Busca

Categoria: De primeira


23:04 · 03.12.2012 / atualizado às 23:56 · 03.12.2012 por
Professora Gabi e professora Bia em roda de capoeira durante a abertura do evento, no último dia 29. Foto: Luana Lima

Elas são mulheres, mães, esposas, trabalham fora e dentro de casa e ainda arrumam tempo para se dedicar ao esporte que consideram favorito: a capoeira. E para quem pensa que capoeira é “atividade de homem”, elas estão aí para provar o contrário. Com intuito de fortalecer e valorizar o movimento da mulher na capoeira foi realizado em Fortaleza, de 29 de novembro ao dia 1º de dezembro, o “Tambores de Dandara”, organizado pelas alunas do Centro Cultural Capoeira Água de Beber (Cecab). Mesmo tendo as mulheres como “linha de frente”, o evento foi aberto ao público e, inclusive, aos homens, que compareceram em grande quantidade para abrilhantar o festival.

Durante os três dias de evento – que contou com oficinas de maculelê, danças africanas, aula de consciência corporal, treinamento funcional, mesas-redondas e, claro, muita capoeira -, não faltou mandinga, disposição e muito axé. Rafael Mendes, 16 anos, do projeto social Excola, se deslocou de Cascavel para Fortaleza só para prestigiar o festival. Capoeirista há cinco anos e apaixonado declarado pelo esporte, ele elogiou a iniciativa do evento por mostrar que a mulher, assim como em uma série de outras atividades, também está presente na capoeira. Das oficinas que participou a aula da mestra Mara foi a que mais gostou. “Ela faz o alongamento na ginga, achei muito interessante”, destaca.

Momento de integração durante a oficina de danças regionais com Izaura Lila, do grupo Mira Ira. Foto: Luana Lima

Mestra Mara ministrou oficina na manhã do último sábado (1) e, no período da tarde, participou de uma roda de conversa com os participantes do evento. Em entrevista para o Belas no Esporte ela conta como a capoeira está intrinsecamente ligada com a sua história de vida. Siomara Sousa Santos, 42 anos, mais conhecida como mestra Mara, do grupo Herança Cultural, de São Paulo, pratica capoeira desde os 12 anos. Apesar de já ter realizado vários outros esportes conta que foi na capoeira onde encontrou a sua filosofia de vida. No início recorda que costumava ouvir que se tratava de uma atividade para homem e que se tornaria masculinizada. Ainda assim seguiu em frente, enfrentou todos os preconceitos em torno do esporte e do sexo até se tornar mestra de capoeira, em 2007.

O evento, realizado pelas alunas do Cecab, foi aberto também para homens, que marcaram presença em grande número. Foto: Luana Lima

Diferente de antigamente, mestra Mara afirma que percebe, nos eventos em que participa no Brasil e no exterior, que a presença da mulher hoje é muito forte. “Daqui a pouco teremos o mesmo percentual de homens e mulheres. E, diga-se de passagem, vejo mulheres praticantes de capoeira muito boas”, observa. Quem também participou do evento foi a professora Bia, do Cordão de Ouro, que ministrou aulão de maculelê aos participantes. Gabriela Santana, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) realizou a oficina “Interfaces para a improvisação: investigações sobre a capoeira angola e a dança”.

A sexta-feira (30 de novembro) foi marcada pela oficina de dança afro e de consciência corporal, com Norval Cruz. Já a abertura do evento, no dia 29 de novembro, contou com o lançamento do CD Orquestra de Berimbaus Água de Beber, apresentação da Orquestra de Berimbaus e uma oficina de danças regionais, com Izaura Lila, do grupo Mira Ira. Daniele Freire, do Centro Cultural Capoeira Água de Beber e uma das organizadoras do “Tambores de Dandara” comemora o sucesso do festival e destaca a participação, sem custo, de adolescentes de projetos sociais no evento.

Depois de uma roda de capoeira com muito axé a alegria tomou conta dos participantes durante a primeira edição do Tambores de Dandara. Foto: Luana Lima

Dandara

Esposa, mãe e guerreira Dandara participou de todos os ataques e defesas da resistência de Palmares e não tinha limites para defender a liberdade e a segurança do Quilombo.

10:45 · 28.11.2012 / atualizado às 15:31 · 28.11.2012 por

Com intuito de reforçar a participação da mulher atuando profissionalmente como música, instrumentista, cantora, mestra, professora e jogadora de capoeira chega à Fortaleza a primeira edição do “Tambores de Dandara”. Articulado pelas capoeistas do Centro Cultural Capoeira Água de Beber (Cecab), o evento será realizado de amanhã (29) ao dia 1º de dezembro, em Fortaleza.

Dentre as atividades desenvolvidas, o “Tambores de Dandara” traz como destaque curso ministrado pela Mestra Mara, (Grupo Herança Cultural – São Paulo), curso de maculelê com a professora Bia (Grupo Cordão de Ouro) e programações estratégicas, como treinamento funcional, dança africana, aula de consciência corporal e mesas-redondas. As atividades serão realizadas no SESC Emiliano Queiroz e no Espaço de Consciência Corporal e Ancestralidade africana Tempo Livre.

Natália Lima, capoeirista graduada do Cecab e uma das organizadoras do evento frisa que o festival busca resgatar a memória e história de Dandara, esposa, mãe e guerreira que lutou ao lado de Zumbi dos Palmares – herói negro conhecido pela luta contra a opressão negra no Brasil. Quem não se inscreveu ainda dá tempo. Basta entrar em contato com uma das organizadoras do evento. A inscrição custa R$ 50,00, mais um quilo de alimento, que dá direito a oficinas e a blusa do evento.

A abertura do “Tambores de Dandara” será amanhã, às 19h, no Espaço de Consciência Corporal e Ancestralidade Africana Tempo Livre, no começo da Cidade 2000. Na ocasião haverá o lançamento do novo CD “Orquestra de Berimbaus Água de Beber”, apresentação da Orquestra de Berimbaus e oficinas de danças regionais, com a professora Izaura Lila, do grupo Mira Ira.

Histórico

Onde andará, onde andará a memória de Dandara? Esposa de Zumbi dos Palmares e mãe de seus três filhos, Dandara foi muito além do papel de esposa, se tornando verdadeira guerreira. Além de plantar e trabalhar na produção de farinha de mandioca, ela aprendeu a caçar, a lutar capoeira, a empunhar armas e liderou as falanges femininas do exército palmarino. Conforme informações do professor de história Kleber Henrique, Dandara participou também de todos os ataques e defesas da resistência de Palmares e não tinha limites para defender a liberdade e a segurança do Quilombo.

A esposa de Zumbi compartilhava a posição do marido contra o tratado de paz assinado por Ganga-Zumba. Entre outras negociações, o acordo requeria a mudança dos habitantes de Palmares para as terras no Vale do Cacau. Dandara, assim como Zumbi, via o tratado como a destruição da República de Palmares e a volta à escravidão.

Dandara morreu em 6 de fevereiro de 1694, após a destruição da Cerca Real dos Macacos, uma batalha sangrenta que deixou centenas de mortos. Ainda assim, acredita-se que ela se suicidou para não voltar a ser escrava, atirando-se da da pedreira mais alta de Palmares. Zumbi, que sobreviveu ferido a esta batalha, morreu no ano seguinte em 20 de novembro, data em que atualmente é celebrado o Dia da Consciência Negra.

Mais informações: 8714.3349 (Daniele Freire) ou 8817.2712 (Natália Lima)

Serviço: Espaço de Consciência Corporal e Ancestralidade Africana Tempo Livre (Rua Magistrado Pompeu, 385, Cocó)

SESC Emiliano Queiroz (Av. Duque de Caxias, 1701 – Centro)

13:04 · 16.10.2012 / atualizado às 23:41 · 16.10.2012 por

Depois da 1ª Convenção realizada em Canoa Quebrada e da 2ª no Paracuru acontece, de 26 a 28 de outubro deste ano, a 3ª Convenção Cearense de Circo, Malabrismo e Artes de Rua. O local escolhido para essa terceira edição é a Lagoa do Catu, em Aquiraz, município localizado a 30 km de Fortaleza. Além de café da manhã, almoço e área de camping, os inscritos participam de oficinas, apresentações e jogos circenses.

O evento é voltado para iniciantes, profissionais, crianças acompanhadas dos pais, amantes da arte do circo ou pessoas que buscam um fim de semana longe de preocupações, mas envolvido com vivências artísticas em contato com a natureza. Trata-se de um encontro autônomo, gerido coletivamente, pensado por profissionais da arte do circo com intuito de congregar ideias e disseminar o fazer circense produzido para espaços alternativos, por artistas que dialogam com a cidade e o espaço urbano através do seu ofício.

Conforme a organização do evento, a 3ª Convenção representa intensa capacitação na área do circo. “É o momento onde a possibilidade de troca e fluxo de informações se cruzam. Além de um momento de aperfeiçoamento, a Convenção abrange o público iniciante e contempla a comunidade em geral, com espetáculos compostos por participantes, intervenções em espaços públicos e oficinas de apreciação e capacitação”. Para além das diversas atividades, o encontro envolve ainda uma imersão no fazer circense. Serão três dias com oficinas e debates com temas voltados para o exercício pedagógico do circo e para a gestão de grupos que envolvam as artes circenses.

Oficinas

Técnicas corporais e malabarismo, palhaço e suas ramificações, oficinas de claves e de bolinhas (monociclo), o corpo mímico em cena, construção de trapézio, acrobacias aéreas no trapézio, tecido acrobático, jogos teatrais e aula de Yoga são algumas das atividades que os participantes encontrarão. Interessados em participar ainda podem se inscrever! Basta acessar o site do evento: convencaocearense.wordpress.com

23:08 · 24.09.2012 / atualizado às 23:27 · 24.09.2012 por

Sábado é dia de cantar, brincar, dançar, encontrar as amigas e jogar muita capoeira. Todo último sábado de cada mês capoeiristas de vários grupos de Fortaleza se reúnem para praticar uma das atividades que mais gostam: jogar capoeira.

Diferente das rodas tradicionais, são elas que estão no comando, o que não impede que homens e crianças também participem do evento. No próximo dia 29, o “Movimento Feminino Ginga Iracema” acontece no Cuca da Barra do Ceará, às 17h30.

Independente do grupo, todas estão convidadas. O evento é aberto ao público. Para participar basta levar o abadá e muito axé para animar a roda. O Ceará é precursor nesse tipo de movimento. O Estado realiza, deste abril deste ano, rodas mensais comandadas somente por mulheres. A cada mês o movimento acontece em um local diferente. A última edição foi realizada em Maracanaú. O objetivo é alcançar um maior número de pessoas e divulgar essa arte reconhecida, desde 2008, como patrimônio imaterial da cultura brasileira.

“Eu sou movida pela capoeira
Sou movida pelo berimbau
Ela é minha estrela guia
É ela que vem e me leva
Peço a Deus e agradeço
Por ter conhecido ela”

“Movido pela capoeira” – Capoeira Nagô

19:25 · 24.09.2012 / atualizado às 19:48 · 24.09.2012 por
Isabela Sousa comemorando o bicampeonato mundial na Venezuela. Foto: Divulgação

Mesmo com o bicampeonato mundial já garantido na sexta-feira (21), a cearense Isabela Sousa venceu, neste domingo (23), o Bodyboard Pro Festival, válido como a sexta etapa do mundial de bodyboard 2012. O evento foi realizado em Parguito, Ilha de Margarita, Venezuela.

A bicampeã mundial retorna para o Ceará na próxima quarta-feira (26). Sua chegada está prevista para meio dia, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Familiares, amigos e fãs estão ansiosos para receber a atleta do Icaraí que, ao conquistar o bicampeonato mundial, escreve mais uma vez o seu nome na história do bodyboard.

Com a vitória, Isabela fica com 100% de aproveitamento no Tour Mundial de 2012. Para vencer o Bodyboard Pro Festival, a atleta teve de passar pela venezuelana Corina Reyes, nas quartas de final, pela capixaba Maíra Viana, na semi, e pela também brasileira Maylla Venturin, do Espírito Santo, na final.

“Só tenho a agradecer a Deus, este ano está sendo fabuloso. É indescritível a felicidade que estou sentindo. Conquistei o bicampeonato mundial na sexta-feira e agora venço a etapa. É sensacional. Queria agradecer aos meus patrocinadores, sem eles seria muito difícil estar disputando todas as competições que participo, em diversos locais do mundo. Deixo um grande beijo para a minha família e a todos que me acompanham e torcem por mim”, destaca. Com a vitória na Venezuela, Isabela Sousa fecha o ano com chave de ouro.

Confira os títulos da carreira de Isabela Sousa

Bicampeã mundial do IBA World Tour – 2010 e 2012
Campeã do ISA Bodyboarding Games – 2011
Campeã Pan-Americana – 2009
Tricampeã Latino-Americana – 2006, 2008 e 2011
Bicampeã Brasileira – 2010 e 2011

(mais…)

23:31 · 16.09.2012 / atualizado às 19:34 · 24.09.2012 por
A cearense venceu neste domingo (16) o Rio Bodyboarding International, evento realizado na praia de Copacabana. Foto: Divulgação

Falta muito pouco para a cearense Isabela Sousa conquistar o seu segundo título de campeã mundial de bodyboard – o primeiro veio em 2010. Ela foi a campeã do Rio Bodyboarding International, evento realizado neste domingo (16), na praia de Copacabana, Rio de Janeiro. Em uma final incrível Isabela derrotou a atual campeã do mundo, a basca Eunate Aguirre. Com a melhor nota (9,0) e a maior média (15,15) dos seis dias de competição ela segue liderando o ranking deste ano.

Apesar de já ser considerada campeã virtual mundial de 2012, Isabela segue cautelosa e focada na competição. “Estou muito feliz por vencer este evento no Brasil. É um dos melhores momentos da minha vida. Ver a praia lotada e os brasileiros torcendo por mim foi inacreditável. Estou muito motivada para buscar esse bicampeonato mundial”, destacou logo após vencer a etapa brasileira.

A basca Eunate Aguirre e a japonesa Minami Hatekayama seguem na disputa. Mas para levar o título mundial elas precisam vencer as duas últimas etapas do Tour, da Venezuela e de Porto Rico, e ainda torcer para que Isabela não chegue às semifinais em uma das duas etapas. Sem perder tempo, na madrugada de hoje (17) a bodyboarder segue para as Ilhas Margaritas, na Venezuela, onde busca o bicampeonato mundial de bodyboard de 2012.

Masculino

Quem também teve destaque na praia de Copacabana foi o cearense Roberto Bruno. O atleta chegou às quartas-de-final, mas perdeu para o catarinense Éder Luciano e acabou na quinta colocação. O também cearense Fábio Rodrigues ficou em nono. O título do masculino foi conquistado pelo marroquino Brahim Iddouch, que levou o prêmio de US$ 9 mil. O Rio Bodyboarding International ofereceu a maior premiação da história do esporte – US$ 75 mil.

Parabéns Isabela! Estamos na sua torcida!!!

18:54 · 06.08.2012 / atualizado às 19:09 · 06.08.2012 por
Messias Félix vibra com a vitória. Foto: Munir El Hage

O domingo foi de festa para os cearenses. Messias Félix venceu, na tarde de ontem, a segunda etapa do Maresia Paulista de Surf Pro 2012, na praia de Maresias, São Sebastião, São Paulo. Com ondas de 1,5 metros e formação regular, o surfista derrotou na bateria final o potiguar Ítalo Ferreira, o carioca Gustavo Fernandes e o catarinense Guilherme Ferreira.

Com o resultado, o cearense faturou R$ 8 mil, além de mil pontos no ranking do circuito que definirá o melhor surfista de São Paulo nesta temporada. A terceira e decisiva prova do ano será realizada nos dias 27 e 28 de outubro, na praia das Pitangueiras, no Guarujá-SP. Outro cearense de destaque na etapa foi Michel Roque, que ganhou a Overboard Expression Session, disputa que premia o autor da melhor manobra e faturou R$ 1 mil.

Michel Roque, surfista cearense, levou R$ 1 mil por melhor manobra, na Praia de Maresias. Foto: Munir El Hage

Parabéns aos surfistas Messias Félix e Michel Roque por terem representado a nossa terrinha tão bem!

23:37 · 02.05.2012 / atualizado às 13:25 · 03.05.2012 por
Patícia Setubal comemora o bom resultado na primeira etapa do Tour Nacional Feminino de Bodyboarder. Foto: Divulgação

A equipe de atletas que representou o Ceará na primeira etapa do Tour Nacional Feminino de Bodyboard fez bonito. A tetracampeã Patrícia Setubal arrancou a segunda colocação da competição na categoria Profissional, seguida de Marília Alencar, que ficou em terceiro lugar. Vanessa Prado e Ingrid da Silva ficaram com a primeira e segunda colocação, respectivamente, na categoria Iniciante. Quem também subiu ao pódium foi Karine da Silva, que ficou com a segunda colocação na categoria Amador. Mas, o destaque foi para a atleta Marília Alencar, a grande vencedora da Expression SessionVoid Rider, pela melhor manobra do campeonato.

A etapa, intitulada Maria Bonita, foi realizada de 27 a 29 de abril, na Praia de Ponta Negra, em Natal, Rio Grande do Norte. Na final da categoria Profissional, realizada no domingo, 29 de abril, a disputa ficou entre a atleta Aline Melo, do Rio Grande do Norte e a cearense Patrícia Setúbal. Ambas disputaram acirradamente onda a onda. E, apesar do mar não oferecer as melhores condições, as surfistas mostraram bom um desempenho e o público presente vibrou com a bateria que resultou com a segunda colocação de Patrícia Setubal.

A bodyboarder cearense vem de uma ótima temporada realizada em 2011, quando conquistou o tetracampeonato, o cearense profissional e fechou patrocínio com a Cilindro. “O ano de 2011 foi muito positivo para mim, chego com toda força para as competições em 2012”, frisou a atleta antes de embarcar para a primeira etapa do Tour Nacional. Pelo bom desempenho Setubal levou para casa o prêmio de R$ 1 mil, além de biquines, roupas e outros acessórios. Aline Mello, grande vencedora do Tour, ganhou uma moto zero quilômetros avaliada em R$ 5 mil.

O Belas no Esporte parabeniza essa equipe de feras do bodyboader por ter representado tão bem o nosso Ceará!

(mais…)

21:30 · 04.03.2012 / atualizado às 22:18 · 04.03.2012 por
Surfistas fazem uma corrente humana em protesto contra o aterramento da Praia de Iracema. Foto: Luana Lima

Surfistas, moradores e frequentadores da Praia de Iracema realizaram no sábado, 3 de março, protesto contra o novo aterro da Praia de Iracema. Além de degradar a vida marinha e acabar com um dos mais tradicionais picos de surf de Fortaleza, o aterramento da área poderá acelerar o processo de degradação das praias do litoral Oeste, como Iparana, Icaraí e Cumbuco.

Visando chamar atenção das autoridades, dezenas de surfistas deram as mãos em alto mar formando uma corrente humana em defesa do local. Em seguida, fizeram um grande círculo e finalizaram o ato fazendo o que mais gostam: pegando onda! Fora d’água, cerca de cem pessoas também fizeram um círculo pedindo pelo não aterramento da Praia de Iracema.

Fora d'água, cerca de cem pessoas fizeram um círculo, contra a degradação da vida marinha. Foto: Luana Lima
09:39 · 16.01.2012 / atualizado às 12:07 · 18.01.2012 por

Aos 19 anos de idade, o jovem meio-campo do São Paulo, Lucas, virou alvo dos dois gigantes espanhois, Real Madrid e Barcelona. Os dois clubes fizeram propostas para a direção do São Paulo desde setembro passado e aguardam definições.O Real Madrid tem a preferencia, no entanto, o Barça é a opção do jogador. Segundo informações do jornal catalão Sport, a vinda do craque brasileiro deverá ocorrer em junho desse ano.

Só um detalhe: Lucas renovou o seu contrato com o São Paulo até 2015 e tem cláusula de rescisão de U$ 80 milhões. O que inibiu propostas de clubes como o Manchester United, Manchester City, Inter de Milão e Arsenal. No entanto, apurou o jornal, o São Paulo abriria mão do jogador por até U$ 30 milhões.

De acordo com o Sport, Lucas possui muitos pontos em comum com o Neymar: é brasileiro, estilo de jogo parecido, criativo, talentoso e isso encheu os olhos dos dois clubes espanhóis.

Craque são paulino é alvo dos clubes maiores clubes de futebo do mundo: Real Madrid e Barcelona. Foto: AFP