e recém-instalada no Brasil, a fabricante marcou presença na feira com o modelo extrapesado XF105, fabricado na unidade de Ponta Grossa (PR), o pesado CF e o semi-pesado LF. A fabricante trouxe também o Super Space Cab, a maior e mais espaçosa cabine da marca, que chega ao mercado nacional em 2014. “Os visitantes poderão ver de perto as versões do recém-lançado XF105, além do restante da linha Euro 5, ainda não lançada no mercado nacional. É uma grande oportunidade também para todos conhecerem nosso programa de pós-venda de classe mundial, um dos grandes diferenciais da DAF em todos os países que estamos presentes”, afirma Marco Antonio Davila, presidente da DAF Brasil.

* O evento vai até sexta-feira, 01 de novembro, e tem entrada gratuita para profissionais do setor pré-credenciados pelo site www.fenatran.com.br.

11:41 · 24.10.2011 / atualizado às 11:42 · 24.10.2011 por

Foi se o tempo em que a imagem dos caminhões se resumia ao simples branco. O padrão na cor dos caminhões pesados está começando a mudar. O tradicional branco começa a dar espaço, assim como no caso dos automóveis, ao azul, vermelho, amarelo e verde. A tendência pode ser conferida na FENATRAN 2011, que vai até a próxima sexta-feira (28), no Anhembi, em São Paulo.

Cor azul volta a ser uma das preferidas

Para Ricardo Alouche, Diretor de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America, está havendo uma tendência de personalização, ou seja, os consumidores escolhem uma determinada cor e fazem a encomenda para seu caminhão: “O tradicional branco ainda é carro-chefe da marca, com cerca de 80% de participação do mercado; e os coloridos correspondem, hoje, aos 20% restantes. Porém, a tendência da escolha de outras cores é cada vez mais crescente no mercado”, diz Alouche.

Regiões e cores 

A diretora de vendas e marketing da Mercedes-Benz, Tânia Silvestri,  ressalta que há diferenças na escolha das cores de acordo com a região do país. “O prata e o preto são as cores que mais têm saída no mercado, porém o azul e o vermelho têm presença forte no nordeste”. Ela diz que que os caminhões coloridos representam hoje 40% da frota da Mercedes-Benz no país.

Azul é cor muito vendida no Nordeste

Já a Scania mostra-se otimista quanto a gama de cores que estão surgindo no mercado. De acordo com o gerente de vendas de caminhões, Victor Carvalho, além do tradicional branco, o vermelho, azul e prata vem na sequência como as cores que tem mais saída.

Quanto aos caminhões “coloridos”, a Iveco explica que a demanda vem ao encontro das diretrizes da comunicação, que visa chamar a atenção do público no mercado. “Normalmente as cores de lançamento são definidas pelo setor de Comunicação para dar mais destaque para os produtos. Porém, isso não significa que serão colocados para comercialização – é apenas sob demanda”, explica Claudio Dornellas, responsável pela logística e suporte de vendas da empresa. Amorim afirma que “a cor do caminhão não influencia no momento da compra, a não ser que o comprador queira aderir a cor usada por sua empresa”.

Brancos e cinzas

Para a Sinotruk, montadora instalada recentemente no Brasil, e há mais de 70 anos no mercado chinês, os primeiros caminhões que saíram de fábrica eram brancos e logo surgiu à tonalidade cinza. “A decisão de trazer essas duas cores foi baseada na facilidade que oferecem para a personalização da frota”, explica Joel Anderson, Diretor Geral da Sinotruk Brasil. Isso mostra que, além dos autônomos, os frotistas estão mudando seus conceitos.

 A cor cinza, além de facilitar a personalização dos caminhões, também é uma das preferidas dos consumidores. Outras cores como o vermelho, azul e preto são fabricadas em pequena escala pela Sinotruk.

Fenatran

Com 365 expositores de 15 países em uma área de 100 mil m2, 22 mil m2 a mais com a apresentação de produtos e serviços dos principais representantes do setor, o evento é organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, em parceria com a ANFAVEA e NTC & Logística.

Mais informações:
FENATRAN – Salão Internacional do Transporte
Data
: de 24 a 28 de Outubro de 2011
Horário: 13h às 21h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1.209 – São Paulo
www.fenatran.com.br

15:32 · 23.10.2011 / atualizado às 15:32 · 23.10.2011 por

Começa nesta segunda-feira, 24 de outubro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, o 18º Salão Internacional do Transporte (FENATRAN). A Feira acontece de 24 a 28, das 13h às 21h, e é direcionada a industriais, comerciantes, compradores e técnicos do setor que poderão conferir as últimas novidades em tecnologia de transporte e caminhões de empresas âncoras do segmento.
Realizada a cada dois anos, a FENATRAN tem como expectativa receber aproximadamente 55 mil visitantes, de 45 países, que poderão conhecer as novidades e lançamentos nos setores de caminhões; implementos e equipamentos; motores e pneus; combustíveis, derivados e componentes; transportadores modais de carga; equipamentos de informática e segurança, além de demais modais do setor de transporte.

Novidade
Uma das novidades do evento para este ano é o FENATRAN EXPERIENCE, onde grandes marcas disponibilizarã o test drive em seus caminhões na Arena Anhembi. Na Europa, os motores já são adeptos às normas do Euro 5, diesel menos poluente, e a partir do ano que vem serão obrigatórios também no Brasil.
A FENATRAN é uma iniciativa da ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) em parceria com a NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística). O evento conta com o apoio institucional da ABR (Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus), ANFIR (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários) e SIMEFRE (Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários).

Mais informações:
FENATRAN – Salão Internacional do Transporte
Data: de 24 a 28 de outubro de 2011
Horário: 13h às 21h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1.209 – São Paulo
www.fenatran.com.br

12:42 · 23.10.2011 / atualizado às 12:42 · 23.10.2011 por

A linha de veículos utilitários da Renault do Brasil, composta pelo modelo Kangoo Express e pela gama Master – Furgão, Vitré, Chassi Cabine e Minibus -, registrou no acumulado de vendas deste ano (janeiro a setembro) um crescimento superior a 40% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse número é 2,5 vezes maior que o crescimento registrado pelo segmento de utilitários (cerca de 15%) na comparação do mesmo período. Renault marca presença no Salão Internacional de Transportes (Fenatran), que acontece a partir do dia 24, em São Paulo.

Veículos comerciais Master da Renault

Esse ótimo resultado alcançado neste ano pela Renault no segmento de VU é fruto de intenso trabalho realizado pela marca e que tem como principais bases:
– Ampliação da gama: como, por exemplo, o recente lançamento da versão Furgão Vitré-;
– Reposicionamento do preço sugerido: desde o início deste ano, o Kangoo Express teve o seu preço realinhado visando ampliar a competitividade em relação ao seu principal concorrente;
– Aumento da competitividade dos preços de serviços e das peças originais: um exemplo dessa ação é a redução nos valores de alguns componentes de manutenção e reparação do Kangoo Express;
– Desenvolvimento de uma rede de concessionárias preparada para atender aos clientes de veículos utilitários: com o fortalecimento do Programa “Renault Empresas” -que abrange da comercialização ao pós-venda -, focado nas necessidades dos clientes e proprietários de veículos utilitários.

Por tudo isso e com a experiência de quem é líder do segmento de veículos utilitários na Europa há mais de 13 anos, a Renault coloca em evidência durante a realização da Fenatran, maior feira de utilitários da América Latina, toda a versatilidade das linhas Master e Kangoo Express.

A Renault tem planos ambiciosos para o Brasil, que deve se tornar o segundo maior mercado do Grupo até 2013. “Neste contexto, os veículos utilitários terão papel fundamental para que tal objetivo seja alcançado”, atesta Jean-Michel Jalinier, Presidente da Renault do Brasil.

Os números refletem a opinião de Jalinier. No acumulado de vendas deste ano (janeiro-setembro) o Master teve mais de 5.300 emplacamentos, o que representa um crescimento de 38% em relação ao mesmo período do ano passado, número superior ao aumento de vendas anotado em sua faixa de mercado, o FU3 (furgões com até 3.500 kg de Peso Bruto Total), que foi de 37%.

Kangoo
Já o modelo Kangoo Express, que após o seu reposicionamento de preço registra recordes mensais de vendas, teve um crescimento, no acumulado de vendas de 2011 (janeiro-setembro), quase nove vezes superior ao registrado em seu segmento (furgões pequenos com carga útil de até 800 kg. Nos três primeiros trimestres deste ano, o Kangoo Express acumula a venda de mais 2.300 unidades, um aumento de 50,3% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o seu segmento cresceu 4,6%.

“A linha de comerciais leves da Renault é caracterizada por possuir um baixo custo por quilômetro rodado e baixo valor de manutenção. São características que ganham relevância ainda maior em se tratando de veículos concebidos para o trabalho”, explica Gustavo Schmidt, Vice-Presidente Comercial da Renault do Brasil.