Bem-Estar Pet

Busca


Protetora tem até junho para reformar abrigo de animais em Maracanaú

Publicado em 13/05/2013 - 22:26 por | 2 Comentários

  • Enviar para o Kindle
Luciana, Deise e um dos cachorros socorridos no abrigo

Luciana, Deise e um dos cachorros socorridos no abrigo

Menos mal! A amiga Luciana Aquino, voluntária da Abrace – Uma Causa Animal, traz novo capítulo sobre o drama vivido pela protetora de animais, Deise, que mantém abrigo em Maracanaú, com muitas dificuldades (confiram post anterior). A Vigilância Sanitária chegou até o abrigo após denúncia anônima. Após conhecer o local, deu um prazo até a segunda quinzena de junho para a Deise fazer algumas melhorias, especialmente no piso e paredes. Agora, a protetora precisa urgente do material de construção. Quem puder apoiar, pode entrar em contato com as duas. O fone da Deise é (85) 87655565; e da Luciana é (85) 9629.5525 ou pelo email luciannaaquino@gmail.com

Vamos abraçar esta causa. Os cães, gatos e jumentos socorridos pela protetora também precisam de ração, medicamentos e vacinas!

Tags: ,

CCZ vai sacrificar animais em Maracanaú caso abrigo não seja reformado

Publicado em 13/05/2013 - 14:17 por | 7 Comentários

  • Enviar para o Kindle
Luciana Aquino, Deise e os jegues socorridos no abrigo

Luciana Aquino, Deise e os jegues socorridos no abrigo

A protetora de animais Deise, que mantém abrigo por conta própria em Maracanaú (já noticiado neste blog) está passando por grandes dificuldades. Técnicos da Vigilância Sanitária do Município e do Centro de Controle de Zoonose (CCZ) estiveram lá e exigiram uma série de melhoramentos. Caso contrário, o abrigo será fechado e os animais sacrificados, se não aparecer alguém para adotá-los. A amiga Luciana Aquino, da ONG Abrace – Uma Causa Animal, me trouxe novas informações da difícil situação da Daise.  Ela precisa de cimento, cerâmicas, tintas e demais materiais de contrução para poder fazer os melhoramentos. Isto sem falar nas necessidades diárias de ração e medicamentos que os cães, gatos e jumentos estão precisando também.

Luciana, Deise e um dos cachorros socorridos no abrigo

Luciana, Deise e um dos cachorros socorridos no abrigo

A Deise é uma pessoa simples, mas de coração gigante. Não tem fonte de renda certa. Depende de doações. Mesmo assim, decidiu construir um abrigo e, atualmente, dá proteção para 70 cães, 10 gatos, três jegues (sendo dois adultos e um filhote) e mais uma cabra. Mantém o abrigo desde o ano passado.

O abrigo precisa fazer melhoramentos. Caso contrário, será fechado pela Vigilância Sanitária de Maracanaú

O abrigo precisa fazer melhoramentos. Caso contrário, será fechado pela Vigilância Sanitária de Maracanaú

Ela faz todo o trabalho sozinha, não tem nenhum ajudante no dia a dia. Disse que decidiu criar o abrigo porque os animais viviam dentro da sua  casa, que se tornou pequena para a quantidade de bichos abandonados. Também quis dar mais conforto para eles.

Cachorro do agrigo que está apto para adoção

Cachorro do agrigo que está apto para adoção

Atualmente, os animais precisam de ração, medicamentos e  um pátio com piso de cimento para melhorar as condições de estadia. Por dia, os cães consomem 25 quilos de ração. Já para os gatos, são três quilos diários.  Quanto à saúde dos bichinhos, Deise diz que precisa urgentemente de vacinas.

Jumento socorrido no abrigo precisa urgente de um veterinário

Jumento socorrido no abrigo precisa urgente de um veterinário

Há um jumento doente e que precisa urgente de um veterinário. Por favor, amigos dos animais, quem puder dar uma força para a Deise, será muito bom! O fone dela é (85) 87655565. O fone  da Luciana é (85) 9629.5525 ou pelo email luciannaaquino@gmail.com

Tags: , ,

Todos ao I Encontro de Golden e Labrador!

Publicado em 10/05/2013 - 8:38 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle
Thalyta Passos e seu Labrador Cake. Ela também é uma das organizadoras do Encontro

Thalyta Passos e seu Labrador Cake. Ela também é uma das organizadoras do Encontro

Contagem regressiva para o I Encontro de Golden e Labrador, organizado pela Thalyta Passos e a Marcela Clementino! Será neste sábado (11/05), a partir das 14h, na Escola de Adestramento Olivier Soulier. Volto a falar deste grande evento, para destacar outros grandes apoiadores da promoção. Além da Avipec, com seu diretor-presidente José Antônio Rebouças de Freitas e sua diretora-administrativa, Meibe Freitas, a promoção também conta com apoio irrestrito do Felipe Key Sakabe e da Anna Guirro, da Newron Comunicação e Design, de São Paulo.

A Newron responde por todo o trabalho de comunicação visual  do Grupo Golden e Labrador Fortaleza. Para quem ainda não conhece, vale uma conferida no Facebook!

Entre as atrações, o grande Olivier Soulier, especialista em comportamento canino, vai fazer algumas demonstrações de Agility Show com Golden. Ele entende muito bem do esporte!

Os participantes do encontro também vão ganhar brindes dos apoiadores da promoção! Vai ser muito divertido! Parabéns às jovens organizadoras deste evento! Estarei lá, com certeza!

MAIS INFORMAÇÕES: I Encontro de Golden e Labrador
sábado, dia 11,  14h – gratuito
Escola de Adestramento Olivier Soulier, Rua Maria Alice Ferraz, 1481 – (85) 9610.7811/ 88042674

André e Marcela Clementino, com a Golden Nicole. Eles são uns dos organizadores do Encontro

André e Marcela Clementino, com a Golden Nicole. Eles são uns dos organizadores do Encontro

Tags: , , ,

I Encontro de Golden e Labrador será no sábado, dia 11, na Escola de Adestramento Olivier Soulier

Publicado em 07/05/2013 - 9:00 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

 

André e Marcela Clementino, com a Golden Nicole. Eles são uns dos organizadores do Encontro

André e Marcela Clementino, com a Golden Nicole. Eles são uns dos organizadores do Encontro

Fortaleza. Desde dezembro, eles são amigos em um grupo do Facebook, onde compartilham ideias e paixões. No próximo sábado, eles estarão vivendo esta amizade no mundo real, ao vivo e em cores, durante o I Encontro de Golden Retriever e Labrador. Sim, estas duas raças caninas fizeram surgir uma grande família de pessoas que já somam 250 participantes. No encontro do grupo Golden e Labrador Fortaleza, espera-se que, pelo menos, 150 criadores possam estar presentes na programação.
As organizadoras do grupo e do evento, Thalyta Passos, “mãe” do Labrador “Cake”, de 5 meses; e Marcela Clementino, “mãe” da Golden “Nicole”, 11 meses, são verdadeiras apaixonadas pelas duas raças e querem disseminar este amor para mais interessados. Daí o encontro, que acontece a partir das 14h do sábado, na Escola de Adestramento Olivier Soulier (Eaos), até por volta das 18h.
Elas tornaram-se criadoras de Golden e Labrador a partir do mesmo motivo: tinham cães de outras raças que morreram. A dor da perda só foi superada quando ganharam os animais atuais, que tornaram-se “amor à primeira vista”. Marcela e Thalyta são unânimes em destacas as vantagens das duas raças. São cães companheiros, dóceis e ideais para conviverem em família. “São a sombra do dono”, conforme destacam elas.

Thalyta Passos e seu Labrador Cake. Ela também é uma das organizadoras do Encontro

Thalyta Passos e seu Labrador Cake. Ela também é uma das organizadoras do Encontro

O encontro tem apoio do Diário do Nordeste, por meio desta Página de Bem-Estar Animal e do Blog Bem-Estar Pet, que estará presente ao evento. Entre os grandes patrocinadores estão o diretor-presidente da Avipec   Distribuidora, José Antônio Rebouças de Freitas, e a diretora-administrativa da empresa, Meibe Freitas. “Sempre que possível, a Avipec faz questão de apoiar, promover e participar dos eventos que tenham como objetivo principal o favorecimento à educação, saúde, lazer e bem-estar animal. O intercâmbio entre criadores de cães favorece e comprova, acima de tudo, a conscientização do espaço cada vez mais importante dos animais na sociedade em que vivemos e dos cuidados que todos devemos ter com nossos cães”, diz ela.
A distribuidora tem inovado sua atuação no mercado, no apoio de encontros de raças caninas, a exemplo do que já fez recentemente durante o Encontro de Bulldog Francês.
“O encontro de raças caninas tem sido muito importante para unir os amantes das raças em uma grande troca de experiências. São oportunidades de fazer amizades com pessoas que têm o mesmo gosto e passar dicas de cuidados e prevenção à saúde dos cães. Os veterinários podem esclarecer sobre doenças próprias da raça, tirar dúvidas sobre alimentação, etc. Tudo isso consideramos muito importante, pois quem cria, deve amar e zelar pela saúde e o bem-estar do seu cão”, afirma Meibe.
Também apoiam o encontro a MSD Saúde Animal, Premier, Pet Shop Eu Amo Animais, entre outros. Os patrocinadores estarão distribuindo brindes para cães durante a programação.

Olivier Soulier fará demonstrações de Agility Show

Olivier Soulier fará demonstrações de Agility Show

Como principal atração, o especialista em comportamento canino e anfitrião do encontro, Olivier Soulier, estará fazendo demonstrações de Agility Show, brincadeiras com frisbee e showdog com cães das raças Labrador e Golden. “Ambas as raças são excelentes cães de companhia e correspondem à procura da maioria dos proprietários. São amáveis e dóceis. Quando devidamente educados e providos de atividades ocupacionais necessárias são tranquilos, excelentes companheiros, adoram crianças e brincadeiras”, afirma ele, explicando ainda que “em boas condições de saúde, educação e ocupacionais, são cães muito equilibrados. Por isso despertem a curiosidade e o interesse de criar por parte de tantas pessoas. Sem falar que as duas raças têm um atrativo visual belo, além de um jeito moleque peculiar quando filhotinhos”.
Ele explica ser fundamental a atividade física para os cães. “Não somente para essas duas raças. Qualquer animal de companhia, cuja vocação é o convívio com a família, dependendo totalmente de proprietários humanos, morando no seio de lares humanos e evoluindo dentro da nossa sociedade ultramoderna, deve, no mínimo, aprender quais as regras, os limites e restrições inerentes à condição de convívio com os humanos”.

Meibe Freitas, diretora-administrativa da Avipec, empresa patrocinadora do Encontro

Meibe Freitas, diretora-administrativa da Avipec, empresa patrocinadora do Encontro

Segundo Olivier, os cães devem ser submetidos a um processo de socialização inter espécies bastante rico desde filhotinhos. “Esses dois pontos são amplamente providos através dos treinamentos de formação comportamental e de condicionamentos com reforços positivos que podem encontrar nas melhores escolas de adestramento do Brasil e do mundo. A exemplo de todos os serviços especializados e personalizados que oferecemos na Eaos, escola de adestramento aqui em Fortaleza”, explica.
Na Escola de Adestramento Olivier Soulier, são oferecidos serviços de “daycares”, ou creches diurnas, adaptados às necessidades ocupacionais e educacionais da grande maioria dos cães de companhia.
No encontro, com entrada gratuita, os cães participantes poderão brincar à vontade nas pistas de Agility Show da escola, bem como os criadores poderão trocar experiências sobre o cotidiano com as duas raças.

MAIS INFORMAÇÕES: I Encontro de Golden e Labrador
sábado, dia 11,  14h – gratuito
Escola de Adestramento Olivier Soulier, Rua Maria Alice Ferraz, 1481 – (85) 9610.7811/ 88042674

Tags: , , , ,

Avipec e MSD Saúde Animal reúnem protetores voluntários

Publicado em 01/05/2013 - 7:36 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Avipec10A Avipec e a MSD Saúde Animal realizaram recentemente um evento magnífico. Reuniram representantes de ONGs de proteção animal para uma palestra sobre prevenção à leishmaniose visceral canina. A Avipec distribuiu coleiras “Scalibor”, que evita o mosquito vetor da doença se aproximar do cão. De acordo com a veterinária da MSD, Mayara de Aquino Mesquita, a empresa apoia diversas ações ligadas à saúde e ao bem-estar animal.

avipec15Os proprietários da Avipec, José Antônio Rebouças Freitas e Meibe Freitas, também estão sempre apoiando eventos voltados para cães. “A Avipec tem como missão favorecer e apoiar tudo voltado para a saúde e o bem-estar animal”, afirma Meibe Freitas, destacando diversos outros eventos já realizados com este objetivo, destinados a veterinários, donos de pet shops, adestradores, criadores e ONGs de proteção animal.
avipec13Através da veterinária Marielle Medeiros, o laboratório da MSD vem desenvolvendo atividades de apoio às ONGs e protetores independentes de animais. Diante do elevado número de casos humanos e caninos, foi realizada mais uma palestra de esclarecimento sobre Medidas Preventivas e Controle da Leishmaniose Visceral Canina.
Cerca de 20 ONGs e mais protetores independentes que estiveram na palestra do dia 23 de abril receberam “Scalibor” , doação da Avipec para os cães resgatados das ruas pelas entidades. No total, 1060 coleiras já foram doadas em Fortaleza.
Todos os animais da ONG São Lázaro já receberam a “Scalibor”.
avipec16Confiram mais  fotos da palestra no endereço
https://www.facebook.com/avipec.comercialnormandialtda

Tags: , , , ,

“Cão na Praça” chega em Fortaleza no sábado

Publicado em 30/04/2013 - 7:11 por | 1 Comentário

  • Enviar para o Kindle

caonapracaFortaleza. No próximo sábado, dia 4, os cachorros terão uma programação especial. Trata-se do projeto Cão na Praça, coordenado pelo médico veterinário Maurício Nogueira, com o objetivo de levar informações sobre posse responsável dos animais para todos os criadores. Será a partir das 14h, na Praça das Flores (Praça do Hospital Militar), nesta Capital.
Uma ampla programação gratuita está agendada, com muitas atrações. Entre elas, a especialista em comportamento animal, Ana Veríssimo, que falará sobre a psicologia canina. Ela já estudou em cinco escolas dos Estados Unidos e especializou-se, entre outros temas, na resolução de problemas de comportamento do cão, bem como na socialização correta de filhotes.

Veterinário Maurício Nogueira, coordenador do Câo na Praça

Veterinário Maurício Nogueira, coordenador do Câo na Praça

A promoção tem apoio do Diário do Nordeste, por meio da Página de Bem-Estar Animal e do Blog Bem-Estar. A jornalista Valéria Feitosa, editora desta página e do blog, estará também no evento, divulgando novidades sobre a temática.
Entre as atrações, participam ainda os especialistas em comportamento canino, Olivier Soulier e Jackson Maciel. Olivier estará com pista de Agility Show para os animais que quiseram participar das brincadeiras com os obstáculos. Jackson estará orientando os criadores sobre liderança e obediência canina.
O Centro de Zoonose de Fortaleza estará com seus veterinários e técnicos orientando sobre a prevenção da leishmaniose, bem como realizando o exames da doença nos cães e aplicando a vacina contra a raiva.
A Polícia Militar estará com seus cães fazendo demonstrações de adestramento para guarda e segurança. Já o grupo Voluntários Independentes de Proteção Animal (Vipa) estará com feira de adoção de animais, e recebendo doações de ração, medicamentos e acessórios para cães e gatos, que foram abandonados e estão sob guarda dos voluntários. Para o grande evento, o projeto Cão na Praça conta com alguns patrocinadores. Entre eles, a Avipec, MSD Saúde Animal, Premier, Royal Canin, Pet Society, Laforvet, Ecovet, Bioctal, König e outros.

Meibe Freitas, empresária da Avipec

Meibe Freitas, empresária da Avipec

Os empresários da Avipec, José Antônio Rebouças e Meibe Freitas, estão sempre apoiando evento voltados para cães. “A Avipec tem como missão favorecer e apoiar tudo voltado para a saúde e o bem-estar animal”, afirma Meibe Freitas, destacando diversos outros eventos já realizados com este objetivo, destinados a veterinários, donos de pet shops, adestradores, criadores e ONGs de proteção animal.
O veterinário Maurício Nogueira, um dos sócios da Pet shop Eu Amo Animais, empresa também apoiadora do evento, diz que o projeto atende à crescente demanda dos criadores de cães por produtos e serviços que assegurem melhor qualidade de vida para seus animais.
Em uma das viagens feitas a São Paulo, o veterinário Maurício Nogueira presenciou no Parque Ibirapuera um momento que inspirou a criação do Projeto Cão na Praça: numa parte do parque, cerca de 200 cães com seus criadores passeavam livremente, numa perfeita integração entre todos.
Foi quando ele pensou que este tipo de lazer pode ocorrer em todas as cidades, considerando ser crescente o número de pessoas que decidam criar um cão e precisam de áreas de passeio e socialização com outros criadores e animais.
Em 2010, ele realizou o primeiro “Cão na Praça” em Salvador. Desde então, já são cinco edições do evento, promovidas em cidades baianas, com grande público, cerca de 10 mil participantes com seus animais. A mais recente edição do projeto aconteceu no último sábado, no Bairro da Ribeira, em Salvador, onde residem muitas famílias carentes e que precisam de orientações sobre a posse responsável de animais domésticos.
SONY DSCO projeto não tem fins comerciais. Todos os patrocinadores não fazem venda dos produtos, mas demonstram as marcas e distribuem amostras gratuitamente. Em Fortaleza, no próximo sábado, o Cão na Praça estará com muitas promoções neste sentido. A Köning, por exemplo, vai vermifugar os primeiros 200 cães que aparecerem na Praça do Hospital Militar. Já a Pet Society realizará embelezamento de alguns cães, com seus produtos de estética pet, como xampus e cremes. O Laboratório Laforvet realizará workshop para divulgar o banco de sangue canino. A Bioctal estará demonstrando o seu lançamento Topclean, um gel bucal que elimina o mau hálito dos cães e reduz o tártaro em cerca de 60%.
A Premiar dará orientações sobre nutrição animal. Já a MSD dará orientações sobre o uso da coleira “Scalibor”, de prevenção à Leishmaniose.

MAIS INFORMAÇÕES: Projeto Cão na Praça, sábado, dia 4 de maio, de 14 às 19h, Praça do Hospital Militar (Bosque Eudoro Correia), Av. Desembargador Moreira, Aldeota, Fone (85) 3266.1050

Tags: , , , ,

Espetáculo teatral gratuito aborda o sofrimento dos animais

Publicado em 29/04/2013 - 14:26 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Esta é uma dica imperdível. Será hoje, a partir das 18h30, entrada gratuita. A Isis Pincella, além de gostar de animais, é também artista. Ela criou uma peça teatral que fala sobre o sofrimento dos animais.

“O espetáculo Vadio, da Cia. Sonhar de Artes Cênicas, resulta de uma ideia que surgiu para trabalharmos o tema direito dos animais através do teatro, de uma forma que não ficasse meramente um “teatro didático”. Aparentemente está dando certo. Ano passado, esse esquete ganhou várias premiações em festivais que participamos, e nossa idéia e transformá-lo no formato espetáculo ainda neste ano,” afirma ela.

A apresentação será gratuita, hoje (29/04), a partir das 18:30h no Teatro Antonieta Noronha.

“Vadio é uma performance de cunho físico-realista, que ilustra a situação de solidão e desprezo vivido por um cão.
Nesse monólogo, o público é convidado a sentir junto à personagem suas dores, suas fraquezas, suas angústias e anseios.  Com o objetivo de sensibilizar, mas principalmente defender o teor da vida indefesa de cães de rua, essa construção alcança questões filosóficas quando estabelece a realidade de nossas praças, vielas, calçadas e becos abandonados: o animal e o homem que se confundem entre si, destruídos em sua essência, rechaçados pela sociedade que os maltratou”, diz Isis.
Parabéns para ela e toda a sua equipe!
Mais informações: Isis Pincella / Cia. Sonhar de Artes Cênicas
http://www.ciasonhar.org.br/
http://www.facebook.com/cia.sonhar
http://twitter.com/ciasonhar

Vadio

Tags: , ,

Todos ao III Encontro de Bulldog Francês!

Publicado em 23/04/2013 - 14:21 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Se você já conhece os encantos desta raça canina ou está interessado em saber agende-se neste sábado

Durante o II Encontro de Bulldog Francês, cerca de 40 criadores e seus cães participaram da programação

Durante o II Encontro de Bulldog Francês, cerca de 40 criadores e seus cães participaram da programação

Fortaleza. Acontece neste sábado ( 27/04), a partir das 16h, o III Encontro de Bulldog Francês, que deverá reunir cerca de 60 cães da raça. A organizadora do evento, Régia Germano, diz que, a cada promoção, cresce o número de participantes. Dados do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) mostram que a raça desponta com os maiores números de registro de animais junto à entidade.

Régia Germano e seu Bulldog, Gaston, oriundo do Canil La Dolce Vita. No ano passado, cerca de 40 animais participaram da segunda edição do evento. No próximo sábado, a programação acontece na Escola de Adestramento Olivier Soulier

O evento acontece na Escola de Adestramento Olivier Soulier (Eaos), na Capital, e é aberto a todos os criadores da raça e demais pessoas interessadas. “É um cão companheiro, muito apaixonado pelo dono. Se deixar, passa o dia inteiro aos pés do dono. É a nossa sombra”, afirma Régia, que cria os bulldoguinhos “Laika”, uma branca com tigrada de 1,5 ano, oriunda do Canil Duas Fazendas; e o “Gaston”, um macho fulvo de 10 meses, do Canil La Dolce Vita.

O “encontro da bulldogada” tem apoio do Diário do Nordeste, por meio desta Página de Bem-Estar Animal e do Blog Bem-Estar Pet, com patrocínio da Avipec, dos empresários José Antônio Rebouças e Meibe Freitas; da MSD Saúde Animal, fabricante das coleiras “Scalibor”; Centagro, indústria de produtos veterinários; Premier, com as rações Super Premium; e do pet shop Eu Amo Animais.

O objetivo do evento é possibilitar uma integração maior entre os criadores e disseminar mais informações sobre esta raça que conquista os cearenses a cada dia. Régia observa que o encontro não tem fins comerciais, daí ser aberto a todos os interessados. A programação deve prosseguir por cerca de duas horas e meia. Acontecerá bate-papo dos criadores com alguns convidados, como a jornalista Valéria Feitosa, editora de Bem-Estar Animal deste jornal e do Blog Bem-Estar Pet; e os especialistas em comportamento animal, Olivier Soulier e Jackson Maciel.

A Escola de Adestramento Olivier Soulier tem área aberta com pista para agility show. Os criadores que quiserem poderão soltar os cães para brincadeiras no gramado. Também haverá entrega de brindes doados pelas empresas patrocinadoras.

Régia Germano e seu Bulldog Francês, Gaston, oriundo do Canil La Dolce Vita

Régia Germano e seu Bulldog Francês, Gaston, oriundo do Canil La Dolce Vita

Régia Germano conta que teve a ideia de promover o encontro após tornar-se integrante do Grupo “Maluco por Bulldog Francês”, no Facebook, originário do Rio de Janeiro, com mais de 700 adeptos.

Origem

Ela organizou o primeiro evento na Capital cearense em agosto do ano passado, no Aterro da Praia de Iracema, que contou com cerca de 15 cães. Em novembro, coordenou o segundo encontro no mesmo local, já com cerca de 40 animais. Foi quando decidiu criar o grupo no Face, “Bulldog Francês Fortaleza”, que já tem mais de 300 participantes. O grupo foi idealizado pelo criador Leo Marino, do Canil La Dolce Vita, que convidou Régia para ser a administradora. “Quando comecei a criar também o Gaston, a paixão pela raça foi aumentando, assim como o interesse de conhecer mais criadores”, afirma ela, para justificar a decisão de continuar realizando os encontros. A meta é ter dois eventos por ano, em cada semestre.

Ela observa que o interesse pela raça é crescente mas, infelizmente, alguns têm apenas o objetivo comercial. Porém, explica que este interesse não deve ser a meta do criador, uma vez que o Bulldog Francês exige investimento e cuidados especiais.

A posse responsável do exemplar deve predominar. Muitos exemplares só se reproduzem por meio da inseminação artificial e os partos da fêmeas ficam mais seguros quando feitos por meio de cesariana.

O evento é gratuito, mas os participantes devem doar dois quilos de ração, que serão doados para os animais carentes do Abrigo São Lázaro.

Mais informações

III Encotnro de Bulldog Francês de Fortaleza – sábado, 16h, Escola de Adestramento Olivier Soulier, Rua Maria Alice Ferraz, 1481, Bairro Luciano Cavalcante
Telefone: (85) 9945.7828
Facebook Regia Germano

Tags:

Adote um gatinho: é tudo de bom!

Publicado em 18/04/2013 - 9:16 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

O abandono de gatos nas ruas de Fortaleza (CE) é assustador! É um crime previsto na Lei de Crimes Ambientais. Enquanto os poderes públicos não fazem nada, a sociedade civil organizada tenta amenizar este grave problema. Vejam feira de adoção de gatos que acontecerá no sábado!

Evento de adoção

 

Tags: ,

Cães e gatos precisam de alimentação diferenciada

Publicado em 18/04/2013 - 9:09 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

A Guabi, empresa de nutrição animal, nos envia orientações sobre alimentação de cães e gatos. Confiram reportagem, também publicada na Página de Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, nesta semana.

Guabi guia-FilhotesSão Paulo. Animais de estimação são preferência nacional, mas muitos donos de cães e gatos ainda têm dúvidas sobre a alimentação adequada. Para quem tem os dois animais a principal dica é: nunca dê alimentos de cães para gatos e vice-versa. Estes bichos possuem metabolismos diferentes, necessidades nutricionais específicas e alguns nutrientes que são essenciais em determinadas quantidades para um podem comprometer a saúde do outro. É necessário ficar alerta e fornecer apenas a nutrição recomendada de acordo com o animal (cão ou gato) e fase (filhote, adulto, idoso, gestante e lactante).

Alimentação de cães:

Assim como a dieta humana, a saúde dos cães depende de uma alimentação correta e balanceada que contenha um amplo conjunto de nutrientes para suprir todas as necessidades diárias, são eles: nutrientes como proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas, minerais, água. É importante também a adição de ingredientes funcionais como prebióticos, fibras especiais, auxiliadores da saúde articular, entre outros, que promovem a saúde, bem-estar e contribuem para uma maior longevidade.

Outro fator que se deve levar em conta na dieta dos cães é a idade e o estilo de vida, com o objetivo de promover um equilíbrio nutricional nas diferentes fases. Uma alimentação adequada ao cão filhote, por exemplo, propicia boas condições para sua saúde e consequentemente para seu desempenho futuro. A falta ou excesso de nutrientes pode desequilibrar o sistema fisiológico do animal e predispor o organismo ao mau desenvolvimento corporal e constituição óssea, obesidade, alterações reprodutivas, dentre outros. Os cães atletas ou muito agitados geralmente necessitam de alimentos ricos em nutrientes com alto valor energético, já os castrados e sedentários precisam ter a dieta adaptada ao estilo de vida. O nível reduzido de atividade física precisa ser equilibrado com uma alimentação de baixo teor calórico e de nutrientes especiais para apoiar esta condição.

É importante saber qual a melhor forma de fornecer o alimento e quanto este deve ser fornecido. Para atender estes dois requisitos é necessário levar em conta o comportamento alimentar natural desta espécie ao longo da sua evolução. Os cães domésticos são descendentes dos lobos, animais que caçam em grupos e abatem presas maiores do que eles em um trabalho coordenado. Desta forma, apresentam competição no momento da refeição e por isso comem rapidamente – o que acarreta na ingestão excessiva de alimentos. Este comportamento é visto com frequência até hoje, principalmente, no caso de donos que têm mais de um cão em casa.

Cães domésticos devem ter horário, tempo e quantidade de ração controlada. No caso de filhotes, o ideal é fornecer a quantidade diária de alimento, indicada pelo fabricante da ração, dividida em no mínimo três refeições, para adultos duas e idosos também três. Cada refeição deve durar aproximadamente 15 minutos.

Alimentação de gatos:

Os gatos descendem de uma espécie selvagem que viveu em regiões desérticas da África onde tinham hábitos solitários e caçavam várias vezes ao dia pequenas presas como pássaros e ratos. Este fato explica o fato destes animais apresentarem ingestão mais lenta do alimento e grande número de pequenas refeições ao longo do dia. A melhor opção para esta espécie é deixar o alimento a vontade e a quantidade controlada conforme a indicação da embalagem.

Estes pets possuem características peculiares em relação ao manejo e dieta, portanto, é importante atenção especial quanto à alimentação para garantir uma melhor saúde e bem-estar. Devido ao metabolismo específico, estes animais têm necessidades nutricionais diferentes dos cães, como: maior exigência proteica;  assim como  do aminoácido arginina,  da vitamina B6 e  da niacina (respectivamente cerca de duas, três e quatro vezes maiores em relação aos cães); ingestão de vitamina A pré-formada na dieta e dificuldade em digerir carboidratos. Vale frisar que os gatos não conseguem sintetizar o ácido araquidônico (um ácido graxo da família ômega 6) e o aminoácido taurina, sendo fundamental que estejam presentes na dieta.

oracao9A alimentação na fase filhote é de suma importância, pois é o período em que acontece o desenvolvimento de todos os tecidos e órgãos. Na fase adulta é necessário oferecer um alimento que contenha todos os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento e manutenção do animal. Os gatos castrados exigem uma alimentação diferenciada, pois a castração promove algumas alterações como a redução da necessidade de calorias para manter o peso ideal, favorecendo o aumento de peso e até a obesidade.

Os cuidados com o manejo alimentar também são importantes, tendo em vista o trato urinário dos felinos e a propensão da concentração de urina, o que favorece a formação de cálculos urinários. Deve ser estimulada a ingestão de água limpa, colocada à disposição em um local calmo e seguro, observando a preferência dos animais. Por exemplo, alguns gatos preferem água corrente: como uma torneira ou fonte ou em uma bacia ampla.  Uma dieta completa e balanceada é fundamental para garantir a ingestão equilibrada de minerais, reduzindo as chances de formação de cristais e cálculos.

Um fenômeno relativamente comum em gatos é a formação das bolas de pelos, também conhecida como hairballs, consequência dos hábitos higiênicos, que consiste no ato de se lamber. A língua destes animais apresenta estruturas que funcionam como uma lixa e retiram os pelos soltos na superfície da pele. Neste processo, na maioria das vezes, muitos pelos são engolidos pelo gato e acabam se misturando com restos de alimentos e secreções, formando bolas de pelos, que podem passar para o intestino ou permanecer no estômago Na tentativa de eliminar este acúmulo de pelos retidos, muitos animais vomitam ou eliminam juntamente com as fezes. Situações como estas são comuns em animais que apresentam pelagem longa e vistosa, como as raças angorá, persa e maine coon.

É importante ressaltar que estes mecanismos naturais são maneiras saudáveis que o gato encontrou para eliminar os pelos, pois em algumas situações podem ficar acumulados no intestino, promover prisão de ventre e em casos extremos levar a obstrução (entupimento) intestinal. Evitar as bolas de pelos depende em grande parte da atitude dos proprietários. A principal delas consiste em escovar diariamente e frequentemente os gatos (principalmente os de pelo longo) e tosar a cada três ou quatro meses. É aconselhável o fornecimento de alimentos de boa qualidade, que apresentem em sua composição algumas fibras especiais como o psyllium e a polpa de beterraba, estes formam uma espécie de gel no intestino, que facilita a eliminação dos pelos ingeridos.

oracao2Dicas para proprietários de cães e gatos:

Nem tudo o que comemos pode ser oferecido aos cães e gatos, pois os animais apresentam um metabolismo diferente dos humanos. O alimento mais oferecido aos pets e que pode resultar em sérios transtornos é o chocolate. Ele possui em sua composição a teobromina: uma substância que não é bem processada pelo organismo destes animais. Os chocolates mais escuros, normalmente, os amargos, são os que contêm uma quantidade maior deste componente. Os sintomas mais comuns de intoxicação por teobromina são: vômito, diarréia, falta de ar, inquietude, perda de controle urinário e aumento da produção de urina. Para evitar estas situações é recomendável não oferecer chocolate e guardar sempre em lugares inacessíveis aos cães e gatos.

Outros alimentos não recomendados são cebola e alho, quando ingeridos em grandes quantidades podem ser tóxicos. Estes condimentos promovem alterações nas células vermelhas do sangue e consequentemente o desenvolvimento de anemia. Muitas vezes, a cebola e o alho podem estar presentes em algum alimento e passam despercebidos pelos proprietários. É o caso das papinhas prontas (destinadas aos bebês), que podem conter em sua composição estes temperos na forma desidratada.

Não é aconselhável a uva natural e em sua versão desidratada (uva passa). A fruta contém uma substância que pode causar danos aos rins e acarretar sérios prejuízos à saúde.

É possível que hajam outras comidas destinadas aos humanos, que apresentam substâncias potencialmente tóxicas para os animais. Portanto, o ideal é ter muita cautela quando oferecer e lembrar sempre que eles nunca devem substituir ou compor de maneira significativa a dieta usual de cães e gatos. A nutrição deve ser realizada sempre com uma ração de qualidade para atender às necessidades específicas de cada animal.

Com 38 anos no mercado, o Grupo Guabi é hoje um dos maiores produtores de rações e suplementos do país e conta com oito unidades fabris localizadas em Campinas (SP), Bastos (SP), Sales Oliveira (SP), Pará de Minas (MG), Anápolis (GO), Além Paraíba (MG), Goiana (PE) e São Gonçalo do Amarante (CE).

Informações para a imprensa:

LN Comunicação

Lucia Nunes – diretora e jornalista responsável

Danielly Garcia – jornalista

(11) 4332-3704 / 4332-4120 /9968-4105

luciacomunicacao@uol.com.br

Tags: , , , ,

Página 15 de 61« First...10...1314151617...203040...Last »

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

X Fechar

Desejas compartilhar o conteúdo do Diário do Nordeste?

Utilize o link da notícia ou as ferramentas presentes na página.