Blog do Kempes

Busca


Campeonato Cearense de 2016 de portões fechados para Ceará e Fortaleza

Publicado em 31/07/2015 - 9:30 por | 5 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Selvageria grande na final do Estadual deste ano no Castelão (Foto: JL Rosa/Diário do Nordeste)

Selvageria grande na final do Estadual deste ano no Castelão (Foto: JL Rosa/Diário do Nordeste)

1580 cadeiras quebradas, um vandalismo inacreditável, pancadaria, briga generalizada, invasão de campo e ninguém preso. A final que deu ao Fortaleza o título de campeão cearense acabou maculada por bandidos travestidos de torcedores.

Se a mancha na história do futebol cearense já não seria apagada, o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol no Estado do Ceará resolveu incrementar essa página negra no esporte alencarino.

Sem piedade, o Pleno do TJDF/CE impôs duras penas para Ceará e Fortaleza. O Alvinegro perdeu 14 mandos de campo e recebeu multa de R$ 70 mil. Já o Fortaleza perdeu 19 jogos e ainda foi multado em R$ 95 mil. Todas as partidas de portões fechados.

Mesmo que Ceará e Fortaleza cheguem à decisão da Copa Fares Lopes, que será disputada de agosto a novembro deste ano, ambos só mandarão partidas em sete oportunidades.

Ou seja, para o Campeonato Cearense de 2016, caso alvinegros e tricolores cheguem à final da Fares Lopes, ainda terão de cumprir, respectivamente, sete e 12 partidas com portões fechados.

Um prejuízo incalculável para clubes, federação, torcedores e ao próprio futebol cearense, que já padece com escassez de recursos. Para se ter uma ideia, neste ano, Ceará e Fortaleza, que decidiram o Estadual, fizeram nove partidas como mandante.

Na pior das hipóteses, o Fortaleza mandará todos os seus jogos, em casa, de portões fechados.

A Lei permite que o TJDF/CE aplique essa punição. Realmente foi uma selvageria sem precedentes na história do futebol cearense. Mas o que deixa no ar é justamente o que sempre eu me questionei: Como o clube pode ser responsável pelas atitudes de terceiros?

Uma coisa é o clube não dar condições de higiene, de acomodação e de segurança para seus torcedores, que, por algum desses motivos, podem provocar uma revolta generalizada dentro do estádio.

Outra coisa é um grupo de centenas de torcedores por livre e espontânea vontade praticar selvageria, provocar brigas e quebrar o patrimônio público por simplesmente saber que nunca será punido e que o “seu clube de coração” é quem será punido e vai arcar com as despesas.

Claro e óbvio que Ceará e Fortaleza sabem que a Lei é assim. Os torcedores, dentro do Estádio, fazem parte do clube. Mas o TJDF poderia usar o bom senso ou, como bem disse o amigo jornalista André Victor, do O Povo, a badalada “razoabilidade”.

Eu não creio que só o Fortaleza e o Ceará foram punidos com essa decisão do Pleno do TJDF. A pena se estendeu para todos os que gostam de futebol, inclusive para aqueles torcedores humildes, que, por medo da violência não vão a clássicos e preferem ver jogos mais tímidos, contra equipes do Interior, seja no PV, ou no Alcides Santos.

Os dirigentes do futebol cearense são provocados todos os dias. São questionados e criticados duramente para mudarem a postura, criarem estratégias de marketing, inovarem em contratações, saírem da mesmice, fomentarem as categorias de base etc. Aí, eu pergunto, como é que muda e se planeja com uma punição dessas?

O que mais revolta é que os verdadeiros bandidos estão indo aos estádios do mesmo jeito. Esperando uma nova oportunidade para praticarem as mesmas selvagerias e o pior, com a certeza de que sairão novamente impunes.

Nunca o ditado “o Justo paga pelo Pecador” fez tanto sentido como agora.

Tags: , , , , , , , , ,

Intrépido, Arnaldo Lira lembra o famigerado jogo Ceará 2×1 Tuna Luso em 1996

Publicado em 31/07/2015 - 8:19 por | Comentar

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle

Um dos treinadores mais badalados no futebol cearense, com histórico de superação em alguns clubes, campanhas inesquecíveis e de muita polêmica. Arnaldo Lira, alagoano de Junqueira, com 55 anos, coleciona histórias incríveis.

Em entrevista para a TV DN, Lira relembrou momentos de dificuldade do time do Ceará. Entre alguns, o famigerado jogo Ceará e Tuna Luso, em 1996, pela Série B do Brasileiro, que salvou o Vovô  do rebaixamento, após uma confusão inacreditável e um gol aos 55 minutos do 2º Tempo de Sérgio Alves.

 

Tags: , , , , , , ,

CBF não aceita solicitação do Ceará para disputar a Copa Sul-Americana

Publicado em 29/07/2015 - 12:41 por | 3 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Em 2011, time alvinegro disputou o Torneio internacional e enfrentou o São Paulo (Foto: Jarbas Oliveira/Vipcomm)

Em 2011, time alvinegro disputou o Torneio internacional e enfrentou o São Paulo (Foto: Jarbas Oliveira/Vipcomm)

O sonho do Ceará de voltar a disputar a Copa Sul-Americana vai ser adiado. A CBF deve anunciar nos próximos dias que não irá permitir a participação do time cearense no torneio continental.

O Presidente do Ceará, Evandro Leitão, já foi comunicado extraoficialmente sobre a decisão da entidade nacional. Com isso, o clube alvinegro não irá receber a cota de quase R$ 500 mil de participação para jogar a Competição internacional.

Com isso, o Ceará vai disputar dois campeonatos simultaneamente. A Série B do Brasileiro e a Copa do Brasil, que está nas oitavas de finais com os jogos programados para agosto. O sorteio para saber quais serão os duelos será realizado no próximo dia 4.

Tags: , , , , , ,

De ídolo, negociado, rejeitado e reserva à volta por cima de Uillian Correia

Publicado em 29/07/2015 - 9:49 por | 1 Comentário

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Volante alvinegro foi o autor do gol que acabou o jejum de 12 jogos sem vitórias (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)

Volante alvinegro foi o autor do gol que acabou o jejum de 12 jogos sem vitórias (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)

Não. A vitória sobre o ABC não tirou o Ceará da Zona de Rebaixamento, nem da lanterna da Série B do Brasileiro. O adversário não ganha uma partida sequer dentro de casa e também briga para não cair.

Mas isso tudo não quer dizer que não haja motivos para celebrar. Há e muitos. Ainda mais depois de 12 jogos sem vitórias. O peso nas costas foi retirado e o alívio pelo triunfo tem de ser celebrado, sim.

Se não bastasse a defesa, uma das mais vazadas do Campeonato não ter tomado gol, o que deve ter dado tranquilidade para Tiago, Gilvan, Fernandinho, João Marcos, que até pouco tempo eram contestados, outro que pode respirar aliviado é o volante Uillian Correia.

O camisa 7 alvinegro, há três meses, era um dos maestros do time e candidato a ídolo. Mas assim como o próprio elenco, caiu em queda livre e de uma hora para outra, e ainda se envolveu em uma suposta negociação com o Cruzeiro, depois inexplicavelmente foi para a reserva e não conseguia voltar a ser titular.

Retornou ao seu posto. Até jogou bem diante do Mogi Mirim (ao lado do Ricardinho, ambos se salvaram da trágica derrota) e contra o ABC não só fez o gol da vitória como ainda foi o cérebro da equipe.

Ao fim da partida deu uma entrevista em tom emocionado agradecendo a Deus e a família por ter acreditado em seu trabalho, depois de padecer por tanto tempo com o time sem ganhar um jogo.

Infelizmente, Uillian Correia levou o terceiro cartão amarelo e está fora do duelo contra o Bragantino, sábado, 1, às 21h, em Bragança Paulista. Mas o que ele demonstrou em campo no Frasqueirão é para mostrar que o rapaz não desaprendeu.

É um baita jogador e que foi injustiçado ao ser colocado na reserva. Ele e o Ceará perderam muito com sua ausência. Quem sabe, agora, com essa vitória, o elenco e a comissão técnica alvinegra possam ter a mesma humildade, perseverança e disposição, que apresentaram diante do ABC, contra o Bragantino.

O caminho ainda é longo até sair e, principalmente, permanecer fora da zona de rebaixamento. Mas o retorno do bom futebol de Uillian Correia é um alento para o Ceará, que já tem Ricardinho.

Só que é bom lembrar, apenas eles dois, jogando bem e fazendo a diferença, não vão conseguir tirar o Vovô das últimas posições. É preciso que apareçam reforços (com urgência) e principalmente os que vão permanecer tenham a mesma habilidade e paciência do camisa 7.

Sempre sincero em suas entrevistas, Uillian Correia em nenhum momento “chutou o pau da barraca”, pelo contrário, resolveu esperar e nessa terça-feira, colheu os frutos mais do que merecido.

Tags: , , , , , , ,

Cadeiras quebradas no Estádio? Resolve-se fácil

Publicado em 27/07/2015 - 12:33 por | 10 Comentários

Categorias: Futebol Cearense, Opinião
  • Enviar para o Kindle
Cadeiras do Castelão, após a Final do Campeonato Cearense neste ano (Foto: Natinho Rodrigues/Diário do Nordeste)

Cadeiras do Castelão, após a Final do Campeonato Cearense neste ano (Foto: Natinho Rodrigues/Diário do Nordeste)

Querido, intrépido, ator e advogado, Haroldo Guimarães publicou o texto abaixo em seu perfil, no Facebook. Achei perfeito e muito pertinente para o momento atual no futebol cearense.

Em todos os jogos, ainda mais quando os times cearenses perdem, eu recebo mensagens e comentários de que determinada torcida quebrou várias cadeiras no Castelão.

Só pra lembrar, após a final do Cearense deste ano, mais de 1500 cadeiras foram quebradas. Ninguém foi preso e muito menos tirou um real para pagar um parafuso.

Haroldo Guimarães deixa a sugestão. Agora, seria bom que as autoridades, os clubes e os administradores dos Estádios tivessem apenas vontade e coragem para seguir a dica.

“Cadeiras quebradas no Estádio?
Resolve-se fácil.
Um ingresso, uma cadeira respectiva. Como é em qualquer lugar civilizado da terra.
Se o cidadão se recusa a ficar no seu lugar – excetuando-se, naturalmente, trânsito para banheiro e alimentação -, será convidado a sair. Recusando-se a sair, polícia nele.
O ingresso na mão dá poder e segurança ao bom torcedor, e é seu direito ocupar o local correspondente ao número constante do ingresso. (arts. 13-A e 22, I e II, do Estatuto do Torcedor).
Assim, não só as cadeiras serão poupadas, mas o senso de organização e disciplina provavelmente irá melhorar a convivência no estádio.
Aliás, disciplina não é coisa antiquada, ou coisa que atrapalha a “magia do estádio”, ou “fere a liberdade”. Disciplina é algo que precisamos quando existe barbárie – o que realmente atrapalha e fere.
Sabe porque não é assim?
Por conta da relação condescendente do clube com a torcida organizada, que chega a receber ingressos gratuitos em troca de apoio às diretorias.
Pronto, já expliquei.
Querendo aplicar, aplica.
Os comentários ofensivos serão deletados e o ofensor também. Aliás, minha timeline anda linda, só com gente educada”.

Tags: , , , ,

Se a CBF não mudar, jogo do possível acesso do Fortaleza será no dia do aniversário do clube

Publicado em 27/07/2015 - 10:37 por | 26 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Torcida Tricolor poderá participar da festa no dia jogo (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)

Torcida Tricolor poderá participar da festa no dia jogo (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)

Ainda faltam nove partidas para terminar a primeira fase da Série C do Brasileiro. Mas é quase impossível acreditar que o Fortaleza não estará classificado novamente para a fase de mata-mata.

Nos nove jogos de ida dessa primeira etapa do Nacional, o Tricolor sobrou em campo. Só foi uma derrota (em que jogou bem melhor que o Confiança), seis vitórias e apenas dois empates. É o melhor aproveitamento do Campeonato, nos dois grupos, 74%.

Essa campanha continuando vai levar o Fortaleza aos famigerados jogos de mata-mata. E lá, de acordo com o calendário da CBF, as datas já estão definidas. Lembrando que a primeira fase termina no dia 27 de setembro, com o duelo contra o Águia, no Castelão.

As quartas de final, conforme CBF já divulgou está prevista para começar uma semana depois. A partida de ida será disputada no dia 04 de outubro. Em seguida, um intervalo de 15 dias. Aí, o jogo da volta está programado para o dia 18 de outubro.

Vale lembrar que ano passado, a CBF preferiu dar 15 dias de descanso aos clubes participantes, logo após o término da primeira fase. Enquanto os jogos do mata-mata foram realizados em dois fins de semanas consecutivos.

Independentemente, do período da folga, o dia 18 de outubro, domingo, tem tudo para ser o dia da partida de volta, a que vai definir o acesso à Série B. A data marca o aniversário do Fortaleza, que completará 97 anos de história.

Se a CBF não mudar nada até lá (antecipar para o dia 17, sábado, por exemplo), os Deuses do futebol parecem que vão aparecer para dar um presente histórico e inesquecível aos tricolores ou para presenciar uma tragédia.

Tags: , , , , ,

O desespero do Ceará: nenhum contratado e nem o treinador tiram o time do fundo do poço

Publicado em 27/07/2015 - 9:45 por | 9 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Técnico Geninho reunido com os jogadores em treino no Estádio Carlos de Alencar Pinto (Foto: Christian Alekson/Cearas.com)

Técnico Geninho reunido com os jogadores em treino no Estádio Carlos de Alencar Pinto (Foto: Christian Alekson/Cearas.com)

14 rodadas, mais de um terço do campeonato, oito pontos de distância de sair da Zona do Rebaixamento e nem com uma vitória na próxima partida vai tirar o time da lanterna da Série B do Brasileiro.

O Ceará não poderia viver um drama maior justamente, quando projetava um novo acesso, após a campanha invicta no título da Copa do Nordeste. Três meses depois, o que se vê é um time desfigurado, sem confiança e incapaz de, dentro de casa com o apoio da torcida, não conseguir bater o até então vice-lanterna.

O que fica no ar são várias perguntas sem respostas, com a principal delas batendo na cabeça do torcedor: como sair dessa situação?

Era necessário um novo treinador. Geninho chegou e em sete partidas nada mudou, pelo contrário, o time caiu para a lanterna. Era necessário um meia capaz de articular as jogadas com Ricardinho e um centroavante para colocar a bola para dentro. Bernardo e Rafael Costa chegaram. Nada mudou.

É óbvio que mais cedo ou mais tarde o Ceará vai ganhar uma partida, vai dar um alento, mas é possível acreditar que esse elenco e essa comissão técnica conseguirão evitar o rebaixamento?

O desespero só aumenta a cada rodada. Na última, contra o Mogi Mirim, vários gols perdidos, falhas do setor defensivo e um iluminado Ricardinho, porque se não é o camisa 8, acredito que o fundo do poço era ainda maior. E ele não joga nesta terça-feira, 28, em Natal, contra o ABC.

A entrevista do volante Uillian Correia, após a derrota do último sábado, foi incisiva. “Mais uma vez, né? Semana que vem vai para aquele discurso: sempre o próximo jogo. Até quando a gente vai ficar nessa situação? Não sei te dizer”.

Vários torcedores e amigos me encontram ou mandam mensagens dizendo que o Ceará vai cair e perguntando o que eu acho. Vários dizem não acreditar mais numa reação e muito menos no time que está jogando.

O percurso até o fim do Campeonato ainda é longo, faltam 24 partidas (mesmo número de jogos de toda a Série C do Brasileiro), mas a caminhada para o rebaixamento parece que começou. Ao Ceará resta saber se vai conseguir desviar. Do jeito que está, é difícil mudar de rota.

Tags: , , , , , ,

Por vaga na Sul-Americana, Ceará desafia datas e recorre ao prestígio de Mauro Carmélio

Publicado em 23/07/2015 - 10:02 por | 17 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Time alvinegro posa para a foto na decisão contra o Bahia (Foto: Bruno Gomes/Diário do Nordeste)

Time alvinegro foi campeão do Nordeste e garantiu vaga na Sula (Foto: Bruno Gomes/Diário do Nordeste)

A classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, na teoria, é para ter deixado o Ceará fora da Copa Sul-Americana. Isso, na teoria. Porque os dirigentes alvinegros já se mexeram para conseguirem disputar o torneio continental.

Vamos aos fatos. O regulamento da Copa do Brasil não determina que, se um clube chegar às oitavas de final tem de ser eliminado. Já o regulamento da Copa do Nordeste é claro, o campeão do torneio garante vaga na Copa Sul-Americana.

No meio de um imbróglio sem tamanho, a CBF resolveu no último dia 21 de maio, já após o fim da Copa do Nordeste e com a Copa do Brasil iniciada, divulgar um ofício em que veta a participação dos times na Copa Sul-Americana, caso avance às oitavas de final da Copa do Brasil.

Com os fatos acima definidos, a diretoria do Ceará já recorreu ao Presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, para tentar intervir neste imbróglio.

O prestígio do mandatário da FCF, que é amigo de Marco Polo Del Nero (atual presidente da CBF), foi o representante brasileiro no congresso da Fifa e têm trânsito livre na entidade nacional, é o trunfo da cúpula do Ceará.

O intuito alvinegro é mostrar que não existe impedimento nenhum para disputar as duas competições, pelo menos nestas duas fases (Oitavas da Copa do Brasil e fase nacional da Sul-Americana).

Assim, o Ceará, além de receber a cota de participação do torneio internacional (algo em torno de R$ 500 mil ou US$150 mil a Conmebol ainda não divulgou os valores), ainda poderá usar da vaidade e do status de afirmar que disputou novamente a competição continental.

Os argumentos são válidos, até porque a CBF deu uma grande mancada ao não explicitar no regulamento da Copa do Brasil o tal veto aos clubes que tinham vaga garantida para participar da Sul-Americana.

Só que há um enorme problema. No final da noite dessa quarta-feira, 22, a Conmebol divulgou o calendário com as datas dos jogos dos times brasileiros na Sul-Americana. E o choque com a Copa do Brasil (dias 19 e 26 de agosto) está confirmado.

Aí, ficam duas perguntas:

Como jogar duas partidas no mesmo dia, ou em dias seguidos (18 de agosto a estreia na Sul-Americana e 19 a ida das oitavas pela Copa do Brasil)?
E outra, vale a pena mesmo levantar essa bandeira (justa, por sinal) contra a CBF, que já divulgou ofício informando o veto?

Com o clube em último lugar na Série B do Brasileiro, realmente não sei se é “salutar” “queimar um cartucho” para conseguir essa vaga.

Agora, é aguardar.

 

PS: Só para esclarecer as datas do calendário da Copa Sul-Americana

1ª Fase: 18 e 25 de agosto
2ª Fase (ou oitavas de final): 23 e 30 de setembro
3ª Fase (ou quartas de final): 21 e 28 de outubro
4ª Fase (ou semifinais): 4 e 25 de novembro
5ª fase (ou finais): 2 e 9 de dezembro

Só para esclarecer as datas do calendário da Copa do Brasil:

Oitavas de final: 19 e 26 de agosto
Quartas de final: 23 e 30 de setembro
Semifinais: 21 e 28 de outubro
Finais: 4 e 25 de novembro

 

Tags: , , , , , , , , ,

Para o Ceará, financeiramente, é bem melhor disputar a Copa do Brasil do que a Sul-Americana

Publicado em 23/07/2015 - 8:45 por | 6 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Volante alvinegro esteve presente na vitória sobre o Tupi (Foto: Christian Alekson/Cearasc.com)

Volante João Marcos esteve presente na vitória sobre o Tupi (Foto: Christian Alekson/Cearasc.com)

O fim do jejum de 12 partidas sem vitórias, a classificação obtida no último minuto fora de casa, a atitude dos jogadores reservas em não fraquejar, aliada a uma véspera de ganhar do Mogi Mirim, pela Série B, deram nova força ao Ceará.

Claro que eliminar o Tupi não é nada de outro mundo, assim como conquistar os três pontos diante do Mogi Mirim é mais do que uma obrigação. Por isso, não adianta também achar que tudo voltou a estar em céu de brigadeiro. É preciso seriedade, trabalho e um longo e árduo caminho a percorrer.

Por outro lado, a classificação às oitavas de final da Copa Brasil vale muito mais do que disputar a fase brasileira da Copa Sul-Americana. Apensar de a Conmebol não ter divulgado os valores das cotas de participação, financeiramente a competição nacional é bem mais rentável.

Primeiro: nas oitavas de final da Copa do Brasil, os participantes recebem R$ 690 mil, além de passagens e hospedagens. Na Conmebol, as despesas são todas pagas pelo clube e a cota inicial não deve superar os US$ 200 mil, o que chegaria ao mesmo valor da Copa do Brasil.

Segundo: o adversário no torneio nacional pode ser um gigante brasileiro como Corinthians, Flamengo, Cruzeiro, Atlético/MG, Internacional, São Paulo, Fluminense e Grêmio. O que provavelmente poderá trazer uma renda superior a R$ 1 milhão e ainda a oportunidade de fechar um patrocínio pontual, devido a visibilidade da partida.

Terceiro e último: Já na Sul-Americana, o rival é o Sport. A diretoria do Ceará já avisou que só pensa na Série B do Brasileiro, e que em outra competição vai utilizar os reservas. Ou seja, contra o time pernambucano (que não possui grande apelo) a renda não atingiria o patamar desejado.

A vaidade e o status de dizer que disputou uma competição internacional não aconteceu, no entanto, neste momento de crise em que, como o próprio presidente Evandro Leitão afirmou que o objetivo do clube é evitar o rebaixamento, dinheiro a mais no cofre sempre é bem-vindo.

Tags: , , , , , , , , , ,

Sandro Manoel faz exames, treina em clube árabe e deve render R$ 1,5 milhão ao Ceará

Publicado em 22/07/2015 - 14:30 por | 17 Comentários

Categorias: Futebol Cearense
  • Enviar para o Kindle
Camisa 5 alvinegro é mais um a deixar o elenco do Vovô (Foto: Kléber A. Gonçalves)

Camisa 5 alvinegro é mais um a deixar o elenco do Vovô (Foto: Kléber A. Gonçalves)

O volante Sandro Manoel deve ser o próximo a deixar o elenco do Ceará. Depois de Samuel Xavier, Magno Alves e Marinho, o camisa 5 alvinegro é o quarto jogador campeão da Copa do Nordeste a se transferir para outro clube.

“O Sandro Manoel foi liberado para viajar e fazer exames. Se for aprovado e o clube depositar o valor da multa, não temos como segurar”, disse por telefone, nesta quarta-feira, 22, o vice-presidente do Ceará, Robinson de Castro.

O destino do atleta é o Al Taawon FC, da Arábia Saudita. Sobre o valor da multa rescisória, o dirigente alvinegro foi evasivo.

“Não sei quanto é o valor. Não estou com o contrato. É preciso ver como está fatiado os direitos econômicos do jogador. Existe investidor, empresário, o atleta e nós nesse contrato. Não sei te precisar quanto é o percentual para o Ceará, e ainda foi uma negociação com clube do Exterior, em que o valor é diferente de um clube daqui do Brasil”, comentou o dirigente alvinegro.

O empresário de Sandro Manoel, Ytalo Pontes, em contato por telefone também não soube precisar o valor da multa. Porém, o Blog apurou que o Ceará deverá receber algo em torno de R$ 1,5 milhão (o valor total da rescisão é de quase R$ 3 milhões).

Sandro Manoel estava relacionado para a partida desta quarta-feira, contra o Tupi. Ainda conforme Robinson de Castro, o volante alvinegro pode até atuar no próximo sábado, 25, diante do Mogi Mirim, pela Série B.

“Se não depositarem o valor da multa, com certeza, ele vai ser relacionado para a partida de sábado, contra o Mogi”, concluiu.

Tags: , , , , , , ,

Página 1 de 15512345...102030...Última »

Autores

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

X Fechar

Desejas compartilhar o conteúdo do Diário do Nordeste?

Utilize o link da notícia ou as ferramentas presentes na página.