Busca

Tag: cinofilia


11:13 · 30.05.2018 / atualizado às 10:50 · 04.06.2018 por

A terceira edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, foi lançada com sucesso na Exposição Américas e Caribe 2018, encerrada no fim de semana no Centro de Eventos do Ceará. A publicação está recheada de novidades! Entre elas, entrevistas exclusivas com as maiores autoridades da cinofilia mundial: os presidentes da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), Sérgio de Castro; da Federação Cinológica Internacional (FCI), Rafael De Santiago; da Seccional Américas e Caribe da FCI, José Luis  Payró; e do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Roberto Bezerra. A Revista Bem-Estar Animal já está nas principais bancas de revista da Capital cearense, pet shops e clínicas veterinárias.

Confira abaixo a íntegra dessas exclusivas:

“Esta exposição é a mais importante no hemisfério das Américas”
Rafael Santiago, presidente da Federação Cinológica Internacional (FCI)

1 – Qual a avaliação do Senhor sobre a Exposição Américas e Caribe em Fortaleza?

Rafael de Santiago, Presidente da FCI

Rafael de Santiago – A exposição das Américas e Caribe é o evento de maior importância para a FCI no hemisfério das Américas. Como presidente da FCI, espero que o Brasil obtenha absoluto respaldo de todos os países membros desta seção, sem excluir a participação de exemplares da Europa e Ásia.

2 – Como o Senhor avalia a cinofilia do Brasil no cenário mundial?

– A representação do Brasil, em diferentes exposições na América e Europa, aumentou. Os exemplares apresentados são de excelente qualidade, destacando a excelência dos criadores brasileiros.

3 – Por que é importante o criador estar com cães na pista?

– Quando o criador apresenta o melhor de suas ninhadas em exposições caninas ajuda a educar outros exibidores e futuros criadores. Um plano de criação de excelência responsável é sinônimo de uma melhor cinofilia.

“A Exposição das Americas e Caribe é uma grande festa da cinofilia mundial”
José Luis Payró, presidente da Seção das Américas e Caribe/ Federação Cinológica Internacional (FCI)

José Luis Payró, Presidente da Américas e Caribe/FCI

1 – Qual a avaliação do Senhor para a Exposição Américas e Caribe em Fortaleza?

José Luis Payró – Bom, permitam-me dizer, antes de tudo, que nós, os representantes dos 20 países que pertencem à seção das Américas e Caribe na FCI, sentimo-nos muito orgulhosos pelas conquistas que obtivemos, destacando os latinos dentro do mundo cinófilo da FCI, porque somos muito unidos, começando por nosso presidente, o Sr. Rafael de Santiago, de Porto Rico, que acaba de ser reeleito para um novo período de dois anos; o Sr. Miguel Ángel Martinez, da Argentina, que faz parte do Conselho Diretivo da FCI; o Sr. Jorge Nallen, atual presidente da Comissão de Estándares; o Sr. Adrián Landarte, presidente da Comissão de Juízes; e a Dra. Margarita Duran, integrante da Comissão Científica, todos eles do Uruguai. Como também, o Dr. Andrés Villalobos, do México, membro da Comissão Científica, e minha pessoa, como presidente da Seção das Américas e Caribe.
Agora, também comento que a Assembleia Geral da Seção que acontece no Brasil, como a Exposição das Américas e Caribe, gerou grande expectativa, já que o mundo inteiro quer visitar o Brasil, por suas praias, pela excelente organização de seus eventos, dentro dos quais se espera uma grande quantidade de exemplares de todas as raças que estarão presentes, mas, sobretudo, por sua gente.
Não devemos esquecer que o Brasil também será organizador da Exposição Mundial da FCI no ano 2022, por isso aproveito para felicitar a todos os cinófilos brasileiros e ao Comitê Organizador da CBKC, por todos estes magníficos eventos, já que esta será uma grande festa cinófila mundial.

2 – Como avalia o nível das exposições no âmbito das Américas e Caribe?

– Todos os países membros de nossa Seção, assim como agora o Brasil, caracterizam-se por serem magníficos organizadores, com um excelente registro de cães. Porém, o que é mais importante é a qualidade de seus criadores, que são de altíssimo nível. Por isso, acreditamos que há uma extraordinária qualidade nas exposições, e isso é o que mais me agrada, como também, os participantes e visitantes.
E quanto às exposições no âmbito geral da Seção das Américas e Caribe, posso mencionar que as últimas exposições da Seção foram extraordinárias. No ano de 2016, na Colômbia; e em 2017, na Guatemala, cada uma com o toque especial do país sede, às quais contaram com exemplares excelentes de todo o mundo. Agora, é a vez de Fortaleza-Ceará, Brasil 2018, e a do México em junho de 2019. Esta última acontecerá em uma das melhores praias do Mundo, Acapulco, e contará com magníficas instalações do Centro de Exposição mais moderno da América Latina, “Foro Mundo Imperial”, e com a oportunidade de também ser a sede do 2º Congresso Mundial da FCI para juízes. Em 2020, se efetuará na Costa Rica. O que já podemos assegurar é que será uma extraordinária sede como as que foram mencionadas.

3 – Como age a Seção das Américas e Caribe na promoção da cinofilia nesses países?

– Quero dizer que a Seção das Américas e Caribe conta com página web própria, na qual todos os eventos dos países membros anunciam as datas de seus eventos, sedes, juízes que oficiarão, seminários, cursos etc. Nela não só se fala de temas da América, como também, serve para que os países de outros continentes anunciem seus eventos, como é o caso da próxima exposição mundial que acontecerá em Amsterdam, em agosto, e da Assembleia Extraordinária da FCI, que se efetuará na Bélgica, também no mês de agosto. Informa-se aos visitantes assuntos importantes no âmbito da cinofilia mundial, ademais, conta com um espaço para a difusão de seus juízes que, por certo, são de alta qualidade e são respeitados em todo o mundo. Também contamos com uma área para a promoção das raças da América Latina, seus padrões, etc., e sempre apoiados pela indústria relacionada ao ramo, já que eles também colaboram para o sucesso de nossos eventos. Para concluir, gostaria de agradecer a vocês por nos oferecerem este espaço para promover nossa Seção, assim como todos os eventos que fortalecem a cinofilia na América Latina. Um forte abraço e muita sorte a todos os participantes que veremos nos próximos dias, nesse maravilhoso país, Brasil.

Sérgio de Castro, Presidente da CBKC

“Evento cinófilo é um dos maiores do Brasil”
Sérgio de Castro, presidente da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC)

1 – Qual a expectativa do Senhor para a Exposição Américas e Caribe em Fortaleza?

Sérgio de Castro – Temos certeza de que esse evento cinófilo é o maior realizado no Nordeste em todos os tempos e, sem dúvidas, um dos maiores no Brasil. Acompanhamos de perto o trabalho e esforço que a Diretoria do Kennel Clube do Ceará fez em prol do evento e sabemos que a organização foi um dos pontos altos da Exposição.

2 – Por que a CBKC promoveu as recentes mudanças nas normas das exposições?

– A principal motivação foi a necessidade de adequação às normas da Federação Cinológica Internacional (FCI). Fico contente em dizer que o novo regulamento de exposições já está sendo bem assimilado por toda a comunidade cinófila.

3 – No Brasil, quais as raças em ascensão?

– A CBKC é destaque junto à FCI também no que se refere ao número de registro de cães. Somos o país que mais registra nas Américas há alguns anos e estamos entre os cinco maiores do mundo. Em 2017 registramos aproximadamente 150 mil cães. Destaco as cinco raças que mais registraram no ano passado: Buldogue Francês, Spitz Alemão, Shih Tzu, Pug e Yorkshire.

4 – Como a CBKC fortalece a ética nos julgamentos cinófilos?

– Esse é um tema muito importante com o qual sempre estamos muito comprometidos e engajados. Todos os árbitros da CBKC são orientados a julgar de acordo com seu conhecimento e consciência. Nós promovemos diversos seminários onde destacamos com ênfase a questão da ética e imparcialidade no julgamento. No evento das Américas e Caribe iremos, inclusive, promover mais um congresso de árbitros com palestras de renomados árbitros nacionais e internacionais.

Roberto Bezerra, Presidente do KCEC / Foto: Nilton Novaes

“A realização das Américas e Caribe 2018 em Fortaleza, Ceará, é um marco para a cinofilia do Nordeste e do Brasil” Roberto Bezerra, presidente do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC)

1 – Qual a importância das Américas Caribe 2018 em Fortaleza?

Roberto Bezerra – As Américas e Caribe é uma exposição que congrega toda a cinofilia da região de sua abrangência, contando com a presença de dirigentes cinófilos desses países, handlers, criadores e os principais atores, os cães. É um marco na cinofilia do Nordeste, especialmente do Ceará. Até então, ainda não havia se realizado uma Exposição dessa abrangência no Norte/Nordeste do Brasil.

2 – Quais as repercussões deste evento para a cinofilia brasileira?

– A importância das Américas e Caribe deve-se também porque é um evento quase que preparatório para a grande realização da Exposição Mundial da Federação Cinológica Internacional (FCI), em 2022, a ser realizada no Brasil, em São Paulo.

3 – Como presidente do KCEC, como avalia a escolha de Fortaleza para sediar este grande evento da Seccional da FCI?

– A definição pela CBKC da cidade de Fortaleza como sede das Américas e Caribe 2018, acreditamos ser como resultado do crescimento da cinofilia cearense nos últimos cinco anos, no bom nível de organização de nossas exposições, bem como a garantia da ambiência e aparato logístico demonstrados na exposição dos 50 anos do KCEC, também no Centro de Eventos do Ceará.

4 – O que os cinófilos podem esperar desta edição das Américas e Caribe?

– As exposições têm como anfitriã a CBKC, que delegou ao Kennel Clube do Estado do Ceará a organização e realização do evento. Da nossa parte, damos a garantia aos dirigentes cinófilos nacionais e internacionais, aos juízes, handlers, expositores e público em geral que nosso objetivo é proporcionar uma prazeirosa participação de todos, com conforto, segurança e completa infraestrutura, ao nível da magnitude deste evento.

MAIS INFORMAÇÕES: Exposição Américas e Caribe 2018 

 

 

12:56 · 20.10.2017 / atualizado às 12:56 · 20.10.2017 por
Exposições do Kennel Clube do Estado do Ceará. Cães são avaliados em estrutura e beleza. Foto: Nilton Novaes

Está previsto para janeiro, a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) e o Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) lançarem o Edital de inscrições para o grande evento cinófilo Américas e Caribe, a se realizar em maio de 2018 em Fortaleza, no Centro de Eventos do Ceará, com a participação de mais de mil cães de cerca de 100 raças. Com o evento, a cinofilia nacional já está passando por adequações para se aproximar, cada vez mais, das normas da Federação Cinológica Internacional (FCI), à qual a CBKC é filiada. No dia 14 de outubro, aconteceu em Atibaia (SP), o lançamento do novo regulamento das exposições pelo presidente do Conselho de Árbitros da CBKC, Ricardo Torres Simões, para os juízes brasileiros. O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, representou a entidade no evento.

O presidente do KCEC, Roberto Bezerra, explica que as adequações feitas ao Regulamento resultou de trabalho conjunto entre o Conselho de Árbitros e o Conselho Cinotécnico (o qual preside), sob a coordenação do vice-presidente da CBKC, Fábio Amorim. Ontem, 19, a diretoria do KCEC se reuniu mais uma vez para tratar da logística da Américas e Caribe, no que se refere a hotéis, traslados e hospedagem para cães.

Luiz Eduardo destaca as principais mudanças no novo Regulamento das Exposições da CBKC. A Classe Inicial para o cão competir, que é opcional, passa para a idade de 4 meses e 1 dia a seis meses de idade. Também opcional, a Classe Filhote abrange cães de 6 meses e 1 dia a 9 meses de idade. Iniciando as Classes de competição obrigatória, vem a Classe Jovem, para cães de 9 meses e 1 dia a 18 meses.

Vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, também é juiz cinófilo. Foto: Bruno Santana

Foi instituída a Classe Intermediária, para cães de 15 meses e 1 dia a 24 meses. Ficando a Classe Aberta para cães de 15 meses e 1 dia  sem idade idade máxima para participar. Outra mudança relevante, em todas as categorias, os machos passam a entrar primeiro em pista, depois vem o julgamento das fêmeas. Na final da cada raça, concorrem macho e fêmea jovens, adultos e veteranos (se houver), podendo disputar até seis cães, o que deixa a exposição mais participativa, segundo avalia Luiz Eduardo.

Antes, somente os melhores cães de cada grupo de raça iam para a final seguinte. Agora, vão todos os melhores de grupo das Classes Filhote, Jovem e Adulto (somente neste poderá haver reserva de grupo). Isto também aumentará a competição.

Luiz Eduardo também destaca que a Classe Intermediária vai facilitar a participação para os criadores que levam vários cães para pista. Por exemplo, irmão de uma mesma criação, para não concorrerem juntos, um pode ir na Classe Intermediária, e o outro na Classe Aberta, podendo ambos, a depender do julgamento, irem para a final de raça. “A ideia é aumentar a concorrência, ampliado a participação”, explica Luiz Eduardo.

“A motivação para as mudanças no Regulamento é também a realização da Américas e Caribe. Mas não somente. A meta é nos aproximarmos cada vez mais das normas da FCI. Considero estas adequações um avanço para a cinofilia brasileira. Antes, muitos juízes de outros países sentiam certa dificuldade de julgar aqui devido às diferenças no Regulamento. Agora, a CBKC está facilitando o intercâmbio da cinofilia nacional com os cerca de 90 países membros da FCI”, afirma Luiz Eduardo.

Saiba mais sobre as Exposições Américas e Caribe

Segunda edição da Revista Bem-Estar Animal será distribuída durante o 3º Festival de Cães neste domingo

A segunda edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, traz reportagem especial sobre as Exposições Américas e Caribe. Confira alguns trechos da matéria:

“O presidente da CBKC, Sérgio de Castro, foi o grande responsável pela decisão de trazer para Fortaleza esta edição das Américas e Caribe no Brasil. E de acordo com o vice-presidente da CBKC, Fábio Amorim, a Capital cearense foi escolhida para sediar o evento porque possui instalações e logística adequadas. “Além do fato do KCEC estar realizando exposições caninas com excelente número de cães e elevado profissionalismo há bastante tempo”, destaca ele.

Da mesma forma, o presidente do KCEC, Roberto Bezerra, destaca que a realização destas exposições em Fortaleza é um marco para a cinofilia do Ceará e do País. “Esta é a primeira vez que um Estado do Nordeste sedia evento do porte das Américas e Caribe. Para Fortaleza e o Ceará como um todo, é uma oportunidade ímpar de divulgar a nossa vocação turística, bem como consolidar ainda mais a cinofilia estadual, no contexto nacional e mundial”, aponta ele.

Serão quatro dias de exposições: 31 de maio, 1,2 e 3 de junho. A avaliação dos cães deverá ser feita por cerca de 40 juízes, nacionais e estrangeiros procedentes de diferentes países. Está prevista para o próximo mês de dezembro, a definição pela CBKC das raças que contarão com exposições especializadas e nacionais, bem como os nomes dos juízes cinófilos convidados, segundo afirma Fábio Amorim. “Esta edição das Américas e Caribe marcará os 96 anos da CBKC”, ele ressalta.

MAIS INFORMAÇÕES: Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), (85) 3265.5040. O novo Regulamento das Exposições pode ser conferido em CBKC

 

 

 

 

13:01 · 15.09.2017 / atualizado às 13:01 · 15.09.2017 por

Está chegando a hora! Dias 30 de setembro e 1º de outubro, acontece o 3º Festival de Cães 2017 do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), no Ginásio Paulo Sarasate, a partir das 9h, com entrada franca. Esta será a última exposição, antes do grande evento cinófilo, Américas e Caribe, a se realizar em maio de 2018, no Centro de Eventos do Ceará, com a participação de mais de mil cães de diferentes países.

O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, informa que, já em preparação ao Américas e Caribe, o 3º Festival do KCEC seguirá o modelo de exposição adotado por este evento mundial. “Os eventos no Brasil ocorrem com três exposições julgadas por juízes diferentes, mas que acontecem ao tempo. Como na Américas e Caribe isso não será possível, devido ao grande número de cães participantes, nosso evento acontecerá nesses moldes, ou seja, teremos vários juízes julgando uma mesma exposição, e só depois de encerrada a mesma, com a escolha dos melhores cães, iniciaremos a exposição seguinte”.

Assim, o 3º Festival de Cães contará com uma exposição no sábado à tarde, dia 30 de setembro; outra exposição no domingo de manhã, 1º de outubro; e mais outra exposição no domingo à tarde. No sábado pela manhã, acontecem as exposições especializadas das raças Golden Retriever, American Cattle Dog e American Pit Bull. “Teremos especializadas das raças Golden Retriever. Estávamos há mais de um ano sem especializada desta raça que sempre tem grande número de cães em nossos festivais. E também estaremos dando uma força a outras duas raças com especializadas. Uma que vem crescendo muito em cães para trabalho é o Australian Cattle Dog; e outra é o American Pit Bull, onde estamos vendo um renascimento na criação da raça no Nordeste”, afirma Luiz Eduardo.

Para julgamento das pistas foram convidados os juízes Linda Buckley (Austrália); Athanasios Garivaldis (Grécia); José Maurício (Brasil); Marcelo Santos (Brasil); e José Alberto (Brasil). Como árbitro reserva está Gutemberg Soares. O evento tem como superintendente Rafael Moreno, e como veterinário responsável, Dr. Evilázio Fernandes Filho. Podem participar cães com pedigree. As inscrições prosseguem até o dia 28 de setembro.

A Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, estará presente ao evento com a distribuição de sua segunda edição, que traz como reportagem especial de capa o grande evento cinófilo, Américas e Caribe. O presidente do KCEC, Roberto Bezerra, concedeu entrevista exclusiva para a revista, informando todos os detalhes desta exposição, que deverá contar com mais de mil cães de 100 raças, em média. A revista traz também entrevista com o vice-presidente da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), Fábio Amorim.

Segunda edição da Revista Bem-Estar Animal será distribuída no Paulo Sarasate durante o 3º Festival de Cães do KCEC

O Américas e Caribe é uma realização da CBKC, presidida por Sérgio de Castro, e da Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael de Santiago como presidente. Na realização do evento, as duas entidades cinófilas contam com o apoio logístico do KCEC. A Seção Américas e Caribe da FCI tem como presidente José Luiz Payro. Mais detalhes sobre este grande evento podem ser conferidos na segunda edição da Revista Bem-Estar Animal, que circula nas principais bancas da Capital, pet shops e clínicas veterinárias. Terá distribuição especial durante o 3º Festival de Cães do KCEC.

MAIS INFORMAÇÕES: 3º Festival de Cães 2017 do KCEC, dias 30 de setembro e 1º de outubro, a partir das 9h, Ginásio Paulo Sarasate. Aberto ao público. (85) 2365.5040

16:45 · 05.12.2016 / atualizado às 16:45 · 05.12.2016 por

Mais um sucesso de público e de raças caninas acontece no Festival de Cães do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC). Em sua terceira edição de 2016, as competições aconteceram no fim de semana no Siara Hall, em Fortaleza (CE),  com a participação de 367 cães de 70 raças. A Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, confere o grande evento que já se torna tradicional na cinofilia brasileira. As fotos das pistas foram cedidas gentilmente pelo fotógrafo e cinófilo Nilton Novaes. Já as fotos da revista e sua equipe foram feitas pelo fotógrafo do Diário do Nordeste, Luiz Carlos Moreira.

Para julgar os cães em pista, foram convidados os juízes David Miller (EUA), Mukul Vaid (Índia), Ilária Bionde de Ciabatti (Peru), Fernando Madeira Rodrigues (Portugal) e Gabriel Valdez (Colômbia). O KCEC tem como presidente Roberto Bezerra e como vice-presidente, Luiz Eduardo Matos Mendes. José Alberto Brás Thiers (Brasil) foi o árbitro reserva do Festival, que teve como superintendente Rafael Mendonça Bezerra Moreno, e como médica veterinária Juliana Furtado Lima Verde.

Os cães são avaliados em estrutura e beleza. Entram nas classes filhote, jovem e adulto. Primeiro as fêmeas depois os machos. Em seguida são julgados os melhores das raças e dos grupos caninos. No final, acontece o Best in Show para escolha dos melhores da exposição.

kcec dez 2016 kcec dez 2016 15327374_1287257158007156_1352669376132774766_n kcec dez 2016 15241374_1287255894673949_8780504520151465479_n kcec dez 166 kcec dez 16 15390721_1287926721273533_8997982383566503147_n kcec dez 16 15390685_1287388277994044_5996652461912891559_n kcec dez 16 15385413_1287257461340459_607689574482249109_o kcec dez 16 15380735_1287378227995049_1297342263613075508_n kcec dez 16 15380733_1287369021329303_9197660638627976988_n kcec dez 16 15380529_1287923461273859_8694482586193939984_n kcec dez 16 15380459_1287383961327809_1943651738590054077_n kcec dez 16 15380404_1287387294660809_7368209043465822396_n kcec dez 16 15356766_1287367371329468_2823342407985452180_n kcec dez 16 15356751_1287252761340929_5219841545215713901_n kcec dez 16 15356633_1287373121328893_5787475738729036153_n kcec dez 16 15356480_1287383264661212_5291779690346734864_n kcec dez 16 15355655_1287385307994341_2074482815196982690_n kcec dez 16 15350731_1287927801273425_3988059268649094601_n kcec dez 16 15350647_1287385567994315_4841834028558431597_n kcec dez 16 15350614_1287386354660903_2342243183136694155_n kcec dez 16 15350592_1287383051327900_2249686423037903784_n kcec dez 16 15350560_1287391187993753_319925442535775594_n kcec dez 16 15350437_1287256314673907_7784300919926901946_n kcec dez 16 15349796_1287379787994893_63287939828426486_n kcec dez 16 15349763_1287256374673901_3988361028238599450_n kcec dez 16 15349632_1287926287940243_6100852918163716090_n kcec dez 16 15349613_1287368197996052_7266875033029342459_n kcec dez 16 15338854_1287376837995188_3077691065510186484_n kcec dez 16 15337531_1287384777994394_3343463596954936359_n kcec dez 16 15327517_1287924604607078_5483866012557719168_n kcec dez 16 15327489_1287925677940304_8704631352066805154_n kcec dez 16 15327477_1287370414662497_3504567656090025317_n kcec dez 16 15327466_1287257998007072_3377512013895988735_n kcec dez 16 15327442_1287927944606744_7939906738728092302_n kcec dez 16 15327422_1287380747994797_8767238172362633500_n kcec dez 16 15327243_1287385561327649_9045756193021821524_n kcec dez 16 15326590_1287251028007769_9129977344377078386_n kcec dez 16 15326473_1287255624673976_2464365603051201415_n kcec dez 16 15326450_1287382891327916_7452566575190197837_n kcec dez 16 15326440_1287373581328847_7161480178013930967_n kcec dez 16 15319182_1287386014660937_2094293807012179180_n kcec dez 16 15319141_1287255571340648_8436684898096850616_n kcec dez 16 15319121_1287389911327214_1526559209431217572_n kcec dez 16 15319022_1287386684660870_1579080305295344299_n kcec dez 16 15317961_1287369161329289_5195094033536404142_n kcec dez 16 15304107_1287391861327019_4336123086982336135_o kcec dez 16 15289284_1287386497994222_919334667568182974_o kcec dez 16 15285094_1287368424662696_3315684694734103439_n kcec dez 16 15285045_1287928401273365_6334933545537916896_n kcec dez 16 15285002_1287390097993862_9041368500565614014_n kcec dez 16 15284915_1287923457940526_6512171879856612696_n kcec dez 16 15284095_1287252028007669_4303076992105725867_n kcec dez 16 15272001_1287257404673798_1255933367649717064_o kcec dez 16 15267999_1287387424660796_584712224474957573_n kcec dez 16 15267948_1287372081328997_7936014779723148601_n kcec dez 16 15267694_1287392077993664_4034298969540403774_n kcec dez 16 15267685_1287254588007413_5971628666357948932_n kcec dez 16 15267578_1287929101273295_7259902578570609650_n kcec dez 16 15267568_1287377031328502_3844201658051447754_n revista 15356872_1353160248029586_2046915872_n revista 15355964_1353161811362763_1052522976_n revista 15320401_1353162201362724_943232355_n revista 15320356_1353160681362876_1929434926_n revista 15319606_1353161408029470_1541431411_n revista 15319537_1353161044696173_17421515_n revista thumbnail__LCM4449 revista thumbnail__LCM4444 revista thumbnail__LCM4436 revista thumbnail__LCM4426 revista thumbnail__LCM4420 revista thumbnail__LCM4408 revista thumbnail__LCM4393 revista thumbnail__LCM4390 revista thumbnail__LCM4381 revista thumbnail__LCM4376 revista thumbnail__LCM4371 revista thumbnail__LCM4367 revista thumbnail__LCM4361 Revista thumbnail__LCM4344 kcec dez 16 15267518_1287254791340726_5809479616032667780_n kcec dez 16 15253651_1287385424660996_4474878132305714330_n kcec dez 16 15253567_1287368847995987_7344039714757190328_n kcec dez 16 15253391_1287256864673852_2956413984409431137_n kcec dez 16 15253389_1287374571328748_1438936660231039842_n kcec dez 16 15241881_1287387714660767_4836317788616137187_n kcec dez 16 15241754_1287926127940259_8842524787671750640_n kcec dez 16 15241383_1287366757996196_3622046380776603234_n kcec dez 16 15241361_1287371457995726_6903730234431825938_n kcec dez 16 15241213_1287379971328208_7499095767262211636_n kcec dez 16 15241162_1287384917994380_4858504930933437808_n kcec dez 16 15232298_1287382797994592_5211018323309408745_n kcec dez 16 15232055_1287253561340849_6482717381764556486_n kcec dez 16 15202508_1287254878007384_5693310022414261585_n kcec dez 16 15178309_1287256634673875_7045552928616510125_n kcec dez 16 15317961_1287369161329289_5195094033536404142_n

16:59 · 15.09.2016 / atualizado às 16:59 · 15.09.2016 por
Handler Pablo Henrique (ao centro) é um dos palestrantes do curso, que tem Stefenson Marinheiro (à direita) como coordenador Foto: Bruno Santana
Handler Pablo Henrique (ao centro) é um dos palestrantes do curso, que tem Stefenson Marinheiro (à direita) como coordenador Foto: Bruno Santana

Um curso imperdível para quem gosta de cães! Sim, estamos falando do Curso Básico para Apresentação de Cães, promovido pelo Conselho Brasileiro do Labrador – Seção Ceará (CBL), com apoio do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), no sábado, 17, e domingo, 18. O coordenador do evento, Stefenson Marinheiro, diz que o Curso tem como um dos principais objetivos  preparar  o Estado para a nova tendência da cinofilia no Brasil,  que é os criadores e proprietários  apresentarem seus próprios cães nas exposições cinófilas. Stefenson e o veterinário Victor Madeira, criadores de Labradores, são os representantes do Estado junto ao CBL.

“Essa tendência já chegou em quase todo Brasil, e recentemente no Nordeste, no Estado da Bahia. E por que não trazer para o Ceará ? Este é o primeiro passo do CBL para preparar criadores e proprietários para participarem da cinofilia, incentivando, educando e preparando as pessoas para desenvolver a cinofilia no nosso Estado”, diz ele.

Handler Oiram Filho também será palestrante no curso Foto: Nilton Novaes
Handler Oiram Filho também será palestrante no curso Foto: Nilton Novaes

O curso será ministrado pelos handlers profissionais Pablo Henrique e Oiram Filho. Eles vão falar sobre o que é e como funciona uma exposição cinófila, divisão básica dos grupos de raças e classes, noções básicas da apresentação de cães e simulação de uma exposição de cinofilia. No sábado, 17, acontece na Unip-Faepe a palestra interativa dos dois handlers, de 8 às 17h. Eles estarão abertos às perguntas dos participantes, tirando as principais dúvidas.

No domingo, o curso continua com a parte prática, de 8 às 12h, quando haverá a simulação de uma exposição cinófila, na Ada Hotel e Escola de Adestramento, de propriedade do handler e adestrador André Damasceno.

Stefenson Marinheiro explica que o Conselho Brasileiro do Labrador vem desenvolvendo um trabalho no Ceará para desenvolvimento da cinofilia e da criação de Labradores. “Sempre contamos com o apoio do KCEC e dos grupos locais, tais como Labrador Retriever Ceará, Labradores Brasil, Marinheiro Labs & Zuo’s, entre outros. Nosso objetivo é divulgar, fortalecer e desenvolver a raça Labrador e a cinófila no Estado do Ceará”, diz ele.

“Já realizamos uma palestra sobre a raça Labrador e tivemos um público recorde no Brasil para este tipo de evento (57 presentes). Agora, dando continuidade ao trabalho, estamos realizando este curso de  Apresentação de cães de raça, e, dessa vez, o evento será para cães de todas as raças. Em três dias de inscrição, já estamos com 90% das vagas confirmadas”, comemora ele. O curso tem vagas limitadas a 50 participantes.

MAIS INFORMAÇÕES: Curso Básico para Apresentação de Cães, dias 17 e 18 de setembro, na Unip-Faepe, Av. 13 de Maio, 389, Bairro de Fátima, Fortaleza (parte teórica); e na ADA Hotel e Escola de Adestramento, Rua das Violetas, 501, Mangabeira, Eusébio (parte prática). Inscrições pelos fones  99869.1121/ 98902.9307/ 98185.4881.

Stefenson Marinheiro curso handler 14344905_1264194593612425_1258806776824679438_n

 

11:10 · 24.06.2016 / atualizado às 11:10 · 24.06.2016 por
O Kennel Clube do Ceará é referência nacional em exposições de cães de raça - Foto: Nilton Novaes
O Kennel Clube do Ceará é referência nacional em exposições de cães de raça – Foto: Nilton Novaes

Para quem quer conhecer mais sobre as raças caninas, o Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) promove neste sábado, 25, o I Simpósio Cearense de Cães de Raça. Com inscrições gratuitas, o evento tem ampla programação, a se realizar na Unip (Av. 13 de Maio, 389, Bairro de Fátima, Fortaleza-CE). O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, diz que a procura pelo simpósio superou as expectativas do Kennel. Tanto foi assim que a programação foi ampliada para duas turmas. “As inscrições superaram nossa estimativa inicial e abrimos uma segunda turma. As duas turmas vão ocorrer simultaneamente, com revezamento dos palestrantes. Ainda estamos com inscrições abertas, mas a segunda turma também já está praticamente lotada”, afirma. O Kennel Clube do Ceará informa que realizará o simpósio anualmente. Para 2017, fiquem atentos às raças caninas de sua preferência!

“O grande destaque da programação são as palestras de raças, onde as pessoas podem conhecer melhor sobre o padrão da raça que amam, suas funções, peculiaridades, etc. A escolha das raças ocorreu de forma democrática. Ao fazerem suas inscrições, as pessoas indicavam as raças que gostariam de conhecer melhor. Conforme as inscrições foram atingindo um patamar razoável, tentamos encontrar bons palestrantes para falarem sobre cada raça. Nem todas as raças indicadas terão palestras, mas tentamos fazer o máximo possível”, explica Luiz Eduardo.

kcec simposio 13102607_1162129540485598_1225570126422079965_nNa parte da manhã, acontecem as palestras com temas variados, tais como “O KCEC e a CBKC”, a ser proferida pelo presidente do KCEC, Roberto C.F. Bezerra; “O Pedigree e as Exposições”, com o vice-presidente do Kennel, Luiz Eduardo; “Doenças do Carrapato”, veterinários Pedro Salviano Neto (Gireza/Nexgard) e Mayara Mesquita (Bravecto);  “Homeopatia Veterinária”, Dr. Gutemberg Lopes (HomeoPet); “Doenças Articulares”. Dr. Alisson Ximenes; “Doenças Oculares”. DR. Mirza Melo; “Manipulação Veterinária”, Dra Juliana Rabelo (DrogaVet); “Leishmaniose Canina”, Dra. Beatriz Lopes; “Nutrição e manejo de filhotes”, Dra. Mayara Correa (IntegralMix); “Reprodução e Castração”. Dr. Daniel Uchoa; e “Manejo e Manutenção da Criação”, Handler Oiram Filho.

No final da manhã, acontecem as palestras sobre o padrão técnico e aspectos característicos de algumas racas. Entre elas, Labrador, a ser comentada por Daniel Oliviera; Beagle, sob responsabilidade do handler Oiram Filho; e Border Collie, com o comportamentalista animal Vladinir Maciel.

À tarde, a programação consta de aulas práticas, quando haverá a simulação de uma exposição de cinofilia.

De acordo com o diretor de eventos do KCEC, Natanael Cortez, O Kennel Clube do Ceará tem o compromisso institucional de promover o crescimento da cinofilia local. “Ao longo dos anos, temos cumprido algumas etapas, iniciando pela organização e potencialização da entidade. Hoje, nosso cartório e nossas exposições são referência em nível nacional”, afirma ele, explicando que, uma vez organizada a entidade, a diretoria viu a necessidade de partir para a atuação externa. “Iniciamos pelas próprias exposições, atraindo cães em maior qualidade e quantidade, atraindo público para conhecer melhor os cães de raça, seus padrões, funções e características das raças, etc.
Entretanto, vimos a necessidade de expandir a atuação do Kennel ainda mais, aproximando-o da sociedade cinófila cearense em geral, para que esta conheça melhor a atuação da própria instituição e as diversas peculiaridades da criação de cães de raça”, diz, para justificar a importância do Simpósio de Cães de Raça.
kcec simposio 13501832_1195907197107832_4523411824607832668_nSegundo destaca, o Simpósio objetiva ser uma ferramenta de integração e formação dos apreciadores de cães de raça, unindo em um mesmo evento handlers, criadores, expositores, juízes e veterinários. “Queremos elevar o nível crítico de todos os setores da cinofilia cearense. Com o simpósio, pretendemos tornar o público mais esclarecido sobre as peculiaridades das raças que tanto amam e muitas vezes pouco conhecem, bem como sobre a importância dos registros de ninhadas, os impactos de cruzamentos malfeitos, entre outros temas”. Diz que a programação segue o interesse geral. Todos os palestrantes estão orientados a usar uma linguagem clara e objetiva, permitindo a compreensão de todos.

Mais informações: Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Av. Desembargador Moreira, 760, Sala 503 – Fone (85) 3265.5040 – contato@kcec.com.br

11:10 · 11.04.2016 / atualizado às 11:21 · 18.04.2016 por
Um show de estrutura e beleza. A cinofilia cearense é destaque nacional. FOTOS: NILTON NOVAES
Um show de estrutura e beleza. A cinofilia cearense é destaque nacional. FOTOS: NILTON NOVAES

O I Festival de Cães 2016 do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) superou as expectativas de todos! Com o apoio da Royal Canin e da Bichomania, o evento contou com 244 cães de 54 raças no fim de semana. O número foi quase 10% maior do que a primeira exposição do ano passado. Parabéns aos organizadores de mais este show da cinofilia cearense, destacando o presidente do KCEC,  Roberto C.F. Bezerra, seu vice-presidente, Luiz Eduardo Matos Mendes, e toda a equipe do Kennel Clube cearense. As exposições cearenses contam pontos para o ranking geral da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). O fotógrafo Nilton Novaes, especializado em cães, fez a cobertura completa das exposições. Um show de imagens!

KCEC abril 2016 12592376_1096525850413622_9039461849499186684_n“A primeira exposição do ano do KCEC esquenta de vez a disputa para a escolha dos melhores cães de 2016. Por ser a exposição do Norte/Nordeste que conta mais pontos para o ranking geral da CBKC, esta pontuação varia de acordo com o número de cães participantes, tanto na raça como no somatório dos cães participantes. Assim, os concorrentes têm primeiro uma disputa para ganhar sua raça para, em sequência, os campeões disputarem o Best in Show, ou seja, escolha do melhor cão da exposição”, explica Luiz Eduardo.

Fotógrafo Nilton Novaes garantiu o show de imagens nas pistas, com apoio da fotógrafa Suelena Moreira
Fotógrafo Nilton Novaes garantiu o show de imagens nas pistas, com apoio da fotógrafa Suelena Moreira

As provas em pista tiveram como juízes  Fábio Amorim (Piauí), Denis Menezes (Pernambuco), Fernando Guimarães (Maranhão) e Gutenberg Soares (Rio Grande do Norte). José Alberto Brás Thiers (Ceará) foi o árbitro reserva. A Dra. Juliana Furtado Lima Verde é a médica veterinária responsável pelo evento, que teve Rafael Mendonça Bezerra Moreno como superintendente da Exposição.

KCEC abril 2016 12994485_1096523530413854_4953182929724904179_nLuiz Eduardo diz que o aumento do número de cães inscritos concentra-se nas raças Buldogue Francês, Rottweiler, Golden Retriever, Pastor Alemão, Buldogue Inglês, entre as principais. “Esperamos a participação de todos os Estados do Nordeste, mas também do Pará, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília”, diz ele.

KCEC abril 2016 12987052_1096523457080528_6992113069287110922_nUma novidade do evento no Paulo Sarasate foi o lançamento do I Simpósio Cearense de Cães de Raça, encontro que objetiva mobilizar criadores renomados com amantes de cães das principais raças criadas em Fortaleza. O evento deverá acontecer no mês de junho.

KCEC abril 2016 12998651_1096698837062990_2897157411974705423_nO Festival de Cães do KCEC é uma ótima oportunidade para adultos e crianças conhecerem o que é criar animais com responsabilidade e amor. Vale ressaltar que a cinofilia cearense é destaque nacional.

Mais informações: Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) – (85) 3265.5040/ 3265.1533 (fax) – www.kcec.com.br

KCEC abril 2016 12993463_1096699820396225_3257010406940631648_n

KCEC abril 2016 12472329_1096525500413657_7117627413855281393_n

KCEC abril 2016 12998519_1096522913747249_7733682440314607304_n

KCEC abril 2016 12985524_1096700777062796_6882274655605075796_n

KCEC abril 2016 12987002_1096520230414184_3033045358064221795_n

KCEC abril 2016 13000103_1096701763729364_4701171553021784309_n

KCEC abril 2016 12987124_1096699430396264_7355557873460896335_n

KCEC abril 2016 12993357_1096703267062547_9121971171853896636_n

KCEC abril 2016 12993633_1096699203729620_683585972689341131_n

KCEC abril 2016 13000370_1096517683747772_2592458816373167680_n

KCEC abril 2016 13001077_1096700753729465_6553184285254926801_n

KCEC abril 2016 13007265_1096701190396088_830403228354676649_n

KCEC abril 2016 13012682_1096518493747691_2971582032671123242_n

KCEC abril 2016 13055423_1096699123729628_5694459082188059435_n

KCEC abril 2016 13012862_1096518087081065_7615372885233801501_n

21:03 · 03.12.2015 / atualizado às 09:34 · 04.12.2015 por

world races fortaleza12144758_923990871001863_5653747887268405557_nPara quem quer conhecer as raças caninas diretamente com os criadores do Ceará não pode perder o World Races Fortaleza, que começa nesta sexta-feira, 4, e segue no fim de semana, dias 5 e 6, no Shopping Iguatemi. A aberturá acontece às 19 horas de hoje, e haverá desfile de cães e exposição dos canis participantes, tais como o Jacobi Bulldogs, Ceará Golden, Canil Forest Spirit e o Tiny Celebs. A entrada é um quilo de ração que será doado a um abrigo de proteção de animais.

Cinófila e psicóloga Giselle Sucupira Mesquita, uma das organizadoras do World Races Fortaleza
Cinófila e psicóloga Giselle Sucupira Mesquita, uma das organizadoras do World Races Fortaleza

A psicóloga e cinófila Giselle Sucupira Mesquita, juntamente com Gyslanderson Andrade de Oliveira e Werbson Silva organizam o grande evento, que contará com o Simpósio World Races, no sábado e domingo, a partir das 16 horas. O World Races Fortaleza tem entrada franca para visitação aos canis e desfiles de cães (mas o evento está recebendo um quilo de ração para um abrigo de protetores de animais). Para o simpósio, que ofereceu 100 vagas, participam os inscritos previamente (as vagas ao simpósio já estão esgotadas).

Handler Oiram Filho está entre os palestrantes do World Races Fortaleza
Handler Oiram Filho está entre os palestrantes do World Races Fortaleza

O patrocinador do evento é a Royal Canin. Entre os apoiadores, o Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Bicho Mania, Bicho Conceito e Nêga Chic. A realização é da Execut. Segundo explica Giselle, o evento objetiva mostrar ao público de Fortaleza os criadores de cães do Estado e os prestadores de serviço na área. “Queremos mostrar os cinófilos que criam de forma responsável, preservando a raça dentro do padrão e preocupados com o bem-estar dos mesmos. Queremos apresentar ao público os criadores que amam o que fazem e por isso realizam o melhor e com responsabilidade. Estamos aguardando por vocês para deixarem o Mundo das Raças mais especial”.

Handler Pablo Henrique faz parceria com Oiram na palestra durante a programação
Handler Pablo Henrique faz parceria com Oiram na palestra durante a programação

O Simpósio inicia no sábado, 5, às 16 horas, com palestra do vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, que falará sobre “A importância do registro do animal (pedigree)”. Em seguida, os handlers Oiram Filho e Pablo Henrique abordam a relevância do trabalho de apresentação de cães e as principais características avaliadas nas exposições cinófilas.

Médico veterinário Alison Ximenes falará sobre ortopedia e células-tronco em cães
Médico veterinário Alison Ximenes falará sobre ortopedia e células-tronco em cães

O médico veterinário, Alison Ximenes, apresentará o tema “Problemas ortopédicos mais comuns em cães e a utilização de células-tronco”.

Jornalista e editora desta blog, Valéria Feitosa, falará sobre Bem-Estar Animal, Bioética e Cinofilia
Jornalista e editora desta blog, Valéria Feitosa, falará sobre Bem-Estar Animal, Bioética e Cinofilia

Na sequência, a jornalista e editora deste blog, Valéria Feitosa, abordará o tema “Bem-Estar Animal: Bioética e cinofilia”. A programação do sábado termina com apresentação das raças e Desfile Bicho Conceito, bem como participação especial do adestrador Gerfyson Dantas e seu cão.

No domingo, 6, também às 16 horas, a veterinária do Plantão Pet, Juliana Lima Verde, abre a programação com o tema “E aí… castrar ou não castrar?”. Depois, o adestrador Gerfyson Dantas falará sobre “A importância da socialização de filhotes”.

Em seguida, Giselle Mesquita coordena mesa-redonda e faz palestra na temática Cães de Serviço. Estão com ela o psicólogo Hugo Victor e o Major Lino, do Corpo de Bombeiros do Ceará. Eles falarão sobre cãoterapia, inclusão e o cão no serviço militar.

Para encerrar a programação, novas apresentações de cães, como o cão bombeiro, e a entrega do Troféu Mundo das Raças.

Adestrador Gerfyson Dantes apresentará cães e abordará a importância da socialização de filhotes
Adestrador Gerfyson Dantes apresentará cães e abordará a importância da socialização de filhotes

Mais informações: World Races Fortaleza, dias 4, 5 e 6 de dezembro, no Shopping Iguatemi. www.mundodasracas.com.br
https://www.facebook.com/events/1498727813757761/

 

07:55 · 17.11.2015 / atualizado às 07:55 · 17.11.2015 por
13 DE MAR  - OPINIAO - 17re0447  -  OPINIAO
Nas Exposições do Kennel Clube do Estado do Ceará, os cães são avaliados em estrutura e beleza. Assim foi no Festival dos 50 Anos do KCEC

Fortaleza. A  cinofilia não é um esporte mas, como todas  as modalidades esportivas, segue regras bem definidas  para determinar o certo e o errado nas competições.  No  Brasil, as normas são definidas pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) e seguidas pelos Clubes nos Estados, como o Kennel  Clube do Estado do Ceará (KCEC). Assim, com a outorga da CBKC, o Kennel do Ceará realiza no próximo fim de semana,  dias 21 e 22, o  3º  Festival de Cães. Desta vez,  acontecerá no Siará Hall, com a expectativa de reunir cerca de 300 cães,  de 60
raças, em média.
Confira na infografia abaixo, uma síntese das regras de um exposição cinófila, conforme consultoria do juiz José Alberto Brás Thiers, que será árbitro reserva nas provas do fim de semana.
Participam como juízes convidados Albhert Mendez (Costa Rica); Dianne Besoff e Ron Besoff (ambos da Austrália);  Tereza  Gallo  (Argentina); Luiz Tiradentes e Ricardo Bentes (ambos do Brasil). Na sexta-feira, às 18  horas, Luiz Tiradentes estará proferindo palestra  técnica gratuita sobre a raça Buldogue Francês.
Palestra Tiradentes 12190912_201305263536217_8709117578345195032_nDas competições podem participar cães com pedigree. As inscrições podem ser feitas até hoje (17) no KCEC. Para a palestra, os interessados também devem manter contato com o Kennel do Ceará.
O presidente do KCEC, Roberto C.F. Bezerra, e o vice-presidente da entidade, Luiz  Eduardo Matos Mendes, destacam que, no Siará Hall, os criadores, handlers e público em geral terão um  ambiente com conforto térmico e completa infraestrutura para passar o dia todo no evento. Os desfiles começam já a partir das 9 horas do  sábado (21) com Exposições
Especializadas e Exposições Gerais dos Grupos de cães 1, 5, 8, e a raça Buldogue Francês. Seguem no domingo com Exposições Gerais, a partir das 9 horas, e os Grupos 2, 3, 4, 6, 7, 9 (menos Buldogue Francês), 10 e 11. No final, ocorre o Best in Show.
As provas começam pelas fêmeas, depois os machos, seguindo as classes Filhote, Jovem, Aberta, Campeonato e Grande Campeonato; e os 11 grupos de raças. José Alberto Thiers explica que os juízes buscam premiar os cães que mais se aproximam do padrão técnico definido para cada raça. O julgamento observa a estrutura e a beleza dos concorrentes. Primeiro são julgadas as melhores fêmeas e os melhores machos de cada raça. Depois os melhores exemplares dos grupos de raças. No final, acontece o Best in Show para premiação dos melhores entre todos os cães da exposição.

O 3º Festival de Cães do KCEC tem como patrocinadores a Royal Canin, Honda Nova Luz, Bicho Mania, Plantão Pet, Clínica Mirza Melo, entre outros.
MAIS INFORMAÇÕES: 3º Festival de Cães do KCEC, dias
21 e 22, no Siará Hall. Inscrições dos cães no KCEC
-(85)3265.5040 www.kcec.com.br
Público tem entrada franca

infográfico cinofilia NRET-171115_17RG0020

12:33 · 02.11.2014 / atualizado às 18:13 · 02.11.2014 por

imageimageimage
Contagem regressiva para o Festival de Cães que marcará os 50 anos do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC).  Será nos dias 15 e 16 no Centro de Eventos do Ceará. As inscrições  terminam no dia 06/11. Será um evento cinológico combinado do KCEC e da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). O Centro de Eventos do Ceará será o palco para esta mega competição! Terá contagem dobrada para o ranking!

O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, informa que podem imageparticipar cães a partir dos 6 meses, com pedigree. Criadores interessados, corram!! Acessem o site dogsshow.com.br ou email contato@kcec.com.br e inscrevam seus futuros campeões!

E muitos criadores não estão perdendo tempo. O handler Pablo Henrique organizou imageum grupo no Whatsapp “Treinos Exposição KCEC”. Todo dia tem programação de treinos com cães de variadas raças.

Entre os participantes deste grupo estão os criadores Giselle Sucupira, Márcio Araújo, Allan Morais, Steffson Marinheiro, Willem Neto, Renato Bruno, Wietske Meyering, Clarisse Albuquerque, Yoná Maia, Jacobi Junior  e César Fogos.

imageAqui vocês podem conferir alguns exemplares concorrentes!

imageSão cães de alta linhagem, criados com respeito e responsabilidade, sendo preservado o bem-estar animal.

imageLuiz Eduardo diz que estão sendo esperados cerca de 400 cães.

Os criadores e proprietários devem antecipar também a organização dos acampamentos a serem instalados para os dias de prova. Quem vai levar só um ou dois cães, pode se juntar a outro criador.

Os animais serão avaliados por especialistas, juízes de raça. Eles vão avaliar os cães  no imagetocante ao padrão da raça,  tamanho, cor, dentição, pelagem, entre outros aspectos.

você que é apaixonado por cães não pode ficar fora deste megaevento! Inscreva seu cão  até dia 06/11.image

Mais informações: KCEC – contado@kcec.com.br ou dogsshow.com.br