Busca

Categoria: Duro de aguentar


09:45 · 08.04.2012 / atualizado às 18:36 · 09.04.2012 por

A polemica está aí: a seleção brasileira feminina de futebol mudou o técnico (saiu Kleiton Lima e entrou Jorge Barcellos) e mudou o esquema tática (3-5-2 para o 4-4-2) e faltando tão pouco para as Olimpíadas de Londres, o time se perdeu completamente e corremos um risco danado de passar vergonha da competição mais importante do ano. Depois das derrotas para Canadá (2×1), EUA (3×0) e Japão (4×1) ficou claro uma coisa: ou as atletas não assimilaram no novo esquema tático ou “desaprenderam” a jogar futebol. As meninas parecem “baratas tontas” em campo e, na minha opinião, nenhuma se salvou nessas partidas. Assistimos, alarmadas, a uma marcação pra lá de frouxa e erros crassos de passes. Tomamos gol de bola parada, fizemos gol contra. Uma confusão tremenda.

A seleção não pode contar apenas com a Marta, que não participou de todos os amistosos. Ela também cobra mais empenho do time. Foto: Fernanod Pilatos

A lateral Maurine, por exemplo, faz tempo de deixou de jogar. A má fase da jogadora está durando um tempão. A Cristiane é outra que não faz nada em campo. Talvez, a única que se salva é a Érika, mas a teimosia do Barcellos de deixá-la lá atrás, quando todo mundo sabe que ela é excelente mais para a frente, complique o time.

Sei que não podemos só contar com talentos individuais e quando estão em péssima fase, o resto sofre e não produz nada. É preciso disciplina tática, mas um time que saiba jogar nele e não sei, sinceramente, que às portas de Londres, ainda tenhamos tempo de assimilar o novo esquema do Barcellos. Nada contra ele, mas ultimamente tenho sentido uma saudade danada do Renê Simões.

O Brasil parece que parou no tempo e no espaço. Enquanto vemos seleções como a japonesa, que um esquema tático certinho, o Canadá, a França, a Suécia evoluindo a cada competição, sem falar nos EUA e Alemanha, assistimos com tristeza a involução da seleção brasileira. E logo agora que temos uma preparação mais profissional e séria, com amistosos importantes e convocações e treinos mensais…Temos que abrir os dois olhos, senão…

O Brasil ainda vai fazer mais dois amistosos em maio, contra França e Portugal, com datas e locais ainda não definidos. Em junho, o grupo se reunirá para um período de treinos na Granja Comary e, o técnico Jorge Barcellos definirá as 18 convocadas para a Olimpíada. Até agora, 33 atletas estão pré-listadas.

16:56 · 03.01.2012 / atualizado às 11:39 · 04.01.2012 por

A cena não poderia ser mais triste. Uma das nossas principais jogadoras de futebol da atualidade, a atacante Érika, segurou como pôde, mas no fim, deixou as lágrimas caírem ao falar do término do time feminino mais famoso do futebol brasileiro: o Santos ou simplesmente, as Sereias da Vila.

Por ser craque e um dos destaques da seleção brasileira, Érika não ficará desempregada, irá atuar no Coreia. É, gente, o futebol feminino na Coreia recebe mais incentivo do que no nosso país, tido como o do futebol…Mas, voltando ao assunto, muito emocionada, ela começou o discurso se mostrando muito preocupada, principalmente, em dar satisfações para as colegas de time, agora sem clubes.

“Foi difícil demais porque é o meu trabalho, o que gosto de fazer. Gostaria de estar aqui, permanecer, continuar. Recebo telefonemas das meninas perguntando o motivo pelo qual ia acabar o Santos. Tive a cara de pau de ligar para o presidente para saber o que estava acontecendo. Precisava passar para elas”, disse.

O anúncio oficial do fim do ciclo do futebol feminino do Santos foi assegurado, hoje, pelo presidente Luis Álvaro Ribeiro. Érika foi chamada pelo mandatário santista, ainda no início da entrevista, e ficou ao seu lado, enquanto o dirigente dava explicações sobre a opção pela não compra dos 10% de Ganso, adquiridos por R$ 5 milhões pelo Grupo DIS, e o fim do futsal.

Conversei com o presidente ontem (segunda-feira), mas é complicado. A minha obrigação é dentro de campo, sou jogadora. Oito meninas titulares da Seleção Brasileira vão jogar fora do País. Entrei em contato com a maioria para de alguma forma acharmos trabalho e não ficarmos sós“, concluiu.

Logo depois, a jogadora fez um apelo aos meios de comunicação, pedindo que olhem mais pelo futebol feminino. “É um ano de Olimpíadas e como vamos fazer com sete, oito das jogadoras titulares da Seleção Brasileira jogando fora? Será impossível voltar para treinar sempre e ter uma boa preparação para os Jogos. Precisamos de mais apoio”.

(mais…)

08:29 · 03.01.2012 / atualizado às 08:30 · 03.01.2012 por

Gente, que crise é essa – para não falar em falta de senso – que se abate sobre o time do Santos? O Belas no Esporte, hoje, expressa o seu pesar com o término das atividades do futsal no clube e, mais ainda, pelo fim do futebol feminino, modalidade de tantas glórias e talentos, a qual sempre procuramos incentivar em nossos posts.

Mesmo com tantas conquistas, o time feminino de futebol do Santos não foi poupado e chega ao seu fim

E qual a justificativa para o encerramento de tais modalidades? A falta de patrocínios. Em 2011, o futsal e o futebol feminino geraram gastos de cerca de R$ 7 milhões ao clube e, tristemente, não fazem parte do orçamento do Santos para o centenário. No argumento da diretoria santista, o culpado é o governo. Será só isso mesmo?

“No futsal e no feminino fomos uma andorinha que voou sozinha nos últimos anos. Não podemos manter essas categorias sozinhos. Precisamos do apoio do governo e de patrocinadores”, disse o presidente santista Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

A verdade também é que houve inversão de valores e de prioridades no time santista. O alvinegro preferiu priorizar a manutenção de Neymar e fechou contrato para contar com Pelé no ano do centenário como garoto propaganda. Digamos que foram atitudes superficiais e inconsequentes, comprometidas em fazer o “oba oba” por conta dos 100 anos do clube e sem o mínimo de preocupação com o que poderia ocorrer na parte financeira, a qual sofreu um déficit, levando ao fim de duas categorias essenciais do clube.

A jogadora Marta não comparecerá aos eventos de centenário do clube

Falcão tinha contrato para seguir com o Santos até o fim de 2012, mas, por conta do corte do futsal, já acertou vínculo com o Orlândia após negociar a rescisão com o alvinegro. Já Marta viria por poucos meses no ano do centenário e consolidaria o plano de marketing traçado. Tudo por água abaixo.

Os investimentos da diretoria santista na temporada estão, na verdade, centralizados no futebol de campo. Sem patrocinadores de peso, o clube não arriscou em conduzir outras modalidades até conseguir novos investidores. 

Nem mesmo glórias do time de futsal e das conhecidas “Sereias da Vila” deixaram a diretoria santista focada em manter as categorias em atividade. Lamentamos muito…

14:04 · 20.12.2011 / atualizado às 09:59 · 02.01.2012 por
Chael Sonnen ganhou antipatia do público nacional após críticas constantes a Anderson Silva e ao próprio Brasil

A recepção hostil e até mesmo violenta dos brasileiros para Chael Sonnen já é motivo de preocupação do UFC. O presidente da entidade, Dana White, admitiu estar com bastante receio da maneira em que o polêmico (para não dizer chato) lutador será recebido no país, mas prometeu que o desafiante terá uma segurança presidencial em sua possível passagem por solo verde-amarelo.

“Já começamos a nos preocupar com a segurança dele. O maior medo de todos será se o Chael ganhar. Teríamos que cavar um túnel embaixo do octógono para tirá-lo de lá”, afirmou o dirigente ao site Heavy MMA.

Sonnen irá enfrentar Anderson Silva no Brasil se conseguir vencer o compromisso contra Mark Muñoz no fim de janeiro. O campeão dos médios já aceitou a revanche com o norte-americano desde que o confronto aconteça no Brasil (ele não é bobo…), possivelmente no estádio do Morumbi.

O Morumbi é o estádio mais cotado para receber o possível confronto entre Sonnen e Anderson Silva. O brasileiro quer revanche

O americano ganhou antipatia por parte dos brasileiros após ter feito uma série de comentários negativos contra o nosso país. Em agosto deste ano, por exemplo, ele disse eu seu Twitter que as condições de treino por aqui são as piores possíveis. “Indo treinar nas piores condições possíveis para tornar essa luta ainda mais fácil. Resumindo, Rio na sexta-feira. Vejo vocês nas ruas, ‘perus'”, declarou, em seu microblog. Na ocasião, Chael venho ao Brasil para acompanhar os treinos de Yushin Okami, seu companheiro de equipe. O lutador japonês enfrentou, dia 27 de agosto, o brasileiro Anderson Silva no card principal do UFC 134.

Outro caso de provocação gratuita do lutador. Após se auto-declarar palmeirense apenas para ir contra o Corinthians (clube que patrocina Anderson), Sonnen usou mais uma vez o Timão, na última segunda-feira, para apimentar a rivalidade, via Twitter. “Queria ver construírem escolas no Brasil, não estádio para o Corinthians. Mas se fizerem (o estádio), podem ter certeza que derrubarei Anderson Silva lá mesmo”, postou no microblog, ao se referir à arena em obras em Itaquera (São Paulo), que será usada também na abertura da Copa do Mundo de 2014.

10:32 · 06.12.2011 / atualizado às 10:38 · 06.12.2011 por

Dessa vez, a combinação futebol e luta pegou pesado. O lutador Chael Sonnen, maior desafeto de Anderson Silva, patrocinado pelo Corinthians, enfim recebeu o presente enviado pela torcida alviverde: uma camisa do Palmeiras! O falastrão vestiu pela primeira vez o uniforme e, através de um vídeo gravado por seus amigos, elogiou a atuação do time na última rodada do brasileiro e prometeu ganhar o título dos pesos-médios no ano que vem.

Chael e o presentinho palmeirense

– Palmeiras, aqui é o Chael Sonnen dos Estados Unidos. Queria parabenizar vocês pela temporada. Sou um fã de todas as horas, não apenas quando vocês ganham. Foi um bom campeonato e um bom jogo (contra o Corinthians). Estou muito orgulhoso de vocês. Eu sei que o time não levou o título nacional, mas eu vou conseguir o título mundial e colocar o Palmeiras onde merece – disse o lutador.

Chael Sonnen ganhou destaque na mídia por falar mal do Brasil e provocar alguns lutadores brasileiros no UFC, principalmente Anderson Silva, contratado neste ano pelo Corinthians. Para contrariar Spider, o americano se declarou palmeirense, e isso motivou o clube alviverde a presenteá-lo.

Nesta semana, o UFC anunciou o combate de Sonnen contra Mark Muñoz, dia 28 de janeiro. O vencedor do combate deve ganhar o direito de disputar o título da categoria com Anderson. E aí, será que vai rolar uma final de Campeonato Brasileiro no octógono?

YouTube Preview Image

13:51 · 06.10.2011 / atualizado às 13:52 · 06.10.2011 por

Convocada pelo técnico Ênio Vecchi para defender a Seleção Brasileira de Basquete nos Jogos Pan-Americanos, a jovem Damiris do Amaral estrela o documentário “É Possível”, lançado pela Nike. O vídeo tem cerca de oito minutos de duração e mostra histórias de superação de novos atletas e artistas do cenário nacional.

Veja o vídeo abaixo:

Damiris transferiu-se recentemente para o Celta de Vigo, da Espanha. Mas, no início da carreira, tinha que encarar duas horas de viagens de trem para chegar aos treinos.

O esforço transformou a pivô em uma das maiores promessas do basquete nacional: em 2011, com apenas 18 anos, conduziu a Seleção Brasileira ao terceiro lugar no Mundial Sub 19 do Chile, além de ter sido eleita a melhor jogadora da competição.

O basquete conta ainda com um outro representante no documentário. Trata-se de Raulzinho Neto, armador de 19 anos que disputou pela Seleção Brasileira o Mundial da Turquia, em 2010, e o Mundial Sub 19 da Letônia, em 2011.

Raulzinho não está na lista de convocados da Seleção Masculina para o Pan – que busca em Guadalajara o quarto ouro consecutivo nos Jogos. Damiris, por sua vez, embarca no dia 15 para o México com o restante da equipe feminina, que ficou com a medalha de prata na edição de 2007.

O torneio feminino de basquete no Pan ocorrerá entre os dias 21 e 25 de outubro. A disputa entre os homens será realizado logo em seguida, entre os dias 26 e 30.

19:29 · 10.09.2011 / atualizado às 19:31 · 10.09.2011 por

Time do Fortaleza jogou mal e foi goleado pelo América. Foto: Rodrigo Carvalho
A derrota para o América de Natal de 4X0 está difícil de engolir. Afinal, torcedor leonino, o clube tem feito o que deve para colocar o time onde é de merecimento ou seja na primeira divisão do futebol brasileiro? o que está faltando, gente? jogador? treinador? presidente? diretoria? Tá amargo, viu!
É preciso fazer alguma coisa,aliás, algumas coisas. O time está na laterna de seu grupo na Série C, com seis pontos ganhos, e a um passo para a quarta divisão. Os jogadores parecem sem forças nas pernas, sem vontade, sei lá…

De uma coisa é certa. Sem chances de conquistar a classificação, o Tricolor de Aço ainda terá mais um compromisso pela Série C, desta vez no estádio Presidente Vargas, contra o CRB, no sábado, dia 17. A partida tem caráter de decisão pois um resultado adverso poderá rebaixar a equipe cearenses para a 4ª divisão. Então, gente, é não perder a fé. O time está de treinador novo que ainda nem teve tempo de fazer quase nada.

Siga o nosso blog no Twitter: @belasnoesporte