Busca

Categoria: Plantão


20:17 · 23.04.2017 / atualizado às 20:17 · 23.04.2017 por

Fotografar para as campanhas da indústria automobilística era uma das áreas de atuação do fotógrafo cearense Chico Albuquerque (1917-2000). Foi pioneiro e tornou-se ícone da fotografia publicitária no Brasil, atividade que iniciou em 1949 junto às maiores agências de nacionais e internacionais sediadas em São Paulo, onde morou durante 30 anos

Para lembrar o seu centenário de nascimento, será aberta no dia 25 de abril, às 19h, a exposição “O fotógrafo Chico Albuquerque, 100 anos”, que ocupará os dois andares do Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC) do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Esta será a mais completa mostra sobre a sua obra, somando cerca de 400 fotografias, além de objetos, livros, recortes e exibições de filmes e documentários. A realização é do Instituto Moreira Salles (IMS), do Rio de Janeiro, e a Terra da Luz Editorial, do Ceará.

12:54 · 05.11.2015 / atualizado às 13:37 · 05.11.2015 por

Camila Marcelo /André Marinho

Repórter (Direto de Mendoza, Argentina)

A nova geração da Toyota Hilux foi revelada nesta quinta, em Mendoza (distante 1.100 km de Buenos Aires), Argentina, para a imprensa especializada brasileira e sul americana. Por enquanto só a picape com motor diesel, 2.8 litros, manual ou automática. Veja no vídeo como foi a apresentação

 

HILUX20162

 

Confira os preços e versões!
SRX (4×4, 2.8, Automática, 6 velocidades, R$188.120)
SRV (4X4 2.8, Automática, 6 velocidades, R$ 177 mil)
SR (4X4 2.8, Automática, 6 velocidades, R$ 162.320)
STD (4X4, Manual, 6 velocidades, R$ 130.960)
Cabine Simples (4×4, Manual, 6 velocidades, R$ 118.690)
Chassi (4×4, Manual, 6 velocidades, R$ 114.860)

HILUX20163

HILUX20164
A picape será vendida por enquanto apenas com o novo motor 2.8 turbodiesel de 177 cv, que entra para substituir o atual 3.0 de 171 cv, e um novo câmbio automático de seis marchas com tração integral.
As lojas consultadas dizem terem recebido apenas informações das versões equipadas com o novo motor turbodiesel, mas não descartam a oferta da nova Hilux com o motor 2.7 flex chega no primeiro semestre de 2016. Produzida em Zarate, na Argentina, a Hilux recebeu além das mudanças no conjunto mecânico uma boa dose de tecnologia a bordo e layout bem semelhante ao exibido pelo modelo europeu.

 

Versão anterior da picape
Versão nova da picape

O modelo ganhou sistema start-stop e conta com um painel de instrumentos completamente redesenhado, com destaque para o display digital com gráficos coloridos. A picape também virá com volante multifuncional por onde será possível atender ao telefone, comandar o sistema de som e configurar o controlador de velocidade. Mas o que mais chama a atenção é a nova central multimídia que cresceu de tamanho. Agora, a tela sensível ao toque colorida terá sete polegadas. O sistema conta com conectividade Bluetooth e integra as funções do sistema de som, telefone, GPS e câmera de ré.
Ao lado do ar-condicionado e bem abaixo do start-stop está o seletor de tração, através do qual será possível optar pelo modo 4×2, 4×4 e reduzida. A picape também contará com auxiliar de engate e os sistemas eletrônicos de tração e estabilidade, já disponíveis no pacote do modelo atual, mas restrito apenas às versões mais caras. A expectativa é que a Toyota amplie esses recursos para as configurações mais básicas da gama.

Ficha Técnica
Motor: 2.8 litros, diesel
Potência: 177 cv
Câmbio: Manual ou automático, 6 velocidades

14:57 · 29.09.2015 / atualizado às 15:00 · 29.09.2015 por

Renault Duster Oroch Dynamique (4)André Marinho

Editor (Direto do Rio de Janeiro/RJ)

A Renault aposta nas três versões da sua nova picape Duster Oroch para ganhar mais mercado no Brasil. Ela tem duas opções de motores, 1.6 16V Flex e 2.0 16V Flex que equipam o SUV Duster.  O câmbio pode ser manual de cinco ou seis marchas. A pré venda do veículo será feita a partir de outubro. Em novembro chega nas lojas da marca.

 

 

Renault Duster Oroch Dynamique (9)

Confira os preços e versões:

Versão Expression 1.6 – R$ 62.290

Opcionais: Retrovisor elétrico + faróis de neblina (R$ 700)

 

Versão Dynamique 1.6 – R$ 66.790

Opcional: Bancos em couro (R$ 1.700)

 

Versão Dynamique 2.0 – R$ 70.790

Opcional: Bancos em couro (R$ 1.700)
Renault Duster Oroch Dynamique (17)

Por enquanto será vendida apenas com câmbio manual e tração 4×2. Até o final do primeiro semestre de 2016 a picape 4×4 com câmbio automático será vendida também. Os executivos da marca não divulgaram a expectativa de vendas.

Capacidade de carga

A caçamba comporta 683 litros, mais do que qualquer picape compacta cabine dupla à venda no Brasil. São 1.175 mm de largura e 1.350 mm de profundidade. Para ajudar no transporte de carga existem oito anéis de fixação (cada um suporta 50 kg), que podem ser rebatidos quando não estão em uso, e proteção de plástico que já vem de série. A tampa da caçamba suporta até 80 kg. Há ainda possibilidade de instalar a capota marítima direto de fábrica, o que garante maior proteção à carga. Este acessório pode ser facilmente dobrado ou retirado da picape.

Renault Duster Oroch Dynamique (12)

Motores

O motor 2.0 16V tem 148 cv a 5.750 rpm quando abastecido com etanol e 143 cv a 5.750 rpm quando abastecido com gasolina. A oferta de torque é de 20,9 kgfm a 4.000 rpm, quando abastecido com etanol, e 20,2 kgfm a 4.000 rpm com gasolina. Já o motor 1.6 16V oferece 115 cv a 5.750 rpm com etanol e 110 cv a 5.750 rpm com gasolina. Em torque, são 15,9 kgfm a 2.500 rpm, quando abastecido com etanol, e 15,1 kgfm a 2.500 rpm com gasolina. Há duas ofertas de câmbio. Quando equipada com o motor 1.6 16V, a picape recebe um câmbio manual de cinco velocidades dos Duster 4×2 com a quarta e quinta marchas com relações mais longas. Já a versão movida pelo 2.0 16V traz o câmbio manual de seis marchas do Duster 4×4 também com relações específicas. Testamos a versão top de linha, 2.0 litros, câmbio com seis velocidades em 60 km, na Barra da Tijuca, passando pela praia de Grumari e também tendo acesso a Restinga da Marambaia, local que pertence ao Exército Brasileiro. O desempenho do carro agradou e o câmbio com seis velocidades garantiu boa desenvoltura ao veículo.

 

Consumo

Para reduzir o consumo, há funções como o EcoMode, que pode ser acionada por meio do botão localizado no painel central. Este modo limita a potência e o torque do motor, além de reduzir a potência do ar-condicionado, o que permite uma redução de 10% no consumo de combustível. Outro recurso da picape é o indicador de trocas de marchas, Gear Shift Indicator (GSI), o qual auxilia o motorista a dirigir de forma econômica e eficiente ao sugerir quando reduzir ou aumentar a marcha para melhor aproveitar as características dos motores. Não aferimos e nem foi divulgado o consumo médio do veículo.

Renault Duster Oroch Dynamique (13)

 

 

Mais detalhes você pode ver no caderno Auto, do jornal Diário do Nordeste e no programa Guia Automotivo, todo sábado, 10h30min, com reprise nas sextas, às 16h, na TV Diário.

Renault Duster Oroch Dynamique (5)

18:28 · 22.01.2015 / atualizado às 18:40 · 22.01.2015 por

 

André Marinho

Editor (Direto de Reikjavik, Islândia)

O título poderia ser também: como um cearense sobreviveu na terra do gelo! Saindo da média de 30 graus positivos em Fortaleza e desembarcando na capital da Islândia Reikjavik com médias de -10 a -5 e sensação térmica de -15, a Land Rover preparou um test drive  levado ao extremo e em situações no limite. A expedição inesquecível teve como protagonistas 30 jornalistas brasileiros e apenas cinco nordestinos – do Ceará apenas o Diário do Nordeste e TV Diário com o programa Guia Automotivo para conhecer a nova Discovery Sport. O carro aposenta a Freelander 2 e chega no Brasil em março, importado da Inglaterra. Tem opção de cinco e sete lugares, motores a gasolina ou diesel e preços variando de R$ 180 mil a R$ 220 mil. O SUV compacto premium enfrentou rajadas de vento, transposição de rios quase congelados, penhascos de neve e pista escorregadia com disposição. Confira nas imagens as paisagens exuberantes da capital islandesa. E quer saber como sobrevivi, pois veja no fim do post.

isla2

 

 

islateral

 

 

Perto de vulcões e águas geortemais, o test com o novo carro da Land Rover foi adrenalina pura
Perto de vulcões e águas geotermais, o test com o novo carro da Land Rover foi adrenalina pura

 

Visão do motorista, com a pista nevada e escorregadia e penhascos nas laterais
Visão do motorista, com a pista nevada e escorregadia e penhascos nas laterais

 

Montanhas de neve e baixa visibilidade
Montanhas de neve e baixa visibilidade

 

Comboio para que as luzes iluminassem o caminho
Comboio para que as luzes iluminassem o caminho

 

Equipe da Land Rover orienta nas situações mais extremas
Equipe da Land Rover orienta nas situações mais extremas

 

Adeus Islândia, a gente se  encontra na próxima curva!!!
Adeus Islândia, a gente se encontra na próxima curva!!!

 

Pois é, estou ai na foto e sobrevivi. Para isto tomei muitos cuidados. Duas calças grossas para não passar o vento gelado, três camisas e um super casaco, gorro na cabeça e para proteger as orelhas (tirei da cabeça só para tirar a foto), muita água para hidratar, botas grossas para não passar a neve e a umidade e também antiderrapantes – a neve é extremamente escorregadia e para levar um tombo é muito fácil. Além disso, alimentação leve, frutas e não exagerar na comida local – eles gostam de rena – parente do alce – mas também comem muito peixe, bacalhau e salmão. Pois é, o cearense conseguiu escapar sem congelar. Estamos de volta ao Ceará, na quentura de sempre, Abraços e obrigado amigos internautas. Confiram a cobertura completa e mais detalhes no Diário do Nordeste e no Programa Guia Automotivo na TV Diário!

19:44 · 18.01.2015 / atualizado às 19:44 · 18.01.2015 por

 

André Marinho

Editor (Direto de Reikjavik, Islândia)

Para apresentar o novo Discovery Sport para um pequeno grupo de 30 jornalistas brasileiros a marca inglesa Land Rover escolheu a capital mais setentrional do planeja, Reikjavik, na Islândia

 

Carro chega em março nas concessionárias brasileiras, primeiro importado da Inglaterra, e em 2016 será fabricado no Brasil
Carro chega em março nas concessionárias brasileiras, importado da Inglaterra; em 2016 será fabricado no Brasil

 

 

isl3

 

 

O test drive foi recheado com muita adrenalina, em condições de baixa aderência, pista escorregadia, gelo em excesso e rajadas de vento congelantes. O Discovery Sport chega para ser vendido a partir do final de março, com previsão de preços variando de R$ 180 mil a R$ 220 mil. São dois motores, os mesmos do Range Rover Evoque, só que recalibrados, pois o Discovery Sport é maior que a Evoque: 2.0 litros, a gasolina, com 240 cv de potência e a diesel, 2.2 litros, com 190 cv de potência. A transmissão é automática com nove velocidades. O SUV compacto premium tem cobertura completa do caderno Auto do Diário do Nordeste e programa Guia Automotivo, da TV Diário, e é o único do Estado do Ceará a fazer parte deste lançamento mundial.

isltest

 

DiscoverySport_Interior_005

 

Test drive teve nevasca e temperaturas variando de -3 a -7 graus
Test drive teve nevasca e temperaturas variando de -3 a -7 graus

BaroloBlack_038

 

BaroloBlack_042

 

BaroloBlack_044

 

BaroloBlack_043

 

DiscoverySport_Interior_004

05:51 · 29.10.2014 / atualizado às 20:13 · 30.10.2014 por

 

 

André Marinho

Editor (Direto de São Paulo, SP)

Os estandes das montadoras revelaram carros que chegam nas concessionárias ainda neste ano e no primeiro semestre de 2015. Selecionei os principais destaques por marca. Confira aqui e selecione aqueles que podem caber no seu bolso e no seu gosto. O detalhe é que infelizmente não foram informados os preços oficiais. Cobertura completa também no Caderno Auto do Diário do Nordeste e no programa Guia Automotivo deste sábado, 10h3omin da manhã na TV Diário. FOTOS: ANDRÉ MARINHO

A Nissan revelou o novo design do New Versa, que deve chegar nas lojas até o início de 2015
A Nissan revelou o novo design do New Versa, que deve chegar nas lojas até o início de 2015

 

Sedan de luxo Renault Fluence mudou para ganhar mais mercado em 2015
Sedan de luxo Renault Fluence mudou para ganhar mais mercado em 2015

 

Outra novidade da Renault foi o Sandero Stepway
Outra novidade da Renault foi o Sandero Stepway

 

Fiat 500 Abarth: a versão esportiva do pequenino Cinquecento
Fiat 500 Abarth: a versão esportiva do pequenino Cinquecento

 

Fiat e a versão 2015 do hatch médio Bravo
Fiat e a versão 2015 do hatch médio Bravo

 

Peugeot aposta no 2008, SUV compacto que será fabricado no Brasil no início de 2015
Peugeot aposta no 2008, SUV compacto que será fabricado no Brasil no início de 2015

 

Jeep Renegade, o primeiro carro da marca a ser fabricado em Penambuco, com lançamento após o Carnaval
Jeep Renegade, o primeiro carro da marca a ser fabricado em Penambuco, com lançamento após o Carnaval

 

Chevrolet não confirmou, mas o Onix pode ganha essa descolada versão esportiva
Chevrolet não confirmou, mas o Onix pode ganha essa descolada versão esportiva

 

Volkswagen e o novíssimo Crossfox
Volkswagen e o novíssimo Crossfox

 

Troller mostrou versão especial Offroad: não foi confirmada se será vendida, mas atraiu atenções
Troller mostrou versão especial Offroad: não foi confirmada se será vendida, mas atraiu atenções

 

Jaguar confirmou o XE para o início do próximo ano; preço deve ser em torno de R$ 150 mil
Jaguar confirmou o XE para o início do próximo ano; preço deve ser em torno de R$ 150 mil

 

Mercedes-Benz GLA já está nas conessionárias e foi destaque no estande da marca
Mercedes-Benz GLA já está nas conessionárias e foi destaque no estande da marca

 

Land Rover e a Discovery Sport, que chega no início de 2015
Land Rover e a Discovery Sport, que chega no início de 2015

 

 

20:54 · 30.09.2014 / atualizado às 21:00 · 30.09.2014 por

A Chevrolet S10 é a primeira picape a oferecer opção de motor flex equipado com injeção direta de combustível –a tecnologia proporciona redução do consumo e melhor desempenho ao veículo.

Com quatro cilindros e comando de válvulas continuamente variável, o inédito propulsor 2.5 ECOTEC entrega até 206 cavalos e 27,3 kgfm de torque quando abastecido com etanol. A potência é recorde para um modelo da categoria, superando até mesmo rivais V6.

gm

Principal novidade da linha 2015, o novo motor Chevrolet substitui nas versões intermediária (LT) e de luxo (LTZ) o 2.4 Flexpower, de 147 cv de potência, que permanecerá apenas na versão de entrada (LS), que não sofre mudanças. A S10 mantém ainda a opção 2.8 Turbodiesel, que, no ano passado, teve a potência aumentada para 200 cv após atualizações mecânicas.

Identificado pela sigla SIDI (Spark Ignition Direct Injection) na tampa traseira, o propulsor 2.5 ECOTEC estreia com transmissão manual de seis marchas e opção de tração 4×4 com reduzida de acionamento eletrônico e controle eletrônico de estabilidade, itens até então exclusivos da versão a diesel.

Outra importante evolução do carro foi o trabalho de recalibração da suspensão dianteira e traseira, com o intuito de deixar o conjunto mais rígido, e a direção, mais direta –perfeito para o consumidor que procura um utilitário versátil para o uso urbano e também confortável em pisos irregulares.

O interior da S10 também passou por melhorias significativas, com reforços no isolamento acústico da cabine, adoção de novos materiais de acabamento no painel e equipamentos de série adicionais, dependendo da versão.

gm1

Com isso, a picape Chevrolet amplia ainda seu leque de configurações na linha 2015. Afinal são duas opções de carroceria (simples e dupla), duas de tração (4×2 e 4×4), três de transmissão (manual de 5 ou de 6 e automática de 6 marchas), três de acabamento (LS, LT e LTZ) e três de motorização (2.4 flex, 2.5 flex SIDI e 2.8 Turbodiesel), totalizando 14 pacotes.

 “A S10 é o modelo à venda no mercado brasileiro com a maior diversidade de configurações, pois atente os mais variados tipos de consumidores, do que busca um veículo de trabalho com ampla capacidade de carga, passando por aquele que quer uma picape confiável para o uso off-road ao que busca um utilitário de luxo robusto”, diz Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil.

gm2

Motor flex 2.5 ECOTEC é completamente novo

 O 2.5 ECOTEC reúne o que existe de mais moderno em tecnologia: injeção direta de combustível, duplo comando de válvulas continuamente variáveis e bloco em alumínio com camisa em ferro fundido nodular. Completam a lista o eixo balanceador, os pistões em alumínio com pino flutuante e resfriamento por jatos de óleo, além de bomba de óleo variável, controle eletrônico da temperatura do motor e sistema de partida a frio sem tanquinho.

gm4

 A Injeção direta de combustível permite ao motor trabalhar com uma maior eficiência volumétrica, pois o combustível é injetado diretamente na câmara de combustão.

O duplo comando de válvulas continuamente variável, ao mesmo tempo que muda o tempo de abertura e fechamento das válvulas, aumenta o torque e a potência conforme a necessidade do motorista, otimizando o consumo de combustível e reduzindo as emissões.

gm6

Outra particularidade do novo motor flex da S10 é o bloco esculpido em alumínio com camisas em ferro fundido nodular, o que aumenta a vida útil do motor e facilita a manutenção.

Já o eixo balanceador, por girar em sincronismo com o eixo virabrequim, produz uma vibração de mesma intensidade, porém em sentido oposto, praticamente anulando as vibrações produzidas pelo conjunto propulsor. A tecnologia, modifica as características do motor, podendo ser comparado a motores de maior número de cilindros, como o V6.

Os pistões em alumínio com pino flutuante oferecem menor atrito, o que resulta em maior eficiência energética, propósito também da bomba de óleo de vazão variável com dois estágios, enquanto o controle eletrônico da válvula de arrefecimento do motor permite maior precisão no controle da temperatura, otimizando a eficiência energética.

gm7

A adoção da injeção direta possibilitou eliminar o sistema auxiliar de partida a frio, popularmente conhecido como tanquinho, pois o combustível é injetado com altíssima pressão diretamente na câmara de combustão. Dessa forma, com a compressão, o ar lá dentro se aquece e vaporiza o etanol e a gasolina. Para garantir a total eficiência neste processo, a picape possui duas bombas de combustível: uma no tanque e outra no cabeçote.

Tração 4×4 e transmissão de 6 marchas

Além do novo motor, as versões intermediárias (LT) e topo de linha (LTZ) da S10 flex recebem uma transmissão com uma marcha extra. A sexta marcha possibilita um melhor escalonamento da transmissão, reduzindo, com isso, o consumo de combustível e os níveis de ruído, vibração e aspereza, principalmente em percursos rodoviários.

Outra novidade é a opção de tração 4×4, disponível até então apenas nas configurações a diesel. O equipamento oferece estabilidade e dirigibilidade mesmo em pisos de pouca aderência ou acidentados. Com a reduzida ativada é possível carregar e rebocar grandes cargas com maior facilidade.

O sistema é acionado por um seletor eletrônico posicionado no console central, que elimina a necessidade de alavancas e não possibilita o engate incorreto.

gm9

Conforto e sofisticação

A S10 passou também por evoluções dinâmicas. A picape da Chevrolet teve a suspensão dianteira e traseira recalibrada com o intuito de deixar o conjunto mais rígido, e a direção, mais direta. Uma das mudanças promovidas estão nas buchas, que passaram a ter maior rigidez. O resultado é um veículo mais estável em trechos urbanos e ainda confortável em pisos irregulares.

Essa sensação de requinte também é notada pelo silêncio na cabine, que recebeu um novo pacote de isolamento acústico.

Nas versões LTZ, tanto as do modelo flex como as do modelo a diesel, o painel passa a vir com uma nova textura, mais suave ao toque, além de moldura central do painel e das portas e do volante em material preto brilhante, realçando os elementos cromados. O descansa braço passou a receber acabamento em couro na cor cinza com pespontado.

A lista de equipamento de série da versão LTZ também cresceu. Destaque para o Assistente de Partida em Rampas (Hill Start Assist), que não permite que o veículo recue em saídas íngremes, e o Assistente de Descida (Hill Descend Control), que controla a velocidade em descidas íngremes sem a necessidade de intervenção do motorista, proporcionando maior segurança.

Completa a relação os controles eletrônicos de tração e de estabilidade (TC e ECS) e o controle de balanço de reboque (TSC), que aciona automaticamente os freios e reduz o torque do motor, caso seja detectado alteração da trajetória do trailer, por exemplo.

S10 para todos os gostos

Com 14 diferentes combinações, a picape da Chevrolet atende aos mais variados propósitos. Isso também explica o porquê da liderança absoluta do segmento há quase 19 anos ininterruptos. Design atrativo, excelente relação custo-benefício, baixo custo de manutenção e robustez são algumas das razões de compra pelos consumidores do modelo, que se destaca também pela ampla oferta de equipamentos de série.

Mesmo na versão de entrada LS cabine simples, com 1.031 kg de capacidade de carga e foco no trabalho, o motorista conta com itens como ar-condicionado, computador de bordo, freios ABS e airbag duplo. Esse acabamento também está disponível com cabine dupla, nas configurações 2.4 flex ou 2.8 Turbodiesel, com tração 4×2 e 4×4.

Já a versão intermediária LT aparece apenas com carroceria de cabine dupla e transmissão de seis marchas (manual ou automática). Os propulsores são o novo 2.5 ECOTEC flex e 2.8 Turbodiesel, ambos com opção de tração 4×2 ou 4×4. Conjunto elétrico de travas e vidros, piloto automático, sistema multimídia Chevrolet MyLink, coluna de direção regulável em altura e rodas de liga leve são itens adicionais de série.

Com as mesmas configurações mecânicas, a versão LTZ surpreende pela sofisticação. Soma ainda faróis tipo projetor, lanterna de LED, rodas aro 17, sensor de estacionamento, navegador por GPS, bancos em couro, volante multifuncional, rack de teto, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em aclives e controle de velocidade de declives, entre outros.

Veja as configurações:

Cabine Simples
Acabamento Motor Tração Transmissão

LS

2.4 Flexpower – Flex

4×2

Manual 5 Velocidades

LS

2.8 CTDI – Diesel

4×4

Manual 6 Velocidades



Cabine Dupla
Acabamento Motor Tração Transmissão

LS

2.4 Flexpower – Flex

4×2

Manual 5 Velocidades

LS

2.8 CTDI – Diesel

4×4

Manual 6 Velocidades

LT

2.5 ECOTEC SIDI – Flex

4×2

Manual 6 Velocidades

LT

2.8 CTDI – Diesel

4×2

Manual 6 Velocidades

LT

2.8 CTDI – Diesel

4×2

Automática 6 Velocidades

LT

2.5 ECOTEC SIDI – Flex

4×4

Manual 6 Velocidades

LT

2.8 CTDI – Diesel

4×4

Manual 6 Velocidades

LT

2.8 CTDI – Diesel

4×4

Automática 6 Velocidades

LTZ

2.5 ECOTEC SIDI – Flex

4×2

Manual 6 Velocidades

LTZ

2.8 CTDI – Diesel

4×2

Automática 6 Velocidades

LTZ

2.5 ECOTEC SIDI – Flex

4×4

Manual 6 Velocidades

LTZ

2.8 CTDI – Diesel

4×4

Automática 6 Velocidades

 

 

Preços e versões

Cabine Simples
LS 2.4 flex 4×2 M/T (cinco marchas) –  R$ 69.800
LS 2.8 diesel 4×4 A/T(seis marchas) – R$ 98.300

Cabine Dupla
LS 2.4 flex 4×2 M/T (5 marchas) – R$ 78.200
LS 2.8 diesel 4x4M/T (seis marchas) – R$ 108.300
LT 2.5 flex 4×2 M/T (seis marchas) – R$ 86.400
LT 2.8 diesel 4×2 M/T (seis marchas) – R$ 111.500
LT 2.8 diesel 4×2 A/T (seis marchas) – R$ 115.000
LT 2.5 flex 4×4 M/T (seis marchas) – R$ 92.400
LT 2.8 diesel 4×4 M/T (seis marchas) – R$ 121.800
LT 2.8 diesel 4×4 A/T (seis marchas) – R$ 124.900
LTZ 2.5 flex 4×2 M/T (seis marchas) – R$ 97.700
LTZ 2.8 diesel 4×2 A/T (seis marchas) – R$ 131.000
LTZ 2.5 flex 4×4 M/T (seis marchas) – R$ 103.700
LTZ 2.8 diesel 4×4 A/T (seis marchas) – R$ 142.400

Fonte:General Motors

23:54 · 03.09.2014 / atualizado às 16:33 · 04.09.2014 por

ANDRÉ MARINHO

EDITOR (DIRETO DE BUENOS AIRES, ARGENTINA)

A marca italiana Fiat escolheu a capital da Argentina para mostra para a imprensa o Uno 2015. São poucas mudanças visuais, mas a inclusão do sistema Star Stop e do câmbio automatizado com botões em algumas versões impressionou os jornalistas. Não foram revelados ainda os preços das versões. Acompanhe nosso Blog para conferir. E veja imagens da versão Way.

uno1

 

uno2

uno3

uno4

 

uno5

 

uno6

uno7

 

uno8

 

uno9

 

22:08 · 02.09.2014 / atualizado às 22:08 · 02.09.2014 por

Exclusiva que você só lê aqui! A concessionária da capital cearense, Newland, da Avenida Washington Soares, foi a autorizada Toyota que mais vendeu o sedan Corolla no Brasil.  Mas não ficou só nisso. A revenda ficou em segundo lugar geral em vendas, também foi a que mais vendeu SW4 e a terceira na venda de Etios. Segundo informações que colhemos, é a segunda vez consecutiva que a Newland fica em primeiro na venda do Corolla.

2015-Toyota-Corolla-GLi

10:56 · 12.01.2014 / atualizado às 10:56 · 12.01.2014 por

André Marinho

Editor (Direto de Detroit, EUA)

O dia amanheceu com 1 grau na temperatura, mas sensação térmica de -2. Mas a gelada Detroit esquenta os corações de quem gosta de carros. E uma das anfitriãs, a Chrysler, além de apresentar novidades mundiais, como o novo Chrysler 200 (que não está nos planos de vendas para o Brasil), também faz vitrine para os lançamentos que a Jeepfará neste ano no Brasil. Casos da linha 2014 do Jeep Grand Cherokee, que passou por ampla reformulação e já está em pré-venda, e do inteiramente novo Jeep Cherokee, que desembarcará no país na metade do ano, com mecânica e design inovadores.

“São veículos tão importantes para a marca que podemos falar que 2014 será o ano Jeep no Brasil”, afirma Luiz Tambor, diretor de Marketing e Vendas da Chrysler. “Com os lançamentos dos novos Grand Cherokee e Cherokee, esperamos continuar crescendo, como vem acontecendo nos últimos anos.” Em 2013, a Jeep teve aumento de 4,9% nas vendas sobre o ano anterior.

Nova Cherokee tem design frontal impactante
Nova Cherokee tem design frontal impactante

 

 Crescimento no Brasil

Além de ser a marca do Grupo com maior número de emplacamentos no país, ela colaborou para a evolução de 10,8% nas vendas totais do Chrysler Group do Brasil. “Foi o quarto ano seguido de alta, e o terceiro com crescimento de dois dígitos porcentuais”, comenta Tambor. “Globalmente, a Jeep teve o segundo ano consecutivo com recorde de vendas.” A marca que inventou o segmento 4×4 teve 731.565 veículos emplacados em 2013, 4% a mais que em 2012.

 

 Jeep Grand Cherokee 2014

Campeão mundial de vendas da marca, com 255 mil unidades em 2013, o modelo topo de linha da Jeep mudou. O Grand Cherokee passou por ampla renovação estética e mecânica, onde se destacam o câmbio automático de oito marchas e o redesenho completo dos conjuntos óticos, com LEDs na dianteira e na traseira.

Grand Cherokee
Grand Cherokee

 

Traseira também robusta
Traseira também robusta

 

O interior também foi modernizado. O painel traz novos sistemas multimídia de entretenimento e informação (incluindo navegação GPS), e o volante é dotado de novas funções, incluindo as aletas que possibilitam trocas sequenciais de marchas. O Jeep Grand Cherokee 2014 está disponível nas 42 concessionárias da Chrysler, com preços sugeridos de R$ 185.900 para a versão Laredo e de R$ 214.900 para a Limited, ambas com motor Pentastar 3.6 V6 a gasolina, de 286 cv. Os preços têm como base São Paulo e o frete não está incluso.

Por dentro
Por dentro

 

Novo Jeep Cherokee

A nova geração do Jeep Cherokee deverá chegar ao Brasil na metade deste ano, trazendo um novo padrão para os SUVs médios. Sem perder a lendária capacidade off-road da marca, o Cherokee mostra um novo caminho para a Jeep, com design revolucionário e conjunto mecânico muito avançado. Exemplo disso é o inédito câmbio automático de nove marchas. Mesmo sendo maior e mais espaçoso que a geração anterior, o novo Jeep Cherokee é mais leve e econômico. Outro avanço foi na dirigibilidade, que fará dele prazeroso de guiar, tanto no asfalto quanto fora dele.

Cherokee
Cherokee
Por dentro da nova Cherokee Limited
Por dentro da nova Cherokee Limited

 

Pronta para enfrentar qualquer terreno
Pronta para enfrentar qualquer terreno

 

 

Bancos que abraçam o passageiro e motorista, em couro
Bancos que abraçam o passageiro e motorista, em couro
Traseira também mudou
Traseira também mudou

 

Dodge Durango

A versão reestilizada do SUV de sete lugares, recém-lançada na América do Norte, é outro modelo que tem lançamento previsto para o Brasil, no final de 2014. Ele será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro, como parte das atrações que irão marcar as comemorações de 100 anos da marca Dodge. Além de novos conjuntos óticos, com uso de LEDs, o Dodge Durango terá evoluções no quadro de instrumentos e na central multimídia, além do mesmo câmbio automático de oito marchas que equipa o Chrysler 300C e o Jeep Grand Cherokee, com o qual compartilha a plataforma.

 

Robustez, teu nome é Durango
Robustez, teu nome é Durango

 

 

Por trás do Durango
Por trás do Durango

 

Por dentro do SUV Durango
Por dentro do SUV Durango

 

* O Diário do Nordeste é o único veículo de comunicação do Ceará a estar presente no Salão de Detroit (EUA)