Busca

Tag: bem-estar animal


19:13 · 19.09.2018 / atualizado às 19:13 · 19.09.2018 por
Elizabeth MacGregor é diretora de Educação do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA)

O Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA) realiza terça-feira, 25, o curso “Educação Ambiental Humanitária em Bem-Estar Animal”, a ser ministrado pela diretora de educação da entidade, Elizabeth MacGregor. As inscrições estão abertas  com 100 vagas disponíveis. Acontecerá no Auditório 1 (Deputado Castelo de Castro), na Assembléia Legislativa do Ceará, de 13h às 18h.

O evento tem apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), Observatório de Direitos Animais (ODA), Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-CE, União Internacional Protetora dos Animais (Uipa), entre outras entidades e instituições. O curso é uma preparação para o grande evento municipal, Virada Animal, de 4 a 10 de outubro na Praça do Ferreira e na Av. Beira-Mar.

Elizabeth MacGregor destaca que este curso já foi realizado em mais de 85 municípios de 12 Estados brasileiros. Destina-se a professores, coordenadores e gestores do ensino fundamental e médio, educadores ambientais,
alunos e professores de cursos universitários. Em Fortaleza, também está sendo divulgado entre ONGs e protetores de animais. Ela aponta  os princípios da Educação Ambiental Humanitária em Bem-estar Animal (EAHBEA):

  • Reconhecer que os animais são seres sencientes e têm necessidades espécieespecíficas
  • Reconhecer que os seres humanos interagem com outros animais e que suas ações têm um profundo
    impacto nas vidas deles e no meio ambiente
  • Compreender como as ações humanas podem afetar os animais e outros seres vivos
  • Desenvolver e multiplicar atitudes de compaixão, respeito e responsabilidade

Segundo explica na programação do curso, “A EAHBEA pode mudar o paradigma atual da percepção dos alunos sobre o impacto das ações humanas no meio ambiente e, consequentemente, sua responsabilidade por elas, mormente na biodiversidade e nas outras espécies animais, incluindo o contexto rural e urbano, e mostrar como isso está intimamente relacionado ao bem-estar do próprio ser humano”.

O curso já foi ministrado em mais de 85 cidades brasileiras de 12 Estados

MacGregor cita a educadora americana Zoe Weil, para mostrar a relevância, no atual contexto, da Educação Humanitária: “Um amplo campo de estudo que estabelece conexões entre todas as formas de justiça social (…) explora como podemos viver com respeito e compaixão por todos os seres. (…) ensina aos jovens sobre o que está acontecendo ao planeta e dá-lhes instrumentos para realizar escolhas que vão gerar um mundo mais justo, pacífico e seguro”.

Diante da problemática cada vez mais crescente dos maus-tratos e abandono de animais, violência urbana, degradação ambiental, extinção de espécies, entre outros sinais da atual crise de civilização, relacionar a Educação Ambiental com o Bem-Estar Animal é uma forma de sensibilizar as pessoas, especialmente crianças e jovens, para a necessidade de mudanças na interação entre todas as formas de vida, sejam humanas ou não-humanas. Parabéns ao FNPDA, Coepa, ODA e todos os envolvidos nesta promoção!

MAIS INFORMAÇÕES: Curso “Educação Ambiental Humanitária em Bem-Estar Animal”, terça-feira, 25, de 13 às 18h, no Auditório 1 (Deputado Castelo de Castro), na Assembléia Legislativa do Ceará. Inscrições gratuitas e abertas  no odadireitosanimais@gmail.com

 

12:35 · 08.09.2018 / atualizado às 12:35 · 08.09.2018 por
Dra. Rosania Ramalho está entre os homenageados na Câmara Municipal de Fortaleza (CMF)

Neste domingo, 9 de Setembro, comemora-se o Dia do Médico Veterinário! Este profissional que tanto faz bem aos nossos amados animais. Sem eles, o que seriam de nossos bichinhos? A atuação do “Dr. Veterinário” é ampla e vem crescendo cada vez mais, com a explosão do chamado “fenômeno pet” em todo o mundo, bem como com os avanços das novas áreas científicas, tais como o Bem-Estar Animal e a Antrozoologia.

Com as pesquisas científicas comprovando cada vez mais que os animais, especialmente os mamíferos, são seres sencientes, ou seja, têm capacidade de sentir sensações e sentimentos de forma consciente (dor, prazer, alegrias e tristezas), aumentam as nossas responsabilidades para com as espécies, muitas consideradas “anjos de quatro patas” por todos nós. E o que será dessa responsabilidade, se não tivermos os valorosos serviços dos médicos veterinários? Eles conhecem, como ninguém, os seus clientes, nossos amados bichinhos, sejam de grande ou pequeno porte, peludos ou com penas, quatro ou duas patas.

E para destacar esta data tão importante no calendário nacional, a Câmara Municipal de Fortaleza, por iniciativa do vereador Márcio Martins, realizará na terça-feira, 11, às 19h, Sessão Solene para homenagear alguns nomes da categoria veterinária. São eles: Rosania Ramalho, Marilac Alencar, Alexandre Rodrigues, Marcone Sampaio, Érica Lage, Maria Nilza Saraiva, José Carlos Cruz, Antônio Sérgio Pessoa, Karina Roberta da Silva, Marcondes Chaves e Flora Dutra.

Dr. Alexandre Rodrigues também ilustra a lista de homenageados pelo Dia do Médico Veterinário

Alguns destes homenageados são parceiros de nosso trabalho em favor do Bem-Estar Animal. Entre eles, a Dra. Rosania Ramalho. A homenagem é um reconhecimento nacional e internacional dos trabalhos que ela vem realizando na vida profissional, tanto na saúde pública como no bem-estar animal. Como reconhecimento internacional, ela foi indicada como profissional em destaque ao 2° Prêmio de Bem-Estar Animal pela World Veterinary Association (WVA), a maior Associação de Veterinários do mundo, representando mais de 500 mil veterinários através de 95 associações de membros veterinários em seis continentes.

“Sinto-me muito honrada pela indicação, principalmente pela parte profissional através do trabalho que exerci no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e agora na Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), como também pelo reconhecimento social e dos colegas de profissão. Quero muito agradecer não apenas à Câmara Municipal de Fortaleza, pela indicação de meu nome, mas também à minha família, amigos, Prefeito Roberto Cláudio, Dr. Nélio Moraes, Toinha Rocha e a todos que tornam possível que eu realize meu trabalho da melhor maneira possível”, afirma Dra. Rosania Ramalho.

No requerimento para a Sessão Solene, o vereador Márcio Martins trouxe esta bela poesia em homenagem ao médico veterinário, de autoria de Sandra Mamede! Confiram:

Dra. Marilac Alencar é mais um nome dos profissionais veterinários a receberem homenagem na Sessão Solene da CMF

Profissionais dedicados
Dos animais muito amigos
Conhecem a sua realidade
E também quando estão em perigo
Não tem galo ou papagaio
Periquito ou cachorro
Todos são seus pacientes
E tratados como gente
Como amor e afeição
Carinho e muita atenção.
Cuidando dos nossos “bichinhos”
Eles também cuidam de nós
Pois quando os vemos sadios
Ficamos felizes lambem
É uma profissão linda
E também abençoada
E a sua clientela
É um pouco complicada
Pois não sabem falar
Muito menos escrever
Mas nem por isso eles deixam
De se fazer compreender.
Parabéns veterinários
Pela sua profissão
Pelo seu dom divino
E a sua dedicação.

 

MAIS INFORMAÇÕES: Câmara Municipal de Fortaleza – (85) 3444.8300.

12:33 · 18.04.2018 / atualizado às 12:48 · 18.04.2018 por
O Vetmóvel terá médicos veterinários para consultas, castrações, hemogramas, vacinas e palestras

Agora é pra valer! No próximo dia 16 de maio, o Vetmóvel começa a funcionar em Fortaleza! Quem garante é a coordenadora especial da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), Toinha Rocha, que hoje concedeu entrevista exclusiva para o Blog Bem-Estar Pet, exatamente na data em que a Coepa completa seis meses de atividades em favor dos animais na Capital cearense.

“O Vetmóvel iniciará os trabalhos na Regional I, no Cuca da Barra do Ceará, com os serviços de consultas, hemogramas, castração, vacinas e palestras“, afirma Toinha Rocha. Hoje, a Prefeitura já divulgou o resultado da seleção para contratar os quatro veterinários que atuarão no Vetmóvel. Serão um clínico geral, dois cirurgiões e um anestesista. Pela relação divulgada, os primeiros colocados foram os médicos veterinários Ricardo Ribeiro Garcia (clínico), Júlio César dos Reis Saraiva e Omar Cirino Duarte (cirurgiões) e Thiago Antônio Rodrigues Vasconcelos (anestesista). Os demais colocados ficam no contingente de reserva.

Prefeito Roberto Cláudio e Toinha Rocha em solenidade na qual foi anunciado pacote de políticas públicas de bem-estar animal

Nos seis meses de trabalho, a Coepa vem construindo uma grande rede de proteção e bem-estar animal em Fortaleza. Pelo balanço feito por Toinha Rocha, já são cerca de 50 reuniões realizadas no período, com universidades e faculdades de Medicina Veterinária, grupos empresariais, entidades de classe, ONGs e protetores independentes, Polícia Militar Ambiental, secretarias de governo, entre outros.

Foram promovidos cursos para mais de 500 multiplicadores, entre facilitadores da Rede Cuca, agentes de endemias, policiais do Batalhão da PM Ambiental, estudantes e professores de Veterinária, entre outros.

Com a Coepa, o prefeito Roberto Cláudio inaugura um novo tempo em Fortaleza, com a meta de ampliar as políticas públicas de proteção e bem-estar animal. Somente para este ano, a Coepa já tem assegurados no Orçamento do Município R$ 3,4 milhões, aqui incluídos os R$ 500 mil para construção da primeira Clínica Veterinária Popular, que funcionará ao lado do Abrigo São Lázaro.

Segundo Toinha Rocha, a Clínica Popular deverá ser entregue à população e seus animais a partir de dezembro. Até o fim de julho, estão previstas a definição do projeto e licitação da obra, para inicio da construção a partir de agosto”, afirma ela. E a ampliação e melhoria do Abrigo São Lázaro, outro benefício assegurado pela Prefeitura, contam com parceria do Curso de Arquitetura da Faculdade Estácio de Sá, na elaboração do projeto-piloto.

Primeira equipe da Coepa: Rosania Ramalho, José Alberto Thiers, Toinha Rocha, Marcel Girão e Thais Câmara

“Nesses seis meses da Coepa, como todo órgão em seu início, enfrentamos algumas dificuldades. Mesmo assim, superamos todas e, com muita força de vontade, criatividade e parcerias com as ONGs, protetores, e demais envolvidos na causa, estamos construindo essa grande rede de proteção animal em Fortaleza”, afirma a médica veterinária Rosania Ramalho, braço direito de Toinha Rocha na Coepa, que também conta com os integrantes José Alberto Thiers, veterinária Thaís Câmara e Júlio César. Até este mês, o economista e protetor Marcel Girão também fazia parte da equipe, mas precisou se desincompatibilizar em cumprimento às exigências da legislação eleitoral.

Nesta quarta-feira, a Coepa estará presente na terceira edição do Largo dos Bichinhos, que acontece toda terceira quarta-feira do mês, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, a partir das 17h, numa promoção da Prefeitura de Fortaleza, Secretaria de Turismo do Município, Coepa e Instituto Iracema. Haverá adestramento de cães, Cantinho da Adoção, vacinação anti-rábica e teste de calazar, vacinação de tétano e hepatite, feira de produtos pet e massoterapia. O evento é gratuito e aberto ao público.

MAIS INFORMAÇÕES: 3ª Edição do Largo dos Bichinhos, hoje, 18, 17h, no Largo dos Tremembés, Praia de Iracema, aberto ao público. Coepa (85) 3272.3386

14:41 · 04.01.2018 / atualizado às 15:03 · 04.01.2018 por

A ONG Abrace – Uma Causa Animal, presidida pela professora Cristiane Angélica, comemora hoje, 4, três anos de atividades durante confraternização no Restaurante Fogão à Lenha. No evento, marcado para as 19h, os protetores renderão homenagens a 12 nomes que se destacaram na causa animal, em votação feita pela diretoria da ONG. Nos três anos de trabalho, o balanço de atividades é mais que positivo. Somente no ano que passou, foram 1.090 animais adotados por meio dos 113 eventos da ONG, segundo comemora Cristiane Angélica.

Ela relembra que a Abrace já realizava o trabalho de proteção animal bem antes de oficializar a ONG. “Mas nosso registro como ONG está completando três anos e por isso estamos comemorando a partir do registro. Começamos modestamente no que diz respeito a adoções, porém, em 2017, fizemos um trabalho voltado para quase que exclusivamente a adoção de animais, o que nos deu um excelente resultado. Nos dois primeiros anos de Abrace adotamos cerca de 400 animais. Somente em 2017 alcançamos a marca de 113 eventos de adoção no ano com cerca de 1.090 adoções. Já resgatamos 111 animais“, contabiliza Cristiane Angélica.

A ONG mantém um Lar Temporário para os animais resgatados. “Nós não gostamos de usar  o termo “abrigo” pois o nosso espaço é muito pequeno. Chamamos de lar temporário, o LATE da Abrace. E e lá são sempre 30 animais prontos para adoção. Em contrapartida, em lares temporários de voluntários, em hospedagem, clínicas e demais situações, contamos hoje, com mais de 200 animais amparados pela nossa ONG”, explica a presidente.

Na confraternização de logo mais, a Abrace prestará homenagens a nomes que se destacaram na causa animal, conforme votação feita pela ONG. “A homenagem foi definida através de votação feita pela diretoria da Abrace. Foram indicados 100 nomes de empresas, profissionais e pessoas que contribuíram com os animais da Abrace e com a proteção animal no Ceará. Desse grupo dos 100, foram escolhidos 12, por serem pessoas de notável contribuição, tanto para a ONG como para a causa animal, e mais uma que ainda vai ser divulgada hoje durante o evento, pois sai de dentro do grupo da ONG e será surpresa. Essa pessoa a gente só vai revelar na confraternização”, afirma Cristiane Angélica.

Entre os homenageados com o Troféu Excelência Abrace estão os veterinários Dr. Ricardo Henz, da Clínica São Francisco; Dra. Rosania Ramalho, da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), também ex-coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses de Fortaleza (CCZ); Dra. Clotilde Rocha, da Abrace; Dr. Geraldo Juarez; o vereador Célio Studart, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Animais, e seu assessor Thiago Cavalcanti; e a editora deste blog, e também da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, Valéria Feitosa; Luis André Nóbrega, da Mundo Pet; a presidente da ONG Deixa Viver, Gabriela Moreira; apresentador Valdemar Pinheiro; Abraão Fernandes; empresários Vânia e Marcos, da Rodapet.

MAIS INFORMAÇÕES: Abrace – Uma Causa Animal

 

17:19 · 03.01.2018 / atualizado às 17:19 · 03.01.2018 por

O Novo Ano de 2018 começa com o pé direito, ou melhor, com a “pata direita” para as políticas de bem-estar animal em Fortaleza. Na primeira reunião do ano da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), realizada hoje, 3, a titular da pasta, Toinha Rocha, está com muitos motivos para comemorar e ações a implementar. Só notícias boas na pauta da equipe, também integrada pelas médicas veterinárias Rosania Ramalho e Thaís Câmara, e pelos consultores Marcel Girão e Alberto Thiers.

Em 2017, a Coepa realizou grandes momentos como a reunião com os protetores independentes de Fortaleza

Já está na mesa do prefeito Roberto Cláudio decreto para seleção de quatro veterinários que atuarão no Vetmóvel e demais ações da Coepa. Será um clínico, um anestesista e dois cirurgiões especializados em castração. “Até abril os novos veterinários deverão estar sendo contratados após os trâmites legais da seleção a ser feita pelo Imparh”, assegura Toinha Rocha, informando ainda que haverá uma reserva técnica de mais 16 veterinários que poderão ser chamados ao longo do ano, conforme as demandas de trabalho.

A Coepa também reuniu-se hoje com a Procuradoria Geral do Município (PGM) para ver formas legais de efetivar a compra direta de material de uso permanente e de consumo para o Vetmóvel. Isto porque nas duas licitações realizadas em 2017 para compra desses materiais não apareceram empresas concorrentes. Desde outubro do ano passado, a Coepa dispõe de R$ 350 mil liberados pela Prefeitura para essa compra, mas o Vetmóvel ainda não pode reiniciar os trabalhos porque depende do material.

Para este ano, a Coepa já tem assegurados no Orçamento do Município, votado em dezembro na Câmara Municipal de Fortaleza, o montante de R$ 3.389.500,00. “Conseguimos aprovar este valor com a ajuda de todos os vereadores. Fizemos um excelente trabalho de convencimento de que a causa animal é uma pauta da cidade, de todos, Poder público, sociedade civil e iniciativa privada. Estou muito feliz ao dar o nosso melhor para executar esse orçamento e controlar a população de cães e gatos em estado de abandono. Somos muito gratos a todos os vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza e ao prefeito Roberto Cláudio”, afirma Toinha Rocha.

A Coepa é presidida por Toinha Rocha e integrada pelas veterinárias Rosania Ramalho e Thaís Câmara, e os consultores Marcel Girão e Alberto Thiers

Ainda como parte da reunião de hoje, a Coepa iniciou o planejamento para manutenção dos Cachorródromos já existentes, bem como construção de mais 50 nas praças que serão reformadas na Capital; e palestras sobre proteção e bem-estar animal em ações junto ao BPMA/CPMA, Secretarias Municipais de Educação e Saúde, além da Guarda Municipal e Agefis.

Um grande evento que deverá acontecer neste ano em Fortaleza será a “Virada Animal”. Segundo Toinha Rocha, a Coepa discutiu hoje a minuta que regulamenta a Lei 010.652, de 20 de dezembro de 2017, que institui este evento no âmbito da Capital. A regulamentação deve ocorrer até 26 de março próximo. Trata-se de uma grande programação a acontecer de 4 a 10 de outubro, durante a Semana de Proteção à Fauna. Escolas, universidades, praças, empresas, instituições religiosas, ONGs e outros segmentos sociais serão convidados a participar de uma ampla programação que terá como tema central a proteção e o bem-estar animal.

Durante a Virada Animal será lançada a linha telefônica Pet Solidária (0500 …) para recebimento de doações em dinheiro para apoio aos abrigos de animais carentes em Fortaleza, como o Abrigo São Lázaro. Este abrigo, no ano passado, já teve área desafetada onde será construída uma clínica veterinária municipal.

 

10:05 · 27.11.2017 / atualizado às 10:05 · 27.11.2017 por

Nesta terça-feira, 28, a Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil-Ceará (OAB-CE), promove audiência pública para debater casos de maus-tratos e abandono de animais, às 14h, no Auditório do Conselho Seccional da OAB, à Rua Lívio Barreto, 668. Protetores, ONGs, instituições em geral interessadas na temática estão convidados.

A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-CE, Dra. Lucíola Cabral, afirma que a audiência também objetiva encaminhar os problemas e dificuldades vivenciados pelos abrigos e protetores independentes, assim como os casos de maus-tratos. “Pretendemos ainda encaminhar sugestões aos poderes públicos municipal e estadual”, completa ela, com discussão de propostas de políticas públicas de proteção e bem-estar animal.

A Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais vem realizado eventos em favor da proteção animal, tais como passeio ciclístico, feira de adoção e agora a audiência pública. Dra. Lucíola, juntamente com a Dra. Maria Sanford, representam a Comissão no Grupo de Trabalho em Bem-Estar e Proteção Animal do Ceará. Na última reunião do GT, as advogadas encaminharam uma minuta do Código Estadual de Bem-Estar e Proteção Animal, baseado na experiência da Prefeitura de Fortaleza. A ideia é definir uma proposta de código para o âmbito do Estado.

MAIS INFORMAÇÕESComissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-CE. (85) 3216.1600

14:08 · 11.11.2017 / atualizado às 14:08 · 11.11.2017 por

Acontecerá no próximo sábado, 18, o 3º Encontro de Chihuahuas Fortaleza, a partir das 8h30, na Barraca Arpão, Praia do Futuro. Haverá café da manhã em área reservada da barraca, espaço para socialização dos Chihuahuas e muitos brindes. Para participar do café da manhã, basta doar um alimento (entrar em contato com a organização do evento).

Já para participar do sorteio dos brindes, basta doar 1kg de alimento não perecível. Cada quilo dará direito a um cupom a ser sorteado. Os alimentos serão em prol do Lar Amigos de Jesus.

O evento tem patrocínio da Barraca Arpão e apoio da Royal Canin, Cãopcake, Edukdog, Diário do Nordeste e sua Revista Bem-Estar Animal, VibeBox, Frontline, Animal Line, Sabor e Vida, Beeps, CatChorreiras Store, Roma Pet, Lucas Vinhas, e dos canis especializados em Chihuahua Bennetag’s Kennel, Carvalho Brasil e Nature’s House.

Para marcar este 3º Encontro, o Bennetag’s Kennel levará, entre outros brindes, um bolo temático de três andares, feito especialmente para o evento pela confeiteira Ângela Miranda Bolos. O bolo será para os papais e mamães dos Chihuahuas.

A organização do encontro orienta que, para a socialização dos pequeninos cães ocorrer de forma harmoniosa, os Chihuahuas devem estar vacinados, vermifugados, com controle de pulgas e carrapatos, enfim, com a saúde em dia.

MAIS INFORMAÇÕES: 3º Encontro de Chihuahuas Fortaleza. Sábado, 18. A partir das 8h30. Barraca Arpão, Praia do Futuro. (85) 3262.1946. Angélica Miranda (85) 8773.2647/ Romário Carvalho (85) 9 8813.7538/ Jéssica Oliveira (85) 9 8771.34.27/ Valéria Feitosa (85) 9 9996.9946.

 

20:48 · 07.11.2017 / atualizado às 20:48 · 07.11.2017 por

Caça, tráfico e criação irregular de animais; abandono e maus-tratos de animais domésticos, nativos ou exóticos; exploração e abandono de animais de tração; falta de uma rede de saúde animal; pesca predatória; e fiscalização ineficiente. Estes foram alguns dos principais problemas apontados por integrantes do Grupo de Trabalho (GT) em Bem-Estar e Proteção Animal do Ceará, em sua terceira reunião. O secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, esteve presente na primeira fase da reunião, manifestando total apoio ao GT.

Artur Bruno informou que o governador Camilo Santana lançará um pacote de medidas na área de fiscalização ambiental. Ele destacou o desejo de criar uma delegacia especializada em denúncias sobre crimes ambientais. Os maus-tratos a animais é um desses crimes. O secretario também falou sobre a criação de um setor para tratar do bem-estar animal no governo estadual. Vale destacar que a Prefeitura de Fortaleza já partiu na frente, com a criação da Coordenadoria Especializada em Proteção e Bem-Estar Animal, que tem a ex-vereadora Toinha Rocha como titular. Toinha é uma das integrantes do GT Estadual.

Os presentes à terceira reunião do GT pautaram as discussões em três pontos: Quais os principais problemas no Estado referentes à proteção e bem-estar animal; quais as políticas públicas existentes ou em andamento em favor dos animais no Estado e na Capital; quais leis federais, estaduais e municipais que tratam sobre a temática; e quais as instituições que vem participando das discussões sobre o tema no Estado.

Entre as políticas públicas, a mais expressiva no âmbito da Capital é a nova Coordenadoria Especializada em Proteção e Bem-Estar Animal, e suas ações como o Vetmóvel, em fase de reativação; e os cachorródromos, em fase de melhoramento e ampliação. Também em fase de implementação foram apontados os convênios com clínicas veterinárias particulares, para ampliar o atendimento de animais em estado de abandono ou de famílias carentes; e o registro e chipagem de animais domésticos.

Como encaminhamento para a quarta reunião do GT Estadual, marcada para o próximo dia 21, no auditório da Sema, a presidente da Comissão de Bem-Estar Animal da OAB, Lucíola Cabral, repassará ao grupo a minuta do Código Estadual de Bem-Estar e Proteção Animal, baseado na experiência da Prefeitura de Fortaleza. A ideia é definir uma proposta de código para o âmbito do Estado.
Integrantes do Grupo de Trabalho em Bem-Estar Animal e Proteção Animal do Ceará

Adriana Pessoa, FAVET/UECE; Ana Teresa, ONGs de Fortaleza; Anderson Cavalcante, UIPA; Andre Ricardo Kiron, Movimento São Francisco; Arline Brasil, Protetora independente; Cecília Licarião, SEMA / Cocó; Célio Studart, Câmara dos Vereadores Fortaleza; Cláudia Gomes, Câmara dos Vereadores Fortaleza; Cláudia Lopes, Ouvidora da Ceasa; Dimitri Tulio, Jornal O Povo; Gabriel Aguiar, UFC; Gabriela Moreira, ONGs Deixa Viver e Viva Bicho; Hugo Fernandes, UECE; Israel Joca, SEMA; Jane Cris Cunha, SESA/Nuvet; Leonardo Borralho, SEMA; Lucíola Cabral, OAB; Maria Sanford, OAB; Marilac Alencar, UECE/Ouvidoria; Marina Fernandes, SEMA; Marta Synara Duarte, CCZ de Maracanaú; Patricia Gondim, SEMACE; Paulo Lira, SEMA / Cocó; Rosânia Ramalho, CCZ de Fortaleza; Sandra Alves, ONG Apata; Sérgio Mota, SEMA; Thais Câmara, SEUMA; Toinha Rocha, Coordenadoria Bem-estar e proteção animal/Fortaleza; Valéria Feitosa, Revista Bem-Estar Animal/Blog Bem-Estar Pet, do Diário do Nordeste.

13:14 · 19.10.2017 / atualizado às 13:14 · 19.10.2017 por
Prefeito Roberto Cláudio deu posse à titular da nova Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal, Toinha Rocha

Fortaleza está de parabéns nos avanços para o Bem-Estar Animal. Prefeito Roberto Cláudio deu posse ontem à nova titular da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), Toinha Rocha. Ela é ex-vereadora e, quando estava na Câmara Municipal de Fortaleza, a luta em defesa dos animais pautou a sua atuação parlamentar, inclusive com a apresentação de vários projetos neste sentido. Com exclusividade para o Blog Bem-Estar Pet, Toinha Rocha, concede a entrevista abaixo, durante a primeira reunião oficial com sua equipe.

Blog Bem-Estar Pet – Com a nova Coordenadoria Especial (Coepa), o que muda na proteção animal em Fortaleza?

Toinha Rocha: Com a Coordenadoria os animais, protetores, tutores e ONGs terão um canal oficial para traçar políticas públicas. Para traçar políticas de Estado e não de Governo na garantia de seus direitos.

Blog Bem-Estar Pet – Quais as prioridades da Coodenadoria?

Toinha Rocha: 1. Castração: Colocar o Vetmóvel na rua e castrar os animais de tutores com baixa renda.
2. Estimular que todas as praças tenham espaços de convivências entre humanos e animais. 3. Acompanhar a Emenda de Desafetação do Abrigo de São Lazaro e sua reforma com para a primeira Clínica Popular Veterinária.

Médicas veterinárias Thais Câmara e Rosânia Ramalho na primeira reunião da nova Coordenadoria realizada hoje

Blog Bem-Estar Pet – Como está integrada a sua equipe?

Toinha Rocha: Conto com a médica veterinária Rosânia Ramalho, Coordenadora das Clínicas e gerenciamento do Vet Móvel; Thais Câmara, médica veterinária também que vai ficar na fiscalização dos casos de maus-tratos junto com a Agefis. Ela também dará o apoio na questão da Educação e apoio técnico nos casos de animais de gr5ande porte; o juiz de Cinofilia José Alberto Thiers nos dará apoio administrativo atuando também na parte de movimentação e eventos nos cachorródromos.

Blog Bem-Estar Pet – Todos perguntam pelo Vetmóvel. Quando reiniciará as atividades?

Toinha Rocha: O Vetmóvel está sendo equipado conforma solicitação do Conselho Regional de Medicina Veterinária. Para isto a licitação está em andamento. Mas estamos correndo para colocá-lo em atividades até o dia 20 de novembro. Com isto, devemos fazer, até o fim do ano, em torno de 600 castrações, além de 1.500 consultas veterinárias.

Alberto Thiers e Toinha Rocha durante a primeira reunião da Coordenadoria hoje

Blog Bem-Estar Pet – Como serão as parcerias com as ONGs de proteção animal?

Toinha Rocha: Temos o dever de andar de mãos dadas com todas ONGs que são parceiras já na prática. As ONGs já são parceira de fato e agora serão parceiras de direito.

Blog Bem-Estar Pet – Como serão as parcerias com as Clínicas Veterinárias particulares?

Toinha Rocha: As Clínicas serão credenciadas pela Prefeitura de Fortaleza para atender às demandas por Regionais. Toda a parte clínica veterinária pública também fica sob nosso gerenciamento.

Blog Bem-Estar Pet – Novo Hospital Veterinário ou parceria com o Hospital Veterinário da UECE? Ou as duas propostas igualmente?

Toinha Rocha: Haverá um credenciamento com o Hospital da UECE para castração dos animais das ONGs e será disponibilizado recurso por animal castrado, além de encaminhamentos para animais de grande porte.
A Coepa vai trabalhar para se expandir as clínicas veterinárias da Prefeitura de Fortaleza. Vamos trabalhar, neste primeiro momento, para a criação da Clínica Popular do Abrigo de São Lázaro, para atender os animais do próprio Abrigo e também da comunidade a preços populares, como forma de ajudar no custeio do Abrigo. Faremos o mesmo com outros abrigos, assim que terminarmos o Projeto Piloto.

Blog Bem-Estar Pet – Como fica a Coepa no Grupo de trabalho de Bem-Estar Animal criado recentemente pelo  Estado?

Toinha Rocha: Fazemos parte do GT do Estado e vamos contribuir para que o Governo Camilo Santana se inspire em nossas ações e crie a Secretaria de Bem Estar Animal do Estado do Ceará, estimulado que todas as Prefeituras criem suas secretarias ou coordenadorias para traçarem políticas públicas.

Blog Bem-Estar Pet – Quais outras ações serão implementadas?

Toinha Rocha: Vamos trabalhar pelo Carnaval Solidário (para arrecadar ração, medicamentos entre outros apoios para os animais abandonados) em ajuda aos Abrigos; pela criação do Conselho Municipal de Proteção e Bem Estar Animal de Fortaleza; e vamos correr pelo Fundo Municipal de Proteção e Bem Estar Animal para angariarmos recursos para cumprirmos as metas impostas. É um desafio que juntos vamos enfrentar. Plantamos a semente. Vamos agora cuidar para que tenhamos um grande crescimento e, com isso, colhermos frutos. É Fortaleza se tornando uma cidade que ama e protege os animais. Já estamos em parceria com a Secretaria de Turismo para transformar Fortaleza na cidade “PET TURISMO”.  Enfim, educar nossas crianças hoje para que, amanhã, elas possam proteger os animais. Daqui a 50 anos, Fortaleza não terá animais abandonados. Vamos plantar conscientização para isto.

 

18:48 · 15.10.2017 / atualizado às 18:58 · 15.10.2017 por

O debate sobre o Bem-Estar Animal chega em nível de Estado. Por iniciativa da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema-CE), e com a participação de representantes de diversos órgãos e ONGs, foi criado o Grupo de Trabalho para o Bem-Estar e Proteção Animal. Um grupo no Wahtsapp mobiliza os participantes e já aconteceram duas reuniões no Cineteatro do Parque Estadual do Cocó, com a presença do secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno.

Um dos coordenadores do grupo, Sérgio Mota, da Sema, explica o objetivo do GT. “A questão do Bem-Estar e Proteção Animal vem ganhando destaque no mundo quando se fala em meio ambiente. Aqui no Ceará ainda estamos muito atrasados nesse contexto. Assim, diante de alguns episódios que ocorreram recentemente, como a inclusão da vaquejada como patrimônio cultural na Constituição Federal, e o caso do Abrigo São Lázaro, a Sema decidiu tomar a frente, com o secretário Artur Bruno solicitando a criação de um Grupo de Trabalho – GT”, afirma ele.

Conforme complementa, o GT não abrangerá apenas os animais domésticos e sim, toda fauna cearense. “O GT tem como objetivo discutir, propor e acompanhar políticas públicas sobre o tema. Se reunirá mensalmente”, diz Sérgio Mota. Ele também observa que, dentre as experiências que norteará a atuação do GT Estadual estão o projeto contra abandono de animais no Parque Estadual do Cocó, legislações de outros Estados e Municípios brasileiros e o GT de Fortaleza.

Vale destacar que o GT criado no âmbito da Capital cearense resultou pela oficialização, pelo prefeito Roberto Cláudio, da Coordenadoria Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal, que tem a ex-vereadora Toinha Rocha como coordenadora, com data de posse prevista para o próximo dia 18.

Nós, da Revista Bem-Estar Animal e do Blog Bem-Estar Pet, do Diário do Nordeste, estamos entre os participantes convidados.

O Grupo de Trabalho para o Bem-Estar e Proteção Animal do Estado tem como participantes:

  • Sérgio Mota, Sema-CE
  • Paulo Lira, gerente do Parque Estadual do Cocó
  • Rosania Ramalho, coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses de Fortaleza (CCZ)
  • Anderson Cavalcante, da União Internacional Protetora dos Animais (UIPA-CE)
  • Toinha Rocha, titular da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal de Fortaleza
  • Lucíola Cabral, presidente da Comissão de Bem-Estar Animal da OAB e procuradora do Município
  • Célio Studart, vereador de Fortaleza
  • Cláudia Gomes, vereadora de Fortaleza
  • Valéria Feitosa, editora da Revista Bem-Estar Animal/Blog Bem-Estar Pet ( Diário no Nordeste)
  • Marilac Alencar – Ouvidoria da UECE
  • Jane Cris Cunha, médica veterinária do Nuvet Sesa -CE
  • Gabriela Moreira, representante das ONGs Deixa Viver e Viva Bicho
  • Marta Synara Duarte, agente de Endemias do CCZ de Maracanaú
  • Thais Câmara, da Seuma
  • Maria Sanford, da Procuradoria Geral do Município (PGM)
  • Leonardo Borralho, da Sema-CE
  • Cecília Licarião, coordenadora de Educação Ambiental do Parque do Cocó
  • Ana Teresa, representante das ONGs de Fortaleza
  • Emerson, Nuvet Sesa -CE
  • Andre Ricardo, da ONG São Francisco de Assis
  • Arlinne Brasil, protetora independente
  • Sandra, representante da ONG Apata
  • Cláudia Lopes, protetora independente e Ouvidora da Ceasa