Busca

11:10 · 24.06.2016 / atualizado às 11:10 · 24.06.2016 por
O Kennel Clube do Ceará é referência nacional em exposições de cães de raça - Foto: Nilton Novaes
O Kennel Clube do Ceará é referência nacional em exposições de cães de raça – Foto: Nilton Novaes

Para quem quer conhecer mais sobre as raças caninas, o Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) promove neste sábado, 25, o I Simpósio Cearense de Cães de Raça. Com inscrições gratuitas, o evento tem ampla programação, a se realizar na Unip (Av. 13 de Maio, 389, Bairro de Fátima, Fortaleza-CE). O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, diz que a procura pelo simpósio superou as expectativas do Kennel. Tanto foi assim que a programação foi ampliada para duas turmas. “As inscrições superaram nossa estimativa inicial e abrimos uma segunda turma. As duas turmas vão ocorrer simultaneamente, com revezamento dos palestrantes. Ainda estamos com inscrições abertas, mas a segunda turma também já está praticamente lotada”, afirma. O Kennel Clube do Ceará informa que realizará o simpósio anualmente. Para 2017, fiquem atentos às raças caninas de sua preferência!

“O grande destaque da programação são as palestras de raças, onde as pessoas podem conhecer melhor sobre o padrão da raça que amam, suas funções, peculiaridades, etc. A escolha das raças ocorreu de forma democrática. Ao fazerem suas inscrições, as pessoas indicavam as raças que gostariam de conhecer melhor. Conforme as inscrições foram atingindo um patamar razoável, tentamos encontrar bons palestrantes para falarem sobre cada raça. Nem todas as raças indicadas terão palestras, mas tentamos fazer o máximo possível”, explica Luiz Eduardo.

kcec simposio 13102607_1162129540485598_1225570126422079965_nNa parte da manhã, acontecem as palestras com temas variados, tais como “O KCEC e a CBKC”, a ser proferida pelo presidente do KCEC, Roberto C.F. Bezerra; “O Pedigree e as Exposições”, com o vice-presidente do Kennel, Luiz Eduardo; “Doenças do Carrapato”, veterinários Pedro Salviano Neto (Gireza/Nexgard) e Mayara Mesquita (Bravecto);  “Homeopatia Veterinária”, Dr. Gutemberg Lopes (HomeoPet); “Doenças Articulares”. Dr. Alisson Ximenes; “Doenças Oculares”. DR. Mirza Melo; “Manipulação Veterinária”, Dra Juliana Rabelo (DrogaVet); “Leishmaniose Canina”, Dra. Beatriz Lopes; “Nutrição e manejo de filhotes”, Dra. Mayara Correa (IntegralMix); “Reprodução e Castração”. Dr. Daniel Uchoa; e “Manejo e Manutenção da Criação”, Handler Oiram Filho.

No final da manhã, acontecem as palestras sobre o padrão técnico e aspectos característicos de algumas racas. Entre elas, Labrador, a ser comentada por Daniel Oliviera; Beagle, sob responsabilidade do handler Oiram Filho; e Border Collie, com o comportamentalista animal Vladinir Maciel.

À tarde, a programação consta de aulas práticas, quando haverá a simulação de uma exposição de cinofilia.

De acordo com o diretor de eventos do KCEC, Natanael Cortez, O Kennel Clube do Ceará tem o compromisso institucional de promover o crescimento da cinofilia local. “Ao longo dos anos, temos cumprido algumas etapas, iniciando pela organização e potencialização da entidade. Hoje, nosso cartório e nossas exposições são referência em nível nacional”, afirma ele, explicando que, uma vez organizada a entidade, a diretoria viu a necessidade de partir para a atuação externa. “Iniciamos pelas próprias exposições, atraindo cães em maior qualidade e quantidade, atraindo público para conhecer melhor os cães de raça, seus padrões, funções e características das raças, etc.
Entretanto, vimos a necessidade de expandir a atuação do Kennel ainda mais, aproximando-o da sociedade cinófila cearense em geral, para que esta conheça melhor a atuação da própria instituição e as diversas peculiaridades da criação de cães de raça”, diz, para justificar a importância do Simpósio de Cães de Raça.
kcec simposio 13501832_1195907197107832_4523411824607832668_nSegundo destaca, o Simpósio objetiva ser uma ferramenta de integração e formação dos apreciadores de cães de raça, unindo em um mesmo evento handlers, criadores, expositores, juízes e veterinários. “Queremos elevar o nível crítico de todos os setores da cinofilia cearense. Com o simpósio, pretendemos tornar o público mais esclarecido sobre as peculiaridades das raças que tanto amam e muitas vezes pouco conhecem, bem como sobre a importância dos registros de ninhadas, os impactos de cruzamentos malfeitos, entre outros temas”. Diz que a programação segue o interesse geral. Todos os palestrantes estão orientados a usar uma linguagem clara e objetiva, permitindo a compreensão de todos.

Mais informações: Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Av. Desembargador Moreira, 760, Sala 503 – Fone (85) 3265.5040 – contato@kcec.com.br

17:39 · 17.06.2016 / atualizado às 17:39 · 17.06.2016 por
Ricardo Tamborini é considerado um dos maiores adestradores de cães da atualidade no País - Foto: Acervo Edukdog
Ricardo Tamborini é considerado um dos maiores adestradores de cães da atualidade no País – Foto: Acervo Edukdog

Pela primeira vez em Fortaleza, o comportamentalista animal Ricardo Tamborini ministrará no fim de semana, dias 18 e 19, curso de capacitação para a equipe da Edukdog, escola de cães criada pelo adestrador Henrique Rodrigues. Tamborini é cinotécnico (estudioso das raças caninas), adestrador e especialista em comportamento canino desde 1998. Revelação do Ano em sua atividade, é considerado um dos maiores adestradores e comportamentalistas da atualidade.

Henrique Rodrigues explica que a Edukdog está promovendo desta vez a capacitação em caráter exclusivo para a equipe de profissionais da escola. Porém está previsto para o segundo semestre, novo curso com Ricardo Tamborini voltado ao público aberto (adestradores, criadores de cães e demais interessados no assunto).

Atualmente, com o crescimento do número de cães no ambiente doméstico, as famílias enfrentam uma série de problemas com seus animais, por desconhecerem as particularidades do comportamento canino. Agressividade com animais e pessoas, latidos excessivos, necessidades fisiológicas fora do lugar certo, ansiedade de separação, destruição de objetos e móveis em casa, coprofagia (comer as próprias fezes) e pular nas pessoas estão entre os problemas mais comuns enfrentados pelas famílias no dia a dia da convivência com o cão. Quais as técnicas mais modernas e eficientes para resolver esses problemas? Isto é o que Ricardo Tamborini estará mostrando em seu curso. Desta vez, em caráter de reciclagem para os profissionais da Edukdog, que já dominam o assunto, mas terão a oportunidade de conhecerem novos métodos de adestramento.

Henrique Rodrigues é adestrador desde os 15 anos e fundador da Escola Edukdog, em Fortaleza - Foto: Nilton Novaes
Henrique Rodrigues é adestrador desde os 15 anos e fundador da Escola Edukdog, em Fortaleza – Foto: Nilton Novaes

O criador da Edukdog, Henrique Rodrigues, é filho do adestrador mais antigo do Ceará, Sargento Magomante, que comandou o canil da Polícia Militar por muitos anos. “Desde os 15 anos treino cães. Tinha um sonho de montar uma empresa voltada para o adestramento de cães, porque via a necessidade em Fortaleza de profissionais capacitados nesta área. Pessoas compromissadas com os criadores de cães. Por isso formei uma equipe e hoje funcionamos como uma empresa”, conta ele. A Edukdog está no mercado há mais de 15 anos e sempre busca capacitar sua equipe com o que há de mais atual em comportamento canino. Daí o curso com Ricardo Tamborini neste fim de semana.

A equipe da Edukdog é capacitada com as mais modernas técnicas de adestramento
A equipe da Edukdog é capacitada com as mais modernas técnicas de adestramento

A Edukdog trabalha nas áreas de obediência, socialização, guarda e proteção. Entre os clientes da escola estão grandes canis do Ceará, como o Dunas Rott, de Rottweiler; Cidade Luz, de Pastor Alemão; e o Singular, de Fila Brasileiro. “Trabalhamos tanto com cães de grande porte, como de pequeno porte. Nosso intuito é promover um melhor relacionamento entre criadores e seus cães”, afirma Henrique.

Edukdog henrique 13457780_1188450281174586_2147041813_nMais informações: Edukdog – Henrique Rodrigues – (85) 999224500/987862046 site www.edukdog.com.br

 

11:00 · 21.05.2016 / atualizado às 11:47 · 21.05.2016 por

Olivier premiação 13236243_1363764216970860_2122290898_nO Estado do Ceará teve excelente participação na II Copa Paraíba de Agility Show, representado por Olivier Soulier, Romeu Alves e os cães das raças Border Collie e Jack Russel. “Terminamos a temporada 2015/2016 com cinco duplas participantes, sendo três na categoria iniciante e duas graduadas no Grau 1”, comemora Olivier, comportamentalista animal e treinador de cães, de origem francesa, que abraçou o Ceará como nova pátria há mais de 20 anos. O Agility é um esporte que reúne duplas de condutor e cão, que correm em pista com obstáculos variados. Vence aquele que realizar o percurso em menor tempo, ultrapassando corretamente todas as barreiras.

Olivier Boss 13275770_1363763296970952_116447125_nNão poderia ser melhor, o resultado da equipe cearense, na sua primeira participação em um campeonato oficial: 9 pistas zeradas excelentes; 6 pistas excelentes; 9 pistas em 1ª colocação; 4 pistas em 2ª colocação; 2 pistas em 3ª colocação. “Fomos Campeões numa categoria e vice-campeões numa outra, vice-campeonato com uma dupla que somente participou de uma das três etapas”, explica ele.

Olivier Bruna 13236172_1363763726970909_347901225_nEstão de parabéns os cães “Loop”, Jack Russell Terrier macho de 3 anos, campeão na categoria iniciante mini; “Bruna”, Border Collie fêmea de 22 meses, vice-campeã na categoria iniciante standard; “Pirata”, Border Collie macho de 4 anos, que perdeu a excelente pontuação na categoria iniciante standard por se graduar, depois da primeira etapa, mas que mesmo assim na sua segunda participação em grau 1 terminou em terceiro lugar, atrás somente de dois cães que depois desses últimos resultados, conseguiram os zerados excelentes que precisavam e vão subir para grau 2 nas próximas provas das quais virão a participar; “Cabotin”, Border Collie macho de 2 anos e meio, que subiu para o grau 1, mas se machucou três dias antes da final e não pode viajar para participar, mesmo assim já tinha conseguido resultados excelentes na categoria iniciante standard nas duas primeiras etapas; E, por fim, “Boss”, (irmão de ninhada de “Cabotin”), que começou a participar somente na segunda etapa, se classificando em terceiro lugar na sua primeira participação e que também deveria ter brilhado nessa última etapa, se não tivesse sido eliminado em razão da equipe ter esquecido de retirar a coleira protetora contra parasitas do seu pescoço durante a prova. “Mas regulamento é regulamento. Aceitamos na boa isso, mas serve de aprendizagem forçada e amarga, para nunca mais errarmos”, admite Olivier.

Oliviver Soulier Jack Russel 13233326_1363762443637704_1678987843_nO Ceará tem muito a reconhecer e agradecer aos seus representantes no Agility Show:  os preparadores e condutores dos brilhantes atletas caninos, que foram Romeu Alves, eficiente e comprometido instrutor e treinador, do EAOS Espaço Canino; e Olivier Soulier, já bem conhecido comportamentalista animal e treinador de cães, de origem francesa, que abraçou o nosso Ceará como nova pátria há mais de 20 anos.

Lembrando que tudo isso ocorreu a quase 700km de Fortaleza, em João Pessoa (PB), necessitando, para cada etapa, de 9 a 10 horas de viagem para chegar lá, antes de um dia de prova e um outro dia de viagem para retornar à Capital Fortaleza.

Olivier Cabotin13245943_1363762956970986_1912720515_n“Começamos no Agility Show em Fevereiro de 2015, com um cachorro em nível iniciante, recebendo do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC/CBKC/FCI), um convite de última hora para participar da primeira prova de Agility da Paraíba. O KCEC, com a vontade e determinação própria às autoridades cinófilas regionais e ao nosso povo nordestino, decidiu promover o Agility em nosso Estado. O KCEC, sendo um dos mais representativo na cinofilia nacional, com as maiores exposições do país, queria ingressar também no mundo do Agility, segunda mais importante atividade cinófila. O Kennel vislumbra a criação de futuros campeonatos cearenses e o primeiro campeonato nordestino em conjunto com o Kennel Clube do Estado do Pernambuco e o Kennel Clube do Estado da Paraíba”, declara Olivier Soulier.

Mais informações: EAOS Espaço Canino /  Fones (85) 3021.3441/ 9 8699.4492 (whatsapp), 9 9908.5782/ 9 9108.4492. www.eaos.com.br

 

 

09:35 · 18.05.2016 / atualizado às 09:48 · 18.05.2016 por

wagner nunes e bolt 13153421_994801220611037_1514917006_nNo Ceará existe um canil que é referência na criação de cães da raça Schnauzer. É o Canil Serrano Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O proprietário e handler, Wagner Nunes, juntamente com sua esposa, Lara Paula, estão desenvolvendo uma criação exemplar de Schnauzer Miniatura. E agora inovam, ampliando a criação para Schnauzers Gigantes e também para a raça exótica Cão de Crista Chinês.

Com fotos maravilhosas do fotógrafo especializado na cinofilia, Nilton Novaes, confiram entrevista com Wagner Nunes e Lara Paula:

Wagner nunes e Lara 13115465_994800733944419_1278301636_n
Valéria Feitosa:Quais as raças que o canil está criando?

Wagner Nunes: O nosso principal foco são os cães da raça Schnauzer Miniatura, mas agora estamos iniciando uma criação com Schnauzers Gigantes, e, por questão de destino, estava no local certo na hora certa quando recebi uma linda cadela da raça Cão de Crista Chinês, de presente do amigo handler Cláudio Cruz. Desde então, eu e minha esposa Lara Paula passamos a amar essa raça maravilhosa .

wagner nunes filhotes 13101486_994803180610841_1381511859_n
VF- Qual o objetivo de ampliar a criação?

WN – O principal objetivo do canil Serrano Maranguape é criar cães com muito amor para que os mesmos tenham ótimo temperamento, e possamos ajudar a multiplicar esse sentimento puro e verdadeiro que encontramos nesses cachorrinhos que são companheiros e inteligentes, sendo uma boa opção para quem procura cães de ótima qualidade e procedência. Queremos manter, assim, as raças na integridade de sua genética, conforme padrões de cinófila internacional. Buscamos tratar nossos cães com todo amor e cuidados que eles precisão. Durante a prenhês e parto, nossas fêmeas recebem tratamento especial. Os filhotes são cuidadosamente assistidos, desde o nascimento, até a chegada em seu novo lar. Eles são vacinados e vermifugados nas datas corretas, com produtos da mais alta qualidade, assegurando a perfeita saúde do cãozinho.

wagner nunes Lara paula cão de crista chinês 13115480_994806857277140_1291442093_n
VF – Quantos cāes formam o plantel?

WN- Atualmente, nosso plantel de Schnauzer é formado por 20 cães. Já o plantel de Cão de Crista Chinês estamos com cinco lindos cães.

wagner nunes hugo boss 13162231_994807433943749_1179659694_nVF- De quais canis do país são as principais matrizes e padreadores?

WN – Tenho excelentes cães de dois canis: Canil Boa Barba (RS) e Villa Der Hunde (SP).

VF – Quais os seus campeões?

WN – Atualmente venho focando em um cão como carro chefe do canil. Esse cão tem o nome de “Bolt”, que foi destaque em várias exposição pelo Brasil, trazendo grandes resultados para o canil e nos enchendo de muito orgulho. Fechou o ano de 2015 como o Schnauzer filhote Nº 1 do Brasil, Schnauzer Nº 2 jovem do Brasil e ficou entre os cinco melhores Schnauzers adulto do Brasil. Estamos aguardando alguns de nossos filhotes que já nasceram em nosso canil para entrarem em pistam, inclusive filho do nosso campeão “Bolt”.

VF – Como avalia a criaçāo de Schnauzers no Ceará?

WN – Já há alguns anos, o Schnauzer tem sido um cão muito procurado não só no Ceará como em todo país, devido à sua robustez, alegria e, acima de tudo, ser muito companheiro ao seu dono.

VF –  Conte-nos um pouco mais sobre a escolha para criação do exótico Cão de Crista Chinês.

Lara Paula – Eu não conhecia bem a raça. Mas houve um real encantamento em relação ao Cão de Crista Chinês. Atualmente, tenho uma visão diferenciada sobre esta raça. Sei que existem duas variedades do Chinese Crested que diferem apenas pela pelagem: o Hairless (sem pelo) possui quase todo o corpo pelado. O pelo aparece na cabeça (crista), na cauda (pluma) e nos jarretes, quartelas, pés e dedos (meias). O cão possui um pelo sedoso e brilhante, com qualquer comprimento; e o Powderpuff (peludo) tem pelagem dupla, macia e brilhante. A cor pode ser qualquer uma ou uma combinação delas. Atualmente temos quatro Cães de Crista Chinês onde pretendemos melhorar a genética buscando parceria com outros criadores no Brasil e, futuramente, buscar cães do exterior.

wagner nunes 13187634_994800750611084_1041082292_nVF – Como o amor pela cinofilia começou?

LP – Meu esposo Wagner Nunes sempre gostou de cães e eu também. Por sinal, cheguei a criar alguns cães em minha infância e hoje divido essa alegria juntamente com meu marido, ao poder ter quase 30 cães entre Schnauzer e Cão de Crista em nosso Canil Serrano Maranguape. O temperamento dos Schnauzers são de, exatamente, fazer guarda. Já os cães de Crista são de companhia e, sem dúvida, são amáveis e carinhosos com crianças e adultos.

wagner nunes cão de crista filhote 13187612_994806933943799_1167253932_n

VF – Como está a criação de Cão de Crista?

LP – Hoje temos um machos e três fêmeas. Estamos atualmente com filhotes de Cão de Crista Chinês (powderpuff). Nossa criação começou com um exemplar que meu marido ganhou de um amigo, a nossa primeira cadela atende por nome de Branca, trazida do canil La Pinus, de São Paulo. A variação sem pelo exige cuidados especiais, como não ficar exposta ao sol forte, uma vez que a pele está mais desprotegida. Eles gostam de ficar ao sol, mas o horário recomendado é de 8 às 10 horas e de 16 às 17 horas. Criamos as duas modalidades da raça. O Crista Chinês é um brincalhão divertido, um cachorrinho de colo muito gentil e um companheiro fiel. Ele gosta bastante de sua família e faz tudo para agradar. Ele se dá bem com outros cães, animais e estranhos. Seu comportamento é normalmente  alegre e alerta, e está sempre buscando estar perto de quem dar carinho e atenção. Atualmente estamos com seis filhotes de Cão de Crista Chinês disponíveis e quatro Schnauzers miniatura disponíveis. Todos os nossos filhotes são com pedigree.

wagner nunes 13182981_994799900611169_385447121_n
O canil Serrano está localizado na Serra de Maranguape, cidade situada a 20km de Fortaleza. O canil conta com uma área verde, em pleno coração da natureza serrana, que assegura completo bem-estar aos cães.

Mais informações: Canil Serrano Maranguape. Wagner Nunes , (85) 98631.7715 / Lara Paula (85) 98742.5880. Instagram @canilserrano / www.facebook.com/Canil-Serrano-Maranguape-Ce-Schnauzer

19:58 · 23.04.2016 / atualizado às 19:58 · 23.04.2016 por

blog 4 12963739_1166450780033868_1603723044657968557_nO Ceará está entre os Estados brasileiros que mais importam cães da raça Pastor Alemão, com exemplares vindos diretamente de seu País de origem, a Alemanha. No Norte/Nordeste, ocupa a primeira posição. São cães de alta linhagem que podem ser apreciados neste domingo, 24, durante as competições do Campeonato Brasileiro 2016 – 126ª Exposição de Estrutura e Criação de Cães Pastores Alemães, com entrada gratuita no Parque Adahil Barreto. O evento é promovido pela Sociedade Cearense de Criadores de Cães Pastores Alemães (SCCCPA) e pela Sociedade Brasileira de Cães Pastores Alemães (SBCPA) e conta com 87 cães em pista.

Cães de todo o País e do Exterior estarão no evento. Na foto, Milton Malheiros e "Marlon" do Rosas de Ouro
Cães de todo o País e do Exterior estarão no evento. Na foto, Milton Malheiros e “Marlon” do Rosas de Ouro

“Contamos com cães de diversos Estados brasileiros, bem como vários animais importados de grandes centros pastoreiros como Alemanha, Itália e Argentina”, afirma o presidente da SCCCPA, Alex Júlio Lima de Oliveira. Parte da programação já começou no sábado, 23, quando houve pela manhã a seleção de animais para reprodução. Dos dez cães avaliados pelo juiz Milton Malheiros, oito foram aprovados. Eles são analisados nos quesitos estrutura, temperamento e adestramento, com aprovação para serem reprodutores no próprio plantel e entre os canis interessados.

"Quantum Muhramel" de Emídio Viana e João Batista - Foto: Nilton Novaes
“Quantum Muhramel” de Emídio Viana e João Batista – Foto: Nilton Novaes

Também presente no evento o presidente da SBCPA, José Walter Santos Ferro. Ele é criador da raça há 45 anos (Canil Hirten Der Nacht) e é fundador da Sociedade Fluminense de Cães Pastores Alemães. Segundo explica, podem participar das provas de seleção cães com mínimo de 18 meses. Eles devem atender dois pré-requisitos: Raio X A (isenção de displasia coxofemoral) no pedigree; e prova de adestramento mínimo CAB (Cão com Adestramento Básico). Nesta prova, são observadas a obediência e a coragem do animal. Após cumpridas essas exigências, o cão é avaliado em anatomia e movimentação.

"F Sheik", do Canil Casa de Lucca, que é conduzido pelo handler Mauro Studart
“F Sheik”, do Canil Casa de Lucca, que é conduzido pelo handler Mauro Studart

“O Ceará é hoje no Norte/Nordeste o maior importador de cães diretamente da Alemanha e sob orientação do juiz especializado e criador, Milton Malheiros. Com seleção rigorosa na origem e linhas de sangue, o Ceará caminha junto com a Alemanha”, destaca Walter Santos.

Uma das principais criadoras do Ceará é Tereza Cristina Cirino, do Canil Cidade Luz. Ela participa do Campeonato com 12 cães, entre machos e fêmeas. Afirma que se dedica à raça desde a infância, quando herdou o amor pelos Pastores Alemães do pai, Paulo Cirino, um grande criador do Estado, com o então Canil Sapupara. O handler e responsável pela venda do plantel, Henrique Silva, destaca que o Cidade Luz está entre os primeiros do Norte/Nordeste. Na recente exposição do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), a cadela Blue do Cidade Luz ficou em 5º lugar no Best in Show de todas as raças.

Caio Pessoa e "Champ" estão entre os participantes das provas no Parque Adahil Barreto
Caio Pessoa e “Champ” estão entre os participantes das provas no Parque Adahil Barreto

O evento conta com a participação dos árbitros Walter Santos Ferro (que avaliará os cães machos); Paulo Roberto Simplício (Fêmeas); Wilson Roberto Protásio de Lima (Grupos de Canil e de Protgênie); e Milton Pinto Malheiros Neto (Seleção).

Como figurantes, participam das provas Átila Rodrigues de Oliveira, Gerdivan Rodrigues Pessoa, João Paulo Menezes e Laelson Souza.

Nas provas de seleção, o cão é avaliado em estrutura, temperamento e adestramento, com a participação de figurantes como Átila Rodrigues
Nas provas de seleção, o cão é avaliado em estrutura, temperamento e adestramento, com a participação de figurantes como Átila Rodrigues

O evento tem patrocínio da Magnus Rações, Atraente Móveis Planejados e Canil Cidade Luz, com apoio do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Singular Administrações de Condomínios e Canil Ceará Terra da Luz.

Nas provas deste domingo, os cães são avaliados em conformação e temperamento, segundo explica Alex Júlio. “Do Campeonato Brasileiro, só podem concorrer cães nascidos no Brasil”, diz ele.

Mais Informações: Sociedade Cearense de Criadores de Cães Pastores Alemães (SCCCPA), presidente Alex Júlio – (85) 9 9617.7766/ 9 8916.4161 – Parque Adahil Barreto – Rua Major Virgílio Borba, nº 50, Bairro Cocó, Fortaleza (CE).