Busca

15:28 · 22.03.2017 / atualizado às 15:33 · 22.03.2017 por

 

Crato. Com objetivo de reflorestar as áreas degradadas pelos recentes incêndios na Floresta do Araripe, a Sociedade Anonima de Agua e Esgoto de Crato (Saaec) lançou hoje, dentro do Programa Hidroambienta, cerca de 10 mil bombas de sementes na nascente da Caiana, ao sopé da Serra do Araripe, nas proximidades do Clube Recreativo Grangeiro.

As bombas são feitas com argila, composto orgânico e sementes e essas que serão espalhadas por meio de um helicóptero foram confeccionadas durante uma oficina que aconteceu na Praça da Sé na abertura da Semana da Água e da Árvore. Segundo o presidente da SAAEC, Yarley de Brito, “esse projeto vem agregar as ações relacionadas à recomposição do equilíbrio do ambiente o que consequentemente irá ocasionar a preservação da Floresta Nacional do Araripe e mais qualidade de vida”.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

10:24 · 22.03.2017 / atualizado às 10:24 · 22.03.2017 por

Nova Olinda.  Será realizado nesta quarta-feira, 22, às 16 horas, na Fundação Casa Grande, neste município, o funeral da arqueóloga Rosiane Limaverde Vilar Mendonça, presidente do Conselho Científico da entidade, falecida na última segunda-feira, em Crato. A cerimônia acontece na sala do Coração de Jesus, do Memorial do Homem Kariri. Rosiane  morreu no início da manhã da última segunda-feira em sua própria residência, na cidade do Crato. Ela lutava contra um câncer no ovário há cinco anos.

Rosiane Limaverde, Doutora em Arqueologia pela Universidade de Coimbra (Portugal), foi uma das idealizadoras e fundadora da Organização não Governamental, juntamente com Alemberg Quindins, seu marido, presidente da entidade e Secretário de Cultura de Juazeiro do Norte.

>> Morre arqueóloga e idealizadora da Fundação Casa Grande, Rosiane Limaverde

Na oportunidade, serão realizadas homenagens à arqueóloga, que iniciou estudos importantes relacionaos à pesquisa em arqueologia na Chapada do Araripe, deixando relevante contribuição nesse campo da ciência, além de criação do Instituto de Arqueologia do Cariri – IAC, em parceria com a Universidade Regional do Cariri – URCA. Rosiane foi recentemente reconhecida pela Universidade de Coimbra com nome de comenda, por realizar trabalho inédito de arqueologia inclusiva e pelo seu legado humanitário na área.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

 

09:57 · 22.03.2017 / atualizado às 09:57 · 22.03.2017 por
Alimentos já arrecadados (Foto Divulgação)

O Sesc, através da sua Unidade Crato, está em campanha para receber doações de alimentos, vestimentas e acessórios de cama e banho para a população atingida pela enchente em Assaré, na região do Cariri. A unidade está em plantão 24h para facilitar as contribuições.

O material arrecadado é distribuído diariamente na Secretaria de Ação Social de Assaré e na paróquia da cidade. Até o momento, foram obtidos 500 kg de alimentos, mais de 1.500 peças de vestuários, como roupas e calçados, além de toalhas e lençóis.

A enchente aconteceu por conta do rompimento na barragem do Açude dos Montes, devido às fortes chuvas do dia 17 de março. Na cidade, várias casas e prédios públicos foram atingidos, deixando mais de 200 famílias desabrigadas.

SERVIÇO
Campanha de doação de alimentos e itens de vestuário para a população de Assaré
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Informações: (88) 3586.9150

09:40 · 22.03.2017 / atualizado às 10:07 · 22.03.2017 por
Ana Iracélia foi morta dentro da própria casa (Foto: VcRepórter)

Barbalha. Uma mulher foi morta com requintes de crueldade na manhã desta quarta-feira (22) neste município. O crime aconteceu dentro de sua própria residência, na Rua T19, no bairro Bela Vista e, segundo a Polícia Militar, a principal suspeita do homicídio recaí sobre o ex-companheiro de Ana Iracélia. A vítima tinha 38 anos.

Ana teria sido assassinada a golpes de pauladas na cabeça. De acordo com informações repassadas pelos vizinhos à polícia, os dois já tinham histórico de discussão e o relacionamento seria instável. Na noite anterior ao crime, o pedreiro Geovane Antônio dos Santos, de 31 anos, teria dormido na casa da vítima. Ele está foragido. Ainda segundo a polícia, ele não tinha antecedentes criminais.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

15:14 · 21.03.2017 / atualizado às 15:14 · 21.03.2017 por
Assim como na maioria das cidades cearenses, Juazeiro não dispõe de uma coleta seletiva (Foto André Costa)

Juazeiro do Norte. O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) deste município, aprovou por unanimidade a emissão da carta de anuência para a empresa REVERT Soluções Ambientais instalar e operar um aterro sanitário na cidade. O empreendimento visa atender a iniciativa privada, ajudando na redução de resíduos sólidos no meio ambiente e contribuindo na geração de emprego e renda na cidade.

A localização apresentada pela empresa para a implantação do aterro sanitário fica na rodovia Padre Cícero, próximo ao antigo lixão da cidade, no local já havia degradação da mata nativa com extração de material para construção civil, o terreno é plano e próprio para a instalação do empreendimento.

Membros do conselho, deliberados em reunião anterior para avaliar a área e os possíveis impactos para a população e o meio ambiente, relataram de forma positiva a instalação do empreendimento na localidade. De acordo com o Ambientalista e Técnico de Meio Ambiente, representante da sociedade civil no conselho, Pedro Torquato, todo equipamento de aterro sanitário já é uma grande vantagem para o município, por ter como característica minimizar os impactos ambientais que os lixões causam.

O Engenheiro Florestal da REVERT, StephensonRamalho, garante que a empresa tem a intenção de reduzir ao máximo os impactos gerados pelos resíduos sólidos, realizando um trabalho ambiental e social para o município. “Estamos trazendo uma proposta de trabalhar o resíduo de forma que não gere impacto, através da construção de uma célula onde serão compactados poluentes como o chorume, através de uma manta, de material impermeável, que é apropriada para evitar qualquer tipo de contaminação do nosso lençol freático”, afirma o engenheiro. Na instância social, a empresa pretende inserir o trabalho dos catadores de resíduos sólidos da região, além de promover trabalhos voltados à educação ambiental em escolas das comunidades vizinhas ao aterro.

A Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (AMAJU) ressalta a importância de ter mais um aterro sanitário para a cidade e toda a região do Cariri. Segundo o Superintendente da AMAJU, Sidney Kal-Rais, fiscalização e monitoração do empreendimento será intensa, acompanhando toda a implantação do aterro, para que ele atenda toda as normas técnicas de segurança ambiental.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br