Busca

Tag: direitos dos animais


19:37 · 16.07.2018 / atualizado às 19:40 · 16.07.2018 por
Sandra Guimarães e chef vegana e ativista dos direitos animais e humanos

A chef vegana, escritora  e ativista dos direitos humanos e animais, Sandra Guimarães, está em Fortaleza no fim de semana, dias 21 e 22, para cumprir agenda mais que imperdível! No sábado, 21, ela vai proferir palestra aberta ao público sobre “Direitos Animais & Direitos Humanos: uma conexão necessária”, às 9h30, no auditório da Prograd-Uece, no Campus do Itaperi. Já no domingo, ministra a oficina “Culinária Vegana para Todos”, com vagas limitadas.

A promoção é do Observatório de Direitos dos Animais (ODA), coordenado pelas veterinárias Adriana Wanderley, também professora da Favet-Uece, e Amanda Luíza Oliveira. O ODA é um núcleo de pesquisa e atuação em direitos dos animais, criado a partir de um projeto de extensão da Uece. Várias atividades e pesquisas já foram realizadas, como forma de conscientizar as pessoas sobre a temática.

A palestra da chef vegana é gratuita e aberta ao público. Já para a oficina de culinária vegana, como tem vagas limitadas e custos, os interessados devem fazer inscrição prévia.

Sandra Guimarães é chef vegana que compartilha receitas exclusivas em seu blog Papacapim desde 2010. Mas também escreve sobre direitos animais, questões sociais, feminismo e a Palestina, onde viveu por vários anos. Ela ajudou a desenvolver o Projeto de Empoderamento Feminino Noor, uma inciativa independente criada por e para mulheres mães de crianças com deficiência, no campo de refugiados da Aida (em Belém, Palestina). Desde 2014,  organiza tours político-veganos naquela região.

Sandra trabalhou como chef na Palestina, Londres, Bruxelas, Beirute, Paris e Berlim. Já proferiu muitas conferências no Brasil. Atualmente, participa de um projeto sobre o impacto da colonização israelense na soberania alimentar do povo palestino e no aumento da exploração animal e opressão humana na região.

MAIS INFORMAÇÕES: Palestra com Sandra Guimarães, “Direitos Animais & Direitos Humanos: uma conexão necessária”, sábado, 21, às 9h30, no auditório da Prograd-Uece, no Campus do Itaperi, Av. Dr. Silas Munguba, 1.700, aberta ao público. Oficina Culinária Vegana, domingo, 22, 10h. Vagas limitadas. Inscrições (85) 9 9989.2191/ 9 9192.7776/ 9 8138.3458 (WhatsApp).

 

15:57 · 26.11.2010 / atualizado às 15:57 · 26.11.2010 por
Cena do filme "Vira Lata": Ser humano e animal se entendem

Muitos casos de maus-tratos a animais decorrem desse bicho feroz chamado antropocentrismo. Calma, eu explico:  Esse bicho nada mais é do que uma forma de pensamento que faz com que o ser humano se ache superior às demais espécies do planeta, sejam vegetais ou animais. Antropo, significa homem, e centrismo, no centro. É o homem  no centro das atenções. Ele acha que tudo no planeta existe para servi-lo. Por isso, destroi florestas, polui rios, causa extermínio de espécies da fauna e da flora. Quanto engano! A natureza prova, todo dia, que esta forma de existir está errada. Aquecimento global, chuvas ácidas, inundações, secas, terremotos, ondas gigantes são algumas provas de que o planeta não aguenta mais tanto desrespeito. Assim como faz com os recursos naturais, muitos seres humanos pensam, ou melhor, se iludem, achando que os animais são seres insensíveis, que não sofrem. Daí, batem, prendem, amordaçam, abandonam nas ruas. Cães, gatos e jumentos são os principais alvos destas maldades. O ser humano se acha superior às demais espécies e fazem delas objetos de consumo, como se fossem mercadorias. Porém, estudos científicos comprovam, cada vez mais, que todas as formas de vida no planeta merecem direito à plena existência, porque são seres sencientes, com sentimentos. Já imaginou um planeta sem árvores, pássaros, rios, sem bichos de estimação? Somos os seres mais dependentes na natureza. Nossa pretensa vida autônoma, com o avanço tecnológico, depende de uma coisinha básica para continuar: a fotossíntese. Já viu algum ser humano viver sem oxigênio? Por isso, quando você presenciar algum caso de maus-tratos a animais, não tenha vergonha de tomar partido. Veja o que está ao seu alcance e faça alguma coisa para livrar pequenos inocentes do sofrimento. Assim como nós, os cães e os gatos choram, sentem medo, frio, fome, não querem ser abandonados nem ficar solitários. Seja solidário e proteja os bichinhos!

08:50 · 03.11.2010 / atualizado às 08:50 · 03.11.2010 por

Veja o que foi publicado no boletim eletrônico do Parque Visão Futuro, da Dra. Susan Andrews: “Entre os dias 09 e 12 de outubro de 2010, o Parque Ecológico Visão Futuro sediou a 2ª edição do Encontro Nacional de Direitos Animais (ENDA) promovido pela ONG VEDDAS de São Paulo, SP. Com o objetivo de discutirem o movimento, capacitarem os ativistas e nutrirem-se nas diferenças, mais de uma centena de ativistas vindos de 13 estados brasileiros, Canadá, EUA e Inglaterra conviveram durante esses 4 dias com palestras, dinâmicas de grupo e muitas trocas de experiências, além é claro de desfrutarem do ambiente que o Parque proporciona.

“Não poderíamos desejar um cenário melhor do que esse para cumprir o objetivo do encontro, onde o ambiente harmoniza, a comida nutre e a natureza abunda”, declara George Guimarães, organizador do evento. Segundo ele, a luta pelos direitos animais vai muito além do vegetarianismo, tratando-se na verdade de um movimento de justiça social.” visaofuturo@visaofuturo.org.br