Busca

Categoria: Clássicos


10:40 · 04.10.2017 / atualizado às 10:40 · 04.10.2017 por
Programação conta com maratona de “O Rei Leão”

Com história ambientada na África, “O Rei Leão” (1994) foi o primeiro longa-metragem de animação da Disney com história original e estará na telona do Cineteatro São Luiz, neste sábado (07), em uma maratona pra lá de especial e com entrada gratuita.

A Maratona exibirá os filmes: “O Rei Leão” (1994), às 10h; “O Reino de Simba” (1998), às 14h; e “O Rei Leão 3 – Hakuna Matata” (2004), às 16h. O evento integra o projeto “São Luiz das Crianças” – programação especial voltada para o público infantil no mês de outubro, mês que celebra o dia das crianças, 12 de outubro.

Completam a programação “Frozen – Uma Aventura Congelante”, “Snoopy Charlie Brown – O Filme”, “Lego Batman: O Filme”, “Pets – A Vida Secreta dos Bichos”, “Moana – Um Mar de Aventuras” e “A Bela e a Fera” – os últimos dois filmes terão exibições em 3D.

Veja a programação por dia:

DIA 04/10 (Quarta-feira)
14h | “SNOOPY CHARLIE BROWN – O FILME”
16h |“FROZEN – UMA AVENTURA CONGELANTE”

DIA 05/10 (Quinta-feira)
16h10 | LEGO BATMAN: O FILME

DIA 06/10 (Sexta-feira)
14h | PETS – A VIDA SECRETA DOS BICHOS
16h | MOANA – UM MAR DE AVENTURAS

DIA 07/10 (Sábado)
10h | MARATONA REI LEÃO | O REI LEÃO
14h | MARATONA REI LEÃO | O REI LEÃO 2 – O REINO DE SIMBA
16h | MARATONA REI LEÃO | O REI LEÃO 3: HAKUNA MATATA

DIA 08/10 (Domingo)
10h | SÃO LUIZ 3D – A BELA E A FERA

DIA 12/10 (Quinta-feira)
10h | SÃO LUIZ 3D | MOANA – UM MAR DE AVENTURAS

DIA 14/10 (Sábado)
10h | SÃO LUIZ 3D – A BELA E A FERA
14h | “FROZEN – UMA AVENTURA CONGELANTE”
16h30 | MOANA – UM MAR DE AVENTURAS

DIA 15/10 (Domingo)
10h | SÃO LUIZ 3D – A BELA E A FERA
15h | SÃO LUIZ 3D – A BELA E A FERA

DIA 29/10 (Domingo)
10h | SÃO LUIZ 3D – A BELA E A FERA

14:39 · 29.03.2017 / atualizado às 14:39 · 29.03.2017 por
Novo “It: A Coisa” será dividido em duas partes

Baseado na história de terror clássica de Stephen King, a nova versão cinematográfica de “It: A Coisa” ganhou o primeiro trailer oficial.  O longa-metragem será dividido em duas partes: a primeira mostrará as crianças enfrentando o terrível Pennywise e a segunda abordará o reencontro deles, já adultos, com o monstro.

Na trama, um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado “Losers Club” – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do “Losers Club” acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise.

A direção ficou a cargo de Andrés Muschietti (“Mama”) e o elenco contará com Bill Skarsgård (“Anna Karenina”) na pele de Pennywise. A estreia da primeira parte está agendada para 7 de setembro nos cinemas brasileiros.

09:31 · 15.03.2017 / atualizado às 09:31 · 15.03.2017 por

Os produtores envolvidos na finalização de “The Other Side of the Wind”, filme que Orson Welles (1915-1985) deixou inacabado, anunciaram que contarão com o apoio da Netflix na empreitada.

“Não vamos ser derrotados agora. Vamos concluir o filme”, disse Frank Marshall, produtor do longa à época de suas filmagens, ao “New York Times”.

A Netflix, com sua estratégia de ter conteúdo original, se comprometeu a disponibilizar o filme a seus 90 milhões de assinantes. Com o financiamento da empresa, os rolos com o longa – que estavam em um depósito próximo a Paris – já foram transportados para Los Angeles.

“Esse é um trabalho movido pelo amor, um presente à memória de um dos grandes cineastas da história”, afirmou Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, em comunicado à imprensa.

O longa virou uma lenda ao longo das décadas, com sucessivas promessas de que seria finalizado e lançado -mas os esforços no projeto não deram em nada.

Os direitos sobre mais de mil rolos deixados por Welles foram comprados por Marshal, Jan Rymsza e pelo ator Peter Bogdanovich, que trabalhou em “The Other Side of The Wind”.

Agora, o grupo começará o processo de edição, com base nas anotações deixadas pelo diretor e nas memórias que o trio têm das filmagens.

O grupo já havia tentado financiar o filme de vários modos ao longo dos anos. Em 2015, iniciou-se uma campanha de financiamento coletivo, com a esperança de arrecadar US$ 2 milhões (R$ 6 milhões), mas só conseguiram levantar cerca de US$ 400 mil (R$ 1,2 milhão).

Com informações da Folhapress.

18:28 · 19.02.2017 / atualizado às 17:37 · 25.02.2017 por

BOLÃO ENCERRADO!

Em parceria com a distribuidora cearense Classicline, o Blog de Cinema dá início ao Bolão do Oscar 2017. Durante toda a semana, cinéfilos de Fortaleza podem enviar suas apostas para concorrer a um kit com 10 DVDs de filmes clássicos vencedores do Oscar:

AS TRÊS MÁSCARAS DE EVA (1957)Oscar de Melhor Atriz para Joanne Woodward
ALMA EM SUPLÍCIO (1945)Oscar de Melhor Atriz para Joan Crawford
CABARET (1972)Oscar de Melhor Atriz para Liza Minnelli, Ator Coadjuvante para Joel Grey, Direção para Bob Fosse, Fotografia, Design de Produção, Som, Montagem e Trilha Original
DO MUNDO NADA SE LEVA (1938)Oscar de Melhor Filme e Direção para Frank Capra
ENTRE DEUS E O PECADO (1960)Oscar de Melhor Ator para Burt Lancaster, Atriz Coadjuvante para Shirley Jones e Roteiro Adaptado
EU QUERO VIVER! (1958)Oscar de Melhor Atriz para Susan Hayward
FARRAPO HUMANO (1945)Oscar de Melhor Filme, Ator para Ray Milland, Direção para Billy Wilder e Roteiro
O MILAGRE DE ANNA SULLIVAN (1962)Oscar de Melhor Atriz para Anne Bancroft e Atriz Coadjuvante para Patty Duke
OS MELHORES ANOS DE NOSSAS VIDAS (1946)Oscar de Melhor Filme, Direção para William Wyler, Ator para Fredric March, Ator Coadjuvante para Harold Russell, Roteiro, Montagem e Trilha Original
VIDAS SEPARADAS (1958)Oscar de Melhor Ator para David Niven e Atriz Coadjuvante para Wendy Hiller

****

Antes de enviar seus votos, leia atentamente o regulamento abaixo:

REGULAMENTO DO BOLÃO DO OSCAR 2017:

1. Podem participar maiores de 18 anos que residam em Fortaleza (CE) e não tenham vínculos com o Sistema Verdes Mares.
2. As apostas devem ser feitas até às 23h59 de sexta-feira, dia 24 de fevereiro de 2017.
3. Os votos devem ser enviados apenas por o e-mail (contatoblogdecinema@gmail.com) com a lista (pegue aqui) de categorias e vencedores, além de NOME, SOBRENOME, BAIRRO e TELEFONE do participante. Todos os participantes receberão resposta de confirmação de recebimento dos votos.
4. Só é válido apostar em um filme por categoria.
5. É obrigatório votar em todas as 24 categorias.
6. Cada acerto será contabilizado como 01 ponto, totalizando o máximo de 24 pontos/acertos.
7. Vencerá o bolão o participante que acumular mais pontos de acordo com a premiação que será anunciada no dia 26 de fevereiro de 2017.
8. Em caso de empate, o desempate se dará de acordo com os acertos nas seguintes categorias, em ordem: Melhor Curta de Ficção / Melhor Curta de Documentário / Melhor Curta de Animação / Melhor Edição de Som / Melhor Mixagem de Som / Melhor Design de Produção / Melhor Maquiagem e Cabelo / Melhor Figurino.
9. Caso o empate permaneça, o prêmio será dividido igualmente.
10. O vencedor do Bolão será anunciado no dia 28 de fevereiro de 2017 no Blog de Cinema e ganhará 10 DVDs clássicos, cortesia da Classicline.
11. O prêmio deve ser retirado no dia 02 de março de 2017, das 9h às 15h, na sede do Jornal Diário do Nordeste (Praça da Imprensa, Dionísio Torres). O vencedor deve apresentar documentação.
12. Caso o vencedor não apareça, o prêmio será concedido ao segundo lugar do Bolão.
13. O vencedor do Bolão automaticamente autoriza a divulgação de sua imagem (fotos e/ou vídeos) para as mídias sociais do Jornal Diário do Nordeste.

15:33 · 14.11.2016 / atualizado às 15:33 · 14.11.2016 por
A Era do Ouro_UCI.
Ingressos já estão à venda no UCI Cinemas

“A Era do Ouro” é o próximo espetáculo da companhia Bolshoi que será exibido pela UCI Cinemas. As apresentações acontecem nos dias 19 de novembro, às 13h30 e 20 de novembro, às 13h. Ao todo, 15 salas irão exibir o conteúdo pelo País. Os ingressos já estão à venda e podem ser encontrados na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall da UCI.

O espetáculo se passa numa cidade à beira-mar, onde comércio e máfia estão ganhando espaço cada vez maior. O jovem Boris se apaixona por Rita, dançarina de um cabaré local e namorada de um gangster conhecido na região. Criado por Yuri Grigorovich, o público vai poder acompanhar, com muito ritmo e variações de estilo de dança, o caminho que a paixão proibida de Boris vai seguir.

16:42 · 20.10.2016 / atualizado às 16:43 · 20.10.2016 por
Jules e Jim
“Jules e Jim – Uma Mulher para Dois” está na programação

Falecido há 33 anos, no dia 21 de outubro, François Roland Truffaut deixou um legado de obras notáveis que imediatamente se fixaram na História do Cinema, tornando-o um dos seus mais importantes realizadores. E para relembrar as suas obras para os cinéfilos de sua geração e apresenta-las às novas gerações é que o Cinema de Arte promove a Retrospectiva François Truffaut – 7 clássicos para se Recordar.

Em cartaz, a partir desta quinta-feira (20), a Mostra terá abertura no Nordeste nos complexos Cinépolis em três capitais: Fortaleza, Natal e João Pessoa. Composta por 7 filmes, com exibição de um por dia, até 26 de outubro. Em seguida, a Mostra será apresentada em Recife e Salvador em novembro, no restante do circuito do Cinema de Arte em São Luís, Manaus e São Paulo, em Alphaville e Jundiaí. As datas serão anunciadas.

A Retrospectiva François Truffaut é composta pelo seu longa-metragem de estreia, “Os Incompreendidos” (1952), seguindo-se, em ordem cronológica de produção, “Jules e Jim – uma Mulher Para Dois” (1961), “Beijos Proibidos” (1968), “A Noiva Estava de Preto” (1968), “Domicílio Conjugal” (1970), “O Amor em Fuga” (1979) e “O Último Metrô” (1980).

Programe-se:
20/10
19h30: “Os Incompreendidos” (1952)

21/10
14h: “Jules e Jim – Uma Mulher para Dois” (1961)

22/10
14h: “Beijos Proibidos” (1968)

23/10
14h: “A Noiva Estava de Preto” (1968)

24/10
19h30: “Domicílio Conjugal” (1970)

25/10
19h30: “O Amor em Fuga” (1979)

26/10
19h30: “O Último Metrô” (1980)