Busca

Categoria: Sou louco pelo meu time


05:00 · 26.01.2012 / atualizado às 13:13 · 26.01.2012 por

Está em todos os sites de notícias da Internet as fotos da noiva Lais Collino Antiga, que, de tanto amar e idolatrar o Corinthians, resolveu casar com um vestido de noiva com uma mantilha trazendo o distintivo do time. Além disso, a recepção contou com bandeira do timão e bolo de casamento e decoração em preto e branco.

O casamento entre Lais e Rodrigo Abib, ambos publicitários, aconteceu em 18 de janeiro. No dia seguinte, a página do timão no Facebook já trazia o modelo usado por Lais. A publicação teve mais de nove mil comentários e 35 mil compartilhamentos.

“Ele (o vestido) foi bordado com cristais Swarovski e miçangas importadas. O véu ficou quase do preço do vestido”, conta Lais.

Rodrigo, que também é louco pelo Corinthians e não sabia dos planos da noiva, mal pôde se conter quando viu o distintivo do time. “O véu foi uma surpresa para mim e para todos os convidados, só ela e a mãe sabiam” diz o noivo. Lais planeja emoldurar a mantilha bordada em breve, como uma lembrança de seu casamento.

Até o casamento recebeu decoração em preto e branco!

08:51 · 02.08.2011 / atualizado às 08:56 · 02.08.2011 por
Uma jovem tatuou o nome do craque na orelha! Os pais não gostaram muito da ideia...

 Algumas fãs do jogador santista Neymar já fizeram loucuras por ele! As imagens caíram na rede e estão deixando as pessoas curiosas e assustadas… Uma das jovens tatuou o nome do craque na orelha. A tatuagem não deixou os pais da garota muito satisfeitos…

Outra garota escolheu local mais inusitado e tatuou o nome de Neymar na boca! E perdeu o namorado, em consequência.

Loucura, loucura, loucura! Tudo pelo seu ídolo!

Ela se chama Juliana Lemes, tem 17 anos, e é de Uberlândia. Em entrevista a um site, a menina explicou a escolha do lugar para ser tatuado. “Como o lema do Neymar é ‘ousadia e alegria’, decidi que a tatuagem deveria ser em um lugar bem ousado e diferente. Por isso decidi tatuar na boca”.

Antes da tatoo, a menina já alimentava uma paixão pelo jogador. “Não sei explicar muito bem como tudo aconteceu, eu sempre o admirei muito, mas a paixão ficou mais intensa quando ele veio aqui em Uberlândia em uma partida de futebol beneficente”.

É isso! As Belas no Esporte estão a procura de novos “loucos pelo seu time”. Será que existem outros como essas duas garotas?

Enviem fotos ou vídeos para o nosso email: belasnoesporte@gmail.com

17:06 · 25.06.2011 / atualizado às 17:07 · 25.06.2011 por

O quase jornalista (ele está cursando o penúltimo semestre do curso), Fábio de Oliveira, 24 anos, contagia a todos – São Paulinos ou não, pelo tamanho da paixão que carrega pelo tricolor paulista. Ele é louco pelo time desde que nasceu, defende. “Meu sangue corre por esse time”, assume, sem medo de parecer melodramático. Afinal, torcedor fervoroso é assim mesmo, todo amor à flor da pele.

Mesmo “tendo nascido com sangue tricolor nas veias”, Fábio confessa que precisou de um empurrãozinho do pai, o empresário Loir Alves, para começar a torcer de fato e de direito pelo clube. O “click” aconteceu quando ele tinha cinco anos de idade, numa situação engraçada. “Meu pai, na época, me ofereceu uma roupa de goleiro do São Paulo se eu passasse a torcer pelo time. E como eu sempre fui fanático por futebol, fui facilmente influenciado…”, recorda.

 Paulista de Guarulhos, Fábio veio morar em Fortaleza em 2001, mas nem por isso se distanciou do time de coração. Fazendo de tudo para não perder nenhuma partida do São Paulo – nem da equipe feminina, ele detalha os momentos mais marcantes que já vivenciou como torcedor. “Não esqueço a vitória do São Paulo sobre o Liverpool, em 2005. Eu gritei tanto na hora do gol e quando acabou o jogo, que fiquei sem voz durante uns dois, três dias. Foi uma das maiores emoções – se não A MAIOR -que tive na vida. Negativamente, a derrota para o Cruzeiro, na Copa do Brasil, em 2000, juntamente com a eliminação para o Fluminense, em 2009, me marcaram bastante. As duas por causa de como tudo aconteceu. Jogos praticamente ganhos. Entregamos de graça”.

(mais…)

08:41 · 19.06.2011 / atualizado às 17:45 · 19.06.2011 por

A tatuagem está na moda. Mas tem gente que, por amor ao time de coração, tatua legal o escudo no corpo. É o amor a flor da pele! Olhem esse loucos aí: a modelo Jaque Khury foi destaque em muitos sites por ter feito uma tatuagem do distintivo corintiano no corpo. Ela diz que a paixão pelo coringão motivou seu ato maluco. Para quem gosta…

E você teria coragem de marcar o corpo para expressar o carinho que você sente pelo clube de coração? (mais…)

22:28 · 05.06.2011 / atualizado às 19:31 · 06.06.2011 por

O amor por um time de futebol não se explica. Na maioria das vezes, a gente demonstra.  Um exemplo é a Maria Melillo, vencedora do último Big Brother Brasil. Ela confessa ser São-paulina doente, mesmo sem ter nunca visto seu time jogar no Morumbi, a casa do Tricolor paulista. Mesmo assim, Maria posou para a revista oficial do São Paulo e será a principal atração da próxima edição da publicação. A  garota é a atual repórter do programa Mais Você, da Rede Globo, pretende realizar em breve o sonho de conhecer o estádio. O Belas no Esporte mostra para você uma canjinha de como ficou o ensaio. As fotos são de Rubens Chiri/site oficial do São Paulo.

              

10:28 · 27.05.2011 / atualizado às 17:41 · 30.05.2011 por

É isso aí, galera! A campanha lançada esta semana pelas Belas no Esporte está bombando! Vários “loucos pelo seu time” já participaram da campanha, enviaram suas fotos para o email belasnoesporte@gmail.com e a competição está acirrada!! Difícil avaliar que tem mais paixão pelo seu time!

Já recebemos diversos e-mails de torcedores do Tricolor de Aço e do Vozão, mas a torcida de outros times não tem ficado para trás. Um dos exemplos recentes é o do delegado da Polícia Civil do Ceará, Aurélio Araújo. Atualmente titular do 19º DP, no bairro Conjunto Esperança, Aurélio é um torcedor esperançoso do querido Ferroviário. “Não desisto, não deixo de acompanhar e amar meu time mesmo nas condições mais complicadas! E você sabe com quem aprendi isso? Com a nossa ilustre Rachel de Queiroz, outra torcedora querida do Ferrim“. E para provar o que disse, o delegado nos mandou a seguinte fotografia:

A escritora Rachel de Queiroz e o delegado Aurélio Araújo, num aniversário na chácara de Rachel, em Quixadá. Na época, Aurélio Araújo respondia pela Delegacia Regional do município.
08:35 · 23.05.2011 / atualizado às 07:37 · 25.05.2011 por

Um dos técnicos mais conhecidos do mundo, o escocês Bill Shankly, dizia que “o futebol não é uma questão de vida ou de morte. É muito mais importante que isso“. Não sei de nada mais certo que essa frase. Para qualquer torcedor, do tipo “roxos por seu time”, todo o esforço ainda é pouco para defender o clube do coração.

Nada é impossível, o céu é o limite para a sua paixão. Na vitória ou na derrota a regra é simples: mesmo que tudo pareça que vai acabar da pior maneira, mesmo que tudo esteja conspirando contra, a pessoa acredita até o último segundo!  Desistir jamais! Afinal, você é louco por seu time e está de parabéns por isso. Para o Belas no Esporte tudo vale pelo amor, desde que seja na paz e sem agressões aos torcedores adversários.

Exemplos não faltam. Encontramos, passando pela Avenida Antônio Sales, no bairro Dionísio Torres, declarações de fidelidade ao Tricolor de Aço. As lentes do fotógrafo Francisco Viana confirmaram. No caso, o amor pelo Fortaleza é pura emoção. O louco pelo Fortaleza Esporte Clube – que ainda não  foi identificado pelo blog – decorou a varanda de seu apartamento com bandeiras do Leão e ,ainda não satisfeito, mandou pintar na fachada uma frase daquelas que confirmam  o que move o torcedor: lutar sempre, vencer ou perder, renunciar jamais!

Torcer é como aquela conhecida frase:  somos todos iguais, só mudamos de endereço. E jogue fora a primeira bandeira quem nunca chorou por seu time! Eu, sinceramente, já vi muito marmanjo segurar bandeira, camisa, fita do Senhor do Bonfim ou faixa, apertar com as duas mãos junto ao peito e chorar que nem um bebê por um gol salvador no último minuto da partida ou pelo goleada levada dentro de casa. Vale chorar ouvindo o hino, como alguém que conheço bem…

Enfim: torcer é viver do inferno ao paraíso! É algo sem explicação, é grandioso, mágico. Pelo meu time eu choro, brigo, discuto.  Defendo meus argumentos com unhas e dentes.

Agora, as Belas no Esporte querem saber: qual o seu time do coração e, dentro da paz e respeito aos adversários, o que faria por ele? Nos enviem foto, texto, vídeo. Vale tudo, inclusive aquela foto de seu marido, de costas para o jogo ou para a TV porque não quer ver o penalti contra ou a favor do time. Vale também a sua, de joelhos, descabelado,  vibrando ou emocionado com o clube de coração. Vamos divulgar aqui. Mandem para o email belasnoesporte@gmail.com! Estamos esperando! E tem mais: as fotos, vídeos ou textos mais criativos serão destacados e exibidos durante o programa Debate Bola, da TV Diário, com o Tom Barros. O blog também dará um mimo especial para o melhor. Vamos lá, participem! (mais…)