Busca

Categoria: Eu e meu pet


20:14 · 22.07.2017 / atualizado às 20:15 · 22.07.2017 por
A sede própria do Dog Society Club Resort situa-se no Eusébio / FOTOS: Giselle Sucupira

Um novo conceito sobre Day Care e Hotelaria de Cães desponta na Região Metropolitana de Fortaleza. Trata-se do Dog Society Club Resort, que após quatro anos de funcionamento, inaugura sua sede própria no Município do Eusébio, tendo à frente a empresária Giselle Sucupira Mesquita, psicóloga, enfermeira e cinófila, criadora das raças Australian Shepherd, Golden Retriever e Corgi Pembroke.

Conforto e bem-estar marcam as novas instalações

“Para além dos serviços de Day Care e Hotelaria de Cães, estamos lançando um grande centro de comportamento e bem-estar de cães”, destaca Giselle Sucupira. A partir desta semana, o Dog Society já abre ao público. “Nossas instalações foram pensadas para que o cão tenha o maior conforto e espaço adequado para explorar em grupo, não só a atividade física, mas também mental. Aqui o cão poderá vivenciar diversas atividades e expressar sua natureza de forma positiva”, explica a empresária.

Áreas de lazer para o bem-estar físico e emocional dos cães

Giselle justifica a decisão de inaugurar este novo conceito de hotelaria, observando a explosão do fenômeno pet, pelo qual as famílias têm mais cães do que crianças nos domicílios. E isto em paralelo à vida agitada das grandes cidades, onde os cães passam muito tempo sozinhos em casa, enquanto suas famílias humanas estão fora trabalhando ou estudando. “É comum estes animais sofrerem de tédio e ansiedade, alterando o seu comportamento”, aponta ela.

Considerando este contexto, o Dog Society Club Resort oferece, além do Day Care e Pet Hotel:

  •  Escola de Filhotes para facilitar a socialização com adestramento básico
  • Aula de natação
  • Sessões de Reiki para o cão e seu tutor
  • Treinamento de Faro Recreativo
  • Espaço para a Festa de Aniversário do cão
  • Terapia Assistida por Animais
  •  Atendimento Psicológico ao Cão Enlutado e ao Tutor Enlutado, dentre outros serviços

O DS Club Resort está situado em uma área de 1.500 m², associado a outros 1.500 m² que integram o Canil Forest Spirit, de propriedade de Giselle Sucupira, dedicado à criação das raças Australian Shepherd, Golden Retriever e Corgi Pembroke. “Nossos cães são preparados, para além da função de apenas companhia, atuarem como auxilares da Terapia Assistida por Animais, TAA, do Apoio Emocional e para Faro Recreativo. São 3.000 m² voltados para o bem-estar físico e emocional dos cães”, afirma a empresária.

Cães Golden Retriever e Australian Sheperd, da criação de Giselle Sucupira

Neste domingo, 23, o Dog Society estará recebendo a visita da médica veterinária Juliana Lima Verde e mais um grupo de cinófilos, interessados em conhecer esta nova modalidade de atenção aos cães.

MAIS INFORMAÇÕES: Dog Society Club Resort, Rua Luis Pio Campina, 200, Eusébio(85) 9 96039318 (WhatsApp).

11:13 · 21.07.2017 / atualizado às 11:13 · 21.07.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel,  Henrique Silva e Priscila Furlan se revezam na participação, tirando dúvidas sobre o comportamento de cães.

Tira-dúvida #14: Chihuahua pegador de sandálias! O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta de criadores de Chihuahua. “Criadores do Grupo Chihuahuas Fortaleza CE, tais como Romário Carvalho e Angélica Miranda, comentam que seus cãezinhos têm mania de pegar os chinelos deles. Se descuidar, as sandálias somem e quando eles vão procurar, o calçado está no cantinho dos cães. Por que isso acontece? Por que os cães gostam de pegar objetos dos donos? O que fazer para modificar este comportamento?

Dr. Disciplina, Henrique Silva: “Olá, Romário e Angélica! Vamos lá entender este problema. O Chihuahua é uma raça excelente de se criar. Muito amiga, muito amável e também uma raça bem esperta. Vamos lá entender porque os cãezinhos estão levando os chinelos para o cantinho deles. Um aspecto básico a entender: eles fazem isso para chamar atenção. Os chinelos têm o cheiro de seus donos, daí sabem que este objeto, de uso pessoal deles, vai chamar atenção dos “papais”. Isto também vale para todos os outros objetos que têm o cheiro da pessoa, tais como roupas, bolsas, livros, móveis. Então a primeira coisa a fazer para evitar este comportamento é enriquecer o ambiente com brinquedos apropriados, tipo os brinquedos inteligentes da Kong, que você pode colocar petiscos dentro e o cão vai passar um bom tempo naquela brincadeira tentando tirar o alimento. Quando mais enriquecido o ambiente estiver, mais os cães vão se concentrar em seus próprios brinquedos e ignorar os objetos da casa. Outra coisa importante são as relações de liderança na casa. As pessoas têm que se colocar mais como líderes de seus cães. E para isso é necessário, durante o aprendizado, os cães ficarem mais em seus locais, evitando aquela relação muito “grudada”, que geralmente se tem com as raças de pequeno porte. Isto causa muita ansiedade no cão quando ele fica longe do dono, daí eles compensam a separação pegando as coisas de seus “papais” e “mamães”. Reduzir mais os “mimos”, quando o cão fica colado demais no dono ao ponto de o cão se sentir o líder. É o cão dono do ser humano, quando deve ser o contrário. O ser humano é quem deve liderar a relação. Não é só porque é um pequeno Chihuahua, que ele não deve se colocar em seu lugar, ou seja, o lugar do cão. Ele não é um ser humano, uma criança. Ele deve aprender a se comportar como um cão, brincando com outros cães, com brinquedos de animais. Ele tem que passear, pisar no chão, ver outros ambientes, outros animais, sentir cheiros diferentes. Isso é importantíssimo para ter um cão equilibrado. Tudo isso vai fazer com que ele pare de querer se apropriar dos objetos de sua família humana. Outra coisa a fazer para evitar de vez a atração pelos objetos do dono, é utilizar alguns produtos com cheiros fortes, como cânfora, ou outras fórmulas da linha pet. Daí coloca nos chinelos e o cão vai evitar imediatamente. E ainda, adotar um comportamento de líder: toda vez que ver o cão indo pra pegar os chinelos, dar uma bronca nele, alguma forma de punição, leve mesmo, mas que ele entenda que está sendo chamado a atenção. E quando o cão corresponder com o bom comportamento, ou seja, ver as sandálias sem pegar, recompensá-lo com um petisco, um carinho. Isto sinalizará para o cão que este é o comportamento correto. E para um trabalho mais eficiente, os interessados podem recorrer às orientações de um especialista em comportamento canino, que vai melhor avaliar e identificar as causas, a raiz do problema. Com isso, modificará de vez aquelas atitudes indesejadas. Boa sorte a todos!”.

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog;  e também Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog nos comentários ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.

 

12:21 · 18.07.2017 / atualizado às 12:21 · 18.07.2017 por
No 1º Encontro de Chihuahuas de Fortaleza, na Mundo Pet, mais de 70 cães participaram da programação

Após o sucesso do 1º Encontro, o Grupo Chihuahuas Fortaleza CE promoverá seu 2º Encontro, no próximo dia 30 de julho, 15h, na Animale RioMar Papicu. E a programação está pra lá de arretada, pois segue no clima das Festas Julinas. Haverá eleição do Rei e da Rainha do Milho, para o cãozinho e seu tutor que doar a maior quantidade de ração para os animais protegidos pelas ONGs GPA, de cães, e Deixa Viver, de gatos.

A segunda edição do Encontro será na Animale RioMar

A entrada é gratuita, mas todos os participantes são convidados a doar 1kg ou mais de ração para os animais carentes protegidos pelas ONGs parceiras. Além de concorrer ao título de Rei e Rainha do Milho, quem doar mais ração também ganhará mais tíquetes para concorrer ao sorteio de brindes das empresas apoiadoras do Encontro: Animale, NexGard, Royal Canin, Cãopcake, Animal Line, Barraca Arpão, Edukdog Adestramento, e os canis especializados em Chihuahua Carvalho Brasil, Bennetag’s Kennel e Nature’s House.

Na programação haverá um bate-papo com o especialista em tosas, Nilsinho Oliveira. Ele vai dar dicas sobre hidratação e remoção de subpelos em cães. Também haverá um grande show dog com o Chihuahua adestrado “Jupi” e sua “mamãe” Samira Gomes. E adestradores da Edukdog estarão presentes trirando dúvidas sobre comportamento canino.

Haverá show dog com o Chihuahua “Jupi”

O supervisor da loja Animale, Tynoco Almeida, destaca o porque da empresa patrocinar o 2º Encontro de Chihuahua: “Sentimos que o público fã desta raça está crescendo muito em Fortaleza. Portanto é um público que a Animale espera cada vez mais criar um elo de parceria. Além disso, temos muitos clientes que também estão na expectativa e fazem parte da Família Animale. Esperamos realmente fortalecer o laço com o Chihuahuas Fortaleza CE, unindo todos em um divertido encontro”, afirma. A Animale já realizou outyros encontros de raças, a exemplo do Shihtzu, Pug, Maltês e SRDs também.

O especialista em tosa, Nilsinho Oliveira participará de um bate-bato sobre hidratação de pelagem

MAIS INFORMAÇÕES: 2º Encontro de Chihuahuas de Fortaleza/ Promoção – Chihuahuas Fortaleza CE / Patrocínio e local – Animale RioMar/ Dia – domingo, 30 de julho/ Hora – 15h/ Entrada – 1kg (ou mais) de ração para cão ou gato

18:53 · 14.07.2017 / atualizado às 18:53 · 14.07.2017 por
Raça Maine Coon, o gato gigante

As principais raças de gatos podem ser conhecidas neste sábado, 15, de 15h às 19h, no Shopping Del Paseo. A Royal Canin, em parceria com a Baby Dog, promovem a Mostra de Gatos com lindos exemplares das raças Persa, Abissínio, Peterbald e Maine Coon.

Raça Peterbald, o gato sem pelo

Elizabeth Gonçalves, da Royal Canin, explica que o objetivo da Mostra é apresentar ao público as principais características físicas e de comportamento de cada raça felina. “A Royal Canin e a Baby Dog também realizam no evento distribuição de brindes, entre outras ações promocionais”, destaca ela.

A Royal Canin atua no mercado estadual por meio da Pet Distribuidor, que tem como diretor-presidente Sérgio Henrique Gurgel Leite. É meta da empresa levar a Mostra de Gatos para outros shoppings e pet shops locais, apresentando também mais raças de felinos domésticos.

Gato Persa, uma das raças mais conhecidas no País

MAIS INFORMAÇÕES: Mostra de Gatos, sábado, 15, de 15 às 19h, Shopping Del Paseo. Entrada franca.

 

15:48 · 07.07.2017 / atualizado às 16:05 · 07.07.2017 por
O Espaço Pet traz produtos, serviços e feira de adoção com ONGs de proteção animal como a Abrace e o Abrigo São Lázaro. FOTOS: Camila Alencar

O Segmento Pet é atração no XXI Seminário Nordestino de Pecuária (PecNordeste), que acontece até sábado, 8, no Centro de Eventos do Ceará. Além de marcas do segmento entre os stands, também há o Espaço Pet. Destaque para os participantes Matsuda, Memorial PetMundo Pet Fortaleza e NPet. As ONGs Abrace, Abrigo São Lázaro, Deixa Viver e Adote um Amor participam do evento com cães e gatos para adoção.

Supervisor da Matsuda, Gil Ponte (à direita), apresenta a linha pet da marca para cães, gatos e peixes

O supervisor da Matsuda para Estados do Nordeste, Gil Ponte, diz que a empresa incrementa sua fábrica de rações no município de São Gonçalo do Amarante (CE) e, por isso, mostra-se otimista ao participar de eventos como a PecNordeste. A marca apresenta a sua linha pet, com as marcas M-Line, Vitta Max, Thor e Nhac. Também traz os produtos Vita, para peixes; e o sal mineral para animais de produção.

O diretor nacional da Matsuda, Francisco Olbrich, acompanha a programação. “Queremos mostrar ao mercado que no Ceará temos a nossa fábrica, com capacidade para produzir 30 mil toneladas por ano de ração para cães, gatos e peixes”, destaca. A unidade gera 70 empregos diretos e 100 indiretos. Tem a Hype e a Terra da Luz como distribuidoras.

Memorial Pet é pioneiro no Norte e Nordeste com crematório para animais de estimação

O Memorial Pet também está com stand no evento. Trata-se de serviço pioneiro no Norte e Nordeste, que oferece velóriocrematório para o animal de estimação. Segue uma tendência mundial, onde as famílias tratam seus pets como entes queridos, até na hora da morte. O Memorial também disponibiliza urnas funerárias para as cinzas após cremação, que são verdadeiros objetos de decoração, no formato das variadas raças caninas e felinas; e transmissão on line do velório para os familiares que não podem estar presentes.

E participando do Espaço Pet da PecNordeste, a Mundo Pet promove o concurso “Cara de um, focinho de outro”, hoje, 7, a partir das 18h30. O empresário Luís Andre Bastos, da Mundo Pet, anuncia pelas redes sociais: “O cão que mais parecer com seu dono ganhará um mês de tratamento de beleza gratuito”. Para participar, basta se inscrever através do contato falecomoadote@outlook.com, informando o nome do dono, contato, nome do cãozinho e raça, se tiver. A inscrição será concretizada com a doação de 1kg de alimento durante o concurso.

A presidente da Abrace, Cristiane Angélica, diz que é importante participar da PecNordeste, não somente para viabilizar a adoção dos animais resgatados e protegidos pela ONG, mas, principalmente para conscientizar as pessoas sobre a situação dos “vira-latas”. “Vira-latas são animais de raça ou sem raça que foram abandonados nas ruas e ficam virando latas em busca de comida. Mostramos que abandonar é crime e que todos os animais merecem um lar, respeito e carinho, sejam os Sem Raça Definida, os SRDs, sejam os de raça”.

MAIS INFORMAÇÕES: PecNordeste, dias 6,7 e 8, Centro de Eventos do Ceará. Entrada franca.

13:08 · 07.07.2017 / atualizado às 14:16 · 07.07.2017 por

Neste sábado, 8, tem Evento de Adoção de Animais na 100% Pet Fortaleza – Dionísio Torres, a partir das 9h.  O empresário local da franquia, Marcelo Arrais Maia, destaca que uma das missões da empresa é fortalecer o movimento voluntário de proteção de animais carentes, por meio das campanhas de adoção, e conscientizar as pessoas para a criação responsável de pets.

“Para nós da 100% Pet é muito gratificante quando recebemos na loja as famílias com seus animais adotados, todos felizes, independentemente de raça. É muito bom ver isto”, afirma Marcelo Arrais. “E sempre é bom lembrar: quem não puder adotar, pode ajudar doando um pouco de ração para os animais protegidos pelas ONGs parceiras”.

A parceria é com a Abrace, uma Causa Animal, que tem como presidente a professora Cristiane Angélica, e mais uma turma boa de voluntários como Margareth Martins, Adriana Degani, Eulina Gondim e Leila Sousa entre outros protetores, verdadeiros heróis da causa animal. A ONG Deixa Viver, presidida pela protetora Gabriela Moreira,  também participa do evento. As ONGs levarão cães e gatos, vacinados e vermifugados.

MAIS INFORMAÇÕES: Evento de Adoção de Cães e Gatos, neste sábado, a partir das 9h, na 100% Pet Fortaleza, Av. Antônio Sales, 2.926, Dionísio Torres, (85) 3264.4924/ 98728.0145.

18:28 · 02.07.2017 / atualizado às 18:31 · 02.07.2017 por
Vacinação aconteceu em bairros e abrigos de cães na Capital

Termina nesta segunda-feira, 3, a terceira fase da vacinação contra a Leishmaniose (Calazar) em cães na Capital cearense. O trabalho foi iniciado em maio, pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Célula de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e executado pela Unidade de Vigilância de Zoonoses (antigo CCZ). Resulta de uma parceria com o Laboratório Ceva Hertape, fabricante da vacina Leish-tec.

Protetoras Laura Farias, Rosane Dantas, e veterinária Rosania Ramalho no Abrigo São Lázaro

As cidades de Fortaleza e Brasília foram selecionadas para implantação do projeto piloto de vacinação contra a Leishmaniose, autorizado pelo Ministério da Saúde e Ministério da Agricultura. A parceria da Prefeitura de Fortaleza com o laboratório Ceva está possibilitando a imunização de mais de 4.000 cães nas áreas escolhidas para a pesquisa: Os bairros Boa Vista e Cajazeiras e abrigos de proteção animal como o São Lázaro, Abrace, Arca de Noé, Turma do Manda-Chuva, Vipa, Gapa, entre outros.  As doses foram doadas pelo laboratório para o desenvolvimento da pesquisa sobre doença, através da imunização dos animais e o controle do mosquito transmissor.

De acordo com a coordenadora da Unidade de Vigilância de Zoonoses, médica veterinária Rosania Ramalho, a imunização acontece por meio de três doses em cada animal, com intervalos de 21 dias entre elas. “Estão sendo vacinados 2.586 cães nos bairros selecionados e 1.617 nos abrigos”, afirma ela.

Nos abrigos, o trabalho contou com o apoio dos estudantes de Medicina Veterinária da Uece. Protetores de animais também auxiliaram no manejo dos cães.

A escolha de Fortaleza acontece devido às políticas públicas adotadas pela Célula de Vigilância Ambiental da SMS, com atividades de prevenção, controle e educação desenvolvida nas áreas escolhidas.

Projeto piloto foi executado pela Unidade de Vigilância de Zoonoses do Município

A Leishmaniose é causada por um protozoário da espécie transmitido na picada de fêmeas do Lutzomyia longipalpis, conhecido como mosquito-palha. Os cães são as principais fontes de infecção para o vetor. Ele se reproduz em materiais orgânicos e úmidos. O teste para confirmação acontece gratuitamente através dos boxes de zoonoses.

MAIS INFORMAÇÕES: Unidade de Vigilância de Zoonoses, Rua Betel, 2980 – Maraponga, Fortaleza (CE)
Telefone: (85) 3131-7849.

12:16 · 01.07.2017 / atualizado às 12:16 · 01.07.2017 por

Acompanhando uma tendência mundial, a Vibebox, site de capinhas e carregadores portáteis personalizados, lançou recentemente uma coleção de Pets que está fazendo maior sucesso. São capinhas para celular ou um carregador portátil com o nome e a raça do bichinho de estimação. O Ítalo Matos, da Vibebox, informa que são modelos com mais de 40 raças diferentes, entre elas: Shih tzu, Poodle, Maltês, Yorkshire, Pinscher, Chihuahua, Bulldogue Inglês, Fila Brasileiro, entre outras.

Em pouco mais de 4 meses de lançamento do site, suas redes sociais já possuem mais de 30 mil seguidores em todo Brasil, tanto no Facebook como no Instagram. A comodidade do novo serviço é poder encomendar as capinhas sem sair de casa. “A Vibebox entrega para todo o Brasil e a compra pode ser realizada por meio do site”, afirma Ítalo Matos.

MAIS INFORMAÇÕES: Vibebox Twitter: https://twitter.com/vibeboxstore -Facebook: http://facebook.com/vibeboxstore
Instagram: http://instagram.com/vibeboxstore
Site: http://vibebox.com.br
Pinterest: https://br.pinterest.com/vibebox/

20:23 · 30.06.2017 / atualizado às 20:23 · 30.06.2017 por
Na programação terá quadrilha, pescaria e desfile pet

Se seu pet ainda não curtiu nenhuma quadrilha junina, a hora é esta! Neste sábado, 1º/07, ele pode participar da Festa Julina promovida pela 100% Pet Fortaleza, com apoio da Royal Canin e em prol dos animais da ONG Abrace. Será a partir das 16 horas. O empresário Marcelo Arrais Maia, da 100% Pet, avisa que a programação está super divertida.

“Será um super arraial com muitos quitutes típicos, pescaria, sorteios de brindes e muito mais”, avisa ele. Quem levar o cão com roupa junina poderá participar do desfile e concorrer a prêmios.

E a Festa Julina terá na programação o 100% Evento de Adoção. A presidente da Abrace, Cristiane Angélica, informa que serão levados filhotes de cães e também gatinhos. A entidade estará recebendo doação de ração para os demais animais resgatados pela ONG.

MAIS INFORMAÇÕES: Festa Julina na 100% Pet Fortaleza. Sábado, 1º de julho, 16h, Haverá Evento de Adoção de cães e gatos. Av. Antônio Sales, 2.926, Dionísio Torres. (85) 3264.4924/ 98728.0145

 

 

11:01 · 19.06.2017 / atualizado às 11:09 · 19.06.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel e  Henrique Silva, a cada quinzena, se revezam tirando dúvidas sobre o comportamento de cães. E a partir desta semana, contaremos também com a participação da Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza.

Tira-dúvida #13: Cadelinha adotada é agressiva! O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta da Ana Luísa Costa. “Minha cadelinha fica olhando fixamente para meu rosto. Assusta! E ela pula para morder minha boca se eu falo. Ela foi colocada na minha porta, não imagino qual sua idade. Mas é novinha. O que fazer?”

Dr. Disciplina, Priscila Furlan: “Olá, Ana Luísa. Como vai? Lindo seu ato de acolher e dar o amor que eles tanto precisam. Os comportamentos dos animais que, de alguma forma, são recompensados, tendem a se repetir, tanto os bons quanto os ruins. Por isso, é necessário perceber se os pets não estão sendo beneficiados pelos comportamentos que não queremos. No seu caso, quando sua cadelinha está te olhando fixamente, só de olhar de volta você está recompensando-a, pois, assim a peluda consegue a interação que deseja e, mais que isso, tem esse ato como uma disputa. Ao retirar o olhar, você faz com que ela se sinta vitoriosa, recompensada. O importante é evitar que ela fixe o olhar em você. A melhor maneira é distraindo-a com alguma coisa que ela goste muito. Por exemplo, brincar com seu brinquedo favorito, jogar bolinha, oferecer algo propício para que ela possa roer. Outra maneira eficaz é ignorá-la. No momento em que ela começar a te encarar, você deve se levantar e se afastar. Assim, você mostra e recompensa os comportamentos que você quer que ela apresente e ignora os indesejáveis. Isso fará com que os comportamentos indesejáveis diminuam e acabem se extinguindo, passando a interagir de uma maneira sadia e divertida. Em relação aos pulos, a dica é frustrar esse comportamento no ato em que ela o fizer. Pode-se utilizar uma coleira e/ou peitoral com guia para te ajudar. Dedique um tempo para fazer esse treino, simule exatamente a situação em que ela pula e esteja atenta ao movimento. Quando ela insinuar que vai pular, você frustra essa ação, não permitindo que ela a faça. Utilize também a palavra “Não” no mesmo instante que você impedir o pulo. Repita esse exercício algumas vezes e quando ela passar a não pular, recompense-a com muito carinho, elogios e uma coisa gostosa, como petiscos ou biscoitos próprios para cães. Lembre-se, recompensar o comportamento que queremos que o animal apresente vale muito mais a pena do que só repreendê-los pelos comportamentos incorretos. Dessa forma, você e sua cachorrinha vão construir uma relação muito mais prazerosa”.

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog;  e também Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Priscila Furlan é adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog nos comentários ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.