Busca

Estudantes de Veterinária capacitam-se em Liderança Solidária e Ação Social

19:14 · 04.06.2018 / atualizado às 19:14 · 04.06.2018 por
O Lar Tintin, da protetora Viviane Lima, foi a instituição de proteção animal beneficiada neste semestre com uma das Caravanas Solidárias

Os estudantes da Faculdade de Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Favet-Uece) passam por uma experiência inédita em sua formação profissional. Ganharam no currículo a disciplina optativa “Liderança Solidária e Ação Social”, desde fevereiro passado. A nova cadeira objetiva a formação humanística dos universitários, com ênfase na organização de ações sociais voltadas para os seres humanos e animais em situação de vulnerabilidade. Na sexta-feira, dia 8, eles vão encerrar o semestre de projetos, às 13h30, no Lamofopa da Favet-Uece, Campus do Itaperi, com apresentação das atividades beneficentes.

O idealizador e professor da nova disciplina, Ricardo Figueiredo, diz que 13 alunos da nova disciplina realizaram sete Caravanas Solidárias, sendo quatro em instituições de crianças carentes, uma em abrigo de idosos, outra voltada para moradores de rua, e mais outra no Lar Tintin, que resgata animais em situação de abandono. Os próprios universitários organizaram, lideraram e angariaram os recursos, alimentos, materiais de higiene pessoal e de limpeza geral etc para o público em vulnerabilidade social.

O professor explica que a ideia surgiu a partir da experiência de promoção social do Grupo Cristão Mãos de Luz (GCML), que ele preside. O GCML não é vinculado a nenhuma religião, e reúne católicos, espíritas, evangélicos e todos os interessados em fazer o bem aos que precisam.

Os universitários da Favet-Uece também beneficiaram abrigo de idosos

Nos últimos doze meses o GCML, em parceria com o Favet-Uece, realizou uma sequência de ações sociais bimestrais, as Caravanas Solidárias, que permitiram a arrecadação e distribuição de mais de 11 toneladas de alimentos, mais de três mil livros, milhares de brinquedos e diversos produtos de higiene pessoal, beneficiando cerca de 6.000 pessoas em situação de vulnerabilidade.

Os grupos vulneráveis incluíram os sertanejos em situação de miséria, pacientes psiquiátricos do SUS (incluindo dependentes químicos), detentos vinculados ao projeto Livro Aberto da Secretaria de Justiça do Estado (Sejus), crianças carentes, inclusive pacientes com câncer, idosos e pacientes adultos desfavorecidos, portadores de câncer ou doenças sexualmente transmissíveis, também do SUS.

Além da ajuda humanitária, as ações permitiram aos voluntários, dentre universitários e professores da Favet-Uece, empresários, diversos profissionais liberais e crianças, a vivência de contrastes sociais por meio de visitas e interações com o público favorecido, durante a entrega dos bens por ocasião das Caravanas.

Quatro Caravanas Solidárias levaram alimentos e brinquedos para instituições de crianças

Em função da experiência bem-sucedida das Caravanas, foi criada e implementada de forma inédita na Favet-Uece, a disciplina optativa “Liderança Solidária e Ação Social”. “O objetivo desta disciplina é o de treinar e capacitar estudantes na área de liderança com ênfase no planejamento, articulação e execução de ações sociais, visando o desenvolvimento de competências humanísticas, assegurando a formação de futuros profissionais com responsabilidade social”, explica o professor Ricardo Figueredo.

O professor destaca que as faculdades interessadas em conhecer e aderir à disciplina, ele se coloca à disposição para repassar a experiência.

MAIS INFORMAÇÕES: Encerramento do semestre da Disciplina “Liderança Solidária e Ação Social”, no Laboratório Lamofopa, Faculdade de Veterinária da Uece, Campus do Itaperi, Avenida Paranjana, 1.700. Sexta-feira, dia 8, 13h30, aberto aos interessados. Professor Ricardo Figueiredo, (85) 9 9998.4056.

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *