Busca

Tag: For Rainbow


10:12 · 16.11.2017 / atualizado às 10:12 · 16.11.2017 por
“Guigo Offline”, de René Guerra, foi o principal premiado pelo júri oficial

Um dos encontros mais importantes para discutir a diversidade sexual, o 11º For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual anunciou na noite de ontem (15) os filmes vencedores da mostra competitiva.

O principal destaque ficou com “Guigo Offline”, que levou o Troféu Elke Maravilha de melhor longa de ficção e melhor direção para René Geurra. Entre os curtas, “O Chá do General”, de Bob Yang, saiu com os prêmios de melhor curta brasileiro, roteiro e direção de arte.

A Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine) também elegeu os melhores da competição. “O Quebra-cabeça de Sara”, de Allan Ribeiro, foi escolhido como o melhor curta brasileiro, enquanto “Música Para Quando as Luzes se Apagam”, de Ismael Caneppele, foi eleito o melhor longa.

Veja a lista completa dos vencedores:

Júri Oficial:
Melhor longa-metragem de ficção: Guigo Offline
Melhor longa-metragem documentário: Lampião de Esquina
Melhor curta-metragem nacional: O Chá do General
Melhor curta-metragem internacional: Home
Melhor direção: Guigo Offline
Melhor roteiro: O Chá do General
Melhor direção de arte: O Chá do General
Melhor fotografia: Música Para Quando as Luzes se Apagam
Melhor edição: Lampião da Esquina
Melhor trilha sonora original: Home
Melhor desenho sonoro: Garotas Errantes
Melhor atriz: “Sarah” – Ninguém Nunca Nada
Melhor ator: Chico Oliveira – O Tempo Feliz que Passou

Prêmio da Crítica – Associação Cearense de Críticos de Cinema – Aceccine:
Melhor curta-metragem brasileiro: O Quebra-cabeça de Sara, de Allan Ribeiro
Melhor longa-metragem brasileiro: Música Para Quando as Luzes se Apagam, de Ismael Caneppele.

08:51 · 18.11.2016 / atualizado às 09:06 · 18.11.2016 por
Longa-metragem baiano foi um dos destaques da premiação do júri oficial
Longa-metragem baiano foi um dos destaques da premiação do júri oficial

Foram anunciados na noite de ontem (17) os vencedores do 10º For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual. O longa-metragem baiano “A Cidade do Futuro”, de Cláudio Marques e Marília Hughes, venceram os prêmios de melhor longa brasileiro e direção. Já o curta “Xavier”, de Ricky Mastro, se destacou entre os curtas nacionais.

Veja a lista de premiados:

JÚRI OFICIAL:
Melhor longa-metragem estrangeiro: “Mulheres Que Matam”
Melhor longa-metragem brasileiro: “A Cidade do Futuro”
Melhor direção: “A Cidade do Futuro”
Melhor curta-metragem estrangeiro: “O Menino Princesa”
Melhor curta-metragem brasileiro: “Xavier”
Melhor roteiro: “Antes o Tempo Não Acabava”
Melhor ator: Esteban Masturini e Blas Finardi Niz, por “Esteros”
Melhor atriz: Maria Alice Vergueiro, por “Rosinha”
Melhor fotografia: “Mulheres Que Matam”
Melhor direção de arte: “Janaína Overdrive”
Melhor edição: “Vagabunda de Meia Tigela”
Melhor trilha sonora original: “Real Boy”
Melhor desenho sonoro: “Mamãe, Papai, Preciso Dizer Algo”

Melhor produção cearense: “Artur”

PRÊMIO DA CRÍTICA:
Melhor curta-metragem brasileiro: “Cinemão”, de Mozart Freire
Melhor longa-metragem brasileiro: “Antes o Tempo Não Acabava” ,de Sérgio Andrade e Fábio Baldo

21:58 · 03.10.2016 / atualizado às 21:51 · 07.10.2016 por
For Rainbow reunirá programação voltada à diversidade sexual
For Rainbow reunirá programação voltada à diversidade sexual

Novembro prepara uma programação extensa de festivais de cinema no Ceará, uma oportunidade especial para conhecer a produção de curtas-metragens brasileira, além de ter acesso aos longas-metragens antes de entrarem em circuito comercial.

De 8 a 13 de novembro, a sexta edição do Festcine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias realizará mostras competitivas e especiais no município de Maracanaú. O evento ainda está com inscrições abertas até o dia 31 de outubro para realizadores submeterem suas obras. Informações no site.

O Cinema do Dragão-Fundação Joaquim Nabuco receberá, de 10 a 17 de novembro, a 10ª edição do For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual, que exibirá curtas e longas brasileiros e estrangeiros que abordem a temática LGBT. Ano passado, um dos premiados foi o gaúcho “Beira Mar”, dirigido por Filipe Matzembacher e Marcio Reolon. O For Rainbow celebra a diversidade com shows e programação paralela. Acesse o site para conhecer mais sobre o evento.

Encerrando o mês, o 15º NOIA – Festival do Audiovisual Universitário comemora os 15 anos de existência mantendo a mostra competitiva de curtas brasileiros universitários e expande a programação retomando a mostra de fotografia e de bandas musicais. O evento acontecerá de 22 a 27 de novembro na CAIXA Cultural Fortaleza e também contará com oficinas de audiovisual. Mais informações serão atualizadas no site oficial.

Os três festivais têm entrada gratuita, sujeita à lotação dos espaços de exibição.