Blog do Automóvel

Categoria: Montadora


17:13 · 20.01.2015 / atualizado às 17:13 · 20.01.2015 por

ford-ecosport-carplace-620x413

A Ford anuncia “pelos quatro cantos” a chegada de novidades para a linha 2015 do EcoSport. Agora todas as versões do crossover produzidas a partir deste ano saem da fábrica, na Bahia, equipadas com dois recursos: o dispositivo de Assistência de Emergência (que estreou recentemente na nova geração do Ka e no sedã Ka+) e o AppLink, ambos associados ao sistema de entretenimento SYNC.

Como funciona

De acordo com a Ford, a Assistência de Emergência faz uma ligação automática para o serviço de atendimento médico de urgência 192, o Samu, em caso de acidente do veículo com acionamento dos airbags ou corte de combustível. O AppLink, por sua vez, permite acessar aplicativos de smartphones por comandos de voz e obter vários tipos de serviço e informações, desde músicas e programação de cinema a reservas de estacionamento.
ford-ecosport-sync-620x403

Segundo a Ford, são recursos que contribuem para oferecer conectividade com segurança, sem que o motorista precise tirar as mãos do volante e a atenção da pista.

18:56 · 15.01.2015 / atualizado às 18:56 · 15.01.2015 por

googleandroidcarros

Não, não é ficção. É a mais pura realidade. O Google iniciou discussões com a maioria das principais montadoras do mundo e criou uma equipe de fornecedores para acelerar esforços para levar carros autônomos ao mercado em 2020, disse nesta quarta-feira um alto executivo. Na “lista das conversas”, estão a General Motors, Ford, Toyota, Daimler e Volkswagen.

“Para nós, chegar e dizer que podemos fazer melhor, seria arrogante”, revelou  Chris Urmson, diretor do projeto de carro autônomo do Google. O Google não determinou se vai construir seus próprios veículos autônomos ou atuar mais como fornecedora de sistemas e software para as montadoras.

Menos que uma década

A expectativa de Urmson é que os primeiros veículos totalmente autônomos estejam prontos para produção em cinco anos, refletindo o ponto de vista expresso no dia anterior por outro empresário do Vale do Silício, Elon Musk, presidente-executivo da Tesla.

O Google tem conversado com a agência reguladora rodoviária norte-americana desde o início do projeto, disse Urmson. “A pior coisa que poderíamos fazer é surpreendê-los.” Urmson disse que o Google está desenvolvendo e refinando sistemas e componentes com fornecedores de autopeças como Continental, Robert Bosch, ZF e LG Electronics. Os protótipos dos carros do Google usam microprocessadores feitos por Nvidia, fabricante de chips que também é fornecedora da Mercedes-Benz e de outras montadoras.

14:33 · 12.01.2015 / atualizado às 14:33 · 12.01.2015 por

F-Pace

F-Pace, que estreia em 2016, será o mais novo integrante para a sua linha de carros, de acordo com a Jaguar. O Destaque fica por conta da a carroceria que terá bastante alumínio (tecnologia usada em diversos carros da marca) e para a suspensão que usará uma das tecnologias mais avançadas do segmento. Segundo a montadora, o utilitário virá equipado com uma tecnologia revolucionária, capaz de superar qualquer tipo de clima ou superfície.

O diretor de design da marca, Ian Callum, comentou: “Recebemos uma resposta tão positiva para o carro-conceito C-X17 no ano passado que tivemos apenas que torná-lo uma realidade”. O carro seguirá o padrão de acabamento e equipamento dos outros modelos da montadora, tudo de primeiro mundo.

Desenhado e concebido no Reino Unido, o utilitário já passa por rigorosos testes nas instalações da Jaguar Land Rover e será fabricado na cidade de Solihull. A produção deste carro vai gerar 1.300 novos empregos. O carro já passa por testes e tem previsão de estreia em 2016

09:30 · 09.01.2015 / atualizado às 08:53 · 09.01.2015 por

06085643344039

Carros de luxo já prendem a atenção em fotos ou vídeos, mas ao vivo eles ficam ainda mais fascinantes. Isto aconteceu na CES 2015, onde a Mercedes-Benz deu um show no palco ao exibir o modelo F 015 durante a apresentação. Batizado também de Mercedes Luxury in Motion (“Luxo em Movimento”, em uma tradução literal), o conceito apresentado é bastante minimalista e, apesar de ter inúmeras funções e ser extremamente caro, tenta ser o mais “limpo” possível em visual. A ideia é que ele não seja direcionado somente para estradas ou longos percursos, mas vire presença constante no cotidiano.

O motorista sumiu!

Para começar, o F 015 aposta em uma possível tendência do futuro: fora um modo manual, ele também dirige sozinho — e, nessa segunda opção, os bancos até podem ser virados para trás para que você interaja com os passageiros da traseira. Para funcionar de forma autônoma, o modelo possui sensores ultrassônicos e um sistema de multirradares para detectar o ambiente em volta.

Uma série de LEDs nas extremidades do carro avisa se ele está no modo manual (luzes brancas) ou autônomo (na cor azul). Essas luzes também podem servir de aviso para o motorista e indicar momentos de frear ou parar.
Basta só um toque

Basicamente, o automóvel é composto de um plástico que utiliza fibra de carbono reforçada, aço e alumínio em sua composição. O resultado é um carro ecológico em estrutura e emissão e com até metade do peso de modelos atuais, capaz de fazer 1.110 km em uma única carga do sistema híbrido comandado pela célula-combustível F-Cell com o auxílio de um motor elétrico.

06085644342042

É por dentro, entretanto, que ele acumula a maior parte das tecnologias inovadoras. A navegação é extremamente precisa, sendo que restaurantes, pontos turísticos e outros locais podem ser exibidos em tempo real em uma tela que fica de frente para o motorista.

Sendo um carro de luxo do futuro, é até óbvio que o painel frontal do F 015 seja sensível ao toque. O modelo, entretanto, tem a tecnologia também nas laterais — e o movimento gestual ou com os olhos pode ser igualmente usado para controlar a plataforma. Além de navegar pelo sistema, você transforma o interior do veículo em um ambiente ideal para passar o tempo, configurando até a cor da iluminação interna.

Pelo celular

Não, usar o smartphone enquanto dirige não é uma boa ideia e isso não é incentivado pela Mercedes. Nesse conceito, entretanto, os dispositivos móveis ganham uma importância inédita.

Para começar, o sistema de identificação do motorista pode ser feito pelo smartphone. Enquanto você está em casa, esperando a hora de sair, é possível configurar temperatura, GPS e outras funções remotamente. Além disso, é possível dar a ordem para que o carro saia sozinho de um ponto e busque um passageiro ou encontre uma vaga de estacionamento em qualquer lugar da cidade indicado por você.

06085645262043

Virando realidade

Apesar de tantas novidades em um único automóvel, a empresa não sabe ainda quando vai colocar em prática o que foi apresentado com o conceito F 015. Além das funções, é preciso estudar ainda como garantir a segurança dos dados do motorista e, principalmente, estar dentro da legislação para carros autônomos. De qualquer forma, o futuro ao menos já foi apresentado — e é nada menos que impressionante.

 

11:40 · 18.12.2014 / atualizado às 10:46 · 18.12.2014 por

20140519121733931230a

A Chevrolet anunciou nesta quarta-feira (17) um recall de 400.940 carros devido a uma falha no sistema de combustível. O chamado envolve 146.956 unidades do Onix (modelos 2013 e 2014), 129.685 do Cobalt (modelos 2012, 2013 e 2014), 64.760 do Prisma (modelos 2013 e 2014) e 59.539 do Spin (modelos 2013 e 2014).

Motivo

A marca detectou um defeito na vedação da porca que fixa a bomba de combustível na parte superior do tanque. Assim, há risco de vazamento, o que pode gerar incêndio. Tal risco, segundo a Chevrolet, é maior em casos de capotamento. Além disso, a empresa garante que é seguro dirigir as unidades defeituosas até realizar o reparo, mas o condutor precisa ficar atento a odor ou outros sinais de vazamento. Caso isso aconteça, deve procurar uma autorizada imediatamente.

Os reparos, porém, só devem ser agendados a partir de 22 de dezembro, já que a peça necessária ainda não está disponível. Em comunicado, a empresa explica que a fornecedora está desenvolvendo o produto que elimina o risco. O reparo é gratuito conforme previsto em lei e leva cerca de uma hora para ser realizado. A montadora montou uma página em seu site para esclarecer dúvidas e outra para os consumidores pesquisarem se seu carro foi afeta

15:09 · 16.12.2014 / atualizado às 15:09 · 16.12.2014 por

2014_Ducati_Monster_1200-1

A italianíssima Ducati entregou no último sábado a milionésima motocicleta a sair da linha de produção de Borgo Panigale, na Itália. O modelo, uma Monster 1200 S, recebeu uma inscrição especial com o número atingido feita a laser na mesa de direção e foi entregue ao proprietário pelo CEO da Ducati, Claudio Domenicali e executivos da Audi, atual proprietária da marca italiana.

“Entre 1946 e hoje, nós desenhamos, construímos e entregamos um milhão de sonhos que se tornaram realidade para os Ducatistas”, disse Claudio Domenicali, CEO da Ducati, durante a cerimônia de entrega da moto a Ernesto Passoni, motociclista de 47 anos que vive nos arredores de Milão. “Entregar a milionésima moto produzida diretamente nas mãos de um Ducatista apaixonado é um sentimento incrível e também um incentivo para continuarmos a trilhar nosso caminho”, finalizou o executivo.

Em Franca expansão

A Ducati continua expandindo sua participação no mercado brasileiro. Umas das lojas fica na cidade de São Paulo e duas na região Nordeste, em Recife (PE) e Natal (RN).

Na capital paulista, o Grupo Caltabiano, com 95 anos de experiência e 11 marcas em seu portfólio, a Ducati do Brasil irá comercializar seus produtos e serviços em São Paulo, incluindo as motos das famílias Monster, Multistrada, Hypermotard, Diavel, 1199 Panigale e as últimas unidades da exclusiva 1199 Panigale S Senna.

Nas cidades de Recife e Natal, a operação Ducati é realizada em parceria com o Grupo Veneza, com mais de 30 anos no mercado de veículos. As revendas Ducati no Nordeste dispõem de showroom com a linha de motos da marca italiana no país e oferecem serviços como revisões, reparos, venda de peças, acessórios e lavagem.

Atrativo

Outra vantagem oferecida para os fãs de Ducati nas novas concessionárias é a oferta do Red Pass, um programa de financiamento da marca com garantia de recompra. Basta que o comprador dê uma entrada de no mínimo 30%, financie o saldo em 23 parcelas mensais iguais com uma parcela final residual de 50% do valor da moto no 24º mês. Essa parcela final pode ser quitada integralmente, refinanciada ou, melhor ainda, o comprador terá a opção de oferecer sua moto financiada, que tem recompra garantida, como entrada para a compra de uma Ducati zero quilômetro.

10:08 · 28.11.2014 / atualizado às 10:08 · 28.11.2014 por

CG_150_Start_vermelha

A Honda lançou a nova CG 150 Start, modelo de entrada da família 150. O objetivo é atender aos consumidores que buscam mais desempenho em relação à linha CG 125, a um preço que a empresa considera competitivo: R$ 6.350,00. Com a chegada da CG Start, os modelos CG 125 ES e ESD saíram de linha.

A CG 150 Start tem o mesmo visual e mecânica da linha CG. Disponível em versão única (ES) com partida elétrica, a nova versão tem garantia de três anos e opção em duas cores: preta e vermelha.

12:05 · 27.11.2014 / atualizado às 14:23 · 26.11.2014 por

BROS_160_1-1024x682

A Honda anunciou o lançamento da nova Bros. Totalmente reformulada, a pequena trail chegará às concessionárias em fevereiro de 2015 com o inédito motor de 160cc. Serão duas versões, a ESDD com freio a disco na dianteira e na traseira, e a ESD, com disco na frente e tambor atrás.

Coração da máquina

O propulsor de 160cc gera 14,5 cv de potência a 8.500 rpm e torque de 1,46 kgf.m a 5.500 rpm na gasolina. No etanol, segundo a fabricante, fica em 14,7 cv e 1,60 kgf.m. Os números indicam que a motocicleta ficou um pouco mais potente em relação à versão de 150cc – 13,8 cv e 1,39 kgf.m na gasolina –, que está saindo de linha.

Design

Com o visual renovado, o modelo conta agora com painel digital. Tem velocímetro, tacômetro, hodômetro total e parcial, marcador de combustível e luzes indicativas do funcionamento do sistema elétrico e mecânico. Outro detalhe atualizado é a tampa do tanque de combustível, que agora fica presa quando aberta. Em relação à ergonomia, vale citar o assento mais estreito e próximo ao tanque e o reposicionamento do guidão, mais baixo e perto do piloto.

O anúncio da nova Bros acontece exatos nove meses após a Yamaha comunicar o lançamento da Crosser, sua principal rival, no mercado desde abril. A versão 125cc da trail da Honda segue à venda, só que deixará de ter duas opções. A KS, com partida a pedal, vai ser aposentada, ficando apenas a ES, com partida elétrica. As cores da Bros 160 são preta, vermelha e branca. Em Fortaleza, a previsão é que os preços sejam de R$ 9.350 (ESD) e R$ 9.650 (ESDD).

13:33 · 21.11.2014 / atualizado às 13:33 · 21.11.2014 por

volvo1

Não existe nada pior que chegar no local onde você deixou seu carro e não encontrá-lo mais, não é? Dá uma aflição! No Brasil, já faz tempo que se discute tornar rastreadores itens obrigatórios de carros novos. Montadoras e fabricantes de aparelhos acham que o sistema deveria ser opcional. Polêmicas à parte, o fato é que a Volvo, fabricante sueca, divulgou informações interessantes sobre o assunto.

A marca diz que seu serviço de rastreamento total de carros teve 7.500 adesões e zerou o número de acidentes com feridos/mortos, além de recuperar todos os automóveis roubados. Chamado OnCall, tem exatos dois anos – estreou no Salão de SP de 2012.

Como funciona

No caso da Volvo, o rastreador é item de série para qualquer modelo da linha, que tem preço inicial de R$ 123 mil (o hatch médio V40). A ativação, porém, é opcional: quando contratado pelo cliente, opera por meio de conexão de celular privativa (o próprio carro tem seu chip 3G/4G atrelado ao rastreador, independente do celular do condutor), e funciona sem qualquer custo por dois anos. Depois, passa a cobrar anuidade de R$ 1.290. Daí a divulgação dos dados agora: a Volvo está confiante no sucesso do OnCall e acredita que os consumidores atuais devem renovar o serviço e que novos compradores devem aderir.

Segundo Luís Rezende, CEO da Volvo do Brasil, “Foram encontrados 100% dos carros roubados, sendo que 93% deles foram recuperados em até três horas”. A vantagem está, também, na exclusividade: “É um caso único no Brasil, não há serviço similar no país”.

Meta

Faz parte da meta da Volvo de ter “zero morte” (e virtualmente nenhum acidente sério) até 2018 – bem como da meta de ter carros que se dirigem sozinhos até 2020. Atualmente, os carros da marca dispõem de radares, câmeras e sensores que tentam ao máximo evitar colisões com obstáculos, outros carros, pessoas e animais. Se tudo isso falhar, o rastreador dispara o sinal e a central OnCall liga para o carro acidentado. Se ninguém atender em 11 segundos, centrais de emergência (socorre médico e polícia) são ativadas.

volvo-oncall-iphone-e-android-1366415400008_615x300

Só falta falar

A função que rastreia o carro em caso de roubo pode ser acionada pelo proprietário através de um aplicativo do celular  ou de uma ligação para a central. O funcionamento é semelhante ao de serviços que localizam smartphones roubados (Apple, Samsung e Sony têm, por exemplo): na tela do celular, o app mostra a posição do carro no mapa, além de botões para localizar e até cortar o combustível do motor.

Dados

Segundo a Volvo do Brasil, são 7.500 carros conectados no país. Embora a marca tenha vendido apenas 2.940 carros em 2013 e número similar em 2012, o restante vem de donos de carros mais antigos, que também optaram pelo serviço. Segundo a marca, o sistema OnCall integra carros da Volvo desde 2011, mas sua ativação local foi adiada por conta do imbróglio das autoridades com o chip veicular, mesma solução que seria usada pela montadora inicialmente.

Destes, 28 foram furtados ou roubados e recuperados nestes dois anos, sendo que 26 (93%) foram reencontrados em até três horas. Um deles, na cidade de São Paulo, teria voltado para o cliente em 27 minutos. Não há dados sobre carros furtados/roubados sem o serviço.

10:17 · 20.11.2014 / atualizado às 14:04 · 21.11.2014 por

NovoFordKa-Hatch-2

Para alavancar sua participação no nicho dos compactos, a Ford amplia as opções da linha Ka ao apresentar o novo Ka + 1.0 e o Ka 1.5. Depois de 17 mil unidades emplacadas durante os dois primeiros meses de venda, o Ka hatch só tinha disponível a versão com motor 1.0 e agora irá ganhar outra opção de motorização.

O motor é o Sigma 1.5 16V Flex de 110/105 cv com gasolina/etanol – mesmo do New Fiesta – com câmbio manual de cinco marchas. Os preços podem variar de R$ 40.390 a R$ 44.990. Isso dependerá da versão do modelo: SE, SE Plus e na SEL – topo de linha.

Já o Ka+ trilhou o caminho inverso. Até então apenas disponível com motorização 1.5 litro, agora o sedã conta com o propulsor 1.0 TiVCT, de três cilindros com 85/80 cv de potência no etanol/gasolina. A versão de entrada já possui itens como ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas com controle remoto, som MyConnection com rádio AM/FM, USB, Bluetooth e MyFord Dock, airbag duplo, freios ABS e indicador de troca de marchas, entre outros. O sedan parte dos R$ 38.890 até  R$ 43.490 que é versão na topo de linha, a SEL.

Novo-Ford-Ka-2015 (3)

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs