Categoria: Saúde Animal


10:08 · 12.11.2018 / atualizado às 12:16 · 14.11.2018 por

Você conhece a Síndrome de Eisenmenger, uma doença rara em felinos? Com dificuldades para diagnóstico, a enfermidade é o tema da seção Dr. Vet, desta segunda-feira (12), com a médica veterinária Paula Priscila Correia.

É muito importante que os tutores fiquem atentos a mudanças de comportamento, dificuldade respiratória e  distúrbios de crescimento para evitar a instalação da síndrome.

“Caso o defeito congênito não seja tratado cirurgicamente ou não haja nenhum tratado medicamentoso adequado, a hipertensão pulmonar tornar-se-á grave”, relata a médica.

Dra. Paula Priscila Correia é medica veterinária, autora de estudo inédito sobre doença rara em felinos no Brasil

Dra. Paula Priscila Correia: tratamento e sintomas 

“As doenças cardíacas em cães e gatos têm se tornado mais frequentes. Isto se deve a maior longevidade desses animais que está intrinsecamente ligada ao avanço que tem ocorrido na Medicina Veterinária em âmbito mundial.

Especificamente na espécie felina, as doenças cardíacas congênitas são menos comumente encontradas do que as doenças cardíacas adquiridas (Bolton,1977). Elas representam de 5 a 15% de doenças cardíacas nesta espécie (MacDonald,2006). Um estudo sobre a prevalência de doenças cardíacas congênitas em gatos relatou que em 47 de 2.935 gatinhos de 2 a 6 meses de idade , ou seja, 1,6%, foram encontrados defeitos congênitos (Schrope, 2015).

Alguns defeitos congênitos, tais como falhas no fechamento completo do septo atrial e ou ventricular e persistência do canal arterial podem levar a um aumento excessivo do fluxo sanguíneo pulmonar, levando a hipertensão pulmonar. Caso o defeito congênito não seja tratado cirurgicamente ou não haja nenhum tratado medicamentoso adequado, a hipertensão pulmonar tornar-se-á grave, ocasionando hipoxemia, cianose, fraqueza, distúrbios no crescimento, apatia, dificuldades respiratórias, hemoptise, dentre outros. Esse cenário clínico é denominado Síndrome de Eisenmenger (Scansen,2015).

Em 1897, Viktor Eisenmenger descreveu um exemplo típico da síndrome que mais tarde levaria o seu nome, com um detalhado relato anatômico e clínico de um homem com cianose e um defeito do septo ventricular (MacDonald,2006).

Em 2018, foi publicado o primeiro relato desta síndrome em felinos no Brasil por mim e colaboradores, na Revista Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. O caso se tratava de uma gatinha de 6 meses que apresentava caquexia, temperatura baixa, pele e mucosas de cor azulada, apatia e grande dificuldade respiratória. Infelizmente, a paciente veio a óbito no tratamento emergencial , portanto, o diagnóstico foi confirmado somente após a necropsia.

O principal método diagnóstico é a ecodopplercardiografia (avaliação do defeito cardíaco e da hipertensão pulmonar) associada a outros exames auxiliares, tais como radiografia torácica. O tratamento deve ser efetuado antes que a Síndrome de Eisenmenger se instale, através de correção cirúrgica e ou terapia medicamentosa adequada. No entanto, nem sempre o diagnóstico é realizado em tempo hábil. Portanto, é muito importante que os tutores fiquem atentos a mudanças de comportamento, a dificuldade respiratória e a distúrbios de crescimento de seus pets, para que seja realizado um diagnóstico de tratamentos precoces a fim de evitar a instalação da síndrome. Em caso de dúvidas, contacte o médico veterinário que acompanha o seu pet”.

MAIS INFORMAÇÕES: Dra. Paula Priscila Correia (85) 996569812 (WhatsApp). Médica Veterinária – Cardiologia Veterinária, Mestre em Ciências Fisiológicas (UECE) e Doutoranda em Farmacologia (UFC – Laboratório de Farmacologia de Venenos, Toxinas e Lectinas- LAFAVET) – (85) 98863.8316

10:45 · 02.10.2018 / atualizado às 06:39 · 04.10.2018 por
Toinha Rocha, Rosânia Ramalho e equipe da Coepa lideram a organização do evento, com programação elaborada de forma coletiva com a sociedade civil organizada

O maior evento público de Fortaleza em prol da proteção e do bem-estar animal tem início nesta quinta-feira, 4. É a  I Virada Animal, uma promoção da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), que integra a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos do Município (SCSP). A abertura do evento, antes marcada para a Praça do Ferreira, foi transferida para a Praça José Bonifácio (esquina das Ruas Antônio Pompeu e Assunção, Centro) nesta quinta-feira, 4, 8h, quando o prefeito Roberto Cláudio estará fazendo o Marco Zero da chipagem de animais. O VetMóvel também foi transferido para esta praça, onde ficará até sexta, 5.

No sábado, 6, durante o evento de adoção do Shopping Benfica, como parte da Virada, todos os animais que forem adotados receberão chip de identificação e Registro Animal (R.A.).

A  Virada Animal está instituída por lei municipal e sempre ocorrerá no período de 4 a 10 de outubro, na Capital cearense, conforme já destacou a titular da Coepa, Toinha Rocha, nas reuniões preparatórias para a promoção, que contou com a participação de ONGs, protetores independentes, médicos veterinários, professores, jornalistas, empresas do setor pet, consultores, artistas, entre outros.

A Virada está sendo um marco na parceria entre o poder público e a sociedade civil organizada. Na ampla programação, está previsto um grande evento de adoção, com cerca de 100 cães e gatos, a se realizar no sábado, dia 6, de 16 às 20h no Shopping Benfica, com a participação de 10 ONGs e grupos de protetores independentes – Abrace, Upac, GPA, Amor Maior, PAS e protetores independentes Silvânia, Liduína Lima, Maria dos Reis, Bárbara, Rejane e Cecília.

O inédito desta parte da programação, segundo destaca a presidente da Abrace, professora Cristiane Angélica, uma das ativas organizadoras do evento, é que, pela primeira vez no Estado, será feito o Registro Animal (RA) com chipagem de identificação dos cães e gatos adotados na ocasião.

Professora Cristiane Angélica e voluntários da Abrace lideraram a organização do grande evento de adoção

“A Abrace apoia a Virada Animal porque compreendemos que a única forma de conseguir vencer o abandono e os maus-tratos contra os animais é conscientizando a população da importância de respeitar os animais como seres sencientes, ou seja, têm capacidade de ter sensações e sentimentos de forma consciente, assim como nós seres humanos. Então a Virada é muito importante porque, além de trazer a novidade do Registro Animal e chipagem, está unindo ONGs e protetores independentes por um só objetivo. Então a Abrace, com muito carinho, organizou este evento de adoção, este grupo, com a expectativa de que seja um marco. Que daqui para a frente as pessoas compreendam que aqui em Fortaleza a proteção anda junta, de mãos dadas com o poder público, em prol dos animais”, afirma a professora Cristiane Angélica.

Outra grande novidade da programação serão as Rodas de Conversa, que acontecem todos os dias, de 16 às 17h durante o evento. Nos dias 4 e 5, a Virada é na Praça do Ferreira, e nos dias 8, 9 e 10, segue na Av. Beira-Mar. Em cada dia, um tema na Roda de Conversa: quinta-feira, 4, Saúde Animal; sexta-feira, 5, Educação Ambiental e Bem-Estar Animal; segunda-feira, 8, Adoção e Guarda Responsável; terça-feira, 9, Direitos e Políticas Públicas em favor dos animais; e no encerramento, dia 10, será apresentada a “Carta de Amor aos Animais de Fortaleza”, com as contribuições das ideias dialogadas nas Rodas de Conversa.

A Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, estará durante a programação, com distribuição de exemplares. A Editora da Revista e deste Blog Bem-Estar Pet, jornalista Valéria Feitosa (também integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Ambiental Dialógica – GEAD, da Faced-UFC) participou da elaboração coletiva da programação, especialmente das Rodas de Conversa. Na sexta-feira, 5, estará mediando a conversa sobre Educação Ambiental e Bem-Estar Animal.

Toda a equipe da Coepa, sua titular Toinha Rocha, as veterinárias Rosânia Ramalho e Thaís Câmara, Alberto Thiers, os veterinários do Vetmóvel, o clínico Ricardo Ribeiro Garcia, o anestesista Thiago Antônio Rodrigues, os cirurgiões Júlio César dos Reis e Marina Frazatti Galilina, e os auxiliares administrativos Juglio César Barros, Clarice Vasconcelos e Sérgio Duarte, estão à frente deste grande evento. O VetMóvel é uma das principais atrações da Virada Animal, com a realização de consultas, exames, castrações e vacinação durante toda a programação. A Coepa recebe total apoio do titular da SCSP, secretário João Pupo.

Rosânia Ramalho informa que, como parte da mobilização desta I Virada, os veterinários Dr. Portela, Karine Leite e Míriam Marinho doaram, cada um, 12 cirurgias de castrações (totalizando 36 procedimentos) para os animais que forem adotados durante a programação.

Outra atração imperdível é o especialista em comportamento animal, Jackson Maciel. Ele vai apresentar o show de adestramento, dando dicas importantes sobre como o ser humano pode ter uma convivência harmônica com o cão. Explicar com detalhes sobre como o tutor pode ser o líder de seu animal, de forma que este seja obediente, tranquilo e feliz, por meio do Sistema Integrado de Treinamento Canino (S.I.T.), criado por ele. Também no show de adestramento, outro grande profissional, Gerfyson Dantas, da Cão Elegante.

Jackson Maciel, criador do S.I.T., está à frente do Show de Adestramento

Na quarta-feira, dia 3, a partir das 17h, o Centro Acadêmico Patativa do Assaré, do Curso de Letras da Universidade Federal do Ceará, estará promovendo uma Roda de Conversa sobre Educação Ambiental e Bem-Estar Animal no Centro de Humanidades I (Bosque da Letras), como uma prévia da Virada Animal. A Revista Bem-Estar Animal estará presente.

Confira a programação completa e gratuita da Virada Animal. Dias 4 e 5 na Praça do Ferreira e dias 8, 9 e 10 na Av. Beira-Mar.

VIRADA ANIMAL – PROGRAMAÇÃO COMPLETA

QUINTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO – 8h: ABERTURA OFICIAL NA PRAÇA JOSÉ BONIFÁCIO

8 às 17h: CONSULTAS E CASTRAÇÕES
8 às 15h: VACINAS E EXAMES
8 às 18h: DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA
9h: MAQUETE DE BEM-ESTAR ANIMAL
9h: APRESENTAÇÃO LÚDICA COM MARMOTA NEWS
9h: SHOW DE ADESTRAMENTO
9h: MARCO ZERO DA CHIPAGEM DOS ANIMAIS COM O PREFEITO ROBERTO CLÁUDIO
9h: CLICK PET – FOTOGRAFIA E ARTE COM SEU PET COM O FOTÓGRAFO ODIJAS FROTA
9 às 18h: DISTRIBUIÇÃO DE AMOSTRA GRÁTIS DE RAÇÃO COM ZVIEIRA DISTRIBUIDORA

NA PRAÇA DO FERREIRA
16h: RODA DE CONVERSA TEMA “SAÚDE ANIMAL”
17h: SHOW DE ADESTRAMENTO
17 às 20h: FESTIVAL DE COMIDAS VEGANA
18h: SHOWS COM A BANDA THE TEACHERS

O VetMóvel é uma das principais atrações da Virada Animal

SEXTA-FEIRA, 5 DE OUTUBRO

PRAÇA JOSÉ BONIFÁCIO

8 às 17h: CONSULTAS E CASTRAÇÕES
8 às 15h: VACINAS E EXAMES
8 às 18 horas DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA

PRAÇA DO FERREIRA

8 às 18 horas DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA

9 às 17h: DISTRIBUIÇÃO DE AMOSTRA GRÁTIS DE RAÇÃO COM ZVIEIRA DISTRIBUIDORA
16h: RODA DE CONVERSA COM O TEMA “EDUCAÇÃO AMBIENTAL E BEM-ESTAR ANIMAL”
17h: SHOW DE ADESTRAMENTO

SÁBADO, do, 6 DE OUTUBRO – PRAÇA DO FERREIRA

9 às 14h: BAZAR COM AS ONGS NA PRAÇA DO FERREIRA
16h: SHOW DE ADESTRAMENTO NA PRAÇA DO FERREIRA

NO SHOPPING BENFICA
De 16 às 20h: EVENTO DE ADOÇÃO DE CÃES E GATOS
16 às 20h: VACINAÇÃO E EXAMES

Foto do fotógrafo Odijas Frota, que estará presente na Virada Animal registrando imagens da programação

SEGUNDA-FEIRA, 8 DE OUTUBRO – AV. BEIRA-MAR

8 às 17h: CONSULTAS E CASTRAÇÕES
8 às 15h: VACINAS E EXAMES
8 às 18h: DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA
8 às 18h: MAQUETE DE BEM-ESTAR ANIMAL
9 às 17h: DISTRIBUIÇÃO DE AMOSTRA GRÁTIS DE RAÇÃO COM ZVIEIRA DISTRIBUIDORA
16h: CLICK PET – FOTOGRAFIA E ARTE COM SEU PET COM O FOTÓGRAFO ODIJAS FROTA
16h: RODA DE CONVERSA COM O TEMA “ADOÇÃO E GUARDA RESPONSÁVEL”
17H: SHOW DE ADESTRAMENTO

TERÇA-FEIRA, 9 DE OUTUBRO – AV. BEIRA-MAR

8 às 17h: CONSULTAS E CASTRAÇÕES
8 às 15h: VACINAS E EXAMES
8 às 18h: DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA
8 às 18h: MAQUETE DE BEM-ESTAR ANIMAL
9 às 17h: DISTRIBUIÇÃO DE AMOSTRA GRÁTIS DE RAÇÃO COM ZVIEIRA DISTRIBUIDORA
16h: CLICK PET – FOTOGRAFIA E ARTE COM SEU PET COM O FOTÓGRAFO ODIJAS FROTA
16h: RODA DE CONVERSA COM O TEMA “DIREITOS DOS ANIMAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS”
17h: SHOW DE ADESTRAMENTO

Gerfyson Dantas, da Cão Elegante, também estará no grande show de adestramento da Virada

QUARTA-FEIRA, 10 DE OUTUBRO – AV. BEIRA-MAR

8 às 17h: CONSULTAS E CASTRAÇÕES
8 às 15h: VACINAS E EXAMES
8 às 18h: DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO DA COEPA
8 às 18h: MAQUETE DE BEM-ESTAR ANIMAL
9 às 17h: DISTRIBUIÇÃO DE AMOSTRA GRÁTIS DE RAÇÃO COM ZVIEIRA DISTRIBUIDORA
16h: CLICK PET – FOTOGRAFIA E ARTE COM SEU PET COM O FOTÓGRAFO ODIJAS FROTA
16h: AVALIAÇÃO ODONTOLÓGICA GRATUITA COM A DRA. MIRIAN MARINHO
16h: RODA DE CONVERSA – SISTEMATIZAÇÃO DO DOCUMENTO FINAL DA VIRADA ANIMAL “CARTA DE AMOR AOS ANIMAIS DE FORTALEZA”.
17h: SHOW DE ADESTRAMENTO
17h: CÃOMINHADA DA VIRADA
18h: SHOWS COM A BANDA THE TEACHERS E APRESENTAÇÃO DA “CARTA DE AMOR AOS ANIMAIS DE FORTALEZA”

MAIS INFORMAÇÕES: Virada Animal, de 4 a 10 de outubro, Praça do Ferreira e Av. Beira-Mar. Aberto ao público. Coepa – (85) 3272.3356

12:35 · 08.09.2018 / atualizado às 12:35 · 08.09.2018 por
Dra. Rosania Ramalho está entre os homenageados na Câmara Municipal de Fortaleza (CMF)

Neste domingo, 9 de Setembro, comemora-se o Dia do Médico Veterinário! Este profissional que tanto faz bem aos nossos amados animais. Sem eles, o que seriam de nossos bichinhos? A atuação do “Dr. Veterinário” é ampla e vem crescendo cada vez mais, com a explosão do chamado “fenômeno pet” em todo o mundo, bem como com os avanços das novas áreas científicas, tais como o Bem-Estar Animal e a Antrozoologia.

Com as pesquisas científicas comprovando cada vez mais que os animais, especialmente os mamíferos, são seres sencientes, ou seja, têm capacidade de sentir sensações e sentimentos de forma consciente (dor, prazer, alegrias e tristezas), aumentam as nossas responsabilidades para com as espécies, muitas consideradas “anjos de quatro patas” por todos nós. E o que será dessa responsabilidade, se não tivermos os valorosos serviços dos médicos veterinários? Eles conhecem, como ninguém, os seus clientes, nossos amados bichinhos, sejam de grande ou pequeno porte, peludos ou com penas, quatro ou duas patas.

E para destacar esta data tão importante no calendário nacional, a Câmara Municipal de Fortaleza, por iniciativa do vereador Márcio Martins, realizará na terça-feira, 11, às 19h, Sessão Solene para homenagear alguns nomes da categoria veterinária. São eles: Rosania Ramalho, Marilac Alencar, Alexandre Rodrigues, Marcone Sampaio, Érica Lage, Maria Nilza Saraiva, José Carlos Cruz, Antônio Sérgio Pessoa, Karina Roberta da Silva, Marcondes Chaves e Flora Dutra.

Dr. Alexandre Rodrigues também ilustra a lista de homenageados pelo Dia do Médico Veterinário

Alguns destes homenageados são parceiros de nosso trabalho em favor do Bem-Estar Animal. Entre eles, a Dra. Rosania Ramalho. A homenagem é um reconhecimento nacional e internacional dos trabalhos que ela vem realizando na vida profissional, tanto na saúde pública como no bem-estar animal. Como reconhecimento internacional, ela foi indicada como profissional em destaque ao 2° Prêmio de Bem-Estar Animal pela World Veterinary Association (WVA), a maior Associação de Veterinários do mundo, representando mais de 500 mil veterinários através de 95 associações de membros veterinários em seis continentes.

“Sinto-me muito honrada pela indicação, principalmente pela parte profissional através do trabalho que exerci no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e agora na Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), como também pelo reconhecimento social e dos colegas de profissão. Quero muito agradecer não apenas à Câmara Municipal de Fortaleza, pela indicação de meu nome, mas também à minha família, amigos, Prefeito Roberto Cláudio, Dr. Nélio Moraes, Toinha Rocha e a todos que tornam possível que eu realize meu trabalho da melhor maneira possível”, afirma Dra. Rosania Ramalho.

No requerimento para a Sessão Solene, o vereador Márcio Martins trouxe esta bela poesia em homenagem ao médico veterinário, de autoria de Sandra Mamede! Confiram:

Dra. Marilac Alencar é mais um nome dos profissionais veterinários a receberem homenagem na Sessão Solene da CMF

Profissionais dedicados
Dos animais muito amigos
Conhecem a sua realidade
E também quando estão em perigo
Não tem galo ou papagaio
Periquito ou cachorro
Todos são seus pacientes
E tratados como gente
Como amor e afeição
Carinho e muita atenção.
Cuidando dos nossos “bichinhos”
Eles também cuidam de nós
Pois quando os vemos sadios
Ficamos felizes lambem
É uma profissão linda
E também abençoada
E a sua clientela
É um pouco complicada
Pois não sabem falar
Muito menos escrever
Mas nem por isso eles deixam
De se fazer compreender.
Parabéns veterinários
Pela sua profissão
Pelo seu dom divino
E a sua dedicação.

 

MAIS INFORMAÇÕES: Câmara Municipal de Fortaleza – (85) 3444.8300.

21:44 · 03.09.2018 / atualizado às 21:44 · 03.09.2018 por

Contagem regressiva para a Virada Animal, grande evento que acontecerá em Fortaleza, de 4 a 10 de outubro, com ampla programação em favor da proteção e do bem-estar animal. A primeira reunião com a titular da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), da Prefeitura de Fortaleza, Toinha Rocha, aconteceu nesta segunda-feira, 3, com a participação de ONGs, protetores independentes, grupos de raças, bem como com jornalistas e empresas apoiadoras do evento. Na pauta, as linhas gerais da programação, com propostas de diversas atividades, tais como evento de adoção de animais, Vetmóvel, palestras, rodas de conversa, bazar, feirinha, desfiles de animais, shows artístico-culturais, todos voltados para sensibilização, conscientização e adesão dos fortalezenses em favor dos cães, gatos e demais espécies.

A Virada Animal está prevista por lei municipal, de autoria do vereador Esio Feitosa, conforme destacou Toinha Rocha, na abertura da reunião, e que conta com amplo apoio da Prefeitura de Fortaleza. Secretarias Municipais de Saúde, Educação, AMC, entre outras instâncias do governo local, serão convidadas a compor o apoio ao evento, que deverá tornar-se um marco na mobilização pela proteção e o bem-estar animal na Capital cearense.

A abertura está prevista para a manhã do dia 4 de outubro, na Praça do Ferreira,  prosseguindo até à noite, com diversas atividades para mobilizar os diferentes segmentos sociais em favor dos animais, contra o abandono e os maus-tratos. Protetores independentes e ONGs estarão divulgando seus trabalhos, por meio de eventos de adoção e promoção de bazares, com renda revertida para as ações realizadas pelas entidades. Grupos de cães de raças, que realizam atividades beneficentes para pessoas e animais carentes, também estão na programação.

Na segunda semana da Virada, a ideia é levar as mesmas atividades para a Av. Beira-Mar, provavelmente na área correspondente ao anfiteatro. Outros locais também foram propostos para sediar a agenda de atividades, tais como o Shopping Benfica, para evento de adoção no dia 6 de outubro; e o Centro de Humanidades da UFC, para roda de conversa com os estudantes no dia anterior, 5 de outubro. A partir de agora, a Coepa deverá encaminhar ofícios, conforme explicou Toinha Rocha, para viabilizar as propostas.

A distribuidora das rações Percane e Trusty Dog/Cat, ZVieira, participou da reunião, anunciando promoções de vendas durante a Virada Animal, especialmente se a compra for para doação às ONGs. A Coepa já fechou parceria com a distribuidora, para preços especiais destinados às ONGs e protetores independentes cadastrados na Coordenadoria Municipal.

Durante as rodas de conversas sobre variados temas da causa animal, serão feitas relatorias para a elaboração de um documento final da Virada, que será denominado “Carta de Amor pelos Animais de Fortaleza”. O objetivo é sintetizar as ideias e propostas discutidas durante o evento, e encaminhá-las ao Prefeito Roberto Cláudio e demais representantes dos poderes públicos constituídos e da sociedade civil.

Desta primeira reunião participaram Toinha Rocha, coordenadora da Coepa; Cristiane Angélica, presidente da Abrace; Ana Tereza, vice-presidente da Abrace e também representante da ONG Novelo de Lã; Maria Estela Moreira de Sousa, do Abrigo da Estela; Gabriela Moreira, presidente da ONG Deixa Viver; Otávio Almeida, Laura Farias e Ítalo Ferreira, da ZVieira Distribuidora (Laura também representando o Grupo Golden Retriever Fortaleza); Felipe Ayres, do Grupo Labrador Retriever Ceará; Valéria Feitosa, editora da Revista Bem-Estar Animal, Blog Bem-Estar Pet (Diário do Nordeste), e também do Grupos de Estudos de Educação Ambiental Dialógica (Gead-UFC); Fernanda Leite, jornalista  e coordenadora da Data Center de Maracanaú; Clotilde Rocha e Vânia Gomes, da ONG RodoPet; Anderson Augusto, do Abrigo São Lázaro; Karine Rebouças, Projeto Bicho de Rua; Natália Santos e Meire Maria Verônica dos Santos, Turma do Manda Chuva; Rosane Távora e Adriana Brito, ONG Proteção Animal de Sapiranga (PAS).

MAIS INFORMAÇÕES: Virada Animal, de 4 a 10 de outubro, Praça do Ferreira. Aberto ao público. Coepa – (85) 3272.3356

20:07 · 20.08.2018 / atualizado às 20:07 · 20.08.2018 por
O VetMóvel é um marco nas políticas públicas de proteção e bem-estar animal na Capital cearense  / Fotos: Prefeitura de Fortaleza

Até a próxima sexta-feira, 24, o VetMóvel, da Prefeitura de Fortaleza, realizará os atendimentos no estacionamento da Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza (URBFor), situada na Rua Marechal Deodoro, 1501, Benfica. As consultas para cães e gatos oriundos de abrigos de animais, ONGs e tutores baixa renda do bairro e adjacências, ocorrerão de 8h às 12h e de 13h às 17h. Protetores independentes interessados em encaminhar animais para castração ao longo da programação do Vetmóvel devem se cadastrar previamente na Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa).

As atividades gratuitas de consulta veterinária, vacinação antirrábica e exame para diagnóstico do Calazar são disponibilizadas aos animais de tutores do público em geral. Já as castrações são destinadas exclusivamente aos animais de tutores de baixa renda e oriundos de ONGs e protetores independentes, sendo obrigatória a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço dos tutores para a realização do serviço.

As castrações precisam ser agendadas pelo número (85) 3272-3356 ou presencialmente na Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), localizada na Av. Pontes Vieira, 2391, onde está sediada a Coepa.

Toinha Rocha, Rosânia Ramalho e equipe da Coepa

A titular da Coepa, Toinha Rocha, diz que já foram atendidos os animais encaminhados pelos protetores independentes e ONGs, atuantes nas áreas do Parque do Cocó, Papicu, Adahil Barreto, Aerolândia, Tancredo Neves, Barra do Ceará, Parque Iracema, Cidade dos Funcionários, Cambeba, Damas, Jardim América, Bom Jardim, Centro da Cidade, Jacarecanga e Praia de Iracema.

“Na próxima semana, o VetMóvel vai para o Cuca Jangurussu, onde serão castrados apenas cães e cadelas, inclusive animais com calazar”, adianta Toinha Rocha.

Para 2019, até o mês de abril, o VetMóvel programa atender áreas no Parque Genibau, Moura Brasil, Paupina – Curva do S, Vila União, SESC/Mercado São Sebastião, Adahil Barreto, UFC-Pici, Pirambu, Passeio Público, UFC – Porangabussu, Montese, Conjunto Ceará. “Para o próximo ano, os agendamentos só serão liberados a partir de dezembro”, explica ela.

O VetMóvel faz parte do plano de ações programadas para 2018, com o objetivo de conscientizar a população de Fortaleza e envolvê-la no combate aos maus tratos, cuidados e abandono de animais.

Atuam no VetMóvel quatro médicos veterinários, sendo um clínico geral, um anestesista e dois cirurgiões. O equipamento também oferece, gratuitamente, registro geral animal e distribuição de material educativo com informações sobre bem-estar animal e guarda responsável.

Toinha Rocha explica que a Coepa considera como protetor independente  a pessoa que presta serviço voluntário de proteção de animais em algum ponto de abandono em Fortaleza. “O protetor cuida dos animais, alimenta, medica e faz trabalho com outros voluntários para adoção e castrações. Os protetores interessados em se cadastrar podem procurar a Coepa, onde preenchem uma ficha de cadastro, ficando responsável pelo pré e pós operatório, no caso das castrações”, diz ela.

“Além de preencher o cadastro, o protetor participa de uma entrevista. A equipe da Coepa visita o local público onde ele atua para averiguar as informações. Esse trabalho é acompanhado por uma veterinária especialista em comportamento animal”, esclarece Toinha Rocha. “Já as ONGs precisam apresentar na Coepa cópia do CNPJ, do estatuto da entidade e último aditivo. Os cadastros são feitos na sede da Coepa, de segunda a sexta-feira, de 8 às 12h, e de 13 às 16h30”.

Já como tutor, a Coepa considera aquela pessoa que detém a guarda responsável do animal, considerado membro da família. “O tutor tem o dever de cuidar e zelar pelo bem-estar de seu pet. Ele não pode abandoná-lo e deve estar ciente que vai ter que cuidar e amar na saúde e na doença até o fim da vida do animal. Que não poderá abandoná-lo sob nenhuma hipótese”, alerta.

Toinha Rocha explica que, quando ocorrer o credenciamento das clínicas, o Vetmóvel será exclusivo para os tutores de baixa renda. As clínicas ficarão responsáveis pelos animais encaminhados pelos protetores independentes e ONGs.

“Com apenas um VetMóvel no momento, e diante da grande demanda pelo serviço, ficou acertado limitar a castração a um animal por semestre a cada NIS cadastrado. Estamos trabalhando para que, em futuro próximo, possamos castrar todos os animais que procurarem o serviço público”, aposta ela. Para 2019, a Coepa prevê os agendamentos também pela internet. O programa já está em teste na Gerência de TI da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos.

Duranre a semana, o Vetmóvel realiza a seguinte programação:

– Segunda-feira

Atendimento clínico para animais de tutores e atendimento cirúrgico para os animais de protetores de felinos (gatos);

– Terça-feira

Atendimento cirúrgico previamente agendado para caninos (cães) de tutores de baixa renda;

– Quarta-feira

Atendimento clínico para animais com tutores e atendimento cirúrgico para os animais de ONGs de felinos (gatos);

– Quinta-feira

Atendimento cirúrgico previamente agendado para felinos (gatos) de tutores de baixa renda;

– Sexta-feira

a) Atendimento cirúrgico previamente agendado para felinos (gatos) de tutores de baixa renda;

b) Acompanhamento pós-cirúrgico no local da semana anterior.

Documentação e regras para atendimento:

I – As atividades de consulta veterinária, vacinação antirrábica e exame para diagnóstico do Calazar são disponibilizadas aos animais do público em geral;

II – As castrações são destinadas exclusivamente aos animais de tutores de baixa renda e oriundos de ONGs e protetores independentes. É obrigatório a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço do tutor;

III – O retorno para o acompanhamento pós-cirúrgico será feito por um médico cirúrgico-veterinário no local da semana anterior, sempre das 8h às 10h. Caso o animal não seja levado ao local marcado para avaliação, o tutor poderá levá-lo aonde o VetMóvel estiver em atividade, tendo prioridade no atendimento. Durante a semana, os animais que precisarem retornar ao VetMóvel para avaliação pós-cirúrgica, poderão ir ao equipamento ou entrar em contato para orientação pelo telefone da Coepa: (85) 3272-3356;

IV – O VetMóvel irá atender os animais oriundos das ONGs e protetores independentes cadastrados na Coepa, cujo controle está sendo feito por meio de parceria com a ONG Deixa Viver, no sentido de encaminhar os animais para serem castrados, enquanto não for feito o chamamento público para credenciamento das clínicas veterinárias. Os protetores independentes cadastrados encaminharão suas demandas diretamente à Coepa;

V – Os animais deverão ter jejum alimentar de 12 horas e jejum hídrico (água) de 6 horas para as castrações previamente agendadas;

VI – Os animais de ponto de abandono só serão castrados se tiverem protetor independente que ofereçam lar temporário para o pós-operatório e assinem termo de responsabilidade, após passarem por avaliação clínica e exames complementares.

MAIS INFORMAÇÕES: VetMóvel no estacionamento da URBFor, até sexta-feira, 24 de agosto. Rua Marechal Deodoro, 1501 – Benfica, de 8h às 12h e de 13h às 17h. As castrações precisam ser agendadas pelo número (85) 3272-3356 ou presencialmente na Coepa, Av. Pontes Vieira, 2391.

 

 

08:24 · 23.05.2018 / atualizado às 08:24 · 23.05.2018 por

A superpopulação de animais em estado de abandono na Capital cearense é um dos mais graves problemas ambientais. Principalmente gatos e cães são jogados em praças, parques, mercados, cemitérios, escolas e campi de universidades. A Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal de Fortaleza (Coepa), tendo à frente Toinha Rocha, está consolidando o cadastro de pontos de abandonos na Capital, que só aumentam. A médica veterinária Rosania Ramalho, que também integra a Coepa, aponta que são mais de 50 pontos, mas praticamente toda a cidade tem animais em estado de abandono.

Um dos locais que mais acumula especialmente gatos abandonados são os centros das Universidades Federal do Ceará (UFC), Estadual do Ceará (Uece) e de Fortaleza (Unifor). Como o Poder Público não dá conta, sozinho, de solucionar o grave problema, a sociedade civil se organiza para tentar amenizar a problemática. São grupos de protetores independentes ou ONGs que se mobilizam da melhor forma possível para buscar ações de controle dessa população de seres vivos.

No Centro de Humanidades 1 (CH1), da UFC, no Benfica, um dos grupos mais organizados é a União Felina Consciente (UFC). Integrada por servidores e professores do CH1, a entidade cuida de cerca de 30 gatos que foram jogados no campus por pessoas irresponsáveis. Estas pessoas não se dão conta de que animal em estado de abandono é um problema que fere normas do Bem-Estar Animal, pois os bichos ficam vulneráveis a todo tipo de sofrimento e maus-tratos, e também um problema ambiental de saúde pública, pois eles podem tornar-se vetores de zoonoses que vitimam os próprios seres humanos.

Vale destacar que pesquisas científicas já comprovam que os animais, principalmente os mamíferos, são seres sencientes, ou seja, têm a capacidade de sentir dor e sofrer. O pior medo que os animais domesticados podem sentir é o medo do abandono. Nas ruas, eles ficam vulneráveis a todo tipo de sofrimento, tais como atropelamentos, torturas, fome, sede, doenças diversas.

Um das integrantes da União Felina Consciente, Roxeane Teles Martins, farmacêutica-bioquímica e também servidora da Universidade Federal do Ceará, diz que o grupo de voluntários faz cota com os próprios recursos para viabilizar a compra de ração, medicamentos e custear despesas com médicos veterinários e principalmente com a castração dos bichanos para evitar o aumento de gatos no CH1. Uma vez castrados, vacinados e vermifugados, os bichanos são colocados para adoção responsável, pelas redes sociais do grupo.

Nos campi da UFC exitem alguns grupos de voluntários que realizam ações de proteção e bem-estar animal. Para financiar o trabalho, eles realizam eventos como bazar de objetos diversos, com renda revertida para as atividades. Os grupos União Felina Consciente e Setes Vidas, em parceria com a Universidade Federal do Ceará, estão, no momento, pedindo a doação de objetos para realização de um grande bazar. A renda será destinada à castração dos animais do Campus do Pici.

12:33 · 18.04.2018 / atualizado às 12:48 · 18.04.2018 por
O Vetmóvel terá médicos veterinários para consultas, castrações, hemogramas, vacinas e palestras

Agora é pra valer! No próximo dia 16 de maio, o Vetmóvel começa a funcionar em Fortaleza! Quem garante é a coordenadora especial da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), Toinha Rocha, que hoje concedeu entrevista exclusiva para o Blog Bem-Estar Pet, exatamente na data em que a Coepa completa seis meses de atividades em favor dos animais na Capital cearense.

“O Vetmóvel iniciará os trabalhos na Regional I, no Cuca da Barra do Ceará, com os serviços de consultas, hemogramas, castração, vacinas e palestras“, afirma Toinha Rocha. Hoje, a Prefeitura já divulgou o resultado da seleção para contratar os quatro veterinários que atuarão no Vetmóvel. Serão um clínico geral, dois cirurgiões e um anestesista. Pela relação divulgada, os primeiros colocados foram os médicos veterinários Ricardo Ribeiro Garcia (clínico), Júlio César dos Reis Saraiva e Omar Cirino Duarte (cirurgiões) e Thiago Antônio Rodrigues Vasconcelos (anestesista). Os demais colocados ficam no contingente de reserva.

Prefeito Roberto Cláudio e Toinha Rocha em solenidade na qual foi anunciado pacote de políticas públicas de bem-estar animal

Nos seis meses de trabalho, a Coepa vem construindo uma grande rede de proteção e bem-estar animal em Fortaleza. Pelo balanço feito por Toinha Rocha, já são cerca de 50 reuniões realizadas no período, com universidades e faculdades de Medicina Veterinária, grupos empresariais, entidades de classe, ONGs e protetores independentes, Polícia Militar Ambiental, secretarias de governo, entre outros.

Foram promovidos cursos para mais de 500 multiplicadores, entre facilitadores da Rede Cuca, agentes de endemias, policiais do Batalhão da PM Ambiental, estudantes e professores de Veterinária, entre outros.

Com a Coepa, o prefeito Roberto Cláudio inaugura um novo tempo em Fortaleza, com a meta de ampliar as políticas públicas de proteção e bem-estar animal. Somente para este ano, a Coepa já tem assegurados no Orçamento do Município R$ 3,4 milhões, aqui incluídos os R$ 500 mil para construção da primeira Clínica Veterinária Popular, que funcionará ao lado do Abrigo São Lázaro.

Segundo Toinha Rocha, a Clínica Popular deverá ser entregue à população e seus animais a partir de dezembro. Até o fim de julho, estão previstas a definição do projeto e licitação da obra, para inicio da construção a partir de agosto”, afirma ela. E a ampliação e melhoria do Abrigo São Lázaro, outro benefício assegurado pela Prefeitura, contam com parceria do Curso de Arquitetura da Faculdade Estácio de Sá, na elaboração do projeto-piloto.

Primeira equipe da Coepa: Rosania Ramalho, José Alberto Thiers, Toinha Rocha, Marcel Girão e Thais Câmara

“Nesses seis meses da Coepa, como todo órgão em seu início, enfrentamos algumas dificuldades. Mesmo assim, superamos todas e, com muita força de vontade, criatividade e parcerias com as ONGs, protetores, e demais envolvidos na causa, estamos construindo essa grande rede de proteção animal em Fortaleza”, afirma a médica veterinária Rosania Ramalho, braço direito de Toinha Rocha na Coepa, que também conta com os integrantes José Alberto Thiers, veterinária Thaís Câmara e Júlio César. Até este mês, o economista e protetor Marcel Girão também fazia parte da equipe, mas precisou se desincompatibilizar em cumprimento às exigências da legislação eleitoral.

Nesta quarta-feira, a Coepa estará presente na terceira edição do Largo dos Bichinhos, que acontece toda terceira quarta-feira do mês, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, a partir das 17h, numa promoção da Prefeitura de Fortaleza, Secretaria de Turismo do Município, Coepa e Instituto Iracema. Haverá adestramento de cães, Cantinho da Adoção, vacinação anti-rábica e teste de calazar, vacinação de tétano e hepatite, feira de produtos pet e massoterapia. O evento é gratuito e aberto ao público.

MAIS INFORMAÇÕES: 3ª Edição do Largo dos Bichinhos, hoje, 18, 17h, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, aberto ao público. Coepa (85) 3272.3386

14:50 · 09.03.2018 / atualizado às 14:50 · 09.03.2018 por
Denise Falcão, Niobe Raposo e “Mamá”: experiência de casa conquistou o mercado com inovação em alimento natural para pets FOTO: Cãopcake

As empresárias da Cãopcake, Denise Falcão e Niobe Raposo, nos envia esta informação maravilhosa! Para nós, que sempre estamos em busca de dar o melhor para nossos amadinhos de quatro patas, é tudo de bom! Confiram:

A Cãopcake® obteve agora março o primeiro registro do Norte e Nordeste no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), tornando-se a única empresa da região autorizada a fabricar alimentação natural para animais de estimação.

O registro no MAPA assegura que o estabelecimento possui instalações em perfeitas condições higiênico-sanitárias e que seu processo de fabricação segue as rigorosas normas estabelecidas pela legislação, garantindo que os produtos fabricados levem, além de muito sabor, segurança para o consumidor, evitando contaminação e possíveis danos à saúde dos animais.

“O mercado de alimentação natural pet está em expansão no Brasil. Muitas pessoas recorrem a essa alternativa visando proporcionar melhor qualidade de vida a seus animais de estimação. Contudo, é necessário muito cuidado na hora de escolher o produto, já que a alimentação e os petiscos naturais não podem ser elaborados por pessoas leigas e sem formação profissional adequada”, explica Denise Falcão.

A Dra. Daniele Falcão, responsável técnica pela Cãopcake, explica que apenas um médico veterinário ou um zootecnista estão habilitados a elaborar produtos para alimentação de animais. “Existem cuidados específicos da seleção dos ingredientes à rotina de fabricação. Nem todo alimento natural pode ser ingerido pelos animais. É necessário verificar a composição e balancear os nutrientes. Um produto mal preparado pode trazer inúmeros prejuízos à saúde de seu animalzinho, podendo, inclusive, leva-lo à desnutrição”, alerta ela.

Registro da Cãopcake junto ao Ministério da Agricultura é o primeiro do Norte e Norte

De mães para filha

Criada em 2015, a Cãopcake nasceu da experiência da advogada Denise Falcão e da web designer Niobe Raposo com a cadela Mamá, que se negava a comer ração. “Preparamos petiscos naturais e ela adorou. Depois de compartilhar a história e os petiscos com amigos, vimos uma oportunidade de inovar no mercado com um produto que une sabor e saúde para os nossos filhos peludos”, conta Denise.

As empresárias comemoram o registro no MAPA como um reconhecimento dos processos de qualidade e segurança da empresa, que também é a única do Ceará com registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/CE).

MAIS INFORMAÇÕES: Cãopcake / (85) 99912.5945. fb.com/caopcake / caopcake.com.br – MAPA

Ministério da Agricultura atestou a qualidade da Cãopcake
15:58 · 16.02.2018 / atualizado às 16:10 · 16.02.2018 por

Um assunto que muito interessa à cinofilia é Reprodução Canina. Pensando nisto, o Dog Society Club Resort, da cinófila Giselle Sucupira Mesquita, sedia neste sábado, 17, de 8 às 12h, palestra sobre o tema, numa realização dos Canis especializados na raça Labrador, Marinheiro Labs (CE), de propriedade de Steffson Marinheiro, e Canil Zuo´s (MG), de Daniel Oliveira.

Daniel Oliveira é um dos palestrantes, juntamente com o médico veterinário, Dr. Herlon Rodrigues. Daniel é criador há mais de 20 anos da raça Labrador. Já o Dr. Herlon é especialista em Reprodução e criador da raça Cocker Spaniel.

As vagas ofertadas foram limitadas e, rapidamente, preenchidas, mas os interessados em uma possível segunda edição do evento podem entrar em contato com os organizadores.

O evento conta com o apoio do Dog Society e da Royal Canin. Para participar, foi solicitada uma saca de 10kg de ração, a ser doada para um abrigo de proteção animal. Os participantes vão concorrer a sorteio de uma sessão de fotos com o fotógrafo especializado em cinofilia, Nilton Novaes.

MAIS INFORMAÇÕES: Palestra “Reprodução Canina”, sábado, 17, de 8 às 12h. Dog Society Club Resort. Contato da organização (85) 9 9736.1928.

11:24 · 17.01.2018 / atualizado às 12:00 · 17.01.2018 por

A Mundo Pet e a AD2M convidam jornalistas e influenciadores para um encontro especial e exclusivo, logo mais à noite, 19h. Eles avisam que será uma noite cheia de interação, com coquetel e mimos. E o que é melhor, haverá tira dúvidas sobre saúde animal com a médica veterinária Julieta Tavares, e sobre comportamento animal com o adestrador Márcio Façanha.

A Mundo Pet também garante que haverá um momento de experimentação de tudo o que a loja oferece. “Mesmo você que já conhece, irá se surpreender”, é o que asseguram os organizadores.

Vale destacar que a loja já é considerada a “Disney” dos animais. Imagine um mundo onde seu pet encontra tudo para ser feliz: Ração, vacina, brinquedos, veterinário, moda, encontros e um centro de estética ultra moderno. Assim é a Mundo Pet, onde os pupilos peludos sentem total bem-estar.

São 1.658 metros quadrados, em dois andares organizados por segmentos: cães, gatos, peixes, roedores, animais exóticos e aves, com 9.500 itens à disposição dos bichinhos.

O empreendimento é comandado pelos empresários Luís André Nóbrega e Alain Michael. “Temos hoje a maior variedade de produtos para animais do Norte e Nordeste”, comemora Luís André.

A segunda edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, tem reportagem especial com a Mundo Pet. Hoje à noite, a revista estará presente com distribuição de exemplares e sessão de fotografias para o Agito DN.

MAIS INFORMAÇÕES: “Você e seu Melhor Amigo”, hoje, 17, 19h, na Mundo Pet Fortaleza. Av. Virgílio Távora, 1.400, Aldeota. (85) 3263.3223. Para convidados.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Bem-Estar Pet

Blog sobre animais, mundo pet, veterinária, zootecnia...

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags