Busca

Tag: rottweiler


21:25 · 28.05.2018 / atualizado às 21:25 · 28.05.2018 por

Dez ONGs de proteção animal do Ceará recebem apoio durante o grande evento cinófilo Américas e Caribe 2018, que acontece de 31 de maio a 3 de junho no Centro de Eventos do Ceará. São duas iniciativas: uma da Prefeitura de Fortaleza e sua Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa); outra do Kennel Clube do Estado do Ceará, juntamente com seis fotógrafos especializados em cães. As ONGs beneficiadas são Abrace, Deixa Viver, Abrigo do Duda, São Lázaro, Abrigo da Estela, Novelo de Lã, Upac, Lar Tintin, GPA e Manda Chuva.

Em cada dia do evento, as ONGs se revezarão no estande oficial da Prefeitura/Coepa, divulgando seus trabalhos e realizando bazar com renda revertida para as atividades de proteção animal de cada entidade (confira cartaz ao lado). A coordenadora da Coepa, Toinha Rocha,  destaca a responsabilidade social na parceria. “Nossa parceria com as ONGs no evento internacional foi, principalmente, para dar visibilidade ao trabalho que essas instituições fazem na defesa e proteção animal. Mostrar que aqueles que criam cães de raças também podem se sensibilizar com os animais sem raça definida que estão, na sua grande maioria, sofrendo, passando fome, sede, calor e sem afeto. Um evento dessa grandiosidade tem que ter seu papel social. A Prefeitura de Fortaleza vai dividir com as ONGs seu espaço para que as mesmas mostrem seu trabalho, conquistem padrinhos e possam vender seus produtos. É a responsabilidade social do evento”.

A presidente da Abrace, Cristiane Angélica, também comemora. “Esse apoio dado pela Prefeitura de Fortaleza às ONGs, através da Coepa, e do Kennel Clube do Ceará e fotógrafos no evento internacional Américas e Caribe, é uma grande vitória para a proteção animal no nosso Estado, e porque não dizer, em nosso País. Por ser um evento de grande projeção, coloca ONGs e protetores ao lado de grandes expositores, abrindo portas para que os animais carentes tenham oportunidade de serem vistos de uma maneira digna. É importante que a proteção animal desperte a compaixão e a atitude das pessoas, e não apenas a piedade. Dessa forma, poderemos dar as mãos e aliar forças em prol do bem-estar animal, trazendo benefícios de forma duradoura e coerente, alinhada ao nosso projeto maior que é lutar em favor dos animais, contra o abandono e os maus-tratos. É a razão e o coração imbuídos de um propósito maior: o amor aos animais“.

Fotografias de arte

Outra iniciativa de grande impacto nesse apoio é a exposição de fotografias de arte, tendo os cães como tema, na autoria dos fotógrafos Nilton Novaes, Bibbo Camargo, Bruno Santana, Johnny Duarte, João Alexandre e Edmilson Reis. São 40 quadros que ficam em exposição durante os quatro dias de evento, disponíveis à venda, com renda revertida para os trabalhos das dez ONGs participantes da programação. Cada imagem configura verdadeira obra de arte em forma de fotografia. Confira a seguir uma pequena mostra, de encher os olhos!

Fotografia de Nilton Novaes

Fotografia de Bibbo Camargo

Fotografia de Bruno Santana

Fotografia de Johnny Duarte

Fotografia de João Alexandre

Fotografia de Edmilson Reis

A Exposição Américas e Caribe 2018  é promovida pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, e Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael De Santiago como presidente, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), tendo na presidência Roberto Bezerra. A Américas e Caribe, presidida por José Luiz Payró, é uma das Seções da FCI.

MAIS INFORMAÇÕES: Exposição Américas e Caribe 2018, de 31 de maio a 3 de junho, a partir das 9h, no Centro de Eventos do Ceará. Entrada gratuita.

12:42 · 27.05.2018 / atualizado às 12:42 · 27.05.2018 por

Tudo pronto para o grande evento cinófilo Américas e Caribe 2018, de 31 de maio a 3 de junho no Centro de Eventos do Ceará. Estão inscritos 1.235 cães de cerca de 100 raças, vindos de diversos países do mundo. Handlers, criadores e cães já começam chegar a Fortaleza. A Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), que promove o evento, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), divulgou comunicado confirmando a realização do evento dentro da normalidade, e confiando em solução breve para a paralisação dos caminhoneiros. As exposições têm entrada gratuita.

O grande evento cinófilo é promovido pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, e Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael De Santiago como presidente, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), tendo na presidência Roberto Bezerra. A Américas e Caribe, presidida por José Luiz Payró, é uma das Seções da FCI.

O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, diz que os participantes da exposição já se hospedam em hotéis e canis da cidade. Na próxima quarta-feira, 30, serão abertos os acampamentos no Centro de Eventos do Ceará. As exposições acontecem em oito pistas simultâneas, e 41 juízes de diversos países fazem a avaliação dos cães.

O evento conta com patrocínio e apoio da Royal Canin, Prefeitura de Fortaleza, Dra. Myrza Melo, Mundo Pet, Honda Nova Luz, Hiseg Soluções Tecnológicas e Gestart Condomínios.

Confira a programação das Exposições no Centro de Eventos do Ceará, com entrada gratuita:

30/05/2018 (Quarta-feira): Abertura dos acampamentos e credenciamento.
31/05/2018 (Quinta-feira): Exposições especializadas e nacionais de raça, assembleia de delegados da seccional e congresso de juízes.
01/06/2018 (Sexta-feira): Abertura oficial do evento, exposição geral CBKC.
02/06/2018 (Sábado): Exposição geral comemorativa ao aniversário da CBKC.
03/06/2018 (Domingo): Exposição das Américas y el Caribe.

No dia 31, acontecem as Exposições Especializadas. Confira algumas pistas (veja a programação completa no site do evento):

No dia 01 de junho, após a Abertura Oficial do evento, acontece a Exposição Geral. Veja algumas pistas:

No dia 02 de junho, a Exposição Geral marca o aniversário da CBKC. Confira algumas pistas:

No dia 03 de junho, será a vez da Exposição da Seção Américas e Caribe, da FCI. Veja algumas pistas:

 

Mais informações: Exposição Américas e Caribe. FCI/CBKC/KCEC

12:42 · 01.05.2018 / atualizado às 12:42 · 01.05.2018 por

Contagem regressiva meesmoo! As inscrições de cães para o grande evento cinófilo Américas e Caribe 2018 terminam sexta-feira, dia 4. O evento acontecerá de 31 de maio a 3 de junho no Centro de Eventos do Ceará, com mais de 1.000 cães de 100 raças em média.

O grande evento cinófilo é promovido pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, e Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael De Santiago como presidente, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), tendo na presidência Roberto Bezerra. A Américas e Caribe, presidida por José Luiz Payró, é uma das Seccionais da FCI.

O presidente da CBKC, Sérgio de Castro, foi o grande responsável pela decisão de trazer para Fortaleza a Américas e Caribe 2018. E, de acordo com o vice-presidente da CBKC, Fábio Amorim, a Capital cearense foi escolhida para sediar o evento porque possui instalações e logística adequadas. “Além do fato de o KCEC estar realizando exposições caninas com excelente número de cães e elevado profissionalismo há bastante tempo”, destaca ele.

Segundo adianta o vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, a programação do evento traz muitas novidades. Já contará com as mudanças de acordo com o novo Regulamento de Exposições da CBKC, uma forma de adequação ao modelo da FCI. E terá, entre outras inovações, a competição em Classes Opcionais (Parelhas ou Duplas; Grupo de Criação; Progênie).

A terceira edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, a ser lançada durante o grande evento cinófilo, trará reportagens especiais sobre o evento, com entrevistas exclusivas com as presidências da FCI, CBKC, Américas e Caribe e KCEC. Também apresenta todas as novidades da programação.

Luiz Eduardo garante que o público conferirá ampla programação de desfiles de cães, em pistas gerais e especializadas de raças; apresentações de adestramentos nas modalidades Dog Show (Border Collie) e Segurança (Pastores Alemão e Belga de Malinois) nos intervalos das competições, além de  contar com uma completa infraestrutura de arquibancadas com 600 lugares; área para acampamento dos handlers e cães; três praças de alimentação; atendimento veterinário de urgência 24h para os cães participantes; e muito mais. Tudo isso em ambiente climatizado 24h.

Os criadores e proprietários de cães terão seus animais avaliados por um quadro de árbitros da FCI, de alta excelência, oriundos de países como Estados Unidos, Suíça, China, Bulgária, México,  Argentina, Costa Rica, Peru, Uruguai, Chile, entre outros.

Podem participar cães com pedigree, a partir de 4 meses e um dia de idade. Cerca de 12 raças já confirmaram presença para as Exposições Especializadas: Akita, Australian Cattle Dog, Boxer, Buldogue Campeiro, Buldogue Francês, Chihuahua, Dálmata, Fila Brasileiro, Mastiff, Pastor Alemão, Rottweiler, Spitz Alemão e Staffordshire Bull Terrier.

Entre as novidades da programação, será o anúncio da criação do Conselho Brasileiro da Raça Chihuahua (CBRC), oficializado recentemente pela CBKC, tendo como presidente a criadora e juíza cinófila, Paloma Pegorer, e na vice-presidência o criador e diretor do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Benon Linhares.

A Confederação Brasileira de Cinofilia está priorizando a criação de Conselhos de Raças no País. Recentemente também instituiu a Coordenadoria dos Conselhos de Raças, que tem como titular o árbitro e presidente do Doberman Clube de São Paulo, Renato Almada.

Com todas essas novidades, é impossível ficar fora deste grande evento. E se você quer apresentar o seu próprio cão durante as exposições, o Kennel Clube do Ceará promoverá nova edição do Curso Básico para Apresentação de Cães, com certificado do KCEC. Será nesse fim de semana, dias 5 e 6, ministrado pelos handlers Pablo Henrique e Oiram Filho. A aula teórica acontecerá na Universidade Paulista (Unip), na Av. Treze de Maio, 389, no sábado, 5; ficando a parte prática para o domingo, 6, no Hotel Dog Fortaleza, bairro Lagoa Redonda.

Então é correr para as inscrições do Curso e das Américas e Caribe!

MAIS INFORMAÇÕES: Exposições Américas e Caribe (Inscrições no site). Curso Básico para Apresentação de Cães, KCEC 3265.5040. contato@kcec.com.br

 

MAIS INFORMAÇÕES:

15:04 · 22.02.2018 / atualizado às 15:04 · 22.02.2018 por

Agora é oficial! Dia 4 de março, acontece no campo da Universidade de Fortaleza (Unifor), a Exposição Especializada da Raça Rottweiler, como uma programação prévia do grande evento cinófilo internacional, Américas e Caribe, marcado para o período de 31 de maio a 3 de junho, no Centro de Eventos do Ceará.

O vice-presidente do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), Luiz Eduardo Matos Mendes, explica que esta Especializada será bem importante. “Tem sua importância porque estaremos testando o local. Esta é a primeira vez que realizamos um evento cinófilo na Unifor. Daí, durante a programação oficial das Américas y el Caribe, no Centro de Eventos do Ceará, as Especializadas das raças Pastor Alemão e Rottweiler realizaremos na Unifor”.

O árbitro da Argentina, Pablo Piazza, será o responsável pelo julgamento dos cães nesta prévia. O evento é uma realização do KCEC, homologado pela CBKC/FCI. Tem apoio do Conselho Brasileiro da Raça Rottweiler (CBRR).

Luiz Eduardo prevê a participação média de 30 cães, com predominância da Região Nordeste, uma vez que não acontece junto das Exposições Gerais. “Cães das Classes Campeonato e Grande Campeonato devem comprovar a homologação desses títulos”, explica ele. O julgamento vale para os Rankings CBKC, Dogshow e CBRR. As inscrições dos cães podem ser feitas até o dia 1º de março no KCEC.

Américas e Caribe 2018

Exposição das Américas e Caribe é um dos maiores eventos da cinofilia mundial, que após 15 anos volta a se realizar no Brasil. Está prevista a participação de mais de mil cães de 100 raças em média. Serão 8 pistas simultâneas de julgamento, 27 exposições especializadas de raças, 41 juízes convidados e uma estimativa de público de 15 mil pessoas nos quatro dias de evento.

Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, a Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael de Santiago como presidente, e a Seção Américas e Caribe da FCI, com José Luiz Payro na presidência, realizam as exposições, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), presidido por Roberto Bezerra.  A programação geral já pode ser conferida no site do evento.

MAIS INFORMAÇÕES: Kennel Clube do Estado do Ceará. (85) 3265.5040.

12:12 · 29.01.2018 / atualizado às 12:12 · 29.01.2018 por

 

Vice-presidente do Kennel Clube do Ceará, Luiz Eduardo Matos Mendes, falará sobre as principais mudanças nas exposições de cães. FOTO: Nilton Novaes

O Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) promoverá nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, a palestra “Novo Regulamento de Exposições: Principais mudanças”, a ser proferida pelo vice-presidente da entidade, Luiz Eduardo Matos Mendes, também juiz cinófilo. A palestra é destinada a expositores e handlers, e demais interessados no tema. Está marcada para as 19h na Universidade Paulista (Unip), da Av. Treze de Maio.

“Nós, árbitros, tivemos essa palestra com o Conselho de Árbitros da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) e na palestra vou repassar os principais pontos para nossos expositores”, explica Luiz Eduardo.

A palestra já entra na contagem regressiva para a Exposição das Américas e Caribe, que acontecerá em Fortaleza, de 31 de maio a 3 de junho, no Centro de Eventos do Ceará. Trata-se de um dos maiores eventos da cinofilia mundial, que após 15 anos volta a se realizar no Brasil. Está prevista a participação de mais de mil cães de 100 raças em média. Serão 8 pistas simultâneas de julgamento, 27 exposições especializadas de raças, 41 juízes convidados e uma estimativa de público de 15 mil pessoas nos quatro dias de evento.

Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, a Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael de Santiago como presidente, e a Seção Américas e Caribe da FCI, com José Luiz Payro na presidência, realizam as exposições, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), presidido por Roberto Bezerra.

As inscrições para os cães participantes estão previstas para começar também nesta quinta-feira.

Em março, está programada uma Exposição Especializada da Raça Rottweiler, no Campo da Unifor, com o árbitro Pablo Piazza (Argentina). O evento será uma prévia da programação oficial das Américas e Caribe, em maio/junho, como forma de testar o local para raças como Rottweiler e Pastor Alemão.

MAIS INFORMAÇÕES: Palestra “Novo Regulamento de Exposições: Principais mudanças”, com o vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes. Quinta-feira, 1º de fevereiro, 19h, na Unip, Av. Treze de Maio, 389. Aberta ao público.

 

14:09 · 19.01.2018 / atualizado às 14:24 · 19.01.2018 por

Atenção cinófilos e apaixonados por cães!! A partir de 1º de fevereiro começam as inscrições pelo Kennel Clube do Estado do Ceará para o grande evento internacional Américas e Caribe, que acontecerá em Fortaleza de 31 de maio a 3 de junho, no Centro de Eventos do Ceará. A programação geral já pode ser conferida no site do evento.

A Exposição das Américas e Caribe é um dos maiores eventos da cinofilia mundial, que após 15 anos volta a se realizar no Brasil. Está prevista a participação de mais de mil cães de 100 raças em média. Serão 8 pistas simultâneas de julgamento, 27 exposições especializadas de raças, 41 juízes convidados e uma estimativa de público de 15 mil pessoas nos quatro dias de evento.

A Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), presidida por Sérgio de Castro, a Federação Cinológica Internacional (FCI), que tem Rafael de Santiago como presidente, e a Seção Américas e Caribe da FCI, com José Luiz Payro na presidência, realizam as exposições, com apoio logístico do Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC), presidido por Roberto Bezerra.

O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, explica que as principais mudanças no regulamento da CBKC já são válidas para todas as exposições a partir deste ano são: Machos entram antes das fêmeas; volta da Classe Inicial; Filhote e Jovem tiram grupo antes do BIS; Filhote não pode mas ganhar a raça; Jovem agora é até 18 meses (antes era até 15 meses); e criação da Classe Intermédia (que vai de 15 a 24 meses).

Entre as pistas especializadas, estão das raças Akita, American Staffordshire, Basenji, Boxer, Buldogue Francês, Buldogue Campeiro, Chihuahua, Dálmata, Dogue Alemão, Golden Retriever, Pastor Alemão, Pug, Schnauzer Miniatura, Spitz Alemão Anão e Staffordshire Bull Terrier. Cinco raças das Especializadas são chanceladas por seus Conselhos na CBKC. São elas: Australian Cattle Dog, Dachshund, Fila Brasileiro, Rottweiler e Terrier Brasileiro.

Juízes de diferentes países da Ásia, Europa e das Américas foram convidados. Entre eles Barbara Muller (Suíça), David Miller (EUA), Denis Kuzelj (Bulgária), Franki Leung (China), Augusto Benedicto Santes (Filipinas), Gopi Krishnan (Malásia), Ilaria Ciabati (Peru), José Luis Payro (México), Miguel Angel Martinez (Argentina), Eugenio Aguiló (Chile) e os brasileiros Sergio de Castro, Jayme Martinelli, Clarice Oliveira e Gutenberg Soares.

Sobre as inscrições, Luiz Eduardo informa que o KCEC está desenvolvendo um sistema em separado que será acessado por meio do site do evento. “Começará em fevereiro. Vale lembrar que até o dia 4 de abril, a inscrição tem preço menor. Outra coisa importante é a data de encerramento, 4 de maio. Portanto, quatro semanas antes do evento”, ressalta ele.

A Exposição Américas e Caribe tem a Royal Canin como patrocinadora oficial, e a Prefeitura de Fortaleza e Honda Cidade Luz como apoiadores. Outros patrocínios serão divulgados brevemente.

A segunda edição da Revista Bem-Estar Animal, do Diário do Nordeste, já trouxe reportagem especial no ano passado sobre o evento. A terceira Revista será uma edição especial com os principais cinófilos, para circulação dentro do evento.

A infraestrutura do evento contará com 1.200m² de áreas de competição, 350m² de arquibancadas, duas áreas de alimentação, uma praça de convivência, ambulância, brigadistas, seguranças, entre outros equipamentos de infraestrutura, como o ambulatório veterinário, sob responsabilidade do Dr. Daniel Couto Uchoa, que funcionará 24 horas.

Uma novidade realizada pelo KCEC são as aulas gratuitas com os handlers Oiram Filho, Cláudio Cruz e Pablo Henrique, para os proprietários interessados em apresentar os próprios cães nas exposições.

“As aulas gratuitas são uma iniciativa do Kennel com apoio dos handlers. Queremos potencializar a participação dos cães, pois se os proprietários apresentarem também aumenta a possibilidade de participação. Além do que os handlers têm um limite de número de cães que conseguem apresentar”, explica Luiz Eduardo. A primeira aula será no dia 28 de janero, 17h, na Praça da OAB, para todos os Bulls (Inglês, Francês, Campeiro etc).

MAIS INFORMAÇÕES: Exposição Américas e Caribe, de 31 de maio a 3 de junho, Centro de Eventos do Ceará. contato@kcec.com.br / Aberto ao público.

 

 

 

 

americasyelcaribe2018.com.br

19:40 · 05.03.2017 / atualizado às 21:59 · 05.03.2017 por

A menos de um mês para a primeira exposição de cães de 2017, o Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) começa o ano cinófilo com o pé direito. Marcado para o dia 1° de abril próximo, o 1° Festival de Cães do KCEC será realizado já com a bandeira da Exposição Américas e Caribe. Isto porque, em junho de 2018, Fortaleza será sede, pela primeira vez, deste grande evento cinófilo internacional.

Uma semana antes do festival local em abril, o presidente do KCEC, Roberto Bezerra, estará na Guatemala, onde acontece a Américas e Caribe deste ano.  “A edição  2017 será na Guatemala. Lá será entregue ao Dr. Roberto, a bandeira desta exposição,  que ficará em Fortaleza até a realização da nossa edição,  em junho de 2018”, explica o vice-presidente do KCEC. Luiz Eduardo Mendes.

O 1° Festival de Cães do KCEC será realizado no Ginásio Paulo Sarasate, a partir das 9h. Para avaliação dos cães participantes, foram convidados os juízes Sean Delmar (Irlanda); Cathy Delmar (Irlanda); Bob Busby (Estados Unidos); Antônio Capistrano Neto (Brasil); Ginez Fernandes Quilles (Brasil).

Nas exposições do Kennel Clube do Ceará, os cães são avaliados em estrutura e beleza por juízes cinófilos internacionais / Foto: Nilton Novaes

As inscrições podem ser feitas a partir desta segunda-feira, 6. Podem participar cães com pedigree, a partir dos 6 meses de idade. “Por ser só um dia de exposição, não teremos pistas especializadas. Nossa expectativa é de chegar a 300 cães inscritos, representativos de 55 raças”, diz Luiz Eduardo.

Odijas Frota, do Canil Gigantes do Sertão, vai proferir palestra sobre a raça Dogue Alemão, durante a programação do 1° Festival do KCEC / Foto: Nilton Novaes

Mesmo ainda sendo cedo para falar, o vice-presidente do KCEC aposta no crescimento do Grupo 1 de raças caninas. “Cães Pastores e boiadeiros têm crescido bastante em Fortaleza”, explica.

Também palestrante da programação, Mauro Studart (à direita) vai falar sobre a raça Rottweiler / Foto: Arquivo pessoal

A novidade do 1° Festival de Cães é o retorno da promoção de palestras sobre raças. No dia 31 de março, a partir das 18 horas, serão realizadas palestras sobre as raças Pinscher, a ser proferida pelo juiz  all-rounder (de todas as raças) Gutenberg Soares, e criador desta raça; Dogue Alemão, pelo criador da raça e handler Odijas Frota; e Rottweiler, pelo também criador e handler Mauro Studart.

Rafael Moreno, superintendente do 1° Festival de Cães,  e Luiz Eduardo Mendes, vice-presidente do KCEC/ Foto: Nilton Novaes

Mais duas exposições do KCEC estão programados para este ano, uma em junho e outra em final de setembro. “Neste ano, antecipamos um pouco o calendário, para termos mais tempo na preparação da Américas e Caribe em 2018”, diz Luiz Eduardo.

As palestras são abertas a todos os interessados, mas será preciso inscrição prévia junto ao Kennel Clube do Ceará.

Tanto as exposições no sábado, 1° de abril, como as palestras, 31 de março, são abertas ao público.

Para realização destes eventos, o KCEC conta com grande equipe na organização: Gerardo Bezerra (Coordenação); Luiz Eduardo Mendes (Organização de horários e acampamentos); Natanael Cortês (Estrutura); Rafael Moreno (Superintendência); Lucas do Rego e Kairo (Secretaria); José Alberto Thiers (Árbitro reserva); Elon e Thalles (responsáveis auxiliares de pista); Daniel Couto e Evilázio Nogueira Filho (médicos veterinários responsáveis).

MAIS INFORMAÇÕES: Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC) – Av. Desembargador Moreira, 760, sala 503. (85) 3265.5040 – 1° Festival de Cães KCEC, dia 1° de Abril – Ginásio Paulo Sarasate, 9h, entrada franca. contato@kcec.com.br

 

 

13:56 · 11.09.2016 / atualizado às 13:56 · 11.09.2016 por

Vocé é apaixonado por animais de estimação? Ótimo! Nós do Diário do Nordeste também! E como prova deste amor, te oferecemos a primeira edição da Revista Bem-Estar Animal, uma publicação que aquece o trabalho inédito do jornal, iniciado nos idos de 2009, quando lançou página homônima. Agora, em formato de revista, o ineditismo continua! A edição de lançamento já está nas principais bancas de revista da cidade, em pet shops e clínicas veterinárias.

E para abrir com chave de ouro, a revista traz como reportagem principal o crescimento da cinofilia do Ceará. As exposições do Kennel Clube do Estado (KCEC) são recorde no País em número de cães inscritos. Para mostrar este potencial, a publicação apresenta reportagem especial com alguns dos principais cinófilos cearenses, criadores das raças Rottweiler, Chihuahua, Fila Brasileiro, Golden Retriever, Maltês, Spitz Alemão, Australian Shepherd.

Rottweiler "Joni", do Canil Dunas Rott Fortaleza, foto de Nilton Novaes, é destaque na Capa da edição de lançamento da Revista Bem-Estar Animal
Rottweiler “Joni”, do Canil Dunas Rott Fortaleza, foto de Nilton Novaes, é destaque na Capa da edição de lançamento da Revista Bem-Estar Animal

E a Capa da revista traz o grande Rottweiler “Joni”, do Dunas Rott Fortaleza, numa imagem do fotógrafo Nilton Novaes. Confiram a íntegra da entrevista feita com o responsável técnico do canil, Henrique Silva, e com o médico veterinário Daniel Couto Uchoa.

“Dunas Rott Fortaleza – Rottweilers com genética de campeões”
Os Rottweilers que venceram o maior número de exposições especializadas no Norte/Nordeste são criados no Ceará. Mais precisamente nas dunas do Beach Park. Sim, estamos falando do Dunas Rott, canil que mais investiu na importação de cães da Alemanha e Leste Europeu e que figura entre os cinco maiores da raça no País.
São do Dunas, os Rotts que fizeram a história da raça no NO/NE, brilhando com títulos de campeões nas exposições cinófilas. O responsável técnico do canil, Henrique Silva, dá nome aos tops que iniciaram todas as vitórias em pista: Gitano Von Kummelsse, importado da Alemanha, que conquistou os títulos de Grande Campeão Nacional, vencedor de várias especializadas e de Best in Show em várias exposições; Bea Von Kalacberg, importada da Sérvia, tornou-se Grande Campeã Nacional, Bi-Campeã do Nordestão (Especializada que acontece em Recife-PE); e Joni Earl Antonius, também importado da Sérvia, detentor dos títulos de Campeão do Nordestão e vencedor de várias exposições especializadas. O canil também já possuiu um cão que foi Bi-Campeão Mundial, Santo Von Kalenborn.
O médico veterinário do canil, Daniel Couto Uchoa, conta que a paixão dos proprietários pela raça começou quando um casal de cães foi adquirido para fazer proteção e guarda da família. O primeiro Rott foi “Falcon”, que viveu 15 anos, tempo recorde em se tratando de raça canina de grande porte. “Aqui os cães tem alta longevidade, pois são muito bem cuidados. A criação começou com a necessidade de segurança para a casa e família. Depois, isto foi aliado à paixão pelo esporte da cinofilia”.

Henrique Silva e Daniel Uchoa exibem Rottweilers adulto e filhotes com DNAs de excelência do Dunas Rott Fortaleza / Foto: LC Moreira
Henrique Silva e Daniel Uchoa exibem Rottweilers adulto e filhotes com DNAs de excelência do Dunas Rott Fortaleza / Foto: LC Moreira

Iniciado há 8 anos, o Dunas Rott não parou mais no propósito de garantir um plantel de excelência genética. A importação de exemplares da Alemanha, país de origem da raça, e do Leste Europeu, que vem se destacando na cinofilia mundial, atesta ao Dunas resultados incomparáveis nas exposições. “O canil serviu de parâmetro para melhoramento genético da raça no Norte e Nordeste”, diz Daniel, lembrando que, já nas primeiras participações do Dunas nas especializadas de Recife, o Nordestão, os Rotts “Bea” e “Gitano” já se sagraram campeões. Os olhos dos criadores de todos os Estados se voltaram para o Ceará, desde então.
Atualmente, o plantel é formado por cinco machos (três importados da Alemanha), 14 fêmeas (sete importadas da Alemanha e Sérvia) e 20 jovens e filhotes. “Todos os reprodutores e matrizes têm radiografia que atestam a isenção da displasia. Temos total controle na reprodução da raça”, destaca Daniel. Não é à toa que o Dunas tem hoje exemplares de sua criação em praticamente todo o País, (Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste) e na América Latina (Argentina, Bolívia), conforme aponta Henrique.
Eles atestam que os descendentes de Bea e Gitano são cães tranquilos e de temperamento equilibrado. A maioria convive em harmonia com a família criadora. Para tanto, além da genética de excelência, os cães vivem em total conforto ambiental. O Dunas é estruturado com 35 canis (cinco deles reservados para a maternidade), pátios com gramados e piscina. No dia a dia, segundo Henrique, os cães tem uma rotina de exercícios físicos como natação, puxar peso e brincadeiras em grupo para garantir a socialização da matilha.
Mais informações: Dunas Rott, www.dunasrottfortaleza.com.br (85) 98705.5279 (Cleiton)/ 99922.4500 (Henrique) Facebook Dunas Rott Fortaleza

21:59 · 03.07.2016 / atualizado às 22:00 · 03.07.2016 por

KCEC 13528670_1139660599433480_3188346370432923130_nJuízes da Itália, Japão, Rússia, San Marino e do Brasil estarão julgando neste fim de semana, na Capital cearense, cerca de 350 cães de 70 raças. As competições fazem parte do 2º Festival de Cães promovido pelo Kennel Clube do Estado do Ceará (KCEC). O presidente da entidade, Roberto Bezerra, aponta que o evento está entre as três maiores exposições do Brasil. Os desfiles acontecem no Ginásio Paulo Sarasate, de 9 às 16 horas, com entrada gratuita. Podem participar cães com pedigree, a partir dos seis meses de idade. As inscrições dos participantes podem ser feitas até terça-feira, 5.

A novidade desta edição são as palestras sobre a Raça Fila Brasileiro, no sábado, 9: “Julgando a Movimentação do Fila Brasileiro”, proferida por Carlos Panagiotides (17h); e “O Novo Padrão do Fila Brasileiro”, apresentado por Eduardo Ferreira (18h).

O sábado é o primeiro dia das competições, com as exposições especializadas a partir das 9h, das raças Rottweiler, Golden Redtriever e Buldogue Francês. O vice-presidente do KCEC, Luiz Eduardo Matos Mendes, explica que o maior número de cães inscritos deve ser nessas raças. “Por isso, elas foram escolhidas para as especializadas”, afirma ele.

,Dasaiev Faruck do Maranguape, criação de Alexsandro Cordeiro e Sueli Cordeiro. A raça Fila Brasileiro será tema de palestras/ Foto: Nilton Novaes
Dasaiev Faruck do Maranguape, criação de Alexsandro Cordeiro e Sueli Cordeiro. A raça Fila Brasileiro será tema de palestras/ Fotos: Nilton Novaes

“A grande novidade deste 2º Festival são as palestras sobre a raça Fila Brasileiro, onde serão abordados o novo padrão da raça que entrará em vigor brevemente e a movimentação correta na avaliação dos juízes”, destaca Luiz Eduardo. Ele diz que a antecipação do calendário das competições, de agosto para julho, foi para incentivar um circuito de exposições que começa com João Pessoa, tendo na sequência Fortaleza e Crato, facilitando assim a vinda de mais cães do Sul e Sudeste do país para o Nordeste. “Vale a pena ressaltar a forte presença de juízes estrangeiros, o que será uma tendência dos grandes clubes, como parte do esforço para trazer a Mundial de 2022 para o Brasil. A ideia é mostrar nossa cinofilia ao mundo. E o caminho escolhido foi trazendo juízes de vários países”, comemora ele.

Julius (Dia's Bulls Julius), de propriedade de Irla Nogueira e Thalles Gomes. A raça Buldogue Francês terá pista especializada/ Foto: Nilton Novaes
Julius (Dia’s Bulls Julius), de propriedade de Irla Nogueira e Thalles Gomes. A raça Buldogue Francês terá pista especializada

Os juízes são Salvatore Tripoli (Itália), Elena Agafanova (Rússia), Shinichi Sonoda (Japão), Enrico Drudi (San Marino) e José Luiz Cunha de Vasconcelos (Brasil). Como árbitro reserva, José Roberto Brás Thiers (Brasil).

No domingo, a partir das 9h, acontecem as competições de todas as raças. O superintendente da Exposição é Rafael Mendonça Bezerra Moreno, e a médica-veterinária é  Juliana Furtado Lima Verde.

Mais informações: Kennel Clube do Estado do Ceará
Edifício Centurion Business / Av. Desembargador Moreira, 760, Sala 503, Meireles.
(85)3265-5040 / (85)3265-1533(Fax)
E-mail: contato@kcec.com.br
Site: www.kcec.com.br ou site www.dogshow.com.br

 

18:46 · 18.12.2014 / atualizado às 18:46 · 18.12.2014 por

Gente, este é um aviso de utilidade pública urgente! A Andréa Pereira Pinto perdeu suas cadelas,  a   Schnauzer branca “Lola” e a Rottweiler “Nega” ontem (17), nas proximidades da Rua Junior Rocha com Av. Oliveira Paiva, no Parque Manibura, Fortaleza (CE), por volta das 15 horas. Ela diz que as duas escaparam pelo portão de casa, que abriu sozinho. Por favor, quem encontrar, ligar urgente para ela, que está muito triste com o desaparecimento das duas. (85) 9625-9719 ou 8645-5010.

cão desaparecido 10857979_1037613106264133_3409375980754781275_n