Busca

Autor: editor


14:13 · 17.06.2012 / atualizado às 18:46 · 06.08.2012 por

A tradicional corrida de rua do Colégio Militar de Fortaleza aconteceu hoje pela manhã, em sua 93º edição, e recebeu as bênçãos de São Pedro. Muita chuva acompanhou os corredores nos primeiros 20 minutos de prova e ajudou a ‘esfriar a cabeça’ dos que participavam do evento. “Não achei ruim. Com o clima mais ameno e a chuva esfriando o corpo, o desgaste do atleta é menor”, destaca o fonoaudiólogo Rilke Costa Soares, que participou da corrida do CMF pela segunda vez.

Eu (Nathália Lobo) e meu cunhado Rilke Costa ao término da 93ª edição da corrida do CMF. Foto: Arquivo Pessoal

A prova contou com dois percursos: de 5 e 10 quilômetros. Aos que optaram pelo primeiro, o percurso foi tranquilo e passou por pontos históricos da Capital cearense, como o quartel da 10ª Região Militar e o Passeio Público.

A largada foi dada às 7h, com o famoso tiro de canhão. Neste ano, dada a interdição da Rua Costa Barros, o percurso teve de ser ligeiramente modificado. Eu, Nathália Lobo, participei da prova no percurso menor, a exemplo do ano passado. Particularmente, gostei muito da corrida. Como nos eventos anteriores, o Colégio Militar de Fortaleza prezou pela organização. Aos dois quilômetros, a primeira estação de água mineral ajudava a repor as energias dos atletas.

Mas eu vou dizer para vocês… Emoção mesmo é quando, de repente, surge o barulho da sirene dos batedores que escoltam o primeiro lugar. Como uma ‘bala’, os primeiros colocados de cada categoria passam abrindo caminho entre os corredores. E são aplaudidos pelos outros participantes da prova e pelas pessoas que estão ali, pelo meio do caminho, só assistindo.

A experiência sempre é fascinante. A sensação de terminar uma prova, cruzar a linha de chegada e romper a barreira dos seus limites pessoais é gostosa demais. A gente corre uma, duas, dez provas e não cansa de sentir isso. E a vontade de correr só aumenta. “Já estou inscrita em outras duas corridas para breve”, destaca a farmacêutica Regicélia Moraes, leitora do blog Belas no Esporte e apaixonada pelas corridas de rua.

Regicélia Moraes, farmacêutica, participa de todas as edições da corrida de rua do CMF. Foto: Arquivo Pessoal

 

14:38 · 27.05.2012 / atualizado às 14:38 · 27.05.2012 por
O professor de MMA Michael William é Faixa Preta de Jiu-Jitsu, medalhista mundial na mesma modalidade e campeão brasileiro e vice-campeão Sul Americano de MMA. Foto: Arquivo Pessoal

 

O MMA (Mixed Martial Arts – Artes Marciais Mistas), que já caiu no gosto do brasileiro depois de ganhar mais espaço na mídia esportiva, já conquista também o coração e os músculos dos cearenses.

Em Fortaleza, diversas academias oferecem aulas da modalidade para homens e mulheres. Muitas pessoas que curtem as lutas no octógono através da TV não sabem bem como começar.

Por isso, o blog Belas no Esporte procurou um professor de MMA e lutador profissional para falar mais sobre o assunto. Ele é Michael William, Faixa Preta de Jiu-Jitsu, medalhista mundial na mesma modalidade e campeão brasileiro e vice-campeão Sul Americano de MMA.

Para vocês, a entrevista com essa fera do octógono:

Belas no Esporte: Com a onda do UFC, as transmissões das lutas pela TV, o MMA tem se popularizado em todo o País. No Ceará, como está esse mercado?

Michael William: “Agora com toda essa mídia no esporte, o MMA está em ascensão. Depois de muitos anos, o MMA está ganhando reconhecimento dentro de casa porque o MMA é um esporte nosso, brasileiro, sem sombras de dúvidas. Esse reconhecimento já existia fora do País há muito tempo, como nos EUA, país em que a popularidade do MMA é enorme. E o Ceará sempre foi grande referência do MMA, não só para o Norte e Nordeste como para todo o brasil, muitos bons lutadores do ceará hoje brilham nos melhores eventos do mundo como UFC, BELLATOR e SHOOTO. O MMA é o esporte que mais cresce no mundo e o marcado brasileiro é o melhor. De todas as categorias do UFC (Ultimate Fighting Championship), nós temos atualmente três cinturões do maior evento do mundo (UFC).”

Belas no Esporte: Quando você avalia que ocorreu este “boom” da modalidade em Fortaleza?

Michael William: “Fortaleza sempre foi referência de eventos e lutadores de MMA, hoje com esse crescimento vão surgindo novos eventos de grande porte na cidade, que coloca Fortaleza novamente no foco. Há, atualmente, uma nova ‘safra’ de lutadores que estão pegando essa época boa.”

Belas no Esporte: Muitas pessoas tem procurado praticar MMA aqui? Qual o perfil destas pessoas?

Michael William: “Com toda essa popularidade, o MMA está caindo no gosto das pessoas de todos os tipos: homens, mulheres, crianças. Hoje o esporte tá perdendo aquela visão de marginalidade construída com preconceito antigamente, tanto que a procura pelo esporte vem de todas as classes sociais. Temos alunos que são médicos, professores, empresários, estudantes etc..”

Belas no Esporte: A mulherada também criou gosto pelo MMA? Por que você acha que isso aconteceu?

Michael William: ” A procura das mulheres pelo MMA é grande porque ele é um esporte completo. Geralmente a procura é pela queima de calorias e definição. São trabalhados golpes de Muay-Thai, Jiu-Jitsu, Boxe, wrestling, dinâmicas e treinos funcionais. Isso tudo, além de deixar o corpo da mulherada modelado, as ensina técnicas de defesa pessoal.”

Belas no Esporte: Você dá aulas para mulheres? Quem são, o que fazem?

Michael William: ” Eu tenho alunas mulheres sim. Elas são estudantes e gostam muito dos treinos. Nome de algumas das minhas alunas: Najéla Gomes, Giselle Costa, Ana Souza e sempre recebo visitas de novas alunas .”

Belas no Esporte: Você percebe que a procura maior é pelo MMA como atividade física ou existem aqueles que querem competir, se profissionalizar?

Michael William: “A procura maior,  pelo menos comigo, é por pessoas que querem se profissionalizar.”

Belas no Esporte: Quais os benefícios desta modalidade para uma pessoa? Gasto calórico e o que proporciona em termos de saúde?

Michael William: “Fortalecimento da musculatura, agilidade, equilíbrio, flexibilidade e as gordurinhas exterminadas. O gasto calórico de uma aula pode chegar a 1 200 calorias por aula.”

Belas no Esporte: Uma última dúvida… Quem procura o MMA, já tem que ter praticado Muay Thai, Jiu Jitsu ou Boxe, por exemplo? Ou pode já começar no MMA? Em geral, quem procura o MMA vem de que modalidade? O que ajuda o atleta a se destacar?

Michael William: “Não é exigido vir de outra modalidade para praticar o MMA, mas geralmente a pessoa já tem uma ‘origem’, tipo o Muay-Thai ou Jiu-Jitsu. Geralmente são atletas dessas duas modalidade que nos procuram mais.”

E aí? Gostou? Que tal experimentar a sensação de estar ali, no octógono?

SERVIÇO: Michael William dá aulas de MMA na Academia Completa (Rua Nunes Valente, 1740 – Aldeota, Fortaleza – CE) e no CT da Dragon Fight – Nova União (Rua Paraná nº 300 – Panamericano)

14:28 · 20.05.2012 / atualizado às 14:58 · 20.05.2012 por

Faltam poucos dias para uma das mais tradicionais corridas de rua de Fortaleza! No próximo dia 17 de junho, a partir das 7 horas da manhã, será dada a largada para a corrida Professor Marcos de Oliveira, a conhecida corrida do Colégio Militar de Fortaleza. O evento marcará o 93° aniversário do Colégio Militar e contará com percursos de 5 e 10 quilômetros.

Se quer participar da edição da corrida neste ano, CORRA! São apenas 1.300 vagas e as inscrições vão até o dia 30 de maio, enquanto houver vaga.

Na edição do ano passado, a equipe do blog Belas no Esporte marcou presença no evento. Nathália Lobo (na foto) e Ticiana de Castro participaram da competição! Foto: Emanuelle Lobo

Para mais informações, acesse o site do Colégio Militar de Fortaleza (http://www.cmf.ensino.eb.br/) ou ligue para 3388.7805/06. A equipe do blog Belas no Esporte estará lá, participando da corrida e registrando seus principais momentos para mostrar aqui, para vocês!

Confiram o percurso a ser realizado pelos corredores:

18:59 · 29.02.2012 / atualizado às 18:59 · 29.02.2012 por

Conhecida como ‘Terra do Sol’, Fortaleza tem se tornado, cada vez mais, uma capital propícia para a prática de esportes náuticos. O clima quente, águas mornas, bons ventos e, ainda, um litoral que enche os olhos de beleza e encanto favorecem e incentivam o vai e vem das velas e pranchas no nosso mar.

 

Foto: Nathália Lobo

A prova é tanta que, com um rápido passeio pela Avenida Beira-Mar, é possível observar, todos os dias, pessoas mergulhando ou nadando perto da faixa de areia e muitos outros desafiando seus limites em esportes como Stand Up, Wind Surf, Laser, Caiaque e Kite Surf.

Segundo Edson Ferreira da Silva, mais conhecido como ‘Kong’, instrutor que está a frente da Escolinha Brothers Wind Shool, localizada no Mucuripe,  as aulas de esportes náuticos  são sempre procuradas por crianças, jovens e adultos. Natural de Beberibe e oriundo de uma família de pescadores, ‘Kong’ chegou a Fortaleza em 1979. Foi apresentado ao  windsurf por  um francês, Dominique, que velejava na Praia do Mucuripe. “Inicialmente ajudava com o equipamento, depois, quando ele percebeu meu interesse, o francês se prontificou a me ensinar a velejar com o windsurf. Eu tinha apenas 13 anos de idade”, lembra o professor, hoje referência dos esportes a vela na capital.

De acordo com Edson, existe, atualmente, um novo grupo de pessoas que tem procurado a escolinha. “São aquelas pessoas que nem são esportistas mas alugam o caiaque e pegam umas orientações básicas para aprender a remar e ver o pôr-do-sol, relaxar”.

Uma vista diferente de Fortaleza. Este é um dos presentes que o passeio de caiaque nos proporciona. Foto: Nathália Lobo

Fascinada pelo que dizia ‘Kong’ durante a entrevista ao blog Belas no Esporte, resolvi tentar. Numa manhã ensolarada, de maré baixa, aluguei um caiaque e fui entender o que já encanta tantos praticantes do esporte. A primeira impressão é incrível: enxergar Fortaleza de dentro do mar, através da praia.

Com um caiaque, na maré baixa é possível nos aproximarmos de um naufrágio no Mucuripe. Foto: Nathália Lobo

Outra coisa bem interessante é que ali, no Mucuripe, há um pequeno naufrágio. Na maré baixa, ele aparece bem e isso sempre é fascinante. (Especialmente para mim, mergulhadora, que já fiquei morrendo de vontade de conhecê-lo inteiro!)
 
Há ainda um terceiro aspecto: alguns desportistas relatam encontros com golfinhos e tartarugas marinhas durante o percurso na nossa orla. Infelizmente, não tive essa sorte (ainda!). De qualquer maneira, fica a dica. Vale a pena experimentar!

19:27 · 27.02.2012 / atualizado às 19:34 · 27.02.2012 por

Frágeis, desprovidas de força física e indefesas. Essas são as três palavras que, por muitos anos, definiram o estereótipo feminino, que sempre resultou em um elevado número vítimas da violência masculina. O tempo passou, as coisas mudaram e a mulher se torna a cada dia mais independente, ocupando posições que antes não ocupava e se mostrando cada vez mais preocupada com a autodefesa.

Atualmente, o Muay Thai e o Boxe tem sido as modalidades mais procuradas pelas mulheres. Foto: Willamy Chiqueirim

Pensando nisso, a cada dia, as mulheres estão procurando mais as aulas de defesa pessoal. Em Fortaleza, as academias que oferecem turmas mistas de artes marciais estão lotadas!

Os treinos de chutes, em dupla, estão entre os preferidos das garotas! Foto: Willamy Chiqueirim

Na Academia Completa, que oferece aulas de Muay Thai ministradas por professores renomados – como o mestre Willamy Chiqueirim – as mulheres chegam a representar até 80% do público que quer aprender e fazer bonito no tatame.

 

Turma de Muay Thai da Academia Completa após aula ministrada pelo professor Lincoln "Bala" Foto: Maykson Coelho

Luvas rosas, bandagens com caveirinhas, protetores bucais com desenhos e uma adaptação fashion às regatas que antes só faziam sucesso com os garotos são o que mais se vê de um lado a outro do tatame. E não se enganem… A mulherada bate e chuta forte! E vez por outra leva de lembrança uma marquinha roxa nas pernas…

Eu (Nathália Lobo) e o grande mestre Willamy Chiqueirim, depois de mais um treino. Foto: Arquivo Pessoal

 

Além de ajudar a manter a alma e o corpo saudáveis, as aulas de luta também podem ser úteis como um instrumento de defesa pessoal. Atualmente, existem muitos cursos que ensinam o público feminino a se defender de um possível ataque violento, seja ele por qualquer razão, desde assaltos até agressões do parceiro. São inúmeras as situações em que as mulheres podem salvar suas vidas, desde que saibam reagir da maneira correta.

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Sistemas de Segurança Eletrônica, Cursos de Formação e Transporte de Valores no Distrito Federal (SINDESP-DF), Irenaldo Pereira Lima, há várias modalidades que auxiliam a mulher a se preparar para possíveis ataques. “Há dezenas de opções para o aprendizado de defesa pessoal. Os mais populares são a Capoeira, o Krav Magá e as Artes Marciais no geral. Na verdade, os princípios básicos da defesa pessoal não têm uma regra muito definida, pois se trata de um processo mais intuitivo. O correto é centralizar-se nas regiões do corpo que mais provocam incômodos e dor no agressor, para conseguir a imobilização do oponente”, explica o presidente.

Os pontos que devem ser atacados são partes sensíveis, como olhos, ouvidos, nariz, traquéia, testículos e joelhos. Atingir essas partes pode ajudar a vítima a ganhar tempo para escapar ou imobilizar a pessoa que tenta lhe fazer mal. Mas Irenaldo faz um alerta: em casos de assaltos, a vítima não deve reagir, pois colocará a própria vida em risco. “Para evitar situações perigosas o ideal é mudar alguns hábitos, como não andar sozinha em lugares escuros e de pouca movimentação, não ficar se arrumando dentro do carro, não andar falando ao celular, entre outros. Além disso, aja com a maior naturalidade possível quando for ao banco e fique atenta para possíveis suspeitos”, aconselha o presidente.

15:27 · 23.01.2012 / atualizado às 15:27 · 23.01.2012 por

O lutador de MMA Vitor Belfort acaba de ganhar um jogo online só dele, o “MMA: Treino Épico”, do site Jogue Tudo. Nele, os fãs do atleta podem colaborar com seu treino num rápido e emocionante desafio.

O site conta também com outros games de esportes, além de notícias contextualizadas.

“Quero que todo mundo se divirta com esse jogo. É uma forma de compartilhar um pouco da emoção e da adrenalina que sinto durante os treinos”, afirma Belfort.

A ideia do Jogue Tudo é proporcionar uma experiência que une o entretenimento ao consumo de informação.

Confira!

 

SERVIÇO

Infoglobo: http://www.infoglobo.com.br

 

12:05 · 18.01.2012 / atualizado às 12:05 · 18.01.2012 por
Depois de confusão, meia Thiago Neves defenderá Fluminense na temporada 2012 (Foto: Vipcomm)

Com a saída do meia Thiago Neves do Flamengo, decisão mal digerida pela presidente Patricia Amorim, o jogador entra na lista de “persona non grata’ a partir de agora para o clube, que fechou definitivamente suas portas para o atleta.

A confusão sobre a permanência de Thiago Neves teve fim na última segunda-feira (16), quando a presidente do clube, em entrevista coletiva, cobrou posicionamento de ambos, empresário e atleta. Como a posição não foi tomada nas 24 horas seguintes, o Rubro-negro decidiu sair oficialmente do negócio.

“Passadas mais de 24 horas do pronunciamento oficial do empresário Léo Rabello e não tendo uma resposta de Thiago Neves, me sinto bastante confortável em dizer que o Flamengo está fora da negociação para contratar o jogador. Aqui no Flamengo só joga quem quer. Como o mesmo não mostrou interesse em ficar no clube, não faremos mais esforços para mantê-lo. No final da temporada, o jogador disse que sua intenção era ficar no Flamengo mas ele não demonstrou essa vontade. Então estamos fora. O Flamengo é muito maior do que ele”, afirmou Patricia Amorim. (mais…)

13:09 · 13.01.2012 / atualizado às 13:10 · 13.01.2012 por
Anderson Silva, que estreia amanhã como comentarista, não tem data para voltar a lutar, devido à nova lesão (Foto: Divulgação)

O spider Anderson Silva estreia, amanhã, como comentarista da Globo no segundo UFC Rio. De forma bem-humorada, concedeu entrevista hoje ao Bom Dia Brasil. Na conversa com o repórter Marcelo Courrege, o campeão dos meio-médios do UFC falou sobre as diferenças entre José Aldo e Chad Mendes (protagonistas da principal luta do card), lamentou a postura provocadora de Chael Sonnen e brincou com o apresentador Chico Pinheiro. (mais…)

10:07 · 27.12.2011 / atualizado às 10:26 · 27.12.2011 por
O ídolo tricolor, Raí, já tem presença confirmada no "Navio Tricolor", segundo o time (Foto: Divulgação)

A moda dos cruzeiros está em alta em todo o Brasil. E agora quem embarcou nesta foi o São Paulo Futebol Clube, com o Navio Tricolor – em comemoração dos 20 anos da conquista do primeiro mundial – com saída marcada para o dia 19 de abril de 2012. Mas parece que os torcedores não gostaram muito da ideia… a procura pelas cabines está baixa, mesmo com certeza da presença de seus ex-jogadores a bordo. Segundo o clube, estão confirmados Raí, Cafú, Palhinha, Ronaldão, Serginho Chulapa, Oscar, Dario Pereira, Gilmar Rinaldi e Müller, entre outros.

No material divulgado à imprensa, ontem, a chamada diz que “Navio Tricolor tem 20% de mulheres solteiras entre os mais de 400 passageiros já reservados”. O comunicado ainda diz que, entre os confirmados, 25% são homens sem acompanhantes. O navio que será utilizado é o MSC Armonia que, segundo números da empresa dona da embarcação, tem capacidade para pouco mais de 2 mil pessoas, além de 760 tripulantes. Ou seja, quatro meses antes da viagem, a taxa de ocupação beira os 20%. (mais…)

15:51 · 26.12.2011 / atualizado às 11:29 · 29.12.2011 por

Duas delegações cearenses com 120 atletas viajam, nesta segunda-feira (26/12), para participar da tradicional Corrida Internacional de São Silvestre que acontece, em São Paulo, no próximo sábado (31/12). Os ônibus que levam os atletas saem da Praça Otávio Bonfim, no Parque Araxá, e da Praça do Liceu, no Centro, às 18h.

Representada por 44 atletas amadores, a Associação Cearense de Atletas Veteranos participa da mais famosa corrida de rua do Brasil desde 1997. “Além da oportunidade de correr na São Silvestre, evento que fecha o calendário mundial de atletismo, trata-se de um incentivo à prática do esporte por atletas amadores”, comentou a presidente da entidade, Ivonise Gomes.

“Na nossa comitiva, temos pessoas que estão indo pela primeira vez e atletas com boa condição física e que, a cada ano, buscam melhorar o desempenho”, disse Luciano Cavalcante, presidente da União dos Atletas Corredores de Rua do Estado do Ceará. No quinto de participação, o grupo conta com 76 atletas para representar o Ceará na São Silvestre.