Autor: Antonio Rodrigues


13:55 · 25.04.2019 / atualizado às 14:07 · 25.04.2019 por
Foto: Adriano Duarte

Inaugurado em 1960, o Cine Teatro Neroly Filgueira Sampaio, em Barbalha, voltará a exibir filmes, a partir do próximo dia 3 de maio, através do projeto “Cine Popular”. A iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo oferecerá duas sessões gratuitas, toda sexta-feira e todo sábado, com início as 18h e as 20h. O equipamento, recentemente, passou por reforma que envolveu as recuperações do forro, iluminação, climatização, sonorização, além da aquisição de um projetor de alta definição por R$ 4 mil. O local tem capacidade para receber 350 pessoas.

Para ter acesso, a população deverá fazer um cadastro biométrico semelhante aos realizados para meia entrada no Balneário do Caldas e na Festa de Santo Antônio. Um evento teste foi realizado no último dia 17 de abril, com a exibição do filme “A Paixão de Cristo”, que contou com estudantes da rede municipal. “Foi um grande sucesso. Agora, a gente resolveu implantar”, explica o secretário de Cultura e Turismo de Barbalha, Rômulo Sampaio.

“Esse cinema esteve abandonado por 15 anos. Foi até saqueado”, lembra o gestor. O próximo passo é finalizar o contrato com uma distribuidora de filmes. “Vamos passar produções populares. Lançamentos. Além de filmes nacionais de sucesso”, acrescenta Rômulo. Além disso, um carro de som percorrerá os bairros da cidade, divulgando a produção que estará em cartaz, como era feito antigamente.

O equipamento foi construído pelo empresário e político Luiz Filgueiras Sampaio. Em 1972, ele foi adquirido por Expedito Costa, que também foi proprietário dos famosos Cine Plaza e Cine Eldorado, em Juazeiro do Norte, e possuiu 17 salas de cinema no Ceará, Paraíba e Alagoas. “Ele era o melhor do interior. Para se ter uma ideia, na sala tinha uma cabine exclusiva para assistir o filme”, conta Expedito.

“A Morte Ronda na Floresta” (1966) e “A Noite da Emboscada” (1968) inauguraram as exibições de Expedito Costa em Barbalha. “Na época, era um sucesso. Lá, tinha muito engenho. A economia era muito boa”, justifica. O teto do prédio chegou a cair e um dos herdeiros de Luiz Filgueiras não quis vendê-lo. “Eu deixei o projetor para a Prefeitura”, completa o empresário.

Em 1987,  a Prefeitura de Barbalha desapropriou o local, que foi reconstruído e inaugurado como Cine Teatro Municipal Neroly Figueira, e passou também a receber grandes atrações das artes cênicas. “Entre outras atrações, nós trouxemos, no nosso segundo mandato, o famoso teatrólogo Augusto Boal, em 1995”, lembra o jornalista e professor, João Hilário, que foi prefeito nestas duas ocasiões.

11:56 · 25.04.2019 / atualizado às 11:56 · 25.04.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), em parceria com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e a Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), intensificou o trabalho de locação e perfuração de poços em Salitre. Até o momento, cinco já foram perfurados, dos quais quatro apresentaram vazões estimadas em torno de 3m³/h. O objetivo da ação é ampliar a oferta de água para a cidade, a partir do incremento de novos pontos de captação com vazões maiores.

Leia Mais: Diante da seca, moradores de Salitre pagam caro por água potável

Atualmente, sete poços abastecem a cidade. Apesar das vazões ainda não serem suficientes para incrementar significativamente o abastecimento, os esforços no Município continuam. Uma equipe com cerca de vinte profissionais, entre geólogos, técnicos e operadores estão mobilizados na ação em Salitre. No cronograma de trabalho das equipes, há ainda outros dez poços que deverão ser perfurados.

De acordo com o a coordenadora de operações industriais da Cagece na região da Bacia do Alto Jaguaribe, Arilete Maia, “mesmo com a dificuldade de encontrar pontos de captação de água, os órgãos do Governo do Ceará não têm medido esforços com locações, trabalho de geólogos e perfuração para que o abastecimento da sede do município de Salitre seja incrementado. Nosso limitante ainda é a vazão dos poços já perfurados, que são pequenas, mas toda a equipe continua empenhada nesse trabalho”, disse.

A força-tarefa realizada em Salitre foi um encaminhamento definido a partir Grupo de Contingência, comitê que reúne semanalmente os órgãos ligados aos recursos hídricos no Ceará para monitorar e propor soluções de convivência com a seca no estado.

Localizada a cerca de 550 quilômetros de Fortaleza, Salitre é uma das cidades bastante afetada pela escassez hídrica enfrentada no estado nos últimos anos. O município não possui manancial superficial para abastecimento de água, o que agrava a situação.

15:24 · 24.04.2019 / atualizado às 15:29 · 24.04.2019 por
Foto: André Costa

O prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon Bezerra, é um dos sete gestores municipais cearenses vencedores da décima edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE), pelo biênio 2018-2019. A premiação, promovida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae), contempla projetos que impulsionam o desenvolvimento de pequenos negócios e a modernização da gestão pública. A cerimônia acontece na próxima segunda-feira (29), no Centro de Negócios, em Fortaleza.

Arnon foi premiado na categoria “Compras Governamentais de Pequenos Negócios” com o projeto intitulado de “Juazeiro do Norte compras solicitadas: políticas públicas de fomento aos pequenos negócios”. Além dele, os prefeitos de Fortaleza, São Gonçalo do Amarante, Icapuí, Pedra Branca, Cedro e Jijoca de Jericoacoara serão homenageados.

O PSPE é dividido nas etapas estadual e nacional. Na etapa estadual, são selecionados os vencedores estaduais ou distritais para cada uma das categorias e, na etapa nacional, são selecionados sete vencedores nacionais das categorias temáticas e cinco vencedores regionais da categoria “Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios”.

Serão premiados gestores que tenham implantado projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico, ambiental e social do município.

12:35 · 24.04.2019 / atualizado às 12:41 · 24.04.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

A instalação da Casa da Mulher Cearense em Crato foi tema de audiência pública, realizada ontem (23), na Câmara de Vereadores. O projeto, que já está em funcionamento em Fortaleza, atua no atendimento humanizado e especializado para mulheres em situação de violência. No último dia 8 de março, o governador Camilo Santana anunciou a criação do equipamento no interior – o primeiro, será instalado no Cariri.

O encontro contou com a participação do vice-prefeito, André Barreto, de vereadores e representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do Crato, da Delegacia de Defesa da Mulher de Crato, do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Nudem), ligado à Defensoria Pública, da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), da OAB de Crato, do Centro de Referência da Mulher.

A Casa da Mulher Cearense seguirá o modelo da Casa da Mulher Brasileira, experiência do Governo Federal, instalada em julho do ano passado, em Fortaleza. Hoje, o equipamento reúne serviços de Defensoria Pública, Delegacia da Mulher, Ministério Público, Juizado Especial e capacitação. Desde a implantação, já foram realizados mais 11 mil atendimentos, tendo uma média de 54 por dia. Lá, funciona 24 horas e oferece serviços multidisciplinar.

A professora Verônica Isidório, presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do Crato, acredita que deve haver mais agilidade nas questões relacionadas às mulheres e apoia que o equipamento ofereça auxílio, proteção e amparo. Já a educadora Tammy Alencar ressaltou que a educação estará a postos para auxiliar nesse aspecto. “Nossas crianças necessitam de uma educação direcionada para a cultura da não violência para que saibam discernir entre o que é correto ou não no parâmetro de respeito e convívio harmonioso”, explicou.

“As políticas públicas precisam ser eficientes e eficazes, estamos trabalhando cotidianamente, reforçando o compromisso da nossa gestão para com as mulheres e a comunidade em geral”, disse o vice-prefeito e secretário de Saúde, André Barreto.

14:49 · 23.04.2019 / atualizado às 14:51 · 23.04.2019 por
Em 2018, multidão acompanhou a abertura da Mostra Sesc com ‘O Grande Encontro’, em Juazeiro do Norte. (Foto: Antonio Rodrigues)

Até o dia 30 de abril, estão abertas as inscrições para a 21ª Mostra Sesc Cariri de Culturas, promovida pelo Sesc Ceará. O objetivo do edital é selecionar artistas e grupos de todo o Brasil que desejam integrar a programação do evento, que acontece no mês de novembro em diversas cidades do Sul do Ceará.

Podem se inscrever grupos e artistas nas áreas das artes cênicas (teatro, circo, dança), audiovisual, artes visuais, literatura e música. Ano passado, o evento recebeu 3.111 propostas de 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.

O encontro se apresenta como um espaço de estímulo à produção em diversas linguagens e expressões culturais, com proposta de apresentações, vivências, ações formativas e intercâmbios para desenvolvimento no campo da cultura e difusão das artes nas múltiplas linguagens.

É necessário atenção a todos os requisitos do edital para participar da seleção. Os trabalhos inscritos serão analisados por uma equipe de curadoria composta por técnicos de cultura da instituição, artistas e profissionais convidados. Mais informações, é só acessar o site.

A Mostra

Idealizada pelo Departamento Regional do Sesc Ceará, a Mostra Sesc Cariri de Culturas chega à 21ª edição como palco de difusão das mais diversificadas manifestações artísticas e culturais. A mostra cultural acontece na região do Cariri, que se transforma em cenário para apresentações de espetáculos de teatro, dança, exposições, shows, cafés literários, rodas de conversas, performances artísticas, mostras de cinema e vídeo, além de ações formativas e seminário.

12:02 · 23.04.2019 / atualizado às 12:25 · 23.04.2019 por
Foto: Lino Fly

O serviço de drenagem, iniciado ontem (22), em trecho da Avenida Padre Cícero, próximo ao Teatro Marquise Branca, interditará a via por, pelo menos, 30 dias, segundo a Secretaria de Infraestrutura de Juazeiro do Norte (Seinfra). Com as chuvas dos últimos meses, o asfalto cedeu e formou um grande buraco no local.

Segundo a Pasta, os problemas ocorridos na avenida foram desencadeados por conta de galerias e tubulações antigas. Por isso, estão sendo refeitos 350 metros de canalização. Os trabalhos também serão realizados durante os finais de semana para que as obras sejam finalizadas o mais breve possível.

Por causa da interdição, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) está fazendo a orientação na via. O tráfego de veículos está sendo desviado pela Rua Monsenhor Lima.

Prejuízo

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Juazeiro do Norte (CDL), Zenilda de Sena, e o diretor financeiro, Anacleto Sobrinho, se reuniram, na manhã desta terça-feira (23), com o titular da Seinfra, Isaac Daniel, para falar do andamento das obras. Na conversa, que durou um hora, foi abordada a preocupação de empresários com estabelecimentos próximos ao trecho afetado.

“As obras de drenagem e os reparos no trecho são extremamente importantes e necessárias, mas nossa sugestão é que antes de uma obra como essa ser iniciada, os lojistas precisam ser ouvidos para discutir possibilidades de minimizar os prejuízos. Não dá para o empresários ficar 30 dias sem trabalhar”, destacou Zenilda de Sena.

Durante a conversa, foi definido que o Demutran vai facilitar o acesso dos clientes que precisam ir a uma das lojas e que a empresa responsável pelas obras deve intensificar os trabalhos nos finais de semana para dar celeridade e minimizar os danos para os empresários.

Outra possibilidade, sugerida pelo grupo, é abrir o meio fio em alguns pontos estratégicos para facilitar o acesso dos clientes as empresas sem causar danos no trânsito, nem no andamento da obra.

“Esse diálogo aberto pela CDL junto a Secretaria de Infraestrutura foi muito importante. Não podemos ficar 30 dias parados sem vender, assim como também não dá pra ficar com a via danificada. Sempre é possível chegar a um meio termo e acho que conseguimos isso”, finalizou o empresário Dário Ribeiro.

Histórico

Em fevereiro do ano passado, um caminhão cedeu no asfalto desta mesma avenida, a poucos metros do local onde atualmente está em obras. Na época, a via também ficou parcialmente interditada e o reparo foi concluído no mês de abril. Outras manilhas específicas foram instaladas. A Seinfra explicou que as complicações se deram devido às rupturas das redes de água e esgoto da Companha de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Uma análise técnica foi feita para detectar outros possíveis vazamentos.

11:20 · 22.04.2019 / atualizado às 12:17 · 22.04.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

A companhia aérea Avianca Brasil divulgou uma lista com 1305 voos cancelados em todo o País, programados de hoje até o próximo domingo (28). No Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, 39 operações deixarão acontecer. A ação impactará os embarques e desembarques diários para Fortaleza e Guarulhos (SP).

Acesse a lista de voos de Juazeiro do Norte cancelados pela Avianca

Desde o último sábado, muitos passageiros têm procurado atendimento no guichê da empresa no terminal para saber se vão embarcar ou não. “Eles novamente cancelaram o voo e me colocaram para o dia 23, às 04h30, agora tenho que aguardar se vai ser verdade. O mínimo que pode fazer é pagar um hotel”, conta o bombeiro civil Ângelo Marrom.

Já o estudante Emanuel Moura precisa estar hoje a noite em Porto Alegre (RS) e foi surpreendido com um telefonema da empresa informando que o seu voo de ida deve ser cancelado, pois, não dará tempo de fazer a conexão em São Paulo. “Eu já vim atrás de informações em outros dias. Não haviam me passado nada sobre o voo de ida, apenas a volta, que foi cancelado. Estou aqui sem saber o que fazer. Não encontro uma passagem em outra operadora para chegar lá”, lamenta.

Em março, um voo de Juazeiro do Norte para Brasília (DF) pela empresa já havia sido retirado. Os clientes que moram na região do Cariri estão apreensivos desde que a empresa entrou em recuperação judicial – reorganização econômica, administrativa e financeira, feita com a intermediação da Justiça, para evitar a sua falência. A Avianca teve voos comprometidos em todo país com decisões judiciais determinando que a companhia devolva aviões devido à falta de pagamento da empresa.

A Avianca informou aos clientes que compraram o bilhete por meio do site, aplicativo, call center ou lojas da própria empresa, devem acessar uma página específica para pedir o dinheiro de volta. No formulário, deve ser selecionado o item “Cancelamento de voo gerado pela Avianca”. Já quem comprou a passagem numa agência ou site de viagem deve entrar procurar essas essas empresas.

10:30 · 22.04.2019 / atualizado às 14:23 · 22.04.2019 por
A Pirc tem seu efetivo 62% maior que a capacidade total do espaço. (Foto: Antonio Rodrigues)

A partir desta segunda-feira (22), a Defensoria Pública do Estado do Ceará fará uma força-tarefa de análise processual dos internos que estão na Penitenciária Industrial Regional (PIRC), localizada, em Juazeiro do Norte. O esforço concentrado ocorre em parceria com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e segue até sexta-feira (26), na terra do Padre Cícero.

Maior unidade prisional do Cariri, a PIRC tem seu efetivo 62% maior que a capacidade total do espaço. Em março, o prédio tinha 894 presos, porém, ele foi construído originalmente para 549 internos. Esse será a realidade encontrada pela força-tarefa. A proposta é avaliar a situação processual e os benefícios legais que podem ser requeridos ao Poder Judiciário.

O grupo de trabalho será composto por defensores públicos atuantes no Núcleo Especializado em Execuções Penais (Nudep) e os defensores titulares de Juazeiro do Norte. Além disso, o grupo também conta com auxílio de advogados designados pela SAP.

Segundo a defensora pública Marylene Venâncio, supervisora do Nudep, a escolha da PIRC atende a uma solicitação dos defensores da região. “Após realizarmos várias etapas na Região Metropolitana de Fortaleza, recebemos o pedido do Cariri, diante da crescente demanda encontrada na PIRC”, pontua.

O defensor público Célio Saraiva, supervisor do núcleo defensorial em Juazeiro do Norte, explica que muitos familiares de internos procuraram a Defensoria para avaliar os processos judiciais a que estão submetidos os parentes encarcerados bem como tem trazido denúncias de violações de direitos na unidade.

“Dada essa grande demanda, solicitamos esse apoio neste momento. Sabemos que há internos que já atingiram tempo de pena cumprida e podem ter benefícios previstos na Lei de Execuções Penais, como remissão de pena e direito ao trabalho. Sem falar dos presos que vieram de outras comarcas e o processo ainda não chegou à Vara de Execuções de Juazeiro do Norte. Então, é uma realidade preocupante que exige um trabalho reforçado e que, a partir disso, peticionaremos ao judiciário”, afirma Célio Saraiva.

A força-tarefa entra agora na quinta etapa. Iniciada em fevereiro deste ano, já analisou processos de quatro unidades prisionais cearenses: Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto (CPPL III), Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (CPPL I) e Unidade Penitenciária Francisco Adalberto de Barros Leal (CPPL Caucaia). Os pedidos protocolados, bem como a situação processual dos internos, passam a integrar um relatório, encaminhado ao Governo do Estado.

09:31 · 22.04.2019 / atualizado às 13:58 · 22.04.2019 por
Foto: Divulgação

A banca carioca Blitz é a atração do Estacionamento da Música, na próxima quinta-feira (25), a partir das 20 horas, em Juazeiro do Norte. “A dois passos do paraíso”, “Você não soube me amar”,  “Mais uma de Amor” são alguns dos sucessos do grupo de rock nacional que, com irreverência, fez sucesso na década de 1980. Os ingressos já estão à venda na unidade Sesc.

A banda formada em 1982, no Rio de Janeiro, começou se apresentando informalmente em bares da zona sul, se tornou conhecida no tablado do Circo Voador e se popularizou com o lançamento do compacto “Você Não Soube me Amar”, seguido do LP “As Aventuras de Blitz”. Até subir aos palcos do Canecão e da primeira edição do Rock in Rio (1985), um dos principais festivais musicais do cenário internacional.

Antenados com a modernidade, a Blitz traz até hoje um repertório com muito de rock, pop, reggae, blues, eletrônico, baladas de gaita e violão, letras bem sacadas e guitarras cheias de suingue. Mais o canto falado, as respostas das meninas e o bom-humor, que é a marca de Evandro Mesquita, um dos fundadores da banda que se originou a partir do grupo de teatro Asdrúbal Trouxe o Trombone.

No Estacionamento da Música, a banda apresenta grandes hits, se voltando para o repertório do seu quarto DVD Blitz – Blitz no Circo Voador (Blitz/Deck Disc/Canal Brasil), que foi lançado em 2017 e marca 10 anos de sua formação mais estável.  Hoje, a Blitz reúne Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).

Shows populares

O projeto Estacionamento da Música leva os principais artistas da música popular brasileira para apresentações pelas unidades do Sesc em todas as regiões do Ceará com ingressos a preços populares. Nas  últimas edições, os convidados foram o cantor Toquinho, a cantora Sandra de Sá e os ex-integrantes do Kid Abelha, George Israel e Leoni

Mais informações

Estacionamento da Música com Blitz

25/4 (quinta-feira)

Horário: A partir das 20h

Local: Unidade Sesc Juazeiro do Norte – Rua da Matriz, nº 227 – Centro

Informações: (88) 3512-3355

Entrada: R$ 15 (trabalhador do comércio); R$ 18 (empresário); R$ 20 (conveniado); R$ 25 (público geral) + 2 kg de alimento não perecível

09:59 · 19.04.2019 / atualizado às 11:41 · 22.04.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

A Secretaria de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte (Setur) concluiu, ontem (18), a construção a primeira estação em xilogravura da nova Via Sacra, no trajeto da Rua do Horto. O tradicional percurso é baseado nas cenas da crucificação de Jesus Cristo e contarão com 15 peças narrando este episódio. O artista plástico juazeirense Kartegianes foi autor da obra.

A proposta é valorizar a representação sagrada, através de uma conexão com aspectos da cultura popular, cujos traços e cores remetem a xilogravura. O trabalho é feito em concreto, pintura automotiva, com velários, dando maior durabilidade ao material. Outros xilógrafos deixarão o seu traçado original nos painéis.

De acordo com o secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte, o projeto da nova Via Sacra do Caminho do Horto, aprovado pelo prefeito Arnon Bezerra, é uma proposta apresentada por um artista juazeirense, construída para garantir a durabilidade da obra. “Essa é uma proposta diferenciada não apenas pela beleza do projeto. Ela deve contribuir com a cenografia do local, destacando a importância da Rua do Horto para Juazeiro do Norte”, ressalta.

Outros xilógrafos de Juazeiro do Norte serão homenageados com o seu trabalho ao longo da Rua Horto, por onde passam milhares de fiéis do Padre Cícero, turistas e visitantes, todos os anos.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Belezas naturais, fé, trabalho e cultura. Sob os pés da Chapada do Araripe, aqui você encontra as principais notícias dos municípios da região. Por Antônio Rodrigues.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags