Busca

Categoria: Traxx


14:29 · 29.07.2015 / atualizado às 14:29 · 29.07.2015 por

image

Depois do sucesso das feiras de imóveis e carros, os Classificados, do Diário do Nordeste, promove o I Feirão de motos. O evento começa amanhã e vai até 02 de agosto, no Shopping Parangaba. O evento reunirá as maiores concessionárias da cidade e será uma oportunidade para o público conferir lançamentos e adquirir motos de diversos tipos e modelos em condições especiais.

No evento, estarão presentes marcas renomeadas como Dafra, Honda, Jonny, Shirenay, Traxx e Yamaha. Para facilitar os negócios e oferecer condições especiais para os compradores, a Embracon Consórcios oferecerá linhas de crédito para quem sonha em ter seu transporte próprio. Os concessionários irão trabalhar com bancos das suas montadoras, mas o Banco Pan também estará no local para somar nas opções das instituições financeiras.

Pollyana Brandão, gerente de Classificados do Diário, explica que a iniciativa tem como objetivo alavancar mais as vendas e “nos aproximar mais do consumidor final, levando a credibilidade dos nossos classificados, por meio de seus parceiros, oferecendo uma oportunidade aos clientes de comprar uma moto zero-quilômetro com as melhores condições do mercado local. Na prática, queremos unir o nosso anunciante com o nosso cliente mais próximo com o produto ”, salienta.

I FEIRÃO DE MOTOS

Data: De 30/07 a 02/08
Horário: De segunda a sexta, de 10h às 22h, e domingo, de 11h às 20h.
Local: Estacionamento do Shopping Parangaba (entrada principal) – Rua Germano Franck, 300 – Parangaba

15:29 · 25.05.2015 / atualizado às 12:47 · 25.05.2015 por

Pela primeira vez desde que inaugurou sua fábrica no Brasil, a Traxx convidou grupo de jornalistas para visitar sua linha de montagem, em Manaus, e aproveitou para revelar novos modelos e sua intenção de ampliar investimentos no País

André Marinho

Editor (Direto de Manaus, Amazonas)

 

Traxx 250 TSS
Traxx TSS 250

Terceira em vendas no mercado nacional, conseguiu passar a Suzuki e está atrás da Honda e Yamaha, a Traxx lançou dois modelos com mais potência: a 150 TTS e a 250 TTS. , focando no mercado do Sul, Sudeste e Centro Oeste. No Nordeste e no Norte a Traxx tem boa fatia de vendas, principalmente de sua 50 cilindradas e das 125 cc. No Teste ride estavam disponíveis os modelos Fly 250, TSS 250, Fly 150 e TSS 150.
Confira imagens do test e da fábrica.

Entrada da fábrica, em Manaus, Amazonas
Entrada da fábrica, em Manaus, Amazonas

 

Fly 150
Fly 150

 

Fly 150
Fly 150

 

Linha de montagem faz mais 106 motos por dia
Linha de montagem tem capacidade para 160 motos por dia e monta nove modelos: Moby 50, Work, TSS 250, TSS 150, FLY 250, Fly 150, Sky 50, Star 50 e Sky 125

 

 

Este repórter e um dos modelos do test ride, na praia de Ponta Negra, em Manaus, Amazonas
Este repórter e um dos modelos do test ride, na praia de Ponta Negra, em Manaus, Amazonas

Saiba mais
A Traxx aportou no Brasil muito antes da fábrica, em 2000. Inicialmente, investiu em pesquisas e análises de mercado, a fim de desenvolver estratégias para atender o público brasileiro. Em novembro de 2006, instala-se na sede administrativa, em Fortaleza, capital do estado do Ceará. No dia 31 de dezembro de 2007, inaugura fábrica com espaço total de 53.000 m², duas linhas de produção e capacidade para a produção de 100 mil motos por ano.

Os dirigentes chineses afirmaram que pretendem ganhar mercado no Sul, Sudeste e Centro Oeste do País. E devem ampliar a fábrica nos próximos dois anos, mas não adiantaram o investimento e em quanto pode chegar a quantidade de motos montadas na nova linha de produção.  Hoje são 120 concessionários no Brasil. A intenção é de chegar a 180 autorizadas no Brasil em três anos. No Ceará são 14 concessionárias.

11:52 · 07.05.2015 / atualizado às 11:54 · 07.05.2015 por

O diretor administrativo de duas lojas de motos, a Luiza Motos Traxx e a Leo Motos Jonny, Rodrigo Braga, tem uma linda família. E duas crianças especiais. De sua experiência pessoal e de outros 11 pais e mães que têm histórias semelhantes com seus filhos nasceu o livro “Sorrindo para a Vida”. São 12 histórias de amor, superação e fé. O lançamento será dia 20 de junho, no Clube dos Diários, a partir das 16h.

LIVROCAPA

Um  livro onde 11 pais e mães se uniram para relatar de maneira singular as experiências vividas com seus filhos, provando que o amor tudo supera. ”Nosso objetivo é de ajudar os pais com a leitura dos depoimentos e arrecadar recursos para alguns pais mais carentes, que não têm muita condição de ajudar seus filhos especiais”, conta Rodrigo. Os pais se conheceram na Clinica Therapias, especializada no assunto e que cuida dessas crianças.

SORRINDO

 

Mais informações:
A obra custa R$ 35,00 e os interessados podem procurar mais detalhes nos fones8879-2273/9998-8345/8707-9074, ou através do e-mail rcbbraga@hotmail.com
Para obter o livro pode também fazer um deposito no Banco do Brasil, agência 5101-2, conta poupança 268-2. Existe também uma página no Facebook, Sorrindo para a Vida. Curta e compartilhe. Vale a pena fazer parte dessa iniciativa.

 

SORRINDO3

07:52 · 02.03.2015 / atualizado às 07:52 · 02.03.2015 por

linha de produçãoA primeira geração da família TSS começou a ser produzida na fábrica da Traxx, em Manaus. A fabricante revelou a nova linha TSS, com motos de 250, 160 e 150 cc, no final do ano passado. De acordo com engenheiros da empresa, esses projetos foram concebidos pela Jialing e receberam especial atenção para se adequarem ao mercado nacional e principalmente ao gosto do brasileiro.

Chamada de TSS 250, o primeiro modelo da família TSS a entrar na linha de produção é voltada ao uso urbano, com detalhes como lanternas e piscas em LED. O painel possui misto de digital e analógico. Vem equipada com um motor monocilíndrico alimentado por injeção eletrônica e arrefecido a óleo, freio a disco nas duas rodas e painel digital, com conta-giros analógico. O preço sugerido não foi definido pela empresa mas será compatível com o valor de modelos de 250 da marca.

Curiosidade

A Traxx aportou no Brasil muito antes da fábrica, em 2000. Inicialmente, investiu em pesquisas e análises de mercado, a fim de desenvolver estratégias para atender o público brasileiro. Em novembro de 2006, instala-se na sede administrativa, em Fortaleza, capital do estado do Ceará. No dia 31 de dezembro de 2007 inaugura fábrica, em Manaus.

linha de produção (2)

11:01 · 13.01.2015 / atualizado às 10:00 · 13.01.2015 por

FLY 250 LATERAL vermelhaO modelo Fly, on/off-road, da moto Traxx ganhou mais cilindradas para a versão 2015, e chama-se agora Fly 250.  Ela chega ao país com uma dupla missão: dar continuidade à ampliação do mix de produtos da marca e oferecer aos consumidores e simpatizantes da categoria uso misto, um modelo com o melhor custo-benefício da categoria. A sua produção foi anunciada em novembro de 2014, neste mês a sua chegada foi anunciada para as revendas autorizadas.

Além de um novo design, a Fly 250 vem equipada com um motor de 223cc, quatro tempos, alimentado por injeção eletrônica, com potência de 16 HP a 7000 rpm, torque de 1,7 kgfm a 6000 rpm, monocilíndrico, refrigerado a óleo, com comando único no cabeçote (OHC) e duas válvulas.  O torque acentuado do motor pode ser sentido em arrancadas e saídas de semáforos. A Fly 250 vem com câmbio de seis marchas e partida elétrica. Graças ao seu alto torque, mesmo em rotações baixas, a Fly 250 apresenta força e estabilidade para vencer os obstáculos que surgem em terrenos off-road, e quando usada na cidade, garante maior conforto na pilotagem.

DownloadsDentre os destaques estão: a suspensão invertida, dando-lhe uma característica mais esportiva, além de proporcionar mais conforto e estabilidade para a pilotagem; freios a disco que garante uma frenagem segura; o painel digital; a lanterna e o pisca de Led; o lampejador do farol alto e a excelente qualidade e visibilidade do farol noturno, uma deficiência nas concorrentes. Outra vantagem do novo modelo é a elevada altura do assento, proporcionando ergonomia e conforto ao piloto.

Mesmo anunciado a disposição dos modelos aos consumidores nas revendas autorizadas, em Fortaleza ainda não há na vitrine ou no estoque. Mas, estão esperando chegar a qualquer momento. O preço local, segundo a Gurgel Motos, é de R$ 9.450. Isso representa R$ 460 a mais do preço sugerido devido ao frete.

Ficha técnica
Motor: OHC, monocilíndrico 4T, arrefecido a óleo, Gasolina
Cilindrada: 223cm³
Potência máxima: 16cv a 7.000 rpm
Torque: 1,7 kgfm a 6.000 rpm
Câmbio: 6 velocidades
Partida: elétrica
Sistema de alimentação: Injeção eletrônica
Tanque de combustível: 10 L

16:15 · 19.11.2014 / atualizado às 11:33 · 19.11.2014 por

 

A primeira geração sino-brasileira da Fly 250 começou a ser produzida hoje (19/11), na fábrica da Traxx, em Manaus. O primeiro lote a ocupar a linha de montagem é da cor preta. A nova versão da família Fly, que foi apresentada na última edição do Salão Duas Rodas também será produzida na cor vermelha

FLY 250 LATERAL preta (1)
Prestes a entrar no oitavo ano de atividade fabril em solo brasileiro, a Traxx Motos reafirma sua crença no potencial do mercado nacional e inaugura o novo setor de teste de injeção eletrônica com o objetivo de se preparar para demandas futuras. O novo setor integra o complexo industrial da empresa em Manaus (AM), que ocupa um terreno de 53 mil m² e 7 mil m² de área construída. Além de moderna e certificada com o ISO 9001, a fábrica da Traxx tem a capacidade de produzir 300 mil motocicletas por ano, operando em três turnos. Em 2015, a unidade produzirá nove modelos e o fluxo de montagem será adequado à demanda das mais de 100 revendas da marca.

Detalhes
A partir de hoje, produzida e comercializada no país, a Fly 250 chega no mercado como o primeiro modelo alimentado com injeção eletrônica da marca e traz um visual marcante, mantendo a resistência e confiabilidade dos motores monocilíndricos Traxx e garantindo excelente desempenho, principalmente pelo torque entregue em baixas rotações, que deixa a pilotagem mais confortável. A Rede de concessionárias Traxx já aceita reserva de clientes interessados pelo modelo, que começa a ser vendido na segunda quinzena de janeiro de 2015.
O preço público sugerido da Fly 250 é de R$ 8.990,00 – que segue a linha da Traxx pela busca de valores justos e abaixo do praticado pela concorrência. A Fly, como todos os modelos de motocicletas da Traxx, vem com dois anos de garantia de fábrica.

09:03 · 22.09.2014 / atualizado às 09:03 · 22.09.2014 por

A presidência da fabricante de motos chinesas, Jialing, empresa que compõe a holding do China South Industries Group (CSIG), um dos maiores fabricantes mundiais de motocicletas, com sede em Pequim, está em visita ao Brasil para melhor conhecer o mercado nacional de duas rodas e ouvir empresários revendedores da marca Traxx, representados pela ANRT – Associação Nacional de Revendedores Traxx.
Da comitiva chinesa, liderada pelo Presidente da Jialing, Sr.Hong Geng, fazem parte o Sr. Zhou Hong Yan, Diretor Financeiro; a Sra. Li Zi Ju, Diretora de Administração de Investimentos e o parceiro da Jialing, Long Ju. O grupo foi recepcionado na Sede administrativa da Traxx, em Fortaleza, pela presidente Sra. Yolanda (Yu Xiao Yan), Sr. Fernando Zhang, Diretor de Marketing e Comercial e o Diretor Financeiro, Zhang Jin.
A comitiva está viajando pelo país, conhecendo e pesquisando diferentes regiões brasileiras onde a Traxx atua. Entre visita a revendas da marca e reuniões com empresários, a alta administração da Jialing coloca na pauta os próximos lançamentos da marca, a demanda atual do mercado nacional e as necessidades específicas dos consumidores brasileiros. Em reunião com a direção da ANRT, os executivos chineses escutaram os pleitos e sugestões dos empresários que investem na marca no Brasil e apresentaram os planejamentos da matriz para o mercado nacional nos próximos anos.
A Jialing considera o Brasil um país estratégico, o primeiro a receber o maior volume de aporte e investimentos do grupo e o primeiro e mais importante na América Latina. Sua principal meta é atender ao mercado nacional com produtos de alta qualidade a preços acessíveis e grande estoque de peças de reposição para, dessa maneira, fazer com que o consumidor brasileiro conheça a força de atuação de um dos maiores fabricantes mundiais de motocicletas.

Comitiva chinesa da Traxx
Comitiva chinesa da Traxx

Saiba mais
A CSIG – China South Industries Group é a empresa-mãe da Moto Traxx a maior holding da China em se tratando de duas rodas e ela controla os fabricantes das marcas Jialing, Jianshe, Luoyang Northern e Qingqi. Todas essas indústrias juntas respondem por nada menos que 40% da capacidade total de produção do mercado chinês para o segmento duas rodas.
Desde 1981, portanto há mais de 30 anos, a Jialing tem parceria com a japonesa Honda para a fabricação de motores e motocicletas, algumas dessas motos rodam no Brasil. Todas as fábricas Jialing juntas exportam para 90 países, geram 5 bilhões de dólares de receita e possuem 10 mil funcionários. A Jianshe, outra fabricante pertencente ao CSIG estabeleceu uma jointventure com ninguém menos que a Yamaha. A Qingqi, outra fábrica do CSIG, desde 1985, mantém parceria com outra fabricante japonesa – desta vez a Suzuki.

15:17 · 15.09.2014 / atualizado às 15:17 · 15.09.2014 por

Sky 125 ganhou um toque de classe em sua versão 2015 agora também comercializada na cor branca

 
A moto Sky 125, modelo da categoria CUB fabricado pela Traxx, tem design moderno e aparência robusta. Essa Cub vem com um motor esperto, arrefecido a ar, de quatro tempos e com propulsor OHC (Over Head Camshaft). Desenvolve potência máxima de 8,8 cv a 7.500 rpm e torque de 0,96 kgf.m a 5.500 rpm, o que permite uma pilotagem mais confortável e suave, sem a necessidade de trocas frequentes de marchas. Aliás, com o câmbio rotativo e semiautomático, que não utiliza embreagem, é muito mais prático trocar as marchas.
O freio a disco proporciona mais segurança na hora de parar, menor desgaste e maior durabilidade. A Sky 125 possui um amplo porta-capacete e painel completo com mostrador de marcha digital, hodômetro, marcador de combustível, indicadores de luz alta e neutro. E ainda vem equipado com partida elétrica e a pedal e descanso central e lateral e dois anos de garantia de fábrica. A Sky 125 é ideal para quem procura uma moto esperta, econômica e confiável.
Esse modelo Cub da Traxx ganha charme extra com os modernos grafismos e rodas e bengalas na cor Black Matt. Com tanque de combustível de cinco litros, o modelo promete ter boa autonomia e atrai pela boa lista de equipamentos, que inclui rodas de liga-leve, indicador digital da marca engatada, porta-capacete, entre outros itens. Está disponível nas cores vermelha, preta, e agora branca.

08:14 · 10.11.2012 / atualizado às 08:14 · 10.11.2012 por

Com apoio do Banco do Nordeste, curso beneficiou 90 pessoas em três municípios cearenses


Três estudantes do Curso de Mecânica de Motos, apoiado pelo Banco do Nordeste (BNB), em parceria com a Fundação Cearense para Pesquisa e Cultura (FCPC), o Centro de Pesquisa e Qualificação Tecnológica (CPQT), do Instituto Federal de Educação, e a Traxx Motos, receberam as motos sorteadas pela empresa no término de cada curso, realizados de julho a setembro deste ano em quatro municípios cearenses. O evento contou com a participação do coordenador de marketing da Traxx, Fernamdo Zhang.
A entrega das motos fecha o ciclo de atividades do projeto que prevê a qualificação profissional dos alunos beneficiados pelo curso em Fortaleza, Ocara e Cascavel. O curso foi totalmente gratuito e deve qualificar pessoas que já trabalham na área de mecânica, além de inserir novos profissionais no mercado, estimulando a geração de trabalho e renda por meio da oferta de linha de financiamento do BNB para montagem ou ampliação de oficinas mecânicas e compra de equipamentos e ferramentas. O curso acontece atualmente em Tamboril, beneficiando 30 alunos. Ao final, também será sorteada uma moto Traxx.
Para o coordenador de comunicação da Traxx Motos, Denis Renner, o curso abre novas perspectivas de empreendedorismo e capacitação para uma parcela da população que muitas vezes não tem acesso à qualificação profissional gratuita. “O legal do projeto é que a partir da experiência que os participantes tiveram durante o curso, estimula-se a abertura do próprio negócio e, claro, a divulgação da marca Traxx em municípios onde ainda não temos pontos de revendas próprios.”
Segundo o mecânico Francisco Lidomar (38), aluno do Curso de Mecânica de Motos em Fortaleza e sorteado pela Traxx para ganhar uma moto Joto 135cc, a oportunidade de capacitação deve abrir novos caminhos profissionais a partir de agora. “O curso foi muito importante para mim. Eu já trabalho na área há algum tempo, mas pude aprender e me preparar mais agora para abrir meu próprio negócio no próximo ano.”
Os outros dois sorteados pela Traxx, Edivardo Chaves, de Ocara, e Rafael Matos, de Cascavel, também esperam conseguir espaço para investir em um negócio próprio. “Essa nova moto veio em boa hora. Agora quero vender minha antiga moto pra conseguir dinheiro e montar minha oficina.”, afirma Chaves.
“Já trabalho na área há bastante tempo, mas com o curso pude aprender muito mais, porque pretendo seguir na área de mecânica, principalmente de motos”, diz o sorteado de Cascavel, Rafael Matos.
Ainda na primeira edição, o projeto proporcionou a qualificação profissional de cerca de 90 pessoas, entre jovens e adultos, em três cidades do Ceará. O curso teve duração média de dois meses e foi ministrado por docentes especializados do Centro de Pesquisa e Qualificação Tecnológica (CPQT), concedendo certificação de 160h/aula a todos os participantes.
A ideia é facilitar a qualificação de pessoas envolvidas na área e estimular a geração de trabalho e renda nos municípios beneficiados pelo curso. De acordo com o Secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social de Ocara, Francisco Jonas, o projeto não só proporcionou a capacitação de jovens e adultos no município, mas também deve ter forte influência na geração de renda e postos de trabalho na cidade. “Esperamos que, com a qualificação profissional proporcionada pelo curso, novas oportunidades de trabalho sejam geradas em Ocara, aumentando a renda das pessoas beneficiadas pelo projeto.”

15:27 · 26.07.2012 / atualizado às 15:34 · 26.07.2012 por
A cinquentinha da Traxx está de roupa nova. Desta vez, a Star 50 cc fabricada pela Traxx Motos, marca internacional do China South Industry Corporation Group, chega ao mercado com nova aparência.
 
Star 50cc
Com a mesma economia e resistência, o ciclomotor, que conquistou os mais diversos públicos interessados em um veículo econômico, barato e de baixa manutenção, agora apresenta novidades. A nova Star 50, já está sendo distribuída entre as mais de 100 revendas da rede Traxx, com o custo sugerido de R$ 3.199,00 nas cores preta, vermelha, azul e dourada.
 
Mudanças
O motor de 49,5cc e 2,45cv, famoso por sua resistência, continua forte e super econômico. A nova Star 50 recebeu ajustes no sistema de alimentação e escape, a fim de aumentar ainda mais a sua economia, sem comprometer o desempenho. O modelo ainda apresenta um novo conjunto ótico com design mais atual, feixe de luz mais direcionado e os indicadores de direção integrados, com lente branca.
Painel da moto

As novas carenagens seguem as linhas tradicionais do modelo, mas ganharam bordas no protetor de pernas e linhas mais suaves. Além disso, a Star perdeu sua cestinha dianteira, assessório pouco utilizado pelos clientes, que deixava o modelo com uma cara mais oriental.

A Star 50 apresenta um painel totalmente reformulado, com pintura prata e o fundo dos instrumentos em um quadriculado preto. O marcador de combustível posiciona-se em lugar de destaque e os indicadores de marcha dividem espaço com as luzes indicadoras do neutro, do farol alto e indicadores de direção. Na traseira, a mudança se deu nos indicadores de direção, agora menores, com formato de diamante e com lentes brancas.

O modelo da Traxx continua fácil de pilotar, pois é leve (pesa apenas 83 kg) e semiautomático, o que dispensa o uso da embreagem. Com garantia de dois anos sem limite de quilometragem, a Star 50 conquistou o público por ser um veículo robusto, de baixo custo de manutenção e pela excelente relação custo-benefício: motor quatro tempos, partida elétrica e a pedal, câmbio com embreagem, semiautomática, rodas de liga-leve, bagageiro e painel com marcador de combustível e indicador de marchas.

Segmento de 50cc
Há mais de 10 anos a Star 50 oferece liberdade e economia por um preço justo. Enquadrada na categoria de ciclomotor, de acordo com o Denatran, o modelo faz parte da evolução das antigas mobyletes, motocicletas bastante comercializadas na década de 80. Simpaticamente apelidadas pelo público, as “cinquentinhas” possuem uma importante função mercadológica, pois servem como veículo de entrada para os consumidores que optam pelo segmento de duas rodas.