Busca

Tag: Pointer Inglês


21:25 · 28.05.2018 / atualizado às 21:25 · 28.05.2018 por

Dez ONGs de proteção animal do Ceará recebem apoio durante o grande evento cinófilo Américas e Caribe 2018, que acontece de 31 de maio a 3 de junho no Centro de Eventos do Ceará. São duas iniciativas: uma da Prefeitura de Fortaleza e sua Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa); outra do Kennel Clube do Estado do Ceará, juntamente com seis fotógrafos especializados em cães. As ONGs beneficiadas são Abrace, Deixa Viver, Abrigo do Duda, São Lázaro, Abrigo da Estela, Novelo de Lã, Upac, Lar Tintin, GPA e Manda Chuva.

Em cada dia do evento, as ONGs se revezarão no estande oficial da Prefeitura/Coepa, divulgando seus trabalhos e realizando bazar com renda revertida para as atividades de proteção animal de cada entidade (confira cartaz ao lado). A coordenadora da Coepa, Toinha Rocha,  destaca a responsabilidade social na parceria. “Nossa parceria com as ONGs no evento internacional foi, principalmente, para dar visibilidade ao trabalho que essas instituições fazem na defesa e proteção animal. Mostrar que aqueles que criam cães de raças também podem se sensibilizar com os animais sem raça definida que estão, na sua grande maioria, sofrendo, passando fome, sede, calor e sem afeto. Um evento dessa grandiosidade tem que ter seu papel social. A Prefeitura de Fortaleza vai dividir com as ONGs seu espaço para que as mesmas mostrem seu trabalho, conquistem padrinhos e possam vender seus produtos. É a responsabilidade social do evento”.

A presidente da Abrace, Cristiane Angélica, também comemora. “Esse apoio dado pela Prefeitura de Fortaleza às ONGs, através da Coepa, e do Kennel Clube do Ceará e fotógrafos no evento internacional Américas e Caribe, é uma grande vitória para a proteção animal no nosso Estado, e porque não dizer, em nosso País. Por ser um evento de grande projeção, coloca ONGs e protetores ao lado de grandes expositores, abrindo portas para que os animais carentes tenham oportunidade de serem vistos de uma maneira digna. É importante que a proteção animal desperte a compaixão e a atitude das pessoas, e não apenas a piedade. Dessa forma, poderemos dar as mãos e aliar forças em prol do bem-estar animal, trazendo benefícios de forma duradoura e coerente, alinhada ao nosso projeto maior que é lutar em favor dos animais, contra o abandono e os maus-tratos. É a razão e o coração imbuídos de um propósito maior: o amor aos animais“.

Fotografias de arte

Outra iniciativa de grande impacto nesse apoio é a exposição de fotografias de arte, tendo os cães como tema, na autoria dos fotógrafos Nilton Novaes, Bibbo Camargo, Bruno Santana, Johnny Duarte, João Alexandre e Edmilson Reis. São 40 quadros que ficam em exposição durante os quatro dias de evento, disponíveis à venda, com renda revertida para os trabalhos das dez ONGs participantes da programação. Cada imagem configura verdadeira obra de arte em forma de fotografia. Confira a seguir uma pequena mostra, de encher os olhos!

Fotografia de Nilton Novaes

Fotografia de Bibbo Camargo

Fotografia de Bruno Santana

Fotografia de Johnny Duarte

Fotografia de João Alexandre

Fotografia de Edmilson Reis

A Exposição Américas e Caribe 2018  é promovida pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, e Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael De Santiago como presidente, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), tendo na presidência Roberto Bezerra. A Américas e Caribe, presidida por José Luiz Payró, é uma das Seções da FCI.

MAIS INFORMAÇÕES: Exposição Américas e Caribe 2018, de 31 de maio a 3 de junho, a partir das 9h, no Centro de Eventos do Ceará. Entrada gratuita.

15:25 · 03.11.2017 / atualizado às 18:27 · 07.11.2017 por

Uma ótima notícia para quem é apaixonado por Pointer, assim como eu e um número crescente de criadores espalhados por todo o País! Com o objetivo de fundar o Pointer Clube do Brasil, acontecerá na Estância Santa Maria, em São José do Rio Pardo (SP), o Encontro de Criadores de Cães de Aponte, no próximo dia 18 de novembro, a partir das 10h. A programação está bem atrativa. Haverá exposição dos cães, troca de informações sobre genética e criação e venda de filhotes e adultos.

Um dos organizadores do evento, Otávio Cezar de Paiva Ferreira, diz que este tipo de encontro já ocorreu algumas vezes no País anos atrás, porém parou de acontecer. “Agora, alguns criadores e amantes da raça resolveram ativar a ideia de criar o Pointer Clube do Brasil. Nossa intenção é reunir o maior número de pessoas amantes dos cães de aponte. Então será aberto a todos os criadores“, explica ele que, juntamente com outros criadores também registrados no Sistema CBKC, coordena a programação.

“As raças de Aponte estão em um bom momento hoje no Brasil. Nestes últimos anos ocorreram várias importações e hoje temos ótimos cães. Inclusive alguns campeões de prova e exposições”, afirma Otávio Ferreira. Além do Pointer Inglês, integram também as raças de Aponte o Braco, Setter, Spaniel Bretão, Weimaraner e Vizsla, entre as principais.

Otávio Ferreira destaca o empenho de vários criadores brasileiros para o melhoramento genético da raça no País. “Hoje temos as melhores linhagens do mundo aqui no Brasil. Cães campeões em exposição de beleza e de provas. O que precisamos é trocar informações entre criadores para aprimoramento genético através de acasalamentos. No Brasil, temos o agravante das distâncias. Às vezes, se tem cães excelentes, mas em regiões distantes, dificultando assim ótimos acasalamentos de excelentes linhagens”, observa ele. O encontro nacional objetiva aproximar os criadores em prol da preservação e melhoramento da raça.

Pointer “Aladim Gurtan das Colinas de Holambra”, de propriedade de Janislan Libório

O Pointer Inglês é conhecido popularmente como Perdigueiro. Sobre isto, João Gualberto, também na organização do encontro, explica: “Perdigueiro é uma expressão genérica para cães que caçam perdiz. O Pointer Inglês é um caçador de perdiz, portanto, um perdigueiro. O Setter, o Braco, o Spagnel Bretão são perdigueiros também. Como o Pointer Inglês, no Brasil, sempre foi a raça de perdigueiros mais conhecida, então costumamos chamá-los de “perdigueiros”, o que é verdade, mas o nome da raça é Pointer Inglês”.

O Pointer Clube do Brasil será criado, mas ainda não estará vinculado a entidades como a Confederação Brasileira de Cinofilia e Federação Cinológica Internacional (CBKC/FCI). “A CBKC exige que um clube se filie a federações, o que inviabiliza um clube de caráter nacional. Os criadores, porém, querem o clube para realização de provas de campo (testes de temperamento), para intercâmbio com outros clubes especializados no mundo, entre outros objetivos. Porém, nenhuma das atividades do nosso Clube vai concorrer com a CBKC. Emissão de pedigrees e exposições de beleza seguem com a CBKC.

Saiba mais sobre o Pointer Inglês no Brasil

Pointer Aristani’s Kocis, Campeão Internacional de Trabalho, Melhor Reprodutor nos últimos quatro anos. Do Canil Leão de Brasília, de Hermano Arêdes. Fotos: Canil Leão de Brasília

O Blog Bem-Estar Pet conversou com alguns criadores de Pointer e chegou às seguintes informações: Espalhados por todo o país, criadores e canis preservam a raça Pointer Inglês. Muitos criadores se empenham em reproduzir o plantel com responsabilidade, com vistas ao melhoramento genético dos exemplares. Somente para exemplificar alguns, há o Leão de Brasília, de Hermano Arêdes, com cães importados da Itália e Argentina. Também podemos citar, entre tantos outros bons criadores no País, os canis Colinas de Holambra, de João Gualberto Rocha; o Canil Perdizes, em Brasília, de Flávio Rodrigues; o Canil Caçador de Indaiá (MG), de Rafael Stefano; Canil Jardim de Aldeia (PE), de Ana Araújo; e Cacil Caçador da Ilha (MA), de Erick Gomes. Os interessados em melhor conhecer mais canis brasileiros, podem entrar em contato com os Kennels Clubes de seus Estados.

Ana Araújo e “Baco IndTan das Colinas de Holambra”. O Pointer é Campeão Brasileiro, Grande Campeão Brasileiro, Campeão Panamericano, Grande Campeão Panamericano e está a 1 CACIB para fechar o Campeonato Internacional.