Blog do Automóvel

Categoria: Salão de Paris


08:02 · 01.10.2014 / atualizado às 08:02 · 01.10.2014 por

Jaguar XE

Os salões de Paris e São Paulo guardam novidades da Jaguar Land Rover. O primeiro evento será cenário para a estreia ao público do Jaguar XE, sedã esportivo com estrutura em alumínio que representa a maior aposta da marca nos últimos anos. O modelo de tração traseira tem levíssima estrutura, atributos aerodinâmicos e luxuoso interior. O XE será comercializado em diversos países do mundo a partir de 2015.

Para a Land Rover, a aposta é no Discovery Sport, SUV compacto com capacidade para até sete pessoas que, junto com o atual Discovery, formará uma nova família de veículos da Land Rover, com foco na versatilidade e no conforto em qualquer tipo de terreno.

Land Rover Discovery Sport

O Salão de Paris abre ao público neste sábado e estende-se até o dia 19. Quem não puder ir, terá a chance de ver a Discovery Sport também durante o Salão de Automóvel de São Paulo. Inclusive, a marca britânica preparou ainda outra novidade aos visitantes da 28ª edição desse evento. Haverá o Land Rover Experience, com o qual será possível conhecer na prática alguns dos veículos da montadora.

O teste será no estacionamento do pavilhão do Anhembi. No local, os motoristas irão encontrar uma estrutura de metal que simula os mais desafiadores obstáculos encontrados em situações de off road.Chamado de Mini Terrapod, a estrutura permite que se coloque à prova  toda a capacidade dos modelos Land Rover quando expostos às situações extremas, como testes dos limites de curso de suspensão, sistemas de tração (Terrain Response) e frenagem dos veículos.

Serviço

Mondial de L’Automobile – Paris

Data: 4 a 19 de outubro de 2014
Horário de Funcionamento: das 10 às 22 horas
Local: Paris Expo – Porte de Veirsailles
1 Place de la Porte de Versailles, 75015

Salão do Automóvel de São Paulo

Data: 30 de Outubro a 9 de Novembro de 2014
Horário de funcionamento: das 14 às 22 horas (dia 30 de outubro); das 13 às 22 horas (31 de outubro a 8 de novembro);
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1209, Santana

18:22 · 22.09.2014 / atualizado às 18:27 · 22.09.2014 por

Que tal um carro que faz 50 km com um litro de gasolina? A Citroën revela no Salão do Automóvel de Paris, de 4 a 19 de outubro. O suplemento Auto, do Diário do Nordeste e o programa Guia Automotivo, da TV Diário, farão cobertura do evento

cit
Concentração urbana, respeito ao meio ambiente, pressão econômica: o consumo de combustível está hoje no centro das preocupações dos clientes. Fiel a seu DNA, a Citroën coloca sua criatividade e tecnologia a serviço deste novo desafio, apresentando no Salão de Paris o concept C4 Cactus AIRFLOW 2L.
Verdadeiro laboratório de ideias, o concept C4 Cactus AIRFLOW 2L é um concentrado de tecnologias e know-how que ilustram a vontade e a capacidade da Citroën de inovar para vencer os desafios do automóvel de hoje e de amanhã.

cit2
Com o concept C4 Cactus AIRFLOW 2L, a Citroën propõe um veículo com um consumo de 2 litros/100 km. Um consumo radicalmente baixo conseguido graças:
· à otimização do design com uma melhoria da aerodinâmica em 20%;
· à diminuição da resistência de rolamento (pneu Tall&Narrow);
· aos trabalhos de redução de peso que diminuem o peso total do carro em 100 kg;
· à introdução da tecnologia Hybrid Air que leva a uma redução no consumo de 30%.

cit4
Como nasceu
O projeto C4 Cactus AIRFLOW 2L foi conduzido no âmbito do programa “Veículo 2l/100 km” da Plataforma da Área Automotiva*, cujo objetivo é fornecer soluções concretas para reduzir o impacto do custo de utilização nos gastos automobilísticos das famílias, reduzindo o impacto ambiental deixado durante os percursos realizados com o automóvel.
A Citroën decidiu desenvolver este projeto a partir de seu novo modelo C4 Cactus. Com este veículo, a Citroën fez a escolha ousada de dar mais do que realmente importa para os clientes de hoje. Mais design, mais conforto, mais tecnologias úteis…, sempre associados à atratividade comercial. O C4 Cactus realiza, mais do que qualquer outro veículo, este exercício particularmente ambicioso: imagine um concept tecnológico de baixíssimo consumo e que oferece, ao mesmo tempo, prazer ao dirigir e sedução…

cit6
O Concept Citroën C4 Cactus AIRFLOW 2L
Design puro e fluido, definições tecnológicas a serviço do controle de peso, motorizações eficientes: o Citroën C4 Cactus de série já possui grandes vantagens para reduzir o consumo.

cit8
Concept C4 Cactus AIRFLOW 2L
Uma carroceria otimizada para ganhos aerodinâmicos
O design único do Citroën C4 Cactus reconcilia estética e funcionalidade, associando volumes fluidos e elementos gráficos fortes a serviço da utilização (utilização de Airbumps e proteção dos para-lamas; transporte de objeto com os arcos de teto; iluminação do interior por meio do grande teto panorâmico de vidro).
No concept C4 Cactus AIRFLOW 2L, a otimização da aerodinâmica em comparação ao modelo de série levou a modificar ou a acrescentar alguns elementos de estilo:
· Peças de estilo com geometria variável:
o O novo para-choque dianteiro possui três entradas de ar que entram em funcionamento – dependendo da utilização do veículo – para manter uma abertura potencializada, tanto para o arrefecimento do motor quanto para o escoamento do ar;
o Defletores laterais móveis foram acrescidos atrás dos vidros vigias traseiros para melhor guiar o fluxo de ar em torno do veículo;
o As rodas dispõem de aberturas laterais móveis acionadas pela força centrífuga.
· Peças de estilo com geometria fixa:
o Os pneus selecionados para equipar o veículo são os Tall&Narrow 19” de última geração. Esses pneus, muito estreitos e de grande diâmetro, melhoram o rendimento energético do veículo graças a sua “ultra ultra” baixa resistência ao rolamento (WBRR) e melhor aerodinâmica. Eles também participam do conforto graças ao seu grande diâmetro que permite absorver melhor as irregularidades da estrada;
o Uma cortina de ar “Air Curtain” foi integrada às caixas de roda. Graça a pequenas fendas aerodinâmicas verticais em ambas as extremidades do para-choque dianteiro, esta passagem canaliza o fluxo e ar ao longo das rodas, melhorando assim seu fluxo;
o O aerofólio foi alongado e um extrator de ar foi integrado para melhor guiar o fluxo ao redor do C4 Cactus AIRFLOW 2L, diminuindo assim as turbulências sobre a aerodinâmica do veículo;
o Os retrovisores clássicos foram substituídos com retro câmeras, menores e mais finas, reduzindo o impacto sobre a circulação dos fluxos de ar;
o A parte inferior do veículo é totalmente coberta com carenagens. Ela permite uma perfeita circulação do fluxo de ar, evitando todas as perturbações ligadas aos órgãos implantados na base do veículo;
o Por fim, um módulo de faróis dianteiros e traseiros em LED substitui os originais. Seu baixo consumo elétrico permite realizar economias de energia e, consequentemente, de combustível.
Essas evoluções são particularmente reconhecíveis pelas suas cores e materiais: a cor laranja destaca todos os elementos aerodinâmicos e reforça o caráter tecnológico do concept C4 Cactus AIRFLOW 2L.
Elas definem um design forte, onde os elementos de estilo estão a serviço da aerodinâmica do carro, permitindo assim diminuir eficazmente o coeficiente de penetração no ar e o arrasto do veículo para um ganho aerodinâmico global de 20% em relação ao modelo de série.

cit10

Materiais inovadores
Aos 200 kg ganhos no C4 Cactus de série em relação ao peso de um Citroën C4, vem se acrescentar no concept C4 Cactus AIRFLOW 2L um ganho adicional de 100 kg (cadeia de tração incluída).
Em primeiro lugar, houve uma redução de peso das peças de estrutura: no concept C4 Cactus AIRFLOW 2L, a plataforma se beneficia da integração de novos materiais:
· o alumínio notadamente para a plataforma superior, as longarinas internas e o assoalho traseiro;
· aços de alto limite elástico para as vigas dianteiras e a placa de base;
· materiais compostos para o assoalho dianteiro.
Esses novos materiais são estruturais. Eles ajudam na absorção da energia em caso de choque e, desta forma, respeitam as mais severas exigências em matéria de resistência mecânica.

cit11
Esta estrutura de base multi-materiais levou ao desenvolvimento de técnicas de montagem especiais e inéditas na cadeia produtiva automotiva. Fruto de inúmeras pesquisas científicas, as peças de estrutura em material composto são uma alavanca para a redução do peso dos veículos de amanhã. A produção em uma grande cadência constitui hoje um dos desafios tecnológicos e industriais a ser vencido no setor automotivo.
Além do desenvolvimento de peças estruturais, a pesquisa e a utilização de novos materiais também contribuíram para a redução do peso do concept C4 Cactus AIRFLOW 2L.

cit12
Assim, materiais leves e de grande desempenho foram selecionados:
· Materiais compostos à base de carbono são utilizados para as molas de suspensão, na tampa do porta-malas, no banco traseiro, nas laterais da carroceria, no teto, nas travessas de teto, nos para-lamas e nas portas. Para o assoalho, nas caixas de roda ou no lado inferior do para-choque dianteiro. O aspecto “texturizado” do carbono inclusive reforça sua aparência fosca e os destaca graças ao contraste com a cor perolizada das partes circundantes.
· O alumínio é utilizado também na base do motor. O capô mantém a definição do C4 Cactus de série, já em alumínio.
Com uma densidade volumétrica muito mais baixa (na ordem de 2.700 kg/m3 para o alumínio e cerca de 1.200 kg/m3 para o carbono, contra 7.800 kg/m3 para o aço), a utilização desses materiais contribuiu significativamente para a redução do peso final do veículo.
E porque cada grama é importante, a Citroën também optou por utilizar:
· Novos processos para reduzir a espessura dos componentes da linha de escapamento e, assim, reduzir o peso;
· Policarbonato translúcido para o teto de vidro panorâmico. Um material ainda mais leve do que o de vidro multi-camadas, dotado das mesmas propriedades de isolamento térmico e acústico e de filtragem contra os raios ultravioletas;
· Fibras de carbono nos Airbump® para reduzir o peso do material, porém preservando suas propriedades técnicas.

cit14
Tecnologia Hybrid Air
Graças a motores de últimas gerações e de baixa cilindrada, sempre atendendo às futuras regulamentações Euro 6, o Citroën C4 Cactus de série já apresenta um consumo entre os melhores do segmento, com emissões de CO2 a partir de 82g e um consumo de apenas 3,1l/100 km.
O concept C4 Cactus AIRFLOW 2L vai ainda mais longe adotando a cadeia de tração Hybrid Air. Apresentada pelo Grupo PSA PEUGEOT Citroën em janeiro de 2013 – e também no Salão de Genebra de 2013, com o Citroën  C3 -, esta tecnologia se baseia na associação de vários órgãos ou tecnologias amplamente comprovadas: uma motorização a gasolina de 3 cilindros PureTech, um sistema de armazenamento de energia sob forma de ar comprimido, um conjunto composto por dois motores-bombas hidráulicas, e uma transmissão automática utilizando um conjunto de engrenagens epiciclóidal. O conjunto é gerenciado por um supervisor que administra as solicitações do motorista para otimizar o consumo de energia.

cit15

3 modos de funcionamento são disponíveis:
· Um modo Ar (Zero Emissão), onde o motor a ar comprimido substitui a motorização térmica a gasolina;
· Um modo gasolina, onde apenas o motor está em ação;
· Um modo combinado que acumula a potência do motor térmico e a potência do ar comprimido.
No concept C4 Cactus AIRFLOW 2L, os dois reservatórios de ar comprimido são em material composto e posicionados na parte traseira do veículo.
O motor PureTech 82, já oferecido no veículo de série, foi otimizado para se adaptar a esta nova cadeia de tração híbrida. As perdas por atrito, que representam 20% da potência consumida por um motor, foram reduzidas graças:
· a utilização de um revestimento Diamond Like Carbon;
· a redução de peso das peças em movimento;
· e a utilização de rolamento para guiar as peças em rotação.
Além disso, a adoção de novas bronzinas de polímero e de um óleo de baixa viscosidade permitiu complementar essas melhorias. Associado à otimização dos rendimentos de combustão, o rendimento global do motor é superior em 5%.
A associação do motor PureTech 82 com a tecnologia Hybrid Air no concept C4 Cactus AIRFLOW 2L permite reduzir o consumo de combustível em 30% e contribui significativamente à obtenção de um veículo que apresentará 2l/100 km enquanto se aproximará as prestações dinâmicas do PureTech 110.
Concept C4 Cactus AIRFLOW 2L, apenas 2l/100 km
A combinação desses avanços tecnológicos permite apresentar um consumo de 50 km/l e permite, a médio prazo, a passagem deste nível para um veículo tal como o C4 Cactus.
Este consumo extremamente baixo é o resultado:
· da otimização do design, com uma melhoria da aerodinâmica em 20%;
· da diminuição da resistência ao rolamento (pneus Tall&Narrow);
· dos trabalhos de redução de peso, que diminuem o peso global do carro em 100 kg;
· da introduzindo da tecnologia Hybrid Air, que leva a um ganho no consumo de combustível de 30%.
O concept C4 Cactus AIRFLOW 2L é um concentrado de tecnologias e de know-how que ilustram a vontade e a capacidade da Citroën em inovar para vencer os desafios automobilísticos de hoje e de amanhã.

Ficha Técnica
Peso sem carga: 865 kg
Comprimento: 4156 mm
Largura: 1729 mm
Altura: 1487 mm
SCx : melhoria de 20%
Cadeia e tração Hybrid Air associada ao motor PureTech 82 S&S
Pneus: Michelin 155/70/R19

09:53 · 16.09.2014 / atualizado às 09:53 · 16.09.2014 por

“Viva”. Este é o nome do modelo que será o mais barato da marca

A Chevrolet divulgou um vídeo-teaser de seu novo carro de entrada, o Viva. Ele deve chegar ao mercado brasileiro em 2015, especula-se que o preço partiria de R$ 26.000. O mercado brasileiro deve receber uma nova linha de compactos globais para substituir o Celta e Classic, ambos baseados na oitentista plataforma GM4200.

viva
O modelo será apresentado no Salão de Paris onde o Caderno Auto estará cobrindo. De acordo com a imprensa do “Velho Continente”, o Viva mede 3,68 metros e é equipado com motor 1.0 Ecotec de três cilindros. No Brasil, a linha terá contornos próprios não apenas no desenho. O futuro compacto nacional será um pouco maior e terá atributos necessários em um mercado de carro único como o Brasil, incluindo um porta-malas mais avantajado do que o exigido nos mercados europeu e asiático, onde as viagens de longa duração e lotação com automóveis perde espaço para o transporte de massa.
Informações a mais não foram divulgadas sobre o veículo. O que se sabe até o momento é que fora do Reino Unido o modelo será chamado de Karl, em homenagem a um dos filhos de Adam Opel, fundador da Opel, braço da General Motors na Alemanha.

11:19 · 10.09.2014 / atualizado às 11:20 · 10.09.2014 por

 

 

Caderno Auto do Diário do Nordeste e programa Guia Automotivo da TV Diário farão cobertura no Salão de Paris, que abre para o público dia 4 de outubro

A Peugeot apresentará no Salão do Automóvel de Paris o conceito EXALT com uma nova proposta de materiais. A carroceria é concebida em tons acinzentados, desde o aço bruto que cobre a maior parte do veículo até o material têxtil Shark Skin, na extremidade traseira. A bordo, jornais reciclados se transformam no Newspaper Wood.

EXALT
A abertura da tampa do porta-malas facilita o acesso ao HYbrid-kick, um patinete elétrico inovador, alojado sob o assoalho do compartimento.
Visão de um hatch, o conceito EXALT dá continuidade à proposta iniciada já em 2012 pelo conceito ONYX em termos de materiais: utilização equilibrada, fornecimento local e materiais de reciclagem.
Este carro conceito recebe o propulsor HYbrid4 a gasolina que gera 340 cavalos de potência.
“Os 125 anos de história automobilística da PEUGEOT são marcados por modelos que fizeram época. Com o conceito EXALT, a marca afirma suas escolhas e escreve um novo capítulo, avançando com determinação e confiança”, disse Maxime Picat, Diretor Geral da PEUGEOT

EXALTY

Um veículo dinâmico
Com suas linhas requintadas e atléticas, o EXALT expressa toda a potência do design da PEUGEOT. Esse hatch de cinco portas possui bitolas largas e arcos de rodas poderosamente arredondados que expressam seu estilo ao longo dos 4,70 m de comprimento. A aliança de superfícies planas e linhas de corte definidas lhe conferem agressividade e suavidade.
O EXALT optou pelo radicalismo, eliminando todo e qualquer material supérfluo e conservando apenas o necessário. Ele é composto por materiais rigorosamente selecionados visando o melhor desempenho.
“O Peugeot EXALT associa linhas atléticas, potentes e distintas e elementos audaciosos. Seu espaço interno composto por materiais naturais destina-se ao conforto e a uma condução instintiva. Este conceito inova para tornar o hatch ainda mais atraente e polivalente, especialmente com a cinemática inovadora da tampa do vasto porta-malas”, fala Pierre Paul Mattei, responsável pelo estilo do Peugeot EXALT

 

Numa homenagem à arte dos automóveis franceses dos anos 1920-1930, a carroceria em aço bruto é forjada a mão por um artesão especialista em chapas metálicas. É uma peça única que reinterpreta os códigos históricos que compõem a paixão automobilística: linhas alongadas e dinâmicas, cintura de carroceria alta, para-brisa inclinado, teto baixo (apenas 1,31 m), um perfil esguio e uma cabine volumosa, laterais curvilíneas que repousam numa base de carroceria em fibra de basalto e rodas de 20 polegadas.
O capô alongado surge de uma face dianteira extremamente expressiva com faróis duplos integrados ao para-choque, que compõem a assinatura luminosa característica da Marca. No centro, a grade robusta emerge da carroceria e acolhe o logotipo do Leão.

EXALT3
Para melhorar o coeficiente de arrasto, a parte traseira do EXALT é revestida com o eficiente material têxtil Shark Skin. Graças à sua estrutura com acabamento tecnológico, este material aumenta sensivelmente as capacidades aerodinâmicas do veículo a fim de reduzir o consumo. Sua utilização é realçada por um corte nítido que faz a transição entre a porta traseira e a vigia lateral. Esta transição efetua-se num tom sobre tom requintado, entre o aspecto natural do aço bruto e a tonalidade cinzenta do Shark Skin. O novo contraste desse acabamento ilustra bem a diferença da versão apresentada em Pequim.
Esse material contribui para o desempenho aerodinâmico do EXALT – com um SCx de 0,6 – associado a outros elementos: extrator de ar no para-choque traseiro, curvatura do teto, retrovisores perfilados.
Com essa aerodinâmica excepcional, o impacto do EXALT no seu meio ambiente é essencialmente visual. De fato, uma faixa horizontal na reentrância do spoiler traseiro define a largura do carro e confere volume à assinatura luminosa.

O  EXALT oferece também uma polivalência inédita para um hatch. A porta traseira é dotada de uma cinemática inovadora com pantógrafos. Essa arquitetura proporciona uma abertura máxima para um volume externo reduzido. A tampa do porta-malas é motorizada e o assoalho do compartimento de carga é baixo, facilitando o acesso ao HYbrid-kick.
Alojado debaixo do assoalho do porta-malas, este patinete elétrico dobrável é o complemento ideal para a mobilidade. Sua facilidade de utilização instantânea torna os deslocamentos urbanos mais fluídos.

O Cockpit proporciona uma experiência de condução intensa, voltada para o prazer. O pequeno volante recoberto de couro e de tecido misto, assim como o bloco digital de mostradores encontram-se no eixo do condutor, assegurando manuseio e leitura intuitivos.
No prolongamento do console central, duas telas sensíveis ao toque e escamoteáveis surgem do painel de instrumentos. A tela superior dá acesso ao computador de bordo, ao sistema Hi-Fi e à navegação. A segunda tela tem uma barra visível que comanda a climatização automática e o sistema Pure Blue.
No painel de instrumentos estão implantados nove Toggle Switches, cujo design evoca o universo musical. Eles estão divididos em dois grupos, dois comandos à esquerda do pequeno volante e sete à direita. Esta repartição adapta-se à capacidade do cérebro de memorizar facilmente até sete elementos, em formação e em função. Além disso, o condutor pode associar livremente ao Toggle Switches as funções de acesso à navegação com um comando, parametrização do veículo com outro comando, etc.
Ele também pode escolher um dos Toggle Switches para ativar o sistema de luz negra. Integrado aos faróis, este sistema é especialmente eficaz nas transições entre o dia e a noite. Isso permite uma condução segura e serena em condições de pouca visibilidade, quando a luz negra realça a sinalização no solo.
Para maior conforto dos ocupantes, o PEUGEOT EXALT é equipado com um inovador sistema de tratamento do ar, chamado Pure Blue. Com o veículo parado e vazio, o sistema purifica as superfícies da cabine por meio da difusão de bactericidas e fungicidas. Assim que o veículo põe-se em movimento, um filtro ativo trata o ar no habitáculo, eliminando os compostos orgânicos voláteis e as partículas finas. Dessa forma, os ocupantes viajam permanentemente numa atmosfera limpa e purificada.

Uma concepção visionária
O  EXALT é composto por elementos brutos e naturais, associados a materiais inovadores e eficientes. A ideia era revestir o carro de maneira útil e inteligente, visando a otimização para economizar materiais e reduzir as sobras de produção.
Essa abordagem responsável também se aplica ao fornecimento local das matérias, como o ébano da Ásia utilizado na China e substituído, na Europa, pelo Newspaper Wood.

O EXALT prolonga a proposta lançada com conceito Onyx em 2012. No trabalho feito na carroceria, o aço é empregado em estado bruto para que o material possa expressar plenamente as linhas do veículo. Alguns elementos como as rodas também foram mantidas em estado bruto para realçar as marcas deixadas pelas máquinas de usinagem.
O aço é mantido em estado bruto em todas as partes que não entram em contato direto com o corpo dos quatro ocupantes. Na altura dos cotovelos e do apoio dos braços, o EXALT é guarnecido de madeira com tonalidades quentes. A partir da linha inferior do vidro, a madeira é substituída por um tecido misto a base de lã natural, que reveste o interior das portas, o painel de instrumentos e o teto. Entre esses dois materiais, uma faixa confeccionada por impressão em 3D dissimula o sistema Hi-Fi.
A bordo do EXALT, todos os ocupantes recebem um tratamento privilegiado. Os bancos dotados de uma estrutura compósita conjugam assento e encosto em tecido misto com laterais em couro envelhecido.
O tecido e o couro são utilizados num processo que aproveita a gestão dos recursos. Assim, para evitar os cortes e as sobras de produção, o tecido é trabalhado com pinças. Este processo simples é inspirado na tradição das grandes “maisons” de confecção masculina. Obtém-se, assim, uma superfície de tecido sem costuras e com dobras definidas.
Normalmente, o couro utilizado nos automóveis, para ser considerado perfeito, não deve apresentar marcas antes de ser curtido. O EXALT, dentro da lógica de otimizar o couro, se apropria dessas imperfeições estéticas para imprimir em cada peça uma assinatura única. Em seguida, o couro é envelhecido naturalmente, sem utilizar produtos químicos.
Dentro da perspectiva de que o fornecimento deve ser efetuado o mais perto possível da região de comercialização, na China optou-se por utilizar no EXALT um tipo de ébano nativo do continente asiático. Este material é substituído na Europa pelo Newspaper Wood, feito a partir de jornais velhos. Este novo tipo de madeira evoluiu desde a primeira vez em que foi utilizado, no conceito ONYX. Ele agora é obtido por meio da reciclagem de jornais econômicos, que lhe conferem sua coloração salmão característica.
Finalmente, a fibra de carbono cede lugar à fibra de basalto, um material compósito natural. Derivado da pedra do mesmo nome, ele reduz a utilização de recursos petroquímicos.

Motorização
Pesando apenas 1.700 kg, o PEUGEOT EXALT é dotado de um propulsor HYbrid4 plug-in com uma potência total de 340 cavalos repartida entre as quatro rodas.
O capô esculpido abriga o motor 1.6 L THP 270 desenvolvido pela PEUGEOT Sport. Acoplado a uma caixa de câmbio automática de seis marchas, este bloco de quatro cilindros a gasolina desenvolve uma potência específica de cerca de 170 cv/l, portanto, entre as melhores do mundo.
Na traseira, a suspensão multibraço integra um motor elétrico de 50 kW para as fases de funcionamento elétrico ou híbrido. Esse motor também intervém para recarregar a bateria, através da recuperação da energia da frenagem. Quando o condutor retira o pé do acelerador, a frenagem é efetuada pelo torque do motor elétrico. A tecnologia HYbrid4 converte, assim, a eletricidade em energia cinética que seria dissipada pelos discos e pastilhas.
Tecnologia inteligente, o HYbrid4 adapta-se instantaneamente aos desejos do condutor e seleciona o modo mais adaptado: elétrico puro, gasolina pura, hibridação gasolina-elétrico. O condutor usufrui, dessa forma, da intensidade da viagem e beneficia do know-how da PEUGEOT em matéria de comportamento na estrada.

19:13 · 27.11.2012 / atualizado às 19:14 · 27.11.2012 por

A Europa está em crise, mas nem assim os italianos deixam de fabricar seus superesportivos. Este que você está vendo agora é a Lamborghini Gallardo LP 570-4 Super Trofeo Stradale, versão mais potente do carro.

De acordo com a marca de origem italiana, serão fabricadas 150 unidades. O preço não foi revelado, mas parece que um brasileiro já se interessou. Quem será ele? Será o Eike Batista?

Com peças em fibra de carbono, o modelo pesa apenas 1.340 kg – 70 kg a menos que Gallardo LP 560-4. Equipado com motor V10 de 570 cavalos de potência a 8.000 rpm e torque de 55 mkgf a 6.500 rpm, o Gallardo LP 570-4 Super Trofeo Stradale acelera de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos e de 0 a 200 km/h, em 10,4 segundos. A velocidade máxima é de 320 km/h.

A primeira aparição do carro foi durante o Salão do Automóvel de Paris, na França, no final de setembro. Ele foi revelado durante a coletiva de mídia do Grupo Volkswagen, dona da marca Lamborghini.

 

 

10:02 · 28.09.2012 / atualizado às 10:18 · 28.09.2012 por

André Marinho

Editor (Direto de Paris, França)

Carros conceito, máquinas esportivas e de luxo que mexem com a cabeça do público. Todos os Salões de Automóvel têm espaço para os esportivos e os luxuosos. Confira aqui os que mais me chamaram a atenção, de marcas como Ferrari, Porsche, Lamborghini, Rolls-Royce, Peugeot, dentre outros.

Onyx, impressionante carro conceito da Peugeot

 

Imponente BMW 650i
Rolls-Royce Ghost

 

Esportivo da Peugeot, o RCZ
Suzuki S-Cross: conceito da marca japonesa não será fabricado, por enquanto
Concept car da coreana Hyundai
Volvo V40, carro que tem airbag para pedestre
Mercedes SLS AMG elétrico

 

Novo Porsche Panamera: esportivo com 4 portas
Máquina vermelha: Ferrari F12 Berlinetta
Lamborghini: agressividade e esportividade

 

 

 

 

 

20:09 · 27.09.2012 / atualizado às 20:32 · 27.09.2012 por

André Marinho

Editor (Direto de Paris, França)

Todo Salão do Automóvel faz uma combinação campeã: super carros, com lindas mulheres. Confira as que selecionamos e escolha a de sua preferência. O detalhe é que não são só modelos francesas, as italianas, alemãs e russas também estão entre as mais belas. Limpe agora sua vista!

Linda morena estava no estande da Hyundai
Dose dupla de beleza
Loira alemã com jeito sedutor
Outra loira

 

Esta estava distraída mas não escapou da lente do fotógrafo
Morena no estande da marca europeia Skoda, que pertence ao Grupo Volkswagen
Simpatia: a arma das modelos para enfrentar o público
Beleza exótica

 

 

Sorriso no estande da Fiat
Sereias no estande da Fiat atraíram os flashes
Outra beleza francesa exótica
Morenaça com uma Lamborghini: duas máquinas!

 

 

 

16:43 · 27.09.2012 / atualizado às 17:21 · 27.09.2012 por

André Marinho

Editor (Direto de Paris, França)

Muitos lançamentos mundiais que vão chegar ao mercado brasileiro breve. O Salão Internacional de Paris, que acontece a cada dois anos, é um dos três maiores eventos automotivos do mundo. São sete pavilhões, onde cerca de 18 marcas disputam o interesse do público. Hoje foi a abertura oficial para a imprensa com as coletivas que reuniram 10 mil jornalistas de vários países do mundo. Do Brasil, um grupo com 33 profissionais de imprensa está fazendo a cobertura. Do Ceará, o Diário do Nordeste, com exclusividade. Veja abaixo as imagens e informações que colhemos e que interessam ao mercado brasileiro.

Peugeot

Anfitriã Peugeot confirmou o SUV 2008 para o Brasil, no próximo ano: vai concorrer com EcoSport e Renault Duster

 

Traseira do 2008

 

Hatch 208 foi apresentado: carro será fabricado no Brasil e será lançado em janeiro de 2013

 

Land Rover

Range Rover Vogue teve sua "premiere" mundial em Paris; carro vai ter lançamento mundial com teste para imprensa dia 2 de novembro, em Marrocos, África; até o final do primeiro semestre de 2013 chega ao Brasil

 

Ford

Na Europa é Mondeo; mas este é o novo Fusion, sedan grande de luxo que estará no Brasil a partir de novembro, em sua terceira geração
Novo Fusion na cor branco gelo
New Fiesta hatch: modelo com motor 2.0 litros não vem para o Brasil, mas o design renovado com certeza

 

Renault

Atração no estande da francesa Renault, o Clio está mais esportivo; pena que esta geração não virá ao Brasil tão cedo, o nosso é fabricado na Argentina

 

Mercedes-Benz

Nova Classe A atraiu olhares da imprensa mundial pelo design esportivo; no Brasil chega no primeiro semestre de 2013

 

Volkswagen

Sétima geração do Golf foi a vedete da Volkswagen

 

Novo Golf chega ao Brasil em novembro; produção virá do México, esta da imagem é o europeu
Interior do novo Golf

Citroen

C4 Aircross europeu
Citroen Tubik: design que impressiona

Chevrolet

Lançamento mundial da Chevrolet: Trax, ou pode chamar de mini Captiva
Traseira da Trax: no Brasil em 2013, primeiro semestre

 

 

 

 

 

 

 

00:41 · 27.09.2012 / atualizado às 00:47 · 27.09.2012 por

*André Marinho

Editor (Direto de Paris, França)

Em avant-premiere realizada na noite de terça-feira, o Grupo Volkswagen mostrou as principais atrações de suas nove marcas no Salão do Automóvel de Paris. Uma delas foi a sétima geração do Golf, carro que interessa muito aos brasileiros, tendo em vista que atualmente o carro no Brasil está em sua quarta geração.

CEO do Grupo Volkswagen apresenta o Golf Blue Motion, em sua sétima geração

Além da Volkswagen, outras marcas do Grupo, como Lamborghini, Bentley, Porsche, Seat, Audi, Skoda, Ducati (motos) e Bugatti também mostraram suas atrações. As coletivas de imprensa do Salão do Automóvel de Paris têm início nesta quarta-feira (27/9). O Jornal Diário do Nordeste é o único veículo do Ceará a estar presente na cobertura, a convite da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Acompanhe as novidades neste Blog, no caderno AUTO e no programa Sobre Rodas, da Rádio Verdes Mares.

Detalhe da nova traseira do Golf
Novo Audi A3 Sportback

 

Jornalista André marinho é o único cearense a cobrir o Salão do Automóvel de Paris, um dos três maiores Salões do mundo

* O Editor viajou a Paris, França, a convite do Pool da Anfavea (Volkswagen, Ford, Fiat, Mercedes-Benz, Peugeot, Citroen, Renault)

 

11:19 · 24.09.2012 / atualizado às 11:21 · 24.09.2012 por

O jornal DIÁRIO DO NORDESTE é um dos quatro veículos de comunicação do Nordeste que vão estar na cobertura do Salão do Automóvel de Paris. No Ceará, estaremos presentes com exclusividade. Acompanhe neste Blog o DIÁRIO DO SALÃO DE PARIS, com posts exclusivos, muitas fotos e imagens das máquinas que estarão no evento.

 

Depois de ter recebido mais de 1,2 milhão de visitantes em sua última edição, realizada em 2010 (o Salão de Paris acontece a cada dois anos, alternando com o de Frakfurt), o motorshow francês está maior. Os quatro pavilhões já estão completamente reservados para 214 marcas de 18 países diferentes. Outra boa notícia é a de que fabricantes de diferentes nacionalidades já agendaram estreias mundiais para os dias do evento. O caderno AUTO do DIÁRIO DO NORDESTE e o Blog do Automóvel estarão no evento. Vamos trazer todas as novidades das principais montadoras do mundo. O Salão abre para o público próximo dia 29 de setembro e permanece até o dia 14 de outubro.

Pesquisar

Blog do Automóvel

Blog da editoria Auto, do Diário do Nordeste, para coberturas em test drive, lançamentos de automóveis e salões e notícias sobre carros, motos e outros veículos.
Posts Recentes

12h10mNovo Camaro vai ser destaque no Salão do Automóvel de São Paulo 2018

11h10mAudi mostra sua linha de SUVs na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

02h10mConfira detalhes do primeiro carro elétrico feito no Brasil

10h10mSalão do Automóvel de São Paulo com novo lote de ingressos disponível

10h10mSetor de locação foi responsável por 1 em cada 4 veículos emplacados no primeiro semestre de 2018

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs