Busca

Tag: adestramento


12:33 · 18.04.2018 / atualizado às 12:48 · 18.04.2018 por
O Vetmóvel terá médicos veterinários para consultas, castrações, hemogramas, vacinas e palestras

Agora é pra valer! No próximo dia 16 de maio, o Vetmóvel começa a funcionar em Fortaleza! Quem garante é a coordenadora especial da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), Toinha Rocha, que hoje concedeu entrevista exclusiva para o Blog Bem-Estar Pet, exatamente na data em que a Coepa completa seis meses de atividades em favor dos animais na Capital cearense.

“O Vetmóvel iniciará os trabalhos na Regional I, no Cuca da Barra do Ceará, com os serviços de consultas, hemogramas, castração, vacinas e palestras“, afirma Toinha Rocha. Hoje, a Prefeitura já divulgou o resultado da seleção para contratar os quatro veterinários que atuarão no Vetmóvel. Serão um clínico geral, dois cirurgiões e um anestesista. Pela relação divulgada, os primeiros colocados foram os médicos veterinários Ricardo Ribeiro Garcia (clínico), Júlio César dos Reis Saraiva e Omar Cirino Duarte (cirurgiões) e Thiago Antônio Rodrigues Vasconcelos (anestesista). Os demais colocados ficam no contingente de reserva.

Prefeito Roberto Cláudio e Toinha Rocha em solenidade na qual foi anunciado pacote de políticas públicas de bem-estar animal

Nos seis meses de trabalho, a Coepa vem construindo uma grande rede de proteção e bem-estar animal em Fortaleza. Pelo balanço feito por Toinha Rocha, já são cerca de 50 reuniões realizadas no período, com universidades e faculdades de Medicina Veterinária, grupos empresariais, entidades de classe, ONGs e protetores independentes, Polícia Militar Ambiental, secretarias de governo, entre outros.

Foram promovidos cursos para mais de 500 multiplicadores, entre facilitadores da Rede Cuca, agentes de endemias, policiais do Batalhão da PM Ambiental, estudantes e professores de Veterinária, entre outros.

Com a Coepa, o prefeito Roberto Cláudio inaugura um novo tempo em Fortaleza, com a meta de ampliar as políticas públicas de proteção e bem-estar animal. Somente para este ano, a Coepa já tem assegurados no Orçamento do Município R$ 3,4 milhões, aqui incluídos os R$ 500 mil para construção da primeira Clínica Veterinária Popular, que funcionará ao lado do Abrigo São Lázaro.

Segundo Toinha Rocha, a Clínica Popular deverá ser entregue à população e seus animais a partir de dezembro. Até o fim de julho, estão previstas a definição do projeto e licitação da obra, para inicio da construção a partir de agosto”, afirma ela. E a ampliação e melhoria do Abrigo São Lázaro, outro benefício assegurado pela Prefeitura, contam com parceria do Curso de Arquitetura da Faculdade Estácio de Sá, na elaboração do projeto-piloto.

Primeira equipe da Coepa: Rosania Ramalho, José Alberto Thiers, Toinha Rocha, Marcel Girão e Thais Câmara

“Nesses seis meses da Coepa, como todo órgão em seu início, enfrentamos algumas dificuldades. Mesmo assim, superamos todas e, com muita força de vontade, criatividade e parcerias com as ONGs, protetores, e demais envolvidos na causa, estamos construindo essa grande rede de proteção animal em Fortaleza”, afirma a médica veterinária Rosania Ramalho, braço direito de Toinha Rocha na Coepa, que também conta com os integrantes José Alberto Thiers, veterinária Thaís Câmara e Júlio César. Até este mês, o economista e protetor Marcel Girão também fazia parte da equipe, mas precisou se desincompatibilizar em cumprimento às exigências da legislação eleitoral.

Nesta quarta-feira, a Coepa estará presente na terceira edição do Largo dos Bichinhos, que acontece toda terceira quarta-feira do mês, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, a partir das 17h, numa promoção da Prefeitura de Fortaleza, Secretaria de Turismo do Município, Coepa e Instituto Iracema. Haverá adestramento de cães, Cantinho da Adoção, vacinação anti-rábica e teste de calazar, vacinação de tétano e hepatite, feira de produtos pet e massoterapia. O evento é gratuito e aberto ao público.

MAIS INFORMAÇÕES: 3ª Edição do Largo dos Bichinhos, hoje, 18, 17h, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, aberto ao público. Coepa (85) 3272.3386

11:24 · 17.01.2018 / atualizado às 12:00 · 17.01.2018 por

A Mundo Pet e a AD2M convidam jornalistas e influenciadores para um encontro especial e exclusivo, logo mais à noite, 19h. Eles avisam que será uma noite cheia de interação, com coquetel e mimos. E o que é melhor, haverá tira dúvidas sobre saúde animal com a médica veterinária Julieta Tavares, e sobre comportamento animal com o adestrador Márcio Façanha.

A Mundo Pet também garante que haverá um momento de experimentação de tudo o que a loja oferece. “Mesmo você que já conhece, irá se surpreender”, é o que asseguram os organizadores.

Vale destacar que a loja já é considerada a “Disney” dos animais. Imagine um mundo onde seu pet encontra tudo para ser feliz: Ração, vacina, brinquedos, veterinário, moda, encontros e um centro de estética ultra moderno. Assim é a Mundo Pet, onde os pupilos peludos sentem total bem-estar.

São 1.658 metros quadrados, em dois andares organizados por segmentos: cães, gatos, peixes, roedores, animais exóticos e aves, com 9.500 itens à disposição dos bichinhos.

O empreendimento é comandado pelos empresários Luís André Nóbrega e Alain Michael. “Temos hoje a maior variedade de produtos para animais do Norte e Nordeste”, comemora Luís André.

A segunda edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, tem reportagem especial com a Mundo Pet. Hoje à noite, a revista estará presente com distribuição de exemplares e sessão de fotografias para o Agito DN.

MAIS INFORMAÇÕES: “Você e seu Melhor Amigo”, hoje, 17, 19h, na Mundo Pet Fortaleza. Av. Virgílio Távora, 1.400, Aldeota. (85) 3263.3223. Para convidados.

14:39 · 22.09.2017 / atualizado às 14:52 · 22.09.2017 por

Fim de semana está recheado de atrações para os animais de estimação! De hoje, 22, a domingo, 24, acontece uma ampla programação gratuita para seu pet durante a Vila Pet – Feira de Negócios e Entretenimento de Pequenos Animais, de 16h às 22h no Salinas Shopping. O evento é realizado pela ONG União Comunitária Jacira Mendes Oliveira, com patrocínio da Royal Canin e organização da Result Eventos.

O consultor em comportamento canino, Olivier Soulier, dará dicas de adestramento e apresentará Agility e Frisbeedog

O consultor em comportamento canino, Olivier Soulier, é uma das grandes atrações da programação. Ele estará neste sexta e amanhã, oferecendo dicas de adestramento e apresentando seus cães em Agility, frisbeedog.”Vamos fazer apresentações de obediência, truques, Agility e um pouco de frisbeedog. Vamos debater sobre dois pontos que determinam o bem-estar de cães e proprietários, na convivência em família e na sociedade. Primeiro, as necessidades básicas dos cães domésticos em termo de atividades ocupacionais e socialização; e segundo, os fundamentos da formação dos comportamentos animais e dos condicionamentos para cria-los ou modifica-los”, explica ele. “Em seguida, irei tirar algumas dúvidas, individualmente, sobre comportamentos específicos, do interesse da plateia”, completa Olivier.

O comportamentalista animal Vladinir Maciel, da Cão Gentil, também estará hoje à noite com seu cão Jacó, apresentando números de show dog. E no domingo, as dicas de comportamento animal serão dadas pelo também consultor animal, André Damasceno, da Ada Trainning.

Veterinários da Prefeitura de Fortaleza, integrantes do Centro de Controle de Zoonose (CCZ), coordenado pela Dra. Rosânia Ramalho, estarão também na Vila Pet, conversando com o público sobre saúde animal e oferecendo vacinação anti-rábica.

A programação também traz o Concurso de Mister e Miss Pet e desfiles de moda. Os que desejam a participação do seu animal no Concurso Mister Miss Pet, é só acessar http://www.vilapet.net/ingressos/ e preencher o cadastro. Lá está todo o regulamento do concurso. Para mais informações, ligar no 9.8893-8955. E para ser um expositor, contactar o telefone 9.8417-1717 ou no email result@resultonline.com.br.

Para o diretor-presidente da Pet Distribuidor, representante exclusivo da Royal Canin no Ceará, Sérgio Henrique Gurgel Leite, o mercado pet está crescente, devido ao novo status que o animal de estimação ganhou nas famílias. “A afetividade com o animal de estimação os tornou membro da família. Dessa forma busca-se o melhor para o animal de estimação”, afirma o empresário.

Um dos grandes destaques da feira será a participação das Organizações Não Governamentais Abrace (cães), Deixa Viver (gatos) e Grupo de Proteção Animal (GPA – gatos), que estarão com cães e gatos para adoção. As instituições levarão, por dia, cerca de 40 animais, Sem Raça Definida (SRDs), para que ganhem novos lares e famílias. A presidente da Abrace, professora Cristiane Angélica, destaca que é objetivo da ONG encontrar famílias responsáveis para acolher os animais resgatados pela entidade em situação de abandono. Os animais disponibilizados para adoção pelas entidades são vacinados, vermifugados e castrados (caso já estejam na idade certa para este procedimento).

No domingo, a Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, estará presente ao evento, com distribuição de sua segunda edição, que traz como reportagem de capa o grande evento cinófilo internacional Américas e Caribe, que acontecerá em maio de 2018, no Centro de Eventos do Ceará, com a participação de mais de 1.000 cães de diferentes raças e países.

Segunda edição da Revista Bem-Estar Animal será distribuída na Vila Pet no domingo

Royal Canin traz a Mostra de Gatos, com participação de alguns criadores de raças felinas como Eliezer Albuquerque, do Gatil Sekhmet, especializado em Persas bicolores, vans e sólidos. No domingo à tarde, a médica veterinária Ticiana Franco estará palestrando sobre comportamento felino.

Durante os três dias de Vila Pet, os papais e mamães dos queridos animais terão a oportunidade de conhecer diferentes marcas e diversos tipos de alimentação que são oferecidos pelo mercado. Empresas como Spectrum Brands, Granado, Sanremo, Pethy Group, Uricat, Citrosafe e Laboratório Brouwer estarão com expositores no evento, além da participação da maior fabricante de produtos animais do mundo, a Royal Canin, que levará toda a sua linha específica para raças e terapêutica (produtos para animais com problemas de saúde).

As empresas participantes são: Pet Distribuidor/Royal Canin; 100% Pet; Petstory; PetPlace; DusPet; Patas e Manhas; Hotel Zoo; Plantão Pet; Residence Pet Care; e Frozen Pet.

MAIS INFORMAÇÕES: Vila Pet – de 22 a 24/09Salinas Casa Shopping, Av. Washington Soares, 909. de 16h às 22h. Entrada franca. (85) 9 8888.8899/ 9 8157.4929. Inscrições para os adestramentos, desfiles e concurso já abertas no site : www.vilapet.net

22:22 · 26.07.2017 / atualizado às 22:33 · 26.07.2017 por

Dogshow, dicas de comportamento canino e bate-papo sobre hidratação e subpelo são as atrações da programação do 2º Encontro de Chihuahuas de Fortaleza, marcado para o próximo domingo, 30, na Animale RioMar Papicu, a partir das 15h. O Chihuahua “Jupi” e sua mamãe Samira Holanda Gomes vão encantar os presentes com um show de obediência!

Samira Holanda e seu “Jupi” apresentarão show de obediência

Samira conta que nunca havia criado cães, até que decidiu conviver com um, escolhendo “Jupi” para integrar a família. Como o pequenino era bastante desobediente, principalmente na hora das necessidades fisiológicas, ela resolveu contratar o adestrador Márcio Façanha. Hoje Jupi vai fazer 6 meses de idade mas, na época, ele tinha apenas 2 meses. Durante cerca de um mês e meio, o Chihuahua recebeu aulas sobre obediência e também dicas de comportamento. Durante o Encontro, o cãozinho vai demonstrar os comandos “fica”, “senta”, “deita”, “pega”, “gira”, “morto”, “dá a patinha” e “cumprimenta”.

Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog. Equipe estará na programação com dicas para os criadores

Também como atração da programação, a equipe da Adestramento e Comportamento Edukdog estará presente para tirar todas as dúvidas dos criadores de Chihuahua sobre comportamento canino e também na parte de obediência. “O que os criadores precisarem de dicas, estaremos lá para auxiliar e para fazer com que todos tenham uma melhor convivência com seus cãezinhos. Dicas como fazer com que o cão faça as necessidades fisiológicas no cantinho certo, como melhorar o comportamento de cães agressivos, cães medrosos e educação canina em geral”, destaca Henrique Silva, da Edukdog.

Outra atração será o bate-papo com Nilsinho de Oliveira, esteticista animal há 19 anos e groomer da Ibasa (produtos de embelezamento) no Ceará. Ele coordena uma escola de formação de tosadores e é o único cearense com a certificação internacional IPG. “Dou consultoria e treinamento em empresas pet, capacitando atendentes em banho e tosa, abordando os cuidados com os animais quanto à pele, pelo e atualização em estética canina“, informa. Durante o Encontro, ele falará sobre “Hidratação e Subpelo“.

O especialista em estética animal, Nilsinho Oliveira participará de um bate-bato sobre hidratação e subpelo

A programação está pra lá de arretada, pois segue no clima das Festas Julinas. Haverá eleição do Rei e da Rainha do Milho, para o cãozinho e seu tutor que doar a maior quantidade de ração para os animais protegidos pelas ONGs GPA, de cães, e Deixa Viver, de gatos.

A entrada é gratuita, mas todos os participantes são convidados a doar 1kg ou mais de ração para os animais carentes protegidos pelas ONGs parceiras. Além de concorrer ao título de Rei e Rainha do Milho, quem doar mais ração também ganhará mais tíquetes para concorrer ao sorteio de brindes das empresas apoiadoras do Encontro: Animale, Nexgard, Royal Canin, Cãopcake, Animal Line, Barraca Arpão, Edukdog Adestramento, e os canis especializados em Chihuahua Carvalho Brasil, Bennetag’s Kennel e Nature’s House.

O supervisor da loja Animale, Tynoco Almeida, destaca o porque da empresa patrocinar o 2º Encontro de Chihuahua: “Sentimos que o público fã desta raça está crescendo muito em Fortaleza. Portanto é um público que a Animale espera cada vez mais criar um elo de parceria. Além disso, temos muitos clientes que também estão na expectativa e fazem parte da Família Animale. Esperamos realmente fortalecer o laço com o Chihuahuas Fortaleza CE, unindo todos em um divertido encontro”, afirma. A Animale já realizou outyros encontros de raças, a exemplo do Shihtzu, Pug, Maltês e SRDs também.

A segunda edição do Encontro será na Animale RioMar

MAIS INFORMAÇÕES: 2º Encontro de Chihuahuas de Fortaleza/ Promoção – Chihuahuas Fortaleza CE / Patrocínio e local – Animale RioMar/ Dia – domingo, 30 de julho/ Hora – 15h/ Entrada – 1kg (ou mais) de ração para cão ou gato

20:14 · 22.07.2017 / atualizado às 20:15 · 22.07.2017 por
A sede própria do Dog Society Club Resort situa-se no Eusébio / FOTOS: Giselle Sucupira

Um novo conceito sobre Day Care e Hotelaria de Cães desponta na Região Metropolitana de Fortaleza. Trata-se do Dog Society Club Resort, que após quatro anos de funcionamento, inaugura sua sede própria no Município do Eusébio, tendo à frente a empresária Giselle Sucupira Mesquita, psicóloga, enfermeira e cinófila, criadora das raças Australian Shepherd, Golden Retriever e Corgi Pembroke.

Conforto e bem-estar marcam as novas instalações

“Para além dos serviços de Day Care e Hotelaria de Cães, estamos lançando um grande centro de comportamento e bem-estar de cães”, destaca Giselle Sucupira. A partir desta semana, o Dog Society já abre ao público. “Nossas instalações foram pensadas para que o cão tenha o maior conforto e espaço adequado para explorar em grupo, não só a atividade física, mas também mental. Aqui o cão poderá vivenciar diversas atividades e expressar sua natureza de forma positiva”, explica a empresária.

Áreas de lazer para o bem-estar físico e emocional dos cães

Giselle justifica a decisão de inaugurar este novo conceito de hotelaria, observando a explosão do fenômeno pet, pelo qual as famílias têm mais cães do que crianças nos domicílios. E isto em paralelo à vida agitada das grandes cidades, onde os cães passam muito tempo sozinhos em casa, enquanto suas famílias humanas estão fora trabalhando ou estudando. “É comum estes animais sofrerem de tédio e ansiedade, alterando o seu comportamento”, aponta ela.

Considerando este contexto, o Dog Society Club Resort oferece, além do Day Care e Pet Hotel:

  •  Escola de Filhotes para facilitar a socialização com adestramento básico
  • Aula de natação
  • Sessões de Reiki para o cão e seu tutor
  • Treinamento de Faro Recreativo
  • Espaço para a Festa de Aniversário do cão
  • Terapia Assistida por Animais
  •  Atendimento Psicológico ao Cão Enlutado e ao Tutor Enlutado, dentre outros serviços

O DS Club Resort está situado em uma área de 1.500 m², associado a outros 1.500 m² que integram o Canil Forest Spirit, de propriedade de Giselle Sucupira, dedicado à criação das raças Australian Shepherd, Golden Retriever e Corgi Pembroke. “Nossos cães são preparados, para além da função de apenas companhia, atuarem como auxilares da Terapia Assistida por Animais, TAA, do Apoio Emocional e para Faro Recreativo. São 3.000 m² voltados para o bem-estar físico e emocional dos cães”, afirma a empresária.

Cães Golden Retriever e Australian Sheperd, da criação de Giselle Sucupira

Neste domingo, 23, o Dog Society estará recebendo a visita da médica veterinária Juliana Lima Verde e mais um grupo de cinófilos, interessados em conhecer esta nova modalidade de atenção aos cães.

MAIS INFORMAÇÕES: Dog Society Club Resort, Rua Luis Pio Campina, 200, Eusébio(85) 9 96039318 (WhatsApp).

11:13 · 21.07.2017 / atualizado às 11:13 · 21.07.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel,  Henrique Silva e Priscila Furlan se revezam na participação, tirando dúvidas sobre o comportamento de cães.

Tira-dúvida #14: Chihuahua pegador de sandálias! O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta de criadores de Chihuahua. “Criadores do Grupo Chihuahuas Fortaleza CE, tais como Romário Carvalho e Angélica Miranda, comentam que seus cãezinhos têm mania de pegar os chinelos deles. Se descuidar, as sandálias somem e quando eles vão procurar, o calçado está no cantinho dos cães. Por que isso acontece? Por que os cães gostam de pegar objetos dos donos? O que fazer para modificar este comportamento?

Dr. Disciplina, Henrique Silva: “Olá, Romário e Angélica! Vamos lá entender este problema. O Chihuahua é uma raça excelente de se criar. Muito amiga, muito amável e também uma raça bem esperta. Vamos lá entender porque os cãezinhos estão levando os chinelos para o cantinho deles. Um aspecto básico a entender: eles fazem isso para chamar atenção. Os chinelos têm o cheiro de seus donos, daí sabem que este objeto, de uso pessoal deles, vai chamar atenção dos “papais”. Isto também vale para todos os outros objetos que têm o cheiro da pessoa, tais como roupas, bolsas, livros, móveis. Então a primeira coisa a fazer para evitar este comportamento é enriquecer o ambiente com brinquedos apropriados, tipo os brinquedos inteligentes da Kong, que você pode colocar petiscos dentro e o cão vai passar um bom tempo naquela brincadeira tentando tirar o alimento. Quando mais enriquecido o ambiente estiver, mais os cães vão se concentrar em seus próprios brinquedos e ignorar os objetos da casa. Outra coisa importante são as relações de liderança na casa. As pessoas têm que se colocar mais como líderes de seus cães. E para isso é necessário, durante o aprendizado, os cães ficarem mais em seus locais, evitando aquela relação muito “grudada”, que geralmente se tem com as raças de pequeno porte. Isto causa muita ansiedade no cão quando ele fica longe do dono, daí eles compensam a separação pegando as coisas de seus “papais” e “mamães”. Reduzir mais os “mimos”, quando o cão fica colado demais no dono ao ponto de o cão se sentir o líder. É o cão dono do ser humano, quando deve ser o contrário. O ser humano é quem deve liderar a relação. Não é só porque é um pequeno Chihuahua, que ele não deve se colocar em seu lugar, ou seja, o lugar do cão. Ele não é um ser humano, uma criança. Ele deve aprender a se comportar como um cão, brincando com outros cães, com brinquedos de animais. Ele tem que passear, pisar no chão, ver outros ambientes, outros animais, sentir cheiros diferentes. Isso é importantíssimo para ter um cão equilibrado. Tudo isso vai fazer com que ele pare de querer se apropriar dos objetos de sua família humana. Outra coisa a fazer para evitar de vez a atração pelos objetos do dono, é utilizar alguns produtos com cheiros fortes, como cânfora, ou outras fórmulas da linha pet. Daí coloca nos chinelos e o cão vai evitar imediatamente. E ainda, adotar um comportamento de líder: toda vez que ver o cão indo pra pegar os chinelos, dar uma bronca nele, alguma forma de punição, leve mesmo, mas que ele entenda que está sendo chamado a atenção. E quando o cão corresponder com o bom comportamento, ou seja, ver as sandálias sem pegar, recompensá-lo com um petisco, um carinho. Isto sinalizará para o cão que este é o comportamento correto. E para um trabalho mais eficiente, os interessados podem recorrer às orientações de um especialista em comportamento canino, que vai melhor avaliar e identificar as causas, a raiz do problema. Com isso, modificará de vez aquelas atitudes indesejadas. Boa sorte a todos!”.

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog;  e também Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog nos comentários ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.

 

11:01 · 19.06.2017 / atualizado às 11:09 · 19.06.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel e  Henrique Silva, a cada quinzena, se revezam tirando dúvidas sobre o comportamento de cães. E a partir desta semana, contaremos também com a participação da Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza.

Tira-dúvida #13: Cadelinha adotada é agressiva! O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta da Ana Luísa Costa. “Minha cadelinha fica olhando fixamente para meu rosto. Assusta! E ela pula para morder minha boca se eu falo. Ela foi colocada na minha porta, não imagino qual sua idade. Mas é novinha. O que fazer?”

Dr. Disciplina, Priscila Furlan: “Olá, Ana Luísa. Como vai? Lindo seu ato de acolher e dar o amor que eles tanto precisam. Os comportamentos dos animais que, de alguma forma, são recompensados, tendem a se repetir, tanto os bons quanto os ruins. Por isso, é necessário perceber se os pets não estão sendo beneficiados pelos comportamentos que não queremos. No seu caso, quando sua cadelinha está te olhando fixamente, só de olhar de volta você está recompensando-a, pois, assim a peluda consegue a interação que deseja e, mais que isso, tem esse ato como uma disputa. Ao retirar o olhar, você faz com que ela se sinta vitoriosa, recompensada. O importante é evitar que ela fixe o olhar em você. A melhor maneira é distraindo-a com alguma coisa que ela goste muito. Por exemplo, brincar com seu brinquedo favorito, jogar bolinha, oferecer algo propício para que ela possa roer. Outra maneira eficaz é ignorá-la. No momento em que ela começar a te encarar, você deve se levantar e se afastar. Assim, você mostra e recompensa os comportamentos que você quer que ela apresente e ignora os indesejáveis. Isso fará com que os comportamentos indesejáveis diminuam e acabem se extinguindo, passando a interagir de uma maneira sadia e divertida. Em relação aos pulos, a dica é frustrar esse comportamento no ato em que ela o fizer. Pode-se utilizar uma coleira e/ou peitoral com guia para te ajudar. Dedique um tempo para fazer esse treino, simule exatamente a situação em que ela pula e esteja atenta ao movimento. Quando ela insinuar que vai pular, você frustra essa ação, não permitindo que ela a faça. Utilize também a palavra “Não” no mesmo instante que você impedir o pulo. Repita esse exercício algumas vezes e quando ela passar a não pular, recompense-a com muito carinho, elogios e uma coisa gostosa, como petiscos ou biscoitos próprios para cães. Lembre-se, recompensar o comportamento que queremos que o animal apresente vale muito mais a pena do que só repreendê-los pelos comportamentos incorretos. Dessa forma, você e sua cachorrinha vão construir uma relação muito mais prazerosa”.

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog;  e também Priscila Furlan, adestradora e franqueada da Cão Cidadão, empresa de comportamento e adestramento animal que também atua em Fortaleza. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Priscila Furlan é adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog nos comentários ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.

12:21 · 09.06.2017 / atualizado às 12:21 · 09.06.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel e  Henrique Silva, a cada quinzena, se revezam tirando dúvidas sobre o comportamento de cães.

Tira-dúvida #12: Pastor Alemão medroso!  O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta de Matheus Henrique. “Eu tenho uma cadela da raça Pastor Alemão. Ela é muito medrosa! O que eu posso fazer para ela perder esse medo?”

Dr. Disciplina, Henrique Silva: “Vamos lá, respondendo à pergunta do Matheus. Em primeiro lugar, o que ele deve fazer é não forçá-la a ter contato com ele. Deixar ela vir naturalmente para ele. E para isso ele pode treinar utilizando o alimento (ração ou petiscos). Quando ela sentir fome, o alimento deve estar com ele, de forma que a Pastora vá até ele para comer. Ele vai ganhar a confiança dela devagarinho, colocando a ração (ou petisco) no chão de forma a atraí-la para ele. Quando esta confiança for conquistada, já poderá partir para outros treinamentos. Por exemplo: passear com ela na rua, evitando lugares muito movimentados. Assim, o Matheus vai conquistar mais a confiança dela. A partir de mais essa nova confiança conquistada, ele poderá partir para passear com ela em locais mais movimentados. O que ele pode fazer é sempre alimentá-la na rua. Com isso, ela vai gostar de ir para ambientes externos. Daí sempre quando ela forma se alimentar, será em locais diferentes. Assim, ela vai associar a rua como algo agradável. Tudo isso estará fortalecendo o vínculo entre o Matheus e sua Pastora. Isso vai dar mais confiança a ela e ele poderá andar com ela em mais locais diferentes. Outra dica importante: levá-la para escolinhas de cães, que tem o day care, onde ela poderá brincar solta com outros cães. Também ter contato com pessoas diferentes, além dele. A meta é deixá-la se soltar da forma mais natural possível, no ritmo dela. Uma coisa a observar é evitar cães com temperamento forte perto dela. Por que isso? Porque vai reforçar nela o temperamento submisso, e não é essa a nossa meta. O treino deve ser para ela se soltar, ganhar confiança como Pastor Alemão. O cão com temperamento forte sempre vai deixá-la mais assustada, mais medrosa. Então ela deve estar entre cães tranquilos, com temperamento mais equilibrado. Outra coisa a destacar, a alimentação também pode ser feita com petiscos variados. Então quando chegar uma pessoa diferente em casa, é bom ter petiscos em mãos, para motivá-la a se comportar com confiança. A pessoa pode dar para ela. Não precisa colocar na boca dela, basta jogar no chão e esperar ela vir buscar. Esses exercícios vão fazer com que ela melhore muito o comportamento medroso. E para um trabalho mais eficiente, o Matheus pode buscar o trabalho de um profissional especializado em comportamento canino. Boa sorte!”

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); e também de Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog nos comentários ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.

09:57 · 25.05.2017 / atualizado às 09:57 · 25.05.2017 por

O Diário do Nordeste publica toda semana esta seção Dr. Disciplina. Os consultores caninos Jackson Maciel e  Henrique Silva, a cada quinzena, se revezam tirando dúvidas sobre o comportamento de cães.

Tira-dúvida #11: Poodle é agressivo e morde! O que fazer?

Hoje vamos responder a pergunta de Helena de Sousa Lima. “Meu poodle tem um comportamento estranho. Morde, às vezes, com muita agressividade. Dá até medo dele. Mas, ao mesmo tempo, ele quer carinho. Ele não gosta de tomar banho e nem de ser tosado. É preciso colocar focinheira quando ele vai no pet shop. Me ajude, Dr. Disciplina!

Dr. Disciplina, Jackson Maciel: “Vamos lá, respondendo à pergunta da Elsa. Seu cachorrinho precisa de um trabalho de dessensibilização com associação positiva. Na hora de tocar nele, procure sempre trocar um toque por um petisco. Comece devagar e vá aumentando a intensidade e o tempo do toque. Quanto ao banho, primeiro procure levá-lo ao pet shop e lá ofereça comida e coisas boas como brinquedos e petiscos. Vá tentando conduzi-lo até a focinheira com a ajuda de petiscos. Problemas de agressividade devem sempre ser tratados com a ajuda de um profissional para que não haja riscos no treinamento. Lembre-se: todo cão precisa entender quem é o líder na sua família humana. Você deve procurar se colocar nesta posição de liderança, para ele aprender a ter respeito por você e jamais ser agressivo. O trabalho com adestramento para os comandos de obediência (“junto”, “fica”, “senta”, “deita” e “aqui”) é bem eficaz para o cão saber se comportar e respeitar a liderança de seu tutor, no caso, você, como mamãe dele. O ideal é você procurar um profissional habilitado em comportamento canino. Também pode buscar livros sobre a temática, para entender mais um pouco como funciona a mente de um cão. Os cachorros são extremamente inteligentes e sensíveis. Mas nós, como seres humanos, precisamos saber como os cães percebem o mundo, para sabermos agir diante de comportamentos indesejados. Espero ter lhe auxiliado.  Grande abraço! Boa sorte!”

O que é o Dr. Disciplina?

A seção conta com a participação dos consultores em comportamento canino Jackson Maciel  e sua esposa Kátia Saraiva, sócios no trabalho de adestramento de cães e proprietários do Casa Hotel (pet service e hospedagem); e também de Henrique Silva, da Adestramento e Comportamento Edukdog. Toda segunda-feira, eles dão dicas e recomendações sobre o que fazer com cães com distúrbios de comportamentos, tais como:

  • latidos excessivos;
  • ataques caninos a móveis, calçados, roupas e demais objetos em casa;
  • ciúme ou possessividade em relação a algum membro da família, brinquedos, alimento ou móveis da casa;
  • auto-mutilação, lambendo patas ou mordendo a cauda até ferir;
  • mesmo sendo cães de companhia, se comportam como se fossem cães de guarda, atacando visitas;
  • entre outros distúrbios que comprometem uma convivência pacífica com a família
Jackson Maciel é especializado em comportamento de cães

Vale destacar que as dicas são orientações gerais. Para casos mais graves de distúrbios de comportamento, tais como agressividade extrema, o correto é contratar um profissional especializado para um trabalho semanal ou, até mesmo, diário. Boa sorte!

 

TEM SUGESTÃO PARA ALGUM TEMA? OU DÚVIDA? Se você tem alguma dúvida sobre o comportamento canino, envie pergunta para este blog ou ainda pelo WhatsApp (85) 9 9996.9946.

11:16 · 09.05.2017 / atualizado às 11:16 · 09.05.2017 por

O consultor em comportamento animal e estudante de Psicologia, Gerfyson Dantas, realiza projeto bem interessante em prol da causa animal. Trata-se da Feira Pet Ateneu, iniciada no dia 24 de abril, sempre às segundas-feiras à noite, e que se encerra no próximo dia 15 de maio. Nesta edição, ele faz parceria com a Faculdade Ateneu, e leva para os universitários ampla programação.

  • As ONGs beneficiadas estão sendo a Abrace e a Deixa Viver. Alguns dos animais resgatados e protegidos por essas entidades são levados para a Feira de Adoção realizada na programação. Os participantes também são convidados a levar 1kg de ração para doação a essas entidades.

“As pessoas sensibilizadas com a causa animal, em atenção aos animais abandonados que são resgatados pelo excelente trabalho desenvolvido pelas ONG’S, podem trazer no dia de cada evento 1kg de ração para cães ou gatos, como também poderão comprar nos stands que são montados durante a realização do evento, e fazer a sua doação no local”, explica Dantas.

A programação é integrada por:

  • Feira de adoção de animais
  • Cadastro de interessadas em adotar animais (ONG’S)
  • Apresentação de cães adestrados
  • Exposição e socialização de filhotes
  • Bazar de produtos pets para contribuição as ONG’S presentes
  • Stand de rações com preços acessíveis e lucros revertidos para as ONG’S
  • Sorteios de brindes ao público presente

Durante o evento, Gerfyson Dantas fala da importância de tratar os animais com carinho e respeito e sensibiliza os estudantes para o trabalho de proteção animal feito pelas ONGs. Ele também apresenta show de adestramento com seus cães superinteligentes.

A parceria envolve a Cão Elegante, empresa de adestramento de Gerfyson Dantas; a Faculdade Ateneu; e os apoiadores Matsuda Pet (Ração Thor) e Nhac (ração para gatos). A Abrace também realiza feira de produtos para animais. Toda a renda é revertida em favor dos animais protegidos pelas duas ONGs.

A Feira Pet Ateneu encerra esta fase de realização no próximo dia 15 de maio, na Sede Antônio Bezerra. O evento é gratuito e acontece a partir das 18h30.

MAIS INFORMAÇÕES: Cão Elegante – Gerfyson Dantas (85) 9 8426.5513/ 9 8191.7723/ 9 8705.2896 (WhatsApp)