Busca

Categoria: Kawasaki


11:36 · 14.08.2018 / atualizado às 11:36 · 14.08.2018 por

– Inspirada em conquistas nas pistas e no que há de melhor na Família Ninja, novo modelo se destaca pela relação peso x potência, já que ficou 8 kg mais leve e 9 cv mais potente
– Esportiva estará disponível na rede de concessionárias a partir da segunda quinzena de setembro com Preço Público Sugerido de R$ 23.990

Ninja 400 ABS KRT

Há 10 anos a Kawasaki dava vida a um produto que criaria um novo segmento de mercado. O ícone Ninja passaria a estar disponível para um número maior de consumidores com o lançamento de uma versão de entrada. Na época, a Ninja 250R não era apenas a única de seu tipo, mas oferecia um interessante pacote para pilotos iniciantes e até aos mais experientes: esportividade no estilo e na performance advinda de uma linhagem mais que consagrada, com uma pegada divertida e amigável. Estava então lançado um movimento mundial que, mais uma vez, reforçava a atitude inovadora da marca.
Nesta última década, o número de motos esportivas carenadas concorrentes cresceu consideravelmente, fazendo com que fosse uma das categorias mais disputadas do mercado de duas rodas no mundo. Nesse período, a Kawasaki impulsionou novamente a evolução do segmento, primeiro com o lançamento da versão de 300 cm3 em 2012, que trouxe à época várias novidades, entre elas a embreagem deslizante disponível apenas em motos de alta cilindrada, e, agora, em 2018, com mais um novo capítulo chamado Ninja 400.
Como não poderia ser diferente, a 400 cc mantém o estilo esportivo que é assinatura da Família Ninja com uma pilotagem fácil e ao mesmo tempo emocionante, características importantes para uma motocicleta dessa categoria. O desempenho é superior graças aos novos motor e chassi, trazendo mais potência com menos peso, elevando o nível da categoria. Afinal, agora são 8 kg a menos do que na Ninja 300 (similar ao peso de uma monocilíndrica) com 9 cv a mais.
O bicilíndrico de 399 cm3 é totalmente novo e foi projetado visando evolução na performance, otimização de tamanho e peso e eficiência de consumo. Houve mudanças no design, incluindo nova admissão de ar, e inúmeros outros esforços para redução de peso, apesar da capacidade cúbica maior. O resultado é um motor compacto e leve (equivalente a um 250cc) que apresenta equilíbrio entre performance e controle, oferecendo maior desempenho em todas as faixas de rotações em comparação à Ninja 300, com uma entrega de potência linear e suave e bom torque desde baixas rotações.
DETALHES TÉCNICOS
MOTOR
• O deslocamento de 399 cm³ da Ninja 400 vem de um diâmetro de 70,0 mm e curso de 51,8 mm.
• Coletor de admissão fornece um caminho mais curto e mais direto para a entrada de ar no cilindro, melhorando a eficiência de enchimento e contribuindo para o aumento da potência do motor, especialmente em altas rotações. Ajuda também no layout do chassi, liberando espaço sob o assento, o que resulta num design que oferece fácil acesso ao solo.
Uma caixa de ar maior (5,8 litros conta 4,7 litros da antecessora) e mais alta garante espaço suficiente para o sistema de admissão. Os funis possuem alturas diferentes, contribuindo para a resposta suave do motor, permitindo melhor refinamento da entrega de torque. Esse novo design melhora a eficiência na admissão e elimina ruídos indesejados, permitindo que piloto e passageiro ouçam com mais nitidez a nota de admissão do motor durante a aceleração.
• Válvula do corpo de borboleta maior (32 mm) ajuda a fluir mais volume de ar, contribuindo para um forte desempenho em altas rotações.
• Graças ao potencial de uma moderna injeção e à experiência da Kawasaki, os sub-aceleradores usados na antecessora da Ninja 400 puderam ser eliminados, economizando peso na nova versão.
• Injetores de atomização fina contribuem para a eficiência da combustão. Foram posicionados mais próximos dos dutos de admissão para permitir que borrifem combustível diretamente na câmara de combustão, contribuindo para o aumento da eficiência da queima e uma resposta linear do acelerador.
• Árvore do comando de válvulas forjada – normalmente vista apenas em motos de maior cilindrada – contribui para a redução de peso, economizando outros 200g.
• Jatos de óleo arrefecem a parte inferior dos pistões, permitindo um design compacto.
O volante do motor mais leve permite uma resposta mais imediata e direta do acelerador. Isso também contribui para a economia de peso.
• Um sistema de escape simplificado, que traça agora uma linha mais reta e que possui espessura de apenas 0,8 mm, contribui ainda mais para a redução de peso.
• A nova capa da ventoinha localizada atrás do radiador direciona o ar quente para os lados, ajudando a afastá-lo do piloto, reduzindo assim o desconforto em tráfego pesado. Redirecionar o ar também ajuda a manter o tanque, o chassi e outras partes que entram em contato com o motociclista mais resfriadas.
Design Compacto
• A realocação de componentes como a corrente de comando ajudou a manter o propulsor mais baixo e a deslocar volume para a frente.
• O cilindro é inclinado para frente em um ângulo de 20 graus, resultando em um motor mais curto.
• O projeto revisado do cárter permite um direcionamento mais direto dos tubos de escape, também contribuindo para a economia de peso.
• O layout do sistema de arrefecimento foi completamente revisado realocando components para economizar peso e reduzir a tubulação externa.
As mudanças que contribuem para a redução de peso do motor incluem:
– Eliminação dos sub-throttles
– Rota mais simples para o sistema de arrefecimento, com menos líquido
– Embreagem mais compacta
– Paredes mais finas do sistema de escape
– Redução de conexões do escapamento
– Volante mais leve e virabrequim revisado
– Comando de válvulas forjado
TRANSMISSÃO E EMBREAGEM
• As relações de marcha mais próximas promovem trocas suaves.
• Embreagem assistida deslizante mais compacta (de 139 mm para 125 mm) oferece uma alavanca 20% mais leve.
• Quando o motor está acelerando normalmente a embreagem funciona com assistência; já quando ocorrer freio-motor excessivo como resultado de reduções de marcha rápidas o efeito deslizante entra em ação, evitando que o pneu traseiro derrape.

CHASSI
• Com novos motor e chassi, o posicionamento do propulsor pode ser otimizado. O chassi da Ninja 400 agora tem um estilo supersport com entreeixos curto e um braço oscilante longo.
• Entreeixos mais curto (de 1.405 mm para 1.370 mm) contribui para uma pilotagem leve e fácil.
• A posição otimizada do pivô do braço oscilante contribui para uma condução realmente derivada de uma superesportiva.
• Além de contribuir para a redução de peso, o uso do motor como parte estrutural ajuda a obter a rigidez ideal para estabilidade.
• O design mais leve dos novos motor e chassi, além de grandes esforços para minimizar o peso, resultam em uma Ninja 400 de apenas 164 kg (8 kg a menos que a Ninja 300), ou seja, na mesma faixa de peso de modelos monocilíndricos.
• Além dos novos motor e quadro, outras mudanças que contribuem para a redução de peso do chassi incluem:
– Fixação do motor
– Entreeixos mais curto
– Novo design de roda
– Pneus radiais
SUSPENSÃO
• Garfo de suspensão de 41 mm mais rígido (antes 37 mm) proporciona uma ação mais eficiente e precisa. A roda dianteira parece realmente “plantada” na trajetória, as mudanças de direção são feitas facilmente.
• O ângulo de inclinação mais acentuado do cáster contribui para o manuseio leve.
• Os links revistos e os ajustes da suspensão traseira contribuem para a sensação de condução de alta qualidade.
• 5 ajustes de pré-carga permitem que o piloto regule a rigidez e o deslocamento para adequar a configuração ao peso corporal ou quando estiver com garupa.
FREIO, RODAS E PNEUS
• O disco dianteiro semi-flutuante maior (310 mm) tem o mesmo tamanho do utilizado na Ninja ZX-14R.
• Recém-projetado, o cilindro mestre do freio dianteiro ajuda a eliminar o curso morto, contribuindo para o controle.
• Na traseira, o disco de 220 mm é acionado por uma pinça com dois pistões maiores (de 25,4 mm para 27 mm).
• As dimensões e o material da mangueira de freio foram cuidadosamente selecionados para oferecer precisão e uma sensação mais direta.
• Rodas de cinco pontas semelhantes às da Ninja 650 contribuem para o baixo peso, enquanto a rigidez lateral otimizada beneficia o manuseio, aumentando a estabilidade nas curvas.
• Pneus radiais oferecem leveza, excelente aderência e colaboram para o manejo ágil e o conforto na pilotagem. Além disso, o pneu traseiro de 150 mm contribui para o design mais imponente.
ERGONOMIA
• A carenagem de maior volume da Ninja 400 oferece excelente proteção contra o vento, contribuindo ainda mais para o conforto na estrada. Mas em vez de bloquear completamente o vento, a carenagem promove um fluxo de ar constante em torno do piloto. O design também ajuda a extrair ar quente para fora do compartimento do motor.
• Os comandos do guidão estão posicionados mais próximos do que na Ninja 300, contribuindo para o conforto.
• O tanque de combustível é mais estreito onde ficam posicionadas as pernas do piloto, proporcionando bom contato com a moto.
• A altura do assento é a mesma da Ninja 300, mas graças ao design estreito está mais fácil para os pés do motociclista alcançarem o solo.
• As pedaleiras estão posicionadas ligeiramente mais à frente, colaborando para uma posição de pilotagem confortável, e estão fora do caminho quando o motociclista quiser colocar os pés no chão.
ESTILO
• O corpo mais volumoso da Ninja 400 a faz ter a aparência de uma moto de maior cilindrada, enquanto o design da nova carenagem frontal reflete o aspecto de desempenho esportivo da moto e a identifica instantaneamente como autêntica Kawasaki.
• Spoilers na parte inferior da carenagem dianteira foram inspirados na Ninja H2 e na Ninja ZX-10R.
• Os espelhos com novos suportes estão posicionados mais afastados, oferecendo maior campo de visão.
• As luzes de direção dianteiras são embutidas, para uma aparência elegante e unificada.
• O compacto design do pára-lama dianteiro, assim como o tanque de combustível mais inclinado à frente, adicionam esportividade ao visual da Ninja 400.
• A rabeta apresenta o mesmo estilo da Ninja H2, com luzes de direção mais afiladas. O design da lanterna em LED vem da Ninja ZX-10R.
PAINEL
• O painel conta com tela de LCD em display negativo que, além do velocímetro digital e do indicador de marcha, inclui as seguintes funções: hodômetros total e dois parciais, autonomia restante, consumos médio e instantâneo, temperatura externa, temperatura do líquido de arrefecimento, relógio e indicador de pilotagem econômica.
• O cuidado no cabeamento dos fios resulta em uma área de painel clean e sem interferências.
ALGUNS RECURSOS DE CONVENIÊNCIA
• O assento dianteiro pode ser facilmente removido puxando um cabo localizado sob o banco traseiro, facilitando o acesso à bateria.
• O espaço de armazenamento sob o banco tem dois níveis para um uso mais eficiente do local, suficientemente grande para acomodar uma trava de segurança em “U”.
• Pontos de fixação nos suportes de pedaleira traseiros e na parte de baixo da rabeta facilitam a amarração da bagagem.

10:08 · 17.06.2015 / atualizado às 10:08 · 17.06.2015 por

z300_2-1024x769

Para os fãs da Ninja, aí vai uma boa notícia: a Kawasaki finalmente anunciou hoje o preço público sugerido da naked de 300cc: R$ 17.990 para a versão standard e R$ 19.990 para o modelo equipado com freios ABS.

Mas quem se apressar para ir à concessionária tem que ter calma, pois A Z 300 estará disponível somente a partir de julho nas cores verde, laranja e cinza. A z 300 ABS será vendida apenas na roupagem verde, tradicional da marca. Vale ressaltar que esses são preços públicos sugeridos pela fabricante japonesa e não incluem o valor do frete e seguro. O preço final certamente será maior do que o anunciado.

Apresentada ao público no final do ano passado durante o Salão de Milão 2014, o design da Z 300 segue as mesmas linhas agressivas e modernas da Z 800, que inclui a rabeta minimalista, um conjunto óptico dianteiro compacto e estiloso coberto por uma pequena carenagem. A naked traz também um painel de instrumentos esportivo, que mescla informações digitais com analógicas.
z300_laranja-1024x769
Com um desempenho esportivo, mas ao mesmo tempo urbano – principal característica das motos naked – a Z 300 é equipada com o mesmo chassi e motor da Ninja 300, mas conta com guidão mais largo. A alteração, combinada com o motor de dois cilindros paralelos de 296 cm³, promete deixar rivais para trás, mas sem abrir mão da posição de pilotagem ereta e relaxada.

Fonte: Uol

 

10:09 · 27.02.2015 / atualizado às 10:09 · 27.02.2015 por

kawasaki-w800-black-620x400

A montadora japonesa Kawasaki foi uma das primeiras marcas que mergulharam na nova onda de motocicletas de estilo retrô, com a Kawasaki W800, um modelo que em 2015, além de receber novos grafismos e cor Candy Diamond Red/Pearl Alpine White na Europa, ganhou a versão especial W800 Black Edition.

Para quem gosta de saber sobre valores, o modelo custa 8.799 euros. Arredondando para a nossa realidade,  cerca de R$ 28 mil. Como o próprio nome sugere, esta é uma versão especial na qual a cor preta é o principal protagonista. A moto conta ainda com emblema específico sobre o tanque, acabamento em preto no motor, painéis laterais com logos Black Edition, escape em preto fosco e rodas anodizadas também na cor preta.

A Kawasaki W800 Black Edition mantém as especificações técnicas do modelo padrão, ou seja, vem equipada com motor refrigerado a ar de dois cilindros capaz de gerar 48 cavalos de potência a 6.500 rpm e 6,12 kgfm de torque a 2.500 rpm, chassis berço duplo de aço, amortecedor traseiro duplo com ajuste de pré-carga, disco de freio de 300 mm na roda dianteira e tambor na traseira. Para quem é fã, espere, pois se lançou lá, já já o modelo aporta por aqui!

08:49 · 22.09.2014 / atualizado às 08:59 · 22.09.2014 por

Jota Pompílio

Repórter

A montadora japonesa criou edições especiais para comemorar três décadas de seu modelo mais emblemático, a Ninja. Duas delas são novidades e já estão á venda no Brasil. A primeira, ZX-14R foi lançada em julho, e segundo a marca, é a moto mais potente do mundo. Ela tem motor de 1.441 cm³ de 210 cavalos e é vendida por R$ 60.990 com ABS. Sem, sai por R$ 56.990.

Ninja-ZX-10R
A versão mais “mansa” da Ninja comemorativa é a ZX-6R 636, que conta com alterações visuais alusivas aos 30 anos e motor ligeiramente maior do que a ZX-6R. Os quatro cilindros tiveram capacidade (de 599 cm³ para 636 cm³) e potência (de 128 cv para 131 cv) aumentados, e a moto conta com controle de tração com três estágios. Ela custa R$ 51.990 sem freios ABS e R$ 54.990 com os freios ABS.
Em Fortaleza, de acordo com a Nikkei Motos – revendedora autorizada da marca – duas Ninjas ZX-636 virão daqui a 30 dias para a capital cearense, na cor verde e branca. Uma já foi vendida e a outra estará exposta no hall da empresa. Seu preço é de R$ 56.000
Na versão ZX-10R, as alterações visuais incluem pintura da moto, mola do amortecedor e garfo da suspensão na mesma tonalidade de verde do modelo de competição e grafismos comemorativos. O controle de tração ajustável também está presente no modelo. Nesse caso, o motor de quatro cilindros tem 998 cilindradas e 147 cv. Ela também é oferecida com opção sem ABS por R$ 63.990 ou com ABS, de R$ 67.990.

09:02 · 18.12.2011 / atualizado às 09:24 · 18.12.2011 por

Na manhã de sábado (17/12) a primeira revenda Kawasaki no Ceará abriu suas portas para o público de Fortaleza: a Nikkei Motos. Com cerca de 600 metros quadrados, show room para 15 motos, estacionamento próprio e espaço para expor mais motos externamente, a revenda tem expectativa de vender 25 a 30 motos da marca por mês. É a terceira loja Kawasaki no Nordeste. Antes quem queria comprar esses produtos teria de ir a Recife ou Salvador.

Loja fica na Rua Tibúrcio Cavalcante, 986, na Aldeota, esquina com a Rua Costa Barros

Com a abertura a rede de concessionárias da marca no País chega ao seu número 51. Um salto, tendo em vista que, segundo o gerente comercial da Kawasaki, Márcio Massani, no início deste ano eram apenas 35. “Vamos abrir ainda neste mês em Belém (Pará), em janeiro João Pessoa (Paraíba), e em fevereiro Campo Grande (Mato Grosso do Sul) e a segunda loja em Belo Horizonte (Minas Gerais)”, adiantou.

Família Fontenelle: Ubirajara, Marcus Viniciús e Bira estão na direção da Nikkei Motos

Algumas novidades já estão na revenda. Além das famosas “Ninjas”, chamou atenção do público a Versys 1000 cilindradas, uma big trail com 4 cilindros, bem como a nova ZX14. Outra foi a Concours 14, 1.400 cilindros, feita no Japão e que custa R$ 74.900. Os preços da linha de motos Kawasaki variam de R$ 15 mil a R$ 75 mil.

Representantes da Kawasaki nacional entregam placa aos diretores da Nikkei
Detalhe da placa
Fantástica Ninja
Moto ZX-6R

Serviço: Nikkei Motos. Rua Tibúrcio Cavalcante, 986 – Aldeota. Fone: 0xx85-3244-2535. www.nikkeimotos.com.br

11:24 · 16.12.2011 / atualizado às 11:25 · 16.12.2011 por

Fortaleza tem mercado para motos grandes e imponentes. Não é sem razão que neste sábado inaugura uma revenda da marca Kawasaki na capital cearense, a Nikkei. Famosa pela desejada Ninja, a marca japonesa tem também motos feitas no Brasil. A concessionária fica na Rua Tiburcio Cavalcante , 986 Aldeota, esquina com Av. Costa Barros. Show room terá espaço para 25 motos, com preços variando de R$ 15 mil a R$ 60 mil. O Grupo Brava Motos está no comando da operação.

Fantástica Ninja será vendida na concessionária
11:56 · 18.10.2011 / atualizado às 11:57 · 18.10.2011 por

Confirmado! Na segunda quinzena de novembro será inaugurada uma concessionária autorizada da marca Kawasaki Motos em Fortaleza. Seu nome: Nikkei. Endereço: Av. Costa Barros, esquina com rua Tibúrcio Cavalcante. Show room terá espaço para 25 motos, com preços variando de R$ 15 mil a R$ 60 mil. O Grupo Brava Motos está no comando da operação.

10:47 · 05.08.2011 / atualizado às 10:47 · 05.08.2011 por
Sonho dos motociclistas

A Kawasaki Motores do Brasil apresenta ao mercado nacional a versão 2011 da superesportiva ZX-14. A grande novidade é a nova cor – Candy Lime Green. A motocicleta segue com a arrebatadora combinação entre potência, velocidade e alta tecnologia, que já pode ser encontrada em todas concessionárias autorizadas com o preço promocional sugerido de R$ 49.990 00 (preço sem frete. Para saber o preço público sugerido com o frete de sua região, consulte o site www.kawasakibrasil.com), já com sistema de freios ABS como item de série.

Potência, velocidade e alta tecnologia

A Ninja ZX-14 possui um motor de 1352 cc, com mais de 200 cavalos de potência máxima. Apesar desta sua vocação para altas velocidades, a motocicleta apresenta uma pilotagem bastante confortável e aerodinâmica, para um bom desempenho tanto nas retas como nas curvas mais exigentes.
Considerada uma das máquinas mais rápidas em duas rodas do mundo, capaz de atingir 300 km/h, a Kawasaki Ninja ZX-14 é reconhecida internacionalmente como um dos modelos preferidos por aqueles que buscam o que há de mais sofisticado e inovador em uma motocicleta.
Características de Potência

Marca não tem concessionária no Ceará, e para trazê-la é preciso pagar frete

Domar 200 cavalos de potência é um desafio que os engenheiros da Kawasaki sentiram muito prazer em assumir. Uma injeção de combustível com alta precisão trabalha juntamente com uma planta motriz refinada para um desempenho e prazer definitivos na pilotagem.

Ergonomia
O motor estreito, o chassi monobloco e o tanque de combustível afunilado fazem com que o encaixe dos joelhos durante a pilotagem seja confortável.

Aerodinâmica
Como uma empresa líder no setor aeroespacial, a Kawasaki desenvolveu um projeto preciso de aerodinâmica, sempre um fator chave na performance arrebatadora da Ninja ZX-14. As luzes de farol ultra-eficientes combinam perfeitamente com a parte frontal de baixo arrasto aerodinâmico.

Poder de Frenagem fenomenal
Os incríveis discos de freio flutuantes de grande diâmetro da Ninja ZX-14, as pinças frontais montada radialmente e um cilindro mestre permitem uma performance e sensibilidade incrível de frenagem. O sistema ABS instalado de fábrica oferece ainda maior segurança.

Instrumentação
O painel de instrumentos possui velocímetro e conta-giros dual analógico de fácil leitura. Um display digital de LCD multifunções inclui um marcador de combustível, indicador de posição de marchas, dois hodômetros parciais, hodômetro total e relógio. O uso da interface CAN (Controller Area Network) entre o painel e a ECU reduz o número de cabos e permite que um grande volume de informações (como por exemplo, o consumo de combustível) seja trocado.

Escape
O sistema de exaustão da Ninja ZX-14 melhora a personalidade e a performance dominantes da motocicleta ao mesmo tempo em que estão de acordo com as rigorosas leis de emissões Promot 3.

12:50 · 21.07.2011 / atualizado às 12:51 · 21.07.2011 por

Peço licença aos internautas de carros e motos para revelar o novo jet ski Kawasaki Ultra 300X, o mais potente do mundo, uma versão adiante do Ultra 260X, com 40 HP a mais de potência no novo motor, que tem impressionantes 300 HP.

Jet chega a mais de 100 km/h: impressionante!

Para uma comparação com as agressivas motos esportivas da marca, seu desempenho é semelhante ao de uma Kawasaki Ninja ZX-10R. Navegando a 10 mph, ao acelerar o Ultra 300X atinge 67 milhas em menos de 4 segundos, equivalentes a 108 Km/h, limitados eletronicamente. Desligado o sistema de controle de velocidade, o que só pode ser feito por técnicos, ele vai muito além. Usado assim em competições o Ultra é, desde suas versões anteriores, o grande campeão em corridas de todas as categorias mundo afora, principalmente em endurance, categoria que exige mais do equipamento.

Diversão e ação ao mesmo tempo

Ele é um projeto totalmente novo da Kawasaki, da proa à popa. O poderoso motor de quatro cilindros em linha e 1.498 cc é derivado dos modelos de competição da linha Team Green Ninja Motores de Alta Performance Sportbikes. Um quatro cilindros de um litro e meio, refrigerado a água, que além de muito mais potência nesta versão, tem novidades tecnológicas como pistões mais leves e fortes para reduzir perdas mecânicas, virabrequim mais forte com bielas mais eficientes, comando de válvulas com orificios de lubrificação adicionados e outras melhorias que vão até ao sistema de escapamento, para reduzir ruidos e diminuir a entrada de água quando em prolongado uso em marcha lenta.
Ainda no motor, a maior novidade é o Super Charger, um autêntico compressor Eaton da série Eaton Vortices, com um redesenhado sistema de indução Twin, o mais recente que existe. É o mesmo Super Charger que equipa o Corvettte ZR1, com 638 cavalos, e outros notáveis carros esportivos. Com ele, e operando a 17.3 psi, o motor alcança os 300 cavalos a 7.750 rpm, ou seja mais de 200 cavalos por litro, uma potência específica desconhecida entre os demais jet skis. E agora com três linhas de refrigeração para melhorar o rendimento, o intercooler se mantém mais frio e melhora a eficiência do sistema.
A eletrônica embarcada no motor também tem novidades, como o sistema eletrônico de acelerador de resposta mais precisa no gatilho, e que também controla o limitador de velocidade a 67 mph. Nos testes da equipe Pica Pau Racing na enseada do Guarujá, no litoral paulista, com ele desativado por breve momento o Ultra 300X andou a mais de 70 milhas no GPS e não foi adiante porque o técnico da Kawasaki Japão limitou novamente a função.

Esse é o motor que gera tanta potência

O Kawasaki Ultra 300 X já está à venda a partir de R$ 67 mil. Agora testados no litoral brasileiro por uma equipe de pilotos campeões, o profissionais Sergio Luisi (Pica Pau), Célio Vinicios, Tiago Geitens, Henrique Serra, Gildo Gonçalves e também o japonês Minoru Kanamori, campeão mundial e membro do staff da divisão internacional de competições da Kawasaki. Eles avaliaram duas unidades em mais de 80 horas de uso direto, em várias condições de mar, com o apoio logístico da Pica Pau Racing, o braço de competições da Concessionária Kawasaki Pica Pau. O objetivo, segundo o campeão Minoru Kanamori que participou do projeto Kawasaki Ultra 300X desde o seu início, foi avaliar o desempenho e durabilidade nas diversas condições locais, para dispor o Ultra 300 X aos aficcionados brasileiros.

Preço da diversão para poucos: R$ 67 mil

O casco do Ultra 300 X é leve. Foi melhorado o que já era muito bom na familia Ultra, detentora da maior quantidade de títulos nas principais categorias do Campeonato Mundial de Jet ski. Foi reduzida a espessura da fibra de vidro e a estrutura reforçada em vários pontos, para compensar a maior potência do motor. Os sponsors (quilhas) foram estrategicamente reposicionados para melhorar a estabilidade, uma vez que o Ultra 300 X está muito mais rápido em aceleração.

Detalhes

Visualmente a mudança parece pouca em relação ao modelo Ultra 260 X. Mas o 300 X tem um capô mais agressivo e com melhor aerodinâmica na proa, mantido o design futurista da versão anterior. Tem um painel completo em LCD e o guidão mais aberto, agora ajustável em cinco posições, com o GPS instalado bem no centro (este item somente na versão Ultra 300LX ) . No campo da segurança, a poderosa embarcação vem equipada, ainda, com chaves codificadas com duas opções de desempenho. Uma delas, na cor amarela, oferecendo um desempenho moderado, só até 4000 RPM no poderoso motor, a mesma opção que deve ser usada na primeira hora de uso do Ultra 300 X, para amaciamento.