Busca

Categoria: Meu atleta favorito


19:25 · 24.09.2012 / atualizado às 19:48 · 24.09.2012 por
Isabela Sousa comemorando o bicampeonato mundial na Venezuela. Foto: Divulgação

Mesmo com o bicampeonato mundial já garantido na sexta-feira (21), a cearense Isabela Sousa venceu, neste domingo (23), o Bodyboard Pro Festival, válido como a sexta etapa do mundial de bodyboard 2012. O evento foi realizado em Parguito, Ilha de Margarita, Venezuela.

A bicampeã mundial retorna para o Ceará na próxima quarta-feira (26). Sua chegada está prevista para meio dia, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Familiares, amigos e fãs estão ansiosos para receber a atleta do Icaraí que, ao conquistar o bicampeonato mundial, escreve mais uma vez o seu nome na história do bodyboard.

Com a vitória, Isabela fica com 100% de aproveitamento no Tour Mundial de 2012. Para vencer o Bodyboard Pro Festival, a atleta teve de passar pela venezuelana Corina Reyes, nas quartas de final, pela capixaba Maíra Viana, na semi, e pela também brasileira Maylla Venturin, do Espírito Santo, na final.

“Só tenho a agradecer a Deus, este ano está sendo fabuloso. É indescritível a felicidade que estou sentindo. Conquistei o bicampeonato mundial na sexta-feira e agora venço a etapa. É sensacional. Queria agradecer aos meus patrocinadores, sem eles seria muito difícil estar disputando todas as competições que participo, em diversos locais do mundo. Deixo um grande beijo para a minha família e a todos que me acompanham e torcem por mim”, destaca. Com a vitória na Venezuela, Isabela Sousa fecha o ano com chave de ouro.

Confira os títulos da carreira de Isabela Sousa

Bicampeã mundial do IBA World Tour – 2010 e 2012
Campeã do ISA Bodyboarding Games – 2011
Campeã Pan-Americana – 2009
Tricampeã Latino-Americana – 2006, 2008 e 2011
Bicampeã Brasileira – 2010 e 2011

(mais…)

23:31 · 16.09.2012 / atualizado às 19:34 · 24.09.2012 por
A cearense venceu neste domingo (16) o Rio Bodyboarding International, evento realizado na praia de Copacabana. Foto: Divulgação

Falta muito pouco para a cearense Isabela Sousa conquistar o seu segundo título de campeã mundial de bodyboard – o primeiro veio em 2010. Ela foi a campeã do Rio Bodyboarding International, evento realizado neste domingo (16), na praia de Copacabana, Rio de Janeiro. Em uma final incrível Isabela derrotou a atual campeã do mundo, a basca Eunate Aguirre. Com a melhor nota (9,0) e a maior média (15,15) dos seis dias de competição ela segue liderando o ranking deste ano.

Apesar de já ser considerada campeã virtual mundial de 2012, Isabela segue cautelosa e focada na competição. “Estou muito feliz por vencer este evento no Brasil. É um dos melhores momentos da minha vida. Ver a praia lotada e os brasileiros torcendo por mim foi inacreditável. Estou muito motivada para buscar esse bicampeonato mundial”, destacou logo após vencer a etapa brasileira.

A basca Eunate Aguirre e a japonesa Minami Hatekayama seguem na disputa. Mas para levar o título mundial elas precisam vencer as duas últimas etapas do Tour, da Venezuela e de Porto Rico, e ainda torcer para que Isabela não chegue às semifinais em uma das duas etapas. Sem perder tempo, na madrugada de hoje (17) a bodyboarder segue para as Ilhas Margaritas, na Venezuela, onde busca o bicampeonato mundial de bodyboard de 2012.

Masculino

Quem também teve destaque na praia de Copacabana foi o cearense Roberto Bruno. O atleta chegou às quartas-de-final, mas perdeu para o catarinense Éder Luciano e acabou na quinta colocação. O também cearense Fábio Rodrigues ficou em nono. O título do masculino foi conquistado pelo marroquino Brahim Iddouch, que levou o prêmio de US$ 9 mil. O Rio Bodyboarding International ofereceu a maior premiação da história do esporte – US$ 75 mil.

Parabéns Isabela! Estamos na sua torcida!!!

21:25 · 02.11.2011 / atualizado às 21:35 · 02.11.2011 por

Pela primeira vez o surfista conquistou o título mundial nos Estados Unidos. Foto: Divulgação / ASP

Pela 11ª vez o norte-americano Kelly Slater levantou o troféu de campeão mundial de surfe. O feito foi conquistado nesta quarta-feira, 2, após ótima atução do atleta na terceira fase do Rip Curl Pro Search em Ocean Beach, San Francisco. Para conquistar o inédito título ele teve de derrotar o australiano Daniel Ross.

Mas a disputa não foi fácil. Ross saiu na frente com um 7.70, ampliando a vantagem com um 6.70. A reação de Slater veio em seguida, quando pegou um tubo e ganhou 6.00 pontos. A virada veio com duas pancadas de backside, com nota 7.53. Em sua última onda arrancou um 7.60, para depois ser ovacionado pela torcida pela conquista do hendeca campeonato.

Títulos

Campeão em 1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2005, 2006, 2008, 2010 e 2011, pela primeira vez o surfista conquistou o título mundial nos Estados Unidos. O mais curioso é que o 11º título de Slater veio justamente no dia do aniversário de morte do seu maior adversário: Andy Irons.

“Tive muito apoio aqui. Eu não sabia o que esperar, mas todos estão sendo ótimos, tem sido especial. Não sei o que aconteceu com o tempo e com as ondas. Deve ser Andy. É meio estranho. Eu estava pensando sobre muitas coisas, estive pensando muito nele nos últimos dias. De um jeito, torna isso mais especial. Acho que celebra as lembranças que eu tenho dele. Eu provavelmente poderia escrever um livro de memórias nossas, as boas, as ruins, as feias”, disse Slater à transmissão oficial.

O caminho para conquista de mais um título mundial foi longo. Slater conseguiu três vitórias este ano: na Gold Coast, na Austrália; Teahupoo, no Taiti; e em Trestles, na Califórnia. Seu pior desempenho foi justamente no Rio de Janeiro, quando ficou com a 13ª colocação. Foi ainda vice-campeão em Portugal, sendo derrotado pelo brasileiro Adriano Souza e duas quintas colocações em Bells Beach (Austrália) e na França.

Nenhum outro surfista no mundo conseguiu o feito de Kelly Slater. O mistério agora é para saber se o atleta irá continuar competindo. Será que o surfista vai em busca do 12º troféu?

00:06 · 21.10.2011 / atualizado às 08:43 · 21.10.2011 por

A cearense Isabela Sousa conquistou nesta quinta-feira, 20, o bicampeonato brasileiro de bodyboard, em Ipanema, Rio de Janeiro. Com um terceiro lugar na primeira etapa e mais duas vitórias na segunda e terceira etapa, além de avançar em primeiro lugar na estreia, Isabela não pode mais ser alcançada pela sua adversária direta, a carioca Jessica Becker.

“Gosto muito de competir no Rio, tenho uma energia muito boa com essa cidade. Graças a Deus deu tudo certo para a conquista deste título estou muito feliz. Agora vou manter o mesmo foco para dar o melhor e buscar a vitória na etapa. Queria agradecer a Deus, aos meus patrocinadores que sempre acreditaram em meu trabalho, a minha família, a todos os cearenses e amigos que torcem por mim. Tenho muito orgulho de ser cearense e levar o nome do meu estado” Comentou Isabela.

A surfista cearense comemora o bicampeonato Brasileiro de Bodyboarding Profissional na Praia de Ipanema, Rio de Janeiro. Foto: Divulgação BOS/CBRASB

Da capital carioca, Isabela segue para Ilhas Magaritas, na Venezuela, onde compete pela terceira etapa do circuito mundial Grand Slam, de 26 a 30 de outubro. Na sequência, disputa a quarta etapa do mundial Grand Slam, que acontece de 2 a 13 de novembro, na praia de Middles Beach, na cidade de Isabella, em Porto-Rico.

Além de apontar os campeões brasileiros da  temporada, o Ipanema Bodyboard Brasil também definirá a equipe brasileira que participará do ISA Bodyboarding Games, que acontece em Galdar, nas Ilhas Canárias, de 30 de novembro a 4 de dezembro. Caso consiga conquistar o título, Isabela estará também conquistando uma vaga para representar o país nas Olimpíadas do Bodyboard.

(mais…)

09:26 · 20.10.2011 / atualizado às 09:27 · 20.10.2011 por
Imagem da campanha que está sendo divulgada no Facebook. Foto: Divulgação

 A foto acima já foi vista, comentada e compartilhada por milhares de usuários da rede social Facebook, na última semana. Trata-se da imagem de um beijo entre os lutadores – e amigos, além de companheiros de treinos –  Anderson Silva e Rodrigo Minotauro.

A foto acabou virando mote de uma campanha contra a homofobia. A campanha ganhou força no Facebook e logo muitos usuários começaram a compartilhar a imagem de Anderson Silva beijando Minotauro. A imagem usada como instrumento na guerra contra o preconceito.

Além da imagem, a campanha ainda traz a frase “Homofóbico, vai lá e chama de veado”. Boa sacada! E aí, vai encarar????

13:00 · 05.05.2011 / atualizado às 13:02 · 05.05.2011 por

Atenção: a enquete o Mais Belo do Campeonato Cearense deste ano está chegando ao fim. A votação fica no ar até às 23h59min de hoje. Por isso, vote. Clique aqui e registre a sua escolha.

O primeiro da lista, o lateral Teles, do Ferroviário, comentou nossa enquete via twitter, @belasnoesporte. Olha aí a foto mais atual dele!

Tele diz que essa foto faz mais justiça à sua beleza

O que você acha? ele merece ganhar o título de bonitão?!

E não esqueça: o Belas no Esporte vai premiar o preferido dos internautas com um troféu exclusivo. O atleta vencedor ganhará, também, um ensaio fotográfico descontraído com a nossa fotógrafa oficial, Vivi Pinheiro. Ah, o/a internauta pode ganhar um mimo – também exclusivo e surpresa – do blog. Para participar do sorteio do mimo, o internauta tem que votar na enquete, seguir o @belasnoesporte e RT a mensagem: “Sigo @belasnoesporte e já escolhi meu belo jogador cearense http://twixar.com/hXE1or“.

22:30 · 26.04.2011 / atualizado às 10:04 · 27.04.2011 por
Minha atleta favorita está mandando bem no voleibol!

Para inaugurar a categoria “Meu atleta favorito” e incentivar vocês, nossos internautas e leitores, a mandarem as fotos dos SEUS atletas preferidos, trago para o Belas no Esporte a minha atleta favorita: Danielle Lobo, minha filha. A escolha não foi feita somente pelos motivos óbvios não! A Dani é o exemplo de uma geração que começa cedo na prática dos esportes.

Aos quatro aninhos, praticou natação. A piscina, para sua felicidade (!!), foi o local onde aprendeu a gostar de se exercitar. Depois de um ano e meio de prática e quase virando um peixinho, decidiu entrar no balé clássico. Fez dois anos de balé e pegou umas noções de street dance.

Muitos festivais depois e com os passinhos já decorados, pediu para fazer voleibol. É lá que a “pequena”, de quase 1,40 metros aos sete anos de idade, se encontra atualmente. Danielle é aluna da Escola de Vôlei Bernardinho (EVB) e está encantada com o universo dos saques, toques e manchetes.

Quer uma dica de mãe? Deixe seu filho experimentar novas modalidades esportivas sempre que sentir necessidade. Só assim que os talentos se revelam!

Quer ver a foto do seu atleta favorito publicada aqui no blog Belas no Esporte? Então manda para o nosso email: belasnoesporte@gmail.com. Não esqueça de enviar, também, os dados pessoais e um pouquinho da história do seu atleta!

18:16 · 04.04.2011 / atualizado às 14:53 · 05.04.2011 por

CEM fotos com jogadores de futebol. Sim. Confesso que esse é um legado deveras incomum que guardo para a posteridade.

As imagens estão acumuladas em um único álbum, agrupadas seguindo a ordem cronológica de vezes em que eu e mais duas amigas fomos tietar no hotel onde os jogadores costumavam se hospedar. Começamos essa empreitada aos 12 anos e a seguimos – sempre que ocorriam jogos de fora aqui – até por volta dos 15 anos de idade.

Seguíamos os times pela folia de ver os nossos ídolos, incluindo, aí, toda a odisseia para tentar burlar os seguranças, os flashes dos fotógrafos e chegar o mais próximo possível dos nossos “alvos”. Foi nesse burburinho, confesso, que senti o meu espírito jornalístico aflorar pela primeira vez. Afinal, o que fazíamos ali era muito parecido com “ir atrás” da informação (totalmente do nosso interesse, nesse caso) e “furar barreiras”. Concordam?

Éramos verdadeiras pimentinhas. Separávamo-nos no meio da multidão e, pouco tempo depois, estávamos entre os repórteres, radialistas e comissão técnica. Quem iria querer expulsar, dali, três garotas com bloquinhos nas mãos, ares de “pidonas” por simples fotografias e autógrafos junto aos astros?

O curioso é que, como toda adolescente, tínhamos certeza absoluta que aparentávamos ser mais velhas. Para tanto, haja blush, batom e sombras carregadas! Um exagero que, dividindo espaço com os aparelhos nos dentes e os olhares ansiosos, tinham o efeito inverso: entregar a nossa tenra idade!!!

Cada uma possuía o seu jogador favorito. Minha paixão era o Sávio, aquele mesmo, “o anjo loiro da Gávea”, o camisa 10 do Flamengo dos anos 90. Quem se recorda? As minhas amigas, Carol e Raquel, alimentavam quimeras pelo Caio Ribeiro (aquele que agora está fazendo o maior sucesso na Rede Globo) e o Juninho Paulista, respectivamente. Ambos, na época, eram jogadores do São Paulo.

Das três, eu fui a mais sortuda! A única que conheci o ídolo pessoalmente. Meus pais brigavam comigo. Diziam que vivia no mundo da lua. Não entendiam que, a única diferença entre mim e as outras meninas da minha idade, era que, ao invés de “morrer de amores” por Tom Cruise, Brad Pitt e outros astros de Hollywood, eu preferia admirar os jogadores de futebol…

 Tá, tudo bem, eu exagerava ao achar que podia CASAR com o Sávio! (morro de rir disso até hoje!) Acompanhava os campeonatos brasileiro, italiano, espanhol e inglês; colecionava álbuns de figurinha das competições; assistia aos programas esportivos…Até participei de cotas para comprar bandeiras do meu clube de coração. Não me arrependo de nada. Afinal, tudo o que é feito com o mais puro dos sentimentos não se perde. De um jeito ou de outro, são recordações que guardo com carinho e saudade. Saudade de um tempo sem maldades…

Raquel, Sávio, Carol (atrás), eu (de cabelos cacheados!!!) e primo da Raquel - sorry, não lembro o nome dele...