Busca

Tag: global


10:30 · 30.05.2012 / atualizado às 11:25 · 30.05.2012 por

China cresce apenas 2,3% em vendas de veículos no mês
Brasil cai mais uma posição e fica na 7ª colocação no ranking de março

A China manteve sua primeira colocação no mercado automotivo no mês de março com crescimento apenas de 2,3% se comparado a 2011. Em segundo lugar aparecem os EUA, com aumento de 12,7%, e o Japão, na terceira colocação, demostrando recuperação com crescimento expressivo de 72,2%.

Mercado chinês continua aquecido

No acumulado do ano o mercado chinês esteve praticamente estável com 44.886 carros vendidos a mais que no ano anterior, enquanto que os EUA e o Japão tiveram crescimento significativo de 13,3% e 47,6%, respectivamente. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciaisleves.

A Grã-Bretanha aparece excepcionalmente neste mês na quarta colocação, devido à política pública de incentivo e a troca de placas dos veículos antigos por modelos mais novos. A Alemanha segue em quinto lugar com aumento de 3,2% nas vendas mensais se comparado a 2011. A Índia, que ultrapassou o Brasil no mês passado, ficou na sexta posição com aumento de 18,5% nas vendas do mês e o Brasil segue logo em seguida, na sétima colocação com queda de 1,6% nas vendas de março em relação ao ano anterior. Entretanto, no acumulado do ano, as posições se invertem, e a Índia sobe para a quarta colocação, seguido pela a Alemanha e o Brasil. A Rússia aparece na sétima posição com resultado positivo de 12,9% em vendas mensais em relação ao mesmo período do ano passado. Nas duas últimas posições entre os 10 maiores, estão a França com queda expressiva de 21,63% e o Canadá com crescimento de apenas 2,7%.
Para informações complementares, divulgaremos a partir deste mês, os números de vendas de veículos dos 15 maiores mercados mundiais. Destaque para a Itália que apresenta forte queda nas vendas de 29,1% e 22,8% no mês e no acumulado do ano, respectivamente.

Informação foi divulgada pela JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas. Ela divulga seu release mensal com os dados de veículos vendidos mundialmente no ano de 2012. 

18:41 · 04.04.2012 / atualizado às 18:42 · 04.04.2012 por

As pessoas adoram listas. Os melhores filmes, os livros mais vendidos, os restaurantes mais requintados. Com os carros não é diferente. Fechados os balanços de vendas de 2011, o Blog carros mais vendidos – “bestsellingcarsblog.com”, acaba de publicar uma interessante pesquisa que revela os 100 carros mais vendidos no mundo em 2011.

Carro da Toyota foi o mais vendido no mercado global no ano passado

 

O Toyota Corolla está no topo, com a incrível marca de 1.141.709 unidades comercializadas, no período. Em segundo, o Ford Focus, com 882.551.
O ranking de vendas de automóveis, em 160 países, construído com números fornecidos pelos fabricantes e por entidades ligadas às indústrias automobilísticas, colocou, entre os 10 carros mais vendidos, no ano passado, três modelos da VW (soma total de 2.348.560 unidades) e três da Ford – Focus, Fiesta e F-Series que somaram 2.348.335 unidades comercializadas em todos os mercados mundiais.

Outro sedan, o Ford Focus, ficou em segundo lugar

O modelo Chevrolet mais vendido em 2011, em todo o mundo, foi o Cruze, com 704.691 unidades, posicionando-se em 8º lugar no ranking. A Nissan, com o Tiida/Versa, com 568.319 unidades, ficou em 15º. Entre as marcas francesas, a que mais vendeu foi a Renault, com o Clio – 460.000, enquanto a Fiat teve, como melhor representante, o Uno, com 297.234 unidades, em 54º lugar.

Confira o TOP 100

1) Toyota Corolla – 1.141.709
2) Ford Focus – 882.551
3) VW Golf – 864.452
4) VW Polo – 788.789
5) Ford Fiesta – 767.465
6) Hyundai Elantra – 751.967
7) Wuling Sunshine (China) – 731.689
8) Chevrolet Cruze – 704.691
9) Ford F-Series – 698.319
10) VW Jetta – 695.159
11) VW Passat – 628.097
12) Toyota Camry – 621.679
13) Saipa Pride – 618.265
14) Opel Corsa – 591.505
15) Nissan Tiida/Versa – 568.319
16) Toyota Yaris/Vios – 556.092
17) Honda Civic – 555.071
18) Suzuki Alto – 549.931
19) Hyundai Accent – 541.519
20) Honda CR-V – 530.000
21) Hyundai Sonata – 499.168
22) Toyota Hilux – 490.000
23) Honda Accord – 488.000
24) VW Gol/Voyage – 479.135
25) Chevrolet Silverado – 468.977
26) Renault Clio – 460.000
27) Opel Astra – 457.957
28) Hyundai Tucson/ix35 – 420.649
29) Kia Cerato/Forte – 410.709
30) Foton Forland – 403.000
31) Suzuki Swift/Dzire – 399.446
32) Honda Fit – 399.000
33) Toyota RAV4 – 395.244
34) Skoda Octavia – 389.000
35) Buick Excelle – 388.657
36) BMW 3 Series – 384.464
37) Wuling Rongguang/Xingwang – 382.762
38) Nissan Qashqai – 382.741
39) Chevrolet Aveo – 373.888
40) Mercedes C-Class – 371.382
41) Toyota Prius – 367.627
42) Chevrolet Spark – 362.377
43) Changan Mini Bus – 354.000
44) Dacia Logan – 352.424
45) Mazda3 – 335.000
46) BMW 5 Series/GT – 332.601
47) Kia Sportage – 331.033
48) Audi A4 – 326.427
49) Ford Escape – 323.305
50) Dodge RAM 1500-5500 – 310.368
51) Suzuki Wagon R – 307.739
52) Peugeot 405/Pars – 306.000
53) VW Tiguan – 299.632
54) Fiat Uno – 297.234
55) Citroen C4 – 290.000
56) Nissan Altima – 287.990
57) Peugeot 207 – 285.000
58) Fiat Punto – 282.188
59) Dacia Sandero – 282.045
60) Renault Megane – 281.575
61) Ford Fusion – 279.699
62) Skoda Fabia – 266.800
63) Fiat Palio – 260.279
64) Ford Transit – 254.403
65) Nissan Micra – 254.294
66) DongFeng Mini Bus – 253.000
67) Citroen C3 – 252.000
68) VW Lavida – 247.475
69) Mecedes E-Class – 244.341
70) Nissan Teana/Maxima – 241.233
71) Hyundai i10 – 227.666
72) Chevrolet Malibu – 225.101
73) Honda City – 225.000
74) Audi A6 – 221.805
75) Kia Sorento – 220.783
76) Nissan Sentra/Tsuru – 219.747
77) Chevrolet Celta/Prisma – 218.628
78) Kia Optima – 218.020
79) Nissan Juke – 217.673
80) Chevrolet Equinox – 215.743
81) Toyota Highlander – 215.692
82) Kia Picanto – 213.250
83) FAW Xiali N3/N5 – 207.000
84) Peugeot 308 – 204.000
85) GMC Sierra – 202.965
86) Hyundai i30 – 201.648
87) Chevrolet Sail – 200.946
88) Mini Cooper – 196.024
89) Fiat Panda – 191.365
90) Fiat 500 – 190.969
91) Hyundai Santa Fe – 190.866
92) BYD F3 – 190.000
93) Kia Rio/Pride – 187.717
94) Renault Kangoo – 187.284
95) Seat Ibiza – 183.889
96) Kia Soul – 180.109
97) Hyundai i20 – 179.863
98) Chevrolet Impala – 179.817
99) Dacia Duster – 179.520
100) Ford Mondeo – 178.134

19:15 · 01.12.2011 / atualizado às 19:15 · 01.12.2011 por

Nas vendas do mês e acumulado do ano, a China lidera o ranking com mais de 1,19 milhão de veículos vendidos em outubro último e ultrapassa a marca de 11 milhões de carros no acumulado de janeiro a outubro, o que significa crescimento de 3,1% no mês em relação ao período de 2010.

Mercado chinês de veículos deve bater mais um recorde de vendas neste ano

Logo atrás estão os Estados Unidos com 7,5% de aumento comparado a outubro do ano passado. O Japão demonstrou recuperação após uma estagnação na economia no mesmo período do ano passado e apresentou um crescimento significativo de 24,8% no mês. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciaisleves. A Alemanha voltou para a quarta colocação com aumento nas vendas de 1,3% comparado ao mesmo mês de 2010. O Brasil, na quinta posição, apresentou resultado negativo de 8,3% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

Brasil está na quinta colocação em vendas

Nas sexta e sétima colocações estão a Rússia e a França, ambas com aumento nas vendas em outubro de 27,3% e 2,8% respectivamente. A Índia, em oitavo lugar, apresentou uma queda significativa de 19,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior devido à desaceleração da economia refletido pelo impacto do maior rigor na política monetária do país e agravamento da economia mundial. Nas duas últimas posições entre os 10 maiores, estão a Grã Bretanha com crescimento de 3,1% e a Itália com queda de 6,4% de veículos vendidos em outubro comparado ao mesmo período de 2010, respectivamente.

11:49 · 02.11.2011 / atualizado às 11:49 · 02.11.2011 por

A Volkswagen retorna à primeira posição nas vendas de setembro de 2011 comparado ao mesmo período de 2010. Logo atrás está a Toyota que se manteve estável em relação ao ano passado, com aumento de 0,1%. A Ford segue em terceiro lugar com aumento de 6,6%. A Nissan e Chevrolet inverteram a posição e agora mantêm o 4º e 5º lugares, com crescimento de 17,8% e 17,1%, respectivamente.

Marca alemã, que tem conglomerado com sete marcas pode ser a líder mundial em vendas até o final deste ano

Análise
“A ambição do Grupo Volkswagen era assumir a liderança mundial de vendas de veículos até o ano de 2018, porém deverá haver uma antecipação e terminar 2011 já na primeira posição, ultrapassando as americanas General Motors e Ford, além da japonesa Toyota, que vinha se destacando na liderança”, avalia João Carlos Rodrigues, Diretor Presidente da Jato Dynamics do Brasil.

11:40 · 02.11.2011 / atualizado às 11:46 · 02.11.2011 por

Último relatório divulgado pela JATO Dynamics do Brasil revela os dados de veículos vendidos mundialmente no mês de setembro de 2011. Nas vendas do mês, a China lidera o ranking com mais de 1,28 milhão de veículos vendidos, o que significa crescimento de 9,1% em relação ao período de 2010.

Chineses continuam a liderar vendas globais

Logo atrás estão os Estados Unidos com 9,9% de aumento comparado a setembro do ano passado e o Japão com queda de 2,5% no mesmo período. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.

Estados Unidos em segundo lugar

A Grã Bretanha subiu para a quarta colocação com crescimento de vendas em setembro de 0,2% comparado ao mesmo mês de 2010. Este aumento significativo nas vendas do mês geralmente ocorre devido ao período de renovação das licenças dos veículos.

Brasil cai

A Alemanha continua numa disputa acirrada com o Brasil e mantém a quinta posição, com 6.250 mil carros vendidos a mais. Logo atrás está o Brasil com aumento de 0,8% e, em relação ao mesmo mês do ano anterior. A Índia, na sétima posição, apresentou uma recuperação e obteve um resultado positivo de 1,4% de crescimento no mês de setembro se comparado a 2010. No oitavo lugar, segue a Rússia com crescimento significativo de 26,2% em relação às vendas do ano anterior. Demonstrando reflexo da crise europeia, a França e a Itália seguem nas últimas posições do quadro, apresentando resultados negativos de 2,4% e 6,7% respectivamente.

Análise

”A China depara-se com ventos contrários presentes nos últimos tempos, incluindo os preços elevados dos combustíveis, a eliminação de incentivos, pressões inflacionárias e gargalos de fornecimento em gastos do consumidor. Contudo, considera-se realmente um desempenho de vendas sólido e indica que o mercado está fundamentalmente forte e consolidado”, afirma João Carlos Rodrigues, Diretor Presidente da Jato Dynamics do Brasil.

17:42 · 02.09.2011 / atualizado às 17:46 · 02.09.2011 por

A japonesa Toyota voltou a liderar as vendas mundiais em julho. Os Estados Unidos também, ultrapassando a China no mesmo mês. O Brasil manteve a quarta colocação mundial em vendas no ranking mensal. São os principais dados revelados pela JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, divulga seu release mensal com os dados de veículos vendidos mundialmente no mês de julho de 2011.

Estados Unidos voltaram a liderar vendas de carros no mundo, em julho; no acumulado do ano a China permanece em primeiro

A disputa continua acirrada entre EUA e China. Nas vendas do mês, os EUA lideram no ranking com crescimento de 0,9% em relação a 2010. Entretanto, no acumulado do ano, as posições se invertem e a China mantém a liderança com quase 8 milhões de veículos vendidos. Em terceiro lugar aparece o Japão com queda de 23,5% em julho em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.
O Brasil mantém a quarta posição com crescimento de 0,9% no mês. Na quinta e sexta colocação, seguem a Alemanha e a Rússia com aumento de 10,6% e 26,8% em julho, em relação ao ano anterior. Nos quatro últimos lugares do top 10 Índia, França, Grã-Bretanha e Itália com resultados negativos nas vendas do mês de 7,8%, 6,7%, 3,2% e 11,4%, respectivamente.

”A maioria dos fabricantes japoneses divulgou produção de veículos sem muito brilho e as vendas de julho causam um certo mal-estar em curso na indústria, uma vez que o país lida com uma moeda forte, lutando para se recuperar do tsunami de março e, em paralelo, enfrentam a precária economia global”, afirma João Carlos Rodrigues, diretor-presidente da Jato Dynamics do Brasil.

Toyota voltou a liderar em julho, passando a Volkswagen

Desempenho das marcas

 A Toyota voltou à primeira colocação nas vendas de julho 2011 mesmo com queda de 16,6% se comparado a 2010. A Volkswagen segue em 2º lugar no ranking com um aumento de 14,9% e a Ford em terceiro com aumento de 5,3%. A Chevrolet e Nissan mantêm o 4º e 5º lugares, com crescimento de 13,5% e 6,4%, respectivamente. 

Destaque para KIA que mantém um crescimento significativo de 19,3% se comparado ao mesmo mês do ano passado.

“Seguindo a Kia neste caminho do crescimento nota-se a Volkswagen, que no acumulado apresenta incremento de 17,1%. Ambas seguem suas respectivas trajetórias de crescimento, sinalizando que a fraqueza econômica até agora não teve um impacto significativo sobre seus negócios”, acrescenta João Carlos Rodrigues.

20:26 · 03.08.2011 / atualizado às 20:26 · 03.08.2011 por

A China manteve a liderança em vendas globais com quase 7 milhões de veículos comercializados no 1º semestre de 2011 e crescimento de 7,1% se comparado a igual período de 2010. Em segundo lugar aparecem os EUA com aumento de 12,8% e, em terceiro, o Japão com queda de 27,8% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Sete milhões de carros foram vendidos na China neste ano

Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves. Em quarto lugar segue a Alemanha com crescimento de 11% e o Brasil, na quinta colocação, com aumento de 9,5%, em relação ao ano anterior. A Índia, França e Rússia apresentaram resultados positivos nas vendas no semestre com crescimento de 16,3%, 1,7% e 55,7% com relação a 2010, ao contrário da Grã Bretanha e Itália, que obtiveram queda de 4,4% e 12,5%, respectivamente, ocupando as duas últimas colocações do ranking. As informações foram divulgadas pela JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, em seu release mensal com os dados de veículos vendidos mundialmente no primeiro semestre de 2011.

Brasil está em quinto lugar em vendas globais no semestre

”As vendas de veículos na China deverão crescer cerca de 10% a 12% neste ano, ou seja, bem acima dos 5% previstos no início do ano. Torna-se incontestável o fato da China ser o maior mercado do mundo, muito embora ainda tenha fortes características dos mercados emergentes. A maior comprovação vem do fato de que os `compradores de primeira viagem´ são responsáveis por mais de 70% das vendas totais”, afirma João Carlos Rodrigues, Diretor de Vendas OEM/Retail da Jato Dynamics do Brasil.
“O Brasil fecha o semestre mantendo o 5º lugar e começa a ser ameaçado pela Índia. O Japão começa a demonstrar que a tragédia ocorrida em março deste ano realmente vai prejudicar o desempenho no segmento automotivo, apesar de todo o esforço e profissionalismo do governo realmente as quedas devem continuar. Não acredito que será o suficiente para perder o 3º lugar”, afirma Luiz Carlos Augusto, Diretor Superintendente da Jato Dynamics do Brasil.