Autor: Antonio Rodrigues


15:22 · 15.02.2019 / atualizado às 15:29 · 15.02.2019 por
A sessão da Câmara foi tumultuada e chamou atenção de muitos curiosos. (Foto: Reprodução/SVM)

A operação “Combustível Podre”, realizada ontem (14), em Nova Olinda, cumpriu três mandados de prisão temporária contra dois secretários municipais e um empresário local, suspeitos de envolvimento com aquisição irregular de combustível pelo Município. Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, sendo apreendidos mais de R$ 40 mil em espécie, três armas de fogo, computadores e celulares. As investigações seguem em sigilo.

Realizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a operação apura o superfaturamento peculatário nos contratos de abastecimento de combustíveis no município entre 2016 e 2019. Os custos chegam a mais de R$ 1 milhão por ano. Segundo informam as medidas cautelares, a frota de veículos de Nova Olinda não chega a 30 veículos. Porém, em 2017, foi gasto o valor de R$ 1.225.236,14 com combustível. Em 2018, a despesa foi de R$ 1.332,117,97.

No aparente esquema, os motoristas da prefeitura de Nova Olinda abasteciam diariamente no posto do empresário, com ordens já preenchidas e assinadas. As notas avulsas ficavam retidas pela gerência e administração do posto sendo inseridas no sistema como “abastecimentos a prazo”. No fim de cada mês, era emitida uma nota fiscal mensal não com base nos abastecimentos efetivamente realizados, mas a partir de um mapa manuscrito pelo secretário municipal, que era fraudulentamente superfaturado.

O acréscimo no sistema de emissão da nota fiscal da Prefeitura era feita pelo empresário a partir de outros abastecimentos particulares de terceiros, sem nota já emitida ou pedida pelo cliente, e, assim, a emissão tornava-se aparentemente legal, aceita pelo sistema da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz). Desse modo, o Município fazia o empenho e o pagamento. A propina correspondia ao excesso emitido na nota mensal e indevidamente recebido e era retirada do caixa ou do cofre do posto. Os valores transitavam entre R$ 5 mil e 8 mil por mês e eram resgatados pelo secretário.

Prefeito afastado

Por conta das investigações, ainda na noite de ontem, o prefeito de Nova Olinda, Afonso Sampaio (PSD) foi afastado por 120 dias de suas funções pela Câmara Municipal. Foram 9 vereadores favoráveis e 2 contrários. O vice-prefeito, Ítalo Alencar (PP), deve ser empossado nesta sexta-feira (15), às 17h, em sessão solene realizada na Casa legislativa.

10:24 · 15.02.2019 / atualizado às 10:40 · 15.02.2019 por
(Foto: PF/Divulgação)

A Polícia Federal prendeu uma mulher em flagrante, na tarde de ontem (14), em Juazeiro do Norte, que portava 80 cédulas falsas de real e uma cédula falsa de 100 dólares. A investigação aponta que ela comprou o dinheiro falso, totalizando R$ 1 mil, que foi enviado de São Paulo. A quantia foi entregue pelos Correios.

De acordo com a delegada da Polícia Federal de Juazeiro do Norte, Josefa Lourenço, há muitas denúncias sobre a venda de cédulas nas redes sociais, sobretudo no WhatsApp e no Facebook, e que todas as unidades estão desenvolvendo investigações. No caso de ontem, foi a própria Central de Distribuição dos Correios que alertou os agentes sobre a possibilidade de encontrar o dinheiro falso. “Aí começamos a monitorar”, conta.

Os policiais conseguiram identificar o local e horário de entrega da encomenda, que foi enviada de São Paulo. “É possível que o remetente tenha usado endereço e identificação falsa”, acredita a delegada. A mulher vai responder por crime de aquisição e guarda de cédula falsa. “Tanto comete quem porta, quem exporta, quem produz e quem vende”, pondera Josefa. A pena vai de 3 a 12 anos de prisão.

A Polícia Federal tem monitorado as mensagens de compra e venda cédulas falsas nas redes sociais. Nelas, há propagandas que atestam sobre a qualidade do material ressaltando características como a aprovação no teste da luz negra, serem ásperas, possuir alto relevo, marca d’água e selo holográfico. “São cédulas com qualidade excepcional. Qualquer pessoa poderia ser enganada”, admite a delegada.

Vídeos também são gravados para mostrar a qualidade das notas. “Estas mensagens ajudam para identificar de onde originaram, o endereço do IP (Internet Protocol)”, adverte Josefa.

14:46 · 14.02.2019 / atualizado às 14:47 · 14.02.2019 por
Obras já tem 65% de avanço físico. (Foto: Divulgação)

A Comunidade Fonte de Vida, fundada em 1987, celebra seu ao 32º aniversário tentando construir uma sede própria que sirva também à população carente de Juazeiro do Norte. A campanha “Construindo Sonhos” espera receber doação de material de construção ou dinheiro para concluir a obra, iniciada há sete anos,  que está com 65% de avanço físico. O prédio, localizado no bairro Vila Carité, terá 2 mil metros quadrados para atender diversos projetos sociais.

Lá, a população carente terá aulas de Português, Inglês, Espanhol, Informática, artesanato, música, dança e teatro, alfabetização para jovens e adultos, assistência psicossocial para famílias e pessoas enfermas, além de grupos para melhor idade e creche para pais que não podem pagar pelo serviço e precisam trabalhar por meio período. Tudo será ofertado gratuitamente.

“Formar crianças, jovens e adultos para uma sociedade mais justa e humana, independentemente de questões religiosas ou políticas. Nosso projeto social é para servir à população de Juazeiro do Norte, em especial na Vila Carité. Muito antes de escolher esse local, Deus me mostrou esse bairro e colocou no meu coração o desejo de realizar trabalhos sociais por quem mora lá”, conta a fundadora do ‘Fonte de Vida’, Aline Lacerda.

A construção erguida com ajuda de voluntários e doadores está sendo feita desde 2012 e a meta da fundadora é que tudo fique pronto até o final deste ano. Assim, em 2020, Juazeiro do Norte vai ver o primeiro grupo de oração da cidade se tornar também um projeto social. A Casa de Evangelização, depois de concluída, terá: seis salas de aula, cozinha, refeitório, escritório, banheiros (comuns e adaptados), capela, sala para brechó, casa do caseiro, sala de liturgia e de música.

Doação

A Comunidade Fonte de Vida trabalha em prol da construção da casa, onde já foram investidos cerca de R$ 600 mil em material de construção e mão de obra; tudo é resultado de campanhas, trabalho de arrecadação e de doações, de pessoas amigas desse projeto, ao longo dos últimos sete anos. Hoje, a construção segue para oitava etapa do projeto inicial.

A comunidade precisa de material de construção para concluir os 35% que faltam, como: sacos de cimento, brita, areia, material para instalações hidráulicas e elétricas, fossas e sumidouros, piso morto, portas e janelas de madeiras, pintura, acabamento, pias, vasos sanitários e torneiras, para banheiros e cozinha. Quem quiser colaborar, pode doar um dos itens ou qualquer quantia em dinheiro.

Mais informações

Conclusão da casa sede “Comunidade Fonte de Vida”

Local: Vila Carité – Juazeiro do Norte

Doação: Material de construção, pode ser entregue na Rua São Luís, 416, Centro – Juazeiro do Norte

Transferência ou depósito na conta Comunidade de Evangelização Fonte de Vida – Caixa Econômica Federal =  Ag 0032 / Op: 013 / Conta: 305195-8

11:16 · 14.02.2019 / atualizado às 11:21 · 14.02.2019 por
Cedro registrou a maior chuva da macrorregião do Cariri. (Foto: Marciel Bezerra)

Após cinco dias, a macrorregião do Cariri voltou a receber chuvas, segundo  a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Entre as 7h de ontem e às 7h desta quinta-feira (14), houve precipitações em 21 municípios. A maior delas aconteceu em Cedro, que registrou 56 milímetros. A segunda maior caiu em Aurora: 43,2 milímetros.

Também choveu com destaque em Milagres (41 mm), Lavras da Mangabeira (33 mm), Altaneira (30 mm), Barro (29 mm) e Jati (29 mm).

Importante ressaltar que a macrorregião do Cariri, monitorada pela Funceme, também inclui municípios que compõem a região Centro-Sul na divisão política, como Lavras da Mangabeira, Várzea Alegre, Cedro, Ipaumirim, Umari e Jucás. Isso acontece porque eles estão na Sub-Bacia do Salgado.

Assaré, por exemplo, que faz parte do chamado “Cariri Oeste”, registrou 36 milímetros de ontem para hoje, mas na divisão do órgão estadual compõe a macrorregião “Sertão Central e Inhamuns”. Campos Sales, naquela mesma região, registrou 25,4 milímetros. Salitre, Potengi e Araripe completam a lista de municípios que também tiveram precipitações. Estas localidades estão inseridas na Sub-Bacia do Alto Jaguaribe.

Apesar da água voltar a cair do céu, nenhum município do Cariri esteve entre as principais precipitações registradas nas últimas 24 horas no Ceará. Granja, na região Norte, registrou a maior chuva do ano no Estado com 176 milímetros. As ruas e avenidas ficaram alagas em diferentes pontos da cidade. 

Previsão

A previsão das Funceme para hoje e para os próximos dois dias é de céu nublado com chuvas em todas as regiões do Ceará. Há nuvens em todo Estado por causa da proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que está presente sobre parte do oeste do Nordeste brasileiro.

09:46 · 14.02.2019 / atualizado às 15:58 · 14.02.2019 por
(Foto: Antonio Rodrigues)

Atendendo um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a Secretaria de Esporte e Juventude de Juazeiro do Norte (Sejuv) está realizando manutenção e substituição de refletores nas torres do Estádio Mauro Sampaio, o Romeirão. A medida visa melhorar a qualidade da iluminação dos eventos antes da grande reforma de ampliação e modernização, prevista para começar este ano.

A Pasta também trabalha na melhoria dos campos amadores de futebol de Juazeiro do Norte. O prefeito Arnon Bezerra anunciou que todos os campos serão iluminados, para que haja atividades também no período noturno. No último final de semana, foi recuperado o primeiro deles, no bairro Jardim Gonzaga. O trabalho seguirá por outros esquipamentos, em áreas públicas e privadas, do Município.

Reforma

O Estádio Mauro Sampaio, o Romeirão, passará por uma grande reforma e se tornará a Arena Romeirão. A obra é resultado da parceria entre Prefeitura de Juazeiro do Norte e o Governo do Estado do Ceará. O equipamento receberá investimento de aproximadamente R$ 82 milhões. O projeto já foi apresentado para a população.

A obra já foi licitada e aguarda apenas a votação na Câmara dos Vereadores de Juazeiro do Norte, para que o estádio seja repassado ao Governo do Estado e assim iniciar a reforma. A capacidade do equipamento será ampliada, podendo chegar a 16.400 assentos. Hoje, comporta 10 mil pessoas. Lá, também será um espaço para realização de grandes shows, área de shopping, gastronomia, museu e eventos da região do Cariri.

“Nós temos uma expectativa muito grande de termos o estádio reformado. Sabemos que é um grande investimento. A Arena Romeirão será multiuso e irá beneficiar não só os juazeirenses, mas de todos os caririenses e vem pra abrilhantar a cidade”, afirmou o secretário de Esporte e Juventude, Luciano Bazílio.

 

09:53 · 13.02.2019 / atualizado às 09:59 · 13.02.2019 por
Mestre Aldernir comandou o reisado no Carnaval do ano passado. (Fotos: Antonio Rodrigues)

A Secretaria de Cultura de Crato tornou público o edital para artistas e grupos que desejam se apresentar no Carnaval do Município em 2019. Com o tema “Tambores do Cariri”, podem participar charangas, bandas de samba, batuques, maracatus, dentre outros. As inscrições acontecem até esta quinta-feira (14).

Para se inscrever é necessário que as representações de grupos se dirijam até a sede da secretaria de Cultura, que fica no Largo da RFFSA. A primeira lista com o resultado será divulgada na sexta-feira (15), cabendo recurso. Posteriormente, será divulgada a lista definitiva dos grupos selecionados.

De acordo com o secretário de Cultura, Wilton Dedê, o trabalho de resgate do carnaval do Crato começou em 2017 e tem crescido nos últimos anos. “O trabalho que nós empreendemos não era só de realizar o carnaval, mas, de resgatar. Nós esperávamos que a população também começasse a assumir o carnaval e esse ano estamos vendo a coisa criar corpo”, afirma.

O gestor da Cultura conta ainda que a Pasta já apoiava polos de Carnaval, como na Praça do Cruzeiro e no Alto da Penha, no entanto, este ano, Dedê notou o surgimento de novos blocos de carnaval na cidade. “Há iniciativas próprias, independentes. Isso mostra que o carnaval de Crato está crescendo. Gera uma maior movimentação no Crato”, acredita.

09:29 · 13.02.2019 / atualizado às 09:31 · 13.02.2019 por
(Foto: Relações Públicas do 2º BPM)

Um total de 52 armas de fogo foram retiradas de circulação durante o mês de janeiro na região do Cariri, segundo dados estatísticos divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Além disso, cerca de 19,3 quilos de entorpecentes foram apreendidos, entre cocaína (2,42 kg), crack (0,52 kg) e maconha (16,36 kg).

De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, Major Luciano Rodrigues de Oliveira, os policiais têm atuado de forma intensiva no combate à criminalidade através de abordagens e saturações nos 25 municípios que integram a Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19). “O maior objetivo do nosso trabalho é proporcionar segurança e tranquilidade para a sociedade caririense”, ressalta o oficial.

Reforço

No último mês de abril, o Cariri recebeu uma série de pacotes de investimentos em segurança. Em Juazeiro do Norte, foi criada a Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) e lançado o sistema de videomonitoramento. Com isso, o policiamento foi ampliando em dez bairros, identificados como mais carentes de segurança pública. O Município também viu se efetivo ser reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária.

Já no mês de julho, Barbalha recebeu uma unidade do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Ao todo, o Município recebeu 37 policiais, com o apoio de 16 motos e uma viatura 4×4.

16:37 · 12.02.2019 / atualizado às 16:41 · 12.02.2019 por

 

Em setembro, é celebrada da Romaria da Santa Cruz do Deserto, em memória da comunidade. (Foto: Antonio Rodrigues)

A seca de 1932 é lembrada, tanto na literatura como na oralidade, como uma das mais perversas que castigou o Nordeste no início do século XX. Foi esse fenômeno de escassez de água e alimento que impulsionou o crescimento do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, comunidade localizada em Crato, que possuía organização social autossustentável baseada nos princípios cristãos de oração, trabalho e partilha dos bens produzidos. Seu líder e fundador, o beato José Lourenço Gomes da Silva, completa 73 anos de falecimento nesta nesta-feira (12).

Para lembrar a data, a ONG Beato José Lourenço realiza uma tradicional missa em ação de graças pelo líder religioso, que morreu em Exu, Pernambuco, no dia 12 de fevereiro 1946. A celebração acontecerá às 17 horas, na Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Juazeiro do Norte.

Após o ato religioso, 20 personalidades serão homenageadas por sua efetiva contribuição para a difusão e preservação da memória do Caldeirão e do patrimônio histórico-cultural da região do Cariri cearense.

O que foi o Caldeirão? 

Localizada a 33 km da sede do Município de Crato, o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto fica entre os distritos de Monte Alverne e Dom Quintino. Lá, foi abrigo de centenas de flagelados da seca, devotos do Padre Cícero, que encontraram na comunidade alimentação, trabalho e refúgio espiritual. Sob a liderança do beato José Lourenço, cerca de 1.700 pessoas moraram ali, dividindo tarefas, fabricando instrumentos de trabalho, roupas e produzindo alimento.

A Capela de Santo Inácio de Loyola ainda se mantém de pé como resquícios da comunidade.

Fartura, riqueza espiritual e abundância de comida. Com o passar dos anos, a experiência ali vivida foi tendo sucesso e atraindo ainda mais pessoas. Haviam oficinas fiação, tecelagem, costura, casa de farinha, ferreiro, engenho de cana e marcenaria.

Temendo que a comunidade se tornasse um movimento messiânico, o Governo Federal, em 1937, ordenou que as Forças Armadas e a Polícia Militar do Ceará invadissem o local e expulsassem os moradores. Alguns foram mortos e os sobreviventes vagaram pela região ou retornaram para suas terras. Até hoje, muitos corpos não foram encontrados e não há nenhum registro oficial do número exato de vítimas.

O beato José Lourenço conseguiu fugir e se estabeleceu no Sítio União, em Exu, no Pernambuco, onde morreu por causa da peste bubônica. Seu corpo foi levado por fiéis para Juazeiro do Norte, onde sua missa de corpo presente seria celebrada. No entanto, o vigário da época, o monsenhor Juviniano Barreto, não permitiu que o caixão sequer entrasse na Capela de São Miguel. O cortejo fúnebre seguiu debaixo de chuva e o velório aconteceu na casa de um de seus afilhados. De lá, foi sepultado no Cemitério do Socorro – ao lado do túmulo do Padre Cícero, seu amigo.

15:24 · 12.02.2019 / atualizado às 19:16 · 12.02.2019 por
(Foto: Flávio Eduardo)

A Auto Viação Metropolitana, a Viametro, responsável pelo transporte urbano de Juazeiro do Norte, reconheceu que o aumento que entrou em vigor ontem foi acima do valor decretado pela Prefeitura na última quinta-feira (07). A empresa estava cobrando R$ 2,55 de tarifa, ou seja, um acréscimo de 10,87% no preço anterior: R$ 2,30. Porém, o reajuste autorizado foi de 7,03%, que representa um aumento de 15 centavos.

Em nota, a Auto Viação Metropolitana, empresa de Fortaleza, pediu desculpas aos usuários pelo “equívoco gerado na aplicação do reajuste”, classificou. O valor da passagem inteira foi corrigido para os 7,03% e fixou em: R$ 2,45. Já a meia passagem, agora custa R$ 1,20. Além disso, se colocou à disposição para o ressarcimento do valor cobrado nesta segunda-feira (11). O telefone (88) 3521 3269 foi oferecido para esclarecimento.

O aumento se baseou no contrato de concessão, assinado no dia 14 de março de 2016, que prevê o reajuste anual da tarifa. O último aconteceu em dezembro de 2017. Contudo, para 2019, o acréscimo pedido pela empresa foi de 8,56%, de acordo com a planilha apresentada. No entanto, o Setor de Contabilidade de Prefeitura se embasou no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e IPCA-Diesel para fixar em 7,03%.

Cerca de 65 mil pessoas utilizam o transporte público na terra do Padre Cícero. Ao todo, são 12 linhas municipais que circulam entre os bairros Centro, Aeroporto, Parque São Geraldo, Antônio Vieira, Frei Damião, Novo Juazeiro, Cidade Universitária, Tiradentes e João Cabral, atendendo também as áreas no seu trajeto e localidades vizinhas.

Intermunicipal

No último mês de outubro, o transporte intermunicipal, também realizado pela Viametro na região, sofreu reajuste das tarifas 6,21%. As linhas entre Crato/Juazeiro, Barbalha/Juazeiro aumentaram para R$ 2,40. Antes custava R$ 2,25. Já entre Juazeiro do Norte/Missão velha, o preço passou a R$4,60, representando um aumento de 30 centavos; enquanto Barbalha/Missão Velha subiu para R$ 3,10, antes era R$ 2,90. As vans acompanharam este aumento.

09:06 · 12.02.2019 / atualizado às 09:06 · 12.02.2019 por
(Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ajuizou Ação Civil Pública (ACP) em face da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (COGERH) por desperdício dos recursos hídricos provenientes do Açude Canoas, localizado em Assaré. O órgão estadual é foi responsável por abrir uma válvula do reservatório para suposta irrigação de terras. Hoje, ele tem apenas 7,46 % de sua capacidade.

Em 21 de junho de 2012, o Município de Assaré foi surpreendido por um procedimento operacional da COGERH alegando que, atendendo um pleito relacionado a consumo animal e irrigação de produtores rurais, determinou a abertura da comporta do Açude Canoas na proporção de 300 litros por segundo.

Naquela mesma data, a Câmara Municipal solicitou providências do MPCE para cessar o desperdício de água, considerando a convivência com a seca que assola a localidade e, sobretudo, a falta de diálogo e de entendimento com a agência reguladora, pois as comportas eram abertas com vasão bem acima da utilizada pela própria população.

Conforme apurado pela Promotoria de Justiça de Assaré, a COGERH estaria abrindo a válvula do açude com o intuito de abastecer a irrigação local, fato este nunca comprovado, uma vez que não há informações de existirem produtores cadastrados em programas agrícolas com tal intuito ou mesmo recebendo benefícios e nem há grandes ou médios criadores de animais na região que justificasse a medida.

Em resposta, a Companhia informou ao MPCE que o Açude Canoas se encontrava com um trecho perenizado de 92 km para chegar até a Barragem Jordão, no Município de Cariús, estando à época com 98,30% de capacidade, sendo a comporta aberta com uma vazão de até 300 litros por segundo. Em novembro de 2013, o Ministério Público alertou a Companhia quanto a possível colapso no abastecimento de água da cidade de Assaré se a vazão continuasse da forma até então praticada e questionou sobre a possibilidade de um colapso e/ou perda na qualidade da água.

Com base nos dados da COGERH, a Promotoria constatou também que, em 2012, o açude estava com quase 70% de capacidade, com a abertura da válvula na vazão acima do normal. Em 2013, a capacidade reduziu para quase 45%. Já em 2014 foi para 25% e, em fevereiro de 2015, para 16%. Assim, foi verificado que, entre os anos de 2012 e 2014, a válvula do açude Canoas liberou o que a população de Assaré consumiria em aproximadamente 11 anos.

Dessa forma, foi concluído pelo órgão ministerial que, para que fique garantido um aporte de abastecimento de água para a cidade de Assaré por, pelo menos 10 anos, o açude Canoas não deveria mais liberar água até que atinja 35,93% de sua capacidade.

Por isso, o MPCE requereu que a Justiça determine que a COGERH se abstenha de tornar a abrir a comporta do Açude Canoas enquanto este estiver com o status crítico, ou seja, com menos de 35,93% de capacidade, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil. A ACP pede ainda que a Companhia seja condenada ao pagamento de danos morais coletivos no valor de R$ 200 mil além de multa diária em caso de descumprimento da determinação judicial

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Belezas naturais, fé, trabalho e cultura. Sob os pés da Chapada do Araripe, aqui você encontra as principais notícias dos municípios da região. Por Antônio Rodrigues.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags